Dom Casmurro de Machado de Assis

Machado de Assis ficou fascinado com o tema do ciúme, e muitos de seus romances são construídos sobre essa intriga. Nas escolas brasileiras, Dom Casmurro de Machado de Assis figura como uma das obras mais lidas. A obra reflete a vida de Machado de Assis como tradutor de Shakespeare, e também sua influência do realismo francês, especialmente Honoré de Balzac, Gustave Flaubert e Émile Zola. No romance, ele também se refere a Much Ado About Nothing, The Merry Wives of Windsor, Hamlet, Romeu e Julieta e, o mais importante, Otelo.

Machado de Assis mostra uma versão diferente do adultério clássico: a história contada pelos olhos de Bento Santiago (Bentinho), o marido traído. Portanto, o personagem narra a suposta traição de sua amada Capitu (Capitolina, em alusão ao romano Capitolino), uma versão de Desdêmona. Segundo ele, o traiu com seu melhor amigo, dando à luz um filho que só mais tarde ele “descobriu” que não era dele. No entanto, os fatos que ele mostra como prova são muito frágeis e podem ser facilmente interpretados como paranóia.

Imaginação ou realidade?

Pode ser tudo imaginação dele, embora o narrador dificilmente considere isso uma opção. É um conto com um narrador não confiável, para que o leitor nunca tenha uma resposta direta para saber se Capitu o traiu, e o desfecho ainda é um dos mais discutidos entre os fãs e críticos da literatura brasileira. O escritor brasileiro Dalton Trevisan observou que Dom Casmurro não se deve ler como a história de Capitu traindo Bentinho. Mas, como uma história de ciúme em si.

Outra medida da realização literária do escritor é dada pela conclusão mais profana de que, se Capitu e Bento fossem ao tribunal, nenhum deles poderia vencer apenas com base nos detalhes contidos no romance.

Link para download da obra, clique aqui.

Gostou de Dom Casmurro de Machado de Assis?

Assine nossa Newsletter e fique por dentro das notícias, assim que publicadas, ou como desejar. Para periodicidade, confira informações no email recebido. Leia mais no Caderno Cultural.

Conheça nossos parceiros Entre Séries, Dica App do Dia, Passa de Fase, Rogério de Caro, Graça Decaro, Amorarica, Excelsior Serviços, Blog PS, DISCUTINDO CONTEMPORANEIDADES e Márcio Pinheiro Advocacia

Dom Casmurro de Machado de Assis

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.