fbpx

História

Lorena Pelais, mulher afrodescendente
Filha da Dona Eneida Bernardes
(guerreira sinistra / Sargentão, rsrs)
Nasci em 02/12 de um ano qualquer, pra que se prender a detalhes, rs
Mãe de duas princesas fantásticas (sou suspeita, mãe sempre é, elas são super amigas, incentivadoras, maior riqueza que possuo)
Casada há 10 anos.

Atualmente e há alguns anos, mãe em tempo integral, busco me especializar, graduar, (verdadeiro intensivão), reinvento técnicas de como cuidar, educar e preparar as crias para viverem suas vidas de maneira digna , correta e promissora, tudo com simplicidade e alegria, uma dose generosa de "Não", poucos "Sim", aprimorando os conceitos de respeito a si mesmo, ao próximo, sempre ressaltando que nossa existência está atribuída a Deus ( O Criador).

0 0 vote
Qualidade

Não se trata de uma disciplina.
Mas é algo que requer disciplina.
Não se trata de apenas um texto, se trata de enredos, fatos, períodos , laços, “fios de meados” que criamos ou que desenvolvemos ao longo de nossa trajetória.

Viemos ao mundo sem saber o porquê nos desenvolvemos sem saber qual é o real propósito, conhecemos outros seres não só porque nossas energias estavam em sintonia em uma mesma frequência vibratória e o universo simplesmente nós une, tudo tem um propósito.

Desde a nossa chegada até o momento da partida , temos uma história, uma história só nossa que pode ser recriada, recontada, vivida, planejada, idealizada, realista, ficcionada, ilusória, imaginada, inimaginável devido a todas as reviravoltas, enfim …

A vida é a sua história! Cada um tem sua própria história, esteja contada em livros antigos ou não, seja ela retratada por fotos ou não, seja ela uma evidências arqueológica ou não, seja ela uma memória individual ou coletiva.

Cada um carrega sua própria história, umas com mais emoções e adrenalina, outras com mais pesares e dor, seja de lutas e vitórias, ou de intensa peleja, seja ela farta ou regrada.

Há quem nasceu em “berço de ouro” talvez não sofra necessariamente por inúmeras limitações, mas há quem não tem opções de escolha , há quem vivencie o desafeto ou descaso, cada um tem sua história e seu próprio fardo.

Somos capazes de reverter qualquer situação! 

A história pode ser contada de várias formas, várias vezes pelo próprio narrador ou recriada por um interlocutor, se a história for boa tem uma excelente repercussão, se for ruim tbm, as vezes, afinal histórias ruins e se houver treta, barraco  vendem ainda mais  “jornais”, rsrs 

Em sua história pode haver muito amor, paixão e alegria, conter uma dose de dor, um tantinho de sofrimento, duas camadas de resiliência, três pitadas de paciência, e uma generosa dose de lucidez, item fundamental que ajuda a compreender melhor os fatos como um todo.

A nossa história, geralmente é escrita à mão, com o esforço, resultando futuramente nossos próprio méritos, erros e acertos, o que seria uma boa história sem uma parcela de drama?! rsrs

O dia a dia é um capítulo, e que em apenas uma edição talvez não seja o suficiente  para ser retratada por completa. Descartamos os pontos irrelevantes, damos créditos ao que acreditam ser mais importantes.

Ainda sim, muitas vezes, não retrata seu verdadeiro ser, sua intimidade, seus medos, suas reações adversas , os traços de caráter na íntegra. Uma história é mantida no interior de cada um,  uma verdadeira caixa de segredos, desde os mais intensos aos mais insignificantes, porque esses só de lembrarmos pode nos fazer corar devido a imaturidade no momento em que foi vivida.

As superações diárias! Cada um pode e fazer essa varredura,  contar em partes ou expor todo o conteúdo, revelar o que mais é conveniente , o que mais se agrada aos ouvidos, o que se torna belo a ser idealizado por quem lê ou assiste.

Não queira ser recorde de vendas de best seller, queira ser simples, humilde, seja você, não forge a sua história para agradar o outro, encare seus fatos, escreva sua própria história com amor, dedicação e muito carinho.

Sempre seja protagonista, se necessário for, busque um coadjuvante a altura, valorize sua narrativa, dê mais luz, mais cores, mais vida,  por mais que você pareça ser simples de ” ser lido”, somente Deus conhecerá sua verdadeira história do início ao fim.

A mente humana é falha, atribuir a terceiros sua história não é relevante. Bloqueios inconscientes, inconsistentes acontecem, para recriar que seja fidedigno aos seus princípios.

Aprecie, valorize cada detalhe, o que, às vezes, parece insignificante, notaremos no decorrer  que aquele ínfimo detalhe faria toda a diferença, é justamente aquele detalhe que as vezes “desprezamos” revelará as respostas mais incríveis no decorrer da caminhada. 

Vamos além da disciplina. Busquemos através ou por meio da “disciplina”, maneiras de vivermos e contarmos a nossa própria história de Vida.

Brinde a Vida e suas histórias de vida , pois para cada um, ela é a que tem mais valor, mesmo que vivida no anonimato do mundo, porém real em sua trajetória com ou sem floreio aos que te rodeiam. 

Lorena Pelais

Lorena Pelais, mulher afrodescendente Filha da Dona Eneida Bernardes (guerreira sinistra / Sargentão, rsrs) Nasci em 02/12 de um ano qualquer, pra que se prender a detalhes, rs Mãe de duas princesas fantásticas (sou suspeita, mãe sempre é, elas são super amigas, incentivadoras, maior riqueza que possuo) Casada há 10 anos. Atualmente e há alguns anos, mãe em tempo integral, busco me especializar, graduar, (verdadeiro intensivão), reinvento técnicas de como cuidar, educar e preparar as crias para viverem suas vidas de maneira digna , correta e promissora, tudo com simplicidade e alegria, uma dose generosa de "Não", poucos "Sim", aprimorando os conceitos de respeito a si mesmo, ao próximo, sempre ressaltando que nossa existência está atribuída a Deus ( O Criador).

guest
2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Feedbacks em linha
Veja todos os comentários

Parabéns pelo texto, a história da vida é feita de pequenos acontecimentos do dia, cabe a você valorizar ou não. Gostei

lorenapelais

Aprecio muito sua opinião.
Obrigada pela visita.

2
0
Adoraria seus pensamentos, por favor, comente.x
()
x
%d blogueiros gostam disto: