Consórcio ABC pede abertura imediata de novos leitos de UTI

O Consórcio ABC apresentou ao Governo um levantamento dos leitos imprescindíveis para o atendimento à Covid-19 nas sete cidades, para evitar um colapso no sistema de saúde da região. A entidade regional afirma que o Grande ABC apresenta capacidade física para a abertura imediata de mais 110 leitos novos leitos de UTI.

Consórcio ABC pede abertura imediata de novos leitos de UTI


O documento aponta que a região apresenta o maior complexo de atendimento de UTI do estado, com 33,1 leitos UTI por 100 mil habitantes.

Além de não desmobilizar seus leitos durante 2020, ampliou o número de unidades desde de outubro de 2020, tornando a região um desafogo, inclusive, para outras cidades.

O estudo foi entregue pelo presidente da entidade regional e prefeito de Santo André, Paulo Serra, ao vice-governador do Estado de São Paulo, Rodrigo Garcia, representando o governador João Doria.

“Vamos focar na ampliação de leitos de UTI para atravessarmos os próximos 15 dias, período delicado de pandemia, sem deixar a nossa gente desassistida. Há um grande esforço das sete cidades para garantir as condições necessárias, salvar vidas e minimizar danos”, destacou Paulo Serra.

Gostou de “Consórcio ABC pede abertura imediata de novos leitos de UTI”?

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre o que acontece no Boletim Coronavírus todo dia no Grande ABC.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.