Arquivo da tag: como assistir

Thamirys Borsan é a convidada da semana no Kwai em Campo

Para continuar a série de lives com as Dibradoras, canal de mídia e produtora de conteúdo sobre o protagonismo feminino no esporte, o Kwai em Campo recebe neste domingo (27) a carioca Thamirys Borsan. A partir das 20h, ela vai contar sua relação com o futebol e revelar se tem ou não um time do coração.

Thamirys Borsan é uma mulher negra e humorista, da Zona Norte do Rio de Janeiro. Com 125 mil seguidores no perfil @thamirysborsan, produz vídeos de humor, ilustrando situações da vida cotidiana dos cariocas suburbanos.

Foi uma das principais influencers comentaristas da edição do BBB 21, participando inclusive de vários programas da grade Global.

Já participaram do Kwai em Campo Jakson Follman, Luana Maluf, o ex-jogador Sorín, o humorista Yuri Marçal e o influenciador Cárter Batista.

Kwai Em Campo com Thamirys Borsan
Domingo (27), às 20h, no perfil Kwai em Campo

Confira mais em +Diversão

Gostou da nossa matéria “Thamirys Borsan é a convidada da semana no Kwai em Campo“?

Thamirys Borsan é a convidada da semana no Kwai em Campo

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias, e também conheça o nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.644 outros assinantes

Mudanças femininas e seu reflexo positivo na sociedade

Nesta quinta-feira, 17, às 18h, a edição especial do Super Pérolas, bate-papo do Programa Pérolas, do Grupo Hinode, recebe mulheres inspiradoras para conversar sobre a evolução do papel feminino ao longo dos anos, as mudanças femininas, o reflexo na sociedade e o impacto positivo no mundo.

O debate traz Crisciane Rodrigues, presidente do Comitê de Líderes do Grupo Hinode e embaixadora do Programa Pérolas, no comando da conversa com Adriana Ferreira, redatora-chefe da Revista Marie Claire, e Dani Carvalho, consultora Imperial Three Stars e treinadora oficial Pérola. As três referências de liderança feminina em suas áreas contam experiências e refletem sobre o papel da mulher em uma sociedade em evolução constante.

“Precisamos falar sobre a evolução do pensamento e a libertação da mulher para ser o que quiser ser em todas as esferas: pessoal, profissional e social. Essas mudanças afetam toda a sociedade e ajudam a mudar uma visão antiga e limitada sobre o universo feminino e suas possibilidades”, afirma Crisciane.

O Super Pérolas é um evento online especial do Programa Pérolas, do Grupo Hinode, este que já capacitou mais de 410 mil mulheres para serem independentes emocional e financeiramente. A transmissão será ao vivo pelo YouTube no Brasil e, com tradução simultânea em espanhol, para os sete países em que o grupo está presente na América Latina.

Super Pérolas
Dia 17 de junho, às 18h
Canal Youtube Brasil: Hinodetv (www.youtube.com/channel/UC1Hl0PlDCz0TREArx6BnSiQ) e HND Oficial (em espanhol) (www.youtube.com/channel/UCo1SzmL73oFy7i_-CCAUhQQ)

Mais Notícias do Grande ABC

Gostou “Mudanças femininas e seu reflexo positivo na sociedade”?

Mudanças femininas e seu reflexo positivo na sociedade

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email assim que estiverem online em nosso site. Aproveite e leia sobre Carreiras e Trabalho, com os ensinamentos de Rogério de Caro. Veja também as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Entre Séries.

Junte-se a 2.644 outros assinantes

Santos Film Fest divulga programação da 6ª edição, quase 90 filmes

O maior festival de cinema do litoral paulista chega à sexta edição de 22 a 29 de junho, com programação predominantemente online e totalmente gratuita. Com o tema “Superação: a arte ultrapassando limites sociais, físicos, mentais, geográficos e pandêmicos”, o 6º Santos Film Fest – Festival Internacional de Cinema de Santos encerrou suas inscrições para filmes do Brasil e do exterior recentemente. Foram inscritas, em cerca de três semanas mais de 600 produções do Brasil e do exterior, entre curtas e longas-metragens, dos mais variados gêneros cinematográficos.

A diversidade do conteúdo possibilitou que o festival realize, pela primeira vez, mostras competitivas divididas entre ficção, documentário e animação. Também, nas categorias de ficção de curta-metragem, o festival passará a premiar melhores ator e atriz e, em todas, categorias de direção e roteiro. O voto popular inclui prêmio de melhor filme. Os premiados receberão o Prêmio Toninho Campos (nome em homenagem ao proprietário do Cine Roxy, cinema de rua desde 1934 e fundamental no desenvolvimento da produção cinematográfica santista).

São 88 filmes ao todo, entre curtas e longas, nacionais e estrangeiras. Também há uma mostra especial de curtas de animação feitos em escolas e oficinas.

O júri é formado pela atriz Tamiryz O’hanna, pelas cineastas Julia Katharine, Angelz Zoé e Andrea Pasquini e pelos professores Rogério Ferraraz, Jamer Guterres de Mello, Alexandre Valença Alves Barbosa e Marcia Okida.

PROGRAMAÇÃO DE FILMES:

CURTA DE ANIMAÇÃO NACIONAL (OS FILMES PERMANECEM EM NOSSA PLATAFORMA DURANTE TODO O FESTIVAL, DE 0H01 DE 23/06 ÀS 12H DE 29/06)

– Eternidade, 2`43`, 2021, direção: Lara Mendes Salsa, Recife, PE  

– Livre-se, 03’27”, 2020, direção: Matheus Lopes e Vinícius de Lima, São Paulo, SP           

– Minha Primeira Memória, 08`21“, 2020, direção: Lara Mendes Salsa, Recife, PE

– O Celaticomus, 17’04”, 2020, direção: Marcelo Tannure, Vitória, ES       

– O Mundo de Clara, 7`, 2019, direção: Ayodê França, Recife, PE   

– Peixinho, 5’12’, 2021, Direção: Edson Germinio, Belo Horizonte, MG      

– Rasga Mortalha, 14`, 2019, direção: Thiago Martins de Melo, Niterói, RJ

CURTA-METRAGEM DE FICÇÃO NACIONAL (OS FILMES PERMANECEM EM NOSSA PLATAFORMA DURANTE TODO O FESTIVAL, DE 0H01 DE 23/06 ÀS 12H DE 29/06)

– Bago Sujo, 15`, 2021, direção: Giordanna Forte, Porto Alegre, RS

– Descontrole, 14’30”, 2021, direção: Guilherme G. Pacheco, Caxias do Sul, RS     

– Duda, 12’06”, 2021, direção: Carol Lobo, Taubaté, SP       

– E Agora Você, 14’14”, 2020, direção: Edson Lemos Akatoy, João Pessoa, PB       

– Esta é a República Aristocrática, 12”, 2021, direção: Marcelo Mendes, Brasília, DF

– Nada Além de Mim, 11`06“, 2021, direção: Thiago Lopes, São Paulo, SP            

CURTA-METRAGEM DE DOCUMENTÁRIO NACIONAL (OS FILMES PERMANECEM EM NOSSA PLATAFORMA DURANTE TODO O FESTIVAL, DE 0H01 DE 23/06 ÀS 12H DE 29/06)

– Cartas para Cecília, 30″, 2021, direção: Denise Szabo, São Caetano do Sul, SP

– O Gaiteiro que Desceu da Caravela, 14`55“, 2021, direção: Juan Quintáns, Porto Alegre, RS

– Por Favor, Socorro, 19’22’’, 2021, direção: Sinval de Abranches, Juiz de Fora, MG

