Webinário Internacional aborda tecnologias assistivas em políticas públicas

Iniciativa da SEDPcD faz parte da celebração do Setembro Verde e teve como objetivo trazer mais conhecimento sobre o tema à sociedade

A Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SEDPcD) realizou na última quinta-feira (17) o “Webinário Internacional de Tecnologias Assistivas: sob a ótica das políticas públicas”. O evento online teve como objetivo trazer informações sobre as tecnologias assistivas no Brasil, conhecimentos internacionais e celebrar o Setembro Verde, mês da inclusão da pessoa com deficiência.

Cerca de 300 pessoas participaram do Webinário,  que contou com a mediação da Secretária de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Célia Leão e a presença dos painelistas Jesus Garcia (Presidente da Associação Brasileira de Emprego Apoiado), Raquel Moyacuevas (Terapeuta Ocupacional CEAPAT-IMSERSO – Espanha), Sabrina Favarão (Terapeuta Ocupacional Rede Lucy Montoro de São José do Rio Preto) e Renzo Andrich (Presidente da rede internacional EASTIN e Consultor de Tecnologia Assistiva – Itália).

A Secretária de Estado Célia Leão ressaltou a importância de uma ação como esta, realizada com o apoio do Governo do Estado de SP em prol das pessoas com deficiência. ”A todas as pessoas que têm algum tipo de deficiência, seja mais leve ou mais severa, o Governador João Dória e o vice-governador Rodrigo Garcia trabalham conosco, incentivam e contribuem com o nosso trabalho para que as políticas públicas possam chegar àqueles que mais precisam”, disse.

O evento refletiu e debateu dentro de cases internacionais, acessibilidade e desafios que envolvem a temática, pensando na experiência e abordagem internacional do tema. Dentre os principais assuntos abordados, foram expostos fundamentos teóricos-normativos, panorama geral da Tecnologia Assistiva no Brasil, dispensação de órteses próteses e meios auxiliares pelo SUS e a realidade dessa dispensação pela Rede Lucy Montoro, adaptação de equipamentos por meio de avaliação, cases internacionais, entre outros.

“As Tecnologias Assistivas na Itália são fornecidas pelo serviço nacional de saúde. A OMS (Organização Mundial da Saúde) começou um trabalho importante justamente para que os padrões de qualidade no serviço fornecido de Tecnologias Assistivas sejam similares em todo o mundo, sendo hoje, o 4º pilar das estratégias políticas de saúde”, ressaltou o painelista Renzo Andrich, Presidente da rede internacional EASTIN e Consultor de Tecnologia Assistiva, da Itália.

About the author

Faço seu comentário

%d blogueiros gostam disto: