Eficácia da vacina russa Sputnik V é de 91,6%

A vacina russa Sputnik V, imunizante contra o novo coronavírus desenvolvido pela Gamalea, tem eficácia de 91, 6%.

É o que aponta um estudo preliminar publicado na revista médica The Lancet.

O resultado da análise, que incluiu dados de 19 mil, 866 voluntários que receberam a primeira e a segunda doses da vacina Sputnik V, ou seu placebo, confirma os dados também preliminares sobre a alta eficácia do imunizante divulgados no fim do ano passado.

Além da eficácia, segundo o estudo, Sputnik V também apresentou “excelente perfil de segurança” já que a maioria dos eventos adversos, 94% deles, foram leves e houve registro de alergias fortes ou de choque anafilático em razão da vacina.

O estudo publicado na The Lance, como mencionado, é preliminar, mas, se os dados forem confirmados no estudo definitivo, o imunizante russo será um dos no mundo com eficácia acima de 90%.

Os outros dois que comprovaram tamanho nível de eficácia são os imunizantes da Pfizer/BioNtech, com 95%, e o da Moderna, com eficácia de 94,5%.

De acordo com o fundo russo que financia o desenvolvimento da vacina, a dose já foi registrada em 16 países: Rússia, República da Bielo-Rússia, Sérvia, Argentina, Bolívia, Argélia, Palestina, Venezuela, Paraguai, Turcomenistão, Hungria, Emirados Árabes Unidos, Irã, República da Guiné, Tunísia e Armênia.

Aqui no Brasil, a Sputnik V começou a ser produzida recentemente pela farmacêutica União Química, mas a Agência Nacional de Vigilância Sanitária, negou um pedido de uso emergencial protocolado em meados de janeiro.

De acordo com a Anvisa, a vacina russa não atende pré-requisitos.

Para que uma vacina possa ser usada emergencialmente no Brasil, a Anvisa estabeleceu que é necessário que testes clínicos tenham sido realizados em nosso país, o que não aconteceu no caso da Sputnik.

Em parceria com Rádio2.

Gostou de “Eficácia da vacina russa Sputnik V é de 91,6%“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Aproveite e leia mais notícias do Brasil.

Eficácia da vacina russa Sputnik V é de 91,6%

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.