– Posso Fazê Nada!, 20′, 2021, direção: Welyton Crestani, Curitiba, PR

– Pra se Manter São, 18`30“, 2020, direção: Renato Caetano, São Paulo, SP

– República das Saúvas, 14’56”, 202, direção: Piero Sbragia, São Paulo, SP

REGIONAL BAIXADA SANTISTA (OS FILMES PERMANECEM EM NOSSA PLATAFORMA DURANTE TODO O FESTIVAL, DE 0H01 DE 23/06 ÀS 12H DE 29/06)

– Corrente Séria, 9`11“, 2019, direção: Tales Ordakji e Cibele Gonçalves, comédia, Santos, SP    

– Da Linha Pra Cá, 14`19“, 2020, direção: Glauber Gonçalves e Slim 2N, documentário, Santos, SP        

Doc de Domingo – Danilo Rodrigues, 09`26“, 2020, direção: Eduardo Ferreira e Gaspar Lourenço, documentário, Santos, SP     

– Imagens De Um Sonho, 20’00”, 2019, direção: Leandro Olimpio, documentário, São Vicente, SP          

– Llucmajor, 13’53”, 2019, direção: Bruno Landin, ficção-drama, São Vicente, SP

– Madrugada, 07`02“, 2021, direção: Eduardo Tomas, Praia Grande, SP   

– Pouca Farinha Muito Mar, 27´24´´, 2021, ficção, Santos, SP         

– Shio (Maré), 14’49”, 2019, direção: Bruno Landin, documentário, São Vicente, SP

– Sua Geração `Pela Minha, 16`19“, 2021, direção: Isabella Graça, comédia romântica, Praia Grande, SP       

MOSTRA HUMANIDADES – CURTA-METRAGEM (OS FILMES PERMANECEM EM NOSSA PLATAFORMA DURANTE TODO O FESTIVAL, DE 0H01 DE 23/06 ÀS 12H DE 29/06)

– Carta ao Magrão, 11″, 2021, direção: Pedro Asbeg, documentário, Rio de Janeiro, RJ

– Entreposto, 18’26”, 2019, direção: Gabriel Vilela e Lucas Xavier, documentário, Goiânia, GO

– Gaz, 30′ 00″, 2020, direção: Helen Lopes, documentário, Almas, TO

– Justiça e Igualdade, 11`, 2021, direção: Felipe Nepomuceno, documentário, Petrópolis, RJ

– Licença Poética, 12’25”, 2019, direção: Ilaine Melo, documentário, Benedito Novo, SC

– Megg – A Margem que Migra Para o Centro, 15`, 2018, direção: Larissa Nepomuceno, Eduardo Sanches, documentário, Curitiba, PR

– Rosas do Asfalto, 19′ 49″, 2020, direção: Daiane Cortes, documentário, Brasília, DF

– Utopia, 15’16”, 2021, direção: Rayane Penha, documentário, Macapá, AP

– Veio de Resistência, 26’12”, 2019, direção: Elinaldo Rodrigues, documentário, Aracati, CE

– Vozes da Rua, 4′, 2019, direção: Márcio Coutinho, documentário, Rio de Janeiro, RJ     

MOSTRA HUMANIDADES – LONGA-METRAGEM (OS FILMES PERMANECEM EM NOSSA PLATAFORMA DURANTE TODO O FESTIVAL, DE 0H01 DE 23/06 ÀS 12H DE 29/06)

– A senhora que morreu no trailer, 98`47“, 2020, direção: Alberto Camarero e Alberto de Oliveira, documentário, São Paulo, SP

– A Terra Negra dos Kawa, 99`, 2019, direção: Sérgio Andrade, ficção, Manaus, AM        

– Camadas das águas invisíveis, 65`, 2020, direção: Antonio Augusto Teixeira, documentário, Teresina, PI        

– Delírios – Filosofia e reflexão no túnel da morte, 71’48, 2021, direção: Marcelo Monteiro, documentário, Gravataí          , RS

– Doidos de Pedra – O paraíso ameaçado, 105`, 2019, direção: Luiz Eduardo Ozório, documentário, Rio de Janeiro, RJ      

– Madrigal para um Poeta Vivo, 75′, 201, direção: Adriana Barbosa e Bruno Mello Castanho, documentário, Vinhedo          , SP

– Meio Irmão, 97’48”, 2020, direção: Eliane Coster, São Paulo, SP  

– Nada que eu queria dizer, 63’36”, 2020, direção: Sergio Gag, documentário, São Paulo, SP       

– Nas Asas da Pan Am, 110`, 2020, direção: Silvio Tendler, documentário, Rio de Janeiro, RJ

– Pureza, 101”, 2019, direção: Renato Barbieri, Brasília, DF

– Serráqueos, 84`, 2021, direção: Rodrigo Campos, documentário, Mogi das Cruzes, SP   

– Vidas Barradas, 79” 43″       , 2019, direção: Cid Faria, documentário, Brasília, DF

CURTA-METRAGEM ESTRANGEIRO  (OS FILMES PERMANECEM EM NOSSA PLATAFORMA DURANTE TODO O FESTIVAL, DE 0H01 DE 23/06 ÀS 12H DE 29/06)

– A Pelotas Caridosa – Poemas Lidos de Lobo da Costa, 26`46“, 2020, direção: Luís Fabiano Soares Gonçalves, ficção, Lisboa, Portugal         

– A Última Morada de João Simões Lopes Neto, 24`45“, 2020, direção: Márcio Kinzeski, ficção, Lisboa, Portugal

– Bedecked Embelezado, 6’45”, 2020, direção: Roderick Steel, documentário (experimental), São Paulo, SP

– Contraços, 10`17“, 2020, direção: Ralph Campos e Renan Collier, suspense, Rio de Janeiro, Brasil e Portugal

– Janelas pelo Mundo – AM to PM, título original: Windows to the World – AM to PM, 16`10”, 2020, direção: Bia Oliveira, comédia – dramática, Rio de Janeiro, Brasil e EUA      

– Pisando No Vazio, título original: Pisahueco, 18`, 2018, direção: Sergio Fernández Muñoz, drama, Lima, Perú

LONGA-METRAGEM ESTRANGEIRO (SESSÕES COM DIAS E HORÁRIOS AGENDADOS)

– O Teatro e a Peste de Antonin Artaud, título original: Antonin Artaud’s The Theatre and the Plague, 62’03”, 2020, direção: Wolfgang Pannek, filme poético experimental, São Lourenço da Serra, SP – Exibição: 27/06 às 17h, Reprise: 28/06 às 13h

– Flávio Dornelles – Palcos de Minha Vida, 118`25“, 2018, direção: Luís Fabiano Gonçalves, documentário, Lisboa, Portugal – Exibição: 27/06 às 19h, Reprise: 28/06 às 15h

– Era uma vez um povoado. – A história de Caimanes, título original: Había una vez un pueblo. – La historia de Caimanes, 76’28”, 2021, direção: Matías Palma, documentário Sócio Ambiental, Niterói, RJ – Exibição: 27/06 às 21h, Reprise: 28/06 às 17h

LONGAS-METRAGENS NACIONAL (SESSÕES COM DIAS E HORÁRIOS AGENDADOS)

– Chico Mario – A Melodia da liberdade, 139`, 2019, direção: Silvio Tendler, Rio de Janeiro, RJ – Exibição: 23/06 às 19h, Reprise: 24/06 às 15h

– dElas, 68’21”,  2021, direção: Carolina Capelli, São José do Rio Preto, SP- Exibição: 23/06 às 121h, Reprise: 24/06 às 17h

– Extermínio, 72`17“, 2021, direção: Mirela Kruel, Cachoeira do Sul, RG – Exibição: 24/06 às 19h Reprise: 25/06 às 15h

– Lula Lá: De Fora Pra Dentro, 141’45”, 2021, direção: Mariana Vitarelli Alessi, Rio de Janeiro, RJ – Exibição: 24/06 às 21h, Reprise: 25/06 às 17h

– Muribeca, 78′, 2020, direção: Alcione Ferreira & Camilo Soares, Recife, PE         – Exibição: 25/06 às 19h, Reprise: 26/06 às 15h

– O Artista e a Força do Pensamento, 90`, 2021, direção: Elder Fraga, São Paulo, SP – Exibição: 25/06 às 21h, Reprise: 26/06 às 17h

– O Sonho do Inútil, 72`, 2021, direção: José Marques de Carvalho Jr, Rio de Janeiro, RJ   – Exibição: 26/06 às 19h Reprise: 27/06 às 15h   

– Oxente, Bixiga!, 77`7“, 2021, direção: Daniel Fagundes e Fernanda Vargas, São Paulo, SP – Exibição: 26/06 às 21h, Reprise: 27/06 às 17h

– Projeto Herdeiro de Baden Powel, 68`59“, 2021, direção: Fábio José Pimentel, Santo Antônio de Pádua, RJ- Exibição: 28/06 às 19h Reprise: 29/06 às 15h

– Vira-Latas, 73`, 202, direção: Daniel Torres e James Salinas, São Paulo, SP – Exibição: 28/06 às 21h Reprise: 29/06 às 17h           

RETROSPECTIVA ANDREA PASQUINI (OS FILMES PERMANECEM EM NOSSA PLATAFORMA DURANTE TODO O FESTIVAL, DE 0H01 DE 23/06 ÀS 12H DE 29/06)

– A História Real, 15`, 2001, ficção

– Fiel, 90`, 2009, documentário

– Homem Centenário, 15`, 2010, documentário

– Os Melhores Anos de Nossas Vidas, 65`, 2013, documentário

– Sempre no Meu Coração, 52`, 2006, documentário

RETROSPECTIVA RODRIGO ARAGÃO (OS FILMES PERMANECEM EM NOSSA PLATAFORMA DURANTE TODO O FESTIVAL, DE 0H01 DE 23/06 ÀS 12H DE 29/06)

– A Mata Negra, 98`, 2018, terror

– A Noite do Chupacabras, 95`, 2011, terror-ficção

– As Fábulas Negras, 105`, 2014, terror

– Mangue Negro, 105`, 2010, terror

– Mar Negro, 105`, 2013, terror

– O Cemitério das Almas Perdidas, 100`, 2020, terror

ANIMAÇÃO – NOVOS OLHARES” (OS FILMES PERMANECEM EM NOSSA PLATAFORMA DURANTE TODO O FESTIVAL, DE 0H0H1 DE 23/06 ÀS 12H DE 29/06)

– A Cidade Imortal, 2’18”, 2019, direção: Marco Túlio Rodrigues e Alunos do curso de Formação em Leitura e Animação do Projeto – Ilha da Imaginação – edição 2019, São Simão, GO

– Dia do Manguezal, 8’31”, direção: Crianças dos Grupos 6A e 6B do CMEI Jacyntha Simões, Vitória, ES

Mata, 1`30“, 2020, direção: Ian Campos, Rio de Janeiro, RJ

– Pig Brothers, 2’33”, 2019, direção: Julio Quinan e Alunos do curso de Formação em Leitura e Animação do Projeto Ilha da Imaginação – edição 2019, São Simão, GO

– Renascida das Águas, 2’49”, 2019, direção: Julio Quinan e Alunos do curso de Formação em Leitura e Animação do Projeto Ilha da Imaginação – edição 2019, São Simão, GO

– Star Pigs, 2’50”, 2019, direção: Marco Túlio Rodrigues e Alunos do curso de Formação em Leitura e Animação do Projeto Ilha da Imaginação – edição 2019, São Simão, GO

– Vento Viajante, 6’10”, 2020, direção: Alunos da rede pública municipal de ensino fundamental de Icapuí/CE, Vitoria, ES

“Filmes feitos por alunos de oficinas e escolas.

SESSÕES ESPECIAIS

– Pré-estreia: Linha de Frente Brasil, 2021, documentário, de Elder Fraga – Exibição: 23/06 às 20h45, em nossa plataforma online e presencial no Cine Roxy (Av. Ana Costa, 443, Gonzaga) 

– Especial: Vou Nadar Até Você, 107`, 2019, direção: Klaus Mitteldorf, ficção, 20h, em nossa plataforma                      

– Lançamento: Zoantropia, 14`37“, 2021, direção: Wladimyr Cruz, ficção – (O FILME PERMANECERÀ EM NOSSA PLATAFORMA DURANTE TODO O FESTIVAL, DE 0H0H1 DE 23/06 ÀS 12H DE 29/06)

– Resgate histórico: A Moreninha, 96`, 1970, ficção (O FILME PERMANECERÁ EM NOSSA PLATAFORMA DURANTE TODO O FESTIVAL, DE 0H0H1 DE 23/06 ÀS 12H DE 29/06)

Homenageados

Esta edição do SFF prestará reverência às carreiras dos cineastas Andrea Pasquini e Rodrigo Aragão, que terão todos os seus trabalhos exibidos em mostras respectivas e participarão da abertura, em 22 de junho, às 19h30, de maneira virtual, nas redes sociais do festival. A abertura contará ainda com as presenças dos atores Ondina Clais e Luciano Quirino, que batizam os troféus entregues aos homenageados.

Andrea Pasquini, há mais de 20 anos dirige e produz filmes, programas de TV e publicidade. Realizou entre outros, o premiado curta-metragem A História Real (2001) e os documentários Os Melhores Anos de Nossas Vidas (premiado no Festival Internacional de Documentários É Tudo Verdade, 2003), Sempre no Meu Coração (premiado pelo concurso DocTV de 2006), Fiel (finalista no Prêmio Sesi Cinema de 2009) e Homem Centenário (2010).

Rodrigo Aragão iniciou a carreira aos 17 anos, exercendo o oficio de Maquiador de Efeitos Especiais, e se tornou o principal nome da área no Brasil e um dos mais destacados da América Latina. A trajetória de Rodrigo Aragão é permeada pelo crescimento da sua produtora, a Fábulas Negras Produções. Em 2005 rodou o seu primeiro curta premiado (Chupacabra), e em 2008 lançou o seu primeiro longa-metragem. Mangue Negro lhe trouxe reconhecimento internacional e novos prêmios. Depois: A Noite do Chupacabras (2011), Mar Negro (2013) e As Fábulas Negras (2015). Consagrou-se como um dos mais prolíficos diretores do gênero brasileiro. Em 2018 lançou A Mata Negra – seu primeiro filme em 4k – e rodou o épico recente O Cemitério das Almas Perdidas. No currículo, participação em mais de 100 festivais ao redor do mundo e 23 prêmios; além de distribuição nacional e internacional, nas mais variadas plataformas de exibição.

