Por que investir no comércio local em 2021?

Descubra as tendências de negócio para este ano e saiba por que investir no comércio com o seu dinheiro

Por que investir no comércio local

As consequências de tudo o que aconteceu em 2020, sobre a Covid-19, ainda deverão ser sentidos em vários aspectos da sociedade, principalmente no mundo dos negócios. 

Diversas empresas adaptaram seu planejamento e áreas de atuação, além de ajustar suas visões de mercado, comercialização e transações econômicas. 

Quando o assunto é investir, agora mais do que nunca é preciso colocar em prática o balanceamento entre a cautela e o ato de apostar em um negócio inovador e criativo.

Quem nunca ouviu a frase “toda crise tem suas oportunidades”? O cenário pode ser complexo para negócios que necessitam da presença física dos seus clientes, por outro lado, o ambiente online cresce exponencialmente e amplia o leque de investimento e as possibilidades de empreendedorismo. 

Dados do Ministério da Economia indicaram que 782 mil negócios foram abertos em território nacional entre maio e agosto de 2020, sendo o principal motivo para investir em comércios locais em 2021. 

As possibilidades são muitas e vale a pena ficar de olho no cenário nacional e internacional para optar por investimentos promissores e seguros. 

Dê uma olhada nas principais tendências de negócio para 2021 a seguir:

Principais tendências de negócio para 2021

1. E-commerce de informática

A Webshoppers nº 42 publicou um estudo recentemente em que indica que o maior segmento de e-commerce do último ano foi o de produtos de informática. 

As lojas online deste gênero de comercialização tiveram um aumento de 50% no valor médio de compras por cliente e se compararmos o faturamento do primeiro e do segundo trimestre de 2020, o crescimento foi de mais de 100%! 

Os produtos em destaque são notebooks, computadores e seus acessórios. Além de ter um grande avanço nas solicitações de profissionais que realizam a montagem de computadores sob encomenda. 

As empresas que se destacam costumam ter certificados de qualidade, garantia de serviços competentes e investimento na produção de conteúdo online a respeito do assunto.

2. Clube de assinatura

Dados divulgados pela Betalabs demonstram que a chamada economia de recorrência está em alta em 2021. Esse tipo de economia está relacionada ao modelo de assinatura de serviços. 

Os clubes de assinatura cresceram 12% no último ano, com mais 4 mil opções diferentes de clubes que movimentam mais de R$1 bilhão só em 2019. 

As possibilidades de negócio são grandes, podendo contemplar produtos como acessórios para pets, kit de maquiagem, produtos naturais, cápsulas de café e qualquer outro tipo de produto considerado de utilização rotativa.

Nesta pesquisa foram divulgados os principais itens do mercado:

  • livros (27%); 
  • bebidas (18%); 
  • alimentos (17%); 
  • cuidados pessoais (12%); 
  • acessórios para pet (11%);
  • outros (15%). 

O foco dos clubes de assinatura está no oferecimento de opções criativas, diferentes e surpreendentes de produtos que são utilizados no dia a dia. 

A seleção precisa ser meticulosa e condizente com as demandas da sociedade, focando em produtos naturais, na sustentabilidade e na inovação.

3. Desenvolvimento de games

O segmento dos games está em grande crescimento na última década e a pandemia foi um agente catalisador para a procura de games focados no celular. 

O faturamento do mercado foi recorde em 2020, R$851 bilhões e só o segmento mobile faturou R$402,5 bilhões desta quantia. 

Com estes números, o desenvolvimento de games para celular se torna um dos principais negócios em crescimento nos próximos anos, já que o fácil acesso à celulares torna este tipo de entretenimento muito acessível para boa parte da população.

Além da acessibilidade, a facilidade do compartilhamento das criações também impulsiona o segmento. 

Os jogos podem ser divulgados pelo Google Play, App Store e Windows Phone Store, bastando um rápido cadastro como pessoa física ou jurídica e o pagamento de uma taxa única para o compartilhamento do aplicativo nas plataformas. 

A criatividade também é um diferencial, criando inúmeras possibilidades de negócio. 

4. Vegetarianismo e veganismo

Mais um tipo de segmento que já vinha crescendo nos últimos anos e que o isolamento social serviu como potencializador. 

Segundo um estudo realizado pelo G1 em 2018, 14% da população brasileira já se auto declarava vegetariana. Pode ser pouco em porcentagem, mas em números absolutos estes 14% representam 30 milhões de pessoas! 

E as pesquisas não param por aí. 55% dos brasileiros consumiriam mais produtos veganos se as embalagens indicassem esta categoria.

Até as famosas empresas de comidas feitas com proteína animal (Seara, Sadia, Perdigão, McDonald’s e SubWay, por exemplo) se renderam a forte tendência do veganismo e vegetarianismo criando linhas especiais para esta parcela da população. 

Além do mais, o veganismo não acontece apenas na alimentação. As empresas de cosméticos são a prova de que este estilo de vida veio para ficar! 

Pesquise por ideias empreendedoras que levem a tendência em consideração e não tenha medo de investir.

5. Cosméticos naturais 

Seguindo a linha do item anterior, os cosméticos naturais produzidos de maneira sustentável garantiram seu espaço no consumo dos brasileiros. 

Em 2020 a plataforma Teads publicou um estudo apontando que 62% dos brasileiros pensam que a indústria dos cosméticos deveria ser desenvolvida com base em ingredientes naturais e orgânicos. Opinião que acaba por pautar suas decisões de compra.

Apostar em fabricantes de produtos de maquiagem, xampus e condicionadores que não possuam adição de elementos nocivos à natureza, que não sejam testados em animais e não incluam ingredientes sintéticos na sua composição trará lucros certos em 2021. 

Aposte também em xampus e condicionadores sólidos, por exemplo, que além de naturais, ainda diminuem o descarte de plástico no meio ambiente.

Cursos online

Um investimento bem feito leva um tempo para entender do negócio escolhido, de empreendedorismo e de administração. 

Administração de empresas, administração contábil e estatística são alguns exemplos de cursos online com certificado que podem oferecer uma boa base de estudos e conhecimento para escolher o melhor tipo de investimento e administrar o dinheiro investido. 

Afinal, os cursos aumentam a relevância do seu currículo, melhoram a percepção do mercado e aumentam as chances de realizar investimentos embasados. 

Gostou de “Por que investir no comércio local em 2021?”?

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre o que acontece no ABC Cidades todo dia no Grande ABC.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.