Livro Ansiedade sai primeiro em versão e-book pelo Skeelo

Pesquisas já comprovaram que transtornos como depressão, estresse e ansiedade aumentaram durante a pandemia, por isso o livro Ansiedade, da Editora Escreva, da jornalista e escritora brasiliense Thalía Magalhães, se faz mais do que necessário para tempos tão turbulentos.

O título traz depoimentos de pessoas diagnosticadas com diferentes tipos de transtorno de ansiedade, lugares e idades com a intenção de mostrar que com as ferramentas necessárias é possível ter uma vida saudável, apesar dos percalços que essa patologia causa. A obra tem o prefácio do neurologista e escritor Leandro Teles e comentários de Bianca Oliveira – jornalista autora do podcast Coisas sobre você.

Ansiedade nasceu após o termino do livro-reportagem que a autora fez para um trabalho de conclusão de curso, inspirado em seu próprio diagnóstico e na vontade de expressar como essas pessoas vivem, de uma forma mais humana e menos científica.

O lançamento acontece primeiramente em versão digital com exclusividade para os assinantes do Skeelo, maior aplicativo de e-books do país, no período de pré-venda, de 15 de junho a 15 de julho, podendo ser acessado pelas plataformas Android e iOS, nas lojas Google Play e App Store, ou pelo site www.skeelo.app.

Livro Ansiedade sai primeiro em versão e-book pelo Skeelo

Veja mais em Caderno Cultural

Gostou “Livro Ansiedade sai primeiro em versão e-book pelo Skeelo”?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email assim que estiverem online em nosso site. Aproveite e leia sobre Carreiras e Trabalho, com os ensinamentos de Rogério de Caro. Veja também as Últimas Notícias. Visite e conheça o nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 1.370 outros assinantes

ClubSaúde lança e-book sobre saúde mental: dicas de como lidar com isolamento social

O mais importante, quanto a saúde mental, para lidar com a ansiedade é aceitá-la plenamente. Aceitar o que não podemos mudar é a melhor maneira para haver alguma mudança.

ClubSaúde, especialista em saúde, bem estar e cuidados, desenvolveu um e-book sobre Quarentena vs Saúde Mental, com dicas e sugestões para que você busque cuidar ao máximo de sua saúde física e emocional, principalmente, durante esta difícil fase que estamos vivendo. São mais de 320.000 mil famílias que já utilizaram os serviços da empresa, que tem como propósito levar saúde acessível e de qualidade para milhões de brasileiros.

Aceite a sua ansiedade

Devido à quarentena, o home office foi definido para grande parte das empresas do nosso país e assim foi preciso se organizar e trabalhar de casa, o que nem sempre é fácil para quem vive com outras pessoas.

“O mais importante para lidar com a ansiedade é aceitá-la plenamente. Aceitar o que não podemos mudar é a melhor maneira e o primeiro passo para haver alguma mudança. Aceitar não é acomodar, desistir ou não fazer nada. É parar de lutar contra algo diante do qual é impotente. Aceite a sua ansiedade. Aceitar a ansiedade faz com que ela desapareça. Lutar contra ela para evitá-la faz com que ela aumente”, afirma o Dr. Fernando Oetterer Arruda, Gerente Medico do ClubSaúde e BenCorp.

 .

Tenha uma rotina

Pense em atividades que você gosta ou que precisa fazer e procure estabelecer horários e momentos definidos para realizar cada uma delas. Nessas horas, ter uma “agenda” pode te ajudar muito a não perder o foco, não procrastinar e utilizar o seu tempo da melhor forma.

Levante no horário habitual. Sabemos que dormir até mais tarde é tentador, mas tente não fazer isso todos os dias, pois a tendência é ficarmos deprimidos quando dormimos excessivamente. Um adulto precisa de quatro a seis ciclos de sono por noite, mais ou menos do que isso pode ser prejudicial. Faça uma tentativa e veja como se sente.

Tome um banho ao acordar, mantenha sua rotina de higiene pessoal, coloque uma roupa confortável, mas não fique de pijama o dia todo, arrume a cama e mantenha a limpeza da casa para que o seu ambiente fique asseado e você se sinta produtivo e disposto neste período.

Caso seja possível, tome 10-15 minutos de sol por dia, pois a vitamina D absorvida pela sua pele ao se expor ao sol é importante para fortalecer a imunidade.

Exercite o cérebro

Aprenda algo novo seja cozinhar, pintar, falar uma nova língua, crochet, bordado. Procure cursos online. Busque informação, mas não se deixe contaminar pelo excesso de conteúdo que as mídias disponibilizam. É importante que todos nós estejamos bem informados e cientes do que está acontecendo, tanto para nos protegermos e  para tomarmos as medidas corretas e necessárias. No entanto, chega-se num ponto em que o excesso de notícias nos deixa ainda mais ansiosos, abalados, assustados e nervosos. Equilíbrio é muito importante nesse momento.

Como lidar com a procrastinação

É muito tentador ficar de pijama o dia todo e maratonar todo o seu seriado favorito novamente ou ainda virar especialista em números de infectados pelo COVID no mundo, mas apesar de estarmos relativamente em stand by no momento, a avalanche de obrigações, pendências e tarefas irá surgir. Listamos algumas atividades para você se manter sempre em atividade:

  • Organize sua casa, gavetas e armários;
  • Meditar pode ser uma boa forma de tranquilizar a mente;
  • Aproveite para colocar a leitura em dia, seja por livros físicos ou online;
  • Defina metas e objetivos pessoais. Se você não tem esse hábito, é importante repensar;
  • Faça cada uma das atividades na hora certa;
  • Ache seus melhores momentos e execute as atividades de forma inteligente, na hora certa;

“Lembre-se: o feito é melhor que o perfeito, portanto vá em frente, com sorriso no rosto e firmeza nas decisões” incentiva Luís Alexandre Chicani, CEO do ClubSaúde.

Cuide da sua alimentação

Faça uma “lista” do que você e sua família gostariam de comer na semana. Coloque no papel a composição para esses dias, combinando sempre uma porção de proteína, uma de carboidratos e uma de vegetais ou fonte de fibras e vitaminas em todas as refeições (considere que o indicado é comer de três em três horas).

  • Lembre-se de que metade do prato deve ser composta por vegetais crus e/ou cozidos;
  • Inclua água em todos os dias. Se quiser beber nas refeições, o recomendado é 110 ml por refeição.

Sobre o ClubSaúde:

ClubSaúde é um completo de benefícios, que oferece a você e sua família acesso a consultas e exames por preços reduzidos, além de um super desconto em medicamentos sem cobrança por dependentes. Além disso, com o ClubSaúde, você tem acesso a um atendimento médico diferenciado para lhe ajudar a se manter sempre saudável. Temos uma equipe de médicos qualificada e mais de 3 mil clinicas e laboratórios por todo o país.

Você também pode contar com a Telepsicologia e ter acesso a consultas online com psicólogos a partir de R$ 50,00. Aproveite esse benefício para você e sua família e tenha uma vida mais saudável durante estes tempos difíceis em que estamos vivendo.

Quer saber mais sobre o ClubSaúde? Confira o site e fique por dentro de todos os pacotes e benefícios que temos para você e sua família.

Gostou da nossa matéria “ClubSaúde lança e-book sobre saúde mental: dicas de como lidar com isolamento social“?

ClubSaúde lança e-book sobre saúde mental: dicas de como lidar com isolamento social
Ethel Braga, autor de “Quarentena vs Saúde Mental”. Foto: ethelbraga.com

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 1.370 outros assinantes

Compreendendo a Ansiedade

Graça Decaro é autora de “Compreendendo a Ansiedade”

Ansiedade é um termo geral para vários distúrbios que causam nervosismo, medo, apreensão e preocupação.

Segundo especialistas da área, a ansiedade é um sentimento natural e saudável do ser humano, comum ao se enfrentar as dificuldades do dia-dia.

Ela pode nos trazer energia para encarar uma prova de 4 horas ou para agilizar os passos e não se atrasar para um compromisso importante, por exemplo.

Entretanto, a ansiedade excessiva pode causar, além do sofrimento psíquico, sintomas físicos como: Aumento dos batimentos cardíacos (taquicardia); Dor no peito; Respiração ofegante ou falta de ar; Tremores nas mãos, pernas, pálpebras ou outras partes do corpo; Tensão muscular; Perturbações do sono; Irritabilidade e Suor excessivo, prejudicando de forma importante nossas atividades cotidianas.

A forma mais comum de controlar a ansiedade é a prática de exercícios. Praticar atividades físicas ajuda a lidar com estados de ansiedade, porque eleva a produção de serotonina, substância que aumenta a sensação de prazer.

Mantenha o foco de atenção no presente. Quando sua mente está dedicada integralmente ao momento atual, você tem total capacidade de análise, julgamento e ação; portanto, esta é uma boa forma de controlar a ansiedade.

Dedique tempo para se cuidar, reserve algum tempo do dia para você. Ser capaz de ouvir suas reais necessidades pode contribuir diretamente para o controle da ansiedade.

Saber olhar para si, atender e contribuir para sua meta de vida é uma ação de grande poder.

Seja capaz de dedicar um pouco de tempo e energia a você mesmo e lembre-se que: o caminho do Autoconhecimento se faz caminhando.

Quer saber mais sobre os meus trabalhos? Entre em contato:

Graça Decaro
Coach Metafísica, Terapeuta Holística, Escritora do Ebook Depressão: A
solidão da “Alma” e A Arte de Ser Feliz “Parar, Sentir e Perceber”.,
Site Oficial
Telefone: 11 98588-3262
email: graca.decaro@ outlook.com.br
Instagram: @graca.decaro

Gostou de “Compreendendo a Ansiedade”?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Então, aproveite e leia de Graça Decaro.

Compreendendo a Ansiedade

Como saber se eu estou com depressão?

Aqui estão alguns sinais aos quais você deve ficar atento. Portanto, esteja ciente: Como saber se eu estou com depressão?

  • Tristeza prolongada;
  • Perda de interesse por coisas que antes você gostava;
  • Isolamento e desânimo (portanto, abandona os amigos e se fecha em si mesmo);
  • Falta de energia e disposição;
  • Dificuldade de concentração;
  • Dificuldade de tomar decisões;
  • Insônia ou sono em excesso;
  • Problemas no estômago ou na digestão;
  • Problemas sexuais, por exemplo, a falta de interesse;
  • Mudança no apetite, sendo assim, levando ao ganho ou à perda de peso;

Como saber se eu estou com depressão?

  • Nada preenche, alegra ou faz você querer levantar da cama;
  • Sentir-se só mesmo quando está na presença de outras pessoas (ou seja, sente vergonha de falar o que está sentindo ou pedir ajuda);
  • Não encontrar motivos para comemorar nada;
  • Pessimista (pensamentos mórbidos e tristes);
  • Achar que tudo é trabalhoso demais (por exemplo, um sonho não realizado);
  • Autoestima baixa;
  • Falta de Fé (em si, em Deus, na vida, nas pessoas e nos tratamentos);
  • Assuntos constantes sobre morte;
  • Falta de sentido na vida;
  • Tentativa de suicídio.


Quer saber mais sobre os meus trabalhos? Então, entre em contato ou deixe seu comentário:

[wpdiscuz-feedback id=”2vvk8lhxq2″ question=”Peça feedback” opened=”0″][/wpdiscuz-feedback]

Graça Decaro

Coach Metafísica, Terapeuta Holística, Escritora do Ebook Depressão: A solidão da “Alma” e A Arte de Ser Feliz “Parar, Sentir e Perceber” Site: https://gracadecaro.wixsite.com/lifecoach-metafisico Telefone: 11 98588-3262 e-mail: graca.decaro@outlook.com.br Instagram@graca.decaro

Jornal Grande ABC

Como saber se eu estou com depressão

O Jornal Grande ABC é feito para você, e por vocês. Nossos colaboradores e jornalistas estão todos dias buscando novidades e matérias. Assim, produzindo material especial para nossos leitores. Nosso foco são as cidades de Mauá, Diadema, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo e Santo André. Além disso, cobrimos o que acontece no Brasil e no Mundo, incluindo esporte, entretenimento e tecnologias.

Não possuímos nenhuma vinculação política ou partidária. Da mesma forma, sem ligações com outras mídias já existentes na região. Nossa fundação se deu em 07 de Setembro de 2020. Desde então, cada dia estamos crescendo e chegando em mais dispositivos e usuários. Por isso, nossa maior satisfação é entregar material de qualidade para nossos leitores. Portanto, cada nova visita e comentário, nos dão mais fôlego para seguirmos firmes e fortes neste projeto.

Quer receber mais notícias, em qualquer momento? Assine nossa Newsletter, basta inserir seu e-mail logo abaixo, e receba as publicações todos os dias.

Junte-se a 1.370 outros assinantes

É um prazer ter você conosco. Então, aproveite para deixar comentário aqui embaixo. Salve nosso Site. Volte Sempre!

55% dos trabalhadores de serviços essenciais têm depressão

Estudo conduzido por pesquisadores da Fiocruz tentou entender impacto da pandemia na saúde mental dos profissionais

Durante a pandemia da Covid-19, sintomas de ansiedade e depressão afetam 47,3% dos trabalhadores de serviços essenciais, no Brasil e na Espanha. Mais da metade deles sofre de ansiedade e depressão ao mesmo tempo. Além disso, 44,3% dos entrevistados têm abusado de bebidas alcoólicas; e 42,9% sofreram mudanças nos hábitos de sono. 

São esses os principais resultados apresentados no artigo “Depressão e Ansiedade entre trabalhadores essenciais do Brasil e da Espanha durante a Pandemia de Covid-19”.  A pesquisa contou com a participação de pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz, no Brasil, do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e da Universidade de Valência, na Espanha. 

Ao todo, o levantamento feito pela internet entrevistou 22.876 pessoas. Dessas, 16% eram trabalhadores de serviços essenciais, o principal foco da pesquisa. De acordo com o resultados preliminares, os sintomas de depressão e ansiedade são maiores entre os brasileiros, atingindo cerca de 55%, ante 23% dos profissionais espanhóis. 

A maior parte dos trabalhadores essenciais que respondeu à pesquisa no Brasil é de mulheres (72,2%), tem idade média de 39 anos e curso universitário (56,5%) ou mestrado/doutorado (28,5%). 

Fonte: Brasil 61

Jornal Grande ABC

COMUNICAÇÃO: Existem formas de falar

O Jornal Grande ABC é feito para você, e por vocês. Nossos colaboradores e jornalistas estão todos dias buscando novidades e matérias. Assim, produzindo material especial para nossos leitores. Nosso foco são as cidades de Mauá, Diadema, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo e Santo André. Além disso, cobrimos o que acontece no Brasil e no Mundo, incluindo esporte, entretenimento e tecnologias.

Não possuímos nenhuma vinculação política ou partidária. Da mesma forma, sem ligações com outras mídias já existentes na região. Nossa fundação se deu em 07 de Setembro de 2020. Desde então, cada dia estamos crescendo e chegando em mais dispositivos e usuários. Por isso, nossa maior satisfação é entregar material de qualidade para nossos leitores. Portanto, cada nova visita e comentário, nos dão mais fôlego para seguirmos firmes e fortes neste projeto.

Quer receber mais notícias, em qualquer momento? Assine nossa Newsletter, basta inserir seu e-mail logo abaixo, e receba as publicações todos os dias.

Junte-se a 1.370 outros assinantes

É um prazer ter você conosco. Aproveite para deixar comentário aqui embaixo. Salve nosso Site. Volte Sempre!

Gisele Bündchen desabafa sobre crises de pânico: ‘Ansiedade pode nos consumir’

A modelo usou as redes sociais para falar sobre saúde mental

Gisele Bündchen usou as redes sociais nesta quarta-feira, 9, para desabafar. No mês dedicado à saúde mental por causa do Setembro Amarelo e as iniciativas para prevenção ao suicídio, a modelo falou sobre como se sente em relação à crises de pânico.

“Por experiência própria, aprendi que nada é permanente. Às vezes, esse simples lembrete de que os sentimentos ruins irão eventualmente passar pode funcionar como um farol de esperança. A ansiedade pode nos consumir e, às vezes, precisamos de um empurrãozinho para nos ajudar a sair de nosso círculo vicioso de preocupação”, afirmou. 

No perfil oficial dela no Instagram, Gisele confessa que não está sendo fácil controlar a ansiedade diante de possíveis crises.

Ver essa foto no Instagram

From my own experience I learned that nothing is permanent. Sometimes a gentle reminder that the bad feelings will eventually go away can work like a beacon of hope. Anxiety can feel all-consuming, and sometimes we need a supportive push to help break us out of our vicious cycle of worry. My own panic attacks were difficult for me, and I sought help. In moments like these, family, friends and specialists can help, and so can breathing and meditation tools. The most important thing is to move away from inertia and look for alternatives. Life is our greatest gift—and every day is worth it. ✨💛 Por experiência própria, aprendi que nada é permanente. Às vezes, esse simples lembrete de que os sentimentos ruins irão eventualmente passar pode funcionar como um farol de esperança. A ansiedade pode nos consumir e, às vezes, precisamos de um empurrãozinho para nos ajudar a sair de nosso círculo vicioso de preocupação. Lidar com meus ataques de pânico foi desafiador para mim e procurei ajuda. Em momentos como este, a família, amigos e especialistas podem ajudar, assim como também as técnicas de respiração e meditação. O mais importante é sair da inércia e buscar alternativas. A vida é o nosso maior presente – e cada dia vale a pena.

Uma publicação compartilhada por Gisele Bündchen (@gisele) em

“Lidar com meus ataques de pânico foi desafiador para mim e procurei ajuda. Em momentos como este, a família, amigos e especialistas podem ajudar, assim como também as técnicas de respiração e meditação”, aconselha. A modelo alerta que o  mais importante é “sair da inércia e buscar alternativas”: “A vida é o nosso maior presente – e cada dia vale a pena”, concluiu.

Em 2018, a modelo lançou o livro Aprendizados – Minha Caminhada Para Uma Vida Com Mais Significado. Na publicação, ela fala sobre a carreira e faz revelações sobre a vida pessoal.

Fonte: Estadão