Sessões especiais

Será realizada a avant-première do filme Linha de Frente Brasil, de Elder Fraga, em 23 de junho, 20h45. A sessão está prevista para acontecer de maneira presencial, com todos os protocolos em relação à Covid-19, para enfermeiros que foram entrevistados para o longa. Ao mesmo tempo, o filme será disponibilizado de maneira virtual. A obra retrata o momento em que o Brasil e o mundo pararam para tentar decifrar o que é a Covid-19 e suas implicações em nosso dia-a-dia. O foco da trama é refletir a situação a partir do ponto de vista dos profissionais da saúde, que estão na linha de frente, e de suas famílias que acabam isoladas e sem o convívio diário com seus entes queridos Com todos os protocolos de segurança, o projeto teve início em março de 2020 a partir de uma conversa entre o diretor e roteirista, Elder Fraga, o diretor de fotografia, Tomires Ribeiro e o Doutor José Neder Netto, que assina também a produção do filme. 70% do longa foi rodado em Santos.

Já o curta Zoantropia, de Wladimyr Cruz, ficará em cartaz durante todo o evento. Após uma separação, Isabella recolhe-se em casa e busca acolhimento junto a seus gatos. A população felina da casa só cresce, assim como as mudanças no comportamento de sua tutora. Wladimyr Cruz é jornalista, cineasta e produtor cultural. No jornalismo, escreve sobre música e cultura pop há mais de vinte anos. No audiovisual, possui seis filmes longa-metragem documentais, além de três curtas-metragens ficcionais (exibidos no Santos Film Fest). Suas produções tiveram janela de exibição em cinema, TV por assinatura e sistemas on demand (Netflix, Amazon, Now e Itunes). Na área de produção cultural, atua na organização de eventos culturais desde 1996, e desde 2020 também atua na área acadêmica lecionando sobre audiovisual. Seu longa Headbanger Voice: A História da Rock Brigade, foi lançado no Santos Film Fest de 2017.

ATIVIDADES FORMATIVAS (TODAS SÃO GRATUITAS, MAS ALGUMAS PRECISAM DE INSCRIÇÃO, ENQUANTO OUTRAS SERÃO TRANSMITIDAS NAS REDES SOCIAIS DO FESTIVAL, NO YOUTUBE E FACEBOOK)

Estão previstas diversas atividades formativas, entre bate-papos, palestras e cursos.

SEM INSCRIÇÃO PRÉVIA

– 23/06, quarta-feira, 8h30 – Bate-papo com o ator Sergio Mamberti sobre sua autobiografia Senhor do Meu Tempo.

– 23/06, quarta-feira, 19h – Bate-papo Amor ao Cinema, com o crítico Rodrigo Rema.

– De 23/06 a 29/06, sempre 10h às 12h – Bate-papo com realizadores e cineastas dos filmes da programação, com mediação da jornalista Wania Gomes.

– 24/06.- quinta-feira, das 19h às 21h30 – Bate-papo com jurados do festival. Mediação de Paula Azenha.

– 25/06, sexta-feira, das 19h às 20h30 bate-papo com o escritor e roteirista Ferréz, autor de Capão Pecado, roteirista da série 9mm, entre outros. Mediação André Azenha

– 25/06, sexta-feira, das 21h às 22h, A Arte do Cinema Independente no Brasil, com o cineasta Diego da Costa, diretor de A Plebe é RudeSelvagem Cowboys do Apocalipse, todos exibidos em edições anteriores do festival, sendo os dois primeiros premiados.

– 26/06, sábado, das 14h às 16h, Palestra Filmes que retratam a superação, com o crítico Waldemar Lopes.

– 26/06, sábado, das 17h às 18h30, bate-papo O Amor ao Cinema, com o crítico Rodrigo Rema. Mediação André Azenha.

– 26/06, sábado, das 19h às 20h30 – Bate-papo com o crítico de cinema Luiz Carlos Merten (por mais de 30 anos do Estadão, cobrindo os principais festivais do Brasil e do mundo nesse período, e autor diversos livros sobre cinema). Mediação André Azenha.

– 26/06, sábado, das 21h ás 22h bate-papo O cinema como arte de superação, com Tammy Weiss, coordenadora do Instituto Querô. Mediação da jornalista Bárbara Farias.

– 27/06, domingo, das 19h às 20h30, bate-papo Representatividade Trans, com a cineasta Julia Katharine, o ator Daniel Veiga e a ativista Jacque Cortez.

– 27/06, domingo, bate-papo com a atriz Ondina Clais, sobre o livro Ondina Clais: A Dama do Mar – 35 Anos de Travessia.

– 28/06, segunda-feira, das 19h às 20h30, o ensino do audiovisual na universidade, com os coordenadores de cursos superiores ligados ao audiovisual em Santos: Audrey Duarte (coordenadora dos cursos de Cinema, Arquitetura, Publicidade e Propaganda e Design na São Judas Unimonte), Marcia Okida (coordenadora do curso de Multimídia na Unisanta) e Wanderley Camargo (coordenador dos cursos de Publicidade e Propaganda e Cinema na UniSantos). Mediação da jornalista Bárbara Farias.

– 29/06, terça-feira, 13h30, bate-papo com o ator Luciano Quirino.

COM INSCRIÇÃO

– 23, 24, 25 e 27/06 (quarta, quinta, sexta e domingo), das 14h às 16h – Curso LGBTs no Cinema Brasileiro – Panorama Histórico Séculos XX e XXI, com o cineasta Lufe Steffen, Cineasta e jornalista. Dirigiu dois longas documentais, os premiados “São Paulo em Hi-Fi” (2016) e “A Volta da Pauliceia Desvairada” (2012), ambos sobre a noite LGBT paulistana. Roteirizou e dirigiu “Cinema Diversidade”, série documental para TV em 10 episódios, sobre o cinema brasileiro LGBT do século XXI, exibida pelo canal Prime Box Brazil em 2018, e inspirada em seu próprio livro “O Cinema que Ousa Dizer Seu Nome” (2016, Editora Giostri). Publicou ainda o livro “Tragam os Cavalos Dançantes” (2008). Acaba de rodar seu 1º longa de ficção, o musical queer “Nós Somos o Amanhã”. Link de inscrição: https://forms.gle/6tu8wtC4tKCtaLqa6

– 23, 24- e 5/06 (quarta, quinta e sexta), das 16h30 às 18h30 – Oficina de produção audiovisual com Liz Reiz.- Link de inscrição: https://forms.gle/6LCxMChLfMDWy3WW8

– 26/06, sexta-feira, das 15h às 18h, masterclass de animação, em parceria com o Sesc Santos.

– 28 e 29/06 das 14h às 18h – Oficina “Animando com livros e publicações antigas: experimentações e depoimentos da pandemia”, com a premiada diretora Camila Kater (do curta Carne) e Samuel. Mariani. Link de inscrição: https://forms.gle/ZqEZAuka162bfJQp6

PARCERIA COM A LESMA

LESMA – La Extraordinária Semana de Mostras Animadas é uma semana dedicada aos processos de animação independente, nascida de dentro do meio acadêmico da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), em 2016. Fundada pelos animadores Samuel Mariani e Camila Kater e organizada em conjunto com o Núcleo de Cinema de Animação de Campinas, a LESMA já realizou 4 edições reunindo profissionais do cenário da animação independente nacional e internacional para uma programação diversa e sem caráter competitivo. Em cada edição, a Semana Extraordinária exibe mostras curadas por festivais de animação parceiros numa programação com oficinas, mesas de debate e laboratório de projetos. A LESMA nasceu com a intenção de dar voz à animação independente de Campinas, São Paulo e até de além-mar. Agora em 2021 a LESMA realizará sua primeira itinerância na cidade de Santos numa ilustre parceria com o Santos Film Fest, que abrigará a programação da semana numa versão pocket online. Já está confirmada as participações Marcos Magalhães, professor e autor do filme Meow!, vendedor do Prêmio Especial do Júri no Festival de Cannes e de Animando, filmado no National Film Board of Canada e criador do Ratinho de massinha mais famoso do Brasil, o ratinho do programa Castelo Rá-Tim-Bum; Lucia Cavalchini, diretora do festival Animasivo! (México) e mais convidados.

EXPOSIÇÃO EM HOMENAGEM AOS 80 ANOS DE MULHER-MARAVILHA

Mantendo sua verve voltada à cultura pop, que já rendeu exposições sobre os 80 anos de Superman e de Batman (essa com mais de 4 mil visitantes e noticiada nacionalmente), o Santos Film Fest realizará a exposição virtual Mulher-Maravilha 80 Anos – Trajetória da Princesa Amazona nas Telinhas e Telonas, com curadoria da historiadora Lilliam Tavares, que também é colecionadora de itens da personagem e participou em março, do Santos Film Fest – edição especial online, palestrando sobre os filmes de super-heroínas.

COLEÇÃO SANTOS FILM FEST

Também será lançado um e-book sobre a trajetória da atriz Ondina Clais, pela Coleção Santos Film Fest. Haverá um bate-papo online com a atriz para o lançamento da obra.

Para conhecer a história do Santos Film Fest, baixe o e-book gratuito ou solicite diretamente o arquivo em PDF.

Também estão disponíveis gratuitamente os ebooks Adelia Sampaio: O Segredo da Rosa, sobre a primeira cineasta negra brasileira, e Rubens Ewald Filho: Vida de Cinema!.

SOBRE O 6º SANTOS FILM FEST

6º Santos Film Fest – Festival Internacional de Cinema de Santos é realizado através do ProAC, Programa de Ação Cultural da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, com recursos da Lei Aldir Blanc, Ministério do Turismo, Governo Federal, tem patrocínio da Blue Med Saúde e conta com apoios de Sesc Santos, UniSantos, Histórias do Cinema, Cine Roxy, LESMA – La Extraordinária Semana de Mostras Animadas, Associação dos Artistas e Prefeitura (via emendas enviadas pelos vereadores da cidade Audrey Kleys, Zequinha Teixeira e Telma de Souza). O evento é produzido pelo CineZen Cultural. A direção é dos produtores André Azenha e Paula Azenha.

Outras informações:
WhatsApp – 13 55 13 99614-0963
www.santosfilmfest.com
www.facebook.com/santosfilmfest
www.youtube.com/santosfilmfest
www.instagram.com/santosfilmfest

Gostou “Santos Film Fest divulga programação da 6ª edição, quase 90 filmes”?

Santos Film Fest divulga programação da 6ª edição, quase 90 filmes

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email assim que estiverem online em nosso site. Aproveite e veja nosso Caderno Cultural. Veja também as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.644 outros assinantes

Predator e Intel são patrocinadores Master da Pride Cup 2021

Este ano, o evento Pride Cup 2021 destinado à comunidade LGBTQIAP+ e produzido pela Gamers Club, contará com torneios especiais de CS:GO, VALORANT e League of Legends

Em celebração ao Dia Internacional Contra a Homofobia, comemorado em 17 de maio, e reforçando o compromisso das marcas de incentivo a um ecossistema gamer diverso e inclusivo, Predator e Intel anunciam que serão as patrocinadoras principais da edição 2021 da Pride Cup, campeonato de esports organizado pela Gamers Club e pensado especialmente para a comunidade de gamers brasileiros LGBTQIAP+.

Nesta segunda edição, o evento, que foi pensado para reforçar a importância de questões como gênero, sexualidade e diversidade racial na comunidade gamer promete, mais uma vez, dar visibilidade às minorias e levantar questionamentos sobre respeito e igualdade durante torneios de três jogos de bastante sucesso no cenário – CS:GO, VALORANT e League of Legends.

“Estamos muito orgulhosos de poder fazer parte deste projeto tão importante, em parceria com a Intel. Nosso propósito na Acer, por meio da Predator, nossa marca gamer, é fazer parte do dia a dia dos jogadores e fãs, oferecendo a melhor experiência para todos”, comenta Danilo Santander, Gerente de Marketing na Acer do Brasil. “A Pride Cup é um projeto de inclusão que tem como objetivo transformar o cenário gamer no Brasil para melhor”, complementa Caroline Raimundo, Head de Marketing na Acer do Brasil.

Entre nomes já confirmados para a Pride Cup 2021 estão Olga Rodrigues, mulher trans e jogadora profissional de CS:GO pela Black Dragons, Atlanta que jogou profissionalmente de League of Legends pela Vivo Keyd, Sher, streamer mais conhecida por Transcurescer e a Drag gamer e streamer LolaDvil.

“Na Intel acreditamos e trabalhamos para a promoção de um cenário cada vez mais diverso e inclusivo. Iniciativas como essa, juntamente com os nossos parceiros, nos ajudam a nos aproximarmos de um público gamer mais diverso”, comenta Giovana Gaiolli, Gerente de Marketing da Intel Brasil. “Participar da Pride Cup é um passo importantíssimo para trabalhar os valores da Intel não só internamente, mas também com os parceiros, influenciadores e com o consumidor final”, complementa.

O campeonato será transmitido ao vivo nos canais da Gamers Club na Twitch com direito a um dia especial para cada game: no dia 11 de junho, a partir das 18h, acontece a competição de VALORANT; em 13 de junho é a vez do torneio de CS:GO, desta vez a partir das 16h; e, por fim, no dia 18 de junho será a vez do League of Legends, às 18h.

“Um dos valores da Gamers Club é colocar a comunidade em primeiro lugar e a Pride Cup é um exemplo claro do quanto nos importamos com a relevância da minoria no cenário de esports, e do quanto nos dedicamos para colocar assuntos tão importantes em pauta. É necessário ter cada vez mais, marcas que se importam com causas relacionadas à diversidade, por isso, ficamos extremamente felizes com o apoio de Predator e Intel”, comenta Carla Sernaglia, Diretora de Operações da IGC no Brasil.

_____________

Sobre a Acer

Fundada em 1976, a taiwanesa Acer é uma empresa de tecnologia dedicada à concepção, venda e suporte de produtos inovadores que melhoram a vida das pessoas e as mantém atualizadas e conectadas. Com cerca de 7 mil funcionários, a Acer engloba desde tecnologia ligada à Internet das Coisas para jogos a realidade virtual, com equipe dedicada à pesquisa, design, marketing, venda e suporte de produtos e soluções que quebram barreiras entre pessoas e tecnologia. No Brasil, a Acer está presente há 11 anos e encontra-se entre as líderes em faturamento e volume de vendas no varejo. Com sua linha atual de produtos focada em notebooks, monitores, projetores e acessórios para diversos tipos de uso, a Acer possui equipamentos com alta performance, design com conteúdo e recursos eficientes e inovadores para o gamer, designer, educadores, escritórios e uso doméstico.

Predator e Intel são patrocinadores Master da Pride Cup 2021

Para mais informações

Site: acer.com.br

Facebook: https://www.facebook.com/AcerdoBrasil/

Instagram: https://www.instagram.com/acerdobrasil/

Twitter: https://twitter.com/acerdobrasil

Sobre a Intel  

A Intel (Nasdaq: INTC) é líder da indústria e cria tecnologias que mudam o mundo, possibilitando o progresso global e tornando a vida mais rica. Inspirados pela Lei de Moore, trabalhamos continuamente no aprimoramento do design e da fabricação de nossos semicondutores para ajudar os clientes a enfrentarem seus maiores desafios. Ao incorporar inteligência na nuvem, rede, borda e todo tipo de dispositivo de computação, liberamos o potencial dos dados para transformar os negócios e a sociedade para melhor. Para saber mais sobre as inovações da Intel, acesse newsroom.intel.com.br e intel.com.br.  

