Festival Cultura Solidária arrecada mais de 1,5 tonelada de alimentos em sua 2ª edição

O 2º Festival Cultura Solidária, evento da Prefeitura de Diadema transmitido online, arrecadou mais de uma tonelada e meia de alimentos, que serão destinados a famílias em situação de vulnerabilidade social.Realizado em parceria com a campanha “Sua Vida Importa pra Mim e Sua Fome me Incomoda”, o festival levou ao internauta apresentações ao vivo, entrevistas e depoimentos de artistas.

As doações de alimentos foram recebidas durante a realização do evento no Centro Cultural Diadema – Teatro Clara Nunes. Também foram arrecadados recursos para o Fundo de Solidariedade de Diadema.

Apresentado pela cantora e atriz diademense Ana Cacimba, o festival mesclou shows ao vivo, de ritmos como pop, rap e samba, a vídeos gravados contendo depoimentos e apresentações de artistas representativos da cultura popular.

O internauta que desfrutou essa tarde cultural conferiu artistas como Levi Cintra, com canções de MPB, pop e rock, o sambista Caco Oliveira, o grupo de Hip-Hop Mentes do Gueto, além dos grupos Tambor de Crioula da Encantada Dona Teresa, Mucambos de Raízes Nagô e Celso Ohi e a tradição de Bonecos. O festival também homenageou a Companhia de Danças de Diadema, que completou 26 anos de existência em 2021.

Festival Cultura Solidária arrecada mais de 1,5 tonelada de alimentos em sua 2ª edição

Para o secretário de Cultura Deivid Couto, o festival se notabilizou por “um trabalho belíssimo”, mostrando para quem está em casa que “em Diadema temos artistas de primeira qualidade”. Inês Maria de Filippi, presidenta do Fundo Social de Solidariedade, destacou que já foi possível doar mais de cem toneladas arrecadadas a partir da campanha de combate à fome. “E o envolvimento é cada vez maior”, completa.

Segundo Patty Ferreira, vice-prefeita e secretaria de Assistência Social, as doações estão “alcançando aquelas pessoas que estão sofrendo muito com a pandemia”. “Estão vindo de todo lugar, da indústria, do comércio, da sociedade civil, das entidades, das ONGs, mas vêm também da pessoa que está em casa”, afirma.


Comitê de Combate à Fome
A campanha é uma ação organizada pelo Comitê de Combate à Fome, instituído por decreto e que envolve diversas secretarias municipais, entidades da sociedade civil e o Fundo Social de Solidariedade. Todas as frentes de trabalho têm o mesmo objetivo: diminuir os efeitos sociais da crise da pandemia do coronavírus.

FOTOS: DINO SANTOS

Gostou de “Festival Cultura Solidária arrecada mais de 1,5 tonelada de alimentos em sua 2ª edição“?

Festival Cultura Solidária arrecada mais de 1,5 tonelada de alimentos em sua 2ª edição

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 730 outros assinantes

Empresa brasileira de blindagem ligada a militante de Trump multiplica capital em 13 vezes e acumula dívidas

Combat Armor do Brasil, empresa brasileira de blindagem, vendeu veículos blindados aos governos federal e estaduais; sócio brasileiro tem histórico de dívidas.

Texto: Por Alice Maciel, Bruno Fonseca, Ethel Rudnitzki/ Agência Pública

A empresa brasileira de blindagem presidida por Daniel Beck, militante trumpista que participou das manifestações que culminaram na invasão do Congresso americano em janeiro, teve um crescimento exponencial durante o governo de Jair Bolsonaro (sem partido). Segundo apurou a Agência Pública, o capital social da Combat Armor Defense do Brasil aumentou 1.244%, saltando de R$ 1 milhão para mais de R$ 13 milhões em um período de apenas um ano e sete meses.

A companhia — que já começou milionária a partir de uma participação da Combat dos EUA logo após a fundação, em março de 2019 — tem à frente uma figura próxima de Daniel Beck: Maurício Junot de Maria. Ele, um antigo empresário conhecido do setor de blindados, assina também por outra empresa brasileira de blindagem, a International Armoring do Brasil, que há anos acumula dívidas acima de R$ 60 milhões de impostos federais e estaduais.

Junot vivenciou tempos áureos na década de 1990 e início dos anos 2000, quando se associou à International Armoring Corporation, com sede em Utah e filial no Brasil. A empresa, retratada em reportagem no New York Times, chegou a fornecer veículos blindados às forças armadas dos Estados Unidos durante a Guerra do Iraque. Atualmente, está com o CNPJ inapto na Receita Federal do Brasil e possui registro de dívida ativa de R$ 48,49 milhões com o governo de São Paulo, relacionados ao não pagamento de ICMS, de acordo com dados da Procuradoria-Geral do Estado (PGE-SP). Além disso, a International Armoring tem débitos no valor de R$ 14 milhões na Receita Federal, sendo a maior parte – R$ 7,1 milhões – referentes à não quitação do PIS e Cofins. Segundo a reportagem apurou, a International respondeu a diversos processos na Justiça Federal e no Tribunal de Justiça de São Paulo entre 2006 e 2014 de execução das dívidas. 

Junot contou à Folha de S.Paulo que foi convidado por Daniel Beck, dono da Combat Armor nos Estados Unidos e presidente da Combat Armor no Brasil, para administrar seus negócios no país. De acordo com informações levantadas pela Pública, eles se conheceram na Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, mais conhecida como Igreja Mórmon, em Utah, onde os dois moravam quando Junot tocava a International Armoring Corporation.

Sócio da Combat Armor, Maurício Junot, pescando na Amazônia. Foto: Reprodução/Facebook

De volta ao Brasil e após a eleição de Bolsonaro, o empresário filiou-se ao PSL em Vinhedo (SP), cidade da primeira fábrica da Combat Armor no país. A empresa anunciou recentemente que “com o atual crescimento” está de mudança para uma planta maior no município de Indaiatuba (SP). Apesar de nova no mercado, a Combat Armor segue os passos da antiga empresa de Junot, já registrando dívidas de R$ 110 mil de ICMS à Receita Estadual, segundo dados da PGE.

A Combat Armor possui representantes também no Paraná, no Espírito Santo, no Nordeste e, desde janeiro de 2020, uma filial no Rio de Janeiro, onde está ampliando seu leque de negócios. A Pública apurou que a partir desse sábado a empresa irá assumir a frente do clube de tiro American Shooting Club, localizado no bairro Recreio dos Bandeirantes, na capital fluminense.

Empresa de blindagem brasileira é a nova dona de clube de tiro no Rio de Janeiro. Foto: Reprodução/Instagram

De milhão a milhões

O primeiro salto no capital da Combat Armor Defense do Brasil aconteceu em setembro de 2020 – pouco mais de um ano depois da abertura da empresa. Na época, o capital foi alterado do R$ 1 milhão registrado inicialmente para R$ 6,8 milhões. Apenas um mês depois, a empresa passou por nova alteração: em outubro de 2020, o capital passou a valer R$ 13,4 milhões. Segundo dados da Junta Comercial de São Paulo (Jucesp), o primeiro milhão do capital da empresa brasileira veio da Combat dos EUA.

Empresa brasileira de blindagem ligada a militante de Trump multiplica capital em 13 vezes e acumula dívidas
Fachada da primeira fábrica da Combat Armor no Brasil, empresa brasileira de blindagem, na cidade de Vinhedo (SP). Foto: Reprodução/Google Maps

Os dois aumentos de capital ocorreram ainda antes de a empresa fechar os contratos milionários com o governo federal e a polícia do Rio de Janeiro. Em dezembro de 2020, a Combat fechou R$ 4,2 milhões em contratos com a Polícia Rodoviária Federal para blindar 11 viaturas. O contrato foi firmado com a superintendência da Polícia Rodoviária do Rio de Janeiro. Já em março de 2021, a empresa fechou R$ 9,7 milhões com a Secretaria de Polícia Militar do RJ para venda de veículos blindados.

A Combat participou também de licitações para tomada de preços com vários órgãos do governo federal, todas a partir de novembro de 2020, após o segundo aumento no capital; e de pregões com vários órgãos: Justiça Federal do Paraná e de Santa Catarina, o Ministério Público Militar e o Ministério da Defesa.

Proximidade com a família Bolsonaro 

Em entrevista à Folha de S.Paulo, Maurício Junot afirmou que procurou o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) na Câmara, no ano passado, para apresentar a empresa. “Foi há mais ou menos um ano. Fui na cara de pau”, afirmou. “Bati na porta [do gabinete]. Ele estava lá por um acaso e me apresentei. E falei pra ele: ‘Senhor Eduardo, tudo bem? Eu tenho uma empresa que faz isso e isso. Eu gostaria de um apoio teu’”, disse ao jornal. Ele não explicou, no entanto, de que maneira o parlamentar poderia ajudá-lo.

O presidente Jair Bolsonaro também foi apresentado à Combat Armor no ano passado. Ele participou da exposição de um dos veículos blindados da companhia em passagem pelo Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), no Rio de Janeiro, em 4 de agosto de 2020, conforme informações de um site especializado. Sua visita ao Bope consta na agenda oficial

Na ocasião, Jair Bolsonaro conheceu a Nissan Frontier ultrablindada, batizada de Predador. O veículo é o chamariz da Combat Armor e foi idealizado por Maurício Junot, segundo a revista Quatro Rodas

Ainda de acordo com reportagem da Folha de S.Paulo, a versão americana da Combat Armor foi criada em 2011 com o nome de Ad Faction, Inc. Oito anos mais tarde, o nome foi alterado para o atual: Combat Armor Defense. Apenas dois meses antes de a empresa aportar no Brasil, Daniel Beck e familiares alteraram seu objeto social de prestação de serviços de publicidade para negócios voltados para a área de segurança. 

Os negócios de Daniel Beck chamaram atenção da imprensa nacional depois que o site de jornalismo investigativo dos Estados Unidos Proof divulgou a possível participação de Eduardo Bolsonaro em reunião apelidada de “conselho de guerra”, um dia antes da invasão do Capitólio, na residência privada de Donald Trump, no Trump International Hotel, em Washington. 

O jornalista Seth Abramson aponta que a tentativa de golpe, com a intenção de impedir o reconhecimento da eleição de Joe Biden à presidência, teria sido discutida no encontro secreto. Eduardo Bolsonaro, que estava em Washington na semana do ato, negou sua participação. 

Conforme o site, teriam participado dessa reunião, além de Eduardo Bolsonaro e Daniel Beck, os dois filhos mais velhos de Donald Trump, senadores americanos, ex-assessores do então presidente e o empresário Michael Lindell, considerado um dos mais próximos conselheiros do ex-presidente dos EUA. 

Beck postou um vídeo em suas redes sociais dizendo que havia se encontrado com Rudolph Giuliani, então advogado de Trump, e com Michael Lindell e Donald Trump Jr. Eduardo Bolsonaro estava em Washington naquele dia, e sua passagem pelos Estados Unidos foi narrada no Twitter.

Empresa brasileira de blindagem ligada a militante de Trump multiplica capital em 13 vezes e acumula dívidas
Daniel Beck, presidente da Combat Armor, esteve nas manifestações pró-Trump que culminaram na invasão do Capitólio. Foto: Reprodução/Facebook

Por e-mail, a Pública questionou a Combat Armor sobre o crescimento do capital da empresa, as dívidas e as relações com políticos brasileiros e americanos, mas não obteve resposta até a publicação dessa reportagem. Também não conseguimos contato com o CEO da empresa, Maurício Junot. 

Agenda de Eduardo Bolsonaro nos EUA incluiu encontros com embaixador brasileiro em Washington

Em uma segunda-feira, 4 de janeiro, dois dias antes do ataque ao Congresso americano, Eduardo Bolsonaro se reuniu na Casa Branca com a filha do ex-presidente Donald Trump, Ivanka Trump. Na quinta-feira (7/1), ele postou nas redes sociais uma imagem do encontro com Matt Schlapp e Daniel Schneider, representantes da União dos Conservadores Americanos, para tratar da edição brasileira do maior encontro conservador dos EUA, a Conferência de Ação Política Conservadora (CPAC), na Virgínia. Ainda no dia 7, ele publicou uma foto com o autoproclamado filósofo Olavo de Carvalho e o blogueiro bolsonarista Allan dos Santos, no mesmo estado. 

No dia seguinte, Eduardo postou em seu Instagram uma imagem com o então conselheiro de Donald Trump, Jared Kushner, na Casa Branca, e no dia 11 se encontrou com o jornalista conservador Rodrigo Constantino em Miami. Na Flórida, Eduardo ainda fez questão de filmar e postar sua passagem em uma loja de armas.

Empresa brasileira de blindagem ligada a militante de Trump multiplica capital em 13 vezes e acumula dívidas
O deputado federal Eduardo Bolsonaro esteve em Washington com figuras próximas de Donald Trump durante a posse de Joe Biden. Foto: Reprodução/Instagram

Conforme informações do Ministério das Relações Exteriores, o embaixador do Brasil em Washington, Nestor Forster Júnior, a convite de Eduardo Bolsonaro, acompanhou o deputado no encontro com Ivanka Trump, no dia 4 de janeiro, na Casa Branca. 

Ainda de acordo com a pasta, eles se reuniram novamente no dia 5 na embaixada brasileira, e Eduardo foi a um jantar em sua residência no dia 7, mesmo dia em que o então ministro das Relações Exteriores Ernesto Araújo fez uma série de postagens em seu Twitter minimizando a invasão do Capitólio. O texto foi compartilhado por Eduardo Bolsonaro. As informações constam na resposta ao requerimento de autoria do deputado federal Arlindo Chinaglia (PT-SP), sobre a viagem do filho do presidente aos EUA. 

De acordo com o ministério, não houve participação da embaixada brasileira em Washington no planejamento da agenda de Eduardo Bolsonaro. “O Ministério das Relações Exteriores não foi informado sobre a agenda e nem participou de seu planejamento”, acrescenta o órgão. A pasta afirmou também que não tem conhecimento da suposta reunião na qual teria sido concebida a estratégia de resistência à posse de Joe Biden, que teria culminado na invasão do Capitólio. 

Gostou de “Empresa brasileira de blindagem ligada a militante de Trump multiplica capital em 13 vezes e acumula dívidas“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 730 outros assinantes

Campanha de Diadema recebeu doações de cooperativas e sindicato

A campanha “Sua Vida Importa Pra Mim e Sua Fome Me Incomoda” recebeu duas doações que vão ajudar mais pessoas de Diadema a terem comida na mesa. A Central de Cooperativas UNISOL Brasil, junto com Coopercentral VR (Central de Cooperativas da Agricultura Familiar do Vale do Ribeiro), trouxeram para o município sete toneladas de frutas e legumes e o SindSaúde – ABC  (Sindicato dos Trabalhadores da Saúde Privada e Filantrópica do ABC) mais 60 cestas básicas e meia tonelada de alimentos não perecíveis. 

A entrega dos comestíveis aconteceu ontem (13/5) em dois lugares diferentes: no Banco de Alimentos de Diadema e no Almoxarifado Central. Eles serão distribuídos para as famílias que vivem em situação de extrema pobreza na cidade e que neste momento de pandemia e crise econômica estão passando por muitas dificuldades. 

Maio solidário – As doações feitas pela UNISOL e pela Coopercentral VR ao município marcou o lançamento do “Maio Solidário – Comida para Todos”. Diadema foi a primeira cidade a receber os alimentos da ação realizada pelas duas cooperativas e que conta ainda com a participação do Coletivo para Todos. A iniciativa tem o objetivo de levar produtos de qualidade para as periferias das cidades e também gerar renda aos trabalhadores da agricultura familiar.

“Foi muito importante lançar essa campanha em Diadema. Daqui vamos levar comida para o povo de rua do centro expandido de São Paulo e de outros lugares”, afirma o presidente da UNISOL e organizador da iniciativa, Leonardo Pinho. Para o diretor da Coopercentral VR, Isnaldo Lima da Costa Jr, a alimentação é direito de todos “e por isso, com a pandemia, onde milhares de pessoas estão sem comida, é necessário contribuir para que juntos possamos dar continuidade a projetos de combate à fome e desigualdades”, afirmou. 

O presidente do SindSaúde-ABC, Almir Rogério “Mizito”, fez questão de ressaltar a importância de colaborar com a campanha de Diadema. “Neste momento de tantas dificuldades para o nosso país é fundamental praticar a solidariedade e dividir o pão”, declarou.

O secretário de Segurança Alimentar, Gel Antônio, disse que a campanha se fortalece com as doações. “Além dos alimentos, de excelente qualidade que as pessoas vão receber, este ato solidário estreita ainda mais os laços que temos com as entidades de trabalhadores e da agricultura familiar”.    

A campanha contra fome em Diadema teve início em 27 de março passado e já repassou doações para mais de 20 mil moradores de Diadema. Nesses 46 dias de atuação arrecadou 101 toneladas de comida e já distribuiu mais 90 toneladas. 

Além dos participantes das cooperativas e do SindSaúde-ABC na entrega dos alimentos, o ato teve ainda as presenças da vice-prefeita e secretária de

Assistência Social e Cidadania, Patty Ferreira, da primeira-dama e presidenta do Fundo Social, Inês Maria de Filippi, que também são responsáveis por realizar a campanha contra a fome de Diadema. 

O diretor da Economia Solidária de Diadema, Arildo Mota Lopes, representou a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho e pela Coopercentral VR  também estiveram presentes os diretores Rafael de Oliveira Grothe, Aline Juvêncio e Michel Guzanchi. 

Saiba mais sobre a campanha de Diadema acessando –  

 http://combateafome.diadema.sp.gov.br/

Texto: Iara Santos Luz
Fotos: Adriana Horvath

Com informações da Prefeitura de Diadema.

...

Gostou Campanha de Diadema recebeu doações de cooperativas e sindicato”?

Campanha de Diadema recebeu doações de cooperativas e sindicato

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email assim que estiverem online em nosso site. Aproveite e leia sobre Carreiras e Trabalho, com os ensinamentos de Rogério de Caro.

Junte-se a 730 outros assinantes

Empresas de material de construção doam mil cestas básicas

A Campanha Santo André Solidária, realizada pelo Fundo Social de Solidariedade, entregou nesta sexta-feira (7) kits com alimentos, roupas e brinquedos para famílias do Jardim Alzira Franco e comerciantes do Boulevard Itambé, no Centro. Empresas de material de construção doam mil cestas básicas.

Os alimentos fazem parte de uma doação de mil cestas básicas feitas por empresas de materiais de construção, como C&C, Leroy Merlin, Obramax, Sodimac e Telhanorte. As roupas e brinquedos foram doados pelos munícipes.

“A cada entrega destas doações nossa esperança é renovada. São diversas famílias que recebem ajuda graças à solidariedade de outras tantas famílias andreenses, além das empresas da cidade que estão sempre nos apoiando nas campanhas, com um único objetivo, ajudar quem mais precisa”, destacou a primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Ana Carolina Barreto Serra.

Desde o início da campanha Santo André Solidária, já foram arrecadadas mais de 300 toneladas de alimentos, além de 40 mil itens entre roupas, cobertores, brinquedos, entre outros.

As famílias cadastradas no Núcleo de Ação Local Jardim Alzira Franco puderam retirar os itens na manhã desta sexta. “É muito importante ajudar o próximo, é o sonho da gente poder fazer o melhor para a comunidade e trazer os moradores para perto da gente, tenho certeza que todos que receberam as doações saíram daqui muito felizes”, afirmou o líder do Núcleo, Jacinto Ezequiel de Medeiros.

“Essa doação me ajuda muito, porque eu ganho pouco como aposentada e o dinheiro paga apenas as contas da casa, os alimentos são muito importantes neste momento, fiquei muito contente”, afirmou a moradora do Jardim Alzira Franco, Maria da Silva.

Os comerciantes do Boulevard Itambé também receberam doações nesta tarde. Foram 65 kits com cesta básica, produtos de higiene e hortifrúti.

A campanha Santo André Solidária segue na cidade e podem ser doados alimentos não perecíveis, como arroz, feijão, macarrão, café, óleo, leite em pó, produtos de higiene e limpeza, além de itens como roupas, calçados, cobertores, brinquedos, material escolar, entre outros.

A doação pode ser feita no Banco de Alimentos, localizado na avenida dos Estados, 2195, de segunda a sexta, das 8h às 17h. E para quem for se imunizar, os pontos de vacinação drive-thru seguem recebendo as contribuições. Os pontos de arrecadação em supermercados da cidade também continuam funcionando.

Quem preferir, pode fazer doações via Pix para a chave doe@santoandre.sp.gov.br ou via transferência bancária para a conta do Fundo Social no Banco do Brasil. A agência é 5688-x, conta 6900-0 e CNPJ 46.522.942/0001-30, no nome de Prefeitura de Santo André – Fundo Social de Solidariedade.

| Texto: Daniele Vieira

Gostou da nossa matéria “Empresas de material de construção doam mil cestas básicas“?

Empresas de material de construção doam mil cestas básicas
Fotos: Helber Aggio/PSA

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 730 outros assinantes

Shopping Praça da Moça vira ponto de arrecadação de eletrônicos para alunos de Diadema

Nesta quarta-feira, 28 de abril, é comemorado o Dia Mundial da Educação e o Shopping Praça da Moça convida seu público a colaborar com projeto de arrecadação de eletrônicos, que visa diminuir a falta de acesso das crianças ao sistema de aulas online por não terem equipamentos.

Em tempos de ensino remoto, muitas crianças não conseguem acompanhar as aulas por não ter dispositivos de acesso. No Brasil, segundo o Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo (SARESP) de 2019, 42% das casas não possuíam computadores e 33% não tinham acesso à internet e, dos 3,6 milhões de estudantes da rede estadual de SP, apenas 60% possuíam notebooks e 30% tablets.

Pensando em ajudar a diminuir estas dificuldades, o Shopping Praça da Moça abraça o projeto “Ajude a não deixar nenhum estudante para trás”, liderada pelo professor da rede estadual de ensino Milton Pereira de Barros, que convida o público a doar celulares, tablets e notebooks usados que serão direcionados para os estudantes.

A partir desta semana, quem passar pelo empreendimento pode deixar sua doação no ponto de coleta do Piso Paineira, no espaço Coworking (em caso de doações de notebook, procurar equipe de segurança). A equipe voluntária fará uma revisão técnica e encaminhará para alunos de escolas estaduais de Diadema, iniciando pelas E.E. Antonieta Borges Alves e E.E. José Piaulino.

“É uma satisfação poder contribuir para essa causa tão urgente no nosso País. A pandemia vai passar, mas o reflexo destas ações na vida destas crianças e adolescentes com certeza vai ficar. Vamos reunir o máximo de doações possíveis para ajudar o projeto”, comenta Daniel Lima, gerente de marketing do Shopping Praça da Moça.

Para quem vai doar, é importante que o aparelho esteja em funcionamento. Alguns requisitos solicitados são:

  • Celular e tablet: até 4 anos de idade, deve ligar normalmente, conexão wi-fi e 3G funcionando, ser doado com o carregador, não é preciso enviar com acessórios (capinha, fones de ouvido etc).
  • Notebook: até 6 anos de idade, deve ligar normalmente, ser doado com o carregador, conexão wi-fi funcionando, pelo menos 1 porta USB funcionando, HD com capacidade mínima de 256GB e memória RAM mínima de 4GB.

Shopping Praça da Moça
Telefone: (11) 4057-8900
WhatsApp: (11) 94709-5754
www.shoppingpracadamoca.com.br
Rua Manoel da Nóbrega, 712 – Centro, Diadema
Estacionamento:  Carros 9 reais até 3 horas + 1 real por hora adicional ou fração / Motos 9 reais a diária

Gostou da nossa matéria “Shopping Praça da Moça vira ponto de arrecadação de eletrônicos para alunos de Diadema“?

Shopping Praça da Moça vira ponto de arrecadação de eletrônicos para alunos de Diadema
Foto: Divulgação

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias e mais vagas de emprego abertas. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 730 outros assinantes

Busca ativa de tuberculose: 18 mil pessoas abordadas em Diadema

Durante a Campanha de Busca Ativa de Sintomáticos Respiratórios, realizada em março deste ano pelas equipes de saúde das 20 Unidades Básicas de Saúde (UBS), foram abordados 18.965 moradores da cidade, quanto a tuberculose, de acordo com dados divulgados pela Coordenadoria de Vigilância à Saúde de Diadema em abril.

Dentre as pessoas abordadas, 115 tinham sintomas respiratórios característicos de tuberculose (TB) e, dessas, 101 realizaram baciloscopia (teste de escarro). Apenas dois moradores positivaram para o doença e deram início ao tratamento.

A busca ativa é uma atividade de rotina nas UBSs, com dois momentos de intensificação, em março e setembro. “Considero que a campanha de busca ativa de sintomáticos respiratórios foi muito positiva, pois apesar da situação atual imposta pela pandemia, com esforços voltados para atendimento dos casos de covid-19, praticamente todas as UBSs fizeram atividades de busca de possíveis casos de TB e dois casos foram diagnosticados”, explicou a coordenadora do Programa de Tuberculose em Diadema, dra Iriane Maria Sammarone Henriques.

Atualmente, aproximadamente 100 moradores estão em tratamento de TB. O tempo e a dose dos medicamentos podem variar de acordo com o tipo e a gravidade da doença. A técnica de enfermagem da UBS Inamar, Rosana dos Santos Francelino, garante que a adesão ao tratamento é fundamental para a cura.

“Procuro me aproximar do paciente e falar a mesma língua, para que se sinta à vontade para pedir ajuda e seguir o tratamento. Muitas vezes, o paciente fica cansado por causa da tuberculose, emagrece, tem febres. Depois de 30 dias, o paciente já responde super bem, pode ter a impressão que está curado e querer abandonar o tratamento. Procuramos deixar bem claro que, embora tenham tido melhora, não estão curados. Se não realizarem o tratamento completo, a doença pode voltar muito mais forte”, finaliza a técnica de enfermagem.

Referência

Pelas políticas públicas adotadas pelo município ao longo dos anos, Diadema recebeu, pela 15ª vez consecutiva, o Prêmio “Qualidade nas Ações de Controle da Tuberculose”, por apresentar índice de cura maior que 85% dos casos diagnosticados em 2019.

O Programa Municipal de Tuberculose inclui tratamento supervisionado com entrega de incentivos aos pacientes, exames de diagnóstico e controle, medicamentos gratuitos e avaliação dos comunicantes de casos de tuberculose. O atendimento de casos descentralizados em todas as UBSs, as equipes comprometidas e o suporte da coordenação são pontos positivos do programa.

Doença

A tuberculose é causada por uma infecção pelo Bacilo de Koch (BK) e atinge, principalmente, o pulmão. Entretanto, ossos, rins e meninges podem ser prejudicados pela doença. Os sintomas mais comuns na tuberculose são tosse prolongada, geralmente por mais de três semanas, com secreção e acompanhada por febre vespertina, sudorese noturna e emagrecimento.

Gostou da nossa matéria “Busca ativa de tuberculose: 18 mil pessoas abordadas em Diadema“?

Busca ativa de tuberculose: 18 mil pessoas abordadas em Diadema
Foto: Vanessa Dino Santos

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias e mais vagas de emprego abertas. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 730 outros assinantes

Campanha para capacitar engenheiros em marketing digital da Schneider

Iniciativa da campanha visa orientar e capacitar engenheiros de suas empresas parceiras na utilização de ferramentas e táticas de marketing digital

A líder global na transformação digital em gestão da energia elétrica e automação, Schneider Electric, anuncia uma campanha de Marketing Digital para Engenheiros, visando orientar os profissionais de empresas parceiras. Com isso, a campanha passa a apoiar os profissionais com treinamentos, webinars, e-books, guias com dicas e conteúdos estratégicos, além de insights digitais.

“Com esse projeto, nosso objetivo é orientar nossos parceiros a respeito de como a implementação de ações de marketing digital podem potencializar seus negócios  e, assim, crescermos juntos no mercado brasileiro ”, diz Maiara de Mello Garcia Pires, Líder de Marketing e Comunicação na Schneider Electric. A iniciativa traz um panorama geral sobre como obter sucesso com as táticas de marketing digital, na construção de jornadas de conteúdo para profissionais que atuam no mundo da engenharia.

Entre os temas abordados estão o entendimento geral sobre planos de comunicação, inbound marketing, web, e até mesmo o hábito de compra e consumo. “A intenção é que o profissional consiga transmitir credibilidade, valor agregado e engajar seu público ao promover conteúdo relevante e de qualidade por meios digitais”, explica Maiara.

Desde 2019, a Schneider vem ampliando seu apoio aos parceiros em sua jornada na busca de novas soluções que enriqueçam seu ambiente e alcance digitais, ao mesmo tempo, possibilitem economia de tempo e dinheiro. O foco é fomentar o uso da inteligência das ferramentas digitais, para melhorar a experiência do cliente. O último webinar promovido pela empresa, em março, trouxe a professora de MBA de Marketing Digital da Faculdade Getúlio Vargas (FGV) – Rosamélia Abreu, para abordar com mais detalhes a necessidade de avanços tecnológicos e implementação de estratégias digitais. Para conferir, acesse: https://bit.ly/31x3i3Z.

Sobre a Schneider Electric

O propósito da Schneider é empoderar todos para que obtenham os melhores resultados com nossa energia e nossos recursos, alavancando o progresso e a sustentabilidade.  Chamamos isso de ‘Life Is On’. 

Nossa missão é ser seu parceiro digital para sustentabilidade e eficiência. 

Conduzimos a transformação digital ao integrar tecnologias de processo e energia, conectividade de produtos na nuvem, controles, software e serviços, por todo ciclo de vida do produto, propiciando um gerenciamento integrado de empresas, para casas, edifícios, data centers, infraestrutura e indústrias. 

Somos as mais locais das companhias globais. Lutamos por padrões abertos e ecossistemas de parceria entusiasmados por nossa proposta significativa e inclusiva e nossos valores de empoderamento. 

www.se.com

Gostou da nossa matéria “Campanha para capacitar engenheiros em marketing digital da Schneider“?

