Pizza de Damasco com Gorgonzola é sugestão do Chef Gino Contin para um jantar exótico

Para quem adora pizza e quer experimentar novas versões, o Chef Gino Contin criou uma Napolitana agridoce que combina o sabor sofisticado do damasco hidratado no vinho branco com os sabores intensos do gorgonzola ou parmesão.

Para deixar sua criação ainda mais gostosa, o chef acrescentou uma camada de cream cheese e finalizou com um toque de mel depois que a pizza saiu do forno  para ressaltar o contraste entre o doce e salgado.

Se quiser preparar a pizza em casa é só acompanhar o passo a passo no vídeo https://www.instagram.com/tv/CNdALcZDS4c/?igshid=mhh1o36sdsf5 e conferir a receita abaixo:

MASSA DE PIZZA DE LONGA FERMENTAÇÃO

Ingredientes:

1kg de farinha de trigo, de preferência italiana 00

600ml de água

3g de fermento seco

30g de sal

Semolina ou fubá para abrir a massa

Modo de preparo:

Massa: Separe um pouco da água para dissolver o sal. Coloque o restante da água numa tigela e acrescente os ingredientes secos aos poucos. Quando chegar na metade dos ingredientes, coloque a água com sal e depois o restante da farinha. Sove a massa e deixe descansar em recipiente fechado por 12h. Caso queira fazer longa fermentação, deixe por mais 12 horas na geladeira.  Divida a massa fermentada em quatro partes e boleie. Polvilhe uma superfície com semolina ou fubá e abra uma das partes da massa com as mãos marcando a borda da pizza com os dedos. Coloque em uma forma de pizza e leve para assar em forno alto por 10 a 12 minutos.

PIZZA DE DAMASCO COM GORGONZOLA

Ingredientes para uma pizza de 35cm:

  • 350 g de massa de longa fermentação para pizza napolitana
  • 255 g de cream cheese
  • 150 g de damasco
  • 80 g de parmesão ou gorgonzola
  • Mel a gosto

Montagem:

Abra uma massa napolitana de 350g no formato redondo de 35 cm, e caso for usar um forno convencional em casa, coloque a massa em uma forma para pizza. Para que a pizza fique mais harmoniosa corte os damascos ao meio e hidrate-os com suco de uva branco ou vinho branco para que não queimem no forno. Esse processo se feito no dia anterior é melhor. Coloque sobre a massa o cream cheese de uma maneira que cubra toda a superfície, o damasco sobre o cream cheese e finalize colocando gorgonzola esmiuçado ou parmesão ralado; leve ao forno alto até dourar. Tire do forno e aplique uma fina camada de mel sobre a pizza.

SOBRE O MAVERICK

Em 5 de novembro de 2002 o Maverick Thematic Music Bar abriu as portas na cidade de Limeira, no interior de São Paulo. Naquela época o lugar era um dos poucos bares temáticos do Brasil e um dos primeiros do interior paulista a seguir essa tendência americana, com sua decoração com memoromobília sobre carros antigos e música de qualidade, reunindo o melhor das décadas de 50 a 70.

Não demorou muito para o bar se tornar um point para os amantes de carros antigos que faziam seus encontros e expunham suas máquinas no local. Com o passar do tempo o Maverick também conquistou os fanáticos por motos, principalmente o HOG Harley Owners Group que começou fazer seus passeios anuais rumo ao Mav.

O combustível do Maverick sempre foi o Classic Rock. Desde sua abertura, a casa conta com uma programação de shows prestigiando as melhores bandas do interior paulista, reunindo vários estilos autorais e famosas bandas cover, mantendo essa tradição até os dias de hoje.

Em relação à gastronomia, a casa começou oferecendo comidas de boteco e uma farta carta de cervejas importadas que eram raridade na época e. ao longo desses anos, o Mav se tonou uma das mais conceituadas pizzarias napolitanas do Brasil comanda pelo chef Gino Contin Júnior, seu fundador que também implementou no lugar uma adega especializada em rótulos brasileiros e de vinhos fora do mainstream.

Hoje, o Maverick consolidou sua vocação como centro etílico, gastronômico e cultural, promovendo também cursos de pizzas napolitanas com o intuito de ampliar o conhecimento das pessoas sobre essa cultura, atendendo alunos de todo o país e marcando presença nas redes sociais com várias receitas autorais criadas pelo Gino.

Pizza de Damasco com Gorgonzola é sugestão do Chef Gino Contin para um jantar exótico
Chef Gino Contin Jr. Foto: Divulgação

O slogan escolhido para a comemoração dos 18 anos é “Just Go” “apenas vá”, uma alusão à liberdade e uma correlação com a própria palavra Maverick, que vem do inglês usado no sudoeste dos EUA (Texas, Arizona, etc.), e representa um novilho ou bezerro que se recusa a ser marcado a ferro, selvagem ou sem dono. Assim é o Mav, sinônimo de liberdade, aventura e rebeldia.

MAVERICK THEMATIC MUSIC BAR

Rua Paschoal Marmo, 908 – Jardim São Paulo- Limeira – SP

Telefone: (19) 3441-3721

www.maverick.com.br

www.facebook.com/maverickbar

maverick_pizza

vinogino_oficial

Gostou da nossa matéria “Pizza de Damasco com Gorgonzola é sugestão do Chef Gino Contin para um jantar exótico“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 1.325 outros assinantes

Cultive seu jardim-horta

Quer algo prazeroso para realizar com seu pai e compartilhar bons momentos de descontração e união, optando por saúde, qualidade de vida e bem-estar? Cultivar um jardim de flores, árvores (incluindo frutíferas), gramado, uma horta com legumes, verduras, temperos e ervas, escolhendo espécies nativas da Mata Atlântica, pode ser uma excelente atividade a ser concretizada em família.

Pode ser em canteiros, verticais – nas paredes, em vasos/bacias (inclusive em espaços pequenos, como sacadas de apartamentos e em espaços maiores (com divisões para conter diversidade de espécies, que atraem polinizadores – abelhas, pássaros, morcegos, macacos, evitando pragas e doenças), o importante é que é possível ter seu espaço para apreciação, relaxamento, cuidados e colheita de alimentos frescos e livres de agrotóxicos.

Com ferramentas básicas, que inclusive são um ótimo presente para os pais, você consegue criar e realizar a manutenção de seu espaço. São elas: tesoura de poda, serrote de poda, pazinha. Rastelo, enxada, facão, roçadeira, carrinho de mão, cortador de grama, mangueira, regador, vassoura, rodo, pá de lixo. Há tantas outras ferramentas que você pode adquirir, mas o kit básico já dá para trabalhar em escala doméstica.

A seguir apresento as etapas para realizar a manutenção em seu jardim-horta, que é uma etapa mais difícil do que a criação:

  1. Retirar ervas daninhas do gramado, ou seja, plantas que nasceram sem serem plantadas por você e que destoam do arranjo existente;
  2. Roçar o gramado – às vezes apenas ter gramado e não ter outras espécies, facilita a manutenção e deixa um espaço aconchegante também – visualmente e livre para picnics, brincadeiras e relaxamento;
  3. Podar as árvores;
  4. Podar os arbustos – menores que as árvores;
  5. Podar as forrações de vasos e de espaços de árvores;

Não se deve ter dó de podar as plantas, pois é justamente a poda que fornece forças para um crescimento saudável e com direção correta dos troncos. Deixar os troncos grossos, que são os principais e os finos devem ser todos cortados. Atentar para a estética da copa das árvores.

  • Fazer a contenção de canteiros e gramados, com pedras, delimitadores de plástico, tijolos;
  • Capinar os canteiros;
  • Retirar as ervas daninhas e invasoras dos canteiros;
  • Repor plantas – observar as que não estão em condições de permanecerem – seu destino? A composteira ensinada na edição anterior;
  • Realizar tratamento fitossanitário – as que estão doentes precisam ser analisadas: falta água, água em excesso, adubo, correção de solo, sombra, luz solar direta ou indireta? Pragas, como pulgões, podem ser retirados com uma buchinha de lavar louças;
  • Limpar o local – o que for possível destinar à composteira e/ou reciclagem;
  • Regar – maior sucesso de uma plantar vingar ou não (apresentar doenças e pragas) é o uso da quantidade correta de água: nem em excesso nem em falta. Observar e sentir a umidade com o dedo, apertando a terra é o jeito mais simples e efetivo de saber se sua planta precisa de água ou não naquele momento.

Ter um plano de trabalho (metodologia) com etapas a seguir é fundamental, bem como não ter pressa e dividir as tarefas em dias, se necessário; planejar no papel, ter as ferramentas e demais materiais em mãos, organizados próximos aos espaços em que serão utilizados, além de iniciar por um canto e seguir essa ordem (mas de acordo com os tipos de trabalho, por exemplo: podar todas as árvores do lado esquerdo primeiro e, assim por diante).

Envolva a família e crie um clube da jardinagem em sua casa! Há cursos presenciais e muitas dicas na internet para você se divertir e levar à sério essa função de jardineiro que faz tão bem à alma, saúde e planeta!