© Intel Corporation. Intel, o logo da Intel e outras marcas Intel são marcas registradas da Intel Corporation ou de suas subsidiárias. Outros nomes e marcas são de propriedade de seus respectivos donos.

Sobre a Gamers Club

Gamers Club, subsidiária da Immortals Gaming Club (IGC), é a maior plataforma de esportes eletrônicos da América Latina, possuindo todas as funcionalidades para que um jogador amador ou aspirante a profissional precise praticar, jogar, competir e se divertir.

Gostou de “Predator e Intel são patrocinadores Master da Pride Cup 2021“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.644 outros assinantes

Mestres da Fotografia: Videobiografias são lançadas por professor

Nos cursos de fotografia é comum o professor apresentar fotos de famosos e mestres fotógrafos, mundialmente reconhecidos, e a partir delas fazer análises e considerações de sua composição, técnica e mensagem.

Ailton Tenório, fotógrafo e professor de fotografia, sempre buscou usar esses exemplos em suas aulas de composição fotográfica ou técnica fotográfica, mas sentia grande dificuldade ter sempre a mão uma lista de bons exemplos para passar aos seus alunos.

“A internet ajuda muito, mas ficamos sempre nas mesmas imagens dos consagrados fotógrafos que estão na rede”, comentou Tenório. Partindo dessa necessidade, ele lança no dia 29 de maio em seu canal no YouTube uma série de vídeos apresentando um resumo da vida dos principais fotógrafos mundiais e mostrando suas famosas fotos.

O professor fez no formato de vídeo, uma curta viodebiografia de diversos fotógrafos mundialmente reconhecidos, chamado por muitos de Mestres da Fotografia. “Será um resumo de sua vida e a apresentação de dezenas das imagens por eles produzidas e divulgadas”, afirma Ailton Tenório.

O Professor começa com o fotógrafo americano Ansel Adams, conhecido pelo seu perfeccionismo na captura de cenas da natureza. O segundo vídeo será a vida do fotógrafo brasileiro Gaspar Gasparian, um dos percussores da chamada Escola Paulista, movimento que aflorou nos anos 1950. Depois será lançado o vídeo sobre o fotógrafo Henri Cartier-Bresson, que fundou a agência Magnum. Em produção está o quarto vídeo sobre a primeira mulher fotojornalista dessa agência, a fotógrafa Eve Arnold.

A cada quinzena um novo vídeo será lançado no canal do professor Ailton Tenório no YouTube (youtube.com/ailtontenorio). No dia 29 de maio, às 15h30, em uma live o professor irá trazer outros profissionais para comentarem sobre esses Mestres da Fotografia.

Mestres da Fotografia: Videobiografias são lançadas por professor

Serviço:
A série Mestre da Fotografia apresenta as mais importantes e famosas fotos realizadas pelos grandes fotógrafos e fotógrafas do mundo, com relatos de sua carreira e também o que pouca gente conta, na sessão Fora de Foco.

https://youtu.be/0TEjCer3zoU – Ansel Adams – estreia 29/05 – 16h15

https://youtu.be/oXyJXJvKz5s – Gaspar Gasparian -– estreia 29/05 – 16h30

https://youtu.be/8gY6NKPORVs – Henri Cartier-Bresson -– estreia 29/05 – 16h45

www.youtube.com/ailtontenorio

Contatos: ailton@tempo-t.com.br – (11) 99122.6977

fb.com/ailton.tenorio.foto

Instagram.com/ailtonten

@ailtontiktok

Gostou da nossa matéria “Mestres da Fotografia: Videobiografias são lançadas por professor“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias, e também conheça o nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.644 outros assinantes

Com DNA made in Brazil, “Bang Bang!” é lançado nos EUA

Com estreia prevista no Brasil para este segundo semestre, foi lançado no último dia 18 de abril, nos Estados Unidos, o longa metragem – Bang Bang! – uma produção brasileira e norte-americana produzida por uma talentosa baiana de Vitória da Conquista – Nicole Fahel, que também atua no filme – e dirigida por Nicholas Cunha, filho de brasileiros, nascido em Nova York. Com DNA made in Brazil, o filme foi gravado em Vitória da Conquista (BA), produzido pela Manga Rosa Filmes e recentemente adquirido pela distribuidora Indican Pictures para distribuição mundial.

No elenco, nomes conhecidos como Marcelo Serrado e Antônia Morais e também atores norte-americanos, de Salvador e Vitória da Conquista, que participaram de uma grande seleção em dezembro de 2017, para atuar no filme.

O longa, que mescla ação e drama, narra a história de cinco adolescentes, Biel, Gabby, Amber, Alice (vivido por Antônia Moraes) e Thomás, que decidem numa noite por diversão, roubar um supermercado. O plano sai errado quando um deles dispara acidentalmente um tiro em Nathan (Marcelo Serrado), funcionário do supermercado. A partir daí, eles decidem levá-lo como refém.

Com personalidades opostas, Gabby e Biel, lidam com a situação de forma diferente, e através dos seus olhos, os expectadores viajam em uma descoberta sobre limites sendo testados, amizades,  dinheiro, cadáveres e sangue nas mãos. Em quem devem confiar? Começa então uma intensa jornada pela sobrevivência.

Locação Brazuca

Toda a locação foi feita em Vitória da Conquista com apoio da prefeitura da cidade, apenas parte dos créditos iniciais foi filmada em Los Angeles. Nicole Fahel, que se formou pela New York Film Academy, em Los Angeles, explica que ter a oportunidade de produzir esse projeto na cidade onde nasceu e trazer o mundo artístico para um local que tem pouco acesso à arte, fez com que sua experiência fosse extraordinária. “Com todo o aprendizado que tive no cinema nos  Estados Unidos, achei que era hora de retribuir e levar um pouco da arte dando visibilidade para minha cidade natal”, conta. Ela explica que, como artista fazer parte de um projeto que fala sobre a complexidade do comportamento humano, escolhendo entre o quão longe alguém vai por dinheiro ou amizade é extremamente gratificante.

From Bahia to Los Angeles

Nascida em Vitória da Conquista, Nicole Fahel tem 25 anos, e começou a carreira de atriz em 2013, em Salvador. Dois anos antes, havia feito intercâmbio sobre Shakespeare em Stratford, no Canadá. Em 2015 se mudou para Los Angeles, onde cursou atuação na New York Film Academy e em 2017 conseguiu o visto artístico para atuação e produção. Começou a produzir curtas e iniciou o trabalho como produtora desenvolvendo diversos projetos. Produziu vários curtas premiados, que foram para festivais europeus como Summer with Alicia (2017), The Bus Stop (2018) e Daisy (2016), este que a levou para o Cannes Short Film Corner.

Atualmente está desenvolvendo três documentários: Passage to AmericaThe Future e Bricks, Concrete and Steel – com o produtor e engenheiro americano Dilip Khatri. Além disso, trabalha em dois longas metragens, com Wagner Santisteban e Victoria Martonne, ambos em português.

Também está envolvida como Associate Producer no longa metragem americano On Our Way, atualmente em pós produção, que tem no elenco o consagrado ator irlandês, Liam Neeson. Em 2020, foi juíza do Festival Hollyshorts em Los Angeles e é membro do Comitê do Festival Diversity, em Cannes.  Agora está começando a trabalhar na Artemis Pictures, com a produtora Siena Oberman.

SINOPSE

Título original: Bang! Bang!