Campanha para capacitar engenheiros em marketing digital da Schneider
Foto: Divulgação

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias e mais vagas de emprego abertas. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 730 outros assinantes

Rota arrecada 1,1 mil quilos de alimentos para campanha

O Quartel da Rota (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar) realizou a entrega, na manhã deste sábado (17 de abril), de 1,1 mil quilos de alimentos à Paróquia de São Francisco de Assis do Valo Velho, na zona sul da capital, doados pelos policiais que receberam a vacina contra o coronavírus. Os alimentos serão destinados às famílias em situação de pobreza e extrema pobreza, com déficit nutricional durante o enfrentamento da pandemia. Ação da Rota arrecada 1,1 mil quilos de alimentos na Campanha Vacina Contra a Fome.

A ação faz parte da Campanha Vacina contra a Fome, realizada em todo o Estado de São Paulo, que incentiva a doação de 1 quilo de alimento por parte das pessoas que recebem a imunização contra o coronavírus. Até o momento, mais de 450 municípios aderiram à Campanha e 3 mil toneladas de alimentos foram arrecadados em todo o Estado.

Sobre a Campanha Vacina contra a Fome

O Estado recomenda que os municípios participantes instalem pontos de arrecadação nos postos de vacinação contra a COVID-19, que já chegou a quase 6 milhões de doses aplicadas em São Paulo. A distribuição dos mantimentos será feita pelas próprias Prefeituras a famílias carentes de cada cidade.

“Em um momento tão crítico da pandemia, queremos incentivar a sociedade a contribuir com nossas ações de combate à fome, garantindo a segurança alimentar das muitas famílias em situação de vulnerabilidade”, afirmou Célia Parnes, Secretária de Estado de Desenvolvimento Social.

Com informações da assessoria do governo do Estado de São Paulo.

Gostou da nossa matéria “Rota arrecada 1,1 mil quilos de alimentos para campanha“?

Rota arrecada 1,1 mil quilos de alimentos para campanha
Foto: Divulgação

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 730 outros assinantes

Banho da Esperança leva dignidade à pessoas em situação de rua

Empresas e cidadãos se unem para construir e doar trailes de banho a instituições que se dedicam a cuidar de pessoas em situação de rua. Confira sobre Banho da Esperança

Em 2020, em meio a pandemia, integrantes do Mitzvah Day Brasil aceitaram um desafio – arrecadar fundos para ajudar o projeto assistencial do padre Paulo Leandro da Silva, assessor da Pastoral do Povo de Rua em Guarulhos. O MItzvah Day é um projeto que existe há 11 anos em mais de 40 países e propõe que civis, independente da religião ou crença, ajudem sua comunidade da forma que puderem. Há três anos começou a ser realizado no Brasil.

O projeto Pastoral do Povo de Rua existe há 10 anos e promove ações diárias de doação de alimentos e, a cada dois meses, atendimentos de higiene pessoal como banhos, cabeleireiro, atendimento odontológico, etc, além de doação de roupas e afeto para pessoas em situação de rua. Até o momento, para realizar esta ação, o padre conta com a ajuda de um trailer emprestado.

Foi nesse contexto que surgiu a ONG Banho da Esperança visando captar recursos financeiros para construir e doar um trailer que permita ao padre Paulo executar seu projeto de forma contínua. Para isso, foram realizadas atividades como lives e vaquinhas online, além de contribuições e doações de artistas e da iniciativa pública e privada. Em abril deste ano, a parceria Banho da Esperança – Pastoral do Povo de Rua em Guarulhos comemora seu primeiro feito –  a doação de um trailer novinho com dois chuveiros, água quente, torneiras, espelhos e armários para o projeto.

Ao longo de 2020, juntos, Banho da Esperança e Pastoral buscaram e conseguiram o patrocínio da Bolsa dos Valores e da Quimatic/Tapmatic, além de apoiadores como a Lorenzetti, a CIP (Congregação Israelita Paulista) e civis de todo o País que juntos arrecadaram dinheiro e materiais para a construção do trailer, que já tem data para ser entregue.

No dia 11 de abril de 2021, será feita a entrega para a Pastoral do Povo da Rua em mais uma ação que pretende atender o máximo de pessoas em situação de rua. “É a realização de um sonho. Poder proporcionar aos nossos amigos essa oportunidade toda semana é sem dúvida a melhor notícia que tivemos em meio a tempos tão difíceis”, afirma padre Paulo.

Estarão presentes  Célia Parnes – Secretaria de desenvolvimento social do estado de São Paulo, Rabino Michel Schlesinger da Congregação Israelita Paulista,   Bispo diocesano de Guarulhos Dom Edmilson, Eliane Lorenzetti Bez Chleba – Presidente da Lorenzetti, Diretoria da Quimatic/Tapmatic e Ricardo Cabral – Presidente da Bolsa dos Valores.

Diante do bom resultado de 2020, a ONG Banho da Esperança já iniciou o cadastro de novas instituições que atuam com pessoas em situação de rua. O objetivo é, assim como fez com a pastoral de Guarulhos, contribuir com outros projetos em São Paulo e, em breve, em todo o País.

À frente do Banho da Esperança está a empresária Patricia Strebinger, que coordena todas as iniciativas junto com as diretoras Larissa Lopes e Desirée Suslick. Com o apoio de todos, a ONG pretende levar mais dignidade para a população em situação de rua distribuindo amor e afeto a quem mais precisa. “Queremos devolver à essas pessoas o amor próprio e a autoconfiança. Percebemos que quando eles se olham no espelho limpos e higienizados, conseguem se enxergar e ter mais esperança de dias melhores”, afirma Patricia.

A ONG já está em busca de novos apoiadores e patrocinadores para a construção de mais trailers de banho, com melhorias como a inclusão de baias para banho de pets, pois, afinal dignidade é um direito de todos.

Quer conhecer e contribuir? Acesse: https://www.banhodaesperanca.com.br/

Gostou de “Banho da Esperança leva dignidade à pessoas em situação de rua?

Banho da Esperança

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Confira as Últimas Notícias. Confira nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 730 outros assinantes

Concentradores de oxigênio serão doados por grandes empresas

Concentradores de oxigênio serão utilizados para o tratamento de pacientes com Covid-19 em suas próprias localidades, evitando o deslocamento e sobrecarga de hospitais; a iniciativa atende a uma chamada pública da Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia em apoio ao Ministério da Saúde, a logística dos itens ficará sob responsabilidade do SUS.

Um grupo de 12 empresas se uniu em uma ação coletiva para viabilizar a doação de mais de 5.000 concentradores de oxigênio, que serão utilizados para o tratamento de pacientes com Covid-19 em suas próprias localidades, evitando deslocamentos para outras cidades e, consequentemente, a sobrecarga de hospitais. O concentrador de oxigênio é um equipamento que separa o oxigênio do ar e o fornece ao paciente em um fluxo direto e contínuo, contribuindo para a melhora de sua capacidade respiratória, uma das áreas mais afetadas pelas consequências da Covid-19.

Participam desta iniciativa as seguintes empresas: Bradesco, BRF, B3, Embraer, Gerdau, Grupo Ultra, Itaú Unibanco, Magazine Luiza, Marfrig, Natura & Co, Suzano e Unipar. O Grupo atendeu a uma chamada pública feita pela Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, em apoio ao Ministério da Saúde, para a aquisição de concentradores de oxigênio. A Air Liquide Brasil, líder mundial em gases, tecnologias e serviços para a indústria e saúde, fez a cotação geral para a importação dos equipamentos, ao custo total de R$ 35 milhões.

O uso dos concentradores doados nesta ação terá papel fundamental no combate à pandemia e consequente desafogamento do sistema hospitalar. Considerando que o tempo médio de uso do aparelho por paciente pode variar entre uma ou duas semanas, a expectativa é de que os mais de 5 mil concentradores atendam, mensalmente, entre 10 mil e 20 mil pacientes.

Cada concentrador substitui, em média, 21 cilindros de oxigênio. Juntos, os equipamentos doados suprirão o equivalente a uma produção mensal de 1.100.000 metros cúbicos do insumo, volume que demandaria mais de 108 mil cilindros por mês para ser armazenado. A quantidade de oxigênio fornecida por meio dos concentradores contribuirá ainda para evitar a sobrecarga na capacidade produtiva da indústria de gases.

A praticidade no manuseio é outra característica de destaque no uso dos concentradores. Cada equipamento pesa aproximadamente 15 quilos e necessita apenas de energia elétrica para funcionar. Essas condições facilitam o transporte e uso, inclusive, nas regiões mais remotas do País. A durabilidade também é um diferencial destes equipamentos. Os concentradores doados têm uma vida útil estimada em sete anos.

Os mais de 5 mil concentradores de oxigênio adquiridos nesta ação serão entregues ao Ministério da Saúde, a quem caberá a responsabilidade de fazer a logística de distribuição dos equipamentos. A expectativa é que os aparelhos sejam enviados aos seus locais de destino no decorrer do mês de abril.

Com essa iniciativa coletiva, as empresas somam seus esforços no enfrentamento à pandemia de Covid-19, em um de seus momentos mais agudos no Brasil. As companhias participantes desta ação estão comprometidas com os esforços da sociedade para salvar vidas e com o apoio ao Poder Público, em suas diferentes esferas, nas ações de superação à crise sanitária.

Gostou de “Concentradores de oxigênio serão doados por grandes empresas?

Concentradores de oxigênio
Concentradores de oxigênio. Foto: Divulgação/Internet

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre o que acontece nas cidades do Grande ABC. Confira nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 730 outros assinantes

Arrecadação da campanha Fundo Social beneficiou mais de 1500 famílias

O repasse para mais de 1500 famílias em situação de vulnerabilidade feito pela campanha “Corrente do Bem” no Drive-Thru da Vacinação, idealizada pelo Fundo Social de Solidariedade de Ribeirão Pires, foi um sucesso com as doações de alimentos não-perecíveis, e também foi repassado para entidades do município e famílias atendidas pelos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS).

Arrecadação do Fundo Social beneficiou mais de 1500 famílias

O Fundo Social é localizado na Avenida Francisco Monteiro, 2940 – Santa Luzia e o agendamento para a retirada das cestas básicas terminou na última sexta-feira (02/04), mas permanece funcionando das 9h às 16h, para o recebimento de doações.

“Esperamos que a fase mais crítica tenha passado, porém, continuamos mobilizados para atender àqueles em situação de vulnerabilidade, juntamente com a Secretaria de Assistência Social e Cidadania”, disse a primeira-dama e presidente do Fundo Social, Lígia Volpi.

As unidades do CRAS em Ribeirão Pires também continuam abertas normalmente, das 8h30 às 17h. “A demanda por auxílio na alimentação através da doação de cestas básicas aumentou desde o agravamento da pandemia em nossa cidade. Por isso, juntamente com o Fundo Social, temos que manter a análise criteriosa de distribuição dos alimentos para que possamos alcançar realmente o público-alvo”, explicou o secretário Leonardo Biazi. Segue relação das unidades:

CRAS Centro – Rua Batista Lion, 108B – Centro

(11) 4824-1485 / WhatsApp (11) 9.3326-3041

CRAS Jardim Caçula – Rua Fagundes Varela, 07 – Jardim Caçula

(11) 4828-1327 / WhatsApp (11) 9.6378-1766

CRAS Ouro Fino – Rua Eduardo Valeriano Nardelli, 367 – Ouro Fino

(11) 4823-9283 / WhatsApp (11) 9.7436-1796

CRAS Quarta Divisão – Estrada do Sapopemba, 5055 – Quarta Divisão

(11) 4824-7065 / WhatsApp (11) 9.7314-0888

Gostou de “Arrecadação da campanha Fundo Social beneficiou mais de 1500 famílias?

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre o que acontece no ABC Cidades todo dia no Grande ABC.

Junte-se a 730 outros assinantes

Vacina Contra a Fome: Campanha é lançada pelo Governo de SP

Nesta quarta-feira (31/03) o Governador João Doria lançou a campanha “Vacina Contra a Fome”. Desenvolvida pela Secretaria de Desenvolvimento Social com participação da Secretaria de Comunicação, a ação convida cada pessoa apta a se vacinar contra a COVID-19 a doar um quilo de alimento não perecível nos municípios participantes.

Vacina Contra a Fome: Campanha é lançada pelo Governo de SP


O objetivo da campanha é beneficiar famílias carentes e com déficit nutricional durante o enfrentamento da pandemia do coronavírus.

“Esse programa incentiva as pessoas que vão se vacinar a doar um quilo de alimento não perecível, preferencialmente arroz, feijão, macarrão e também leite em pó”, disse o Governador.

“A participação daqueles que estão sendo vacinados é absolutamente espontânea. Doa quem pode e quem quer, mas temos nessa doação um gesto de grandeza e solidariedade para quem mais precisa”, finalizou Doria.

Até agora, 389 Prefeituras do interior, litoral e Grande São Paulo já aderiram à campanha, mas a meta do Governo do Estado é obter a adesão de todos os 645 municípios.

As Prefeituras podem entrar para a campanha no site. Além do termo de adesão, a página também oferece kits de divulgação para download e uso livre pelas administrações municipais para estimular a adesão popular às doações.

É recomendado que os municípios participantes instalem pontos de arrecadação nos postos de vacinação contra a COVID-19, que já chegou a quase 6 milhões de doses aplicadas em São Paulo. A distribuição dos mantimentos será feita pelas próprias Prefeituras a famílias carentes de cada cidade.

“Em um momento tão crítico da pandemia, queremos incentivar a sociedade a contribuir com nossas ações de combate à fome, garantindo a segurança alimentar das muitas famílias em situação de vulnerabilidade”, disse a Secretária de Estado de Desenvolvimento Social, Célia Parnes.

Com a divulgação da campanha nos municípios e a instalação dos espaços de arrecadação nos postos de vacinação, as doações podem começar a partir do dia 5 de abril. O vídeo da campanha “Vacina Contra a Fome” pode ser acessado no site http://www.youtube.com/watch?v=8bZjO01Qzu0 .

Gostou de “Vacina Contra a Fome: Campanha é lançada pelo Governo de SP?

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre o que acontece no ABC Cidades todo dia no Grande ABC.

Junte-se a 730 outros assinantes


Cilindros de oxigênio para saúde é foco de operação do Senai-SP

Paulo Skaf lançou nesta manhã a campanha “Oxigênio da Indústria Salva Vidas” com o envio de 400 cilindros de oxigênio das unidades Senai-SP que serão disponibilizados ao setor de saúde. O objetivo é mobilizar as indústrias a emprestarem o insumo

Nesta quarta-feira (24), o Senai-SP carregou um caminhão com 400 cilindros que acondicionam oxigênio. Eles foram recolhidos em 78 escolas do Senai, espalhadas por 64 cidades em todo estado de São Paulo. Do total, 250 serão destinados à prefeitura da capital paulista, que solicitou essa quantidade do insumo à Fiesp. O restante será disponibilizado para unidades de saúde de outros municípios. Com a ação, o Senai-SP coordena uma importante operação para estimular indústrias a também emprestarem seus cilindros e salvar vidas.

Enquanto o caminhão era carregado, o presidente do Senai-SP e da Fiesp, Paulo Skaf, anunciou que já havia obtido outros 400 cilindros com indústrias parceiras. “Daqui a três dias já teremos pessoas respirando com esses cilindros entregues, hoje, pelo Senai-SP”, afirmou Skaf. “Vamos conseguir o número de cilindros necessários para não faltar oxigênio para ninguém no estado de São Paulo.”

O caminhão do Senai-SP com o carregamento seguiu para a cidade de Vinhedo, sede da empresa White Martins, fornecedora do oxigênio. Lá, os cilindros, de uso industrial, passarão por higienização para serem utilizados na área de saúde e serão abastecidos com gás medicinal.

A ideia é que, como São Paulo, outras unidades da federação também se unam um prol da saúde. “Ontem, conversei com outros estados para que, a exemplo do Senai-SP, façam a mesma mobilização de forma que, com o empréstimo dos cilindros, não haja falta de oxigênio para ninguém”, observa Skaf.

O uso do oxigênio no tratamento da COVID-19 é intensivo, cada paciente intubado consome de dois a três cilindros por dia. Já começam a circular notícias sobre sua falta nos serviços de saúde, entretanto, a limitação não está na produção do gás, mas sim na logística e na falta de tanques e cilindros para envasar.

Por isso, além da mobilização para obtenção de cilindros, o Senai-SP também organizará a logística, garantindo que os insumos cheguem até as empresas produtoras de oxigênio. “De um lado temos as indústrias que podem emprestar os cilindros e, do outro, as prefeituras e governos que precisam deles, então ambos devem fazer contato com o Senai”, explica Skaf.

Cilindros de oxigênio para saúde é foco de operação do Senai-SP
Carregamento dos cilindros de oxigênio partindo da escola do SENAI-SP, em Barueri.

PROCEDIMENTO

As indústrias que possuírem cilindros para ceder devem entrar em contato pelo e-mail: oxigenio@sp.senai.br, com as seguintes informações: quantidade de cilindros disponível, volume, localidade onde se encontram, tempo de cessão e nome da empresa fornecedora do gás. Prefeituras e hospitais que necessitem de cilindros também podem utilizar o mesmo e-mail para fazer a solicitação. Uma equipe do Senai-SP entrará em contato para viabilizar a operação.

Além isso, Senai-SP voltou a consertar, gratuitamente, respiradores de hospitais públicos. No ano passado, foram reparados e entregues em pleno funcionamento 205 aparelhos para 62 cidades. Os hospitais públicos que tiverem o equipamento a consertar, devem procurar a unidade Senai-SP mais próxima.

Matéria com Assessorias do Senai-SP e FIESP.

Gostou de “Cilindros de oxigênio para saúde é foco de operação do Senai-SP?

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre o que acontece no ABC Cidades todo dia no Grande ABC.

Junte-se a 730 outros assinantes

Primeira cidade a vacinar em massa encerra etapa de imunização

Primeira cidade a vacinar os moradores em massa contra a covid-19, Serrana (SP) encerra hoje (14) etapa de imunização. A população participa de estudo clínico do Instituto Butantan para medir a eficácia da CoronaVac contra a disseminação do novo coronavírus.

De acordo com o Instituto Butantan, neste domingo, estão sendo vacinados os últimos moradores do grupo azul, que tem a maior quantidade de moradores. A cidade, de 45,6 mil habitantes, foi dividida em quatro regiões de vacinação (verde, amarela, cinza e azul), dos quais cerca de 30 mil estão aptos a serem imunizados.

Segunda Fase

Na quarta-feira (17), a pesquisa entra em uma nova etapa, quando a população começa a receber a segunda dose da vacina. O cronograma seguirá o processo da primeira dose, começando pelos moradores da região verde e passando para as regiões amarela, cinza e azul.

Segundo o Instituto Butantan, as primeiras conclusões da pesquisa devem começar a ser divulgadas cerca de um mês após o encerramento da aplicação da segunda dose, ou seja, três meses após o início do estudo clínico. Como a vacinação em massa começou em 17 de fevereiro, os resultados devem sair em meados de maio.

Imunização em massa

Diferentemente do restante do país, onde o plano de vacinação imuniza primeiramente os grupos prioritários, em Serrana, toda a população adulta está recebendo a CoronaVac ao mesmo tempo. De acordo com o Butantan, um dos fatores que pesou na escolha da cidade para a realização do estudo foi a proximidade com Ribeirão Preto, onde trabalham diariamente cerca de um quarto dos moradores de Serrana.

A adesão ao estudo clínico foi voluntária. Todo morador com mais de 18 anos estava apto a ser vacinado, com exceção das grávidas, das lactantes e de pessoas com contraindicação médica.

Fonte Agência Brasil

Gostou de “Primeira cidade a vacinar em massa encerra etapa de imunização?

Primeira cidade a vacinar em massa encerra etapa de imunização

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre o que acontece no ABC Cidades todo dia no Grande ABC.

Campanha Queremos Trabalhar tem adesão de motoboys

O Sehal intensificou a campanha Queremos Trabalhar, em benefício do setor de hospedagem e alimentação no Grande ABC. Agora também ganhou a adesão dos motoboys que estão circulando com cartazes colados nos veículos.

A ação percorre as ruas da região em carro de som, adesiva os estabelecimentos dos principais centros comerciais.

Campanha Queremos Trabalhar tem adesão de motoboys

A campanha teve início em fevereiro contra o fechamento dos estabelecimentos sob a alegação de que fechar não é a solução para o problema do avanço da pandemia.

O movimento ganhou o apoio dos sindicatos Sintshogastro e Sindehot-SBC

Até agora já foram fixados mais de mil cartazes e o objetivo é ganhar maior visibilidade com a adesão dos motoboys.

Nesta sexta-feira (5), às 17h, um grupo de motoboys vai realizar um protesto em frente à igreja matriz de São Bernardo, no Centro.

O movimento foi combinado, via whatsapp, entre cerca de 250 motociclistas.

Eles temem pela paralisação do delivery, aumento de imposto sobre a gasolina e fechamento dos restaurantes e bares, medidas que impactam diretamente com o trabalho deles.

“Não somos os culpados, estão nos confundindo, não promovemos aglomeração. Ao contrário, trabalhamos com responsabilidade e, desde sempre, esse setor cumpriu normas, inclusive da Vigilância Sanitária.

E com a pandemia ainda mais, pois criamos protocolos reforçados de higiene e manipulação em parceria com a Betel”, explica Beto Moreira, presidente do Sehal.

Os bares, restaurantes e buffets permaneceram fechados por mais de 10 meses e amargaram grande prejuízo, muitos ficaram pelo caminho, outros tentam se reerguer.

“A queda do faturamento é brutal e o sistema de delivery foi a saída encontrada para aqueles que continuaram operando” disse.

“Agora na fase vermelha, a mortalidade dos bares e restaurantes tende a aumentar”, reforça Beto.

Na base do Sehal no Grande ABC cerca de 30% dos estabelecimentos encerraram as suas atividades. O sindicato patronal representa cerca de oito mil estabelecimentos.

Sobre o Sehal

Fundado em 12 de julho de 1943, o sindicato é uma entidade sem fins lucrativos e tem como objetivo apoiar os empresários reciclando conhecimento em várias áreas.

Fornece apoio com profissionais renomados nas áreas jurídicas, sanitária, organizacional, parceria com escolas e faculdades, além de lutar pela simplificação da burocracia nos âmbitos municipal, estadual e federal com redução dos impostos e ainda contribuir para a qualificação dos empresários e trabalhadores.

Oferece ainda cursos gratuitos ou com condições especiais para associados e ministrados por professores altamente qualificados, em salas de aula equipadas com datashow, cozinha completa com utensílios e insumos para as aulas práticas.

É também considerado um dos sindicatos patronais mais atuantes do Brasil em razão das diversas conquistas e expansão no número de associados.

Gostou de “Campanha Queremos Trabalhar tem adesão de motoboys”?

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre o que acontece no ABC Cidades todo dia no Grande ABC.

Shopping Metrópole faz campanha de coleta de sangue

O Shopping Metrópole receberá o Banco de Sangue Paulista nos dias 11 e 12 de março, das 11h às 17h, para uma campanha de coleta de sangue.

O projeto, em parceria com o “Amorsedoa” tem como objetivo motivar os visitantes do shopping e moradores da região a fazerem doações neste momento em que, devido à pandemia, os hemocentros de São Paulo estão com os estoques baixos.  

Shopping Metrópole faz campanha de coleta de sangue

O agendamento prévio da coleta será realizado pelo Sympla.

Agendamentos:

11/03: https://www.sympla.com.br/doacao-de-sangue-no-shopping-metropole—dia-1103__1129295

12/03: https://www.sympla.com.br/doacao-de-sangue-no-shopping-metropole—dia-1203__1129301

Os inscritos deverão comparecer no corredor central do Shopping Metrópole, próximo à loja TIM, no horário agendado.

“Precisamos nos mobilizar para ajudar a abastecer os bancos de sangue, que estão em baixa por conta da pandemia. Cedemos um espaço para essa causa urgente e contamos com a adesão do público da região”, afirma Rodrigo Rufino, gerente de marketing do Shopping Metrópole.  

Quem quiser doar sangue precisa ter mais de 16 anos, estar bem de saúde e portar documento de identidade oficial com foto, além de preencher alguns pré-requisitos, como: 

  • Não fumar por, pelo menos, duas horas antes da doação; 
  • Não ter ingerido bebidas alcoólicas por, no mínimo, 12 horas antes da coleta; 
  • Gestantes e lactantes não podem doar (exceto mães de crianças a partir de 1 ano); 
  • Em caso de ter alguma infecção, a doação é liberada após 14 dias depois do tratamento de antibióticos; 
  • Não ter realizado procedimentos como aplicação de piercings e/ou tatuagens nos últimos 12 meses; 
  • Menores de 18 anos só podem realizar as doações mediante termo de autorização dos responsáveis; 
  • Para os idosos doarem, a primeira doação deve ter sido até os 61 anos. 
Serviço   Coleta de sangue no Shopping Metrópole – projeto “Amorsedoa” em parceria com o Banco de Sangue Paulista  Dias: 11 e 12 de março de 2021 Local: Shopping Metrópole (corredor central, próximo à loja TIM)  Horário: das 11h às 17h    Endereço: Praça Samuel Sabatini, 200, Centro, São Bernardo do Campo (SP)

Mais informações – Pub Comunica:  

Ana Cecília Panizza – cecilia.panizza@pubcomunica.com.br – (11) 96644-5727 

Valéria Masson – valeria.masson@pubcomunica.com.br – (11) 95651-7474 

Gostou de “Shopping Metrópole faz campanha de coleta de sangue”?

Shopping Metrópole faz campanha de coleta de sangue
(Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Então assine a newsletter! Ah, leia mais sobre o que acontece na sua cidade toda semana no Grande ABC.

Governo de SP tem até hoje para esclarecer critérios de vacinação

O governo do estado de São Paulo tem até esta terça-feira (2) para explicar ao Tribunal de Contas do Estado os critérios adotados para distribuição e vacinação contra a Covid-19 em SP.

Corte quer esclarecimentos sobre o porquê pessoas estariam sendo vacinadas sem fazer parte do grupo prioritário
 
Em despacho publicado na quinta-feira (28), foi dado prazo de cinco dias para que o governador João Dória esclareça sobre pessoas que estariam sendo vacinadas sem fazer parte do grupo prioritário e que atua na linha de frente no atendimento a pacientes com a doença. Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde afirmou que vai responder o pedido do tribunal dentro do prazo.

Segundo o governo paulista, nesta primeira fase estão recebendo a vacina os profissionais de saúde, idosos com mais de 60 anos e pessoas com deficiência vivendo em instituições de longa permanência, indígenas aldeados e quilombolas.

Em parceria com Brasil61.

Gostou de “Governo de SP tem até hoje para esclarecer critérios de vacinação”?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Aproveite e leia mais notícias do Brasil.

Governo de SP tem até hoje para esclarecer critérios de vacinação
O governador de São Paulo, João Doria, fala à imprensa, após encontro com o presidente em exercício , General Hamilton Mourão

BNDES cria programa para incentivar redução de CO2

A diretoria do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou a criação de um programa que tem como objetivo incentivar e reduzir as emissões de CO2 no setor de combustíveis. Por meio dele, serão concedidos empréstimos a empresas produtoras de biocombustíveis para estimulá-las a melhorar a eficiência energético-ambiental. Confira BNDES cria programa para incentivar reduções nos combustíveis.

Segundo a instituição, o BNDES RenovaBio faz parte da agenda do banco voltada para estimular boas práticas ambientais, sociais e de governança. Além disso, segundo o banco, o programa pretende contribuir para o aumento da produtividade e da difusão de inovações tecnológicas, e, dessa forma, garantir aos consumidores o menor preço e a maior oferta de biocombustíveis ainda mais sustentáveis.

As empresas que poderão pedir os empréstimos são as produtoras de biocombustíveis participantes da Política RenovaBio, e que tenham sede e administração no Brasil. Os empréstimos podem ser requeridos até 31 de dezembro de 2022.

O valor máximo de cada empréstimo será de R$100 milhões por unidade produtora e o prazo total de pagamento será de até 96 meses, incluída uma carência de até 24 meses.

Em parceria com Brasil 61

Gostou de “BNDES cria programa para incentivar redução de CO2”?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Aproveite e leia mais notícias do Brasil.

BNDES cria programa para incentivar redução de CO2

Fome aumenta no Brasil, na medida em que caem as doações

A pandemia do novo coronavírus trouxe inúmeros desafios que vão além do campo da saúde. Pesquisadores apontam aumento dos casos de transtornos mentais – como depressão e ansiedade – decorrentes do isolamento social e das incertezas em relação à Covid-19. Aulas remotas acentuaram a desigualdade na educação do País. E o fechamento de atividades econômicas não essenciais levou ao agravamento da crise financeira no Brasil, com estimativa de queda de 4,3% do PIB, segundo o Ipea, além da taxa recorde de 14,2% no desemprego, segundo o IBGE. Com isso, a fome aumenta no Brasil nos últimos meses.

Uma das situações mais graves enfrentadas por muitas famílias é a fome. Uma pesquisa do Fundo das Nações Unidas para Infância (UNICEF) mostra que mais de 20,7 milhões de brasileiros passaram a se alimentar de forma ainda mais irregular desde o início da pandemia, por falta de dinheiro para comprar comida.

Para tentar compensar a falta de renda das famílias brasileiras, o governo federal lançou, em abril de 2020, o Auxílio Emergencial, com 5 parcelas de R$ 600 e outras quatro de R$ 300 da extensão do benefício. Os valores socorreram 68 milhões de brasileiros, mas foi negado a 35 milhões que não atendiam aos critérios do programa. Ao final de 2020, o Auxílio Emergencial foi cortado. 

Com a situação à mesa tão precária, diversas instituições filantrópicas se mobilizaram ao longo do ano para levar alimentos às famílias em situação de vulnerabilidade socioeconômica. No entanto, as doações vêm caindo.

Fome aumenta no Brasil: Alternativa com Banco das Favelas

A favela de Paraisópolis, na Zona Sul de São Paulo, possui população de 100 mil habitantes – maior que 94% dos municípios brasileiros. Segundo o líder comunitário da região, Gilson Rodrigues, a comunidade não consegue atender às recomendações da Organização Mundial da Saúde. “A realidade das favelas é que as pessoas vivem de maneira aglomerada. Existe uma constante falta de água. O serviço do SAMU não vem até locais periféricos. E a situação se agrava devido à fome e ao desemprego”, comenta.

Segundo ele, a demanda por alimentos cresceu em Paraisópolis, ao passo que as doações diminuíram nos últimos meses. A União dos Moradores e do Comércio conseguia entregar 10 mil marmitas por dia, com as doações. Em setembro, o número caiu para 5 mil. Agora em janeiro, a organização só consegue entregar 500 marmitas diariamente. Gilson Rodrigues avalia que a queda nas doações se deu pela dificuldade financeira provocada pela pandemia.

Diante do cenário, o G10, grupo formado pelas dez maiores favelas do Brasil – Rocinha (RJ), Rio da Pedras (RJ), Higienópolis (SP), Paraisópolis (SP), Cidade de Deus (AM), Baixadas da Condor (PA), Baixadas da Estrada Nova Jurunas (PA), Casa Amarela (PE), Coroadinho (MA) e Sol Nascente (DF) –, se mobilizou para levar doações de cestas básicas, álcool em gel, máscaras e cartões vale-refeição para seus moradores.

Fome aumenta no Brasil, na medida em que caem as doações

O líder comunitário, e também coordenador nacional do G10 Favelas, Gilson Rodrigues, explica que os alimentos são adquiridos na própria comunidade, para estimular as vendas do comércio local – que emprega 21% dos trabalhadores de Paraisópolis. Outra iniciativa para mitigar os impactos econômicos é o G10 Bank.

“O G10 Bank pretende ser a maior rede de apoio de micro e pequenos negócios das favelas do Brasil, oferecendo crédito, mentoria e desenvolvimento, garantindo que as favelas possam continuar prosperando como estavam em 2019”. Segundo Gilson, o objetivo do G10 Bank é oferecer crédito e serviços bancários para reverter recursos para a população que mais precisa. Atualmente, 45 milhões de brasileiros estão desbancarizados, sendo a maior parte composta por moradores das favelas.

O G10 também criou o “Comitê das Favelas – Presidentes de Rua”, no qual cada morador voluntário é responsável por acompanhar, durante a pandemia, 50 casas da comunidade. O objetivo é monitorar e apoiar as famílias; chamar o socorro médico, se necessário; distribuir cestas de alimentos e identificar moradores que queiram empreender, para serem auxiliados pelo G10 Bank. 

Povos e comunidades tradicionais

Os povos tradicionais no Brasil – indígenas, quilombolas e ribeirinhos – também foram afetados pela Covid-19. Para reduzir a fome dessas comunidades, o governo federal distribuiu cerca de 400 mil cestas de alimentos para 222 mil famílias dessas localidades. Ao todo foram disponibilizados R$ 45 milhões para a ação. 

Arte - Brasil 61

O Secretário Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Paulo Roberto, destaca a Medida Provisória 1008/2020, que dará continuidade no atendimento a essa população.

“Como a pandemia não encerrou, em outubro, o Presidente da República editou a MP 1008 que dá um recurso extraordinário ao Ministério da Cidadania, para continuar a operar no enfrentamento a essa questão tão urgente que é a fome. A fome não pode aguardar, não pode esperar a burocracia”, ressalta.

Além do Ministério, outros órgãos participaram da entrega das cestas e da disponibilização dos recursos, como a Companhia Nacional de Abastecimento, Fundação Nacional do Índio e Fundação Cultural Palmares.

Organizações Não-Governamentais

Aline Araújo Silva mora com o marido e mais quatro filhos, no bairro de Feitosa, em Maceió/AL. Ela conta que, durante a pandemia, o marido ficou desempregado e não podia fazer bicos, por conta do isolamento social. As dificuldades foram amenizadas graças ao trabalho da Legião da Boa Vontade (LBV).

“Graças à LBV, nós conseguimos passar por isso. Desde o início da pandemia, a LBV vem ajudando com doações de cesta básica, cesta verde e o que eles têm conseguido doar para a gente”, relata.

A LBV possui 82 unidades físicas de atendimento, espalhadas por todas as regiões do Brasil, sendo Norte e Nordeste as de maior vulnerabilidade socioeconômica. Segundo o assessor de comunicação da LBV em Brasília, José Gonçalo, a instituição vai distribuir mensalmente, enquanto durar a pandemia, cestas de alimentos e kits com material de limpeza e higiene para as famílias atendidas. Ele detalha como elas são selecionadas.

“São famílias inseridas em serviços e programas já desenvolvidos pela instituição, em todas as suas unidades; além das que participam de atividades de instituições parcerias da LBV e cadastradas nos Centros de Referência de Assistência Social dos Municípios (CRAS)”, explica.

Pelo site lbv.org é possível conferir fotos e informações sobre os atendimentos da instituição pelo Brasil e as formas de doar.

Outro trabalho que merece destaque é a “Ação contra o Coronavírus”, da ONG Ação da Cidadania. Durante a pandemia, em 2020, a instituição conseguiu arrecadar 50 milhões de reais, somando doações de recursos e alimentos. Contudo, o diretor-executivo da ONG Ação da Cidadania, Kiko Afonso, avalia que o número ainda é pequeno perante à dificuldade alimentar dos brasileiros.

“Conseguimos apoiar três milhões de pessoas, com um sustento de uma cesta básica, que dá mais ou menos para um mês de alimentação. Ou seja, é muito pouco, comparado com a necessidade que se tem, quando se olha os dados do IBGE, de 2018 – dois anos antes da Covid – que mostra que temos mais de 80 milhões de brasileiros com algum grau de insegurança alimentar”, avalia.

O diretor-executivo afirma que esse tipo de ação precisa ser contínua, no entanto, as doações vêm caindo.

“Assim que o drama passa, a tragédia passa e a mídia não está mais olhando esse problema de forma ostensiva, as pessoas começam a diminuir a doação. Além da questão cultural, de que as pessoas não têm o hábito de doação contínua, ainda tem o problema da crise. As pessoas estão sem dinheiro, as empresas estão sem dinheiro”. Ele afirma que as pessoas em necessidade não podem esperar para receber apoio para comer; elas precisam comer agora.

Kiko Afonso ainda ressalta que, com o fim do Auxílio Emergencial, as doações serão ainda mais necessárias em 2021. Para doar para a ONG Ação Cidadania, acesse o site: acaodacidadania.org.br.

“Fome aumenta no Brasil, na medida em que caem as doações” em parceria com Brasil 61

Gostou de “Fome aumenta no Brasil, na medida em que caem as doações”?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Aproveite e leia mais notícias do Brasil.

Fome aumenta no Brasil, na medida em que caem as doações

Industriais e portuários são incluídos no grupo prioritário

Os trabalhadores industriais e portuários são incluídos nos grupos prioritários para receber a vacina contra a Covid-19. A alteração está presente na segunda versão do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19, do Ministério da Saúde.

Com a adição dos profissionais que trabalham nesses dois setores, que somam 5,4 milhões de pessoas, o público prioritário para receber o imunizante no País passou para 77,2 milhões de pessoas, o que significa cerca de 36% da população brasileira. Até o fim da tarde desta terça (26), o Ministério da Saúde já distribuiu 8,9 milhões de vacinas, de acordo com levantamento do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). 

Em parceria com Brasil 61

Gostou de “Industriais e portuários são incluídos no grupo prioritário”?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Aproveite e leia mais notícias do Brasil.

Industriais e portuários são incluídos

Conecte SUS agiliza identificação e informações da vacinação

Com uso facultativo, ferramenta lançada pelo Ministério da Saúde, Conecte SUS agiliza e facilita processo de vacinação

O Ministério da Saúde orienta a população a baixar o aplicativo Conecte SUS para ter acesso às fases de vacinação contra a Covid-19. O uso da ferramenta é facultativo, mas é necessário realizar um cadastro no sistema nacional, por meio do site do Governo Federal.

O Conecte SUS tem um sistema intuitivo e simples e funciona como uma plataforma oficial de comunicação entre o cidadão e o Sistema Único de Saúde (SUS). O uso da ferramenta pode facilitar a identificação no momento de vacinação, agilizando o fluxo de atendimento.

Após criar seu login e senha, o cidadão pode acessar seu histórico de vacinação por meio do aplicativo, além de verificar consultas e exames realizados na rede pública, assim como o cadastro necessário para apresentar no posto de saúde na hora da vacinação contra o coronavírus.

O acesso a vacinas da rede pública de Saúde, no entanto, não está condicionado ao cadastramento em aplicativo ou plataforma. Mas trata-se de um direito que decorre da gratuidade e universalidade do SUS, ressaltou o secretário-executivo do Consórcio ABC, Acácio Miranda.

Como usar?

“O uso do Conecte SUS facilita muito o processo de vacinação tanto para o cidadão quanto para as equipes de Saúde, mas é uma ferramenta de uso facultativo. É importante frisar que ninguém que pertence ao público prioritário da campanha deixará de ser vacinado caso não baixe o aplicativo”, afirmou Miranda.

Para obter a vacina, será necessário apenas apresentar o Cadastro de Pessoa Física (CPF) ou o Cartão Nacional de Saúde (CNS), para que o profissional de saúde o localize na base de dados do Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI).

Segundo o Ministério da Saúde, o cidadão que faz parte dos grupos prioritários, mas não tem cadastro, não deixará de ser imunizado. Em caso de ausência do nome no sistema, não haverá impedimento para receber a vacina, desde que comprove que integra algum grupo prioritário.

O Conecte SUS pode ser acessado por meio do site oficial ou pode ser baixado na App Store ou na Google Play.

Gostou da matéria sobre “Conecte SUS agiliza”?

Então, assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Então, aproveite e leia mais sobre Vacinação contra Covid-19.

Conecte SUS agiliza

Vacinação contra covid-19: governos já pensam em atrasar 2ª dose

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou que o mundo não deve alcançar este ano a imunidade coletiva contra a covid-19. Isso porque a quantidade de vacinas que podem ser fabricadas não é suficiente. Por isso, pesquisadores começaram a pensar em alternativas para vacinação contra covid-19.

No Reino Unido e no Brasil, os governos já falam na possibilidade de atrasar a segunda dose da vacina desenvolvida pela farmacêutica AstraZeneca e pela Universidade de Oxford. Aqui no Brasil, o estudo sobre esse imunizante é conduzido pela Fiocruz.

A médica Raquel Stucchi, da Sociedade Brasileira de Infectologia, avaliou que a estratégia de atrasar a segunda dose para vacinar mais pessoas pode funcionar, mas a segunda dose ainda é necessária e precisa ser aplicada no máximo 3 meses depois da primeira.

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, comentou, na semana passada, sobre a possibilidade de atrasar a segunda etapa de vacinação. De acordo com ele, a primeira dose já garante 71% de imunidade ao novo coronavírus.

A infectologista Raquel Stucchi afirmou que a segunda dose deve ser para toda a população, respeitando os grupos prioritários. Para ela, seria antiético fazer a segunda vacinação para um grupo mais restrito de pessoas.

Há três anos, o Brasil enfrentou um surto de febre amarela e a quantidade de vacinas na época também era insuficiente. A solução encontrada foi fracionar, dividir a dose que garantiria imunidade por 10 anos, em 10 doses menores, que protegessem as pessoas por pelo menos um ano.

A infectologista explicou que já existia pesquisa sobre a eficácia do fracionamento daquela vacina, mas a ciência ainda não sabe se essa solução pode servir para a vacina contra a covid-19.

Raquel Stucchi lembrou que, acidentalmente, parte dos voluntários da pesquisa da vacina de Oxford/AstraZeneca recebeu meia dose na primeira etapa de vacinação e esse esquema teve mais eficácia na comparação com quem recebeu a dose inteira. Mas, segundo ela, até mesmo essa vacina deve ser aplicada com doses inteiras.

As primeiras unidades da vacina de Oxford/AstraZeneca devem chegar ao Brasil no sábado (16). Serão 2 milhões de doses, fabricadas pelo Instituto Serum, da Índia. Se o uso emergencial das vacinas da Fiocruz e do Butantan for aprovado pela Anvisa, as doses devem começar a ser distribuídas já na semana que vem.

“Vacinação contra covid-19: governos já pensam em atrasar 2ª dose” com informações de Agência Brasil

Gostou da matéria “Vacinação contra covid-19: governos já pensam em atrasar 2ª dose”?

Assine nossa Newsletter e fique por dentro das notícias, assim que forem publicadas, ou como desejar. Para periodicidade, confira informações no email recebido. Então, aproveite e leia mais sobre a Vacinação.

Vacinação contra covid-19: governos já pensam em atrasar 2ª dose
Vacina, vacinação,seringa, covid 19

Lewandowski quer saber se país tem seringas e agulhas suficientes

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski deu prazo de cinco dias para o Ministério da Saúde informar se tem seringas e agulhas suficientes para iniciar a campanha de vacinação contra a covid-19.

Lewandowski atendeu a um pedido do partido Rede Sustentabilidade e solicitou que o ministério comprove o estoque de seringas e agulhas para vacinar, ao menos, os quatro grupos considerados prioritários no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação, apresentado em dezembro pelo governo federal. O plano estima que esses grupos somam cerca de 20 milhões de pessoas.

A decisão de Lewandowski foi divulgada após um pronunciamento do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, no qual ele garantiu que já tem seringas e agulhas suficientes para começar a vacinação.

Em dezembro, uma licitação do Ministério da Saúde para comprar 331 milhões de seringas e agulhas só conseguiu cerca de 7 milhões. As empresas que fabricam esses insumos consideraram os preços fixados pelo ministério baixos demais. A Secretaria Nacional do Consumidor, do Ministério da Justiça, abriu uma investigação para saber se o aumento de preços de agulhas e seringas fere os direitos da população.

A Câmara de Comércio Exterior, do Ministério da Economia, proibiu a exportação desses equipamentos a partir do dia 1º de janeiro para evitar o desabastecimento. E, em comum acordo com os fabricantes, o Ministério da Saúde fez, esta semana, a requisição administrativa dos estoques de seringas e agulhas. Isso permite que o governo se aproprie temporariamente de bens privados.

“Lewandowski quer saber se país tem seringas e agulhas suficientes” em parceria com Agência Brasil

Gostou de “Lewandowski quer saber se país tem seringas e agulhas suficientes”?

Então, assine nossa Newsletter. Não deixe de comentar logo abaixo também. Leia mais sobre a Pandemia.

Lewandowski quer saber se país tem seringas e agulhas suficientes

Dia de Doar reforça a importância da solidariedade e das doações

Movimento quer mobilizar a população e fazer com que a iniciativa, presente oficialmente em 70 países, cresça ainda mais e fomente a doação como um hábito Dia de Doar

Mobilizar o Brasil para que tenhamos um país mais generoso e solidário, fortalecendo o hábito de doar como parte do cotidiano das pessoas. Esse é o objetivo principal do Dia de Doar, que será realizado em 1 de dezembro, em um ano marcado pela pandemia do Coronavírus. Em maio, por conta da propagação da covid-19, foi feita uma edição extraordinária, o Dia de Doar Agora, que mobilizou mais de 14 milhões de pessoas e 2 milhões de reais online.

É AMANHÃ Dia de Doar. E TODOS OS DIAS.

Em 1 de dezembro o Dia de Doar estimulará milhões de pessoas em todo o país a realizarem ações de generosidade. Sendo assim, inspirando outras pessoas a fazerem o mesmo, em um grande onda de solidariedade e doação. Um dos desafios esse ano é tornar o movimento ainda mais de base, mais local, com dezenas de campanhas comunitárias por todo o país. Em 2019 foram 30 campanhas, em locais como Gramado (RS), Sorocaba (SP), Jardim (MS) e Sergipe. Além disso, neste ano espera-se também que o Dia de Doar estimule ainda mais doações para combater os efeitos do coronavírus, que chegaram à inédita marca de 6 bilhões de reais, de acordo com o Monitor das Doações COVID 19.  Ao mesmo tempo a  data quer reforçar que a doação pode se tornar um ato permanente, que independe de situações de emergência. 

Desde 2013 o Brasil participa do Dia de Doar, que começou um ano antes nos Estados Unidos, criado pela organização nova-iorquina 92Y. Atualmente a campanha é mundial e conta com a participação oficial de 72 países. O #GivingTuesday (terça-feira de doação), como é conhecida a data, é promovido sempre na primeira terça-feira depois do Thanksgiving (Dia de Ação de Graças), seguindo as datas comerciais já famosas como Black Friday e Cyber Monday.

A ONG Mãos que Abençoam participam desta inciativa, e realizará em 12/12 seu Bazar Solidário.

Participação

Dia de Doar

Diversos materiais para divulgação do movimento, sugestões para fomentar a ação e dicas para as organizações são disponibilizados no site www.diadedoar.org.br. Há artes, cartazes, vídeos, folders etc, mas a proposta é que cada participante do Dia de Doar faça sua própria campanha, com liberdade para adaptar, criar sua iniciativa e, tanto organizações como doadores, compartilhem nas mídias sociais com a hashtag #diadedoar, para que a mensagem chegue à mais pessoas e a doação seja um instrumento de fortalecimento social.

O Dia de Doar existe graças à união de cada pessoa que faz sua ação, seja doando ou estimulando a doação de indivíduos, empresas, organizações.

Realização Dia de Doar

Dia de Doar

O Dia de Doar é realizado pelo Movimento por uma Cultura de Doação, rede formada por pessoas e organizações que se articulam voluntariamente no propósito de enraizar a doação como parte de nossa cultura. A Associação Brasileira de Captadores de Recursos (ABCR) é organizadora do Dia de Doar e representante oficial da data no Brasil. A mobilização, este ano, conta com a parceria estratégica da Fundação José Luiz Egydio Setúbal, Instituto Mol, Movimento Bem Maior e Umbigo do Mundo.

Serviço

Mais informações em: https://www.diadedoar.org.br/

Bazar Solidário Ong Mãos que Abençoam

Dia 24 de outubro a ONG Mãos que Abençoam realizaria o BAZAR SOLIDÁRIO. Por conta da pandemia do coronavírus, adotamos medidas adicionais para prevenção de todos. Porém, dia 12 de Dezembro será realizado, anote na agenda! Haverá venda de roupas masculinas, femininas e acessórios. Os projetos sociais e assistenciais atendidos pela ONG receberam toda a verba arrecadada.

A data de primeiro de dezembro marca o Dia de Doar. Vamos contribuir para construirmos um mundo melhor, a partir de nosso bairro, cidade, região.

O evento acontecerá respeitando as normas de proteção contra covid-19, com o uso de máscaras, álcool em gel e número limitado de pessoas dentro da tenda.

Onde?

A ONG realizará o Bazar na Alameda São Caetano, no número 1160, Jardim Santa Maria – São Caetano do Sul. Entre 9h e 15h do dia 12 (sábado) de Outubro. Telefone de contato (11) 2311-1118.

Sobre a ONG Mãos que Abençoam

Uma Organização sem fins lucrativos, de promoção ao desenvolvimento social que trabalha desde 2013, na assistência social e humanitária das pessoas em situação de rua.

O trabalho conta com o apoio financeiro de pessoas físicas que contribuem com um valor mensal denominadas associados e com comerciários que nos apoiam com doações.

Missão: Contribuir para que as pessoas em situação de exclusão na cidade de São Caetano do Sul possam recuperar sua cidadania, através de um novo projeto de vida, resgatando valores éticos e morais”.

Visão: Ser um centro de referência no apoio integral a pessoas em situação de exclusão.

Valores:
AMOR ao próximo e a vida
RESPEITO aos direitos humanos
INTEGRIDADE no serviço prestado
TRANSPARÊNCIA na atividade em que atuamos
HOSPITALIDADE no acolhimento dos beneficiários
FÉ na transformação e resgate de vidas

Bazar Solidário Ong Mãos que Abençoam, participem. O mês de Dezembro inicia com o Dia de Doar. Vamos seguir com esta iniciativa por todo o mês, e ajudar e abençoar o próximo.

Multivacinação e campanha da pólio seguem até sexta-feira (13/11)

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite (paralisia infantil) e a Campanha Nacional de Multivacinação para a atualização da caderneta de crianças e adolescentes seguem até essa sexta-feira, dia 13, em Ribeirão Pires. A ação acontece, das 8h às 17h, nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Unidades de Saúde da Família (USF) da cidade.

Crianças menores de cinco anos são o alvo da campanha contra a poliomielite. A multivacinação atenderá todas as crianças e adolescentes menores de 15 anos.

O objetivo das campanhas é reduzir o risco da reintrodução do polivírus selvagem no país, oportunizar o acesso às vacinas, atualizar a situação vacinal e aumentar a cobertura de imunização, diminuir a incidência de doenças imunopreveníveis e contribuir para o controle, eliminação ou erradicação de doença.

Na cidade, contra a pólio, foram imunizadas 2.555 crianças (47,25% da meta). Outras 3.786 crianças tiveram caderneta de vacinação atualizada na campanha de multivacinação.

Jornal Grande ABC

COMUNICAÇÃO: Existem formas de falar

O Jornal Grande ABC é feito para você, e por vocês. Nossos colaboradores e jornalistas estão todos dias buscando novidades e matérias. Assim, produzindo material especial para nossos leitores. Nosso foco são as cidades de Mauá, Diadema, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo e Santo André. Além disso, cobrimos o que acontece no Brasil e no Mundo, incluindo esporte, entretenimento e tecnologias.

Não possuímos nenhuma vinculação política ou partidária. Da mesma forma, sem ligações com outras mídias já existentes na região. Nossa fundação se deu em 07 de Setembro de 2020. Desde então, cada dia estamos crescendo e chegando em mais dispositivos e usuários. Por isso, nossa maior satisfação é entregar material de qualidade para nossos leitores. Portanto, cada nova visita e comentário, nos dão mais fôlego para seguirmos firmes e fortes neste projeto.

Quer receber mais notícias, em qualquer momento? Assine nossa Newsletter, basta inserir seu e-mail logo abaixo, e receba as publicações todos os dias.

Junte-se a 730 outros assinantes

É um prazer ter você conosco. Aproveite para deixar comentário aqui embaixo. Salve nosso Site. Volte Sempre!

TSE libera ‘live’ com artista para arrecadar recursos de campanha

Os ministros destacaram, no entanto, que nesses eventos não pode haver pedido expresso de votos

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) liberou a realização de show virtual com artista com o objetivo de arrecadar recursos para campanha. A determinação foi apresentada na sessão desta quinta-feira (5). Os ministros ressaltaram, no entanto, que nesses eventos não pode haver pedido expresso de votos. A decisão é liminar, e os magistrados voltarão a discutir se essas lives são ou não permitidas pela legislação.

A decisão foi firmada em ação apresentada pela candidata à prefeitura de Porto Alegre – RS, Manuela D’Ávila (PCdoB). Ela queria aval para evento em rede social neste sábado (7), com a apresentação do cantor Caetano Veloso.

Por maioria de votos, os ministros consideraram que não cabe à Justiça Eleitoral realizar censura prévia nem avaliar a legalidade de evento que ainda não ocorreu e que não é vedado por lei. Para a conclusão do entendimento, o plenário acompanhou o voto do relator da ação, ministro Luis Felipe Salomão.

O magistrado suspendeu a decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (TRE-RS) no caso, que havia proibido a live por entender que ela se enquadrava em uma categoria virtual assemelhada a um “showmício” presencial, que é vedado pela Lei das Eleições.

Fonte: Brasil 61

Jornal Grande ABC

COMUNICAÇÃO: Existem formas de falar

O Jornal Grande ABC é feito para você, e por vocês. Nossos colaboradores e jornalistas estão todos dias buscando novidades e matérias. Assim, produzindo material especial para nossos leitores. Nosso foco são as cidades de Mauá, Diadema, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo e Santo André. Além disso, cobrimos o que acontece no Brasil e no Mundo, incluindo esporte, entretenimento e tecnologias.

Não possuímos nenhuma vinculação política ou partidária. Da mesma forma, sem ligações com outras mídias já existentes na região. Nossa fundação se deu em 07 de Setembro de 2020. Desde então, cada dia estamos crescendo e chegando em mais dispositivos e usuários. Por isso, nossa maior satisfação é entregar material de qualidade para nossos leitores. Portanto, cada nova visita e comentário, nos dão mais fôlego para seguirmos firmes e fortes neste projeto.

Quer receber mais notícias, em qualquer momento? Assine nossa Newsletter, basta inserir seu e-mail logo abaixo, e receba as publicações todos os dias.

Junte-se a 730 outros assinantes

É um prazer ter você conosco. Aproveite para deixar comentário aqui embaixo. Salve nosso Site. Volte Sempre!

VW Nivus é prêmio no Natal Mágico do Shopping ABC

Promoção compre, ganhe e concorra tem espumante de presente e troca de cupons online

Em edição repleta de tecnologia, campanha de final de ano do Shopping ABC começa neste sábado, dia 7, e traz o sorteio do carro do ano da Volkswagen, o Nivus Highline 200. Além disso, o cliente que participar ganha um espumante.

No período de 7 de novembro a 3 de janeiro, a cada 300 reais em compras, o cliente pode trocar suas notas fiscais por um número da sorte para concorrer ao Nivus Highline 200, além de ganhar uma garrafa de 750ml do Espumante Nocturno Brut. Este ano, clientes com cartão ELO levam um espumante a mais e números da sorte em dobro durante todo o período.

Para aumentar ainda mais as chances e incentivar as compras antecipadas, as trocas feitas na Black Friday, dia 27 de novembro, valem quatro vezes mais. O valor pode ser somado durante todo o período. Pensando também na praticidade e nas medidas de distanciamento, tudo pode ser feito através do aplicativo do Shopping ABC ou no Balcão de Trocas, localizado no Piso 2. É possível também cadastrar todas as notas fiscais e apenas retirar o brinde no local. O sorteio acontece dia 6 de janeiro pela Loteria Federal.

Grande destaque da campanha, o VW Nivus Highline 200 é o carro do ano da marca e chama a atenção por sua tecnologia e acessórios de última geração. O veículo sorteado é um modelo completo, com câmbio automático, rodas de liga leve, tecnologia de ponta, pintura diferenciada, computador de bordo e integração via aplicativo de várias funções.

“Apostamos em um Natal diferente, com compras antecipadas e programadas. A expectativa é de grande movimento, mas bem distribuído por todo o período que antecede as festas”, comenta Flávia Tegão, gerente de marketing do empreendimento.

Shopping ABC
Av. Pereira Barreto, 42, Vila Gilda – Santo André – SP
Telefone: (11) 3437-7222
Estacionamento visitantes: Carros 10,00 até 3 horas + 2,00 por hora adicional ou fração

ParkShopping São Caetano apoia campanha Novembro Azul

O ParkShopping São Caetano mais uma vez apoia a campanha Novembro Azul, que visa conscientizar e divulgar a importância da detecção de doenças masculinas, com ênfase na prevenção e no diagnóstico precoce do câncer de próstata.

Toda a equipe de atendimento do Shopping está utilizando um broche azul desde o início do mês. Além disso, a fachada do empreendimento ficará iluminada de azul durante o mês de novembro.

ParkShopping São Caetano

Endereço: Alameda Terracota, 545, Espaço Cerâmica, São Caetano do Sul – SP

Informações: 4003-4174 e www.parkshoppingsaocaetano.com.br 

Facebook e Twitter /pssaocaetano 

Instagram /parkshoppingsaocaetano

Sobre o ParkShopping São Caetano

Inaugurado no final de 2011, o ParkShopping São Caetano foi construído no novo bairro da cidade de São Caetano do Sul, o Espaço Cerâmica: um complexo multiúso com edifícios residenciais e comerciais em uma área de 300 mil m². O shopping possui 218 lojas, sendo 15 âncoras e megalojas distribuídas em dois pisos (São Caetano e São Paulo). Com foco nos públicos das classes A e B, o ParkShopping São Caetano atende não só as cidades do Grande ABC como também a bairros de São Paulo localizados em seu entorno, como Ipiranga, Nova Saúde, Mooca, Vila Prudente, entre outros. O empreendimento, portanto, tem a característica de ser regional e, para isso, há a preocupação constante em aperfeiçoar o seu mix de lojas para ser o mais completo nas áreas de moda, serviços, lazer e alimentação da região. Outra preocupação é sempre trazer ao consumidor da região novas operações até então inéditas em shoppings do ABC.  O ParkShopping São Caetano conta ainda com o Supermercado St Marche e com o Hot Zone, o mais moderno e completo Parque Indoor do país que ocupa 1.500 m² com mais de 200 atrações para adultos e crianças.

Sobre a Multiplan

A Multiplan possui atualmente 19 shopping centers em operação e é uma das maiores empresas do setor no Brasil. A companhia também atua estrategicamente no desenvolvimento de imóveis comerciais e residenciais, com projetos multiúso que geram sinergias para as operações de shopping centers, oferecem conveniência e comodidade aos usuários, e geram valor a seus ativos. Fundada em 1974 como empresa full service, é responsável pelo planejamento, desenvolvimento, propriedade e administração de um dos melhores portfólios de empreendimentos imobiliários do país. O ParkJacarepaguá, em construção no Rio de Janeiro, será o 20º shopping da companhia.

Os shopping centers da Multiplan totalizam mais de 5.800 lojas, tráfego anual estimado em 190 milhões de visitas e área bruta locável (ABL) de 835 mil m². Ao final do segundo trimestre de 2020, a Multiplan também detinha dois conjuntos de torres comerciais que somados à ABL de shopping centers resultam em ABL total de 922 mil m². Mais informações em www.multiplan.com.br.

Indícios de irregularidades ultrapassam R$ 35 milhões

A maior ocorrência é de doações realizadas por pessoas sem emprego formal registrado, cujos valores somam mais de R$ 21 milhões e envolve 5.362 doadores

Um levantamento mais recente em relação a prestação de contas de candidatos nas Eleições 2020 mostra indícios de irregularidades que ultrapassam R$ 35 milhões. Esta é a segunda rodada de identificação de indícios de irregularidades. A maior ocorrência é de doações realizadas por pessoas sem emprego formal registrado, cujos valores somam mais de R$ 21 milhões e envolve 5.362 doadores. 

Em seguida, aparecem 1.145 doadores com renda incompatível com o valor doado,  as doações realizadas por esses chegam a quase R$ 10 milhões. Outra irregularidade apontada é que 1.146 fornecedores sem registro ativo na Junta Comercial ou na Receita Federal receberam R$ 1,9 milhão por serviços prestados durante a campanha deste ano. 

Há ainda fornecedores com sócios, representantes ou familiares que receberam Bolsa Família e também doadores que receberam o programa. Além disso, 416 fornecedores têm relação de parentesco com candidato ou seu vice. Por fim, oito doadores constam no Sistema de Controle de Óbitos (Sisobi) e, ainda assim, aparecem como doadores de uma quantia total de R$ 8.690,00.

O levantamento é realizado pelo Núcleo de Inteligência da Justiça Eleitoral, que envolve, além do TSE, outros seis órgãos federais. A partir desses dados, os juízes eleitorais podem determinar diligências para comprovar a procedência do indício de irregularidade e utilizar essas informações para fins de exame e julgamento da prestação de contas de campanha eleitoral.

Fonte: Brasil 61

Jornal Grande ABC

COMUNICAÇÃO: Existem formas de falar

O Jornal Grande ABC é feito para você, e por vocês. Nossos colaboradores e jornalistas estão todos dias buscando novidades e matérias. Assim, produzindo material especial para nossos leitores. Nosso foco são as cidades de Mauá, Diadema, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo e Santo André. Além disso, cobrimos o que acontece no Brasil e no Mundo, incluindo esporte, entretenimento e tecnologias.

Não possuímos nenhuma vinculação política ou partidária. Da mesma forma, sem ligações com outras mídias já existentes na região. Nossa fundação se deu em 07 de Setembro de 2020. Desde então, cada dia estamos crescendo e chegando em mais dispositivos e usuários. Por isso, nossa maior satisfação é entregar material de qualidade para nossos leitores. Portanto, cada nova visita e comentário, nos dão mais fôlego para seguirmos firmes e fortes neste projeto.

Quer receber mais notícias, em qualquer momento? Assine nossa Newsletter, basta inserir seu e-mail logo abaixo, e receba as publicações todos os dias.

Junte-se a 730 outros assinantes

É um prazer ter você conosco. Aproveite para deixar comentário aqui embaixo. Salve nosso Site. Volte Sempre!

TSE e WhatsApp divulgam dados da parceria contra desinformação

No período de 27 de setembro a 26 de outubro, o canal recebeu 1.037 denúncias, sendo 17 descartadas por não estarem relacionadas às eleições

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e o WhatsApp anunciaram o balanço preliminar da plataforma de denúncia de contas suspeitas de disparos de mensagens em massa. O Programa de Enfrentamento à Desinformação, é uma plataforma de denúncias feita por parceria entre o TSE e o WhatsApp para combater a viralidade e as notícias falsas nas Eleições 2020.

No período de 27 de setembro a 26 de outubro, o canal recebeu 1.037 denúncias, sendo 17 descartadas por não estarem relacionadas às eleições. Os dados foram enviados ao WhatsApp para que seja verificado se as contas indicadas violaram seus Termos de Serviço.

Após uma primeira etapa de revisão, o WhatsApp identificou números duplicados e inválidos, destes restaram 720 contas válidas e 256 foram banidas por violação de seus Termos de Serviço, número que corresponde a mais de 35% das contas válidas enviadas pelo TSE. 

Do total de contas banidas, mais de 80% foram derrubadas de forma proativa e automática pelo sistema de integridade do WhatsApp, antes mesmo de serem reportadas.

Fonte: Brasil 61

Jornal Grande ABC

COMUNICAÇÃO: Existem formas de falar

O Jornal Grande ABC é feito para você, e por vocês. Nossos colaboradores e jornalistas estão todos dias buscando novidades e matérias. Assim, produzindo material especial para nossos leitores. Nosso foco são as cidades de Mauá, Diadema, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo e Santo André. Além disso, cobrimos o que acontece no Brasil e no Mundo, incluindo esporte, entretenimento e tecnologias.

Não possuímos nenhuma vinculação política ou partidária. Da mesma forma, sem ligações com outras mídias já existentes na região. Nossa fundação se deu em 07 de Setembro de 2020. Desde então, cada dia estamos crescendo e chegando em mais dispositivos e usuários. Por isso, nossa maior satisfação é entregar material de qualidade para nossos leitores. Portanto, cada nova visita e comentário, nos dão mais fôlego para seguirmos firmes e fortes neste projeto.

Quer receber mais notícias, em qualquer momento? Assine nossa Newsletter, basta inserir seu e-mail logo abaixo, e receba as publicações todos os dias.

Junte-se a 730 outros assinantes

É um prazer ter você conosco. Aproveite para deixar comentário aqui embaixo. Salve nosso Site. Volte Sempre!

Imunização contra pólio e campanha de multivacinação até 29/10

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite (paralisia infantil) e a Campanha Nacional de Multivacinação para a atualização da caderneta de crianças e adolescentes seguem até essa quinta-feira, dia 29, em Ribeirão Pires. A ação acontece, das 8h às 17h, nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Unidades de Saúde da Família (USF) da cidade.

Crianças menores de cinco anos são o alvo da campanha contra a poliomielite. A multivacinação atenderá todas as crianças e adolescentes menores de 15 anos. O município teve data especial para o reforço das campanhas, em 17 de outubro, Dia “D” da vacinação. Nesta data, foram imunizadas 1384 crianças de 0 a 4 anos e 405 crianças de 5 a 14 anos.

O objetivo das campanhas é reduzir o risco da reintrodução do polivírus selvagem no país, oportunizar o acesso às vacinas, atualizar a situação vacinal e aumentar a cobertura de imunização, diminuir a incidência de doenças imunopreveníveis e contribuir para o controle, eliminação ou erradicação de doença.

A antecipação do prazo final das campanhas de imunização foi feita em razão da mudança do feriado do Dia do Funcionário Público (28/10) para o dia 30 deste mês (Decreto Municipal Nº 7.074/2020).

A Secretaria de Saúde de Ribeirão Pires adota todos os cuidados sanitários e de segurança contra o coronavírus nas unidades municipais.  

Vacinação contra o sarampo – A vacinação acontece até 29 de outubro dentro da seguinte estratégia:

– Vacinação intensificada para população de 6 meses a 29 anos, de acordo com a avaliação da situação vacinal e vacinação conforme o calendário vacinal vigente;

– Vacinação indiscriminada (independente da situação vacinal) na faixa etária de 30 a 49 anos, em consonância com o Ministério da Saúde.

Pontos de Vacinação – segunda a sexta-feira (exceto feriados), das 8h às 17h:

UBS CENTRAL

Rua Dr. Virgílio Gola, 24 – Centro

UBS CENTRO ALTO

Rua Aurora, 61 – Centro Alto

USF GUANABARA

Rua Fermino G. Pereira, 398 – Vila Gomes

USF JD. LUSO

Rua Julio Prestes, 22 – Jardim Luso

USF JD. VALENTINA

Rua Francisco Tometich, 905 – Jardim Valentina

USF JD. CAÇULA

Rua Fagundes Varela, 08 – Jardim Caçula

USF OURO FINO

Rodovia Índio Tibiriçá s/n, ao lado 2753 – Centro – Ouro Fino Paulista

USF QUARTA DIVISÃO

Estrada da Sondália, 520 – Quarta Divisão

UBS SANTA LUZIA

Rua Prof. Antonio Nunes, 551- Santa Luzia

USF VILA SUELI

Rua Antonio Zampol, 221 – Vila Sueli

Extratos bancários de partidos serão divulgados em tempo real

A decisão unânime do Plenário do TSE acolheu o pedido dos movimentos Transparência Partidária e Transferência Brasil, a divulgação dos dados para consulta que será feita assim que as tabelas chegarem à Justiça Eleitoral.

A exemplo do que já ocorre com as prestações de contas eleitorais, a partir de agora os extratos das contas bancárias dos partidos serão publicados no Portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em tempo real. A divulgação dos dados para consulta será feita assim que as tabelas chegarem à Justiça Eleitoral, mensalmente.

A decisão unânime do Plenário do TSE acolheu o pedido dos movimentos Transparência Partidária e Transferência Brasil. Segundo as instituições, as agremiações políticas exercem função pública e são financiadas com recursos do Tesouro Nacional, via Fundo Partidário, por isso, deve ser facilitada a fiscalização dos cidadãos sobre a forma com que esses recursos são gastos.

O relator do requerimento, ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Luis Felipe Salomão, declarou voto favorável à divulgação dos extratos.  “Os extratos integram processos de conta que por sua vez são públicos e de amplo acesso, sendo contraditório ao meu juízo restringir a divulgação em tempo real”, afirmou. 

Como um dos fundamentos de seu voto, o ministro citou jurisprudência do Supremo Tribunal Federal (STF), onde as movimentações financeiras com recursos públicos não são protegidas pelo sigilo bancário. Contudo, ele ressaltou que caso entenda necessário, o juiz relator do processo de prestação de contas pode decretar o sigilo de determinados documentos.

O professor e advogado em Direito Eleitoral e membro da Academia Brasileira Eleitoral, Renato Ribeiro de Almeida, ressaltou que no Brasil é severa a prestação de contas, ainda mais quando trata de recursos provenientes do fundo partidário e do fundo eleitoral. 

“A matéria de prestação de contas é muito séria, cada vez mais rigorosa a sua aplicação por parte da Justiça Eleitoral, que conta com ferramentas e equipamentos para que se faça uma fiscalização efetiva e obriga que candidatos, partidos e coligações atuem estritamente dentro da legalidade”, destacou. 

O advogado alertou também que não só a Justiça Eleitoral deve fiscalizar como estão sendo empregados os recursos, mas o cidadão deve estar atendo a destinação.

A decisão do TSE determinou a alteração da Resolução nº 23.604/2019 para a inclusão dos parágrafos que regulamentaram a divulgação dos extratos bancários dos partidos políticos. Foi pontuado que não se pode argumentar sigilo já que as legendas recebem recursos públicos, do Fundo Partidário e do Fundo Especial do Financiamento de campanhas.

Fundo Partidário x Fundo Eleitoral 

O Fundo Partidário foi criado em 1995 para bancar despesas cotidianas dos partidos, como contas de luz, água e salários. Ele é formado por uma mistura de dinheiro público e privado que vem de arrecadação de multas, penalidades pagas por partidos políticos, doações de pessoas físicas e um montante definido anualmente através da Lei Orçamentária.

Já o Fundo Especial do Financiamento de campanhas, mais conhecido como Fundo Eleitoral, foi criado em 2017 para bancar as despesas de campanhas eleitorais, compensando assim o fim do financiamento privado determinado pelo Supremo em 2015. Como o nome indica, o fundo só está disponível em ano de eleição.

Fonte: Brasil 61

Candidatos têm até domingo para enviar prestação de contas

Esta primeira etapa deve enviada por todos os candidatos, independentemente de estarem com o registro deferido ou não.

Começou nesta quarta-feira (21) o prazo para que candidatos e partidos políticos enviem à Justiça Eleitoral a prestação de contas parcial referente às Eleições Municipais 2020. Esta primeira etapa deve enviada por todos os candidatos, independentemente de estarem com o registro deferido ou não, até este domingo (25).

As informações devem ser anexadas no Sistema de Prestação de Contas Eleitorais (SPCE).  A ausência da prestação de contas parciais pode repercutir na regularidade das contas finais, assim como na apresentação de contas com movimentações não correspondentes à realidade.

A prestação de contas é um dever de todos os candidatos, inclusive vices e suplentes, e dos diretórios partidários. O candidato que renunciar à candidatura, dela desistir, for substituído, ou tiver seu pedido de registro indeferido pela Justiça Eleitoral deverá prestar contas correspondentes ao período de participação. 

Nas primeiras informações deve conter toda a movimentação financeira ou estimável ocorrida do início da campanha até o dia 20 de outubro. Os dados das prestações de contas parciais serão divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no dia 27 de outubro, por meio do sistema DivulgaCandContas.

Fonte: Brasil 61

RP dá sequência à imunização contra pólio e multivacinação

Segue até 30 de outubro a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite (paralisia infantil) e a Campanha Nacional de Multivacinação para a atualização da caderneta de crianças e adolescentes. A ação acontece, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Unidades de Saúde da Família (USF) da cidade.

Crianças menores de cinco anos são o alvo da campanha contra a poliomielite. A multivacinação atenderá todas as crianças e adolescentes menores de 15 anos. O município teve data especial para o reforço das campanhas, em 17 de outubro, Dia “D” da vacinação. Nesta data, foram imunizadas 1384 crianças de 0 a 4 anos e 405 crianças de 5 a 14 anos.

O objetivo das campanhas é reduzir o risco da reintrodução do polivírus selvagem no país, oportunizar o acesso às vacinas, atualizar a situação vacinal e aumentar a cobertura de imunização, diminuir a incidência de doenças imunopreveníveis e contribuir para o controle, eliminação ou erradicação de doença.

A Secretaria de Saúde de Ribeirão Pires adota todos os cuidados sanitários e de segurança contra o coronavírus nas unidades municipais.  

Vacinação contra o sarampo – A vacinação acontece até 30 de outubro dentro da seguinte estratégia:

– Vacinação intensificada para população de 6 meses a 29 anos, de acordo com a avaliação da situação vacinal e vacinação conforme o calendário vacinal vigente;

– Vacinação indiscriminada (independente da situação vacinal) na faixa etária de 30 a 49 anos, em consonância com o Ministério da Saúde.

Pontos de Vacinação – segunda a sexta-feira (exceto feriados), das 8h às 17h:

UBS CENTRAL

Rua Dr. Virgílio Gola, 24 – Centro

UBS CENTRO ALTO

Rua Aurora, 61 – Centro Alto

USF GUANABARA

Rua Fermino G. Pereira, 398 – Vila Gomes

USF JD. LUSO

Rua Julio Prestes, 22 – Jardim Luso

USF JD. VALENTINA

Rua Francisco Tometich, 905 – Jardim Valentina

USF JD. CAÇULA

Rua Fagundes Varela, 08 – Jardim Caçula

USF OURO FINO

Rodovia Índio Tibiriçá s/n, ao lado 2753 – Centro – Ouro Fino Paulista

USF QUARTA DIVISÃO

Estrada da Sondália, 520 – Quarta Divisão

UBS SANTA LUZIA

Rua Prof. Antonio Nunes, 551- Santa Luzia

USF VILA SUELI

Rua Antonio Zampol, 221 – Vila Sueli

ParkShopping apoia vacinação contra poliomielite neste sábado

Neste sábado, o ParkShopping São Caetano será ponto de vacinação da campanha nacional contra a poliomielite. Promovido pela Secretaria Municipal da Saúde de São Caetano do Sul, o dia D da vacinação ocorrerá das 12h às 20h, no Ambulatório do shopping, localizado no Piso São Caetano (L1) – corredor da loja Fast Shop.

A campanha é destinada para crianças de 1 a 4 anos, sendo necessária a apresentação de carteirinha vacinal e documento de comprovação.

