Medicamentos vencidos devem ter descarte adequado

O descarte adequado de medicamentos vencidos ou que deixaram de ser usados deverá ser totalmente implantado no Brasil, até junho de 2022.

A medida foi regulamentada em decreto assinado no ano passado pelo presidente Jair Bolsonaro, que marcou Dia Mundial do Meio Ambiente.

Foi estipulado o prazo de dois anos, para que fabricantes e distribuidores de remédios adotem as medidas necessárias.

Dados da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, a Anvisa, apontam que cerca de 30 mil toneladas de medicamentos são jogadas fora todos os anos no Brasil.

Além de poluir o solo e os lençóis freáticos, eles podem ser ingeridos ou animais ou até por pessoas que consumirem água contaminada.

Para que seja feito o descarte correto, deverão ser instalados pontos de coleta em farmácias, drogarias e outros estabelecimentos.

A determinação é para que haja pelo menos um ponto fixo de recebimento a cada dez mil habitantes.

Eles servirão para que a população possa descartar remédios vencidos ou que deixaram de ser usados, a fim de garantir que tenham uma destinação ambientalmente adequada.

A expectativa é que as ações comecem a ser adotadas ainda este ano.

“Medicamentos vencidos devem ter descarte adequado” com informações de Rádio2.

Gostou de “Medicamentos vencidos devem ter descarte adequado“?

Então, assine nossa Newsletter. Não deixe de comentar logo abaixo também. Leia mais sobre Sustentabilidade.

Medicamentos vencidos devem ter descarte adequado
Photo by Pixabay on Pexels.com

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.