Vacinação contra HPV: Ministério da Saúde amplia campanha

O Ministério da Saúde amplia a vacinação contra HPV para mulheres com imunossupressão, vivendo com HIV/Aids, transplantadas e portadoras de cânceres, com até 45 anos de idade.

A imunossupressão é a redução da eficiência do sistema imunológico, ou seja, das defesas do organismo, e é reconhecida como um dos principais fatores de risco para infecção pelo HPV e para o desenvolvimento de lesões tumorais e verrugas genitais.

Ministério da Saúde amplia vacinação contra HPV para as mulheres

Além disso, foi constatado que mulheres vivendo com HIV/Aids têm cinco vezes mais probabilidade de evoluir para o câncer cervical em relação à população em geral.

Essa maior vulnerabilidade, também, se dá em pacientes transplantados e oncológicos, que apresentam em comum um quadro de baixa imunidade.

Essa vacinação será realizada com a aplicação de três doses em intervalos de dois meses, entre a primeira e segunda, e a terceira dose seis meses após a primeira aplicação.

A prescrição médica da vacina HPV será necessária para a aplicação.

Em parceria com a agência de notícias Brasil 61

Gostou de “Vacinação contra HPV: Ministério da Saúde amplia campanha?

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre o que acontece no ABC Cidades todo dia no Grande ABC.

Junte-se a 1.424 outros assinantes

Publicado em +BRASIL, Notícias, Saúde por Paula Santinati. Marque Link Permanente.

Sobre Paula Santinati

Sou uma jornalista de 21 anos e quero te trazer informações que te façam refletir e ter novas perspectivas.Já existe muita injustiça no mundo, você não acha? Quando eu puder defender aqueles que acho que estão certos, farei. Com a minha coluna, pretendo mostrar e explicar acontecimentos e curiosidades sociais que definiram o mundo como ele é hoje.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.