Mais informações podem ser encontradas pelo WhatsApp: 11 93336-2932

ParkShopping São Caetano
Endereço: Alameda Terracota, 545, Espaço Cerâmica, São Caetano do Sul – SP
Informações: 4003-4174 e www.parkshoppingsaocaetano.com.br
Facebook e Twitter /pssaocaetano
Instagram /parkshoppingsaocaetano

Sobre o ParkShopping São Caetano
Inaugurado no final de 2011, o ParkShopping São Caetano foi construído no novo bairro da cidade de São Caetano do Sul, o Espaço Cerâmica: um complexo multiúso com edifícios residenciais e comerciais em uma área de 300 mil m². O shopping possui 218 lojas, sendo 15 âncoras e megalojas distribuídas em dois pisos (São Caetano e São Paulo). Com foco nos públicos das classes A e B, o ParkShopping São Caetano atende não só as cidades do Grande ABC como também a bairros de São Paulo localizados em seu entorno, como Ipiranga, Nova Saúde, Mooca, Vila Prudente, entre outros. O empreendimento, portanto, tem a característica de ser regional e, para isso, há a preocupação constante em aperfeiçoar o seu mix de lojas para ser o mais completo nas áreas de moda, serviços, lazer e alimentação da região. Outra preocupação é sempre trazer ao consumidor da região novas operações até então inéditas em shoppings do ABC. O ParkShopping São Caetano conta ainda com o Supermercado St Marche.

Sobre a Multiplan
A Multiplan possui atualmente 19 shopping centers em operação e é uma das maiores empresas do setor no Brasil. A companhia também atua estrategicamente no desenvolvimento de imóveis comerciais e residenciais, com projetos multiúso que geram sinergias para as operações de shopping centers, oferecem conveniência e comodidade aos usuários, e geram valor a seus ativos. Fundada em 1974 como empresa full service, é responsável pelo planejamento, desenvolvimento, propriedade e administração de um dos melhores portfólios de empreendimentos imobiliários do país. O ParkJacarepaguá, em construção no Rio de Janeiro, será o 20º shopping da companhia.
Os shopping centers da Multiplan totalizam mais de 5.800 lojas, tráfego anual estimado em 190 milhões de visitas e área bruta locável (ABL) de 835 mil m². Ao final do segundo trimestre de 2020, a Multiplan também detinha dois conjuntos de torres comerciais que somados à ABL de shopping centers resultam em ABL total de 922 mil m². Mais informações em www.multiplan.com.br.

Atenção Dia “D” da vacinação contra a pólio e atualização

Não perca a data. É neste sábado, 17 de outubro, Ribeirão Pires realizará o Dia “D” da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite (paralisia infantil) e da Campanha Nacional de Multivacinação para a atualização da caderneta de crianças e adolescentes. A ação acontecerá, das 8h às 17h, nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Unidades de Saúde da Família (USF) da cidade.

Crianças menores de cinco anos são o alvo da campanha contra a poliomielite. A multivacinação atenderá todas as crianças e adolescentes menores de 15 anos. O município terá data especial para o reforço das campanhas, em 17 de outubro, Dia “D” da vacinação.

Até 30 de outubro, as campanhas serão promovidas, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, nas UBSs e USFs da cidade.

O objetivo das campanhas é reduzir o risco da reintrodução do polivírus selvagem no país, oportunizar o acesso às vacinas, atualizar a situação vacinal e aumentar a cobertura de imunização, diminuir a incidência de doenças imunopreveníveis e contribuir para o controle, eliminação ou erradicação de doenças.

A Secretaria de Saúde de Ribeirão Pires adota todos os cuidados sanitários e de segurança contra o coronavírus nas unidades municipais.  

Vacinação contra o sarampo – A vacinação acontece até 30 de outubro dentro da seguinte estratégia:

– Vacinação intensificada para população de 6 meses a 29 anos, de acordo com a avaliação da situação vacinal e vacinação conforme o calendário vacinal vigente;

– Vacinação indiscriminada (independente da situação vacinal) na faixa etária de 30 a 49 anos, em consonância com o Ministério da Saúde.

Pontos de Vacinação – segunda a sexta-feira (exceto feriados), das 8h às 17h:

UBS CENTRAL
Rua Dr. Virgílio Gola, 24 – Centro

UBS CENTRO ALTO
Rua Aurora, 61 – Centro Alto

USF GUANABARA
Rua Fermino G. Pereira, 398 – Vila Gomes

USF JD. LUSO
Rua Julio Prestes, 22 – Jardim Luso

USF JD. VALENTINA
Rua Francisco Tometich, 905 – Jardim Valentina

USF JD. CAÇULA
Rua Fagundes Varela, 08 – Jardim Caçula

USF OURO FINO
Rodovia Índio Tibiriçá s/n, ao lado 2753 – Centro – Ouro Fino Paulista

USF QUARTA DIVISÃO
Estrada da Sondália, 520 – Quarta Divisão

UBS SANTA LUZIA
Rua Prof. Antonio Nunes, 551- Santa Luzia

USF VILA SUELI
Rua Antonio Zampol, 221 – Vila Sueli

Bazar Solidário da Ong Mãos que Abençoam

Dia 24 de outubro a ONG Mãos que Abençoam realizará o BAZAR SOLIDARIO. Haverá venda de roupas masculinas, femininas e acessórios. Toda a verba será destinada aos projetos sociais assistenciais atendidos pela ONG.

O evento acontecerá respeitando as normas de proteção contra covid-19, com o uso de máscaras, álcool em gel e número limitado de pessoas dentro da tenda.

Onde?

Acontecerá na Alameda São Caetano 1160, Jardim Santa Maria – São Caetano do Sul. Entre 9h e 15h do dia 24 (sábado) de Outubro.

bazar solidario sao caetano

Sobre a ONG Mãos que Abençoam

Uma Organização sem fins lucrativos, de promoção ao desenvolvimento social que trabalha desde 2013, na assistência social e humanitária das pessoas em situação de rua.

O trabalho conta com o apoio financeiro de pessoas físicas que contribuem com um valor mensal denominadas associados e com comerciários que nos apoiam com doações.

Missão: Contribuir para que as pessoas em situação de exclusão na cidade de São Caetano do Sul possam recuperar sua cidadania através de um novo projeto de vida, resgatando valores éticos e morais”.

Visão: Ser um centro de referência no apoio integral a    pessoas em situação de exclusão.

Valores:
AMOR ao próximo e a vida
RESPEITO aos direitos humanos
INTEGRIDADE no serviço prestado
TRANSPARÊNCIA na atividade em que atuamos
HOSPITALIDADE no acolhimento dos beneficiários
FÉ na transformação e resgate de vidas

Campanha Ação entre Amigos

A Ação entre Amigos está realizando campanha para arrecadação de doces, refrigerantes, brinquedos e descartáveis, para a festa das crianças neste domingo (18/10).

Entre as ações realizadas, há a entrega de marmitas, lanches, água, suco e café para moradores de rua. Outra ação importante é a entrega de cestas básicas para famílias carentes, as quais têm passado ainda mais dificuldades em meio a crise provocada pela pandemia.

A festa das crianças será em São Caetano do Sul, rua Iguassú 277 no bairro Nova Gerty. As doações poderão ser feitas no local ou entre em contato com Sheila e Josimar para retiradas.

Contatos:

Sheila: 011 96154-2269 WhatsApp
Josimar: 011 96869-1482 WhatsApp e ligações

Sobre a Ação entre Amigos

Sheila e Josimar trabalham com reciclagem no ABC, e há dois anos incendiaram o carro do casal. Com a família passando por necessidades, um vizinho enviou a história para o Balanço Geral. Com a reportagem na televisão, a família recebeu muitas doações de alimentos. Foi neste momento que decidiram ajudar também as pessoas, as quais passam por inúmeras dificuldades na região. Junto a amigos, a Ação entre Amigos tem entregado cestas básicas e refeições para pessoas carentes e moradores de rua. O grupo está aberto a aumentar o número de apoiadores e assim abraçarem mais famílias necessitadas.

Jornal Grande ABC

COMUNICAÇÃO: Existem formas de falar

O Jornal Grande ABC é feito para você, e por vocês. Nossos colaboradores e jornalistas estão todos dias buscando novidades e matérias. Assim, produzindo material especial para nossos leitores. Nosso foco são as cidades de Mauá, Diadema, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo e Santo André. Além disso, cobrimos o que acontece no Brasil e no Mundo, incluindo esporte, entretenimento e tecnologias.

Não possuímos nenhuma vinculação política ou partidária. Da mesma forma, sem ligações com outras mídias já existentes na região. Nossa fundação se deu em 07 de Setembro de 2020. Desde então, cada dia estamos crescendo e chegando em mais dispositivos e usuários. Por isso, nossa maior satisfação é entregar material de qualidade para nossos leitores. Portanto, cada nova visita e comentário, nos dão mais fôlego para seguirmos firmes e fortes neste projeto.

Quer receber mais notícias, em qualquer momento? Assine nossa Newsletter, basta inserir seu e-mail logo abaixo, e receba as publicações todos os dias.

Junte-se a 730 outros assinantes

É um prazer ter você conosco. Aproveite para deixar comentário aqui embaixo. Salve nosso Site. Volte Sempre!

Sábado (17) é Dia “D” da vacinação contra a pólio e atualização

Neste sábado, 17 de outubro, Ribeirão Pires realizará o Dia “D” da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite (paralisia infantil) e da Campanha Nacional de Multivacinação para a atualização da caderneta de crianças e adolescentes. A ação acontecerá, das 8h às 17h, nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Unidades de Saúde da Família (USF) da cidade.

Crianças menores de cinco anos são o alvo da campanha contra a poliomielite. A multivacinação atenderá todas as crianças e adolescentes menores de 15 anos. O município terá data especial para o reforço das campanhas, em 17 de outubro, Dia “D” da vacinação.

Até 30 de outubro, as campanhas serão promovidas, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, nas UBSs e USFs da cidade.

O objetivo das campanhas é reduzir o risco da reintrodução do polivírus selvagem no país, oportunizar o acesso às vacinas, atualizar a situação vacinal e aumentar a cobertura de imunização, diminuir a incidência de doenças imunopreveníveis e contribuir para o controle, eliminação ou erradicação de doenças.

A Secretaria de Saúde de Ribeirão Pires adota todos os cuidados sanitários e de segurança contra o coronavírus nas unidades municipais.  

Vacinação contra o sarampo – A vacinação acontece até 30 de outubro dentro da seguinte estratégia:

– Vacinação intensificada para população de 6 meses a 29 anos, de acordo com a avaliação da situação vacinal e vacinação conforme o calendário vacinal vigente;

– Vacinação indiscriminada (independente da situação vacinal) na faixa etária de 30 a 49 anos, em consonância com o Ministério da Saúde.

Pontos de Vacinação – segunda a sexta-feira (exceto feriados), das 8h às 17h:

UBS CENTRAL

Rua Dr. Virgílio Gola, 24 – Centro

UBS CENTRO ALTO

Rua Aurora, 61 – Centro Alto

USF GUANABARA

Rua Fermino G. Pereira, 398 – Vila Gomes

USF JD. LUSO

Rua Julio Prestes, 22 – Jardim Luso

USF JD. VALENTINA

Rua Francisco Tometich, 905 – Jardim Valentina

USF JD. CAÇULA

Rua Fagundes Varela, 08 – Jardim Caçula

USF OURO FINO

Rodovia Índio Tibiriçá s/n, ao lado 2753 – Centro – Ouro Fino Paulista

USF QUARTA DIVISÃO

Estrada da Sondália, 520 – Quarta Divisão

UBS SANTA LUZIA

Rua Prof. Antonio Nunes, 551- Santa Luzia

USF VILA SUELI

Rua Antonio Zampol, 221 – Vila Sueli

Consórcio ABC recebe mais de 350 mil EPIs doados pelo Ministério da Saúde

Itens serão usados para proteção das equipes municipais de saúde nos hospitais de campanha e referência para enfrentamento do novo coronavírus

O Consórcio Intermunicipal Grande ABC recebeu, nesta quinta-feira (1/10), 353.900 equipamentos de
proteção individual (EPIs) doados pelo Ministério da Saúde e distribuídos pelo
Governo do Estado para proteção das equipes municipais de saúde nos hospitais de campanha e referência para enfrentamento do novo coronavírus na região.

O lote é composto de 318 mil máscaras cirúrgicas, 32 mil máscaras N95 e 3,9 mil protetores faciais, encaminhado por
meio do Departamento Regional de Saúde (DRS 1) do Estado de São Paulo. As
caixas com os EPIs foram acondicionadas no auditório da entidade regional para retirada das prefeituras.
Os critérios de distribuição dos materiais entre as cidades foram definidos pela
Comissão Intergestores Bipartite (CIB), que reúne representantes do governo estadual e dos municípios.

O coordenador do GT Saúde do Consórcio ABC e secretário da pasta em São Bernardo do Campo, Geraldo
Reple Sobrinho, ressaltou que os itens vão contribuir para as ações de enfrentamento da pandemia.

“A chegada dos materiais é importante para suprir os municípios. Os itens serão usados para proteger
profissionais de saúde e funcionários que estão na linha de frente de atendimento à Covid-19”, afirmou Reple.

O presidente do Consórcio ABC e prefeito de Rio Grande da Serra, Gabriel Maranhão, agradeceu ao Ministério da Saúde e ao Governo
do Estado pelos equipamentos destinados à região.

“Quero manifestar a gratidão dos prefeitos da região pelos EPIs que recebemos. Neste momento de pandemia,os itens vão proteger
nossas equipes de saúde que estão à frente nos atendimentos”, concluiu Maranhão.

Fotos: Divulgação/Consórcio ABC

Fundo Social de Mauá recebe doações para combate ao frio

Os últimos dias de inverno com quedas bruscas de temperatura à noite, representa um perigo para muitas pessoas que vivem em vulnerabilidade social. Para ajudar a mudar essa realidade, a SPMAR aderiu à Campanha Inverno Solidário. Uma iniciativa do Fundo Social de Solidariedade do Estado. Com o apoio, da ARTESP (Agência de Transporte do Estado de São Paulo).

No total, 11 instituições que trabalham com pessoas desamparadas receberam doações. Sendo, uma em cada cidade cortada pelos trechos Sul e Leste do Rodoanel Mario Covas.

“Esse é o resultado de uma verdadeira corrente de solidariedade, possível graças a solidariedade de usuários e colaboradores, fundamentais nesse trabalho de ajudar ao próximo” explica o diretor executivo da concessionária SPMAR, Marcos Fonseca.

Desde o início da ação em junho, a SPMAR já realizou doação de 550 cobertores e 630 peças de roupas novas, uma exigência da campanha desse ano, devido a pandemia do Covid-19.

Além de Mauá, as instituições favorecidas são: São Bernardo do Campo; Santo André; Itapecerica da Serra; Arujá; Poá; Mauá, Ribeirão Pires; Itaquaquecetuba e São Paulo – o Exército da Salvação de Suzano e a Instituição Obreiros do Amor e Misericórdia (OAM) de Embu das Artes.

Para quem tiver interesse em colaborar com a campanha, as doações de roupas e cobertores novos continuam sendo recebidas até o dia 22 de setembro. No site da campanha www.invernosolidario.sp.gov.br é possível digitar seu cep e encontrar o posto de coleta mais perto da sua residência.

Fonte: Bastidor Político