Governo do Estado apresenta projeto do BRT entre Grande ABC e São Paulo

O Governo do Estado apresentou, nesta sexta-feira (7/5), o projeto do BRT-ABC, um sistema de transporte rápido que conectará por meio de ônibus, via corredor exclusivo, os municípios de Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul a São Paulo.

O total do investimento, que será realizado pela iniciativa privada, é de R$ 859 milhões. O novo modal de transporte metropolitano terá capacidade para transportar 115 mil pessoas por dia.

O projeto foi apresentado pelo governador João Doria e pelo secretário estadual dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, a prefeitos e deputados estaduais com domicílio na região e representantes da Metra, concessionária responsável pela implementação do projeto.

Participaram do encontro os prefeitos de São Bernardo, Orlando Morando, de São Caetano do Sul, Tite Campanella, de Diadema, José de Filippi Júnior, de Mauá, Marcelo Oliveira, o vice-prefeito de Santo André, Luiz Zacarias, e o secretário-executivo do Consórcio Intermunicipal Grande ABC, Acacio Miranda.

“Estamos muito felizes de assinarmos o projeto do BRT do ABC, que é o primeiro BRT no estado de São Paulo e vai permitir a ligação de áreas importantes do Grande ABC. Uma iniciativa que exigiu estudos, planejamento, análises, para permitir que com essa alternativa, com esse modal, oferecêssemos o menor tempo possível ao menor investimento viável e, principalmente, em um tempo reduzido de implantação”, afirmou Doria.

O projeto do BRT-ABC prevê 18 quilômetros de via expressa, com 20 paradas, três terminais e uma frota de 82 ônibus elétricos, com ar-condicionado, silenciosos e não poluentes, articulado, com 23 metros. O sistema de integração dos municípios da região do ABC com a capital fará o trajeto de ponta a ponta, do terminal São Bernardo ao Terminal Sacomã, na capital, em 40 minutos na modalidade expressa. Além do bilhete expresso que dará a opção do passageiro fazer menos paradas, haverá duas outras opções, tradicional e semiexpressa.

A obra será iniciada após a conclusão do projeto executivo em andamento, com previsão de entrega e operação total em 2023. A empresa Metra terá direito a 25 anos de exploração da concessão.

O sistema se conectará a CPTM, Metrô, Expresso Tiradentes, linhas da SPtrans e ao Corredor ABD. Na Estação Tamanduateí o passageiro terá a opção de acessar a Linha 2-Verde do Metrô ou a Linha 10-Turquesa da CPTM, de lá o passageiro tem a opção de seguir até a estação Sacomã, integrando também ao Expresso Tiradentes.
O secretário-executivo do Consórcio ABC ressaltou que o anúncio do projeto do novo modal era aguardado desde o ano passado, mas acabou sendo adiado devido à pandemia.

“As prefeituras e a população do Grande ABC aguardavam informações detalhadas sobre o projeto do BRT desde 2019, quando o Governo do Estado anunciou a escolha do modal de transporte”, afirmou Acacio Miranda.

Fotos: Governo do Estado de São Paulo

Gostou da nossa matéria “Governo do Estado apresenta projeto do BRT entre Grande ABC e São Paulo“?

Governo do Estado apresenta projeto do BRT entre Grande ABC e São Paulo

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 1.000 outros assinantes

Consórcio ABC pede esclarecimentos sobre concessão do BRT e EMTU

Ofício da entidade, em que solicita informações sobre a concessão do BRT e EMTU regional, foi encaminhado ao secretário estadual dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy

O Consórcio Intermunicipal Grande ABC solicitou ao Governo do Estado esclarecimentos sobre a implementação do BRT (Transporte Rápido por Ônibus) no Grande ABC e operação do Sistema Remanescente, composto pelas linhas intermunicipais alimentadoras e complementares da área de operação.

Em ofício ao secretário estadual dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, a entidade regional pede mais detalhes sobre a prorrogação antecipada da concessão do serviço de transporte coletivo intermunicipal por ônibus e trólebus no Corredor Metropolitano São Mateus/Jabaquara, que passou a incorporar a implementação, manutenção e exploração do Sistema BRT-ABC e do Sistema Remanescente.

O ofício pede informações sobre o planejamento, implementação e execução do Sistema BRT-ABC, incluindo o projeto dos corredores exclusivos, estudos de impacto em relação ao sistema viário local, desapropriações e interface entre a operação de transîto local e do corredor, além de propostas de integração com outros modais. 

Em relação ao Sistema Remanescente, o Consórcio ABC requer informações sobre os estudos e planejamento para racionalização da estrutura, de forma a evitar as atuais sobreposições às linhas municipais. Além disso, questiona se há perspectiva de efetivação de integração física, operacional e tarifária do sistema. 

“Solicitamos também, além da abertura do canal de diálogo técnico sobre as propostas em tela com os municípios do ABC, informações quanto ao cronograma do projeto, implantação e conclusão dos serviços”, afirma o documento.

O presidente do Consórcio ABC e prefeito de Santo André, Paulo Serra, reiterou a necessidade dos esclarecimentos por parte do Governo do Estado, pois trata-se de um projeto de “relevância histórica” para a região.

“A população das sete cidades quer saber todos os detalhes desses novos projetos para a mobilidade urbana no Grande ABC, incluindo seus impactos, cronograma e custos”, afirmou Paulo Serra. 

Gostou de “Consórcio ABC pede esclarecimentos sobre concessão do BRT e EMTU?

Consórcio ABC pede esclarecimentos sobre concessão do BRT e EMTU
Foto: Divulgação

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Confira as notícias do Grande ABC Confira nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 1.000 outros assinantes