Ano: 2020

Estreia: EUA, em abril de 2021. Brasil, segundo semestre de 2021.

Gênero: Ação, Drama, Policial.

Diretor: Nicholas Joseph Cunha.

Produtora Executiva: Nicole Fahel.

País: Brasil/Estados Unidos.

Detalhes: 71 minutos / colorido / som.

Elenco: Nicole Fahel, Lucas Mogerley, Jordan Knapp, Antonia Morais, Marlon Samuda, Marcelo Serrado, Alice Guêga, Guilherme Aurich.

Informações à Imprensa

C+M Comunicação

11 4110-5132 / 11 99337-8536

Carlos Prado – carlos@castilhoemontano.com.br

Antonio Montano – antonio@castilhoemontano.com.br

Gostou da nossa matéria “Com DNA made in Brazil, “Bang Bang!” é lançado nos EUA“?

Com DNA made in Brazil, "Bang Bang!" é lançado nos EUA
A brasileira Nicole Fahel, produtora executiva e atriz do longa Bang Bang! Foto: Divulgação

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.644 outros assinantes

O Museu é Nerd! é destaque da programação de maio do MM Gerdau

Principal destaque da programação do mês, que será realizada nos dias 19, 20 e 21 de maio, O Museu É Nerd integra as atividades propostas pelo MM Gerdau para a 19ª Semana Nacional de Museus pelo Ibram.  A proposta é reverberar a temática nerd em diálogo com o recorte curatorial do museu por meio de atividades como bate-papos, workshop, exposições, concurso de cosplay, K-pop, RPG, Games, HQs, além de um inédito e inovador Artist’s Alley virtual

A cada atividade cultural proposta pelo MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal, o espaço busca, ao máximo, promover discussões teóricas e atividades práticas a fim de pensar o museu que se virtualiza e cria novas relações com outros campos e esferas. É a partir desta premissa que o MM Gerdau realiza o Museu É Nerd – iniciativa que integra a programação do museu desde 2017 – nos próximos dias 19, 20 e 21 de maio. Este ano a ação faz parte da 19º Semana Nacional de Museus pelo Ibram, que, em 2021,dialoga com o tema geral proposto: “O futuro dos museus – recuperar e reimaginar”.

Agora, em maio de 2021, a intenção é incentivar a discussão e a troca (por meio de atividades como apresentações de cosplay, K-pop, RPG, games, HQs, feira, espaço para jogos, bate-papo, workshops, exposições, etc) entre um universo que já nasce imerso no imaginário science fiction (sci-fi),  e espaços museológicos, já que, na suspensão de atividades físicas, o tecnológico, o digital e o ficcional, passam a ser também uma expansão de olhares para as constituições dos museus.

As conversações propõem, também, um paralelo interessante entre o surgimento do universo nerd no fim dos anos 30 – com a criação de Superman (1938) e Batman (1939) para os quadrinhos – e sua relação com o contexto pós-Revolução Industrial, da mesmo forma como, em 2021, a digitalização e a virtualização da vida se tornaram as questões temporais que imergem o mundo geek em um futurismo centenário de temas como universos ampliados e estendidos, NFT – arte digital e cryptoart, preload de games e animação, The GDMC Competition.

Todos estes temas e recortes serão discutidos e condutores para as atividades que contam com nomes como Carlos Fraiha, animador brasileiro indicado ao Oscar de animação com o filme “Os Guardiões da Galáxia” com os criadores do game brasileiro “Lampião Verde – A maldição da botija”, de Campina Grande, com o professor Claus Aranha da Universidade de Tsukuba, no Japão, e com o professor Gabriel Menotti, da Queen’s University, Canadá. Esses são alguns dos convidados para a construção de diálogos entre o universo nerd e o futuro dos museus.

Todas as atividades são gratuitas e serão realizadas de forma 100% online, uma vez que o museu segue com todas as ações em âmbito virtual como medida de combate à pandemia do COVID-19.

PROGRAMAÇÃO / O MUSEU É NERD:

Trilha: “Universos estendidos e ampliados” – 19/05

– 19/05, às 10h: “The GDMC Competition – A Inteligência Artificial e a experiência Minecraf” com Prof. Claus Aranha | Universidade Tsukuba (JP)

O Museu é Nerd! é destaque da programação de maio do MM Gerdau - Museu das Minas
MM Gerdau/Divulgação Claus Aranha – Universidade Tsukuba – O Museu é Nerd!

Transmissão ao vivo no canal do YouTube do Museu, com tradução em LIBRAS.

Mediação: Rangel Soares

Sinopse da atividade: Entre 2020 e 2021, o mundo mergulhou no metaverso; saímos dos encontros presenciais para encontros virtuais; a Realidade Estendida (XR-Extended Reality) passou a fazer parte de nossos dias; os vários lugares de uma realidade ficcional nos provocou a intensificação dos usos da tecnologia para a vivência em experiências com interfaces computacionais baseadas em Realidade Aumentada (AR-Augmented Reality), Realidade Virtual (VR-Virtual Reality) e Realidade Mista (MR-Mix Reality). É provável que, se você fez uma visita aos museus nos últimos anos, óculos de Realidade Virtual estiveram presentes para garantir sua imersão na obra. Quantos filtros AR você usou no Instagram? Já parou para pensar? As conferências de tecnologia ou os megas shows de música trouxeram a AR para a sala da sua casa, podendo, em um futuro próximo, acelerar a possibilidade de outras experiências coletivas – da arte à ciência. A trilha Universos estendidos e ampliados se inicia com a apresentação do professor da Universidade de Tsukuba – Japão, o maranhense Claus Aranha, que orienta alunos sobre o uso da Inteligência Artificial na competição de Design Generativo no Minecraft – The GDMC Competition (Generative Design Competition in Minecraft). O design generativo tem na tecnologia a relação de criação conjunta, e, através de algoritmos, a capacidade criativa é expandida. A competição tem auxiliado no desenvolvimento de novas possibilidades para se pensar o planejamento urbano, e o jogo Minecraft é a base para a criação.

Convidado: Claus Aranha | Universidade Tsukuba (JP)

Claus Aranha se formou na UNICAMP e hoje é professor na Universidade de Tsukuba, Japão. Sua pesquisa é focada em Vida Artificial, Evolução Computacional e Inteligência Artificial para jogos como Lobisomem e Minecraft. Nas horas vagas, gosta de participar de Game Jams.

Mediação: Rangel Sales | Docente UNI-BH e Doutorando na Escola de Design – UEMG (BR)

Docente no Centro Universitário de Belo Horizonte – UniBH desde 2010, atua profissionalmente nas áreas de design gráfico e editorial. Seus interesses acadêmicos são comunicação, educação e museologia. Tem experiência profissional em coordenação acadêmica, docência e pesquisa em design. É graduado em Comunicação Social, especializado em Projetos Editoriais e é Mestre em Educação Tecnológica. Atualmente, dedica-se à pesquisa, para doutoramento em Design, intitulada: “Do imaginário ao representativo: a atuação do design emocional na concepção dos espaços museais da hipermodernidade” no programa de Pós-Graduação em Design da Universidade do Estado de Minas Gerais – UEMG, sob orientação da Profa. Dra .Marcelina das Graças de Almeida.

