Arquivo da categoria: +BRASIL

Encontre aqui notícias do Brasil. Tudo que é importante e relevante, trazemos para você ficar por dentro! Portanto, Leia, curta, comente e compartilhe!

 

Jornal Grande ABC

O Jornal Grande ABC é feito para você, e por vocês. Sendo assim, nossos colaboradores e jornalistas estão todos dias buscando novidades e matérias. Assim, produzindo material especial para nossos leitores. Portanto, nosso foco são as cidades de Mauá, Diadema, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo e Santo André. Além disso, cobrimos o que acontece no Brasil e no Mundo, incluindo esporte, entretenimento e tecnologias.

Não possuímos nenhuma vinculação política ou partidária. Da mesma forma, sem ligações com outras mídias já existentes na região. Nossa fundação se deu em 07 de Setembro de 2020. Desde então, cada dia estamos crescendo e chegando em mais dispositivos e usuários. Por isso, nossa maior satisfação é entregar material de qualidade para nossos leitores. Portanto, cada nova visita e comentário, nos dão mais fôlego para seguirmos firmes e fortes neste projeto.

Quer receber mais notícias, em qualquer momento? Assine nossa Newsletter, basta inserir seu e-mail logo abaixo, e receba as publicações todos os dias.

Junte-se a 2.704 outros assinantes

É um prazer ter você conosco. Aproveite para deixar comentário aqui embaixo. Salve nosso Site. Volte Sempre!

 

Você sabe o que é o ABCBook? Ainda não? Está perdendo uma grande oportunidade …

GANHE PARA NAVEGAR! VEJA AS NOTÍCIAS, COMENTE, COMPARTILHE, FAÇA AMIGOS E GRUPOS. MAIS QUE UMA REDE SOCIAL, É ABCBOOK!

Volume de vendas de cerveja no Brasil é o maior dos últimos seis anos

A pandemia do novo coronavírus fez com que, em 2020, o mercado cervejeiro entrasse em alerta com receio de registrar queda no faturamento, assim como outros setores. Surpreendentemente, o setor registrou crescimento. De acordo com uma pesquisa divulgada pela Euromonitor, o volume de vendas de cerveja no Brasil, no ano passado, foi o maior dos últimos seis anos, batendo 13,3 bilhões de litros. E como foi necessário o consumidor migrar da mesa do bar para o sofá da sala, o número de brasileiros que apreciaram uma cerveja em casa saltou para 68,6% em 2020, ante os  64,6% de 2019, de acordo com a Kantar.

“Antes os brasileiros tinham o hábito de consumirem cervejas mais populares nos bares e restaurantes, e, com o isolamento, as pessoas descobriram que o universo das cervejas especiais é muito vasto, com isso decidiram experimentar cervejas com rótulos diferenciados, expostas na gôndola do mercado ou nos aplicativos de delivery”, explica Scott Ashby, fundador da cervejaria Ashby. A marca surgiu em 1993, na cidade de Amparo (SP) e é conhecida como a primeiro micro cervejaria do país.

Nesse período, a cultura cervejeira ainda não era tão avançada como é hoje, então os brasileiros só conheciam dois estilos: Pilsen e Malzebier. Foi então que Scott decidiu lançar no mercado brasileiro a primeira cerveja Pale Ale. De coloração clara e alta fermentação, o estilo surgiu na Inglaterra, em meados de 1640. “Hoje temos diversas opções de cervejas disponíveis no mercado, e nosso objetivo é justamente ser a porta de entrada para os consumidores que querem conhecer o vasto universo cervejeiro e descobrir qual é o estilo que mais lhe agrada”, diz o empresário.

Por conta da pandemia, a Ashby teve de se adaptar, e, após mais de 20 anos, lançou no ano passado sua loja virtual, onde comercializa, além de suas cervejas, kits e itens do universo cervejeiro. A ideia de criar a loja surgiu após as medidas restritivas, com o objetivo de atender as regiões que não possuem distribuidores da Ashby ou supermercados que as comercializam. Outra alternativa foi vender growler com chopp direto da fábrica.

“Queremos garantir que o nosso consumidor consiga adquirir nossas cervejas com segurança através de diferentes meios, e, ao mesmo tempo, manter a renda dos nossos distribuidores e funcionários.”, ressalta Ashby. Com 28 anos de história, a marca já conquistou 12 prêmios internacionais e nacionais, e, nos últimos anos, tem apostado em cervejas produzidas com framboesa, cacau e pêssego – uma estratégia para atrair novos consumidores interessados em rótulos diferenciados.

Conheça todos nossos canais (Whatsapp, Telegram, Facebook, Buscador): https://jornalgrandeabc.com/inicio/nossas-redes-sociais/

Sobre a Ashby

Foi no ano de 1993 que Scott Ashby, americano que chegou ao Brasil em 1992, decidiu montar, na cidade Amparo, SP, a primeira Micro Cervejaria do Brasil, a fim de trazer ao país o conceito de cervejas especiais dos EUA. Scott, Doutor em Física, apaixonado por cervejas, ingressou no curso de Mestre Cervejeiro na Universidade da Califórnia no ano de 1990 e, logo em seguida começou a trabalhar na cervejaria americana Wasatch, onde permaneceu por dois anos. Antes disso, Scott já era homebrewer e produzia cervejas para seus amigos, que rapidamente consumiam toda a produção caseira.

E a diferenciação da empresa já começou quando pensou em montar uma fábrica na cidade de Amparo, SP, circuito das Águas Paulistas. Como essas bebidas são compostas por 90% de água, a qualidade desta na fabricação é extremamente relevante. Por isso, a Ashby, escolheu estrategicamente o melhor lugar para suas instalações. As águas de Amparo, além de conservar a pureza que brota da terra, têm um equilíbrio excelente entre sais e minerais tornando-a perfeita para a fabricação de chopes e cervejas de qualidade ímpar.

Foi graças à Ashby que o cenário do mercado nacional começou a experimentar um novo conceito de cervejas diferenciadas, o que antes era privilégio para poucos.

Veja as Últimas Notícias

Gostou “Volume de vendas de cerveja no Brasil é o maior dos últimos seis anos”?

Volume de vendas de cerveja no Brasil é o maior dos últimos seis anos

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email assim que estiverem online em nosso site. Aproveite e leia sobre Carreiras e Trabalho, com os ensinamentos de Rogério de Caro. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.704 outros assinantes

Aumento do consumo de fumo no Brasil

Dados do IPC Maps, especializado em potencial de consumo, aponta para o aumento consumo de 16% nos gastos relacionados a fumo no Brasil em comparação ao ano passado. De acordo com o estudo, embora de 2019 para 2020 a categoria tenha apresentado queda de 5,4% (totalizando R$ 18,1 bilhões), a previsão é de que o consumo no setor ultrapasse R$ 21 bilhões em 2021, o que representa 0,45% do orçamento familiar.

Neste cálculo, são levadas em conta as despesas com cigarros, charutos, fumo para cachimbo, fumo para cigarros e outros artigos para fumantes, como fósforos, isqueiros etc.

Para Marcos Pazzini, responsável pelo IPC Maps, “apesar da pandemia estar em curso e do brasileiro ter reduzido suas despesas em alguns itens de consumo, infelizmente as despesas com fumo continuam em alta, o que é um sintoma de que o vício e o prazer superam qualquer adversidade”.

Aumento do consumo de fumo no Brasil

Sobre o IPC Maps

Publicado anualmente pela IPC Marketing Editora, empresa que utiliza metodologias exclusivas para cálculos de potencial de consumo nacional, o IPC Maps destaca-se como o único estudo que apresenta em números absolutos o detalhamento do potencial de consumo por categorias de produtos para cada um dos 5.570 municípios do País, com base em dados oficiais, através de versões em softwares de geoprocessamento.

Este trabalho traz múltiplos indicativos dos 22 itens da economia, por classes sociais, focados em cada cidade, sua população, áreas urbana e rural, setores de produção e serviços etc., possibilitando inúmeros comparativos entre os municípios, seu entorno, Estado, regiões e áreas metropolitanas, inclusive em relação a períodos anteriores. Além disso, o IPC Maps apresenta um detalhamento de setores específicos a partir de diferentes

Gostou da nossa matéria “Aumento do consumo de fumo no Brasil“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.704 outros assinantes

Instituto FAR entrega mais 5 toneladas de alimentos em Brasília e Recife

A campanha de doação de alimentos do Instituto FAR teve sequência neste mês de maio e 2,8 toneladas de cestas foram distribuídas em Brasília (DF), em parceria com o projeto Coletivo Motirõ, para 167 famílias de extrema vulnerabilidade, enquanto em Recife (PE), 2,16 toneladas foram distribuídas em parceria com o CCB Social, para 170 famílias. Iniciada em abril, a ação já beneficiou mais de 1.000 pessoas em seu primeiro mês, com 4,1 toneladas de alimentos doados em Porto Alegre (RS) e São Paulo (SP).

Em dois meses, o instituto já doou mais de 9 toneladas de alimentos e independentemente dos valores arrecadados, garante totalizar cerca de 11 toneladas até o fim de junho. A ação também será estendida a outras regiões e alcança o Norte do País no próximo mês.

Atualmente o Instituto FAR recebe contribuições dos mais de 650 mil consultores do Grupo Hinode espalhados pelo País, além de doações do público em geral. “O foco das nossas ações são os projetos que envolvem educação, mas neste momento crítico que estamos atravessando, vimos a necessidade de voltar as atenções para diminuir a fome nos locais mais atingidos pela crise”, comenta Angelo Teixeira, diretor executivo do Instituto.

Outra ação do Instituto FAR em conjunto com o Grupo Hinode é a doação de álcool em gel e produtos de higiene, que, este ano, alcançou 16,9 toneladas de itens distribuídos. Até agora, foram contemplados 12 municípios de Roraima, 14 municípios do Pará e Manaus (AM). Só na última semana foram mais de 30 mil unidades de álcool em gel da marca enviados para distribuição em diversos Estados (SP, GO, MT, MS, DF, ES, BA, MA, CE, RN, PB, PE, SE).

Além dessas iniciativas, o Instituto colabora com outros 11 projetos por todo o País que, só neste primeiro trimestre de 2021, receberam cerca de 330 mil reais. São eles: Amigos do Bem, de Alagoas, Pernambuco e Ceará; Recode, do Rio de Janeiro e São Paulo; Fly Educação, de São Paulo; Associação Amigos da Criança e do Adolescente, de Mato Grosso do Sul; Instituto Peabiru, do Pará; Instituto Beatriz e Lauro Fiuza, do Ceará; Associação Um Chute para o Futuro, do Paraná; Foco Arte e Desenvolvimento, de São Paulo; Pirilampos, de Roraima; Assistência Social Casa Azul, do Distrito Federal e Projeto Uerê, do Rio de Janeiro.

 “O Instituto FAR faz uma seleção bastante criteriosa de projetos para distribuição das doações, seguindo uma política de investimento social, para garantir que tudo chegue nas mãos de quem realmente precisa”, finaliza Teixeira.

Quem quiser ajudar, pode fazer a doação pelo site do instituto e acompanhar nas redes sociais as ações. https://institutofar.apoiar.co/

Instituto FAR – Criado em 2015 para compor as ações de responsabilidade social do Grupo Hinode, tem como causa a educação e o propósito de gerar a transformação de vidas. Busca promover conhecimentos e a atitude empreendedora em crianças e jovens, por meio de apoio a iniciativas terceiras e de projetos próprios, gerando oportunidades para milhares de pessoas.

Gostou da nossa matéria “Instituto FAR entrega mais 5 toneladas de alimentos em Brasília e Recife“?

Instituto FAR entrega mais 5 toneladas de alimentos em Brasília e Recife
Entrega das cestas de alimentos em Brasília (DF). Divulgação

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.704 outros assinantes

Título Eleitoral: Como solicitar pela internet

Segundo o artigo 14 da Constituição Federal, o voto é facultativo para jovens de 16 e 17 anos, mas passa a ser obrigatório a partir dos 18 anos. Com isso, é necessário que os jovens tirem o primeiro título eleitoral para que possam exercer seus direitos políticos. Por conta da pandemia da Covid-19, é possível fazer a emissão do título de forma online por meio do sistema TítuloNet, através de um computador, tablet ou celular.

Ao acessar o sistema, basta selecionar a opção “não tenho” na guia “Título de eleitor” e preencher todos os campos indicados com dados pessoais, como nome completo, e-mail, número do RG e local de nascimento. Além dessas informações, é preciso anexar pelo menos quatro fotografias ao requerimento para comprovação da identidade e um comprovante de residência. No caso dos homens, é preciso ainda enviar o comprovante de quitação com o serviço militar.

Após o processamento e confirmação dos dados, a versão digital do documento poderá ser encontrada no aplicativo e-Título no celular. Outras informações pessoais armazenadas no banco de dados da Justiça Eleitoral também podem ser acessadas pelo app.

Como tirar o título de eleitor

  • Acesse o sistema TítuloNet
  • Preencha as informações e anexe os documentos necessários
  • O andamento do pedido pode ser acompanhado na guia “Acompanhar Requerimento”, basta informar o número do protocolo gerado na primeira fase do atendimento
  • Se não houver pendências, o pedido será processado e o título será gerado

Pelo sistema do TítuloNet também é possível fazer mudança de município (transferência de domicílio eleitoral), verificar débitos, alterar dados pessoais, mudar o local de votação para facilitar a mobilidade e solicitar revisão para a regularização de inscrição cancelada.

Fonte: Brasil 61

Gostou da nossa matéria “Título Eleitoral: Como solicitar pela internet“?

Título Eleitoral: Como solicitar pela internet

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.704 outros assinantes

Dia Livre de Impostos será dia 27 de maio, em todo o Brasil

Com adaptações ao novo cenário econômico do país e como forma de conscientização sobre a quantidade impostos arrecadados no Brasil, a Câmara de Dirigentes Lojistas Jovem (CDL Jovem), com apoio da FCDLESP (Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado de SP), promove o Dia Livre de Impostos no dia 27 de maio. Em sua 15° edição, o evento acontece de forma online e abrange todo o território nacional.

A alta carga tributária do país e a crise econômica causada pela pandemia de Covid-19 são alguns dos fatores que limitam o consumo da população e afetam o setor varejista. No Dia Livre de Impostos, os lojistas participantes poderão comercializar seus produtos com descontos no valor – sem as taxas de tributação, que serão pagas pelos lojistas.

A ação visa alertar a população sobre o valor de impostos pagos em cada produto e sensibilizar as autoridades para que o varejo consiga comercializar de forma mais simples.  Mais de mil lojistas estão cadastrados para a ação, o que abrange cerca de 23 estados em todo país. 

“O DLI  chama atenção para um dos principais entraves do comércio varejista: a alta carga tributária nos produtos e serviços. Com a pandemia de Covid-19, os estabelecimentos foram ainda mais afetados pelo abre e fecha. Esperamos que a data aqueça o setor e reforce a necessidade da reforma tributária”, explica o presidente da FCDLESP, Maurício Stainoff.

Durante o DLI, os produtos e serviços podem ter descontos de até 70%, vale ressaltar que, cada estado possui um percentual de tributação. Eletrodomésticos, eletrônicos e serviços estão entre as categorias de desconto.

A lista completa de produtos e serviços você pode conferir no site,  acesse: https://dialivredeimpostos.com.br/

Sobre o DLI

O Dia Livre de Impostos foi criado pela Câmara de Dirigentes Lojistas Jovem em 2003 e acontece nas principais cidades do país. O intuito não é a sonegação, pois nesse dia o empresário arca com os tributos, para não ser repassado aos consumidores.

Gostou “Dia Livre de Impostos será dia 27 de maio, em todo o Brasil”?

Dia Livre de Impostos será dia 27 de maio, em todo o Brasil
Imagem: Divulgação

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email assim que estiverem online em nosso site. Aproveite e leia sobre Carreiras e Trabalho, com os ensinamentos de Rogério de Caro.

Junte-se a 2.704 outros assinantes

Vacina Convidecia é analisada pela Anvisa, para uso emergencial

Na terça-feira (18) a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recebeu um pedido de autorização temporária para uso emergencial, em caráter experimental, da vacina contra a Covid-19 chamada Convidecia e será analisada. O pedido foi feito pela empresa Belcher Farmacêutica, representante do laboratório chinês CanSino Biologics no Brasil. A análise da documentação já foi iniciada.

Em março, antes da formalização do pedido, a Anvisa realizou duas reuniões com representantes do laboratório CanSino onde foram apresentados os procedimentos necessários e as informações que a empresa deveria fornecer para a análise. A Agência deve se manifestar em até sete dias úteis, caso todos os requisitos legais tenham sido cumpridos pela empresa solicitante.

O imunizante da CanSino é produzido a partir de um adenovírus humano não replicante e é oferecido em apenas uma dose. Os ensaios clínicos da vacina foram desenvolvidos no Paquistão, Rússia, Chile, Argentina e no México.

Fonte: Brasil 61

Gostou “Vacina Convidecia é analisada pela Anvisa, para uso emergencial”?

Vacina Convidecia é analisada pela Anvisa, para uso emergencial
Foto: Reprodução Brasil61

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email assim que estiverem online em nosso site. Aproveite e leia sobre Carreiras e Trabalho, com os ensinamentos de Rogério de Caro.

Junte-se a 2.704 outros assinantes

Depósito do 13º do INSS começa a ser pago dia 25

A primeira parcela do décimo terceiro do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) começará a ser paga no próximo dia 25. Antecipado para maio, devido a pandemia da Covid-19, depósito do 13º do INSS ocorrerá até 8 de junho. A segunda parcela será paga entre 24 de junho e 5 de julho. 

As datas são distribuídas conforme o dígito final do benefício, começando nos segurados de final 1 e terminando nos segurados de final 0. Elas valem para quem recebe aposentadorias, auxílios e pensões de até um salário mínimo. 

Para quem ganha acima do mínimo, o calendário é um pouco diferente. A primeira parcela será paga de 1º a 8 de junho; e a segunda, de 1º a 7 de julho. Começam a receber os segurados de final 1 e 6, passando para 2 e 7 no dia seguinte e terminando nos finais 9 e 0.

As datas estão sendo informadas no site e no aplicativo Meu INSS. A primeira parcela do décimo terceiro é isenta de Imposto de Renda e equivale à metade do benefício mensal bruto pago pelo INSS. O imposto só será cobrado na segunda parcela.

Calendário para beneficiários que recebem um salário mínimo.

FinalMaio — 1ª parcela do 13ºJunho — 2ª parcela do 13º
125 de maio24 de junho
226 de maio25 de junho
327 de maio28 de junho
428 de maio29 de junho
531 de maio30 de junho
61 de junho1 de julho
72 de junho2 de julho
84 de junho5 de julho
97 de junho6 de julho
08 de junho7 de julho

Calendário para beneficiários que recebem mais de um salário mínimo.

FinalMaio — 1ª parcela do 13ºJunho — 2ª parcela do 13º
1 e 61 de junho1 de julho
2 e 72 de junho2 de julho
3 e 84 de junho5 de julho
4 e 97 de junho6 de julho
5 e 08 de junho7 de julho

Fonte: Brasil 61

Gostou da nossa matéria “Depósito do 13º do INSS começa a ser pago dia 25”?

Depósito do 13º do INSS

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias, e também conheça o nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.704 outros assinantes

Programa de Estágio SulAmérica 2021 aberto até 23/05

A SulAmérica está com inscrições abertas para seu programa de estágio, neste ano de 2021. Os selecionados atuarão em São Paulo e Rio de Janeiro, iniciando o estágio em junho ou julho deste ano. Antes, todo o processo de seleção (dinâmica em grupo, apresentação e entrevista individual) será de forma remota.

A empresa oferece os benefícios de Seguro Saúde, Vale-transporte, Vale-refeição, Gympass, Seguro de acidentes, além da Bolsa-auxílio (não informado valor).

OBS: Apenas divulgamos as vagas, não solicitamos nenhum dado pessoal ou currículo. Nos canais abaixo compartilhamos mais publicações sobre vagas, NUNCA exigimos cadastro no Jornal Grande ABC. Responsabilidade das ofertas é por parte dos contratantes.

Quais os requisitos?

O programa de estágio é voltado para estudantes universitários com formação prevista entre dezembro/2022 e dezembro/2023, e que tenham disponibilidade para estagiar 6 horas por dia. As vagas estão disponíveis nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro – neste momento, em virtude da pandemia, a empresa afirma que todos estão trabalhando remotamente.

Os universitários devem estar a cursar o Ensino Superior de: Administração de Empresas, Contabilidade, Direito, Economia, Design, Engenharia de Produção, Estatística, Matemática, Ciências Atuariais, Comunicação Social, TI (e áreas afins), entre outras.

Vagas de hoje 18 de março 2021

Pensando em mudar de carreira ou se preparar melhor para entrevistas de emprego? Conheça a RC Locus, referência em Recrutamento & Seleção, em todos os níveis.

Como se candidatar?

Interessados devem acessar https://trabalheconosco.vagas.com.br/estagio-sulamerica e realizar sua inscrição. Fique atento no prazo, até dia 23 de maio o sistema estará aberto para novos cadastros.

Conheça todos nossos canais (Whatsapp, Telegram, Facebook, Buscador): https://jornalgrandeabc.com/inicio/nossas-redes-sociais/

Vagas de hoje 17 de março 2021

Conheça nossa parceria com o site Lista de Vagas. Visite e confira mais vagas verificadas e reais.

Mais Vagas no Grande ABC

Gostou “Programa de Estágio SulAmérica 2021 aberto até 23/05”?

Programa de Estágio SulAmérica 2021 aberto até 23/05

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email assim que estiverem online em nosso site. Aproveite e leia sobre Carreiras e Trabalho, com os ensinamentos de Rogério de Caro.

Junte-se a 2.704 outros assinantes

Ragazzo contrata na Capital e na Grande São Paulo.

O Ragazzo contrata na Capital e na Grande São Paulo. As oportunidades, para vagas efetivas e disponibilizadas no recrutamento da empresa, são para Atendente Part time com a carga horária de 6 horas diárias em todas as localidades.

No geral O Ragazzo disponibiliza os benefícios de Vale Transporte e Alimentação no local. As vagas são para contratação efetiva e com registro na CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas).


OBS: Apenas divulgamos as vagas, não solicitamos nenhum dado pessoal ou currículo. Nos canais abaixo compartilhamos mais publicações sobre vagas, NUNCA exigimos cadastro no Jornal Grande ABC. Responsabilidade das ofertas é por parte dos contratantes.

Quais os requisitos?

Atendente Parttime (Suzano, São Paulo, Osasco, São Vicente, Santos, Praia Grande, Cubatão): As Vagas requerem Ensino Médio (2ºGrau). Contratados farão o atendimento ao cliente, preparo de lanches e limpeza do ponto de vendas. Não há informação quanto a exigência de experiência prévia.

As oportunidades são para a modalidade Parttime (parcial), cumprindo 6 horas de trabalho por dia, e o salário é de R$ R$ 876,00 por mês.

Vagas de hoje 18 de março 2021

Pensando em mudar de carreira ou se preparar melhor para entrevistas de emprego? Conheça a RC Locus, referência em Recrutamento & Seleção, em todos os níveis.

A empresa informa que seu recrutamento online é https://ragazzo.pandape.com.br/, no qual deverá se cadastrar e enviar currículo. Lembrando, estas vagas são apenas para seleção nesta plataforma, indicada pelo site oficial da empresa.

Conheça todos nossos canais (Whatsapp, Telegram, Facebook, Buscador): https://jornalgrandeabc.com/inicio/nossas-redes-sociais/

Vagas de hoje 17 de março 2021

Conheça nossa parceria com o site Lista de Vagas. Visite e confira mais vagas verificadas e reais.

Mais Vagas no Grande ABC

Gostou “Ragazzo contrata na Capital e na Grande São Paulo.”?

Ragazzo contrata na Capital
Foto de fauxels no Pexels

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email assim que estiverem online em nosso site. Aproveite e leia sobre Carreiras e Trabalho, com os ensinamentos de Rogério de Caro.

Junte-se a 2.704 outros assinantes





Empresa brasileira de blindagem ligada a militante de Trump multiplica capital em 13 vezes e acumula dívidas

Combat Armor do Brasil, empresa brasileira de blindagem, vendeu veículos blindados aos governos federal e estaduais; sócio brasileiro tem histórico de dívidas.

Texto: Por Alice Maciel, Bruno Fonseca, Ethel Rudnitzki/ Agência Pública

A empresa brasileira de blindagem presidida por Daniel Beck, militante trumpista que participou das manifestações que culminaram na invasão do Congresso americano em janeiro, teve um crescimento exponencial durante o governo de Jair Bolsonaro (sem partido). Segundo apurou a Agência Pública, o capital social da Combat Armor Defense do Brasil aumentou 1.244%, saltando de R$ 1 milhão para mais de R$ 13 milhões em um período de apenas um ano e sete meses.

A companhia — que já começou milionária a partir de uma participação da Combat dos EUA logo após a fundação, em março de 2019 — tem à frente uma figura próxima de Daniel Beck: Maurício Junot de Maria. Ele, um antigo empresário conhecido do setor de blindados, assina também por outra empresa brasileira de blindagem, a International Armoring do Brasil, que há anos acumula dívidas acima de R$ 60 milhões de impostos federais e estaduais.

Junot vivenciou tempos áureos na década de 1990 e início dos anos 2000, quando se associou à International Armoring Corporation, com sede em Utah e filial no Brasil. A empresa, retratada em reportagem no New York Times, chegou a fornecer veículos blindados às forças armadas dos Estados Unidos durante a Guerra do Iraque. Atualmente, está com o CNPJ inapto na Receita Federal do Brasil e possui registro de dívida ativa de R$ 48,49 milhões com o governo de São Paulo, relacionados ao não pagamento de ICMS, de acordo com dados da Procuradoria-Geral do Estado (PGE-SP). Além disso, a International Armoring tem débitos no valor de R$ 14 milhões na Receita Federal, sendo a maior parte – R$ 7,1 milhões – referentes à não quitação do PIS e Cofins. Segundo a reportagem apurou, a International respondeu a diversos processos na Justiça Federal e no Tribunal de Justiça de São Paulo entre 2006 e 2014 de execução das dívidas. 

Junot contou à Folha de S.Paulo que foi convidado por Daniel Beck, dono da Combat Armor nos Estados Unidos e presidente da Combat Armor no Brasil, para administrar seus negócios no país. De acordo com informações levantadas pela Pública, eles se conheceram na Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, mais conhecida como Igreja Mórmon, em Utah, onde os dois moravam quando Junot tocava a International Armoring Corporation. 

Sócio da Combat Armor, Maurício Junot, pescando na Amazônia. Foto: Reprodução/Facebook

De volta ao Brasil e após a eleição de Bolsonaro, o empresário filiou-se ao PSL em Vinhedo (SP), cidade da primeira fábrica da Combat Armor no país. A empresa anunciou recentemente que “com o atual crescimento” está de mudança para uma planta maior no município de Indaiatuba (SP). Apesar de nova no mercado, a Combat Armor segue os passos da antiga empresa de Junot, já registrando dívidas de R$ 110 mil de ICMS à Receita Estadual, segundo dados da PGE.

A Combat Armor possui representantes também no Paraná, no Espírito Santo, no Nordeste e, desde janeiro de 2020, uma filial no Rio de Janeiro, onde está ampliando seu leque de negócios. A Pública apurou que a partir desse sábado a empresa irá assumir a frente do clube de tiro American Shooting Club, localizado no bairro Recreio dos Bandeirantes, na capital fluminense. 

Empresa de blindagem brasileira é a nova dona de clube de tiro no Rio de Janeiro. Foto: Reprodução/Instagram

De milhão a milhões

O primeiro salto no capital da Combat Armor Defense do Brasil aconteceu em setembro de 2020 – pouco mais de um ano depois da abertura da empresa. Na época, o capital foi alterado do R$ 1 milhão registrado inicialmente para R$ 6,8 milhões. Apenas um mês depois, a empresa passou por nova alteração: em outubro de 2020, o capital passou a valer R$ 13,4 milhões. Segundo dados da Junta Comercial de São Paulo (Jucesp), o primeiro milhão do capital da empresa brasileira veio da Combat dos EUA.

Empresa brasileira de blindagem ligada a militante de Trump multiplica capital em 13 vezes e acumula dívidas
Fachada da primeira fábrica da Combat Armor no Brasil, empresa brasileira de blindagem, na cidade de Vinhedo (SP). Foto: Reprodução/Google Maps

Os dois aumentos de capital ocorreram ainda antes de a empresa fechar os contratos milionários com o governo federal e a polícia do Rio de Janeiro. Em dezembro de 2020, a Combat fechou R$ 4,2 milhões em contratos com a Polícia Rodoviária Federal para blindar 11 viaturas. O contrato foi firmado com a superintendência da Polícia Rodoviária do Rio de Janeiro. Já em março de 2021, a empresa fechou R$ 9,7 milhões com a Secretaria de Polícia Militar do RJ para venda de veículos blindados.

A Combat participou também de licitações para tomada de preços com vários órgãos do governo federal, todas a partir de novembro de 2020, após o segundo aumento no capital; e de pregões com vários órgãos: Justiça Federal do Paraná e de Santa Catarina, o Ministério Público Militar e o Ministério da Defesa.

Proximidade com a família Bolsonaro 

Em entrevista à Folha de S.Paulo, Maurício Junot afirmou que procurou o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) na Câmara, no ano passado, para apresentar a empresa. “Foi há mais ou menos um ano. Fui na cara de pau”, afirmou. “Bati na porta [do gabinete]. Ele estava lá por um acaso e me apresentei. E falei pra ele: ‘Senhor Eduardo, tudo bem? Eu tenho uma empresa que faz isso e isso. Eu gostaria de um apoio teu’”, disse ao jornal. Ele não explicou, no entanto, de que maneira o parlamentar poderia ajudá-lo.

O presidente Jair Bolsonaro também foi apresentado à Combat Armor no ano passado. Ele participou da exposição de um dos veículos blindados da companhia em passagem pelo Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), no Rio de Janeiro, em 4 de agosto de 2020, conforme informações de um site especializado. Sua visita ao Bope consta na agenda oficial

Na ocasião, Jair Bolsonaro conheceu a Nissan Frontier ultrablindada, batizada de Predador. O veículo é o chamariz da Combat Armor e foi idealizado por Maurício Junot, segundo a revista Quatro Rodas

Ainda de acordo com reportagem da Folha de S.Paulo, a versão americana da Combat Armor foi criada em 2011 com o nome de Ad Faction, Inc. Oito anos mais tarde, o nome foi alterado para o atual: Combat Armor Defense. Apenas dois meses antes de a empresa aportar no Brasil, Daniel Beck e familiares alteraram seu objeto social de prestação de serviços de publicidade para negócios voltados para a área de segurança. 

Os negócios de Daniel Beck chamaram atenção da imprensa nacional depois que o site de jornalismo investigativo dos Estados Unidos Proof divulgou a possível participação de Eduardo Bolsonaro em reunião apelidada de “conselho de guerra”, um dia antes da invasão do Capitólio, na residência privada de Donald Trump, no Trump International Hotel, em Washington. 

O jornalista Seth Abramson aponta que a tentativa de golpe, com a intenção de impedir o reconhecimento da eleição de Joe Biden à presidência, teria sido discutida no encontro secreto. Eduardo Bolsonaro, que estava em Washington na semana do ato, negou sua participação. 

Conforme o site, teriam participado dessa reunião, além de Eduardo Bolsonaro e Daniel Beck, os dois filhos mais velhos de Donald Trump, senadores americanos, ex-assessores do então presidente e o empresário Michael Lindell, considerado um dos mais próximos conselheiros do ex-presidente dos EUA. 

Beck postou um vídeo em suas redes sociais dizendo que havia se encontrado com Rudolph Giuliani, então advogado de Trump, e com Michael Lindell e Donald Trump Jr. Eduardo Bolsonaro estava em Washington naquele dia, e sua passagem pelos Estados Unidos foi narrada no Twitter. 

Empresa brasileira de blindagem ligada a militante de Trump multiplica capital em 13 vezes e acumula dívidas
Daniel Beck, presidente da Combat Armor, esteve nas manifestações pró-Trump que culminaram na invasão do Capitólio. Foto: Reprodução/Facebook

Por e-mail, a Pública questionou a Combat Armor sobre o crescimento do capital da empresa, as dívidas e as relações com políticos brasileiros e americanos, mas não obteve resposta até a publicação dessa reportagem. Também não conseguimos contato com o CEO da empresa, Maurício Junot. 

Agenda de Eduardo Bolsonaro nos EUA incluiu encontros com embaixador brasileiro em Washington

Em uma segunda-feira, 4 de janeiro, dois dias antes do ataque ao Congresso americano, Eduardo Bolsonaro se reuniu na Casa Branca com a filha do ex-presidente Donald Trump, Ivanka Trump. Na quinta-feira (7/1), ele postou nas redes sociais uma imagem do encontro com Matt Schlapp e Daniel Schneider, representantes da União dos Conservadores Americanos, para tratar da edição brasileira do maior encontro conservador dos EUA, a Conferência de Ação Política Conservadora (CPAC), na Virgínia. Ainda no dia 7, ele publicou uma foto com o autoproclamado filósofo Olavo de Carvalho e o blogueiro bolsonarista Allan dos Santos, no mesmo estado. 

No dia seguinte, Eduardo postou em seu Instagram uma imagem com o então conselheiro de Donald Trump, Jared Kushner, na Casa Branca, e no dia 11 se encontrou com o jornalista conservador Rodrigo Constantino em Miami. Na Flórida, Eduardo ainda fez questão de filmar e postar sua passagem em uma loja de armas.

Empresa brasileira de blindagem ligada a militante de Trump multiplica capital em 13 vezes e acumula dívidas
O deputado federal Eduardo Bolsonaro esteve em Washington com figuras próximas de Donald Trump durante a posse de Joe Biden. Foto: Reprodução/Instagram

Conforme informações do Ministério das Relações Exteriores, o embaixador do Brasil em Washington, Nestor Forster Júnior, a convite de Eduardo Bolsonaro, acompanhou o deputado no encontro com Ivanka Trump, no dia 4 de janeiro, na Casa Branca. 

Ainda de acordo com a pasta, eles se reuniram novamente no dia 5 na embaixada brasileira, e Eduardo foi a um jantar em sua residência no dia 7, mesmo dia em que o então ministro das Relações Exteriores Ernesto Araújo fez uma série de postagens em seu Twitter minimizando a invasão do Capitólio. O texto foi compartilhado por Eduardo Bolsonaro. As informações constam na resposta ao requerimento de autoria do deputado federal Arlindo Chinaglia (PT-SP), sobre a viagem do filho do presidente aos EUA. 

De acordo com o ministério, não houve participação da embaixada brasileira em Washington no planejamento da agenda de Eduardo Bolsonaro. “O Ministério das Relações Exteriores não foi informado sobre a agenda e nem participou de seu planejamento”, acrescenta o órgão. A pasta afirmou também que não tem conhecimento da suposta reunião na qual teria sido concebida a estratégia de resistência à posse de Joe Biden, que teria culminado na invasão do Capitólio. 

Gostou de “Empresa brasileira de blindagem ligada a militante de Trump multiplica capital em 13 vezes e acumula dívidas“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.704 outros assinantes

Vagas de Estágio no Nube – 8.000 oportunidades

As vagas de estágio do Nube (Núcleo Brasileiro de Estágios) são para todos os estados do país, e está com cerca de 8.000 oportunidades nesta modalidade. As bolsas partem de valor inicial de R$ 600 e podem superar os dois mil reais, a depender das funções, empresas e requisitos. O público-alvo é focado em estudantes desde o Ensino Médio até o Superior.

Assim como alunos do ensino médio regular, estudantes de cursos do ensino técnico encontrarão vagas de estágio também. Entre as áreas com maior oferta, estão as dos cursos relacionados com eletricidade, eletrônica, mecânica, química, geologia e mineração, instrumentação industrial, informática, secretariado, administração, segurança do trabalho, logística, processamento de dados, meio ambiente, multimídia, contabilidade. As demais áreas também são contempladas.

Já entre os cursos de graduação com ofertas de estágio, destaques para os de administração de empresas, audiovisual, ciências contábeis, ciências econômicas, comércio exterior, comunicação e marketing, comunicação social, computação, direito, design, engenharia da computação, engenharia química, jornalismo, letras, medicina veterinária, nutrição, odontologia, pedagogia, rádio e TV e turismo.

Vagas de hoje 18 de março 2021

Pensando em mudar de carreira ou se preparar melhor para entrevistas de emprego? Conheça a RC Locus, referência em Recrutamento & Seleção, em todos os níveis.

Como se candidatar?

Aqueles que tiverem interesse, primeiro devem cadastrar currículo no site www.nube.com.br. Após, e estando logado, acessar a aba Vagas de Estágio. Mas fique ligado, há grande volume de entradas e saídas de vagas, de acordo com demanda e preenchimento de vagas. Portanto, assim que ver uma de seu interesse, já se candidate, não deixe para depois!

Conheça todos nossos canais (Whatsapp, Telegram, Facebook, Buscador): https://jornalgrandeabc.com/inicio/nossas-redes-sociais/

Mais Vagas no Grande ABC

Vagas de hoje 17 de março 2021

Conheça nossa parceria com o site Lista de Vagas. Visite e confira mais vagas verificadas e reais.

Gostou da nossa matéria “Vagas de Estágio no Nube – 8.000 oportunidades em aberto“?

Vagas de Estágio no Nube - 8.000 oportunidades em aberto
Imagem: Divulgação

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.704 outros assinantes

Paulistano supera limitações e vira um dos raros amputados do mundo a dominar um monociclo elétrico

O paulistano e administrador de empresas Márcio Frascino Neto, então com 32 anos, trabalhava há vários anos no escritório de um multinacional na Zona Oeste da capital paulista. Ia e voltava quase diariamente do trabalho, no trajeto Lapa-Perdizes, de motocicleta. Tinha uma vida intensa, com muitas viagens e prática esportiva regular. No dia 23 de março de 2018, isso tudo mudou: ele sofreu um acidente, se chocando contra um ônibus com a moto. Como resultado, teve a perna direita amputada pouco acima do joelho. “E agora? Como será minha vida?”, pensou na época, totalmente desolado.

A resposta veio da própria irmã: “A partir de agora, você terá de decidir se vai ser a vítima, ou se vai ser o cara que vai fazer acontecer, vai inspirar outras pessoas com dificuldades”. Ele optou pela segunda opção, mas foi uma longa jornada até a total cicatrização do corte (que teve mais de 100 pontos), aprender a andar de muletas, conseguir uma prótese (caríssima) capaz de lhe proporcionar qualidade de vida adequada e encontrar um propósito para sua vida. A prótese, que valia perto de R$ 40 mil, foi doada por uma pessoa desconhecida, o que ele considerou um verdadeiro “milagre”. Passou quase sete meses em casa antes de retornar ao trabalho, já com a prótese, mas ainda sem dominar o seu uso.

Mas, antes de chegar neste ponto, sua trajetória não foi fácil. No dia do acidente, por exemplo, chovia e ele ficou quase uma hora deitado na rua sangrando e aguardando o resgate, que demorava. “Passei este tempo questionando minha vida e achando que ia morrer. Do meu lado, uma enfermeira que estava dentro do ônibus não me largou nem um instante. Foi meu anjo da guarda”, acredita.

Mesmo antes do acidente, Márcio já vivia uma fase de reflexões, questionando o rumo da própria vida. Quando voltou à rotina da empresa de novo, quase sete meses depois, logo bateu de novo a sensação de vazio.  Ele pensava: “O que eu estou fazendo da minha vida? Como todo mundo me via muito positivo nesse assunto do acidente, decidi investir no trabalho de palestrante motivacional. Desde janeiro de 2019, já realizou dezenas de palestras desse tipo em locais e empresas diversificados. Deixou seu emprego e hoje se dedica a isso. Também já foi procurado por diversas agências de publicidade e fez comerciais para a TV para marcas como Rainha, Track & Field, Santander, Bradesco Prime, Braskem, Suvinil, Gillette e Academia Bio Ritmo.

MONOCICLO ELÉTRICO VIROU SUA TERAPIA

Neste meio tempo, Márcio investiu em outra atividade que o tornou um dos únicos em todo o mundo: ele aprendeu a pilotar um monociclo elétrico, aquele veículo com apenas uma rodinha no qual o condutor vai em pé. Ele é o único amputado do Brasil que pilota com grande desenvoltura este equipamento – e um dos raros do mundo. Ele possui um modelo da distribuidora Eletricz, fabricado pela marca King Song, o 16S, capaz de atingir 30 km/h de velocidade máxima. “Uso o monociclo principalmente como lazer. É minha terapia.”.

Hoje, aos 35 anos, Márcio tem como objetivo inspirar pessoas, mostrando que um acidente ou uma situação ruim no nosso dia a dia nós podemos não ser capazes de controlar, mas que a forma como vamos lidar com o problema é a chave para ser ou não feliz e contribuir para ajudar outras pessoas com suas próprias dificuldades.

Na rua, hoje em dia, pilotando seu monociclo elétrico pelas ciclofaixas, não é raro encontrar uma criança que, depois de juntar o monociclo (um veículo ainda pouco comum na paisagem paulistana) e sua prótese, logo se apressa em chamá-lo de “super-herói”, rótulo que Márcio descarta  com bom humor. “Sou uma pessoa comum reaprendendo a viver e, hoje, com um propósito muito claro de inspirar pessoas”, afirma.

SOBRE A ELETRICZ

A Eletricz iniciou suas operações em julho de 2018 com a missão de promover a locomoção de curta e média distância, incentivando a valorização da vida ao ar livre, a apropriação saudável das vias públicas e a mudança para um estilo de vida mais saudável, divertido e econômico. Por isso, comercializa os mais avançados veículos elétricos portáteis e desenvolve projetos e ações para difundir e incentivar este novo perfil de mobilidade urbana. A empresa comercializa monociclos, patinetes e bicicletas elétricas, mas os monociclos respondem hoje por 80% do seu faturamento.

Gostou da nossa matéria “Paulistano supera limitações e vira um dos raros amputados do mundo a dominar um monociclo elétrico“?

Paulistano supera limitações e vira um dos raros amputados do mundo a dominar um monociclo elétrico
Foto: Divulgação

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.704 outros assinantes

Planeje sua carreira já: Fundamental para o sucesso

Éber Feltrim é o autor de “Planeje sua carreira já: Fundamental para o sucesso

Com um mercado de trabalho cada vez mais competitivo, jovens precisam se adiantar para fazer a escolha de uma carreira e apressar a escolha de uma vida inteira. Ainda assim, é fundamental se preparar com antecedência para evitar o planejamento tardio e, consequentemente, desgastes por conta da escolha. Devido às mudanças rápidas que estamos acompanhando, a demanda do mercado para profissionais altamente qualificados tem ficado ainda maior e é nesse momento que o planejamento de carreira deve ser adotado pensando em resultados.

O planejamento de carreira não trata somente da profissão escolhida e do mercado em que está inserido. É preciso fazê-lo dentro de um timing ideal, evitando o cedo demais, quando não há experiência ou tarde demais, quando as empresas passam a optar por funcionários mais jovens. Com isso em mente, uma boa opção é ter a ajuda de um mentor ou profissional da área, que pode colaborar com boas ideias durante a elaboração.

Uma das coisas mais importantes dentro desse planejamento é a associação dos objetivos profissionais com os objetivos pessoais, que podem ser completamente diferentes. A partir dessas decisões é necessário ter um plano de ação, que é criado com base em metas simples de pequeno, médio e longo prazos.

Muitos especialistas dão dicas para criar um plano de carreira eficiente, mas no geral, o primeiro passo é conhecer todas as opções e caminhos que determinada profissão pode oferecer, independentemente do setor. A Odontologia, por exemplo, pode oferecer diversas possibilidades, como um consultório próprio, serviço público, acadêmico, franquias, indústrias, entre outras. Isso também ocorre na área do Direito e até mesmo da Hotelaria.

Com base nesse conhecimento, confira algumas dicas para elaborar o Planejamento de Carreira:

  1. Pense em conversar com profissionais que já atuam nas áreas em que você gostaria de cursar;
  2. Pesquise sobre as vantagens e desvantagens dessas profissões, pois os profissionais sempre serão favoráveis às carreiras que escolheram;
  3. Procure entender se você tem de fato as competências para seguir a carreira que deseja;
  4. Separe competência de consciência. Para um plano de carreira dar certo, não basta ter a ideia de que é a melhor profissão, é necessário ter as competências solicitadas para atuar;
  5. Não pense que é simples. Sorte é a junção de preparo com a oportunidade. Dimensione o tempo que você precisa para alcançar o sucesso desejado;
  6. Quanto mais pessoas estiverem envolvidas, maior a chance de sucesso, especialmente quando se trata de pessoas que entendem do assunto, como mentores da área.

Dentro do processo de desenvolvimento pessoal e a busca pela carreira, também há muitos agentes que são responsáveis, além do indivíduo que vai escolher a profissão. Entre eles estão a família e a escola, que são encarregados de auxiliar o jovem em suas escolhas.

Em primeiro lugar, a família tem o papel de incentivar e procurar oferecer o suporte necessário para que o jovem alcance a posição almejada nesse planejamento. Também é importante evitar comentários que possam prejudicar a desenvoltura, pois normalmente não há conhecimento técnico ou mercadológico.

Planeje sua carreira já

Por outro lado, a escola tem uma função que vai além de formar o estudante, mas sim um cidadão e também profissional. Nesse quesito, ela pode oferecer ajuda de diversas formas, como parcerias com instituições e universidades que podem apresentar um universo de possibilidades para esses alunos e aguçar o interesse deles em uma área específica. A ideia do planejamento de carreira deve ter início nesse momento.

Algo que também deve ser levado em consideração atualmente é como a tecnologia pode ser um ponto de virada e qual será o papel dela nesses planos, visto que hoje, por conta da evolução tecnológica, existem profissões que não existiam um ano atrás. É possível perceber as mudanças ocorrendo rapidamente e, com isso, os trabalhos também. Por isso, é ideal ter em mente que a atualização e a migração de carreira também podem ser oportunidades. 

Inicialmente, o grande desafio é vencer a imaturidade natural da idade e o segundo é, num mundo de oportunidades, escolher a profissão que mais faz esse jovem feliz, algo que seja realmente motivador e não selecionado por questões financeiras ou momentâneas. Com todas essas mudanças, pode parecer uma situação difícil, mas é preciso ter clareza com relação a essas escolhas. Quando se trata de estratégia, planejamento é a base do sucesso. Quem planeja tem mais chances e quem não o faz pode estar despreparado e sem as competências e a consciência, itens necessários para estar envolvido em bons negócios.

Sobre Dr. Éber Feltrim

Especialista em gestão de negócios para a área da saúde começou a sua carreira em Assis. Após alguns anos, notou a abertura de um nicho em que as pessoas eram pouco conscientes a respeito, a consultoria de negócios e o marketing para a área da saúde. Com o interesse no assunto, abdicou do trabalho de dentista, sua formação inicial, e fundou a SIS Consultoria, especializada em desenvolvimento e gestão de clínicas.

Sobre a SIS Consultoria

A SIS Consultoria pertence ao grupo SIS, com sede na cidade de Assis/SP. Com grande know-how e eficácia técnica na área de saúde, busca oferecer estratégias de qualidade para as empresas. Há mais de 27 anos no mercado, apresenta hoje significativa expansão e tem sua área de atuação em mais de 140 cidades do nosso país.  A SIS busca, por meio de uma equipe ética e comprometida, promover o diferencial do seu negócio como ferramenta para o sucesso. Para mais informações, acesse https://www.sisconsultoria.net/ ou pelo Instagram @sis.consultoria

Planeje sua carreira já: Fundamental para o sucesso
Planeje sua carreira já

Gostou da nossa matéria “Planeje sua carreira já: Fundamental para o sucesso“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.704 outros assinantes

Fake News e os impactos causados na contemporaneidade

Da Independência do Brasil, em 1822, onde a imagem de Dom Pedro I foi vendida erroneamente, fazendo com que todos acreditassem que a pintura do quadro de Pedro Américo fosse, de fato, a reprodução do que ocorrera neste fatídico dia até os dias de hoje, onde os movimentos das fake news estão espalhados pelos quatro cantos do mundo, fará com que este artigo, baseado na teoria do espelho, faça uma relexão sobre os impactos das falsas notícias inseridas na política brasileira.

Desde a redemocratização, onde a soberania foi devolvida ao povo, o Brasil e, consequentemente, os brasileiros vêm sendo vítimas de governos mal administrados, corrupção, desvios, lavagem de dinheiro, formação de quadrilha, problemas na prestação dos serviços públicos etc. Questões, essas, que trouxeram o descrédito e a falta de confiança por parte de um país formado por quase 210 milhões de habitantes, de acordo com um relatório apresentado pelo Banco Mundial em 2017.

Ética aplicada nas redes sociais

Aplicada à vertente profissional, ética nada mais é que o bom senso e o comprometimento com o seu trabalho, com a sua verdade. Estabelece-se que um profissional, seja ele um médico, jornalista ou professor, trabalhe com a verdade, transpa- rência e que em hipótese alguma fira os princípios éticos e morais de sua profissão.

A moralidade é um conjunto de regras adquiridas através da cultura, da educação, da tradição e do cotidiano, orientando o comportamento humano dentro de uma sociedade.

Quando o assunto é a ética, todos sabem o seu significado, mas, como diz Álvaro L. Valls no livro ‘’O que é ética?’’, não são fáceis de explicar e praticar. E pode ser entendida como um estudo de reflexão científica, filosófica e até teológica.

Nas redes sociais, a ética ocupa um espaço importantíssimo no momento de compartilhar uma notícia, publicar posts, fazer comentários ou retransmitir qualquer que seja a informação.

Diante de um acontecimento catastrófico onde o usuário é posto à prova de fogo entre a verdade e aquilo que poderá publicar, é preciso muito cuidado com o relato dos fatos, com os personagens envolvidos, com a linguagem a ser utilizada, com a abordagem para relatar tal situação, pois qualquer erro pode ser fatal tanto para o emissor da mensagem como para os envolvidos nos relatos. E é neste momento que podem surgir as famosas fake news [termo em inglês] ou falsas notícias.

Há quase dois séculos, Dom Pedro I, príncipe regente e futuro imperador do Brasil e rei de Portugal, num dia não muito agradável, com fortes dores abdominais e uma necessidade constante em ir ao banheiro, libertara o Brasil de Portugal às margens do Rio Ipiranga, às 16h30 do dia 7 de setembro de 1822, com o grito de Independência ou Morte.

Ao se aproximar do riacho do Ipiranga, o príncipe regente estava com dor de barriga. A causa dos distúrbios intestinais é desconhecida. Acredita-se que tenha sido algum alimento malconservado ingerido no dia anterior em Santos, ou a água contaminada das bicas e chafarizes que abasteciam as tropas de mula na serra do mar, ressaltou o escritor Laurentino Gomes.

Fake News no Império

Sessenta e seis anos após a Independência do Brasil, proclamada por Dom Pedro I, o romancista, poeta, cientista, teórico da arte, ensaísta, filósofo, político, professor brasileiro e um dos pintores acadêmicos mais importantes do país, Pedro Américo de Figueiredo Melo, popularmente conhecido como Pedro Américo, pintou com óleo sobre uma tela a representação do fatídico dia em que os portugueses nada mais teriam a ver com o nosso povo.

Segundo relatos de dezenas de historiadores, o quadro de Pedro Américo nada tem a ver com o que acontecera naquela tarde turbulenta de 7 de setembro, após uma viagem longa de Santos, litoral paulista, até a capital São Paulo para o príncipe regente.

Fake news
(Imagem: ALESP – Grito de Independência de Dom Pedro I)

A montaria usada por dom Pedro nem de longe lembrava o fogoso cavalo alazão que, meio século mais tarde, o pintor Pedro Américo colocaria no quadro Independência ou morte, a mais conhecida cena da Independência do Brasil. A cena real é bucólica e prosaica, mais brasileira e menos épica do que a retratada no quadro.

Dom Pedro, ao chegar de Santos, foi posto à prova de fogo após receber mensagens da corte do Rio de Janeiro enviadas por José Bonifácio, Patriarca da Independência e declarado, em 2018, como Patrono da Independência do Brasil, por meio da Lei n° 13.615/2018, e a princesa Leopoldina, sua esposa. Os mensageiros, Paulo Bregaro e Antônio Cordeiro, que percorreram a cavalo por 5 dias mais de quinhentos quilômetros, chegaram exaustos e esbaforidos.

Com as relações estremecidas com Portugal, desde a partida compulsória de Dom João VI, em 1821, o Brasil e, consequentemente, Dom Pedro I teriam que tomar decisões importantíssimas em poucas horas. A princesa Leopoldina pedia que o príncipe ouvisse com atenção os conselhos de José Bonifácio que dizia que informações vindas de Lisboa davam conta do embarque de 7.100 soldados que tentariam atacar o Rio de Janeiro e esmagar os partidários da independência.

Com isso, o jovem teria apenas dois caminhos. Partir para Portugal e se tornar mais um prisioneiro das cortes, a mesma situação em que já vivia o seu pai, Dom João VI, ou proclamar a Independência do Brasil, tornando-o seu imperador ou rei.

A escolha e decisão tomada por Dom Pedro I todos nós, povo livre há quase dois séculos, já sabemos. O que muitos não sabiam ou nem sabem é como, de fato, foi como se deu a cena do grito de independência e a separação do Brasil ao Reino de
Portugal.

Como vimos, Pedro I foi obrigado a tomar uma decisão importantíssima para o Reino do Brasil. As mensagens trazidas da corte no Rio de Janeiro foram recebidas como uma afronta pelo príncipe regente que reagiu com tom de revolta.

Pois verão agora o quanto vale o rapazinho. De hoje em diante estão quebradas as nossas relações. Nada mais quero com o governo português e proclamo o Brasil, para sempre, separado de Portugal. É tempo! Independência ou Morte! Estamos separados de Portugal!

Diferentemente do que retrata o quadro de Pedro Américo, a Independência ou Morte foi bem mais simples, rápida e sem muito glamour. Nada comparada à pintura
em óleo na tela de 1888.

A teoria do espelho, pertencente a um grupo de teorias do jornalismo, diz que uma fotografia tenta retratar a realidade, assim como a notícia. De acordo com Nelson Traquina (2002), o comunicador tem que ser um agente que não tem interesses específicos a defender, que o desviem da sua missão de informar, procurar a verdade, contar o que aconteceu, doa a quem doer. Assim como não há como alterar o que se vê em frente ao espelho, também não será possível fazer com a fotografia e a notícia.

Com poucos presentes próximo ao riacho Ipiranga, Dom Pedro pediu para que avisassem a sua guarda que ele acabara de fazer a independência do Brasil, como relatou o padre Belchior, que havia presenciado o acontecido.

Como pode-se constatar nos relatos, um dia marcado por dores intestinais, ameaças de invasão das tropas portuguesas ao Rio de Janeiro, além de fortes emoções e uma importante decisão faria com que as vidas não só do príncipe regente como de todos os brasileiros tomassem rumos diferentes e livres a partir deste dia.

As falsas notícias estão presentes em nosso cotidiano há séculos. Só o fato de uma pintura tentar reconstruir a imagem de algo que não aconteceu já pode ser considerada uma fake news. Por anos, acreditamos, de fato, que a pintura do quadro fosse o que acontecera na Independência do nosso Brasil. Mas os historiadores e testemunhas presentes neste evento descontruíram por completo a ideia de Pedro Américo, que fez a pintura a pedido do conselheiro imperial Joaquim Inácio Ramalho, em 1886.

Por Carlos Irineu
Jornalista | Pós-graduado em Ciência Política
MTB: 008458/SP

Gostou da nossa matéria “Fake News e os impactos causados na contemporaneidade“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias e mais vagas de emprego abertas. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.704 outros assinantes

Startup abre vagas de trabalho remoto para desenvolvedores

A Certus está lançando um novo braço, startup voltada para concessão de crédito para pequenas e médias indústrias e abre cerca de 40 vagas para trabalho remoto

A Certus, empresa de Curitiba (PR) que desenvolveu um ERP voltado para indústrias de pequeno porte, está lançando uma fintech voltada para pequenas e médias indústrias.

Por conta dessa expansão, está abrindo cerca de 40 vagas para desenvolvedores que
vão atuar no desenvolvimento de aplicações para concessão de crédito via antecipação de recebíveis, bem como outros produtos financeiros.

Fábio Ieger, CEO da Certus, informa que todas as posições são para trabalho remoto, já que é uma cultura da empresa. “Hoje temos times espalhados por dez Estados trabalhando remotamente. Além da área de Ti, temos oportunidade para outros
profissionais que atuam no segmento de finanças, comercial, marketing, administrativo, atendimento”, justifica.

As vagas
A Certus tem vagas para Desenvolvedor(a) Javascript e os requisitos são conhecimentos sólidos de lógica de programação, CSS, HTML e Javascript; experiência
com Vuejs; familiaridade com Api Rest; práticas de desenvolvimento orientado a testes;
conhecimento de versionamento com Git (incluindo Code Review). Boa comunicação e
trabalho em equipe e idioma inglês nível intermediário completam o perfil. Link para
inscrição: https://forms.gle/7mJjRyrrB7GtFLcdA.

As outras vagas são para Desenvolvedor(a) Ruby on Rails e os requisitos são
conhecimentos sólidos de lógica de programação; experiência com Ruby on Rails;
familiaridade com bancos de dados relacionais (especificamente Postgres); práticas de
desenvolvimento orientado a testes; conhecimento de versionamento com Git
(incluindo Code Review). Boa comunicação e trabalho em equipe e idioma inglês nível
intermediário completam o perfil. Link para inscrição: https://forms.gle/kHrNeDrq9nYf6A9d8.

Para os interessados em demais vagas citadas por Ieger, basta enviar e-mail para
contato@certus.inf.br.

Crescimento de 300%
A Certus é uma startup que cresce mais 100% ao ano, conseguindo atingir  um crescimento de 300% durante a pandemia. Recentemente recebeu aporte por meio de
rodada de investimentos Seed para ampliar a oferta de crédito por meio de antecipação de recebíveis.

Com seis anos de atividades, a Certus recebeu investimentos da Bossa Nova, de João
Kepler e Pierre Schurmann; da IVP de Fabricio Bloisi e Bruno Rondani; da Poli Angels, vinculada à Universidade de São Paulo e Esdanio Pereira, ex-diretor da Randon, além
de passar pela aceleração da Baita Aceleradora, na Unicamp.

Para auxiliar ainda mais os cerca de 300 clientes, entre pequenas indústrias dos
setores metalmecânico, químico, cosméticos e alimentício, distribuídas em cinco
estados, sendo eles São Paulo, Paraná, Minas Gerais, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, a Certus está criando um banco digital para oferecer empréstimos com taxas de
juros mais competitivas para os empreendedores que não conseguiram o crédito
emergencial disponibilizado pelo Governo junto aos bancos privados. “Oferecemos,
além da antecipação de recebíveis, empréstimos para capital de giro, financiamento
para vendas de mercadorias, aquisição de máquinas, matérias-primas e empréstimos
consignados para os funcionários. Temos estrutura organizacional e economia para
ofertar acesso a dinheiro barato aos nossos clientes”, destaca Fábio Ieger, CEO da
Certus.

A antecipação de recebíveis funciona como a antiga duplicata, só que pela plataforma
da Certus e pode ser feita totalmente de forma digital. Basta ao interessado informar o
CNPJ, a Inteligência Artificial faz análise de crédito e em 15 segundos recebe uma
notificação de aprovação ou não. Caso seja aprovado, já é liberado um limite para ele
começar a antecipar. “A partir do momento que ele tem essa aprovação, o empreendedor pode enviar as notas fiscais e o sistema aprova o crédito também para
quem ele está vendendo e, após autorização, em até 30 minutos o dinheiro está na
conta dele”, detalha Ieger.

Fábio Ieger é empreendedor e apaixonado por tecnologia. Administrador de empresas,
sabe o quanto é desafiador o dia a dia para manter um negócio em atividade em um
país com instituições financeiras que em nada ajudam o pequeno e médio empresário.
Para levar soluções sustentáveis e realista a esse público, fundou a fintech CERTUS,
que utiliza dados do seu software de gestão para conceder empréstimo e capital de
giro para os que mais necessitam de ajudam, e esbarram em análises injustas. Para
mais informações, acesse https://www.certus.inf.br/

Startup abre vagas de trabalho remoto para desenvolvedores
Startup abre vagas de trabalho remoto para desenvolvedores. Foto de Christina Morillo no Pexels

Sobre a Certus
O Certus Software proporciona ao usuário uma experiência agradável e intuitiva,
utilizando ícones de fácil compreensão, com telas simplificadas e com todas as
informações em um só lugar. Com relatórios de fácil compreensão, auxilia na tomada
de decisões. Agregado a isso, diversos serviços financeiros, como antecipação de
recebíveis e empréstimos de capital de giro. A cada dia, a empresa inova e inclui a
inteligência artificial para ajudar cada vez mais a pequena indústria. Com seis anos de
atividades, recebeu investimentos da Bossa Nova, de João Kepler e Pierre Schurmann;
e da IVP de Fabricio Bloisi e Bruno Rondani, além de passar pela aceleração da Baita
Aceleradora, na Unicamp. Para mais informações, acesse https://www.certus.inf.br/
ou pelo ig @softwarecertus.

Gostou da nossa matéria “Startup abre vagas de trabalho remoto para desenvolvedores“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias e mais vagas de emprego abertas. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.704 outros assinantes

22 de abril: o dia do Descobrimento da nossa rica culinária

Aprendemos por muito tempo na escola que a data de 22 de abril de 1500 é marcada pelo o que se costumou chamar de “Descobrimento do Brasil”. Historiadores de hoje questionam este entendimento, já que quando os navegadores portugueses aportaram em terras brasileiras, encontram aqui várias e grandes nações indígenas que já estabelecidas, com sua cultura, costumes e história. Hoje, muitos estudiosos defendem o uso do termo “Chegada dos Portugueses ao Brasil”, como uma forma mais precisa de se referir a esse importante fato histórico.

Mas discussões históricas à parte, o que se pode celebrar com certeza neste 22 de abril é o encontro desses dois diferentes povos, que deram origem a essa nação plural e rica culturalmente chamada Brasil. E é na culinária que os traços das culturas indigena e europeia (trazida pelos portugueses) estão mais evidentes. A chef e professora de culinária Adriana Gomes, que assina a curadoria do E-book Receitas do Meu Goiás, lançado pela Marajoara Laticínios, afirma que a culinária goiana, em especial, retrata bem essa mistura de sabores herdada de índios e portugueses.

“A culinária brasileira herdou vários hábitos e costumes indígenas que continuam muito presentes nos dias de hoje, como a utilização da mandioca e seus derivados (farinha de mandioca e polvilho).  O costume de se alimentar de peixes e frutos do mar é também uma herança indígena. Bem como o consumo de frutas silvestres tais como: o cupuaçu, graviola, o açaí, caju e o nosso famoso pequi”, explica a chef .

Os portugueses
Entre as influências trazidas pelos portugueses, Adriana destaca as técnicas de cozimento usadas na Europa, a tradição dos doces e confeitos, o grande consumo e uso do leite no preparo de muitos alimentos, o uso de especiarias, o consumo de arroz, hortaliças, e das carnes de de galinha, porco e boi. “Muitos dos pratos típicos que temos aqui no Brasil, como a nossa tradicionalíssima feijoada, são resultados das adaptações que os portugueses precisaram adotar diante das adversidades encontradas na nova colônia”, lembra Adriana.

A chef lembra ainda, que depois do encontro entre índios e portugueses, a culinária brasileira enriqueceu ainda mais com a influência dos povos africanos e mais tarde dos imigrantes italianos, alemães, espanhóis e até japoneses. “Estudar ou pesquisar sobre a origem de muitos dos nossos  pratos típicos é mais do que uma lição de culinária, é também uma deliciosa aula de história”, frisa Adriana Gomes.

22 de abril: o dia do Descobrimento da nossa rica culinária
A combinação entre o arroz e o pequi, como no risoto de pequi, é um exemplo típico da mistura de influências indígena e portuguesa na nossa culinária. Foto: Divulgação.
O largo uso da mandioca e seus derivados é uma das mais fortes influências dos índios em nossa culinária. Foto: Divulgação
22 de abril: o dia do Descobrimento da nossa rica culinária
A tradição dos doces, como a rabanada, é uma das principais contribuições da cultura portuguesa para nossa culinária. Foto: Divulgação

Gostou da nossa matéria “22 de abril: o dia do Descobrimento da nossa rica culinária“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias e mais vagas de emprego abertas. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.704 outros assinantes

Liberdade de Imprensa no Brasil

O Brasil caiu 4 posições no Ranking Mundial de Liberdade de Imprensa, publicado anualmente pela ONG Repórteres sem Fronteiras. O país aparece no 111º lugar na edição 2021 da lista, divulgada nesta 3ª feira (20.abr.2021)

Para o Dr Marcelo Válio “A liberdade de imprensa é o esqueleto para todo Estado Democrático de Direito. Essa liberdade é um direito fundamental do indivíduo e de seu povo de ser informado, tutelado, e participar da cidadania com consciência sobre a realidade pública. A liberdade de imprensa é uma prestação de serviço à sociedade, que pode ser informada e opinar a respeito. Todavia, essa liberdade deve ser exercida com extremo cuidado para que um ato lícito de liberdade se torne ilícito por seu abuso ou quebra de direito de personalidade.

Assim, o fato do Brasil cair 4 (quatro) posições no Ranking Mundial de Liberdade de Imprensa, publicado anualmente pela ONG Repórteres sem Fronteiras é reflexo da censura implícita praticada por entes do Poder, utilizando-se, por exemplo da lei ditatorial de segurança nacional.

Liberdade de expressão e de imprensa são um meio democrático de um povo, e calar o povo ou não informá-lo ou informá-lo incorretamente é atentar ao próprio Estado Democrático de Direito, a soberania popular e a democracia representativa e participativa”. 

Para saber mais sobre o assunto ou marcar entrevista com o porta-voz, estou à disposição. 

Sobre o professor pós doutor Marcelo Válio: graduado em 2001 PUC/SP, Marcelo Válio é especialista em direito constitucional pela ESDC, especialista em direito público pela EPD/SP, mestre em direito do trabalho pela PUC/SP, doutor em filosofia do direito pela UBA (Argentina), doutor em direito pela FADISP, pós doutor em direito pelo Universidade de Messina (Itália) e pós doutorando em direito pela Universidade de Salamanca (Espanha), e é referência nacional na área do direito dos vulneráveis (pessoas com deficiência, autistas, síndrome de down, doenças raras, burnout, idosos e doentes).

Liberdade de Imprensa no Brasil
Dr Marcelo Válio Divulgação

Gostou da nossa matéria “Liberdade de Imprensa no Brasil“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias e mais vagas de emprego abertas. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.704 outros assinantes

Marfrig oferece 44 vagas do programa Jovem Aprendiz

A Marfrig, uma das maiores companhias de carne bovina do mundo e líder global em produção de hambúrgueres, anuncia 44 vagas em seu programa de Jovem Aprendiz na unidade de Mineiros, no estado de Goiás. As oportunidades são para as seguintes funções: auxiliar de manutenção (22 vagas) e operador de abate e desossa (22 vagas).  

Atualmente, a planta emprega 44 jovens, que atuam na operação e na área administrativa. A iniciativa tem permitido aos participantes o desenvolvimento profissional, o aprimoramento do conhecimento e a prática da rotina do trabalho nas linhas de produção e nos setores administrativos. 

Inscrições

O grau de escolaridade exigido para participar do processo é ensino médio incompleto e os candidatos selecionados terão os seguintes benefícios: refeição na unidade, vale-transporte e oportunidades de desenvolvimento profissional. As inscrições já estão abertas e terminam no dia 23 de abril. Para participar, os interessados devem se inscrever por meio dos links:

Auxiliar de manutenção:

https://senaigoias.com.br/processoseletivo/#!/inscricao/dados-pessoais/6673/mecanico-de-maquinas-industriais

Operador de abate e desossa:

https://senaigoias.com.br/processoseletivo/#!/inscricao/dados-pessoais/6674/operador-de-abate-e-DESOSSA

Em seguida, uma avaliação de desempenho será aplicada aos candidatos, na Unidade Integrada do SESI/SENAI – as datas serão definidas de acordo com a quantidade de inscritos, a fim de cumprir todos os protocolos referentes a pandemia. O resultado do processo seletivo será divulgado no dia 10 de maio, por meio das redes sociais oficiais do SESI/SENAI (Facebook e Instagram). A entidade de educação e Marfrig são parceiros no curso de Jovem Aprendiz desde 2011.

O desenvolvimento dos futuros profissionais da indústria é acompanhado de perto. Por meio da avaliação de desempenho, a empresa consegue identificar o potencial e o interesse dos jovens, observando não apenas o conhecimento técnico, mas também aspectos comportamentais, comprometimento e responsabilidade. O reconhecimento vem com a efetivação. A companhia está presente no município de Mineiros desde 2007, gerando cerca de 1000 empregos diretos.

No setor industrial, os aprendizes trabalham como auxiliares operacionais, aprendendo funções dos setores de abate e desossa. Na área de mecânica, atuam como mantenedores de máquinas e equipamentos industriais, manutenção civil e elétrica, além de auxiliar na área de utilidades.

Para Jairo Agosta, gerente de RH da Marfrig, a capacitação de jovens é uma boa forma de iniciar uma carreira na indústria de alimentos. “Acompanhamos o trabalho dos aprendizes com muito cuidado. Todos têm a chance de se tornarem efetivos e trilhar um caminho repleto de oportunidades neste segmento de extrema relevância”, declara.  


Sobre a Marfrig 

A Marfrig é uma das companhias líderes em carne bovina e maior produtora de hambúrguer no mundo, com receita líquida de 67,5 bilhões de reais em 2020, capacidade diária de abate de mais de 31,8 mil bovinos em suas unidades da América do Sul e América do Norte, bem como uma capacidade de produção de 232 000 toneladas de hambúrgueres por ano. Emprega mais de 30 000 colaboradores, distribuídos em 32 unidades produtivas, processa e comercializa carne in natura, produtos processados, pratos prontos à base de carne bovina, produtos complementares e derivados de carne, além de couro para os mercados doméstico e internacional. Reconhecida pela qualidade de seus produtos e por sua atuação sustentável, a Marfrig mantém projetos pioneiros para a preservação do meio ambiente e dos recursos naturais.

Gostou da nossa matéria “Marfrig oferece 44 vagas do programa Jovem Aprendiz“?

Jovem Aprendiz Marfrig
Foto: Paulo Whitaker/Reuters

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias e mais vagas de emprego abertas. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.704 outros assinantes

“Origens” retrata busca de personalidades negras por suas raízes

Com reportagens e documentário, projeto mostra como testes de DNA revolucionaram o empenho de vinte artistas e personalidades negras brasileiras em conhecer suas raízes.

A popularização dos testes de DNA tem permitido que cada vez mais pessoas conheçam a identidade de seus pais. No entanto, para metade dos brasileiros, descendentes de africanos escravizados que foram arrancados de sua terra em um processo que não guardou muitos registros de sua existência, este tipo de exame ganha uma relevância ainda maior. É o que mostra a nova série especial do UOL: “Origens”.

O projeto, que acaba de ser lançado, conta com diversas reportagens em Tilt, canal de tecnologia do UOL, com novas publicações até 25 de maio, e um documentário homônimo do projeto, lançado hoje, dia 20 de abril, e criado pela MOV, a produtora de vídeos do UOL. A direção da produção em vídeo é de Ismael dos Anjos.

No centro da discussão, estão os relatos de vinte personalidades negras que fizeram o teste de DNA para tomar posse de suas próprias histórias e ancestralidades, como o sambista Péricles, a escritora Eliana Alvez Cruz, a funkeira MC Carol, o comediante Yuri Marçal, o vereador Fernando Holiday, a apresentadora Maju Coutinho, a escritora Conceição Evaristo, a atleta Daiane dos Santos, o ator Babu Santana, entre outros. 

Murilo Garavello, Diretor de Conteúdo do UOL, destaca: “A série traz visibilidade às histórias antes esquecidas e, com isso, projeta as verdades que se escondiam com o tempo. A intenção é mostrar de modo afetuoso e intimista como a tecnologia e a ciência, aqui representadas pelos testes de DNA, podem ajudar as pessoas a entender suas origens e quem são seus antepassados”.

A idealização do projeto é de Fabiana Uchinaka, editora de Tilt, e Helton Gomes, editor de diversidade do UOL. Helton assina a primeira reportagem da série, em que conta detalhes da própria busca por seus ancestrais. Ele fez o teste e se surpreendeu com os resultados.

Ismael dos Anjos, que assina a direção do documentário “Origens”, comenta sobre a importância histórica da produção: “Acredito que o todo do projeto faz parte de uma conversa mais ampla, sobre direito à memória da população negro-brasileira. Nesse sentido, ele se debruça sobre dois eixos principais: evidencia o percurso repleto de obstáculos que as pessoas negras brasileiras trilham pelo direito à memória de si e dos seus, ao mesmo tempo em que reflete sobre como o afeto e ferramentas mais recentes, como a tecnologia dos exames de DNA, podem ajudar a preencher peças desse quebra-cabeça”.

“Essas ações em torno do presente e passado ajudam a encontrar caminhos para um futuro possível, em que a diáspora tenha direito pleno à vida, à cidadania, além de informações e poder para determinar nossos próprios destinos. Entendo que os meus passos começam onde os passos de quem veio antes de mim nos levaram, e espero que as histórias que a gente conta ajudem outras pessoas nas buscas por suas raízes e nos diálogos em torno das reparações que são devidas a essa comunidade”, completa Ismael.

As reportagens do especial “Origens” estarão em Tilt; o documentário, por sua vez, está disponível no canal de MOVdoc no YouTube.

Assista ao teaser do documentário pelo link https://youtu.be/LV18pcr70dE

"Origens" retrata busca de personalidades negras por suas raízes
“Origens” retrata busca de personalidades negras por suas raízes

Gostou da nossa matéria ““Origens” retrata busca de personalidades negras por suas raízes“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.704 outros assinantes

Sobre o UOL Conteúdo e Serviços:

O UOL Conteúdo e Serviços, do Grupo UOL, é pioneiro na internet brasileira, e oferece mais de 1.000 canais de jornalismo, informação, entretenimento e serviços. Com cobertura de 94% da internet brasileira (9 em cada 10 brasileiros acessam o conteúdo UOL todos os meses), a homepage do UOL recebe mais de 114 milhões de visitantes únicos/mês. O UOL Conteúdo e Serviços oferece ainda soluções para mídia digital (UOL AD_LAB), produtos de segurança e comodidade (Antivírus, Assistência Técnica, UOL Resolve), conectividade Wifi, entretenimento (Loja de Jogos, UOL Esporte Clube, UOL Leia+, Clube UOL), entre outros O Grupo UOL é o maior grupo brasileiro de conteúdo, tecnologia, serviços e meios de pagamentos digitais. O Grupo UOL tem ainda as seguintes unidades de negócios: PagSeguro PagBank, companhia aberta na NYSE (EUA), que tem soluções completas para pagamentos online e presenciais (mobile e POS) para todos os meios de pagamento (cartões de crédito, débito e refeição), além das contas digitais gratuitas que permitem pagar contas, recarregar celular, fazer portabilidade de salário e enviar e receber transferências (TEDs); a Compasso UOL, que oferece soluções tecnológicas para a transformação digital de grandes empresas; e o UOL Edtech, plataforma com soluções para ensino online.  

Acesse: www.uol.com.br/sobre  

bbb 21

Os crimes no BBB da pandemia

Francisco Gomes Júnior é autor de “Os crimes no BBB da pandemia”.

A cada edição do BBB (Big Brother Brasil) os recordes de audiência são quebrados, o sucesso sempre aumenta, junto com o desafio da direção do programa em gestar a próxima edição com mais êxito ainda.

A edição atual tornou-se líder de audiência por alguns fatores inesperados e outros não programados, segundo se pode apurar das declarações de seu diretor geral, Boninho e do apresentador Tiago Leifert. 

O primeiro fator que explica a ampliação de público desta edição está na triste pandemia que vivemos e que dá às classes mais abastadas a condição de permanecerem em casa, em home office. Isso faz com que essa elite assista o programa como nunca e repercuta os acontecimentos em todas as mídias tradicionais e sociais. O BBB é o assunto mais comentado do Twitter em dias de prova de liderança, votação e eliminação no paredão. 

Repercute em todas as redes sociais, com milhões de seguidores na torcida pelos participantes e inclusive com medição de popularidade através do ganho ou da perda de fãs nas plataformas como Instagram.

A esse fator inicial soma-se a escolha e performance do “elenco” atual de participantes. De início, evidenciou-se a abertura de um maior espaço para militâncias de várias frentes e uma diversidade de pessoas representadas pelos arquétipos escolhidos. E o que deu certo são as reviravoltas do que se esperava.

Os participantes “militantes” de quem se esperava um discurso de empatia mostraram uma face desconhecida, surtada e que transformou a primeira leva de vilões. Do ponto de vista jurídico, tivemos injúrias raciais, falta de tolerância religiosa, falas discriminatórias de pessoas nascidas em determinada região, dentre outros fatos que não podem ser tomados como bons exemplos. Mas há a máxima de que se trata de um jogo e uma vez acabado ou com o participante eliminado, esquece-se tudo e segue a vida.

Nos últimos anos as autoridades policiais não pensaram assim. Várias investigações e inquéritos policiais foram abertos (alguns ainda em andamento) para apurar condutas cometidas dentro da casa. Não há na lei brasileira a permissão para que uma conduta deixe de ser crime quando cometida em determinado ambiente. Crime é crime em qualquer lugar e mesmo nesta edição investigação para apurar intolerância religiosa foi iniciada.

Mas nesse primeiro momento, mocinhos se transformaram em vilões e prováveis vilões e aqueles que com fala rústica e uma cultura machista de formação poderiam ser vilões foram mais ponderados. Como dizem que o jogo reflete, de certa forma, as tensões sociais, o jogo mostrou-se polarizado, com uma agressividade extrema e com muita falta de empatia em sua primeira parte.

Estamos na parte final e polêmicas ainda continuam existindo, como um comentário sobre determinado penteado, sobre termos politicamente incorretos etc. e o programa parece atento e buscando sempre evitar qualquer violação legal e ética. Mas em época de cancelamentos, qualquer conduta repercute fortemente aqui fora e produz danos à imagem.

E concluindo com outra observação jurídica, devem as torcidas e pessoas em geral ter cuidado com postagens nas redes sociais e outros meios. Pode-se torcer à vontade, destacar as virtudes de seu preferido ou as mancadas do adversário, mas não se pode ofender, fazer falsas acusações, enfim, não se pode denegrir a honra dos participantes ou seus familiares. Isso também é crime.

Gostou da nossa matéria “Os crimes no BBB da pandemia“?

Os crimes no BBB da pandemia
Francisco Gomes Jr.. Foto: Divulgação

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.704 outros assinantes

fome pobreza miséria alimentar

A pandemia e a insegurança alimentar

Fernando Rizzolo é o autor de “A pandemia e a insegurança alimentar”

Não há nada neste mundo que humilhe e desespere mais uma pessoa do que a percepção da fome se aproximando. Entre todas as tragédias da humanidade, a fome, a miséria e o desalento formam uma tríade que acaba despersonalizando o ideal de sobrevivência, mormente quando o provedor familiar se vê impotente mediante a realidade econômica de prover sua família.

O grande choque ideológico com a chegada da direita, extrema direita ou “liberais” ao poder, no Brasil, foi o pouco alcance de medidas eficazes sobre os efeitos da pandemia na vida dos mais pobres. Do ponto de vista sanitário, tentou-se o negacionismo, bem como as “terapias alternativas” como forma de socorrer os infectados. Uma arriscada medida que se baseou em uma receita dos EUA chancelada pelo ex-presidente Donald Trump e implementada aqui no Brasil, violando e contrariando conceitos científicos que recusavam essa “terapia cloroquínica”.

Tal situação levou o Brasil a um desdobramento da pandemia que foi muito mais mortífero entre pessoas negras do que entre as brancas no estado de São Paulo ao longo de 2020 – até por ser este, do ponto de vista alimentar, um grupo muito mais carente. Morreram 46,7 mil pessoas em decorrência dessa doença no território paulista segundo um estudo da Vital Strategies com apoio do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento.

Isso corrobora aquilo que prevíamos, ou seja, em São Paulo, em que 40% da população é negra (preta ou parda), em virtude de um racismo estrutural, o número de mortes entre essa população aumentou em 25%, enquanto entre a população branca o aumento foi de 11,5%. Muito embora esses dados sirvam apenas para sublinhar um recorte da miséria que assola todas as etnias, afinal, no Brasil, mais de 125,6 milhões de pessoas não se alimentam como deveriam ou já anteriormente avistavam problemas futuros com a pandemia de coronavírus no tocante à segurança alimentar, segundo estudo da Universidade Livre de Berlim, na Alemanha. O estudo também demonstra que 31,7% disseram ter insegurança alimentar leve, 12,7% disseram ter insegurança moderada e 15% demonstraram insegurança grave (fome propriamente dita).

Nesse quadro, o Nordeste apresenta situação mais grave, pois a insegurança alimentar atinge 73,1% das pessoas, a região Norte apresenta com 67,7%, a Centro-Oeste aparece com 54,6% e o Sudeste com 53%. A região com melhor situação é o Sul, com 51,6%, o que tampouco representa um cenário favorável, pois, do ponto de vista estatístico, mais da metade dos lares apresentam insegurança. É interessante notar que todos diminuíram em 44% o consumo de carne e 41% o de frutas.

Isto posto, a condição epidemiológica da população está mais vulnerável, quer por questões não só do aumento da miséria como pelas condições raciais, que se somam ao contexto do desemprego generalizado e das poucas contrapartidas do governo federal no sentido de salvaguardar uma renda mínima digna, e que tampouco foi provedor no auxílio a pequenos e microempresários, que tiveram seus negócios fechados. Hoje o trabalhador tem duas opções: ou fica em casa sofrendo com a fome ou se expõe à procura de um emprego, arriscando-se em aglomerações que muitas vezes o acabam infectando.

O atraso nas demandas de contenção da pandemia por parte do governo federal é mais uma faceta da sombria condição de vulnerabilidade social, em que o fogão a gás foi trocado pelo fogão a lenha, pois pagar R$ 100,00 (cem reais) pelo bujão de gás significa muito para quem está sem condições verdadeiras de levar uma vida digna.

Fernando Rizzolo é advogado, jornalista, mestre em Direitos Fundamentais.

Gostou da nossa matéria “A pandemia e a insegurança alimentar“?

A pandemia e a insegurança alimentar

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.704 outros assinantes

mendigo rua morador

Aumento da População de Moradores de Rua na pandemia

Dr Marcelo Válio é autor de ‘Aumento da População de Moradores de Rua na pandemia’

Conforme o CENSO 2019 da Prefeitura da Cidade de São Paulo, a população de rua na cidade saltou de 15.905, em 2015, para 24.344 em 2019. Aumento de 53% no período.

Contudo a meu ver, o critério da época para o CENSO foi deficitário e número real deve ser ainda maior, face o deslocamento e dinâmica dos moradores de rua, que se espalham pela cidade como um todo. Veja-se como exemplo o bairro do Campo Belo, mais precisamente nos arredores da Avenida Roberto Marinho.

Com a pandemia, infelizmente houve um crescente dos moradores de rua, e essa situação é notória e flagrante junto a Praça da Sé e a Faculdade de Direito do Largo São Francisco da USP.

Anteriormente as causas típicas eram crise econômica, desemprego, renda, conflitos familiares, moradia, saúde, migração, saída do sistema penitenciário e uso abusivo de álcool e drogas.

Hoje, além desses fatores, a Pandemia da COVID 19 foi fatal para esse enorme aumento. Famílias tiveram que deixar suas casas diante da falta de condições em pagar seus alugueis, e um novo perfil de moradores de rua nasceu.

O Ipea estimou, em estudo publicado em março de 2020, que o número de pessoas em situação de rua chegou a 222 mil. Esse novo perfil de morador de rua revela que eram trabalhadores simples e humildes, com filhos em escolas municipais e estaduais, e que se sustentavam com seus mínimos rendimentos, gerando anteriormente uma mínima condição digna de vida.

Contudo, muitos agora estão em situação indigna e de pobreza extrema. E o acolhimento municipal que já era precário, agora é ainda maior. Não houve um mínimo de coordenação nacional para uma resposta de acolhimento para essas pessoas durante a pandemia.

As medidas de acolhimento urgente na Pandemia não foram diferentes das épocas sem Pandemia. A invisibilidade social da população em situação de rua é notória.
Faltou e falta política de urgência na vigilância em saúde e socioassistencial da população de rua em plena Pandemia.

Os invisíveis continuam invisíveis e agora são muito mais discriminados pois a sociedade já parte da idéia que estão infectados pelo vírus da COVID 19. Isso fez com que as atitudes solidárias diminuíssem também. Muitos que levavam comida e roupas aos moradores de rua deixaram de praticar sua solidariedade por medo.

Nesses casos, é o Poder Público que deve dar uma resposta imediata e urgente, pois o problema social pode se agravar, com risco de cumulação de um surto de COVID junto a essa sofrida população.

Recordo-me, quando tinha escritório na Rua Senador Paulo Egídio, de inúmeras conversas com adolescentes e adultos de rua. Lecionava também em uma Universidade na XV de Novembro e acabei ajudando muitos moradores com simples conversas.

A atenção e uma mínima palavra já era uma ajuda. Muitas vezes comprava marmitas e doava roupas. Muitos se tornaram amigos. Entretanto, os problemas de subsistência desta população ganharam maior evidência na PANDEMIA.

Diante da gravidade e de calamidade pública junto a essa população, é minha obrigação reiterar que os moradores de rua são sujeitos de direto, com direitos garantidos em lei.

Pandemia e Aumento da População de Moradores de Rua

Todo morador na rua têm direitos fundamentais que devem ser respeitados, implementados e efetivados. Tem direito à vida com saúde, trabalho, educação, segurança, moradia, assistência social e lazer.

Tratar o ser humano morador de rua sem o devido respeito aos seus mínimos direitos, é no mínimo ferir o princípio da dignidade da pessoa humana. As pessoas de rua têm o direito de ficar nos espaços públicos e são livres para estarem nesses locais, não podendo ser desrespeitadas no seu direito de ir, vir e permanecer.

Têm direito a uma moradia digna e participar de programas especiais de moradia através de habitação popular federal, estadual e municipal. Outrossim é direito também desta numerosa população, o social de exercício de qualquer tipo de trabalho, ofício ou profissão, atendimento a saúde adequada, a alimentação digna, a educação, ao lazer e ao esporte.

Assim, indispensável uma atuação forte do Ministério Público e da Defensoria Pública para a tutela desta sofrida população.  

Sobre o professor pós doutor Marcelo Válio: graduado em 2001 PUC/SP, Marcelo Válio é especialista em direito constitucional pela ESDC, especialista em direito público pela EPD/SP, mestre em direito do trabalho pela PUC/SP, doutor em filosofia do direito pela UBA (Argentina), doutor em direito pela FADISP, pós doutor em direito pelo Universidade de Messina (Itália) e pós doutorando em direito pela Universidade de Salamanca (Espanha), e é referência nacional na área do direito dos vulneráveis (pessoas com deficiência, autistas, síndrome de down, doenças raras, burnout, idosos e doentes).

Gostou da nossa matéria “Aumento da População de Moradores de Rua na pandemia“?

Aumento da População de Moradores de Rua na pandemia
Dr° Marcelo Válio. Foto:
Divulgação

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.704 outros assinantes

elotech

Empresa de software abre vagas de programação, testes e suporte

Elotech, maior empresa de software de gestão pública do Paraná, abre 23 vagas abertas para trabalho presencial ou home office

A Elotech, empresa referência em tecnologia para gestão pública, está com 23 vagas abertas. São diversas oportunidades para as áreas de programação, testes e suporte, entre outras, com possibilidade de trabalho presencial ou home office.

São desejados profissionais que trabalham com metodologias ágeis, equipes multidisciplinares em ambientes de estímulo ao crescimento e autonomia, são considerados diferenciais a proatividade, trabalho em equipe, comunicação clara e conhecimento de linguagens específicas para cada função.

Dentre os benefícios ofertados pela empresa estão:  vale alimentação/refeição; plano de saúde e odontológico, seguro de vida, aplicativo para prática de atividades físicas, convênios com instituições de ensino, entre outros. 

Localizada em Maringá, cidade considerada polo de software do Paraná e a melhor cidade para se morar no país, a empresa oferece sistemas completos e integrados para todas as áreas da administração pública.

Com um forte compromisso em proporcionar um excelente ambiente de trabalho para os colaboradores, a Elotech foi eleita a 10ª melhor empresa de médio porte para se trabalhar no Paraná e a 17ª melhor empresa de TI para se trabalhar no Brasil em 2020.

“Há mais de 14 anos fazemos parte do ranking de melhores empresas para se trabalhar no Brasil. Acreditamos nas pessoas e adotamos a cultura de equipes autogerenciáveis, que valorizam a autonomia e os resultados. Para nossos clientes e colaboradores, reafirmamos a crença que a tecnologia só tem sentido se for para melhorar a vida das pessoas”, afirma o líder de desenvolvimento e sócio-diretor da Elotech, Marco Aurélio Castaldo Andrade.

Confira as vagas abertas:

  • Programador(a) Delphi
  • Programador(a) Java
  • Desenvolvedor(a) Front-end (Angular ou React)
  • Analista de Testes
  • Analista de Inteligência de Negócio (BI)
  • Analista de Suporte Técnico (Contábil e Administrativo)

Para conferir todas as vagas disponíveis e os requisitos necessários, acesse https://www.elotech.com.br/vagas/.

Sobre a Elotech:

Com mais de 35 anos de experiência no mercado de tecnologia, a Elotech é a maior empresa de software de gestão pública do Paraná com produtos e serviços de excelência e qualidade superior. Oferece tecnologia de ponta, eficiência e transparência para mais de 550 entidades em todo o país. As soluções da empresa maringaense são voltas aos segmentos de educação, saúde, social, recursos humanos, administração, arrecadação e contabilidade.  A Elotech tem conquistado os melhores prêmios de gestão e inovação. É a 23ª melhor empresa para trabalhar no Brasil na categoria médio porte e a melhor empresa maringaense no Ranking Nacional do Great Place to Work (GPTW). Também possui certificações CMMI DEV SVC Nível 3, que atesta aderência ao padrão internacional de qualidade de software, e o MPS-BR DEV “F”. Entre as principais ferramentas desenvolvidas pela Elotech está o Portal Transparência, um dos mais bem ranqueados pelo Tribunal de Contas da União (TCU). A missão da empresa é fornecer tecnologia de alta qualidade, sistemas que funcionam e serviços que resolvem rapidamente o problema dos clientes.

Mais informações: https://www.elotech.com.br

Gostou da nossa matéria “Empresa de software abre vagas de programação, testes e suporte”?

Empresa de software abre vagas de programação, testes e suporte
Foto: Divulgação

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia sobre Carreiras e Trabalho, com os ensinamentos de Rogério de Caro.

Junte-se a 2.704 outros assinantes

minha casa minha vida programa casa verde amarela

Minha Casa Minha Vida: O que mudou em 2021?

Maior programa habitacional da história do Brasil, que já entregou em torno de 4,5 milhões de unidades habitacionais em todo o país, o Programa Minha Casa Minha Vida já não existe mais. Ele foi substituído pelo Programa Casa Verde e Amarela, sancionado pelo Presidente Jair Bolsonaro em janeiro deste ano.

Com o objetivo de atender a 1,6 milhão de famílias de baixa renda até 2024, o Programa Casa Verde e Amarela traz algumas mudanças estruturais, que alteram sua própria forma de atuação. Mas quais são essas mudanças? A Plano&Plano preparou este conteúdo especialmente para você entender as diferenças entre o antigo e o novo programa e saber o que mudou no novo programa habitacional do governo.

O que é o Programa Minha Casa Minha Vida?

Lançado em 2009 pelo então Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o objetivo do Programa Minha Casa Minha Vida era combater o problema do déficit habitacional, incentivar a economia, gerar empregos por meio da construção civil e, principalmente, oferecer à população de baixa renda a possibilidade de realizar o sonho da casa própria. Esse foi um dos principais programas de seu governo, ao lado do Bolsa Família, com amplo alcance social e econômico.

Em 2008, o Brasil contabilizava um déficit habitacional de nada menos do que 7,9 milhões de moradias, segundo Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Tal número significa que 21% da população brasileira da época não tinha onde morar.

Programa Minha Casa Minha Vida oferecia condições especiais de financiamento para a população de baixa renda, por meio de subsídios, e taxas de juros abaixo do valor de mercado. Quando criado, o PMCMV estava disponível para famílias com renda mensal de até R$ 7 mil, mas esse valor passou, em 2017, para R$ 9 mil. Em cidades como Rio de Janeiro e São Paulo, por exemplo, o imóvel financiado não podia ultrapassar o valor de R$ 240 mil. Em capitais do Norte e Nordeste, o teto limite era de R$ 180 mil.

A meta do programa era construir e entregar à população um milhão de habitações até 2012, o que foi plenamente alcançado. Até aqui, o PMCMV já formalizou contratos para a construção de quase 6 milhões de unidades habitacionais , entregando cerca de 4,5 milhões de casas e apartamentos.

Como funcionava o Programa Minha Casa Minha Vida?

As concessões de benefícios do Programa Minha Casa Minha Vida eram feitas por faixa de renda. Os beneficiados foram divididos em quatro grandes grupos:

  • Faixa 1 (renda familiar mensal de até R$ 1.800,00) – até 90% de subsídio do valor do imóvel. O financiamento é pago em até 120 prestações mensais, que não podem passar de R$ 270,00, sem cobrança de juros.
  • Faixa 1,5 (renda familiar mensal até R$ 2.600,00) – até R$ 47.500,00 de subsídio, com cobrança de 5% de juros ao ano.
  • Faixa 2 (renda familiar mensal de até R$ 4 mil)- subsídio de até R$ 29 mil, com cobrança de juros de 5 a 7% ao ano.
  • Faixa 3 (renda familiar mensal de até R$ 9 mil) – sem subsídio e cobrança de juros de 8,16% ao ano.

Os interessados em adquirir uma casa ou apartamento pelo Programa Minha Casa Minha Vida não podiam ser donos de outro imóvel e estar negativados, a exceção daqueles que estavam na faixa 1 do programa. O imóvel a ser financiado devia ser novo, e a contratação podia ser feita junto a Caixa Econômica Federal ou diretamente com uma construtora parceira, como a Plano&Plano, especialista na construção de apartamentos do programa Minha Casa Minha Vida.

O que é o Programa Casa Verde e Amarela?

O Programa Casa Verde e Amarela foi criado pelo Presidente Jair Bolsonaro para substituir o Programa Minha Casa Minha Vida. Lançado em agosto de 2020, sob coordenação do Ministério do Desenvolvimento Regional, sua meta é atender a 1,6 milhão de famílias de baixa renda até 2024.

Além de financiamento habitacional, o Programa Casa Verde e Amarela também atua na regularização fundiária e na melhoria de residências. A meta do governo é regularizar 2 milhões de moradias e melhorar 400 mil unidades habitacionais também até 2024. O Presidente Jair Bolsonaro sancionou a Lei 14.118/21 em 13 de janeiro, instituindo o Programa Casa Verde e Amarela, que substitui e elimina o Programa Minha Casa Minha Vida.

 Quais são as principais mudanças do Programa Casa Verde e Amarela?

 O Programa Casa Verde e Amarela traz algumas importantes mudanças, que ampliam sua atuação:

  • PMCMV atuava apenas com a construção e financiamento da casa própria. O programa habitacional do atual governo constrói e financia unidades habitacionais, mas também atua na regularização fundiária e na melhoria de casas e apartamentos já construídos.
  • O programa habitacional extinto tinha uma taxa de juros única para todo o país, variando apenas de acordo com a faixa do mutuário. O Programa Casa Verde e Amarela tem taxas de juros variadas de acordo com a faixa de renda e, também, a cidade onde o imóvel financiado está localizado. Cidades das regiões Norte e Nordeste tiveram uma redução nas taxas de juros em até 0,5% para famílias com renda mensal de até R$ 2 mil e 0,25% para as que ganham entre R$ 2 mil e R$ 2,6 mil.
  • Em relação à melhoria habitacional, serão contemplados proprietários de imóveis selecionados para a regularização fundiária, cuja renda familiar mensal não ultrapasse R$ 2 mil. O proprietário precisa estar cadastrado no CadÚnico.
  • Já em relação à regularização fundiária, o governo concederá o título que garante o real direito sobre o imóvel para famílias com renda mensal de até R$ 5 mil. Casas localizadas em áreas de risco ou não passíveis de regularização não serão contempladas.
  • A segmentação dos beneficiados também mudou. Agora, são 3 faixas na área urbana e mais 3 na área rural.

Na área urbana:

Faixa 1 – renda familiar até R$ 2 mil mensais

Faixa 2 – renda familiar entre R$ 2 mil e R$ 4 mil mensais

Faixa 3 – renda familiar entre R$ 4 mil e R$ 7 mil mensais

Na área rural:

Faixa 1 – renda familiar até R$ 24 mil anuais

Faixa 2 – renda familiar entre R$ 24 mil e R$ 48 mil anuais

Faixa 3 – renda familiar entre R$ 48 mil e R$ 84 mil anuais

  • As regiões Norte e Nordeste também passaram a ter um limite do valor dos imóveis financiados mais alto em cidades com até 100 mil habitantes, passando de R$ 78 mil para R$ 90 mil.
  • Valores recebidos como auxílio-doença, auxílio-acidente, seguro-desemprego e Bolsa Família, entre outros, não contarão mais no cálculo de renda para definição da faixa do programa do beneficiado.

Você sabia que a Plano&Plano é especialista em construção e financiamento de apartamentos do Programa Casa Verde e Amarela?

As mudanças do novo programa habitacional do governo e a menor taxa de juros para financiamento imobiliário da história deste País facilitaram ainda mais a possibilidade de você realizar o sonho da casa própria. Criada na década de 90, a Plano&Plano é, hoje, uma das maiores construtoras e incorporadoras do Brasil, e é uma referência quando se fala em Programa Minha Casa Minha Vida e, agora, Casa Verde e Amarela.

Além de contar com toda a segurança e confiabilidade de uma marca de sucesso, você encontrará, na Plano&Plano, condições especiais para a compra da sua tão sonhada casa própria. Converse com um de nossos especialistas e saiba como ter direito a documentação grátis (registro e ITBI) e entrada em até 60 vezes, entre outras vantagens e diferenciais que a construtora e incorporadora oferece. A Plano&Plano dispõe de apartamento em todas as regiões de São Paulo, com as melhores condições de mercado, subsídios de até R$ 29 mil e prestações mensais a partir de R$ 276,00.

Gostou de “Minha Casa Minha Vida: O que mudou em 2021??

Minha Casa Minha Vida: O que mudou em 2021?
Foto de banco / Direção de arte F&G Consultoria / Logo by logodownload.org

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Confira mais das últimas notícias. Confira nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.704 outros assinantes

Demora do governo em socorrer empresas pode ampliar desemprego

Banco de horas, negociação sindical para redução de jornada e férias coletivas são alternativas que muitas empresas têm adotado para evitar demissões e encerramento das atividades, enquanto programas como Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda (BEm) de apoio às empresas não são reeditados pelo governo federal. Essas medidas foram criadas no ano passado para ajudar o setor empresarial a enfrentar a retração do mercado e deveriam ter sido anunciadas em março para nova implantação. Demora do governo em socorrer empresas pode ampliar desemprego.

No entanto, um impasse em relação à sanção do Orçamento 2021 travou o processo de implantação desses programas e coloca em risco a sobrevivência de muitas empresas, pois sem a aprovação da lei orçamentária não é possível definir de onde sairá o dinheiro para essas iniciativas.

“Os empresários estão lutando com as armas que possuem, mas sem qualquer subsídio do governo ou flexibilização da legislação trabalhista, para manter as empresas funcionando. Certamente, essa demora prejudicará a preservação do emprego e a sobrevivência das empresas no mercado”, diz Fernando Kede, advogado especialista em Direito do Trabalho Empresarial.

Medidas como o BEm (Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda), que é uma complementação paga pelo governo a trabalhadores com jornadas e salários reduzidos ou contrato suspenso, e o Pronampe, programa que libera crédito emergencial e de baixo custo a pequenas empresas, têm sido esperadas pelos empresários que veem suas receitas diminuírem com o avanço da pandemia e as restrições impostas para conter a disseminação do vírus. “As empresas estão aguardando ansiosamente pela reedição das medidas adotadas em 2020, principalmente o BEm, que desafoga a folha de pagamento, o maior custo de uma empresa”, afirma Kede.

Outras ações também são aguardadas pelo empresariado, como a permissão para antecipação de férias individuais e a ampliação de prazo para o recolhimento do Fundo de Garantia (FGTS). “Tais medidas socorreram as empresas em 2020 no período em que suas atividades ficaram suspensas e ajudaram a preservar emprego e renda. É preciso que sejam novamente reeditadas para dar fôlego aos empresários”, diz o especialista. “Sem elas, o resultado será demissões, encerramento das atividades e aumento de demanda na Justiça do Trabalho”, completa.

Gostou de “Demora do governo em socorrer empresas pode ampliar desemprego?

Demora do governo em socorrer empresas pode ampliar desemprego
O advogado especialista em Direito do Trabalho Empresarial, Fernando Kede. Foto:
Divulgação

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Confira as notícias do Brasil. Confira nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.704 outros assinantes

candidatos receberam auxílio emergencial

Auxílio Emergencial 2021: Impactos da pandemia serão sentidos

DIRECIONAMENTO DO AUXÍLIO EMERGENCIAL EM 2021 MELHORA, MAS FAMÍLIAS AINDA VÃO SENTIR IMPACTO ECONÔMICO, DIZ ECONOMISTA DA ESPM

Economista Leonardo Trevisan compara os dois momentos do auxílio emergencial e diz que famílias em vulnerabilidade sofrem com outros fatores relacionados à pandemia, como o aumento dos preços de produtos da cesta básica e a redução das doações


Nesta semana, o governo federal iniciou a segunda rodada do auxílio emergencial, colocando em prática a sua estratégia de melhorar o direcionamento dos recursos a fim de abranger certos setores econômicos. ?Os 600 reais pagos no ano passado tiveram um efeito multiplicador, que atingiu diversos setores da economia, inclusive chegando a áreas de consumo que provavelmente nem estavam previstas?, diz Leonardo Trevisan, economista e professor da ESPM. ?Desta vez, o governo montou um banco de dados que permite fazer uma análise estruturada e direcionar melhor a quem destinar a ajuda. A Caixa Econômica conseguiu identificar fraudes, padrões de renda, e famílias mais necessitadas.?

Ainda assim, para muitos grupos vulneráveis o momento atual é mais crítico. ?Há fatores como aumento dos preços de produtos da cesta básica e do gás e a diminuição de doações por parte de empresas e até de pessoas físicas?, afirma Trevisan. ?Isso tudo num momento em que ninguém consegue prever quanto tempo ainda conviveremos com os efeitos da pandemia de covid-19.”

Sobre a ESPM
A ESPM é uma escola de negócios inovadora, referência brasileira no ensino superior nas áreas de Comunicação, Marketing, Consumo, Administração e Economia Criativa. Seus 12 600 alunos dos cursos de graduação e de pós-graduação e mais de 1 100 funcionários estão distribuídos em oito campi – quatro em São Paulo, dois no Rio de Janeiro, um em Porto Alegre e um em Florianópolis. O lifelong learning, aprendizagem ao longo da vida profissional, o ensino de excelência e o foco no mercado são as bases da ESPM.

Gostou de “Auxílio Emergencial 2021: Impactos da pandemia serão sentidos?

Auxílio Emergencial 2021: Impactos da pandemia serão sentidos
Lançamento do aplicativo CAIXA|Auxílio Emergencial

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Confira as notícias do Brasil. Confira nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.704 outros assinantes

motorola indigena

Motorola acrescenta língua indígena da Amazônia nos smartphones

Além de Nheengatu, falado na Amazônia, a língua Kaingang também estará disponível entre os cerca de 80 idiomas suportados na interface do Android; Confira sobre Motorola acrescenta língua indígena da Amazônia nos smartphones

A Motorola continua a abraçar a inclusão por meio do conceito “Tecnologia mais inteligente para todos” e acrescentou duas línguas indígenas ameaçadas de extinção em seus dispositivos, tornando-se a primeira fabricante de telefones celulares do mundo a dar suporte a um idioma indígena falado na Amazônia. 

Agora, qualquer pessoa que tenha um dos novos dispositivos da Motorola, ou que seja atualizado para o Android 11, poderá acessar as línguas Kaingang e Nheengatu como parte dos outros 80 idiomas suportados na interface do Android e disponíveis em smartphones Motorola. O projeto teve como principal objetivo dar acesso às línguas indígenas por meio da tecnologia, visando também a preservação e perpetuação das mesmas no mundo digital.   

A Motorola sabe que as populações indígenas estão interagindo com a tecnologia móvel, e fazem parte dos diversos grupos que constituem sua base de consumidores. Com grande parte dos seus usuários presentes na América Latina, a empresa percebeu que nenhuma das línguas indígenas faladas no Brasil ou nos demais países do continente estão presentes no Android. E tampouco faziam parte do padrão de codificação de caracteres universal, Unicode, que compõe os fundamentos para inclusão e representação digital em uma variedade de interfaces digitais.

Motorola acrescenta língua indígena da Amazônia nos smartphones
Cauã Wirapayé, integrante da comunidade indígena Amazônica, Nheengatu. Foto: Divulgação

Antes da chegada dos portugueses ao Brasil, aproximadamente 1.215 línguas eram faladas no território. E, com o tempo, muitas dessas línguas deixaram de existir. Hoje, 500 anos depois, apenas cerca de 200 delas permanecem vivas. Em menos de um século, esse número poderá chegar a zero. Quando uma língua desaparece, morre também com ela a história, a cultura e a identidade daquela população. E um patrimônio cultural é extinto.

Neste cenário, a Motorola tomou a decisão de trabalhar para preservar e revitalizar algumas dessas linguagens por meio de nossa experiência de software. Atuamos em parceria com o professor e especialista Wilmar da Rocha D’Angelis, da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), e representantes de cada uma dessas comunidades indígenas, para adicionar Kaingang, falada no Sul e Sudeste do Brasil, e Nheengatu, falada na Amazônia, Colômbia e Venezuela, aos nossos dispositivos por meio do Android.

“Estamos sendo pioneiros, dando um passo importante em direção a uma experiência móvel mais inclusiva. Nosso trabalho foi marcado pelo desejo de contribuir para a revitalização das línguas indígenas que, segundo a Unesco, estão correndo risco de extinção. Nossa meta foi viabilizar que falantes de Kaingang e Nheengatu pudessem usar a tecnologia como ferramenta de empoderamento da sua cultura”, diz Janine Oliveira, diretora executiva de Globalization Software da Motorola Mobility. “Ao compartilhar nossa inovação com outros fabricantes e profissionais da globalização, estamos ampliando o impacto desse projeto, pavimentando o caminho para que mais línguas indígenas estejam disponíveis no Android no futuro”, completou.

Como a integração de línguas nativas escrita é crucial para sua preservação, a Motorola segue trabalhando junto com o Google para disponibilizar essas línguas em AOSP e Google Gboard. Também segue atuando em parceria com o Consórcio Unicode, para assegurar que todos os dados das línguas coletados com seu apoio sejam de fonte aberta.

A Motorola continua conduzindo pesquisas em comunidades indígenas e está engajada com equipes regionais para enriquecer as experiências com a marca e melhorar a vida dos consumidores.

Gostou de “Motorola acrescenta língua indígena da Amazônia nos smartphones?

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre o que acontece nas cidades do Grande ABC. Confira nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.704 outros assinantes

Companhias com melhor reputação 2020: McDonald’s é destaque

A rede de alimentação alcançou a 32ª posição no ranking de companhias com melhor reputação 2020 publicado pela MERCO

O McDonald’s é a única empresa do setor alimentício no ranking anual divulgado pelo Monitor Empresarial de Reputação Corporativa (MERCO). A pesquisa avalia as 100 empresas e os 100 líderes com melhor imagem no Brasil, levando em conta tanto resultados econômicos e financeiros como o compromisso com a ética e responsabilidade corporativa, além de outros valores.

A marca, operada pela Divisão Brasil da Arcos Dorados, alcançou o 32ª lugar entre as empresas melhor avaliadas do ranking, subindo três posições em relação aos resultados do ano passado. O CEO da rede, Paulo Camargo, marcou presença no Top 30 dos líderes empresariais com a melhor reputação, ocupando a 25ª posição do ranking.

Paulo Camargo é Presidente do McDonald’s no Brasil

Em 2020, o desafio para as empresas foi ainda maior pelo cenário e desafios impostos pela pandemia. A pesquisa apontou as companhias e líderes que conseguiram manter os seus negócios funcionando sem deixar de lado a sua responsabilidade social em meio à crise da COVID-19.

“A trajetória em 2020 foi ainda mais desafiadora que o usual. O cenário que a pandemia impôs a toda a sociedade exigiu uma adaptação rápida do nosso trabalho, priorizando ainda mais o cuidado às nossas pessoas e aumentando o rigor dos protocolos de segurança e higiene em nossos restaurantes. Além de focarmos nossa operação nos serviços de Drive-Thru e McDelivery, que se mostraram fundamentais para a continuidade dos negócios nos momentos de maior restrição de circulação, contribuímos positivamente com as comunidades onde estamos presentes, organizando a entrega de toneladas de alimentos in natura para instituições que combatem a fome e doando 100 mil refeições para profissionais da linha de frente no combate à COVID-19″, comenta David Grinberg, VP de Comunicação Corporativa da Arcos Dorados.

Além da preocupação em entregar para os clientes finais produtos saborosos e de alta qualidade e com o equilíbrio nutricional necessário, a empresa tem focado, nos últimos anos, suas estratégias e comunicação em temas que geram confiança e empatia por parte de seus públicos.

“Conscientes de nossa responsabilidade, desenvolvemos uma plataforma de compromisso social e desenvolvimento sustentável chamada Receita do Futuro, que nos orienta sobre compromissos relacionados à geração do primeiro emprego formal a milhares de jovens, à Reciclagem, Mudanças Climáticas, Abastecimento Sustentável, entre outros. Esse conjunto de fatores, aliado a um trabalho dedicado de fazer comunicação de forma consistente e transparente, nos rendeu o crescimento no ranking”, conclui o executivo.

Sobre a Arcos Dorados

A Arcos Dorados é a maior franquia independente do McDonald’s do mundo e a maior rede de serviço rápido de alimentação da América Latina e Caribe. A companhia conta com direitos exclusivos de possuir, operar e conceder franquias locais de restaurantes McDonald’s em 20 países e territórios dessas regiões. Atualmente, a rede possui mais de 2.200 restaurantes, entre unidades próprias e de seus subfranqueados, que juntos empregam mais de 100.000 funcionários (dados de 31/12/2020).

A empresa também mantém um sólido compromisso com o desenvolvimento das comunidades nas quais está presente e com a geração de primeiro emprego formal para jovens, além de utilizar sua escala para impactar de maneira positiva o meio-ambiente. A Arcos Dorados está listada na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE: ARCO). Para saber mais sobre a Companhia por favor visite o nosso site: www.arcosdorados.com

Gostou de “Companhias com melhor reputação 2020: McDonald’s é destaque?

Companhias com melhor reputação 2020: McDonald's é destaque
O McDonald’s é a única empresa do setor alimentício no ranking anual divulgado pelo Monitor Empresarial de Reputação Corporativa (MERCO). Foto: Divulgação

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre o que acontece nas cidades do Grande ABC. Confira nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.704 outros assinantes

Concentradores de oxigênio serão doados por grandes empresas

Concentradores de oxigênio serão utilizados para o tratamento de pacientes com Covid-19 em suas próprias localidades, evitando o deslocamento e sobrecarga de hospitais; a iniciativa atende a uma chamada pública da Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia em apoio ao Ministério da Saúde, a logística dos itens ficará sob responsabilidade do SUS.

Um grupo de 12 empresas se uniu em uma ação coletiva para viabilizar a doação de mais de 5.000 concentradores de oxigênio, que serão utilizados para o tratamento de pacientes com Covid-19 em suas próprias localidades, evitando deslocamentos para outras cidades e, consequentemente, a sobrecarga de hospitais. O concentrador de oxigênio é um equipamento que separa o oxigênio do ar e o fornece ao paciente em um fluxo direto e contínuo, contribuindo para a melhora de sua capacidade respiratória, uma das áreas mais afetadas pelas consequências da Covid-19.

Participam desta iniciativa as seguintes empresas: Bradesco, BRF, B3, Embraer, Gerdau, Grupo Ultra, Itaú Unibanco, Magazine Luiza, Marfrig, Natura & Co, Suzano e Unipar. O Grupo atendeu a uma chamada pública feita pela Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, em apoio ao Ministério da Saúde, para a aquisição de concentradores de oxigênio. A Air Liquide Brasil, líder mundial em gases, tecnologias e serviços para a indústria e saúde, fez a cotação geral para a importação dos equipamentos, ao custo total de R$ 35 milhões.

O uso dos concentradores doados nesta ação terá papel fundamental no combate à pandemia e consequente desafogamento do sistema hospitalar. Considerando que o tempo médio de uso do aparelho por paciente pode variar entre uma ou duas semanas, a expectativa é de que os mais de 5 mil concentradores atendam, mensalmente, entre 10 mil e 20 mil pacientes.

Cada concentrador substitui, em média, 21 cilindros de oxigênio. Juntos, os equipamentos doados suprirão o equivalente a uma produção mensal de 1.100.000 metros cúbicos do insumo, volume que demandaria mais de 108 mil cilindros por mês para ser armazenado. A quantidade de oxigênio fornecida por meio dos concentradores contribuirá ainda para evitar a sobrecarga na capacidade produtiva da indústria de gases.

A praticidade no manuseio é outra característica de destaque no uso dos concentradores. Cada equipamento pesa aproximadamente 15 quilos e necessita apenas de energia elétrica para funcionar. Essas condições facilitam o transporte e uso, inclusive, nas regiões mais remotas do País. A durabilidade também é um diferencial destes equipamentos. Os concentradores doados têm uma vida útil estimada em sete anos.

Os mais de 5 mil concentradores de oxigênio adquiridos nesta ação serão entregues ao Ministério da Saúde, a quem caberá a responsabilidade de fazer a logística de distribuição dos equipamentos. A expectativa é que os aparelhos sejam enviados aos seus locais de destino no decorrer do mês de abril.

Com essa iniciativa coletiva, as empresas somam seus esforços no enfrentamento à pandemia de Covid-19, em um de seus momentos mais agudos no Brasil. As companhias participantes desta ação estão comprometidas com os esforços da sociedade para salvar vidas e com o apoio ao Poder Público, em suas diferentes esferas, nas ações de superação à crise sanitária.

Gostou de “Concentradores de oxigênio serão doados por grandes empresas?

Concentradores de oxigênio
Concentradores de oxigênio. Foto: Divulgação/Internet

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre o que acontece nas cidades do Grande ABC. Confira nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.704 outros assinantes

Cão Cidadão é a foto vencedora do 9º Salão

O 9º Salão Nacional de Arte Fotográfica divulgou neste domingo em uma live o resultado e as obras classificadas, sendo que a fotografia intitulada Cão Cidadão recebeu a Medalha de Ouro nesse concurso nacional promovido pelo Fotoclube ABCclick, de São Caetano do Sul.

De autoria de Joilton Elias, morador de São Paulo capital, a foto recebeu uma média de 8 votos em cada 10 jurados que a avaliaram. O Júri Técnico foi composto por duas dezenas de representantes de fotoclubes brasileiros.

Cão Cidadão é a foto vencedora do 9º Salão
Cão Cidadão. Foto: Joilton Elias

Elias conta que “chegando na casa de um amigo, visualizei a cena. Por obra do acaso, a câmera estava no banco de trás, incrivelmente algo não tão comum. Fiz uns sete ou oito cliques”. Mas quem acha que ele gostou de imediato da foto, não foi bem assim. “Ficou guardada no HD desde 2016, quando fiz a foto, pois não enxergava potencial na imagem”. O fotógrafo conta que nos dias seguintes apresentou a um amigo professor de fotografia que sugeriu convertê-la em PB. “Então a magia se fez”, completa Joilton Elias.

Cão Cidadão é a foto vencedora do 9º Salão
Olha a Chuva Foto: Andreza Cunha

Já a segunda colocada, que recebeu a Medalha de Prata, é de autoria de Andreza Cunha, afiliada ao Fotoclube de Cine Foto Clube de Amparo, da cidade de mesmo nome no interior de São Paulo. A terceira colocada, Medalha de Bronze, recebeu a mesma quantidade votos, sendo o desempate deferido pela colocação da fase anterior, da Votação Popular. De autoria de Priscila Beal, sócia do Foto Clube Rio Preto e Branco, da cidade de São José do Rio Preto, SP.

Isolamento. Foto: Priscila Beal

Todas as 100 fotos selecionadas estão expostas virtualmente no site do Fotoclube ( www.abcclick.com.br/9salao). Da região do Grande ABC houve diversos classificados, como a fotógrafo Priscila Zambotto e Douglas Almeida, esse último com duas fotos recebendo Medalha de Honra. Além deles, Clelgen e Magali Maschi também foram agraciados com Medalhas de Honra, fazendo assim que o Fotoclube ABCclick fosse o mais pontuado entre todos os fotoclubes.

O 9º Salão Nacional de Arte Fotográfica ABCclick foi um projeto aprovado e financiado pela Lei Aldir Blanc, através da Secretaria Municipal de Cultura de São Caetano do Sul, sendo realizado pelo Fotoclube ABCclick. A etapa do Júri Técnico será em março de 2021 e os resultados divulgados após essa fase.

Serviço:
9º Salão Nacional de Arte Fotográfica ABCclick
Realização: Fotoclube ABCclick ( www.abcclick.com.br)
Parceria com a Secretaria Municipal de Cultura de São Caetano do Sul
Projeto aprovado e financiado pela Lei Aldir Blanc
Supervisão da Confederação Brasileira de Fotografia (CONFOTO)
Mais informações pelo site www.abcclick.com.br/9salao

Gostou de “Cão Cidadão é a foto vencedora do 9º Salão?

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre o que acontece nas cidades do Grande ABC. Confira nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.704 outros assinantes

Museu das Minas e do Metal: Programação Cultural em debate

Museu das Minas e do Metal: Programação Cultural em debate

Dando sequência a programação digital diversa e gratuita, o Museu das Minas e do Metal oferece nesta quinta, a partir das 19h, um bate-papo com o tema “Programação, ainda é possível?”, reunindo 4 programadoras de espaços dedicados à fruição cultural.

O setor cultural foi certamente um dos mais impactados com o avanço da pandemia e as medidas de isolamento social. Museus, teatros, casas de shows e espaços destinados à cultura foram fechados e a arte precisou de adaptar à nova realidade para continuar chegando até as pessoas. Em contrapartida, o público pode perceber o quão essencial deve ser este convívio com as manifestações culturais, contribuindo para a nossa saúde mental, além de provocar reflexões no ser humano.  

O MM Gerdau promove nesta quinta o segundo encontro virtual da programação de abril. A partir das 19h, 4 convidadas irão debater sobre o tema “Programação, ainda é possível?”, elaborado a partir de questionamentos levantados pelo programador cultural António Pinto Ribeiro em seu livro “Questões Permanentes: ensaios escolhidos sobre cultura contemporânea”, que traz a pergunta: “Programar em nome de quê? Ainda do Humano?”.

Assim, o Museu lançou um convite às diretoras, curadoras, gestoras e programadoras culturais de diversos espaços localizados em cidades distintas como Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Itabirito(MG), para uma conversa conjunta e reflexões sobre os desafios de criação e desenvolvimento de programações culturais para múltiplos espaços. Participam deste encontro: Clarisse Marinho (diretora de Extensão das Artes da Secretaria de Patrimônio Cultural e Turismo de Itabirito-MG), Karla Bittar Silveira (gerente de Cultura do SESI-Cultura), Keyna Eleison (diretora Artística do MAM – Museu de Arte Moderna-RJ) e Milena Lago (gerente de Programação da Fundação Clóvis Salgado – Palácio das Artes e Serraria Souza Pinto). A ação terá transmissão ao vivo no canal do Youtube do museu, incluindo  tradução em LIBRAS.

A atividade é uma oportunidade de reflexão e troca de experiências entre importantes profissionais do mercado cultural, contribuindo para esclarecer e mapear os principais desafios na condução e na curadoria de programação dos espaços culturais no país.

:: SOBRE O MM GERDAU O MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal ::

 |@mmgerdau |  

MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal, integrante do Circuito Liberdade desde 2010, é um museu de ciência e tecnologia que apresenta de forma lúdica e interativa a história da mineração e da metalurgia. Em 20 áreas expositivas, estão 44 exposições que apresentam, por meio de personagens históricos e fictícios, os minérios, os minerais e a diversidade do universo da Geociências.

O Prédio Rosa da Praça da Liberdade, sede do Museu, foi inaugurado em 1897, juntamente com Belo Horizonte. Tombado pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico (IEPHA), o edifício passou por meticuloso trabalho de restauro, que constatou que a decoração interna seguiu o gosto afrancesado da época, com vocabulário neoclássico e art nouveau.  O projeto arquitetônico para a nova finalidade do Prédio Rosa, que já foi Secretaria do Interior e da Educação, foi feito por Paulo Mendes da Rocha e a expografia, que usa a tecnologia como aliada da memória e da experiência, é de Marcello Dantas.

O Museu funciona de terça a domingo, das 12 às 18h, e na quinta, das 12 às 22h, entrada franca. Para além da exposição permanente, o MM Gerdau oferece uma programação diversa e para todas as idades. Todas as atividades são gratuitas.

O MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal é patrocinado pela Gerdau, via lei Federal de Incentivo à Cultura, com o apoio da Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM).

PROGRAMAÇÃO e INFORMAÇÕES COMPLETAS: @mmgerdau

Instagram: @mmgerdau

Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=Qv9wh8j6hqM

Serviço:

08/04 – quinta-feira

Bate-papo “Programação, ainda é possível?”, com Clarisse Marinho (diretora de Extensão das Artes da Secretaria de Patrimônio Cultural e Turismo de Itabirito-MG), Karla Bittar Silveira (gerente de Cultura do SESI-Cultura), Keyna Eleison (diretora Artística do MAM – Museu de Arte Moderna-RJ) e Milena Lago (gerente de Programação da Fundação Clóvis Salgado – Palácio das Artes e Serraria Souza Pinto

Horário: 19h

Transmissão ao vivo pelo YouTube – MM Gerdau, incluindo tradução em libras

Gostou de “Museu das Minas e do Metal: Programação Cultural em debate?

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre o que acontece no Brasil. Confira nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.704 outros assinantes

Motorola lança campanha global da nova família moto g no Brasil

Motorola lança campanha campanha global, que celebra o novo e mais potente lançamento da marca queridinha dos brasileiros, terá presença marcante nos principais meios de comunicação

Motorola lança campanha global da nova família moto g no Brasil
Motorola lança campanha global. Foto: Divulgação

Após 10 gerações de sucesso absoluto de vendas, como a família moto g poderia elevar ainda mais a experiência do consumidor à potência máxima? Para a Motorola, a resposta está no lançamento dos novos moto g100, moto g30 e moto g10. O novo moto g100 é o carro chefe da nova família e vem com a exclusiva plataforma Ready For, estrela da nova campanha global da marca. Uma plataforma que, de forma simples e prática, é capaz de transformar qualquer tela com entrada HDMI em uma extensão do smartphone permitindo levar jogos, filmes e vídeos para a tela grande, fazer videochamadas com inteligência artificial, ter mais produtividade com o modo desktop móvel, além de ter câmeras inteligentes que acompanham movimentos para criação de conteúdos.

“A Motorola vem em uma crescente nos últimos anos, tanto em termos de portfólio de produtos quanto em reforço de identidade da marca. E quando falamos em moto g, a família mais querida dos nossos consumidores, temos o dever de superar suas expectativas e elevar sua experiência. E portanto, iniciamos nossa campanha com a comunicação da mais nova e exclusiva plataforma Ready for” comenta Juliana Mott, head de Marketing da Motorola.

Além dos novos modelos g10, g30 e g100 e a plataforma Ready For, com nova nomenclatura que segue a tendência da indústria, a Motorola aposta no mercado brasileiro para lançar outras duas inovações. A primeira delas é o projeto pioneiro e piloto que vai aguçar um novo sentido do consumidor, o olfato, com a fragrância da marca motorola. A assinatura olfativa da marca poderá ser sentida nos novos moto g100 e moto g30 quando a embalagem dos modelos é aberta. Esse projeto foi desenvolvido com exclusividade em parceria com a Firmenich, a maior empresa privada do mundo no ramo de perfumes e aromas. 

A Motorola também aposta na inclusão por meio da tecnologia, e, seguindo a missão de levar tecnologia para todos, em mais uma iniciativa pioneira tornou as línguas indígenas caingangue e nheengatu, ameaçadas de extinção no Brasil, disponíveis para qualquer pessoa que tenha um dos novos dispositivos da Motorola, ou que esteja atualizado para Android 11. O projeto contou com o trabalho e empenho de uma equipe de acadêmicos, linguistas e indígenas falantes dos dois idiomas, uma vez que a integração de línguas nativas à escrita é crucial para sua preservação. Todos os dados das línguas coletados com o apoio da Motorola são de fonte aberta, e a marca também incentiva que mais línguas indígenas estejam disponíveis no Android no futuro. 

“Nunca trouxemos tantas novidades em um pacote só. Levamos recursos de topo de linha para a família g; criamos maior conexão com nossos consumidores, até mesmo por meio do olfato, sentido até então ignorado pela indústria. A plataforma Ready For abraça a nossa missão de ‘tecnologia mais inteligente para todos’ e vem descomplicar a vida dos consumidores que, neste momento, têm de trabalhar, estudar e se divertir dentro de casa. Fomos além e promovemos acessibilidade e acesso por meio de novas línguas indígenas, conclui Juliana.  

A nova campanha Ready for, assinada pela Magma, conta com um filme de 30 segundos focado na plataforma Ready For e nos novos modelos. A partir de hoje, a campanha será veiculada na TV aberta, na Rede Globo, e por assinatura, e também contará com grande presença on-line em canais próprios e de influenciadores que se conectam com os valores da marca. Toda a campanha também estará presente nos canais digitais da Motorola Brasil.

Gostou de “Motorola lança campanha global da nova família moto g no Brasil??

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre o que acontece no Brasil. Confira nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.704 outros assinantes

Cilinflex está contratando

Como enfrentar o desemprego e se preparar para o mercado?

Perder o emprego pode deixar a pessoa em uma posição de vulnerabilidade, se sentindo desanimada, rejeitada e com a autoestima abalada. Veja como se preparar para o mercado.

O desemprego no Brasil atinge 14,3 milhões de trabalhadores, e cerca de 5,5 milhões desistiram de procurar trabalho devido às condições estruturais do mercado em 2020, segundo dados do IBGE. 

Mas a longa espera por uma recolocação que parece cada vez mais distante pode ter razões que, se identificadas e trabalhadas pelo candidato, podem fazer com que o retorno ao mercado fique mais curto.

Perder o emprego não acontece apenas com profissionais de um determinado nível social ou escolaridade. Pelo contrário, o desemprego bateu na porta de homens, mulheres, idosos, solteiros, casados, etc. “Isso pode acontecer com qualquer pessoa e é muito normal. Quando a pessoa fica desempregada ela geralmente tende a se culpar, pensar que não é capaz.

Uma demissão depende de fatos internos e externos, que muitas vezes não conseguimos controlar como, por exemplo, a economia, o caixa da empresa, vendas, etc.”, esclarece a empreendedora e Estrategista de Negócios, Tânia Gomes Luz. Após uma demissão, o primeiro passo é tentar entender o que aconteceu. Alguns comportamentos podem deixar o profissional em risco, como a falta de atualização referente aos assuntos e novidades do setor, formação, falta de proatividade, etc.

“Agora, a maioria das pessoas estão preocupadas com a parte profissional. As pessoas percebem que precisam ter conhecimento em idiomas como o inglês, para melhorar o currículo e manter ou conseguir emprego. Além de conhecimentos mais abrangentes como marketing digital, mídia e afins”, destaca o Diretor da La Femme, e-commerce de calçados flats, José Augusto. Para driblar o desemprego, voltar para a sala de aula é uma das recomendações do especialista em negócios digitais, Fellipe Guimarães.“O sucesso de uma carreira está pautado em três características: competências, autoconhecimento e networking.”, acrescenta o profissional. Dicas: 

1) Avalie as opções
Não procure apenas empregos na área em que já trabalhou. Esse é o momento de abrir seus horizontes e de ganhar dinheiro, mesmo que temporariamente, com outros talentos, como artesanato, culinária, redação, marketing digital, revenda, etc. Também é possível aproveitar os recursos da rescisão para investir no sonho de empreender e abrir um negócio próprio. “A pessoa que está fora do mercado de trabalho, precisa identificar outras áreas para possível atuação.

O empreendedorismo, por exemplo, não para de crescer, abrir o próprio negócio é uma realidade muito palpável nos dias atuais. Quando criei minha empresa, a Aya Tech, foi impactante ver tudo acontecer. Tirar uma ideia do papel, torná-la real, montar um time.”, conta a CEO da Aya Tech, Fernanda Checchinato. A Aya Tech, startup de saúde e bem-estar com tecnologia altamente 100% brasileira. 

2) Qualifique-se
Caso você não possa pagar por um curso, não tem problema, existem inúmeros cursos gratuitos que além de ocupar a cabeça, podem melhorar o seu currículo. A Fundação Getulio Vargas (FGV) oferece cursos online, no site http://www5.fgv.br/fgvonline/Cursos/Gratuitos, como  “Introdução à Administração Estratégica”, “Recursos Humanos” e “Fundamentos da Gestão de TI”, etc.

O Senai e o Sesi também disponibilizam aulas livres, sem custo, no site https://eadsenaies.com.br, com certificação. É possível escolher entre, “Fundamentos de Logística”, “Redação Administrativa”, “Comunicação no Foco Organizacional” e “Tecnologia da Informação e Comunicação”, entre outros.

No site do Sebrae (http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae) os cursos gratuitos são separados por temas, como empreendedorismo, mercado, finanças, vendas, etc. Então, é só acessar e começar.  

3) Currículo nota 10
Lembre-se: o currículo é a primeira impressão que a empresa terá sobre você, por isso, envie um documento bem escrito, organizado e sem erros de português ou de digitação.

Informe os dados pessoais — nome, telefone, e-mail e idade — atualizados. Crie um e-mail profissional e sempre fique de olho nele, porque essa é a forma de contato preferida de várias empresas.

Liste suas experiências acadêmicas (nível de escolaridade, cursos feitos) e experiências profissionais (nome da empresa, cargo, data de admissão, data de demissão e principais atividades). Não minta no currículo. Lembre-se: menos é mais, por isso, não escreva mais de 2 páginas.

Gostou de “Como enfrentar o desemprego e se preparar para o mercado??

Como enfrentar o desemprego e se preparar para o mercado?
Como enfrentar o desemprego e se preparar para o mercado?

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre o que acontece no Brasil. Confira nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.704 outros assinantes

Empresa de tecnologia está com vagas abertas, 200 oportunidades

A NAVA Technology for Business, empresa de tecnologia especialista na oferta de plataformas e serviços, está com 200 vagas abertas. Elas estão divididas nas áreas de Desenvolvimento, Infraestrutura (englobando segurança, suporte, monitoramento) e outras de perfis pontuais. As vagas são 100% remotas durante a pandemia, podendo participar do processo seletivo profissionais de qualquer lugar do país.

Assim como vem acontecendo nos últimos anos, em 2021 as companhias seguem na busca por profissionais de tecnologia e outras áreas relacionadas, como Produto, UX e Marketing Digital, e as empresas ampliaram o número de contratações. De acordo com um levantamento feito pela Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), o setor de TI deve contratar cerca de 420 mil pessoas em todo o país até 2024 e as oportunidades se estendem para trabalhadores de todas as idades e com níveis técnico e superior.

As sedes ficam em São Paulo e Belo Horizonte,  existindo a possibilidade de atuação presencial em São Paulo, para algumas vagas específicas.

Entre elas, se destacam as seguintes posições plenos e seniores:

Desenvolvedor .NET; desenvolvedor JAVA; desenvolvedor iOS; desenvolvedor Android; desenvolvedores Front End; especialistas / arquitetos Front End; desenvolvedor Vb6; analista de Suporte Sinacor; analista SIGOM; desenvolvedores Full Stack; entre outros.

As informações e os requerimentos para as vagas podem ser acessados em:  https://jobs.kenoby.com/nava.

A NAVA é uma empresa de tecnologia e cultura lean voltada a negócios, formada por profissionais apaixonados por desafios e comprometidos com resultados. Há 25 anos a companhia conecta talentos, habilidades e oportunidades para entregar soluções tecnológicas alinhadas aos propósitos de negócios de grandes empresas dos setores Financeiro, Telecomunicações, Seguros e Serviços. Está sempre em busca de pessoas para fortalecer seu time e simplificar o mundo dos negócios.

Gostou de “Empresa de tecnologia está com vagas abertas?

Empresa de tecnologia está com vagas abertas
Iza Herklotz, chief people officer (CPO)

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre o que acontece no Brasil. Confira nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.704 outros assinantes

Advogado esclarece sobre Direito do Trabalho na pandemia

Diante de todo o caos mundial em virtude do surto de covid-19, o advogado André Leonardo Couto, gestor da ALC Advogados, com mais de 25 anos de experiência na área jurídica, esclarece alguns temas importantes para empregadores e trabalhadores, sobre Direito do Trabalho.

Os direitos trabalhistas são proteções garantidas ao empregado em uma relação contratual. Entre elas, o salário, férias, 13º salário, vale-transporte, Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), horas extras, adicional noturno, licença-maternidade e outros que estão ordenados juridicamente na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). No entanto, com a pandemia que assolou o mundo, algumas alterações na legislação brasileira foram alteradas. Por isso, André Leonardo Couto, da ALC Advogados, especialista na área trabalhista, fala sobre os principais direitos dos empregados no ano de 2021, frisando que a assinatura da CTPS, o recolhimento do FGTS e o descanso semanal, são imprescindíveis.

Advogado esclarece sobre Direito do Trabalho na pandemia
Advogado André Leonardo Couto
ALC/Divulgação

De acordo com Couto, as empresas e colaboradores devem ter atenção às medidas determinadas pelo governo, principalmente em 2021, que é o segundo ano da pandemia. “Dentro do regime da CLT os trabalhadores devem ficar atentos a direitos irretocáveis, como exemplo, a assinatura na Carteira Nacional de Trabalho e Previdência Social (CTPS). Ela é primordial para garantir os direitos dos trabalhadores. Para esse trâmite, o trabalhador deve solicitar o documento através de órgãos competentes pela internet, ou mesmo da forma tradicional que todos nós conhecemos bem que são os atendimentos nas unidades do ex-Ministério do Trabalho (atualmente Ministério da Economia) de suas respectivas cidades. Com ele em mãos, a contratação será realizada pela assinatura do empregador na CTPS e logo depois, o registro no sistema eSocial”, diz.

Segundo o advogado, com o registro em carteira e a efetivação do funcionário na empresa, outros direitos previstos na CLT são soberanos. “Além do registro em carteira, o trabalhador poderá gozar de alguns direitos dentro de sua relação contratual que passa pela remuneração, que é um dos principais direitos. Lembrando que ele deve ser pago até o quinto dia útil de cada mês. e se acontecer o atraso, a empresa poderá ser penalizada, e ainda corre o risco de sofrer processo, o que não é bom em uma relação entre empregador e colaborador. Temos também o recolhimento do FGTS, já que todos os meses a empresa precisa efetuar o depósito de 8% do salário bruto do trabalhador em uma conta do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). E nem só de trabalho vive o homem, por isso, o descanso semanal, ou o Descanso Semanal Remunerado (DSR), deve ser cedido pelo menos uma vez por semana, ou aos domingos”, salienta.

Previstos em lei

O especialista adiciona mais alguns itens que estão dentro da CLT e que jamais devem ser deixados de lado pelo empregador, mesmo em tempos de pandemia. “Existem outros direitos que o trabalhador, quanto também o empregador, jamais devem deixar de lado, como, por exemplo, a questão das férias. De acordo com a CLT, o trabalhador tem o direito de obter férias sem que haja prejuízo na remuneração. No caso das férias, muitos trabalhadores ficam na dúvida se ela pode ser dividida. Ela pode em até três períodos, no entanto, um deles não pode ser inferior a 14 dias e 10 dias de férias podem ser convertidos em abono conforme Artigo 143 da CLT. Já as horas extras devem ser pagas quando o colaborador exerce suas atividades após jornada. Desta forma, é necessário o pagamento de salário acrescido de 50% das horas trabalhadas em dias úteis e de 100% se ocorrer hora extra no feriado e domingo. Quanto aos benefícios, o vale-transporte se trata do adiantamento do valor das despesas de locomoção. O seu cálculo é feito pela empresa e não pode ser superior a 6% do valor do salário bruto” comenta. Em relação ao 13º salário, ele adiciona que é o pagamento de um salário extra. “Ele pode ser dividido em duas parcelas, sendo a primeira até novembro e a segunda até o dia 20 de dezembro. Para colaboradores que tem menos de um ano na empresa, o direito deve ser calculado proporcionalmente”, explica.

Auxílio-doença

Sobre o auxílio-doença, que tanto tem sido falado, principalmente nesse momento que o Brasil enfrenta, o advogado comenta que algumas coisas mudaram. “O benefício de auxílio-doença, também denominado período por incapacidade temporária, é destinado a substituir a remuneração da pessoa que está temporariamente incapacitada para a atividade habitualmente exercida por mais de 15 dias, conforme dispõe o artigo 59 da Lei nº 8.213/91. Para obter o benefício, é necessário que o trabalhador passe por perícia médica e análise administrativa de sua documentação. Lembrando que, durante a pandemia, o INSS foi autorizado a conceder o benefício apenas por meio da análise de documentos, sem necessidade de perícia presencial até o dia 31 de dezembro de 2021”, diz.

A medida tem como objetivo resolver o problema das filas para a perícia médica, por causa do coronavírus, completa o advogado. “Tem direito trabalhador que estiver incapacitado para o trabalho, ter cumprido a carência (número mínimo de contribuições mensais pagas) e possuir qualidade de segurado do INSS. A carência a ser cumprida é de 12 meses, menos para incapacidade decorrente de acidente de qualquer natureza ou de doença profissional ou do trabalho” conclui André Leonardo Couto.

ALC Advogados

No mercado há mais de 10 anos, o escritório ALC Advogados é sediado na cidade de Pedro Leopoldo, Região Metropolitana de Belo Horizonte. Com atuação e vários cases de sucesso, o negócio, que tem à frente o advogado André Leonardo Couto, trabalha principalmente nas áreas do Direito do Trabalho, Cível e Imobiliária, com clientes em diversos Estados. Em 2020, o negócio passou a integrar o grupo empresarial ALC Group.

Siga no Instagram @alcescritorio: www.instagram.com/alcescritorio 

Com informações da Assessoria de Imprensa Grupo Balo.

Gostou de “Advogado esclarece sobre Direito do Trabalho na pandemia?

Advogado esclarece sobre Direito do Trabalho na pandemia
Advogado esclarece sobre Direito do Trabalho na pandemia

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre o que acontece no Brasil. Confira nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.704 outros assinantes

Desemprego e pandemia fazem aumentar a busca por cursos online

Com os altos índices de desemprego no país, muitas pessoas passaram a buscar por cursos onlines que os ajudem a se recolocar no mercado de trabalho, durante esta pandemia.

Em meio a pandemia e os altos índices de desemprego no país, a busca por especializações e cursos que façam a diferença no currículo e no desenvolvimento pessoal vêm crescendo. Por sua comodidade, valores mais baixos e acesso mais fácil, os cursos online estão se tornando a opção ideal para o brasileiro.

Buscando por qualificação curricular, muitos acabam optando por cursos no segmento de idiomas, de acordo com dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), os cursos de idioma EAD (ensino à distância) cresceram 59% em 2020 e esses dados continuam sendo promissores para 2021. 

Segundo, Anna Carolyna Diniz, fundadora da BeFaster – School of English e criadora do método “Transforme o seu Inglês”, ao levar seu negócio para o online por conta da pandemia, suas aulas tiveram um aumento de busca e de alunos considerável. Hoje, Carolyna já conta com mais de 5 mil alunos em sua plataforma online e o número só cresce. 

“Muitos adultos me procuram buscando por um curso intensivo, no qual ele já consiga se desenvolver no inglês, muitas vezes porque o chefe está exigindo, ou, porque a vaga que ele procura exige o domínio da língua”, conta Carolyna.

De acordo com o IBGE a taxa de desemprego em 2020 chegou a 13,9%, dada a situação econômica do país e a crise por conta da pandemia de covid-19, os números para 2021 não devem ser muito melhores. 

A alta concorrência no mercado de trabalho, faz com que cada vez mais os profissionais busquem meios de se destacar através de cursos e certificações.

Desemprego e pandemia

Sobre Carolyna Diniz:

Fundadora da BeFaster – School of English, instrutora de língua Inglesa desde 2003 e criadora do método “Transforme o seu Inglês”.

Trabalhou em NYC como interprete auxiliando deficientes visuais brasileiros à adquirir cão guia nos Estados Unidos.

Master e Practitioner em PNL pela Sociedade Brasileira de Programação

Neurolinguística. Formada em Hipnose Ericksoniana e coach através da

Sociedade Brasileira de Coaching em 2016.

INSTAGRAM: https://www.instagram.com/carolinadinizsoueu/

YOUTUBE: https://www.youtube.com/results?search_query=carol+diniz

Gostou de “Desemprego e pandemia fazem aumentar a busca por cursos online ?

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre o que acontece no ABC Cidades todo dia no Grande ABC. Confira nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.704 outros assinantes

100 bolsas de intercâmbio no exterior exclusiva para brasileiros

O maior programa de bolsas de estudos internacional, o SEDA Dream, oferecerá dez bolsas integrais, no valor de até R$ 15 mil cada, e 90 bolsas parciais, com até 50% de desconto para estudar em Dublin na Irlanda; Confira sobre 100 bolsas de intercâmbio no exterior exclusiva para brasileiros

As inscrições iniciaram na quinta-feira (1) e término em 15 de abril; os testes serão realizados em duas etapas nos dias 24 e 25/4 e 1º e 2 de maio;

SEDA College , escola de idiomas irlandesa, dá início ao maior programa de intercâmbio do mundo, o SEDA Dream. Com o investimento na ordem de R﹩ 500 mil, a iniciativa oferecerá com exclusividade aos brasileiros 100 bolsas de intercâmbio, destas dez integrais, no valor de até R﹩ 15 mil cada, e outras 90 bolsas com descontos de até 50%, para estudar em Dublin, na Irlanda. As inscrições têm início na quinta-feira (1) e término em 15 de abril.

Para participar os candidatos deverão preencher formulário e realizar a inscrição no site do programa SEDA Dream (https://sedadream.com). Os testes serão realizados em duas etapas nos dias 24 e 25/4 e 1º e 2 de maio. A taxa para participar é de R﹩ 97 e oferece neste valor três meses de acesso a plataforma SEDA College Online com mais de 60 cursos de inglês de todos os níveis.

Para a CEO da SEDA College Online, Vanessa Melo, a iniciativa está alinhada ao objetivo da escola em contribuir com o acesso de todos ao ensino de idiomas, bem como apoiar no aperfeiçoamento profissional. “Queremos preparar os brasileiros para evoluir em suas carreiras por meio da vivência internacional e a conquista de um novo idioma”, comentou a executiva.

Após o preenchimento do formulário e realização da inscrição, o processo de seleção ao programa ocorrerá em duas etapas: na primeira nos dias 24 e 25 os candidatos realizarão uma prova de inglês e outra de conhecimentos gerais sobre a Irlanda.

Na etapa seguinte, nos dias 1º e 2 de maio, será aplicado um teste de lógica e outro sobre a SEDA College. A soma de pontos nas provas de conhecimento gerais, lógica e sobre a SEDA College, equivalem ao valor do desconto, que pode chegar até 50%. Já na avaliação de inglês a pontuação será utilizada apenas para avaliar o nível de cada aluno. Todos que concluírem as quatro provas estarão elegíveis para o programa. No dia 5 de maio será anunciado nas redes sociais do SEDA Dream o nome dos ganhadores das bolsas integrais e parciais. E após a abertura das matrículas, também no dia 5 de maio, as vagas se encerrarão por ordem de adesão.

Contudo, com as restrições para viagens ao exterior, em decorrência do período pandêmico, os selecionados do programa podem optar por postergar a ida em até 12 meses, ou renovar essa data caso necessário. Vale lembrar também que é necessário ter idade mínima de 18 anos completos para o ingresso em outros países.

Os vencedores da última edição do programa podem ser conferidos no site SEDA Dream, entre eles o depoimento dos estudantes: Erick de Oliveira, do Rio de Janeiro; Gabriela Alvarenga, de Minas Gerais; e Lucas Riani, de São Paulo.

A escola de idiomas conta, ainda, com o programa de estágio no exterior, SEDA Internship, e o projeto de empregabilidade, SEDA Jobs. Ao todo são cerca de 300 mil inscritos na plataforma SEDA College Online, que oferece cursos de inglês para os níveis básico a avançado, além de inglês para negócios, entrevista de emprego e viagens.

Serviço:

Programa SEDA Dream

Início das inscrições: 1º de abril de 2021

Término das inscrições: 15 de abril de 2021

Taxa de inscrição: R﹩ 97

Provas: os testes serão realizados em duas etapas nos dias 24 e 25/4 e 1º e 2/5

Mais informações: https://sedadream.com

Sobre a SEDA College

Há mais de 10 anos em atuação na área de intercâmbio e docência na Irlanda, a SEDA College foi eleita por três consecutivos a melhor escola de idiomas da Irlanda. Desde 2018, a instituição mantém a SEDA College Online, plataforma com aulas realizadas exclusivamente pela internet, com apoio de professores especializados.

Gostou de “100 bolsas de intercâmbio no exterior exclusiva para brasileiros?

100 bolsas de intercâmbio no exterior exclusiva para brasileiros
Foto: Divulgação

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre o que acontece no ABC Cidades todo dia no Grande ABC. Confira nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.704 outros assinantes

remoto distancia

Qual a importância do Ensino a Distância na sociedade atual?

Quando falamos em Ensino a Distância, muitas pessoas se perguntam qual a importância? Ou ainda, será que tem o mesmo nível de ensino que uma aula presencial?

Pois acredite, a educação a distância não perde em nada para o ensino tradicional. Ao contrário, esta modalidade possibilita que pessoas que jamais teriam acesso a uma sala de aula, devido aos valores abusivos ou falta de horários de turmas abertas, possam se formar, trabalhar em uma função melhor, mais qualificada e conquistar, dessa forma, uma melhor qualidade de vida.

Portanto, a importância da EaD está na forma como ela democratiza o acesso ao ensino. Porém, não imagine que esta é a única vantagem do ensino a distância.

Essa modalidade de ensino traz diversos benefícios que corroboram para desmistificar o conceito e mostrar a importância da EaD na sociedade contemporânea ou pós-moderna, em meio aos tempos líquidos, tão falados pelo filósofo e sociólogo polonês, Zygmunt Bauman, em suas diversas obras.

Qual a importância do Ensino a Distância na sociedade pós-moderna?

Você sabia que essa forma de ensino não é tão nova quanto todos pensam? Se você acha que a EaD surgiu com o advento da internet, está muito enganado.

Desde 1728 as pessoas já faziam cursos pelos Correios. Exatamente isso, o ensino era via correspondência e existe desde a época em que as cartas eram levadas a cavalo.

Obviamente, a qualidade que se tem hoje, com todos os recursos digitais e de pesquisa a disposição, é outra. Isso faz a importância da EaD ficar ainda maior, uma vez que o aluno pode acessar as aulas de qualquer lugar.

Por exemplo, supomos que você tenha aula em um determinado dia da semana. Na aula presencial, você teria que faltar e perderia aquele conteúdo.

Já na EaD é totalmente diferente. Você pode levar sua aula consigo para onde quiser e não precisa ficar preso a uma grade de horários fixa, que iria engessar a sua vida. Com certeza, essa é uma liberdade e flexibilidade que todos almejam.

Além disso, como falamos anteriormente, a diferença de valores de cursos presenciais para cursos EaD é enorme.

E é aqui que muita gente comete um terrível equívoco. As pessoas acham que por ser mais barato a qualidade é menor, quando muitas vezes pode ser exatamente o contrário.

  • Mas, então, como um produto mais barato pode ser melhor que um mais caro?

Bem simples, isso se dá devido aos contratos feitos com os professores, que em aulas EaD recebem para produzir conteúdos, os quais são usados diversas vezes e precisam de uma qualidade extrema.

Na aula presencial, o professor é pago para dar diversas vezes a mesma aula. E todos somos humanos, o que faz um dia a aula do professor ser melhor do que em outros. Afinal, são diversos fatores que podem influenciar no desempenho do profissional.

Ou seja, em uma aula EaD, você terá sempre o melhor do professor, porque o material foi feito com um cuidado extremo para oferecer a melhor qualidade possível.

Como você pode notar a importância da EaD na sociedade é imensa e tende a aumentar cada vez mais.

Conforme dados do Censo da Educação Superior de 2018, mais de 6,3 milhões de alunos são de cursos presenciais e mais de 2 milhões de cursos de ensino a distância.

Além disso, o Censo registrou uma diminuição de 2,07% na quantidade de alunos do ensino presencial e um aumento de 14,56% na quantidade de estudantes EaD.

Pense que essa modalidade fez mais de 2 milhões de pessoas terem acesso ao nível superior, número que cresce vertiginosamente todos os anos justamente por existir essa modalidade de ensino.

Vale ressaltar também que, em tempos de pandemia, até mesmo quem havia optado pelo ensino presencial se viu obrigado a ter aulas EaD.

Contudo, os profissionais que ministram aulas a distância possuem toda uma formação para essa modalidade, o que professores presenciais nem sempre têm, uma vez que não necessitam executar a tarefa desse modo.

Entretanto, como você bem sabe, a pandemia mudou tudo, fez todos precisarem se reinventar e o brasileiro perder o medo de diversas coisas virtuais, como comprar pela internet, usar aplicativos de entrega de alimentos e estudar a distância.

  • Mas, quais são as vantagens de estudar online?

As vantagens de cursar EaD são imensas. Por isso, decidimos elencar as três principais, a fim de que você veja a importância dela para realizar todos os seus sonhos.

1 – Flexibilidade de Horários

Como falamos anteriormente, você ser dono dos seus horários e da sua rotina não tem preço. Cada vez a vida está mais corrida e é mais difícil podermos reservar quatro horas por dia para sentarmos em uma sala de aula.

Muitas pessoas precisam conciliar uma rotina quádrupla, entre trabalho, estudos, casa e filhos. E, obviamente, ter essa flexibilidade de horário para os estudos facilita muito a vida.

2 – Custo baixo

Outro ponto super relevante é o custo. Por não ser necessário pagar salários altíssimos para professores ficarem todos os dias em sala de aula e por não ser preciso gastar com estruturas imensas que comportem todos os alunos, o preço acaba reduzindo.

Ou seja, você tem acesso ao mesmo material só que por um valor, algumas vezes, até 90% mais barato.

3 – Melhor aprendizagem

Diferentemente do que muitos pensam, é possível aprender mais de forma online do que de forma presencial.

  • Mas por que isso?

Bem simples, na aula presencial você vai ver o conteúdo uma única vez. Talvez no dia você até memorize o material, mas, um mês depois, será que você ainda vai lembrar do conteúdo?

Na metodologia do ensino a distância, você poderá acessar o material quantas vezes quiser. Poderá voltar o vídeo, reler as apostilas, tudo para a melhor fixação do conteúdo. E, caso no futuro você não se lembre mais do que aprendeu, basta acessar novamente a aula.

Além de que, você pode fazer ela onde desejar, o que irá permitir que estude em ambientes que lhe trarão uma concentração maior, logo, uma maior aprendizagem e fixação.

Como você pode notar são os benefícios que trazem toda essa importância para a EaD.

Duas dicas de como conquistar o seu melhor futuro

Agora que você já conhece a importância da EaD e sabe as principais vantagens desse método de ensino, nada mais justo do que lhe ensinar como você pode usar a educação a distância para conquistar todos os seus sonhos.

1 – Planeje-se

Nossa primeira dica é fazer um planejamento. Como diz o velho ditado popular: “não é possível chegar a um lugar diferente seguindo o mesmo caminho”.

Por isso, você vai precisar de planejamento, tanto para escolher qual curso quer fazer, quanto depois, para gerenciar seus horários e poder estudar para as aulas.

Isso fará você ter mais tempo. Além de que, seu tempo será mais produtivo e irá render mais.

Se você conseguir, um bom tempo diário é uma hora de estudos. Caso consiga mais, perfeito.

Muitas vezes você terá mais tempo em um dia do que em outro. Verifique sua agenda e monte seu calendário de estudos da forma que ficar melhor para você.

2 – Escolha com sabedoria

Tão vital quanto saber a importância do EaD é você saber como escolher um bom curso.

Mas como escolher um curso entre tantos?

Bem simples, observe os professores da grade, veja o que outras pessoas que já fizeram aquele curso estão comentando nas redes sociais.

Atualmente, não existe nada velado. Tudo fica exposto na internet. Então use isso a seu favor para fazer a melhor escolha.

E, caso ainda tenha dúvidas, fale com um dos nossos profissionais.

O Portal da Educação (UOL) está aqui para lhe auxiliar a conquistar todos os seus sonhos e fazer com que você tenha a carreira que tanto merece.

Caso você queira aproveitar e começar logo os seus estudos, o Portal Educação está com promoção de férias, há descontos de até 40% em cursos nas áreas de:

Saúde; Educação e pedagogia; Marketing e design; Administração e negócios; Biologia; Tecnologia; Dentre outras. Aproveite os descontos, clique AQUI.

Fonte: Portal Educação. Gosta de tecnologia? Conheça o Dica App do Dia.

Gostou de “Qual a importância do Ensino a Distância na sociedade atual??

Qual a importância do Ensino a Distância
Qual a importância do Ensino a Distância?

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre o que acontece no ABC Cidades todo dia no Grande ABC.

Junte-se a 2.704 outros assinantes

O grande impacto da pandemia na questão econômica

Com mais de 12 milhões de casos confirmados da Covid-19 no Brasil, estão sendo tomadas novas medidas para tentar combater a doença por todo o País. Algumas ações adotadas em diversas cidades e estados não são novidade, como é o caso de lockdown, toque de recolher e, principalmente, restrições para o funcionamento do comércio.}

Impedir as atividades normais do comércio e das empresas é uma medida que tem gerado outros problemas, pois os trabalhadores que não podem exercer suas funções em grande parte ficam também sem receber salários. Por conta disso, o Congresso Nacional tem iniciados discussões a respeito de reedição de medidas adotadas no ano passado, para tentar controlar a crise econômica que se instalou na rasteira da crise de saúde.

Esses debates entre parlamentares têm objetivo de elaborar medidas para evitar demissões e fechamento de empresas, como algumas estratégias adotadas em 2020, como a MP 936/2020 que instituiu o Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda; e mais precisamente reeditar a Medida Provisória 927/2020 que já perdeu sua eficácia.

De acordo com a MPV, durante o estado de calamidade pública reconhecido pelo Decreto Legislativo nº 6, de 2020 (e que foi encerrado no dia 31 de dezembro do ano passado), para fins trabalhistas, empregado e empregador podiam fazer acordos, a fim de garantir a permanência do vínculo empregatício, como o teletrabalho, a antecipação de férias individuais, a concessão de férias coletivas, o aproveitamento e a antecipação de feriados, criação e uso do banco de horas, entre outras.



De acordo com o economista e professor de finanças do IBMEC Brasília William Baghdassarian, uma reedição desse tipo de Medida Provisória, simplificando as regras trabalhistas, pode ser um ponto positivo nesse momento em que as empresas precisam de auxílio para se manter em atividade. O especialista acredita que na atual crise causada pela pandemia da Covid-19, se o Brasil mantiver regras trabalhistas muito duras e pouco flexíveis, é possível que a crise econômica fique mais intensa.

O especialista em economia afirma que na medida em que o empregador não consegue auferir receita “fica muito complicado ele continuar honrando esses custos físicos. Do ponto de vista jurídico eu não tenho dúvidas de que é preciso manter os empregados e pagar todas as obrigações”, explicou.

Por isso, do ponto de vista econômico “o empresário para de ter o ingresso de recursos e passa a ter só sangria de recursos do caixa. Chega um certo momento em que essa empresa fica com o caixa fragilizado e, em muitos casos, a empresa acaba entrando em recuperação judicial ou falindo”, destacou Baghdassarian.

Mas adotar uma medida como essa causa polêmicas em parte dos parlamentares e da sociedade, que teme uma fragilização das leis trabalhistas ao ponto em que o funcionário não tenha direitos assegurados, se tornando descartável a qualquer momento.

Durante sessão na Câmara dos Deputados para discutir o assunto, o deputado federal Alexis Fonteyne (NOVO-SP) afirmou que flexibilizar as regras trabalhistas não significa reduzir salários ou facilitar a demissão de funcionários. Para o parlamentar, essa é uma medida que pode ajudar a equilibrar as contas e favorece o funcionamento das empresas durante esse momento de pandemia.   

“Quem tem empresa sabe a importância de poder adiantar férias, de poder fazer acordos individuais. Além disso, precisamos lembrar que o grande impacto dessa pandemia [na questão econômica] está nas micro e pequenas empresas. Então começar a interferir nas relações é aumentar ainda mais a dificuldade para poder preservar empregos”, avaliou o deputado.

Desemprego

De acordo com dados do Instituto de Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a taxa média de desemprego em 2020 foi recorde em 20 estados do País, acompanhando a média nacional, que aumentou de 11,9% em 2019 para 13,5% no ano passado, a maior da série histórica da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua), que é realizada desde 2012.

Os dados da pesquisa foram divulgados no dia 10 de março deste ano e revelou que no intervalo de um ano, a população empregada reduziu em 7,3 milhões de pessoas no País. O estado de São Paulo foi duramente afetado pela crise e registrou 13,9% de desocupação entre sua população.  

Em termos nacionais, os jovens foram os mais afetados pelo desemprego entre os grupos etários no quarto trimestre de 2020. As pessoas de 14 a 17 (42,7%), de 18 a 24 anos de idade (29,8%), de 25 a 39 anos (13,9%) tiveram taxa acima ou igual à média nacional.

Fonte: Brasil 61

Gostou de “O grande impacto da pandemia na questão econômica?

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre o que acontece no ABC Cidades todo dia no Grande ABC.

Junte-se a 2.704 outros assinantes

Inscrições abertas em programas da Ambev; Estágio e Trainee.

A Ambev está com inscrições abertas em três programas de seleção, neste primeiro semestre de 2021. Entre as oportunidades, estão o estágio regular e o estágio representa, o qual é voltado para jovens negros, além do trainee, este direcionado para recém formados.

Estes processos seletivos compõem parte do programa #AmbevMeContrata, com a finalidade de quebrar os estereótipos na empresa. Para superar estes padrões, a Ambev não terá obrigatoriedade do inglês.

Os estudantes da áreas de negócios, tecnologia e produção estão dentro do foco. O programa de trainee é voltado para formandos de dezembro de 2018 até julho de 2021.

Já os programas de estágio são para universitários com formação entre dezembro de 2021 até agosto de 2023.

Como no ano anterior, as seleções serão completamente online e terão requisitos mais inclusivos: não vai ser exigido um curso específico ou um nível de inglês. A empresa vai oferecer treinamento para quem precisar desenvolver o conhecimento da língua. E também serão aceitos os cursos de tecnólogo.

Para a gerente de Gente e Gestão na Ambev, Illana Kern, as frentes distintas de divulgação ajudam a atrair perfis diversos e complementares de candidatos. Além disso, a divulgação de informações servirá como preparação para as diferentes etapas, tornando o processo mais democrático.

As vagas são para todo o Brasil, e salário pode ser de até R$ 7 mil. Os estagiários e trainees atuarão nas áreas de negócios, tecnologia e produção.

As inscrições acontecem entre os dias 23 de março e 12 de abril de 2021, e o cadastro é apenas no no site da Ambev (https://www.ambev.com.br/carreiras/trabalhe-conosco/programa-estagio-representa/).

Conheça todos nossos canais (Whatsapp, Telegram, Facebook, Buscador): https://jornalgrandeabc.com/inicio/nossas-redes-sociais/

Termomecanica está com vagas abertas

Conheça nossa parceria com o site Lista de Vagas. Visite e confira mais vagas verificadas e reais.

Mais Vagas no Grande ABC

Vagas de hoje 16 de março 2021

Pensando em mudar de carreira ou se preparar melhor para entrevistas de emprego? Conheça a RC Locus, referência em Recrutamento & Seleção, em todos os níveis.

Gostou “Inscrições abertas em programas da Ambev”?

Inscrições abertas em programas da Ambev

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email assim que estiverem online em nosso site. Aproveite e leia sobre Carreiras e Trabalho, com os ensinamentos de Rogério de Caro.

Junte-se a 2.704 outros assinantes

Qualifica Mais-Emprega Mais com inscrições abertas e gratuitas

Jovens de até 29 anos podem participar de cursos de qualificação profissional gratuita e online, que ainda oferecem auxílio para inserção no mercado de trabalho. As inscrições estão abertas para o programa Qualifica Mais-Emprega Mais.

Isso porque uma parceria dos ministérios da Educação (MEC) e da Economia consolidou o programa Qualifica Mais-Emprega Mais, que oferta 6.069 vagas de estudos na área de tecnologias da informação e comunicação (TICs).

Qualifica Mais-Emprega Mais com inscrições abertas e gratuitas

São três cursos oferecidos nessa fase: programador de sistemas, programador web e programador de dispositivos móveis, com duração de cerca de 200 horas cada.

As atividades estão com inscrições abertas neste momento para residentes de 11 regiões metropolitanas do País: Salvador, Fortaleza, Brasília, Belo Horizonte, Recife, Florianópolis, Joinville, Porto Alegre, Curitiba, São Paulo e Campinas. 

A seleção dos estudantes será realizada pela plataforma EduLivre, que permite o preenchimento de uma trilha educacional em que os candidatos se familiarizam com o contexto do mercado de trabalho que pretendem se inserir. 

A trilha ficará aberta até o dia 11 de abril. Um dia depois, os jovens selecionados receberão um e-mail para a confirmação de matrícula. As aulas estão previstas para começar em 10 de maio.

Como participar?

Acesse o site do programa e faça seu cadastro https://www.gov.br/mec/pt-br/acesso-a-informacao/institucional/secretarias/secretaria-de-educacao-profissional/projeto-piloto-qualifica-mais .

Fonte: Brasil 61

Gostou de “Qualifica Mais-Emprega Mais com inscrições abertas e gratuitas?

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre o que acontece no ABC Cidades todo dia no Grande ABC.

Junte-se a 2.704 outros assinantes

Vacinação contra HPV: Ministério da Saúde amplia campanha

O Ministério da Saúde amplia a vacinação contra HPV para mulheres com imunossupressão, vivendo com HIV/Aids, transplantadas e portadoras de cânceres, com até 45 anos de idade.

A imunossupressão é a redução da eficiência do sistema imunológico, ou seja, das defesas do organismo, e é reconhecida como um dos principais fatores de risco para infecção pelo HPV e para o desenvolvimento de lesões tumorais e verrugas genitais.

Ministério da Saúde amplia vacinação contra HPV para as mulheres

Além disso, foi constatado que mulheres vivendo com HIV/Aids têm cinco vezes mais probabilidade de evoluir para o câncer cervical em relação à população em geral.

Essa maior vulnerabilidade, também, se dá em pacientes transplantados e oncológicos, que apresentam em comum um quadro de baixa imunidade.

Essa vacinação será realizada com a aplicação de três doses em intervalos de dois meses, entre a primeira e segunda, e a terceira dose seis meses após a primeira aplicação.

A prescrição médica da vacina HPV será necessária para a aplicação.

Em parceria com a agência de notícias Brasil 61

Gostou de “Vacinação contra HPV: Ministério da Saúde amplia campanha?

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre o que acontece no ABC Cidades todo dia no Grande ABC.

Junte-se a 2.704 outros assinantes

Mulher pode retomar nome de solteira, segundo autorização do STJ

A Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) autorizou uma mulher pode retomar seu nome de quando solteira. Ela alegou abalo emocional e psicológico, para voltar a usar o nome de solteira, por não ter se adaptado ao nome de casada.

Embora não haja previsão legal para o procedimento, a relatora ministra Nancy Andrighi, destacou que, nesse tipo de caso, “deve sobressair, a toda evidência, o direito ao nome enquanto atributo dos direitos da personalidade”.

A relatora destacou que a mudança de nome não necessariamente prejudica a identificação da pessoa, que pode ser feita pelos números de documentos como CPF e RG, por exemplo.

À Justiça, a mulher alegou que a adoção do nome do marido lhe gerou desconforto por ter ocorrido em detrimento ao sobrenome do pai, que se encontra em vias de sumir, pois os últimos familiares que o carregam estão em grave situação de saúde. Por esse motivo, ela desejava retomar o uso do nome de solteira, para que ele não deixe de existir.

A mulher conseguiu uma primeira decisão favorável, mas que depois foi revertida em segunda instância, motivo pelo ela qual recorreu ao STJ.

Conforme o voto da relatora, o STJ reconheceu que as justificativas para a mudança de nome não eram frívolas e que o tribunal tem cada vez mais flexibilizado as regras que disciplinam as trocas de nome, de modo a amoldá-las a uma nova realidade social.

A ministra Nancy Andrighi reconheceu que ainda é comum as mulheres abdicarem de parte significativa de seus direitos de personalidade para incorporar o sobrenome do marido, devido a motivos diversos, entre os quais a histórica dominação patriarcal e o desejo de usufruir do prestígio social do nome. A evolução da sociedade, contudo, tem reduzido a fenômeno, acrescentou ela.

A adoção do nome do marido ao se casar é facultativa no Brasil desde os anos 1960. A partir do Código Civil de 2002, o marido também pode acrescentar o sobrenome da mulher ao seu. A legislação prevê que o nome de solteira pode voltar a ser adotado em alguns casos específicos, entre os quais o divórcio e a condenação do cônjuge na esfera criminal.

Fonte Agência Brasil

Gostou de “Mulher pode retomar nome de solteira, segundo autorização do STJ?

Mulher pode retomar nome de solteira, segundo autorização do STJ
Fachada do edifício sede do Superior Tribunal de Justiça (STJ)

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre o que acontece no ABC Cidades todo dia no Grande ABC.

Primeira cidade a vacinar em massa encerra etapa de imunização

Primeira cidade a vacinar os moradores em massa contra a covid-19, Serrana (SP) encerra hoje (14) etapa de imunização. A população participa de estudo clínico do Instituto Butantan para medir a eficácia da CoronaVac contra a disseminação do novo coronavírus.

De acordo com o Instituto Butantan, neste domingo, estão sendo vacinados os últimos moradores do grupo azul, que tem a maior quantidade de moradores. A cidade, de 45,6 mil habitantes, foi dividida em quatro regiões de vacinação (verde, amarela, cinza e azul), dos quais cerca de 30 mil estão aptos a serem imunizados.

Segunda Fase

Na quarta-feira (17), a pesquisa entra em uma nova etapa, quando a população começa a receber a segunda dose da vacina. O cronograma seguirá o processo da primeira dose, começando pelos moradores da região verde e passando para as regiões amarela, cinza e azul.

Segundo o Instituto Butantan, as primeiras conclusões da pesquisa devem começar a ser divulgadas cerca de um mês após o encerramento da aplicação da segunda dose, ou seja, três meses após o início do estudo clínico. Como a vacinação em massa começou em 17 de fevereiro, os resultados devem sair em meados de maio.

Imunização em massa

Diferentemente do restante do país, onde o plano de vacinação imuniza primeiramente os grupos prioritários, em Serrana, toda a população adulta está recebendo a CoronaVac ao mesmo tempo. De acordo com o Butantan, um dos fatores que pesou na escolha da cidade para a realização do estudo foi a proximidade com Ribeirão Preto, onde trabalham diariamente cerca de um quarto dos moradores de Serrana.

A adesão ao estudo clínico foi voluntária. Todo morador com mais de 18 anos estava apto a ser vacinado, com exceção das grávidas, das lactantes e de pessoas com contraindicação médica.

Fonte Agência Brasil

Gostou de “Primeira cidade a vacinar em massa encerra etapa de imunização?

Primeira cidade a vacinar em massa encerra etapa de imunização

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre o que acontece no ABC Cidades todo dia no Grande ABC.

Juros anuais do cartão de crédito chegam a até 875%

O adiamento do pagamento integral da fatura do cartão de crédito leva à multiplicação da dívida, que pode sair do controle do consumidor. Quem não tem dinheiro para pagar o valor total da fatura, terá a dívida corrigida por taxas anuais de juros superiores a 300% no cartão de crédito, podendo chegar 875%, segundo a Agência Brasileira de Defesa do Consumidor (Proteste).

Em outros países, a taxa do rotativo do cartão (crédito tomado pelo consumidor quando paga menos que o valor integra) é de apenas 3%. “Essa diferença é o que vemos se compararmos os juros no Brasil com os cobrados pelo mesmo serviço em países europeus e nos Estados Unidos”, argumenta o diretor de estudos e pesquisas econômicas da Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac), Miguel José Ribeiro de Oliveira.

A maior parte das dívidas no Brasil têm uma mesma origem, que é exatamente o meio que cobra as maiores taxas de juros de todo o mercado: os cartões de crédito.

“O cartão é o meio de pagamento que cobra a maior taxa de juros e é a causa número um do endividamento do brasileiro”, afirma o pesquisador da Proteste e especialista de crédito Rodrigo Alexandre.

Juros rotativo e parcelado

Muito do escalonamento que faz a dívida no cartão se transformar em uma bola de neve são os chamados juros compostos – uma fórmula de cálculo que aplica “juro sobre juros”. O valor cobrado vai aumentando cada vez mais porque juros são aplicados seguidamente em cima de um valor que já estava atualizado e corrigido.

“Acontece quando deixamos de pagar a dívida contraída via cartão de crédito”, resume o diretor da Anefac, Miguel José Ribeiro de Oliveira.

Juros compostos são usados em todo o mundo, pondera Oliveira. “O problema é que, como os juros no Brasil são muito altos, essa composição dá uma diferença enorme, na comparação com esses países onde a taxa de juros é de cerca de 3% ao ano”, acrescenta.

“Quando cobrados a partir de faixas mais baixas, os juros compostos têm pouco efeito. O problema é que, no Brasil, onde as faixas são muito mais altas, o resultado final acaba sendo de taxas anuais que podem passar de 300%, e a diferença acaba ficando efetivamente muito grande ao final”, complementa o diretor.

Segundo Oliveira, os juros rotativos médios, no Brasil, estão atualmente na faixa de 12,5% ao mês, o que significa um total de 329,3% ao ano. Em termos práticos, isso significa que, em 30 dias, uma dívida de R$ 1 mil se transforma em R$ 1.125,20.

Em um ano, esse valor aumentaria 329,3%, chegando a quase R$ 4.300. Um levantamento da proteste mostra que os juros cobrados pelos cartões podem chegar a 875,25% ao ano – o que transformaria a dívida de R$ 1 mil em quase R$ 10 mil no acumulado de 12 meses.

“A mesma dívida [de R$ 1 mil], sendo parcelada em 12 meses com taxa de juros média de 8,34% ao mês [taxa média dos juros parcelados, segundo o Banco Central], corresponde a 161,5% ao ano. Nesse caso, o consumidor pagaria 12 parcelas mensais fixas de R$ 235,04, o que totaliza um valor final de R$ 1.620,48”, complementa o diretor da Anefac.

No site do Banco Central, é possível conferir ranking de taxas de juros cobradas por instituições financeiras.

Crédito pessoal ou consignado

“Podendo trocar a dívida contraída no cartão por qualquer financiamento a custos mais baixos, troque. Crédito pessoal tem taxas mais baixas, mas o melhor seria fazer um empréstimo consignado, caso tenha condições. São eles os que têm custo efetivo mais baixo, com a menor taxa do mercado. Faça, o quanto antes, um empréstimo no consignado para quitar a dívida no cartão ou no cheque especial”, sugere o pesquisador da Proteste.

Inicialmente os empréstimos consignados eram oferecidos exclusivamente a servidores públicos e aposentados. No entanto, tem sido comum empresas privadas fazerem convênio com bancos para que o disponibilizem também a empregados da iniciativa privada. “É, inclusive, algo interessante de ser colocado nas mesas de negociação entre empresas e empregados porque possibilita, aos funcionários, obter empréstimos a juros menores”, observa Rodrigo Alexandre.

“Mas, para isso, é fundamental comparar com o que é oferecido no mercado”, pondera. O primeiro passo para trocar para uma dívida com taxas mais baixas é o de fazer um levantamento para identificar quanto é devido e qual é o CET [Custo Efetivo Total] da dívida, para ao compará-lo com o oferecido por outras instituições financeiras, de forma a buscar o de menor percentual”, explica Rodrigo Alexandre, da Proteste.

Custo Efetivo Total

O CET não é apenas taxa de juros, mas o percentual total que é aplicado para atualizar uma dívida, englobando todos os custos do financiamento. Nele incidem elementos como tarifas, impostos e serviços, além da taxa de juros. Ele é a principal referência para que o indivíduo possa se situar com relação ao que terá de pagar a mais, em decorrência da dívida.

O Banco Central determina que essa informação seja disponibilizada de forma clara e acessível nas simulações e nos contratos. “É este o percentual que aponta quem cobra taxas mais baratas, mas infelizmente é uma obrigação que nem todas instituições cumprem, por falta de uma fiscalização mais efetiva do BC”, alerta o advogado e pesquisador da Proteste.

O CET mais caro, como já foi informado, é o cobrado pelas empresas de cartão de crédito. De acordo com a Proteste, em segundo lugar está o cobrado por bancos tradicionais. “E em terceiro lugar vêm surgindo as Fintechs, que são startups que cuidam da parte financeira, como os bancos digitais”, complementa Rodrigo Alexandre.

Anuidade

Transferência de
Juros anuais do cartão de crédito

Outro ponto que a Proteste chama atenção são as ofertas de anuidade gratuita para cartões de crédito, o que nem sempre é verdadeiro porque muitas vezes é uma vantagem que é ofertada apenas por um período limitado.

É comum, nesses casos, a cobrança de tarifas bastante altas depois do período de promoção. O levantamento da Proteste identificou tarifas de R$ 190 até R$ 624 para cartões básicos, e de mais de R$ 1 mil no caso de cartões diferenciados, com programas de recompensas e benefícios como seguro viagem, descontos e ingressos.

Há, no entanto, alguns bancos que não cobram essa taxa, mas condicionam isso a uma movimentação mínima mensal, o que possibilita à operadora do cartão compensar os ganhos por meio das tarifas que são pagas pelas lojas. “De qualquer forma, como hoje a concorrência é maior, há vários bancos – em especial os digitais – oferecendo cartão de crédito sem anuidade. Mas é importante que o consumidor fique atento para saber o que, de fato, está pagando”, informa Miguel Oliveira, da Anefac.

“Sempre consideramos como a melhor opção, o produto livre de anuidade”, complementa Rodrigo Alexandre.

A quem recorrer?

Queixas com relação a taxas ou tarifas cobradas indevidamente por instituições financeiras, ou mesmo relacionadas à falta de clareza para as informações que obrigatoriamente devem ser apresentadas de forma clara e acessível, podem ser apresentadas primeiramente junto ao Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC) da própria instituição, a quem cabe dar uma primeira satisfação.

“Caso a resposta não seja satisfatória, o cliente pode acionar tanto o Procon como o Banco Central. Acredito que o Procon é um processo muito mais rápido, mas pode fazer a reclamação também junto ao BC, que tem ferramenta para isso”, informa o diretor da Anefac.

Fonte: Agência Brasil

Gostou de “Juros anuais do cartão de crédito?

Juros anuais do cartão de crédito
Juros anuais do cartão de crédito

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre o que acontece no ABC Cidades todo dia no Grande ABC.

Empresa contrata para Assistente administrativo em Salvador

A Empresa Petrópolis contrata Assistente Administrativo em Salvador/BA. O candidato da vaga deve ter conhecimentos em sistemas integrados, Excel, Word, Power Point e ter disponibilidades para viagens. Confira na matéria os detalhes e como se candidatar.

OBS: Apenas divulgamos as vagas, não solicitamos nenhum dado pessoal ou currículo. Nos canais abaixo compartilhamos mais publicações sobre vagas, NUNCA exigimos cadastro no Jornal Grande ABC. Responsabilidade das ofertas é por parte dos contratantes.

Grupo de divulgação de vagas no Facebook (clique aqui)
Canal de divulgação de vagas no Telegram (clique aqui)

Conheça nossa parceria com o site Lista de Vagas. Visite e confira mais vagas verificadas e reais.

Empresa contrata Assistente administrativo em Salvador

Assistente Administrativo (Clique Aqui)

Salário: A Combinar
Benefícios: Assistência médica, Assistência odontológica, Seguro de vida, Vale-alimentação, Vale-refeição, Vale-transporte.
Horário: A definir
Local de Trabalho: Salvador/BA
Requisitos: Conhecimento em sistema integrado, Excel, Word, Power Point e disponibilidade para viagens.
ATIVIDADES: Manter a atualização do banco de dados dos clientes e produtos, emissão de notas fiscais de vendas, mapas de cargas e boletos bancários conforme faturamento diário, importação de pedidos, auxilio na manutenção dos equipamentos de informática, de acordo com os procedimentos internos, visando atender as necessidades da Unidade.
Observação: Vagas também para PCD.

Mais Vagas no Grande ABC

Pensando em mudar de carreira ou se preparar melhor para entrevistas de emprego? Conheça a RC Locus, referência em Recrutamento & Seleção, em todos os níveis.

Gostou “Empresa contrata Assistente administrativo em Salvador”?

Empresa contrata Assistente administrativo

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email assim que estiverem online em nosso site. Aproveite e leia sobre Carreiras e Trabalho, com os ensinamentos de Rogério de Caro.

Junte-se a 2.704 outros assinantes

20 vagas de Auxiliar de Operações em Barueri

A Total Express está contratando para 20 vagas de auxiliar de operações, em Barueri. É necessário que candidato tenha o ensino médio concluído, conhecimentos do pacote Office e é desejável, mas não requisito, que já tenha experiência em empresa de logística.

OBS: Apenas divulgamos as vagas, não solicitamos nenhum dado pessoal ou currículo. Nos canais abaixo compartilhamos mais publicações sobre vagas, NUNCA exigimos cadastro no Jornal Grande ABC. Responsabilidade das ofertas é por parte dos contratantes.

Grupo de divulgação de vagas no Facebook (clique aqui)
Canal de divulgação de vagas no Telegram (clique aqui)

Conheça nossa parceria com o site Lista de Vagas. Visite e confira mais vagas verificadas e reais.

20 vagas de Auxiliar de Operações

Auxiliar de Operações (clique aqui)

20 Vagas – Contratação Efetiva – CLT
Salário: R$ 1.382
Benefícios: Assistência médica, Assistência odontológica, Restaurante interno
Seguro de vida e Vale-transporte.
Horário: Escala 6×1, Disponibilidade para turnos: 14h às 22:20hs Seg a Sáb; 6h às 14h20 Seg a Sáb; e 22h as 5h47 Dom a Sex.
Local de Trabalho: Barueri, São Paulo
Requisitos: Candidatos precisam ter o Ensino médio completo e disponibilidade de horário. Também, devem ter habilidades com pacote Office e morarem nas proximidades das unidades da empresa será um diferencial (Zona Leste, Zona Sul e Barueri). É desejável, não obrigatório, experiência em logística.

ATIVIDADES: Contratados irão garantir que os processos ocorram de acordo com os procedimentos estabelecidos; Executarão as atividades previstas pelo o operador logístico; Descarregar carga, triagem de mercadoria, leitura de rota, conferencia de carga, montagem de carga e amarração de pallets.

As vagas são temporárias, mas com a possibilidade de efetivação, além de serem disponibilizadas para PCDs também.

Mais Vagas no Grande ABC

Pensando em mudar de carreira ou se preparar melhor para entrevistas de emprego? Conheça a RC Locus, referência em Recrutamento & Seleção, em todos os níveis.

Gostou “20 vagas de Auxiliar de Operações”?

20 vagas de Auxiliar de Operações

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email assim que estiverem online em nosso site. Aproveite e leia sobre Carreiras e Trabalho, com os ensinamentos de Rogério de Caro.

Junte-se a 2.704 outros assinantes

Identifique os efeitos negativos da pandemia nos animais de estimação

A pandemia alterou a rotina da maioria da população mundial e provocou impactos negativos na saúde física e mental de muita gente. Mas não foram só os humanos que sentiram os efeitos do isolamento social adotado para barrar a transmissão desenfreada do coronavírus. Os animais de estimação também tiveram o dia a dia alterado nos últimos 12 meses – e poderão sofrer ainda mais quando tudo voltar à “normalidade”.

Saiba identificar os efeitos negativos da pandemia nos animais de estimação

A recomendação do distanciamento social pelas autoridades de saúde, com as quarentenas e medidas restritivas de circulação, e a ação do trabalho e estudos remotos fizeram com que os tutores de pets ficassem mais tempo em casa. Essa foi a mudança mais significativa na rotina dos animais em um primeiro momento da pandemia. Ter companhia o dia todo pode parecer uma vantagem aos bichinhos, mas também pode se tornar motivo de estresse, já que é uma mudança brusca no cotidiano deles. “Um dos principais problemas enfrentados pelos pets quando há mudança brusca na rotina é a alteração de comportamento”, explica o médico veterinário e coordenador do curso de Medicina Veterinária da Faculdade Anhanguera de São Bernardo do Campo e Pirituba (SP), Frederico Fontanelli Vaz.

Em um segundo momento, com a retomada das atividades e com a esperança de voltar ao normal, surge um novo motivo de incômodo aos animais: os tutores vão voltar, aos poucos, à rotina anterior à pandemia e deixar os pets sozinhos em casa depois de terem se acostumado com a companhia. E quando os tutores voltarem a trabalhar ou a estudar presencialmente, os animais poderão sofrer o mesmo problema. “Esse retorno à rotina anterior à pandemia significa, na prática para o animal, a ausência do tutor, podendo desenvolver uma síndrome de ansiedade por separação e ocasionando, por exemplo, comportamentos destrutivos pelo pet, podendo apresentar latidos constantes, arranhar e morder móveis e objetivos, urinar e defecar fora do lugar de costume”, elenca o coordenador. “Esses comportamentos alterados podem ser inconvenientes tanto para os tutores como para os vizinhos, mas o animal é o mais afetado diretamente, podendo em alguns casos desenvolver automutilação, por exemplo, mordendo a própria pata ou o rabo. Além disso, podem acontecer também situações em que há a falta de apetite, perda ou ganho de peso excessivo, alterações dermatológicas e supressão da imunidade, que pode abrir portas para infecções e surgimento de doenças, tudo isso reflexo do estresse da separação”, continua.

Como amenizar os efeitos negativos da pandemia nos pets?

O médico veterinário da Anhanguera explica que cães e gatos precisam se manter ativos física e psicologicamente para serem saudáveis. Por isso, antes de qualquer mudança radical na rotina dos pets, é importante promover atividades físicas, mentais e sociais para que eles se acostumem com novas situações e gastem energia para aliviar o tédio e o estresse.

“Se os animais vão passar muito tempo sozinhos, é interessante investir em enriquecimento ambiental. Objetos e estruturas que promovam desafios e atividades alimentares, sensoriais, físicas e mentais são uma opção”, elenca o veterinário. Esses objetos podem ser brinquedos, petiscos, brincadeiras como cabo de guerra e jogar bolinhas, camas elevadas e obstáculos. Estimular a independência e reforçar positivamente bons comportamentos enquanto estiver junto ao pet são outras dicas importantes. “Acostumar os cães, principalmente, a ficarem sozinhos, com saídas rápidas e graduais enquanto se divertem com os elementos de enriquecimento ambiental aplicados pelo tutor gera bons resultados”, completa Vaz.

Sobre a Anhanguera 

Fundada em 1994, a Anhanguera já transformou a vida de mais de um milhão de alunos, oferecendo educação de qualidade e conteúdo compatível com o mercado de trabalho em seus cursos de graduação, pós-graduação e extensão, presenciais ou a distância. Presente em todos os estados brasileiros, a Anhanguera presta inúmeros serviços gratuitos à população por meio das Clínicas-Escola na área de Saúde e Núcleos de Práticas Jurídicas, locais em que os acadêmicos desenvolvem os estudos práticos. Focada na excelência da integração entre ensino, pesquisa e extensão, a Anhanguera oferece formação de qualidade e tem em seu DNA a preocupação em compartilhar o conhecimento com a sociedade também por meio de projetos e ações sociais. Em 2014, a instituição passou a integrar a Kroton. Para mais informações, acesse: anhanguera.com e blog.anhanguera.com.

Sobre a Kroton

A Kroton nasceu com a missão de transformar a vida das pessoas por meio da educação, compartilhando o conhecimento que forma cidadãos e gera oportunidades no mercado de trabalho. Parte da holding Cogna Educação, uma companhia brasileira de capital aberto dentre as principais organizações educacionais do mundo, a Kroton leva educação de qualidade a mais de 817 mil estudantes do ensino superior em todo o País. Presente em 1.221 municípios, a instituição conta com 126 unidades próprias, sob as marcas Anhanguera, Fama, Pitágoras, Unic, Uniderp, Unime e Unopar e é, há mais de 20 anos, pioneira no ensino à distância no Brasil. A Kroton possui a maior operação de polos de EAD no país, com 1.673 unidades parceiras, e oferece no ambiente digital 100% dos cursos existentes na modalidade presencial. Com a transmissão de mais de 1.000 horas de aulas a cada mês em ambientes virtuais, a Kroton trabalha para oferecer sempre a melhor experiência aos alunos, apoiando sua jornada de formação profissional para que possam alcançar seus objetivos e sonhos. Para mais informações acesse: www.kroton.com.br.

Gostou de “Identifique os efeitos negativos da pandemia nos animais de estimação?

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre o que acontece no ABC Cidades todo dia no Grande ABC.

Programa Jovem Aprendiz Itaú com inscrições abertas

Está com inscrições abertas o Programa de Jovem Aprendiz do Itaú. Importante alertar que o único meio de participação é através da plataforma 99jobs, canal oficial e indicado no site do banco (link no final da matéria). Qualquer outra referência, agência de recursos humanos ou pessoas que se apresentem como representantes não estão habilitadas para realizar inscrições ou cadastros.

O Programa tem duração de até 2 anos, com  jornada de trabalho de até 6 horas diárias e conta com mais de 800 horas de capacitação teórica (direitos humanos, educação ambiental, relacionamento com o cliente, tecnologia, mercado financeiro, informática, habilidades comportamentais, entre outros). O aprendiz pode atuar na Rede de Agências ou na Administração Central. As vagas são de acordo com disponibilidade em todo o país.

Grupo de divulgação de vagas no Facebook (clique aqui)
Canal de divulgação de vagas no Telegram (clique aqui)

Para se candidatar, é necessário ter entre 16 e 22 anos, preferencialmente mais de 18 anos para agências (não existe limite de idade para pessoas com deficiência). Também é exigido que o candidato esteja no Ensino médio, em curso ou concluído, e será diferencial se estiver cursando o Ensino Superior. Não é requisito, mas haverá prioridade para jovens em situação de vulnerabilidade social e da rede pública de ensino.

O programa de jovem aprendiz conta com as etapas de inscrições e aplicação de testes online; Em seguida, entrevista coletiva e dinâmica de grupo (provavelmente seguirá online, durante toda vigência da pandemia); Dando prosseguimento, haverá entrevista individual ou dinâmica de grupo com a liderança da área; Por fim, o processo de admissão.

Ficou interessado? Entre na página https://www.99jobs.com/itau-unibanco/jobs/92973-programa-jovem-aprendiz e faça seu cadastro. Não há prazo para encerramento do Programa Jovem Aprendiz Itaú, porém é bom que já tenha seu realizado os processos iniciais e fique no aguardo, a qualquer momento poderá ser convocado.

USE NOSSO BUSCADOR DE VAGAS

Gostou “Programa Jovem Aprendiz Itaú”?

Programa Jovem Aprendiz Itaú

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Aproveite e leia sobre Carreiras e Trabalho, com os ensinamentos de Rogério de Caro.

Junte-se a 2.704 outros assinantes

Ambev contratando aprendiz em diversas cidades

A Ambev está contratando aprendiz, através de processo de seleção, em diversas cidades do país. Destaques para Mauá e Suzano, com 4 processos seletivos para cada unidade.

Basicamente, a empresa deseja que os candidatos tenham disciplina para cumprimento de rotina e facilidade de relacionamento interpessoal. O requisito de escolaridade é que esteja matriculado em curso de aprendizagem.

As cidades com vagas para aprendiz são: Araraquara, Bauru, Brasília, Caieiras, Curitiba, Embu das Artes, Ilhéus, Marituba, Mauá, Mogi Mirim, Olinda, Paranaguá, Paulínia, Petrópolis, Rio de Janeiro, São Luís, Suzano, Uberlândia e Volta Redonda.

Não há informação quanto a valor do salário, porém os benefícios em geral são (podendo variar de cidade para cidade): Plano Odontológico, Plano de Saúde, Venda de Produtos para funcionários, Cesta de Natal (mais brinquedo para quem tem filhos), Gympass e Previdência privada.

OBS: Apenas divulgamos as vagas, não solicitamos nenhum dado pessoal ou currículo. Nos canais abaixo compartilhamos mais publicações sobre vagas, NUNCA exigimos cadastro no Jornal Grande ABC. Responsabilidade das ofertas é por parte dos contratantes.

Grupo de divulgação de vagas no Facebook (clique aqui)
Canal de divulgação de vagas no Telegram (clique aqui)

Conheça nossa parceria com o site Lista de Vagas. Visite e confira mais vagas verificadas e reais.

Ambev contratando aprendiz em diversas cidades

A relação abaixo está em ordem alfabética por cidade.

Vagas – Clique no link para ir ao recrutamentoCidade/Estado
Aprendiz (Logística) (CDD Araraquara)Araraquara/SP
Aprendiz (Vendas) (CDD Agudos)Bauru/SP
Aprendiz (Nível de Serviço) (CDD Brasília)Brasília/DF
Aprendiz (Financeiro) (CDD Caieiras)Caieiras/SP
Financeiro – Aprendiz (Curitiba)Curitiba/PR
Aprendiz (CDD EMBU)Embu Das Artes/SP
Aprendiz (Gente) (CDD Ilhéus)Ilhéus/BA e Remoto
Aprendiz (Vendas) (CDD Belém)Marituba/PA
Aprendiz (Gestão) (CDD Mauá)Mauá/SP
Aprendiz (Gestão) (CV Itaquera)Mauá/SP
Aprendiz (Gestão) (CV Itaquera)Mauá/SP
Aprendiz (Logística) (CDD Mauá)Mauá/SP
Aprendiz Logística – Mogi MirimMogi Mirim/SP
Aprendiz Vendas – MOGI MIRIMMogi Mirim/SP
Aprendiz (Vendas e GG) (Recife)Olinda/PE
Logística – Aprendiz – CDD OlindaOlinda/PE
Vendas – Aprendiz – CDD OlindaOlinda/PE
Vendas – Aprendiz – CDD OlindaOlinda/PE
Aprendiz – Gestão (Paranaguá)Paranaguá/PR
Aprendiz (CDD Paulínia)Paulínia/SP
Aprendiz (CDD Paulínia-SP)Paulínia/SP
Vendas – Aprendiz (CDD Campinas )Paulínia/SP
Aprendiz Financeiro/Logistica C. Bohemia RJPETRÓPOLIS
Aprendiz (Engenharia) (C. Bohemia)Petrópolis/RJ
Aprendiz (loja Bohemia)Petrópolis/RJ
Aprendiz (AS) (Volta Redonda)Rio De Janeiro/RJ
Vendas – Jovem Aprendiz – AS Niterói (São Gonçalo/RJ)Rio De Janeiro/RJ
Processo Aprendiz (Adega) (Cervejaria Equatorial)São Luís/MA
Aprendiz (Gestão) (CDD Suzano)Suzano/SP
Aprendiz (Gestão) (CDD Suzano)Suzano/SP
Aprendiz (Gestão) (CDD Suzano)Suzano/SP
Aprendiz (Logística) (CDD Suzano)Suzano/SP
Aprendiz – MEIO AMBIENTE (Cervejaria Uberlândia)Uberlândia/MG
Jovem Aprendiz – CDD Volta Redonda/RJVolta Redonda/RJ

Todas as vagas estão na plataforma oficial de recrutamento da Ambev, no GUPY (https://ambev.gupy.io).

USE NOSSO BUSCADOR DE VAGAS

Gostou “Ambev contratando aprendiz em diversas cidades”?

Ambev contratando aprendiz em diversas
Foto: Alex Malheiros

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Aproveite e leia sobre Carreiras e Trabalho, com os ensinamentos de Rogério de Caro.

Junte-se a 2.704 outros assinantes

Conheça trajetórias de mulheres inspiradoras em meio a dilemas

A pandemia da Covid-19 alterou a dinâmica da vida de milhares de mulheres. Foram evidenciadas dimensões de desigualdades sociais, entre a sobrecarga e o acúmulo das tarefas, se desdobrando para conciliar trabalho, filhos, falta de dinheiro e sanidade mental. Aqui você pode encontrar as trajetórias de mulheres inspiradoras em meio ao caos que estamos vivendo.

Conheça trajetórias de mulheres inspiradoras em meio a dilemas

Metade das brasileiras passou a ter de cuidar de alguém por conta da pandemia, apontou o levantamento “Sem parar: o trabalho e a vida das mulheres na pandemia”, da Sempreviva Organização Feminista. 

Essa proporção segue uma tendência que detectou um aumento de famílias brasileiras sendo chefiadas por mulheres. Passaram de 14,1 milhões em 2001 para 28,9 milhões em 2015, segundo estudo realizado pela Escola Nacional de Seguros. Quase metade dos domicílios tem uma mulher no comando. Dados do IBGE, em 2018, indicam que cerca de 7,8 milhões de mulheres negras brasileiras chefiavam famílias.

Conheça trajetórias de mulheres inspiradoras em meio a dilemas

Desempregada há dois meses por causa da pandemia, Adriana Abreu (40), moradora da Rocinha, favela localizada na Zona Sul do Rio de Janeiro, tem cinco filhos e cria uma sobrinha. “Estava trabalhando na cozinha da escola da prefeitura, aqui mesmo na comunidade. Só que devido a pandemia desligaram os funcionários e agora vamos ter que aguardar 90 dias. Talvez as escolas abrindo eles nos chamem de volta”, contou. 

Em meio à falta de dinheiro, Adriana vem se mantendo com o cartão-merenda das crianças, no valor de R$54,25 cada, e à espera do seguro desemprego. Sozinha ela segura as pontas em casa. “Sempre corri atrás de tudo, sempre batalhei para sustentar e dar o melhor para eles”, disse. (Foto em destaque)

Moradora de Campestre do Maranhão, município do interior, Edilene da Silva Chagas (41) é mais uma das muitas mulheres que chefiam a família no Brasil. Trabalhando em casa vendendo lanches, ela viu as coisas apertarem em meio à pandemia e contou com o auxílio emergencial para continuar mantendo a comida na mesa. Edilene se enquadra na categoria que recebeu duas cotas, somando o valor de R$ 1.200,00.

“Para mim que sou mãe solteira, mãe de três filhos, o auxílio veio em uma boa hora, porque as necessidades estavam falando mais alto”, contou. Em meio às econômicas dificuldades enfrentadas, o auxílio servia para as necessidades básicas, além de pagar as contas de água e luz. “As despesas são grandes, as coisas estão muito caras”.

A última parcela da ajuda financeira foi paga no final de janeiro. Com a continuidade da pandemia e da crise econômica, o Senado aprovou na última semana uma nova rodada de pagamentos, ainda sem garantia. A proposta será avaliada na Câmara. A previsão é de que o benefício passe a ser concedido em março e os novos valores devem variar entre R$ 150 e R$ 375.

Dupla jornada na linha de frente

Segundo o relatório “Covid-19: Um Olhar para Gênero” do Fundo de População das Nações Unidas, 70% da força de trabalho ligada à área da saúde no mundo é feminina. No Brasil, os números são parecidos. O Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), indica que 65% dos seis milhões de profissionais do setor são do sexo feminino.

Além de conviver com o medo diário da contaminação e o afastamento da família, dormindo separada do marido e evitando contato com o filho, a pandemia fez com que a médica nefrologista de Manaus, Ana Wanda (49), acumulasse uma dupla jornada. Intercalando a rotina exaustiva do trabalho na linha de frente, cuidando de pacientes com Covid-19 em estado grave em hemodiálise, e os afazeres de casa. 

“Trabalhar fora e trabalhar em casa. Realmente isso me deixava bastante cansada, e ainda continuo trabalhando dessa maneira. Trabalho fora de casa no hospital e quando eu chego tenho que fazer as coisas em casa. Meu marido e meu filho me ajudam, mas a maior parte realmente sobra para a mulher”, afirmou.

A capital amazonense se tornou o epicentro da pandemia no País, enfrentando dias de caos sanitário, tumulto nas filas de leitos de UTI e falta de oxigênio para os pacientes. Vendo pessoas morrerem diante dos seus olhos todos os dias, até os próprios colegas, Ana disse ter se visto em um cenário assustador.

“Eu acabei fazendo a opção por reduzir a minha jornada de trabalho, meu marido teve Covid-19, foi de uma forma moderada mas ele ficou mal. Tive que cuidar dele e diante do medo de contaminar a família, o meu filho, optei pela redução na jornada de trabalho”, contou.

Em meio ao contexto alarmante, a médica hoje se vê uma mulher mais forte. “Mostramos a nossa importância e a nossa capacidade de se adaptar, de enfrentar os desafios e mostrar que sempre conseguimos superar.”

Conheça trajetórias de mulheres inspiradoras em meio a dilemas

Representatividade e esperança

Mulher, negra, trabalhadora, mãe e chefe de família, um símbolo do Brasil e de esperança de dias melhores.  A enfermeira do Instituto de Infectologia Emílio Ribas, Mônica Calazans (55), foi a primeira pessoa a ser imunizada contra a Covid-19 no País. Com coragem, ela se arriscou todos os dias desde o início a pandemia para salvar vidas.

Conheça trajetórias de mulheres inspiradoras em meio a dilemas

Sua trajetória não foi fácil. Começou sua atividade na área hospitalar em 1985, em busca de mais conhecimento entrou na faculdade de enfermagem com mais de 40 anos e lutou para se formar. Em toda a sua jornada Mônica disse nunca ter passado por uma situação tão triste e complicada, mas a vacina trouxe de volta seu otimismo. 

“Eu sou uma pessoa comum, uma pessoa que trabalha, uma pessoa que sai cedo. A minha vida pessoal não mudou nessas questões, eu continuo trabalhando todos os dias. O que mudou foi a minha representação, eu falo em pró à saúde, aos brasileiros, que agora nós temos uma saída”, disse.

Em parceria com: Brasil 61

Gostou de “Conheça trajetórias de mulheres inspiradoras em meio a dilemas”?

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre histórias de mulheres em História e Luta toda semana no Grande ABC.

Programa de Talentos Seara 2021 tem 160 vagas abertas

A Seara, através de sua proprietária JBS, está com inscrições abertas no seu Programa de Talentos 2021, para profissionais formados recentemente. São 160 vagas para diferentes áreas. Os candidatos aptos são os profissionais dos cursos de administração, engenharias, medicina veterinária e zootecnia, desde que formados entre dezembro de 2016 e dezembro de 2020. 

As oportunidades são para trabalharem nas unidades produtivas da Seara no país, alocados nas áreas de produção, agropecuária, manutenção e qualidade. Ainda, o programa oferecerá capacitação técnica e de gestão de pessoas.

Os candidatos que forem aprovados ingressarão como analistas, podendo ter efetivação ao final do programa, para cargos de liderança. Todavia, dependerá do desempenho individual e disponibilidade de vaga.

Grupo de divulgação de vagas no Facebook (clique aqui)
Canal de divulgação de vagas no Telegram (clique aqui)

Conheça nosso parceiro Trainee Mestre, blog de marketing, voltado para o empreendedorismo, dicas e colaboração com Guest Post de profissionais renomados de SEO.

A remuneração não fora informada. Ainda assim, oferece benefícios como assistência médica, assistência odontológica, vale-transporte, seguro de vida, restaurante interno e convênio com empresas parceiras.

As etapas do processo seletivo incluem: inscrições, teste de raciocínio lógico, estudo de caso, entrevistas e visitas nas unidades, e finalmente a seleção da JBS, para iniciarem o programa.

Estados: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Minas Gerais, Bahia 

Como posso me candidatar?

Ficou interessado e está no perfil desejado pela empresa? Acesse a página de cadastro no VAGAS (https://www.vagas.com.br/vagas/v2157057/jovens-de-valor-talentos-seara-2021). Fique atento, pois as inscrição estarão abertas até 19 de Março.

Mais Vagas no Grande ABC

Gostou de “Programa de Talentos Seara 2021”?

Programa de Talentos Seara 2021

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Aproveite e leia sobre Carreiras e Trabalho, com os ensinamentos de Rogério de Caro.

Junte-se a 2.704 outros assinantes

Vagas de Estágio no Nube, são mais de 7 mil oportunidades

O recrutamento do Núcleo Brasileiro de Estágios (Nube) apresenta oportunidades de vagas de estágio para estudantes dos ensinos médio, técnico e superior. São mais de 7.500, em todas as regiões do Brasil. Diversas áreas estão incluídas nas ofertas, para turnos nos períodos da manhã e noite. A remuneração varia de R$ 950 a R$ 1.800, de acordo com a vaga e empresa contratante.

Os cursos de graduação com vagas disponíveis disponíveis no Nube, destaque para os de administração de empresas, arquitetura e urbanismo, artes cênicas, audiovisual, ciências contábeis, ciências econômicas, comércio exterior, comunicação e marketing, comunicação social, computação, direito, design, engenharia da computação, engenharia química, fisioterapia, fonoaudiologia, gastronomia, gestão da qualidade, gestão comercial, gestão de empresas, gestão de marketing, jornalismo, letras, medicina veterinária, nutrição, odontologia, pedagogia, publicidade e propaganda, relações públicas, rádio e TV, turismo e zootecnia.

Os Alunos matriculados nos cursos do ensino técnico, além do ensino médio regular, encontrarão vagas nas áreas de eletricidade, eletrônica, mecânica, química, geologia e mineração, instrumentação industrial, informática, manutenção de aeronaves, secretariado, administração, segurança do trabalho, logística, redes de computadores, processamento de dados, comércio, eletrotécnica, estradas, meio ambiente, multimídia, contabilidade, entre outras.

Conheça nossa parceria com o site Lista de Vagas. Visite e confira mais vagas verificadas e reais.

Grupo de divulgação de vagas no Facebook
Canal de divulgação de vagas no Telegram

Vagas de Estágio no Nube: Como se candidatar?

Se você se interessou, e está dentro de algum dos perfis aqui apresentados, podes concorrer às vagas de estágio na Nube cadastrando seu currículo em neste link (ou https://www.nube.com.br/estudantes/cadastro). Fique atento, pois há grande volume de novas vagas, bem como outras preenchidas.

OBS: Apenas divulgamos as vagas, não solicitamos nenhum dado pessoal ou currículo. Nos canais compartilhamos mais publicações sobre vagas, NUNCA exigimos cadastro no Jornal Grande ABC. Responsabilidade das ofertas é por parte dos contratantes.

Mais Vagas no Grande ABC

Gostou “Vagas de Estágio no Nube”?

Vagas de Estágio no Nube

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Aproveite e leia sobre Carreiras e Trabalho, com os ensinamentos de Rogério de Caro.

Inscrições abertas para Recruta Stone 2021; só até 04/03

As inscrições estão abertas para o Recruta Stone 2021, programa de seleção de talentos, no qual a empresa não exige pré-requisitos. Mas atenção, o prazo para inscrições é só até 4 de março. Os candidatos de todas as regiões do país estão aptos para participar da seleção.

Segundo a própria empresa, a Stone utiliza proposta diferente dos processos seletivos mais comuns. Pois, ela prioriza o recrutamento inovador, no qual as etapas iniciais se aprofundam na trajetória de cada candidato nas fases seguintes. O programa Recruta Stone, objetiva localizar os talentos mais promissores do Brasil.

Além disso, é considerado a principal forma de se entrar na empresa. Na edição anterior, mais de 100 mil inscritos participaram. Ao todo, como resultado, o programa teve três vencedoras, e mais de 800 pessoas foram efetivamente contratadas.

Conheça nossa parceria com o site Lista de Vagas. Visite e confira mais vagas verificadas e reais.

Por conta da pandemia e as variadas mudanças causadas por conta desta, o processo seletivo será em modelo totalmente digital. Todavia, mantiveram toda a essência do modelo presencial, no qual visa a proximidade com os candidatos e somando novos pontos de contato. No lugar da tradicional dinâmica de grupo do processo presencial, haverá a resolução de desafio e dinâmica online com grupos.

Sem número pré-definido de contratações, o Recruta Stone possui dez fases e tem duração de quatro meses. Os aprovados como recrutas passam os seis primeiros meses desenvolvendo um projeto de alto impacto e conhecendo a companhia por meio de conversas com os principais líderes e times, além de terem o acompanhamento da alta liderança por meio de mentorias.

Grupo de divulgação de vagas no Facebook
Canal de divulgação de vagas no Telegram

Se você estiver interessado de participar, faça sua inscrição no site https://www.recrutastone.com.br até 4 de março. Os aprovados no programa de recrutas da Stone serão anunciados em maio, para quando está previsto o encerramento da seleção.

Mais Vagas no Grande ABC

Gostou “Inscrições abertas para Recruta Stone 2021”?

Inscrições abertas para Recruta Stone 2021

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Aproveite e leia sobre Carreiras e Trabalho, com os ensinamentos de Rogério de Caro.

Programa de Trainee Unidas 2021 está com inscrições abertas

Programa de Trainee da Unidas 2021 está em busca por jovens formados em áreas variadas, com as inscrições abertas até o dia 08 de março. A empresa afirma ter o objetivo de capacitar e desenvolver seus contratados, oferecendo ambiente de aprendizagem teórica e experiencial, tornando-os aptos para atuarem nos diversos negócios e áreas da Unidas.

Os candidatos habilitados devem ter se formado entre Dezembro/2017 e Março/2021 (concluírem neste mês). Todos os cursos na área de exatas e humanas estão aptos para participarem. É necessário ter disponibilidade para residir na cidade de São Paulo (SP) ou Belo Horizonte (Minas Gerais), ter Alinhamento com a Cultura Unidas e possuir Inglês Avançado.