Vendas de passagens rodoviárias por aplicativos crescem 50% em maio

São Paulo 14/6/2021 –

Startup europeia Gipsyy acredita que a tendência é a retomada gradual das viagens em função da vacinação e dos cuidados tomados pelo setor rodoviário no combate à Covid-19

Tendo iniciado suas operações no Brasil em fevereiro de 2021, a startup europeia Gipsyy, que tem como diferencial o turismo verde e de baixíssimo custo, firmou parceria com mais duas empresas do segmento rodoviário: a Catedral e a Mota. Com isso, a partir deste mês de junho, a empresa passa a atender e interligar cidades do Nordeste (Natal, Maceió, Recife, Salvador, Alagoas, Aracaju), do Centro-Oeste (Brasília, Goiânia, Campo Grande), de São Paulo (Campinas, São José do Rio Preto, Ribeirão Preto), além de MG (Uberlândia, Uberaba). Em abril, a Gipsyy já havia iniciado o atendimento a linhas entre o Rio de Janeiro (RJ), MG e SP através da parceria com a UTIL.

Em apenas quatro meses de operação no país, a Gipsyy alcançou um crescimento de 50% na demanda de viagens. Rodrigo Dabbieri, Head da Gipsyy no Brasil comemora “70% das vendas de passagens de ônibus no Brasil já são digitais. Acreditamos que os resultados se devem à confiança do passageiro na volta às viagens com segurança”, explica. Diferentemente das plataformas de fretamento colaborativo ou do transporte clandestino, a Gipsyy atua somente em parceria com empresas de ônibus regulamentadas pela ANTT e que adotam rígidos protocolos sanitários para garantir deslocamentos seguros. A empresa vai investir R$ 15 milhões, este ano, no mercado brasileiro, projetando um crescimento de 40% para 2022. A meta é expandir as operações para mais de duas mil cidades em 21 estados.

A Gipsyy iniciou suas operações no Brasil com objetivo de incentivar os deslocamentos por ônibus, principalmente do público jovem, numa aposta na retomada das viagens internas. O setor rodoviário amarga ainda uma queda de 50% no movimento de passageiros, segundo dados da ABRATI – Associação Brasileira das Empresas de Transporte Terrestre de Passageiros, mas vai recuperando gradualmente o volume de viagens.

Na Europa, a Gipsyy, destina parte do valor das passagens a entidades mundialmente certificadas para neutralização das emissões de CO2 geradas pelas viagens, proporcionando uma experiência de ponta com um propósito ambiental. No Brasil o objetivo é tornar as viagens também mais sustentáveis. “Além disso, nos contratos com as empresas parceiras parte do valor pago às empresas será investido em causas ambientais e projetos de reflorestamento”, anuncia Rodrigo. A empresa, que atua nos mercados de Portugal e Espanha, pretende investir 3,5 milhões de euros para aumentar a oferta para 1.250 destinos mundiais em 2021. Em Portugal a parceria é com a Royal Express e conta com ofertas de viagens de longa distância para 44 cidades, entre as quais Lisboa, Porto, Sintra, Cascais, Faro, Fátima, Albufeira e Coimbra. Na Espanha também passou a operar nas cidades de Madrid, Sevilha, Zurique, Salamanca, Burgos, San Sebastián, Bordéus, Mâcon, Genebra, Lugano e Berna. A entrada no Brasil faz parte da meta de ampliação das operações em toda a América Latina.

Website: http://www.gipsyy.com.br

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.