IPEM-SP FISCALIZA BOTIJÕES DE GÁS DE COZINHA EM MAUÁ

O Ipem-SP (Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo), fiscalizou depósitos de distribuição de gás de cozinha em Mauá. Do mesmo modo, as verificações teriam acontecido em outras cidades do estado, nos dias 25 e 26 de agosto. A divulgação da ação, aconteceu somente nesta sexta-feira (11), pela própria empresa.

A organização, é uma autarquia do Governo do Estado, vinculada à Secretaria da Justiça, e órgão delegado do Inmetro. De acordo com o Governo, ela tem como objetivo defender o consumidor. Dessa forma, receberam a apuração as cidades de: Barueri; Bauru; Descalvado; Franca; Mauá; Rio Claro; Santo André e São José do Rio Preto.   

Além disso, o comunicado também diz que ao todo, fiscalizou-se 484 botijões de GLP, popularmente conhecidos como botijões de gás de cozinha. Das marcas: Butano; Consigaz; Copagaz; Liquigás; Nacional Gás Butano; Supergasbrás e Ultragaz – em 29 estabelecimentos entre envasadoras e distribuidoras e encontrados erros em 9 (2%).  

Dentre os botijões reprovados, os maiores erros encontrados foram: -1008g em 13kg, da envasadora Liquigás em Bauru; -855g em 13kg da envasadora Ultragaz em Bauru e -1430g na Ultragaz de São José do Rio Preto.  

Os demais erros encontrados estavam dentro do tolerado, conforme portaria Inmetro nº 225/2009. Nesse sentido, as equipes do Ipem-SP não encontraram indícios de fraude nos botijões fiscalizados.   

Contudo, as empresas autuadas, terão dez dias para apresentar defesa junto ao instituto. De acordo com a lei federal 9.933/99, as multas podem chegar a R$ 1,5 milhão. 

Fonte: Mauá Agora

About the author

Faço seu comentário

%d blogueiros gostam disto: