Arquivo da tag: abcpaulista

Conservação da biodiversidade

Conservação da biodiversidade em área de proteção ambiental

A área de mananciais da região de Paranapiacaba e Parque Andreense, ocupa um total de 52% da área total do território do município de Santo André, em São Paulo e compreende a Macrozona de Proteção Ambiental em relação à Macrozona Urbana.

Não existe vegetação original, exceto remanescentes, que foi modificada devido a extração de lenha para a ferrovia Santos-Jundiaí, madeira para a construção de moradias e para a indústria (olarias e serrarias), além de caça, pesca e extração de palmitos e outras espécies vegetais (PMSA, 2012).

A floresta apresenta 45,2% de vgetação em estágio secundário avançado de regeneração (PMSA, 2012), um número significativo, que evidencia políticas públicas de educação ambiental, fiscalização, licenciamento e de habitação efetivas e possivelmente dentro de alguns anos haverá florestas maduras – clímax (PMSA, 2012).

Contíguo à Vila de Paranapiacaba criou-se uma Unidade de Conservação (UC) de Proteção Integral em 2003, o ‘Parque Natural Municipal Nascentes de Paranapiacaba’-PNMNP, que protege 426 hectares (ha) de Mata Atlântica, permitindo pesquisa científica, ecoturismo e turismo pedagógico.

Forma, com outras duas UCs – Parque Estadual da Serra do Mar, Núcleo Itutinga-Pilões e Reserva Biológica do Alto da Serra de Paranapiacaba, um continuum ecológico (PMSA, 2012f), que funciona como um corredor ecológico e de dispersão da diversidade genética, imprescindível para a sobrevivência das espécies. Além de fazer divisa com São Bernardo do Campo, Cubatão, Mogi das Cruzes, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra, formando uma única floresta.

Os atrativos que compõem o complexo ecoturístico do PNMNP são, conforme constam no Atlas do Parque Natural Municipal Nascentes de Paranapiacaba: Revelando o nosso Parque (2008) e no Plano de Manejo do Parque Natural Municipal Nascentes de Paranapiacaba (2012):

  • Centro de Visitantes: local de recepção do turista, ponto de encontro com monitores ambientais e visão geral do PNMNP (exposições);
  • Núcleo Olho D’Água: portal oficial de entrada no PNMNP e local de interpretação ambiental e com uma nascente em sua entrada, além de ter o sistema de abastecimento de água construído pelos ingleses que construíram a ferrovia;
  • Tanque do Gustavo: local de interpretação ambiental e com sistema de abastecimento de água;
  • Trilhas: 1- Hortênsias; 2- Gravatás; 3- Mirante; 4- Água Fria; 5- Comunidade e 6- Pontinha.

O rio Grande, um dos formadores da represa Billings, nasce nas encostas próximas da divisa Santo André-Santos-Mogi das Cruzes interno ao Parque Natural Municipal Nascentes de Paranapiacaba (PMSA, 2012).

A fauna da região é riquíssima, composta por cerca de 31 espécies de mamíferos; 34 répteis: lagartos, serpentes, quelônios e anfíbios anuros; 14 de peixes e 106 de aves encontrados no PNMNP (PMSA, 2012).

Percebe a riqueza que temos em nossa região? Lembre-se que todos somos beneficiados por essa conservação, seja em nossa saúde, em bem-estar e em outros benefícios que uma floresta em pé nos proporciona, como biodiversidade, futuros fármacos, matérias-primas, alimentos, água para abastecimento público, lazer, contemplação, entre tantos outros.  

Fica aqui minha homenagem ao PNMNP pelo título recebido estes dias, da Reserva da Biosfera da UNESCO, de posto avançado na conservação da biodiversidade: sinal de que as políticas públicas de proteção, fiscalização e uso público estão sendo efetivas.

Você pode visitar o PNMNP em Santo André: para acessar as trilhas é necessário contratar um monitor ambiental credenciado pela prefeitura, pois se trata de uma área de proteção integral, com acesso controlado. Neste período de pandemia e quarentena que estamos passando, a quantidade de pessoas por trilha diminuiu; portanto, é necessário prévio agendamento de monitoria.

Aproveite os benefícios da natureza, convivendo, vivenciando e absorvendo seus ensinamentos de forma harmônica!

Fonte: PMSA, 2008/2012/2020.

Carolina Estéfano
Bióloga, Gestora Ambiental, Mestre em Ciências e Pesquisadora em Meio Ambiente 
Consultoria Caminhos Coletivos: educação e gestão socioambientais
https://www.facebook.com/caminhoscoletivos
carolinaestefano@hotmail.com

NOVOTEC EXPRESSO abre inscrições

Olá pessoal! Tudo bem com vocês? Estão abertas as inscrições de 09 a 23 de setembro pelo site: www.novotec.sp.gov.br para os cursos do Novotec Expresso.Quem pode se inscrever?Estudantes de Escolas Públicas:- do Ensino Médio;- da EJA;- Concluintes até dois anos.*Duração de 03 meses;*Aulas on-line + Encontros presenciais;*Curso Gratuito e com Certificado;*Previsão de início das aulas em 05/10 e término em 18/12.Confira nossos Cursos!- Recepção e Atendimento ao Cliente- Comunicação e Projeto de Vida para o Mercado de Trabalho (com Instituto Proa)- Princípios do Empreendedorismo- Excel Básico- Informática Básica

Fonte: ETEC de Rio Grande da Serra

Arroz chega a custar R$ 40 e preço deve continuar em alta

Mariana Tramontina, do UOL

O preço do arroz disparou nos supermercados brasileiros nas últimas semanas. Um pacote de 5 kg, normalmente vendido a cerca de R$ 15, chega a custar R$ 40 na gôndola. Levantamento feito pelo Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), da Esalq/USP, mostra que a alta do arroz chega a 100% em 12 meses. E não há alívio no bolso no horizonte. Produtores e especialistas dizem que os preços devem continuar subindo nos próximos meses.

Segundo a Apas (Associação Paulista de Supermercados), os aumentos são “provenientes dos fornecedores de alimentos, que são provenientes de variáveis mercadológicas como maior exportação, câmbio e quebra de produção”. A Abiarroz (Associação Brasileira da Indústria do Arroz) informou que o produto comprado dos produtores pelas indústrias ficou 30% mais caro só em agosto.

Assim como outros produtos da cesta básica, como óleo de soja e feijão, a alta do arroz está ligada à valorização do dólar, que torna as exportações mais lucrativas aos produtores.

Além disso, a safra de arroz neste ano caiu, ao mesmo tempo em que a demanda interna pelo produto cresceu durante a pandemia do novo coronavírus. “Com o isolamento, as famílias passaram a consumir mais cereal, num ano de menor oferta, então o preço foi subindo”, afirma Ivo Mello, diretor do IRGA (Instituto Rio-grandense do Arroz).

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou hoje que o governo estuda medidas, por meios dos ministério da Economia e da Agricultura, para dar uma resposta à disparada nos preços de alimentos nos mercados, mas descartou qualquer tipo de tabelamento e reiterou que tem feito um apelo aos empresários do setor para que diminuam a margem de lucro.

Autoridades na Abertura do Connected Smart Cities e Mobility

Durante a Cerimônia de Abertura do evento será divulgado o Ranking Connected Smart Cities 2020, mais importante estudo de cidades do país e que contempla os 673 municípios com mais de 50 mil habitantes. A Abertura conta com a participação de autoridades das esferas: federal, estadual e municipal e representantes de entidades e empresas nacionais e internacionais – Portal Maratimba

Nesta terça (08 de setembro), das 15h às 19h30, acontece ao vivo a Cerimônia de Abertura do Connected Smart Cities e Mobility Digital Xperience 2020, mais tradicional e importante evento de cidades do país e que, nesta edição histórica, será realizado em formato 100% digital e por meio de plataforma dedicada. O evento segue nos dias 09 e 10, a partir das 09h, com o fórum, exposição de empresas e encontro de negócios. Inscrições em: http://evento.connectedsmartcities.com.br/inscricoes/

A Cerimônia de Abertura do evento contempla a divulgação do Ranking Connected Smart Cities 2020, estudo elaborado pela Urban Systems, em parceria com a Necta, e que mapeia todos os 673 municípios com mais de 50 mil habitantes, com o objetivo de definir as cidades com maior potencial de desenvolvimento do Brasil. A programação contempla a participação de autoridades de várias regiões do país das esferas: federal, estadual e municipal (em formato ao vivo e gravado), representantes de entidades e de empresas nacionais e internacionais.

Participam da Abertura: por meio de vídeo: Ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), Marcos Pontes; representante do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR); prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro; prefeito de Porto alegre, Nelson Marchezan Júnior; prefeito de São Paulo, Bruno Covas; prefeito de Curitiba, Rafael Greca; prefeito de Campinas, Jonas Donizette; entre outros gestores públicos. No formato ao vivo: prefeito de São Caetano do Sul, José Auricchio Junior; prefeito de Vitória, Luciano Rezende; prefeito de Santos, Paulo Alexandre Barbosa; assessora especial do Ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), Regiane Relva Romano; representante do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR); diretor de parcerias da Google Brasil, Newton Neto; gerente do Instituto Avon, Mafoane Odara; presidente da Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação, Cris Alessi.

Além: secretário Municipal do Meio Ambiente e da Sustentabilidade e presidente dos Conselhos Municipais de Meio Ambiente e do Plano Diretor de Porto Alegre, Germano Bremm; secretário municipal de Inovação e Tecnologia da prefeitura de São Paulo, Juan Quirós; secretária de desenvolvimento econômico, social e de turismo de Campinas, Alexandra Caprioli; responsável por Soluções e-city da Enel X Brasil, Carlos Eduardo Cardoso; diretor sênior de Relações Públicas e Governamentais da Huawei Brasil, Atílio Rulli; assessora técnica do projeto ANDUS (Apoio à Agenda Nacional de Desenvolvimento Urbano Sustentável no Brasil) – GIZ Brasil, Sarah Habersack; diretor Comercial e Marketing e sócio da Urban Systems e do Connected Smart Cities, Willian Rigon; CEO da Urban Systems e sócio do Connected Smart Cities e Mobility, Thomaz Assumpção; CEO da Necta e idealizadora do Connected Smart Cities e Mobility, Paula Faria; entre outros participantes.

CEO da Necta e idealizadora do Connected Smart Cities e Mobility, Paula Faria, destaca que esta 6ª edição do evento nacional traz, no contexto mundial, os cases mais importantes de cidades inteligentes e reúne os principais atores do setor público e privado do mercado de cidades e mobilidade.

“Teremos 3 mil participantes, com destaque para o Fórum, que contempla mais de 300 palestrantes nacionais e internacionais, com 70 sessões distribuídas em 12 palcos virtuais simultâneos, somando 140 horas de conteúdo. Vamos debater com profundidade o futuro das cidades brasileiras, incluindo o contexto da Covid-19. É importante enfatizar que o momento em que estamos exigiu um novo formato para o evento e, nos últimos seis meses, trabalhamos e desenvolvemos uma plataforma exclusiva e dedicada ao evento, pois entendemos que, mais do que nunca, a pauta smart cities tem função fundamental para o setor público e privado. Nesse sentido, nos 3 dias da iniciativa, teremos conexão em tempo real com gestores de todos os estados do país”, disse.

RESUMO PROGRAMA DE ABERTURA DO CONNECTED SMART CITIES E MOBILITY DIGITAL XPERIENCE 2020 08 DE SETEMBRO DE 2020 (TERÇA-FEIRA)

15h00 às 15h05 | Boas-vindas Connected Smart Cities & Connected Smart Mobility5h05 às 15h15 | Plano do Governo Federal para Cidades Inteligentes – Câmara para Cidades 4.015h15 às 15h25 | Plano do Governo Federal para Cidades Inteligentes – Carta Brasileira para Cidades Inteligentes15h25 às 15h40 | Projeto Plus Codes – Google15h40 às 15h45 | Inclusão e diversidade: pauta das cidades inteligentes15h45 às 15h50 | Apresentação dos indicadores do 6º Ranking Connected Smart Cities15h50 às 16h00 | Entrega dos troféus 10 primeiros lugares no Ranking Connected Smart Cities16h00 às 18h00 | Bate-papo com prefeitos e representantes sobre Planejamento em Cidades Inteligentes18h00 às 18h30 | Live Musical com o grupo As Valquírias18h30 às 19h30 | Networking digitalProgramação completa em: http://evento.connectedsmartcities.com.br/programacao-evento-nacional/

SOBRE O CONNECTED SMART CITIES E MOBILITY DIGITAL XPERIENCE 2020

A organização do evento desenvolveu sua própria plataforma digital dedicada ao novo formato, focada em proporcionar aos participantes uma experiência que se espelhará ao ambiente presencial, por meio de: trilhas simultâneas de conteúdo; Expo virtual- que permite a interação entre expositores e participantes; rodadas de negócios; networking com os participantes, entre outros diferenciais.

FÓRUM CSCM DX

O Fórum contará com a participação de especialistas nos temas abordados explorados no evento e apresenta experiências concretas de iniciativas realizadas em smart cities ao redor do mundo, contemplando os temas: Cidades Conectadas; Urbanismo Sustentável nas Cidades; Cidades Participativas e Engajadas; Cidades Empreendedoras; Cidades Humanas, Resilientes e Inclusivas; e Cidades Prósperas.

PRÊMIO CSC DX

O Prêmio Connected Smart Cities consiste em reconhecer e premiar negócios inovadores, que contribuam com a solução de problemas das cidades, de maneira a torná-las inteligentes. São duas categorias: negócios pré-operacionais e negócios em operação. A apresentação dos empreendedores do Prêmio 2020, acompanhamento dos insights da banca e o anúncio dos ganhadores, será transmitida ao vivo para os inscritos no evento e pelas redes sociais do CSCM, no dia 09 de setembro, a partir das 09h.

EXPO VIRTUAL CSCM DX

A Expo conta com os produtos e serviços para as cidades, por meio dos cases das empresas participantes e que serão expostos no estande virtual. Empresas participantes: Enel X; GIZ (empresa Alemã de Cooperação Internacional); Huawei; Siemens; Câmara de Comércio Brasil-Canadá (CCBC); EAV Networks; Exati Tecnologia; Liebherr; Marcopolo; Alstom; Egis; Heartland; HS Urbanismo; Hubse; Kido Dynamics; Bluspark; Evac Building; Fundação Ezute; Lemobs; Movisafe; Systra; Citelum; Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI); Movisafe; KPMG; Green4T; Urban Systems; Necta; Clube Cidades Sustentáveis; e Valgo.

O CSCM EM NÚMEROS

Na 6ª edição, o Connected Smart Cities e Mobility conta com um alcance de mais de 15 mil pessoas mensalmente, 9 mil participantes, 9.300 participantes, 1.200 reuniões nas Rodadas de Negócios, 500 marcas participantes, 250 painéis de discussão, 750 palestrantes, além de mais de 230 Apoiadores. O evento se destaca, ainda, pela ampla participação de prefeituras que, apenas em 2019, contou com a presença de aproximadamente 300 municípios.SERVIÇOConnected Smart Mobility Digital XperienceData: 08, 09 e 10 de setembro de 2020Local: 100% digitalMais informações: http://evento.connectedsmartcities.com.brProgramação: http://evento.connectedsmartcities.com.br/programacao-evento-nacional/Inscrições: http://evento.connectedsmartcities.com.br/inscricoes/Imagens Connected Smart Cities e Mobility: http://www.flickr.com/photos/connectedsmartcities/albumsOrganização: Necta (http://www.nectainova.com.br) e Urban Systems

Sobre o Connected Smart Cities

O Connected Smart Cities, principal iniciativa do setor no Brasil e um dos maiores da América latina, é realizado pela Necta e a Urban Systems e envolve empresas, entidades e governos. O evento faz parte da Plataforma Connected Smart Cities, que tem por missão encontrar o DNA de inovação e melhorias para cidades mais inteligentes e conectadas umas com as outras, sejam elas pequenas ou megacidades.Ranking Connected Smart Cities: estudo desenvolvido pela Urban Systems, por meio de metodologia própria e exclusiva, em parceria com a Necta. Além de considerar os conceitos de cidades inteligentes, como tecnologia, meio ambiente e sustentabilidade, o Ranking considera conceito de conectividade, investimentos em saneamento, importância da educação na formação e reprodução dos potenciais das cidades e sustentabilidade econômica. Todos os indicadores do Ranking Connected Smart Cities 2019 estão disponíveis em: http://sators.rds.land/csc19_resultado_ranking

Everton Dias prega atenção total contra Monte Azul

O São Caetano conseguiu importante resultado ao vencer (1 a 0) o Monte Azul no jogo de ida da fase de quartas de final da Série A-2 do Campeonato Paulista. Vitória bastante festejada, mas que não define a situação do Pequeno Gigante no Estadual.

Diante desse triunfo passado, o volante Everton Dias analisou a importância que o placar favorável, conquistado na casa do rival, possui para a equipe dirigida por Alexandre Gallo.

“A gente fica feliz por ter vencido. Uma decisão de 180 minutos e que nesta primeira parte a gente pôde e impor o nosso jogo apesar das dificuldades, do campo e calor. Fomos felizes em conseguir o resultado positivo, que pode nos ajudar no jogo de volta”, explicou.

São Caetano e Monte Azul se enfrentam novamente pela fase de quartas de final na sexta-feira (11), às 15h, no Anacleto Campanella. Já pensando neste reencontro entre as equipes, Everton Dias também ressaltou qual postura deverá ser adotada pelo elenco caetanista na oportunidade.

“Um jogo que vale classificação. Não podemos dar mole. Precisamos entrar ligados, pois não é à toa que eles também chegaram nesta fase. Vamos respeitar o adversário, mas vamos tentar impor o nosso jogo”, afirmou o meio-campista.

Ao ter vencido o confronto de ida, o Pequeno Gigante pode garantir a classificação com um empate na sexta-feira. Em caso de vitória do Monte Azul, pelo mesmo placar da partida anterior, o classificado será decidido nos pênaltis.

Saída

Revelado na base do Azulão, o jogador Matheus Índio foi negociado com o Trofense, de Portugal. Integrado ao profissional do São Caetano em 2018, o atleta realizou 30 jogos pelo time principal e ainda fez parte do elenco campeão da Copa Paulista no ano passado.

Foto: Fabrício Cortinove

Assessoria de imprensa: Fabrício Cortinove

boonchai wedmakawand/Getty Images

Leilão de carros e motos tem lance inicial a partir de R$ 3.100

Leilão é do Santander de veículos recuperados de financiamento
Por Da redaçãoExame

O Santander irá leiloar no dia 15 de setembro veículos recuperados de financiamento. O evento, realizado pela leiloeira Sato, terá carros populares e de luxo, além de motos. O lance inicial mais barato, de 3.100, é de uma moto Yamaha Fazer YS250 2010/2011. 

Entre os veículos, os destaques estão um Jaguar XF V8 Luxury 2010/2011, com lances a partir de 72 mil reais. Há também um Volkswagen Fusca AB 2014/2015, popularmente conhecido como “novo Fusca”, com  lance inicial a partir de 34 mil reais. 

Os arrematantes também podem optar por um Mitsubishi Outlander 3.0 V6 2010/2011, com lance inicial a partir de 17 mil reais, e a Mercedes-Benz C-200 K 2008/2009, com lance a partir de 18.500 reais. Para quem procura picape-média, o leilão trará lotes com a Ford Ranger XL CS4 22H 2015/2015 e a Volkswagen Amarok CD 4X4 HIGH 2013/2013, com lances a partir de 29 mil reais e 32 mil reais, respectivamente.

Neste momento, as visitas a casa leiloeira, localizado na cidade de Ribeirão Pires (São Paulo), estão suspensas temporariamente por conta da pandemia No entanto, é importante lembrar que no edital do evento é possível conferir cada um dos lotes disponíveis, especificações sobre cada item, assim como fotos e vídeos detalhados, que auxiliam na avaliação do bem.

Os consumidores que arrematarem lotes neste evento poderão receber os bens em qualquer lugar do território nacional, por meio do sistema Car Delivery. “Sabemos que nem todos os participantes podem se deslocar para retirar o item arrematado, seja por uma questão de custo ou de disponibilidade. Dessa forma, criamos o sistema de entregas, oferecendo conforto, segurança e praticidade”, afirma Antonio Hissao Sato Junior, leiloeiro público oficial e CEO da empresa Sato Leilões.

Cuidados

Quem ficou interessado pelos leilões preciso estar atento a alguns cuidados antes de arrematar o item desejado, que vão além do preço baixo:

Pesquisar informações

Antes de fazer qualquer compra você deve pesquisar informações sobre o produto, no mercado de leilão isso não é diferente. Antes de arrematar faça uma busca sobre débitos e condições do item.

Modos de pagamento

Antes de oferecer seu lance, atente-se aos métodos de pagamento. Uma vez arrematado, não é possível desistir da compra. Certifique-se também que a conta de pagamento esteja em nome do leiloeiro oficial.

Leia o edital

No documento estão todas as informações, modo de pagamento, lance inicial, data, hora, local (caso seja presencial), data de encerramento do leilão, se o imóvel está ou não ocupado, se o veículo é sucata, novo, seminovo, se há pendências de pagamento, entre todas as outras informações necessárias que o cliente deve saber sobre o item, antes de comprá-lo.

No site da empresa leiloeira é possível verificar a lista completa dos itens, assim como os valores para arremate dos bens. No edital também é possível ver fotos dos itens e lance inicial. Para os interessados na compra, que devem ser maiores de idade, é necessário se cadastrar no site do leiloeiro e realizar o lance pelo link.

Luke Sharrett/Bloomberg/Bloomberg

PepsiCo, Suzano e mais 50 empresas com vagas abertas

A P&G abriu inscrições relâmpago para seu programa de estágio! Confira essa e outras oportunidades para estudantes e recém-formados
Por Luísa GranatoExame

PepsiCo abriu inscrições para o seu programa de trainee, o Next Gen, que será associado ao desafio Dare To do More. A empresa convida recém-formados e universitários a responder com ideias inovadoras e empreendedoras a pergunta: “Imagine que a PepsiCo te deu U$S 100 mil para explorar a próxima grande tendência no segmento de alimentos e bebidas, qual seria a sua proposta de negócio disruptiva e como você a levaria para o mercado atual?”.

Confira mais empresas que abriram programas de estágio trainee. Procura por uma vaga? As oportunidades disponíveis estão em ordem crescente de término do prazo.

Em julho, o Centro de Integração Empresa-Escola – CIEE registrou uma recuperação nas contratações de jovens no início de carreira. A organização também fez um levantamento dos salários de estágio pelo Brasil e para diversos cursos.

Sem o requisito dos conhecimentos de língua, os contratados receberão bolsas da empresa para estudar inglês. O único requisito para as vagas é a formação em curso de ensino superior entre junho de 2018 e dezembro de 2020.

Salário: 7 mil reais
Inscrições: até 8 de setembro pelo site

Vale – trainee
A duração deste programa é de 18 meses, e cerca de 30 profissionais serão alocados na área. As vagas exigem inglês avançado ou fluentes, disponibilidade para mudanças ou viagens, além de visão estratégica e mindset digital.

O programa voltado a engenheiros e geólogos busca expandir o conhecimento técnico dos trainees nas áreas de mineração e logística. Nesta categoria, são oferecidas mais de 100 vagas para profissionais formados, é claro, em geologia ou engenharias, entre dezembro de 2017 e dezembro de 2020.

Salário: não informado
Inscrições: pelo site

Kraft Heinz – estágio
São cerca de 30 vagas no programa de diversidade, focadas na contratação de mulheres, negros, PCDs e LGBTQI+. Estudantes dos dois últimos anos de qualquer curso de graduação podem se inscrever e, depois do processo seletivo, serão designados para vagas nas áreas de Marketing, Food Service, People, Pricing, Procurement em São Paulo e Manufatura e Logística em Goiás, entre outras.

Salário: não informado
Inscrições: até 8 de setembro pelo site

Ambev – estágio
Para ser cada vez mais inclusivo nas oportunidades de início de carreira, eles aceitam estudantes de qualquer curso e não terão mais teste de inglês. São mais de 200 vagas nas áreas de Business, Supply e Tech, distribuídas por todo o Brasil. Estudantes de graduação superior com formação prevista até 2022 podem se inscrever.

Salário: não informado
Inscrições: até o dia 8 de setembro pelo site

Oracle – estágio
O programa Generation Oracle (GenO) dura e 12 meses e incentiva a capacitação, orientação e formação de uma geração de profissionais do futuro destacando criatividade, empreendedorismo e inovação. O único pré-requisito para ser GenO é a pessoa estar frequentando uma escola de nível superior ou técnico durante o programa.

Salário: não informado
Inscrições: até 8 de setembro pelo site


Foto: Reprodução

Sodexo seleciona para 205 vagas de emprego efetivas

Há oportunidades para candidatos de níveis fundamental, médio, técnico e superior. A maioria das chances são para contratação efetiva por CLT.


AMANDA FRANÇA – Edital Concursos Brasil
Sodexo, líder mundial em oferecer serviços que melhoram a qualidade de vida e o desempenho individual e organizacional das empresas, abriu 205 vagas de emprego distribuídas entre diversos cargos. Há oportunidades para candidatos de níveis fundamental, médio, técnico e superior.

A maioria das chances são para contratação efetiva por CLT. Veja, abaixo, alguns do cargos abertos:

  • Gerente fiscal – impostos indiretos
  • Comprador – foco em obras civis
  • Gerente de facilities
  • Vigia
  • Oficial de limpeza hospitalar
  • Coordenador contas a pagar
  • Oficial serviços gerais
  • Auxiliar de limpeza PCD
  • Auxiliar de limpeza – hospitalar
  • Técnico de segurança do trabalho
  • Motorista
  • Limpador de vidros
  • Jardineiro
  • Líder de limpeza
  • Ajudante de limpeza hospitalar
  • Assistente administrativo
  • Oficial de limpeza hospitalar
  • Cozinheiro
  • Operador de máquinas
  • Oficial de cozinha
  • Recepcionista bilíngue
  • Auxiliar de cozinha
  • Açougueiro
  • Chefe de cozinha
  • Auxiliar mecânico de refrigeração
  • Técnica de nutrição
  • Entre outros

Dependendo da vaga, a contratada ou contratado tem direito a benefícios diferentes, dentre eles estão: assistência médica, assistência odontológica, auxílio creche, cesta básica, refeição no local, seguro de vida, vale-alimentação e vale-transporte.

Inscrições vagas de emprego Sodexo

Os interessados nas oportunidades de trabalho abertas pela Sodexo devem se inscrever por meio da página do Infojobs. É necessário cadastrar o currículo no site para concorrer. Os salários e localidades referentes a cada vaga são informadas na página.

Há vagas para Suzano-SP, Porto Alegre-RS, Guarulhos-SP, São Paulo-SP, Osasco-SP, Nova Friburgo-RJ, Campinas -SP, São Gonçalo-RJ, Mogi das Cruzes-SP, Ribeirão Preto-SP, Mauá-SP, Gravataí-RS, São Bernardo do Campo-SP, Cajamar-SP, Barueri-SP, Franco da Rocha-SP, Jundiaí-SP, Juiz de Fora-MG, Petrópolis-RJ, Vitória-ES, Campinas-SP, Americanas-SP, entre outras cidades.

Um pouco sobre a Sodexo

A Sodexo é uma multinacional que oferece serviços como recepção, manutenção, segurança e limpeza, gestão de equipamentos, serviços de alimentação e instalações, além de benefícios aos colaboradores, incentivo e reconhecimento, e benefícios de gestão de despesas.

A empresa tem 45 anos de experiência atualmente atende 75 milhões de consumidores todos os dias.

Donos de carros mais caros sentirão diferença com a nova gasolina

por Folhapress
nova especificação da gasolina comum disponível no país reduz o consumo dos carros, mas apenas donos de modelos mais sofisticados devem perceber alguma diferença no uso urbano. A conclusão é baseada em testes feitos pela reportagem em parceria com o Instituto Mauá de Tecnologia. Três modelos 2020 passaram pela avaliação: o popular Fiat Uno 1.0 Fire Attractive (R$ 45.890), o sedã médio Toyota Corolla XEI (R$ 121.690) e o cupê esportivo Honda Civic SI (R$ 179.990). Os carros foram cedidos pelas montadoras.

As medições seguiram os mesmos critérios adotados no Teste Folha-Mauá, realizado desde 1996. O popular Uno registrou médias urbanas de 13 km/l com a nova gasolina e de 12,9 km/l com a antiga. A melhora de apenas 0,77% é considerada empate técnico pelo Instituto Mauá de Tecnologia.

consumo urbano foi o principal ponto considerado, por ser a condição mais comum no uso cotidiano do veículo e o que mais impacta na qualidade do ar nas cidades. O Fiat testado veio equipado com motor 1.0 Fire, presente no mercado brasileiro desde o início dos anos 2000. Sua potência máxima é de 75 cv, e não há recursos como injeção direta de gasolina feita por bicos que trabalham em alta pressão, item presente no Corolla.

Com motor 2.0 flex (177 cv) lançado há cerca de um ano no Brasil, o sedã da Toyota obteve a melhor média no circuito urbano: 11,1 km/l com a nova gasolina, ante 10,7 km/l com a antiga. A redução de consumo chegou a 3,6%, mais próxima da média estimada pela Petrobras, que prevê uma queda entre 4% e 6%.

Já esportivo Honda Civic SI tem motor 1.5 turbo de 208 cv e recursos eletrônicos ainda mais avançados. Na cidade, a redução de consumo na comparação das gasolinas foi de 2,75%.

Avaliação

Rogério Gonçalves, engenheiro mecânico e coordenador de assistência técnica da Petrobras, afirma que o benefício tende a ser maior em carros mais modernos, pois esses, em geral, possuem sensores eletrônicos e sistemas de mapeamento do motor mais avançados, permitindo que os veículos se aproveitem da maior octanagem RON, uma das mudanças da nova especificação da gasolina.

“Cabe ressaltar que veículos mais antigos também devem apresentar redução no consumo, tendo em vista que a nova gasolina introduziu a especificação de densidade mínima, atributo que é aproveitado também pelos motores antigos”, afirma Gonçalves.

“O ganho maior nem será do consumidor, que certamente terá dificuldades para identificar a mudança em razão das alterações de trânsito, das condições do ambiente e da forma de dirigir. Porém, o país será beneficiado pelo montante total de economia de recursos naturais”, diz Renato Romio, chefe do laboratório de motores e veículos do Instituto Mauá de Tecnologia.

Consumo

De acordo com dados da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), foram consumidos 38,4 bilhões de litros de gasolina no Brasil em 2019. Nesse cenário, uma redução de 0,77% representaria menos 295,7 milhões de litros queimados.

Entretanto, as diferenças não vão compensar os possíveis aumentos provocados pela mudança no combustível. Como os postos ainda estão dentro do prazo de 90 dias até que seja obrigatório revender apenas a gasolina nova, não é possível ter uma análise definitiva da oscilação dos valores na bomba.

O preço do combustível é definido pela cotação no mercado internacional e outras variáveis como valor do barril do petróleo, frete e câmbio. “Esses fatores podem oscilar para cima ou para baixo e são mais influentes no preço do que o custo adicional das características do combustível. Além disso, é importante destacar que a Petrobras é responsável por apenas 30% do preço final da gasolina nos postos de serviço, as demais parcelas são compostas por tributos, preço do etanol adicionado e margens das distribuidoras e revendedores”, afirma o engenheiro.

Diferença

Sobre a diferença entre os resultados obtidos pela Petrobras e pelo Instituto Mauá de Tecnologia, Gonçalves afirma que as avaliações da empresa também foram realizadas com veículos de diferentes tecnologias.

“Foram realizados testes de curvas de desempenho de motores em dinamômetro para medições de potência, torque e consumo específico e testes de veículos para medição de autonomia, além de ensaios de retomada de velocidade e detonação, todos bastante criteriosos e tentando eliminar qualquer influência externa nos resultados.”

O engenheiro diz que os resultados de melhoria de consumo apresentados pela Petrobras foram valores médios e que a queda do consumo específico chegou a 17,9% em uma das medições. Já o teste feito pelo Instituto Mauá de Tecnologia simulou o uso real dos carros em circuitos predefinidos.

O consumo foi aferido em duas etapas: a primeira, com velocidade média de 90 km/h, simulou um percurso rodoviário de 31 quilômetros.

A segunda etapa, realizada em circuito urbano de 27 quilômetros, teve média horária de 25 km/h. Ambos os trajetos foram percorridos na cidade de São Caetano do Sul (Grande São Paulo). Para diminuir a interferência das condições climáticas, cada carro foi testado em um único dia.

Densidade

A mudança principal está na densidade do combustível. A ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) estabeleceu um limite mínimo de densidade para a gasolina, o que impede a produção ou a importação de combustíveis mais “leves” ou com compostos químicos que reduzem o rendimento.

Embora essa condição não representasse uma adulteração, havia perda de rendimento e risco de defeitos em carros com motores mais modernos. Outra mudança estabelecida pela ANP é o valor mínimo para o indicador de octanagem RON, que mede a resistência à detonação em baixas rotações. Antes, o Brasil só tinha limites para a octanagem do tipo MON (calculada com giro alto) e para o IAD (Índice Antidetonante), que é uma média dos dois.

As novas especificações definem também uma nova curva de destilação, que indica a temperatura em que frações mais leves da gasolina evaporam. De acordo com a ANP, as novas normas se traduzem em maior geração de energia com menos consumo, o que leva a ganhos em desempenho, dirigibilidade e aquecimento do motor.

A nova gasolina já vinha sendo distribuída antes de a norma entrar em vigor, mas os postos têm até o dia 3 de novembro para zerar os estoques antigos. A ANP mantém seu programa de fiscalização nos postos, agora adaptado à mudança no combustível – a densidade passou a ser medida pelos técnicos.

A nova gasolina comum serve de base para todas as bandeiras, mas cada marca define seu próprio pacote de detergentes e redutores de atrito. O percentual de etanol anidro na composição permanece o mesmo: 27% na gasolina comum e 25% nas opções premium.

WeWork vê oportunidades em bairros residenciais

A WeWork lançou um cartão que dá acesso a todos os prédios da empresa, em qualquer lugar do mundo; produto foi testado em São Paulo

Por Karin Salomãoexame

Osasco, São Bernardo e Santo André: há um interesse cada vez maior por escritórios em outras cidades na Grande São Paulo, segundo a WeWork. Mesmo dentro da cidade, ganham relevância os escritórios da WeWork em bairros mais residenciais – a empresa inaugurou recentemente um prédio na Vila Madalena, que abriga empresas como a Quinto Andar. Esse movimento acontece também em outras cidades brasileiras em que a empresa atua. 

Para a empresa de aluguel de espaços corporativos, a tendência de trabalho de qualquer lugar deve dar mais flexibilidade para empresas e funcionários e impactar na escolha da localização dos novos escritórios.


Sobre os locais mais distantes dos centros, “achamos essas localidades muito interessantes, porque muita gente prefere voltar do escritório andando”, diz Lucas Mendes, diretor geral do WeWork Brasil, em entrevista a EXAMEA WeWork tem 33 prédios no Brasil, em capitais como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Porto Alegre  – no mundo são 812 locais em 120 cidades. 

Além de trabalhar de casa ou na sede da companhia, os funcionários e empresas passaram a se interessar por poder trabalhar de outros ambientes, como escritórios satélites. Esses locais são mais próximos das casas dos funcionários, o que leva a um tempo menor de deslocamento e reduz a necessidade de usar meios de transporte público lotados, deixando o trajeto ao trabalho mais seguro e cômodo. 

Isso não significa que regiões comerciais tradicionais, como a Av. Paulista, a Av. Faria Lima ou a Vila Olímpia, no caso de São Paulo, devem perder sua relevância. “Endereços principais são principais por um motivo e ainda há lugar para abrir escritórios na Faria Lima”, afirma o executivo, “mas temos visto um interesse crescente por locais mais residenciais”.

A WeWork lançou um novo produto, o WeWork All Access, cartão que dá acesso a todos os prédios da empresa, em qualquer lugar do mundo. O cartão começou a ser testado em São Paulo no ano passado, inicialmente com empresas menores e freelancers. Depois do projeto piloto, a inovação brasileira deve ser lançada em todos os mercados nos quais a WeWork atua, para clientes de diversos tamanhos.

A empresa não se preocupa com o aumento do home office – e a desocupação de andares inteiros feita por grandes empresas. Para a WeWork, a pandemia irá mudar a forma como empresas enxergam o escritório – de um local de trabalho para um espaço de convivência. 

Em entrevista a EXAME em junho, Mendes afirmou que o WeWork tem sido procurado por empresas em busca de soluções mais personalizadas e flexíveis para seus escritórios. “No modelo tradicional de escritório, a empresa contrata arquiteto, assina contratos com prazo de locação longos. Se acontece algo e ela precisa reduzir de 1.000 para 500 postos de trabalho, vai ter dificuldades”, afirma. “Já nós temos produtos ultra personalizados, e essa característica está mais valorizada agora.”

 

MACRONUTRIENTES, O QUE SÃO?

Eles são essenciais para o bom funcionamento do nosso organismo, são os responsáveis por conseguirmos realizar as atividades básicas do dia a dia.
Os macronutrientes são carboidrato, proteína e lipídio (gordura) e eles estão presentes em nossa alimentação de forma natural.

Hoje vou falar do carboidrato que tanta gente tem medo, mas ele é a nossa principal fonte de energia.

Quando restringimos demais o seu consumo podemos causar prejuízos para nosso sistema nervoso, que se alimenta de glicose (um tipo de carboidrato), outros tecidos, como testículos, eritrócidos e alguns tecidos embrionários também dependem da glicose como única ou principal fonte de energia.

Quando não fornecemos nosso organismo a quantidade necessáriade carboidratos, ele vai produzir energia a partir de outros substratos como aminoácidos, glicerol e lactato. Claro que em uma dieta para emagrecimento é interessante a redução pois o corpo vai utilizar a gordura para produção da energia, mas por outro lado se você quer ganhar massa muscular saiba que o tecido muscular também fornece os aminoácidos para serem transformados em glicose, portanto ao restringir os carboidratos você pode comprometer a recuperação e anabolismo muscular.

Tenha uma alimentação balanceada, o equilíbrio é o segredo e você não compromete o bom funcionamento do seu organismo.

Metrô aponta vencedor de licitação para projeto da Linha 20-Rosa

viatrobelus

Por: Renato Lobo – Viatrolebus

O Metrô de São Paulo acabou classificando o consórcio GPO-Geocompany-Geotec como vencedor da licitação para executar o serviço de anteprojeto de engenharia e projeto funcional da Linha 20-Rosa, de acordo com publicação do site Metrô/CPTM. A proposta foi considerada vencedora, no valor de R$ 5,31 milhões.

Os trabalhos devem fornecer mais detalhes da futura linha, que ligará a estação Santa Marina e Lapa, na capital paulista, até a estação Prefeito Celso Daniel – Santo André, no ABC, passando por bairros das zonas oeste e sul de São Paulo, e em São Bernardo do Campo.

Não há, no entanto, prazos para início das obras, visto que faltam etapas dos estudos, como por exemplo, o projeto básico.

Serão 31 km de extensão, com 24 estações, e integrações com as outras ligações metroferroviárias. A nova linha deverá transportar cerca de 1 milhão de passageiros por dia e um máximo de 32.000 passageiros por hora.  O contrato para os estudos poderá ser assinado no último trimestre deste ano. O vencedor terá até 32 meses para concluir os trabalhos.

Tigre e Azulão conhecem os caminhos para semifinais da A-2

Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

Restam agora, oficialmente, quatro jogos para São Bernardo FC e São Caetano conquistarem um lugar ao sol no futebol estadual. Classificados para as quartas de final do Campeonato Paulista da Série A-2, Tigre e Azulão conheceram ontem locais, datas e horários dos dois primeiros destes confrontos que levam até o acesso para a elite estadual.

Continue lendo