Projeto Social +Amor ao Próximo

O Projeto Social +Amor ao Próximo está ajudando pessoas carentes, em situação de rua, desde o início de 2020. Em parceria com a CUFA (Central Única de Favelas) de São Bernardo do Campo, Victor do Carmo conta sobre a trajetória do projeto e seu testemunho, original esta obra que a cada dia está auxiliando mais e mais pessoas.

Projeto Social +Amor ao Próximo

Hoje ele é porteiro, mora no Jardim Silvina, congrega em igreja do bairro, pai de 3 filhas e capitaneia o projeto social. Mas sua história não fora nada fácil, porém também edificou seus passos e abriu seus caminhos, segundo os preceitos de Deus. “Não é um projeto mentiroso, de brincadeira, porque eu passei fome … morei na rua e sei como que é a situação de uma família que está passando dificuldade … sei como é a situação do morador de rua” nas palavras de Victor.

Aos 21 ele conheceu as droga e o tráfico, se envolvendo com a cocaína e, segundo Victor, conseguia controlar seu vício até os 26 anos. Então, até os 29 anos, ele estava totalmente dependente da droga: “Foi no momento que eu vivi em situação de rua, dormia na rua, comia do lixo e passei dificuldades nas ruas. Frio fome. E ali eu vi o povo esquecido na rua.”

“Voltei para casa da minha mãe, mesmo assim ficava na rua usando droga ficava três quatro cinco dia usavam droga e uma vez um amigo meu me falou que Jesus Cristo podia mudar a minha vida. Enquanto isso muitas pessoas me criticavam, desacreditava de mim e um amigo que se chama Luciano ele falou “Victor, Jesus Cristo ele pode mudar a sua vida. Eu lembro que eu tive três começo de overdose meus 29 anos. Eu disse Senhor, se me tirar dessa vida entrego minha alma e meu corpo a ti…”

Victor do Carmo
Projeto Social +Amor ao Próximo
Café da manhã para pessoas em situação de rua, realizado domingo 30 de maio de 2021. Foto: Divulgação

Após a mudança de vida e acolhimento recebido em congregação, Victor experimentou um ano de obra missionária, em Ribeirão Preto. Por lá, prestou auxílio em projeto social com moradores de rua, alimentando-os mas principalmente oferecendo atenção e carinho. Estes, quando do outro lado da situação, Victor sentia falta e sabe bem da importância de ser visto e reconhecido como alguém, não apenas mais um desalentado pela sociedade.

Ao retornar para São Bernardo, Victor procurou pastor da congregação e soube que o projeto social desta igreja estava parado. Não obstante, buscou em Deus as respostas para seus questionamentos. Em seus direcionamentos, recebeu as instruções para desenvolver o Projeto Social +Amor ao Próximo.

Projeto Social +Amor ao Próximo
Victor do Carmo ao centro, entre Alex Camburão e Gil Campos, na CUFA de São Bernardo do Campo. Foto: Divulgação

Com o início da pandemia e falta de apoio aos caminhoneiros, o projeto distribui 50 marmitas, e após toda semana estavam a receber doações para auxiliar moradores de rua, inclusive com café da manhã para estes. Neste ano de 2021, Victor conheceu Alex Camburão, presidente da CUFA de São Bernardo do Campo, iniciando sólida parceria com a destinação de 20 cestas básicas para o Projeto Social +Amor ao Próximo.

Café da manhã para pessoas em situação de rua, realizado domingo 30 de maio de 2021. Foto: Divulgação

Além da ajuda para pessoas em situação de rua, o projeto atende famílias carentes com as cestas básicas, neste mês de maio conseguindo atingir a meta de 100 cestas arrecadadas e distribuídas. Porém, há meses em que a quantidade é em torno de 20, ou 15. Por tanto, o projeto conta com o apoio de mais doares, visando alentar famílias com regularidade e em maior número.

Como posso ajudar?

O contato para doações é através do telefone e Whatsapp (11) 99281-0057. Faça um Pix, de valor que desejar para o projeto, através do CNPJ 42.050.089/0001-40.

Distribuição de cestas básicas, no Jardim Silvina, em 22 de maio de 2021. Foto: Divulgação

Gostou da nossa matéria “Projeto Social +Amor ao Próximo“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.157 outros assinantes

Campanha de Diadema recebeu doações de cooperativas e sindicato

A campanha “Sua Vida Importa Pra Mim e Sua Fome Me Incomoda” recebeu duas doações que vão ajudar mais pessoas de Diadema a terem comida na mesa. A Central de Cooperativas UNISOL Brasil, junto com Coopercentral VR (Central de Cooperativas da Agricultura Familiar do Vale do Ribeiro), trouxeram para o município sete toneladas de frutas e legumes e o SindSaúde – ABC  (Sindicato dos Trabalhadores da Saúde Privada e Filantrópica do ABC) mais 60 cestas básicas e meia tonelada de alimentos não perecíveis. 

A entrega dos comestíveis aconteceu ontem (13/5) em dois lugares diferentes: no Banco de Alimentos de Diadema e no Almoxarifado Central. Eles serão distribuídos para as famílias que vivem em situação de extrema pobreza na cidade e que neste momento de pandemia e crise econômica estão passando por muitas dificuldades. 

Maio solidário – As doações feitas pela UNISOL e pela Coopercentral VR ao município marcou o lançamento do “Maio Solidário – Comida para Todos”. Diadema foi a primeira cidade a receber os alimentos da ação realizada pelas duas cooperativas e que conta ainda com a participação do Coletivo para Todos. A iniciativa tem o objetivo de levar produtos de qualidade para as periferias das cidades e também gerar renda aos trabalhadores da agricultura familiar.

“Foi muito importante lançar essa campanha em Diadema. Daqui vamos levar comida para o povo de rua do centro expandido de São Paulo e de outros lugares”, afirma o presidente da UNISOL e organizador da iniciativa, Leonardo Pinho. Para o diretor da Coopercentral VR, Isnaldo Lima da Costa Jr, a alimentação é direito de todos “e por isso, com a pandemia, onde milhares de pessoas estão sem comida, é necessário contribuir para que juntos possamos dar continuidade a projetos de combate à fome e desigualdades”, afirmou. 

O presidente do SindSaúde-ABC, Almir Rogério “Mizito”, fez questão de ressaltar a importância de colaborar com a campanha de Diadema. “Neste momento de tantas dificuldades para o nosso país é fundamental praticar a solidariedade e dividir o pão”, declarou.

O secretário de Segurança Alimentar, Gel Antônio, disse que a campanha se fortalece com as doações. “Além dos alimentos, de excelente qualidade que as pessoas vão receber, este ato solidário estreita ainda mais os laços que temos com as entidades de trabalhadores e da agricultura familiar”.    

A campanha contra fome em Diadema teve início em 27 de março passado e já repassou doações para mais de 20 mil moradores de Diadema. Nesses 46 dias de atuação arrecadou 101 toneladas de comida e já distribuiu mais 90 toneladas. 

Além dos participantes das cooperativas e do SindSaúde-ABC na entrega dos alimentos, o ato teve ainda as presenças da vice-prefeita e secretária de

Assistência Social e Cidadania, Patty Ferreira, da primeira-dama e presidenta do Fundo Social, Inês Maria de Filippi, que também são responsáveis por realizar a campanha contra a fome de Diadema. 

O diretor da Economia Solidária de Diadema, Arildo Mota Lopes, representou a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho e pela Coopercentral VR  também estiveram presentes os diretores Rafael de Oliveira Grothe, Aline Juvêncio e Michel Guzanchi. 

Saiba mais sobre a campanha de Diadema acessando –  

 http://combateafome.diadema.sp.gov.br/

Texto: Iara Santos Luz
Fotos: Adriana Horvath

Com informações da Prefeitura de Diadema.

...

Gostou Campanha de Diadema recebeu doações de cooperativas e sindicato”?

Campanha de Diadema recebeu doações de cooperativas e sindicato

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email assim que estiverem online em nosso site. Aproveite e leia sobre Carreiras e Trabalho, com os ensinamentos de Rogério de Caro.

Junte-se a 2.157 outros assinantes