14:30   Visita Virtual Mediada – “Entre Blocos e Picaretas: uma visita craftada”

(ação educativa do MM Gerdau por meio das plataformas Zoom ou Meeting, traduzida em LIBRAS)

“Entre Blocos e Picaretas: uma visita craftada” é um convite para uma aventura virtual pelo Museu, inspirada nos modelos de mundo aberto à maneira de alguns jogos contemporâneos e, mais especificamente, ao Minecraft, criado por Markus Persson. Enquanto estiverem “logados” conosco, os visitantes serão estimulados a explorar o ambiente, conhecer suas características e a descobrir minerais presentes na produção tecnológica. Ao longo dessa jornada o visitante poderá refletir sobre as potencialidades dos jogos virtuais e suas conexões entre diferentes mundos.

Inscrições individuais:

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfdSZ-ZgVVYxN9HC_mDmO2TRUrz66aAa0gMf6UbRDufFh32Jg/viewform

Inscrições para grupos pelo e-maileducativomm@mmgerdau.org.br

– 19/05, às 19h: “Museu sem Paredes”, com Prof. Gabriel Menotti | Queen’s University (CA)

Transmissão ao vivo no canal do YouTube do Museu, com tradução em LIBRAS.

Hervan Rossi Gabriel Menotti / Queen’s University – O Museu é Nerd!

Mediação: Karla Danitza

Sinopse da atividade: Na mesma trilha, professor assistente em curadoria e imagem em movimento na Queen’s University, em Ontário, Gabriel Menotti, antecipa as conexões da semana: ele apresenta o projeto “Museus sem Paredes” realizado em parceria com o Museu de Artes do Espírito Santo – MAES, com o apoio do Social Sciences and Humanities Research Council do Canadá e da Agnes Etherington Art Centre, Canadá. O encontro é um convite para se pensar que futuro há no presente da virtualização das realidades.

Convidado: Prof. Gabriel Menotti | Universidade Federal do Espírito Santo (BR)

Gabriel Menotti é pesquisador e curador independente, atuando em diversas formas de cinema. Atualmente trabalha como professor assistente em curadoria e imagem em movimento na Queen’s University, em Ontário. É autor e organizador de diversas publicações sobre imagem e tecnologia lançadas no Brasil e no exterior. Seu livro mais recente é “Practices of Projection: Histories and Technologies” (Oxford University Press, 2020), co-editado com Virginia Crisp. Coordena a rede de pesquisa e festival Besides the Screen.

– 19/05, às 20h /  “NFTs e CryptoArt, a Arte em um universo intangível e não fungível”, com Mônica Rizzoli e Shima Hirokazu Shimabukuro (BR)

Transmissão ao vivo no canal do YouTube e na Twitch TV do Museu, com tradução em LIBRAS.

Acervo pessoal Shima Hirokazu Shimabukuro – O Museu é Nerd!

Mediação: Shima Hirokazu

Sinopse da atividade: Os debates do dia se encerram com a mais recente discussão sobre mercados, propriedade intelectual e autenticidade na produção artística arquivada no digital: o NFT – Non-Fungible Tokens, tokens não fungíveis ou bens de dados únicos. NFTs e cryptoart ganharam força nos últimos meses e têm provocado controvérsias sobre sua efetividade como geração de recursos, visto que usa criptomoedas, como a Ethereum ou a mais conhecida, a Bitcoin, para compra e venda de obras de arte no universo intangível e, agora, não fungível do digital.

Convidada: Mônica Rizzoli | Artista Plástica (BR)

Monica Rizzolli é artista-programadora, estudou no Instituto de Artes da UNESP e na Kunsthochschule Kassel (Alemanha). Participou de projetos internacionais como MAK Center Artists and Architects (EUA), Creatives in Residence (China), Sweet Home (Espanha) e A.I.R. DRAWinternational (França). Recebeu o prêmio MAK Schindler, do MAK – Museum of Applied Arts Vienna. É co-fundadora da Noite de Processing e co-organizadora do Processing Community Day São Paulo de 2019, evento anual da Processing Foundation. É sócia da type foundry Just in Type e do estúdio de design Contrast – programação, tipografia e design.

Mediador: Shima Hirokazu Shimabukuro (BR)

Shima (São Paulo, 1978), vive e trabalha em Belo Horizonte/MG. É artista, pesquisador e professor em artes visuais formado em Desenho Industrial e pós-graduado em Gestão Cultural Contemporânea. Sua produção artística envolve performances, instalações, intervenções urbanas, audiovisuais, pinturas, desenhos e fotografias. Coordena o Espaço Efêmero, em Carrancas/MG e orienta artistas na construção de ferramentas para gestionar a carreira. É chef executivo no bistrô A Casa da Agnes e Designer na Agência New Friends on the Block, voltado para o mercado de Blockchains. Recentemente ingressou no mercado das NFT e participa da criação da comunidade CryptoArtBr e da 1ª Exposição Brasileira de CryptoArt. http://www.shima.art.br

– 21h / “Streaming Games – Among us com Canal RZero, GM Station Oficial, Capitão Serket (BR)”

Onde: Na Twitch TV do MM Gerdau

Mediação: Organizadoras do Museu é Nerd

Streamers Convidados:

– canal_rzero: Raphael Zero, carioca que mora em SP, ótimo em piadas ruins e fazer rimas aleatórias. Fã de JRPGs, RPGs Táticos, Roguelikes, Metroidvanias, indies e jogos de aventura.

– gmstation: George, cosplayer, editor de vídeo, criador de conteúdo e streamer na GM Station. Paulistano de nascimento, atualmente mora em BH. Curte jogos de RPG, de aventura, mundo aberto e plataforma. Gosta de focar na exploração do enredo e aproveita a aventura para conhecer mais sobre a obra, suas ligações e referências.

– capitaoserket: Felipe Cássio, conhecido como Serket, é streamer e cosplayer, especializado em Legends of Runeterra, Magic e League of legends. Aos 27, é atualmente o maior streamer de Legends of Runeterra do Brasil.

Organizadoras e apresentadoras do Museu é Nerd:

– Melânya Fiaux (Mel) é professora de inglês, tradutora, atriz e dubladora. É cosplayer desde 2006 e trabalha apresentando eventos em Belo Horizonte e região desde 2013. Melânya faz parte da equipe organizadora do “Museu é Nerd” desde sua primeira edição.

– RachAsakawa: Rachel é cosplayer desde 1999, apresentadora de palcos desde 2004, assim como juíza e organizadora de concursos em diversos eventos pelo país. Também conhecida por seu trabalho de cosplay e fotografia junto de sua esposa Rizzy, formando o time Praia de Concreto, nome também do canal de streaming da dupla.

– Rayara Eckhardt, ou Rizzy, como é conhecida nas redes sociais, é fotógrafa e cosplayer há aproximadamente 8 anos. Já participou e venceu diversos concursos cosplays e hoje é organizadora/jurada de concursos cosplays.

– Vitória Barros, conhecida também como Vii Princess, se dedica há 11 anos à divulgação da moda japonesa como coordenadora do grupo Moda Harajuku MG. Nesse tempo, já passou por Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo e Curitiba representando o grupo e palestrando sobre o estilo de Harajuku. Antes disso foi cosplayer desde os 13 anos de idade, e desde os 18 participa da organização de eventos dedicados à cultura pop japonesa no estado de Minas Gerais. 

Trilha: Universos Nerd – 20/05

Sinopse da atividade: Já em sua 5ª edição, o Museu é Nerd tem a intenção de aproximar o público nerd do Museu das Minas e do Metal. Ele compõe a trilha que traz workshop, concurso e feira. Do universo recente do K-pop à feira no estilo Artist’s Alley dos grande eventos nerd, quatro garotas nerds, Mel, Rach, Ray e Vic fazem um convite aos cosplayers, gamers, streamers, dubladores e um professor de língua japonesa para a exibição de uma programação diversa. