Turma da Mônica Jovem traz páginas da Terceira Série do mangá

A editora Panini confirmou que a edição 52 da Turma da Mônica Jovem, que chegará às bancas no próximo dia 30, trará as primeiras páginas que apresentarão a terceira Série do Mangá. A história promete desdobramentos importantes e surpresas que fazem do número uma edição valiosa. 

Unindo duas séries em uma só revista, o roteiro gira em torno de um inimigo que chega para libertar a bruxa Yuka das Quatro Dimensões Mágicas. O evento  mudará tudo o que se conhece e irá agitar a vida de todos no bairro do Limoeiro. O que será que vem por aí?

A edição histórica  já está em pré-venda na loja online da editora por R$11,90.

Sobre a Panini

O Grupo Panini foi criado há 60 anos em Modena, Itália. Possui subsidiárias em toda a Europa, América Latina e Estados Unidos. É a líder mundial no setor de colecionáveis e publicações e a principal editora multinacional de quadrinhos, revistas infantis e mangás na Europa e na América Latina. A empresa possui canais de distribuição em mais de 150 países e conta com uma equipe de mais de 1.200 pessoas. Para mais informações, visite www.paninigroup.com.

Sobre a Mauricio de Sousa Produções

A Mauricio de Sousa Produções (MSP) é a maior empresa de entretenimento do Brasil, responsável por uma das marcas mais admiradas do país, a Turma da Mônica. A MSP investe em inovação e produz conteúdos em todas as plataformas com a mais alta tecnologia, alinhando educação, cultura e entretenimento. No licenciamento, trabalha com 150 empresas que utilizam seus personagens em mais de 4 mil itens. No universo digital, o canal no YouTube da Turma da Mônica já chegou a 14,5 bilhões de visualizações, sendo a maior audiência para Mônica Toy, conteúdo desenvolvido exclusivamente para esta plataforma; além do engajamento e interações orgânicos com os fãs em mídias sociais. Na área editorial, possui um dos maiores estúdios do setor no mundo e já tem mais de 450 títulos e mais de 1,2 bilhão de revistas em quadrinhos, responsáveis pela alfabetização informal de milhões de brasileiros.

Gostou da nossa matéria “Turma da Mônica Jovem traz páginas da Terceira Série do mangá“?

Turma da Mônica Jovem traz páginas da Terceira Série do mangá
Foto: Divulgação

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 3.165 outros assinantes

Homeschooling não é pauta prioritária. Educação pública sim

Ana Paula de Andrade Janz Elias é autora de “Homeschooling não é pauta prioritária. Educação pública sim”.

O governo federal quer aprovar o homeschooling ainda no primeiro semestre deste ano. Há quem defenda e há quem condene. O homeschooling é a chamada educação familiar, ou seja, pais ou tutores responsáveis tornam-se professores das crianças sem que elas precisem frequentar a escola.

Diante desta situação, é possível levantar a seguinte questão: o homeschooling deveria estar entre as prioridades de uma pauta de governo neste período que estamos vivendo enquanto sociedade? Em tempos de pandemia, de crianças que não têm acesso à internet para poder assistir as aulas, seria coerente que a principal pauta do governo para o ensino fosse melhorar as condições e a infraestrutura das instituições públicas.

Novamente, a educação pública no Brasil é deixada à margem! Entra governo e sai governo e os estudantes que precisam frequentar as escolas públicas não têm as mesmas condições de aprendizagem que àquelas que estudam em escolas privadas. Professores com salários baixos, por vezes, ainda são tratados como os responsáveis pelo declínio no sistema educacional brasileiro.

O homeschooling pode até ser o direito de algumas famílias, mas quais delas teriam efetivamente condições de educar os filhos em casa? Certamente aquelas de classe alta ou de classe média. Pois, ter em casa uma estrutura para educar os filhos não é a realidade de um grande percentual dos brasileiros. Dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad) de 2019 apontaram que mais de 80% de alunos da Educação Básica estão matriculados na rede pública de ensino. Essa é a prioridade.

A escola pública precisa de investimento! Chega de deixar a maior parte da população à margem. Homeschooling não é uma pauta prioritária, a qualidade da educação pública sim! 

Ana Paula de Andrade Janz Elias é Mestre em Ensino em Ciências e em Matemática. Doutoranda em Educação. Docente na área de Exatas da Escola Superior de Educação do Centro Universitário Internacional Uninter. Email: ana.el@uninter.com

Gostou de “Homeschooling não é pauta prioritária. Educação pública sim?

Homeschooling não é pauta prioritária. Educação pública sim
Ana Paula de Andrade Janz Elias. Foto: Divulgação

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Confira as notícias do Brasil. Confira nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 3.165 outros assinantes

Atenção Dia “D” da vacinação contra a pólio e atualização

Não perca a data. É neste sábado, 17 de outubro, Ribeirão Pires realizará o Dia “D” da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite (paralisia infantil) e da Campanha Nacional de Multivacinação para a atualização da caderneta de crianças e adolescentes. A ação acontecerá, das 8h às 17h, nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Unidades de Saúde da Família (USF) da cidade.

Crianças menores de cinco anos são o alvo da campanha contra a poliomielite. A multivacinação atenderá todas as crianças e adolescentes menores de 15 anos. O município terá data especial para o reforço das campanhas, em 17 de outubro, Dia “D” da vacinação.

Até 30 de outubro, as campanhas serão promovidas, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, nas UBSs e USFs da cidade.

O objetivo das campanhas é reduzir o risco da reintrodução do polivírus selvagem no país, oportunizar o acesso às vacinas, atualizar a situação vacinal e aumentar a cobertura de imunização, diminuir a incidência de doenças imunopreveníveis e contribuir para o controle, eliminação ou erradicação de doenças.

A Secretaria de Saúde de Ribeirão Pires adota todos os cuidados sanitários e de segurança contra o coronavírus nas unidades municipais.  

Vacinação contra o sarampo – A vacinação acontece até 30 de outubro dentro da seguinte estratégia:

– Vacinação intensificada para população de 6 meses a 29 anos, de acordo com a avaliação da situação vacinal e vacinação conforme o calendário vacinal vigente;

– Vacinação indiscriminada (independente da situação vacinal) na faixa etária de 30 a 49 anos, em consonância com o Ministério da Saúde.

Pontos de Vacinação – segunda a sexta-feira (exceto feriados), das 8h às 17h:

UBS CENTRAL
Rua Dr. Virgílio Gola, 24 – Centro

UBS CENTRO ALTO
Rua Aurora, 61 – Centro Alto

USF GUANABARA
Rua Fermino G. Pereira, 398 – Vila Gomes

USF JD. LUSO
Rua Julio Prestes, 22 – Jardim Luso

USF JD. VALENTINA
Rua Francisco Tometich, 905 – Jardim Valentina

USF JD. CAÇULA
Rua Fagundes Varela, 08 – Jardim Caçula

USF OURO FINO
Rodovia Índio Tibiriçá s/n, ao lado 2753 – Centro – Ouro Fino Paulista

USF QUARTA DIVISÃO
Estrada da Sondália, 520 – Quarta Divisão

UBS SANTA LUZIA
Rua Prof. Antonio Nunes, 551- Santa Luzia

USF VILA SUELI
Rua Antonio Zampol, 221 – Vila Sueli

Sábado (17) é Dia “D” da vacinação contra a pólio e atualização

Neste sábado, 17 de outubro, Ribeirão Pires realizará o Dia “D” da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite (paralisia infantil) e da Campanha Nacional de Multivacinação para a atualização da caderneta de crianças e adolescentes. A ação acontecerá, das 8h às 17h, nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Unidades de Saúde da Família (USF) da cidade.

Crianças menores de cinco anos são o alvo da campanha contra a poliomielite. A multivacinação atenderá todas as crianças e adolescentes menores de 15 anos. O município terá data especial para o reforço das campanhas, em 17 de outubro, Dia “D” da vacinação.

Até 30 de outubro, as campanhas serão promovidas, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, nas UBSs e USFs da cidade.

O objetivo das campanhas é reduzir o risco da reintrodução do polivírus selvagem no país, oportunizar o acesso às vacinas, atualizar a situação vacinal e aumentar a cobertura de imunização, diminuir a incidência de doenças imunopreveníveis e contribuir para o controle, eliminação ou erradicação de doenças.

A Secretaria de Saúde de Ribeirão Pires adota todos os cuidados sanitários e de segurança contra o coronavírus nas unidades municipais.  

Vacinação contra o sarampo – A vacinação acontece até 30 de outubro dentro da seguinte estratégia:

– Vacinação intensificada para população de 6 meses a 29 anos, de acordo com a avaliação da situação vacinal e vacinação conforme o calendário vacinal vigente;

– Vacinação indiscriminada (independente da situação vacinal) na faixa etária de 30 a 49 anos, em consonância com o Ministério da Saúde.

Pontos de Vacinação – segunda a sexta-feira (exceto feriados), das 8h às 17h:

UBS CENTRAL

Rua Dr. Virgílio Gola, 24 – Centro

UBS CENTRO ALTO

Rua Aurora, 61 – Centro Alto

USF GUANABARA

Rua Fermino G. Pereira, 398 – Vila Gomes

USF JD. LUSO

Rua Julio Prestes, 22 – Jardim Luso

USF JD. VALENTINA

Rua Francisco Tometich, 905 – Jardim Valentina

USF JD. CAÇULA

Rua Fagundes Varela, 08 – Jardim Caçula

USF OURO FINO

Rodovia Índio Tibiriçá s/n, ao lado 2753 – Centro – Ouro Fino Paulista

USF QUARTA DIVISÃO

Estrada da Sondália, 520 – Quarta Divisão

UBS SANTA LUZIA

Rua Prof. Antonio Nunes, 551- Santa Luzia

USF VILA SUELI

Rua Antonio Zampol, 221 – Vila Sueli

RP imunizará contra a poliomielite e atualizará caderneta

Terão início na próxima segunda-feira, dia 5 de outubro, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite (paralisia infantil) e a Campanha Nacional de Multivacinação para a atualização da caderneta de crianças e adolescentes. Até 30 de outubro, a ação acontecerá, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Unidades de Saúde da Família (USF) da cidade.

Crianças menores de cinco anos são o alvo da campanha contra a poliomielite. A multivacinação atenderá todas as crianças e adolescentes menores de 15 anos. O município terá data especial para o reforço das campanhas, em 17 de outubro, Dia “D” da vacinação.

O objetivo das campanhas é reduzir o risco da reintrodução do polivírus selvagem no país, oportunizar o acesso às vacinas, atualizar a situação vacinal e aumentar a cobertura de imunização, diminuir a incidência de doenças imunipreveníveis e contribuir para o controle, eliminação ou erradicação de doenças.

A Secretaria de Saúde de Ribeirão Pires adota todos os cuidados sanitários e de segurança contra o coronavírus nas unidades municipais.  

Vacinação contra o sarampo – A vacinação acontece até 30 de outubro dentro da seguinte estratégia:

– Vacinação intensificada para população de 6 meses a 29 anos, de acordo com a avaliação da situação vacinal e vacinação conforme o calendário vacinal vigente;

– Vacinação indiscriminada (independente da situação vacinal) na faixa etária de 30 a 49 anos, em consonância com o Ministério da Saúde.

Pontos de Vacinação – segunda a sexta-feira (exceto feriados), das 8h às 17h:

UBS CENTRAL

Rua Dr. Virgílio Gola, 24 – Centro

UBS CENTRO ALTO

Rua Aurora, 61 – Centro Alto

USF GUANABARA

Rua Fermino G. Pereira, 398 – Vila Gomes

USF JD. LUSO

Rua Julio Prestes, 22 – Jardim Luso

USF JD. VALENTINA

Rua Francisco Tometich, 905 – Jardim Valentina

USF JD. CAÇULA

Rua Fagundes Varela, 08 – Jardim Caçula

USF OURO FINO

Rodovia Índio Tibiriçá s/n, ao lado 2753 – Centro – Ouro Fino Paulista

USF QUARTA DIVISÃO

Estrada da Sondália, 520 – Quarta Divisão

UBS SANTA LUZIA

Rua Prof. Antonio Nunes, 551- Santa Luzia

USF VILA SUELI

Rua Antonio Zampol, 221 – Vila Sueli

Fonte: Prefeitura de Ribeirão Pires