Plataforma brasileira atende demanda de estudantes durante pandemia

Brasil 3/5/2021 –

Estudantes buscam alternativas e complementam o ensino formal das escolas através de diversas formas de ensino à distância, desde cursos online a aulas particulares ao vivo por vídeo.

No Brasil são mais de 26,7 milhões de alunos matriculados no ensino fundamental e 7,6 milhões de alunos no ensino médio, de acordo com o último Censo Escolar (2020). Muitos alunos estão buscando alternativas e complementando o ensino formal das escolas através de cursos online, aulas particulares ao vivo à distância, assinaturas de plataformas de ensino gamificadas, com exercícios ou mesmo através de videoaulas gravadas.

Um estudo realizado com 7 mil estudantes em cada uma dessas etapas do ensino: 5º e 9º anos do Fundamental e 3º ano do ensino médio realizado pela Secretaria de Educação e pela Universidade Federal de Juiz de Fora apontou que, seguindo os critérios do sistema de avaliação do ensino básico, houve queda geral de aprendizagem na comparação de 2021 com 2019, principalmente nas matérias de matemática e língua portuguesa.

De acordo com relatório da plataforma brasileira Aprimoramente.com, mais de 110 mil alunos todos os meses, principalmente dos estados de São Paulo (21%), Rio Grande do Sul (13%), Minas Gerais (10%), Rio de Janeiro (9%) e Bahia (6%), estão buscando alternativas online a cursos e eventos presenciais, que não estão sendo possíveis devido à pandemia. De acordo com a análise dos dados de uso dos usuários, a busca por cursos online na plataforma mais que dobrou de 2020 para 2021, destacando-se a grande procura por reforço escolar, cursos preparatórios para vestibular, ENEM e concursos públicos, além dos eventos online de educação, como congressos e conferências, que estão sendo oferecidas no formato à distância durante a pandemia.

Os fundadores contam que desejavam ajudar os estudantes através da promoção da educação no Brasil. “Disponibilizamos guias de educação, que permitem que os alunos brasileiros descubram onde aprender sem sair de casa com mais de 300 mil opções de cursos, plataformas, escolas e eventos de educação listadas nos guias, abrangendo desde aulas particulares até congressos online, em todas as áreas do conhecimento, a fim de informar e conscientizar os alunos sobre suas opções de ensino”, diz Nicole.

A fim de auxiliar os educadores e professores em tempos de pandemia, a plataforma também permite que professores, responsáveis pelas instituições de ensino e organizadores de eventos adicionem seus cursos, aulas e eventos de educação sem custo, para divulgarem o que ensinam para os milhares de alunos que utilizam mensalmente a plataforma para descobrir onde aprender. As iniciativas para promover a educação no Brasil incluem o Guia de Educação Gratuita e o Guia de Educação Especial, em que a equipe Aprimoramente se dedica a encontrar e listar milhares de cursos gratuitos presenciais e online, além da seção de cursos para portadores de necessidades especiais, com o site programado de forma a buscar a acessibilidade por portadores de deficiência visual.

Website: http://www.aprimoramente.com

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.