fbpx

Ribeirão Pires amplia teste de covid-19 para moradores a partir de 12 anos

Doentes crônicos, profissionais da saúde ou segurança, e motoristas de transporte público, táxis ou aplicativos também podem fazer teste A Prefeitura de Ribeirão Pires ampliou a testagem de covid-19 entre moradores da cidade. A partir desta segunda-feira, dia 9/11, pessoas com mais de 12 anos e/ou doenças crônicas; profissionais da saúde da rede pública ou privada (residentes na cidade); profissionais da segurança pública da cidade; motoristas de transporte público (RIGRAS), aplicativo (que residam na cidade) ou táxis (que residam ou trabalhem na cidade); podem fazer o teste gratuito na Escola Municipal Engenheiro Carlos Rohm I – Rua Ana Maria Rodriguez Fernandez de Lima 170 – Centro (antiga Rua 1º de Maio). Diariamente, são distribuídas 550 senhas – quantidade limitada à capacidade de coleta e processamento dos exames. A ação é promovida todos os dias da semana, inclusive aos sábados, domingos e feriados, das 8h às 18h. Para a retirada da senha, é necessária a apresentação de documento com foto (RG ou CNH), Cartão SUS e comprovante de endereço no município. Para pacientes com doenças crônicas que não passam na rede municipal de saúde (e usam Cartão SUS) será necessária apresentação de receita de medicamento de uso contínuo. Profissionais da saúde da cidade, da segurança ou motoristas de transporte público, táxi ou aplicativo deverão apresentar identificação de trabalho (crachá). A testagem na Escola Municipal Eng. Carlos Rohm I seguirá até dia 12 de novembro. Até o último sábado, dia 7, foram realizados 3.737 testes.
Reforço na testagem de covid-19 – A Secretaria de Saúde de Ribeirão Pires recebeu neste mês a doação de testes do Instituto Butantan. Além dos kits para testagem, o município foi contemplado com um novo sistema para enviar, via internet, as amostras coletadas, por meio de um leitor chamado Hilab, – dispositivo laboratorial desenvolvido pela Hi Tecnologies em sinergia da Intel e Microsoft. O novo sistema funciona da seguinte forma: as equipes que estão aplicando o teste registram os dados do paciente no sistema, preenchem questionário com informações sobre a doença, coletam sangue e inserem a amostra no leitor, que envia os dados ao laboratório para análise. Em cerca de 30 minutos, o resultado do teste é disponibilizado ao paciente por sms e/ou e-mail. Os testes realizados nesta nova fase são do tipo IGG/IGM.

Faço seu comentário

%d blogueiros gostam disto: