Lavagem e desinfecção do Centro de Santo André

Nesta terça-feira (09/03) aconteceu a lavagem e desinfecção das ruas de Santo André para garantir mais segurança à população e reforçar as ações de combate ao novo coronavírus.

As equipes de drenagem do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) e da Secretaria de Manutenção e Serviços Públicos (SMSU) da Prefeitura, realizaram a lavagem e desinfecção de diversos pontos da região central da cidade

Lavagem e desinfecção do Centro de Santo André

Pela manhã, os serviços foram realizados na Estação Prefeito Celso Daniel, da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), incluindo o túnel de acesso entre a estação e o terminal de ônibus; o Boulevard Itambé; e a rua XV de Novembro e travessa Diana.

Utilizando um caminhão-pipa, a equipe da autarquia faz a lavagem das vias e calçadas com uma solução composta por água de reúso e cloro. Em seguida, os agentes da SMSU realizam a nebulização dos locais, principalmente junto aos comércios e mobiliário público, como bancos, lixeiras e totens de autoatendimento do terminal.

Já na parte da tarde, o Semasa prosseguiu com a lavagem próximo ao entorno das unidades de saúde do Jardim Sorocaba, São Jorge, Cata Preta e Jardim Santo André. A equipe da Prefeitura dirigiu-se ao calçadão da Oliveira Limpa, para proceder com as nebulizações no local. A lavagem do calçadão será realizada aos domingos, quando há menor fluxo de pessoas.

Ainda nesta semana, as unidades de saúde do Jardim Carla, Jardim Ciprestes e as UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) Central/Faisa e Perimetral vão receber os serviços de lavagem.

Para escolha das áreas que receberão a lavagem, o Semasa utiliza as informações do boletim encaminhado diariamente pela Secretaria de Saúde, que traz o mapa de calor, que mostra o número de contágios por bairro. Além disso, os hospitais de campanha recebem lavagem três vezes por semana, bem como a unidade do restaurante Bom Prato.

O serviço ocorre desde março do ano passado, quando a pandemia de Covid-19 começou a tomar força no Brasil. Mesmo em momentos em que houve flexibilização da quarentena, a desinfecção de vias que ficam em locais estratégicos não parou. Um ano depois do início, a autarquia já utilizou cerca de nove milhões de litros de água de reúso e cloro para limpar dezenas de pontos de Santo André.

Gostou de “Lavagem e desinfecção do Centro de Santo André”?

Lavagem e desinfecção do Centro de Santo André

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre o que acontece no ABC Cidades todo dia no Grande ABC.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.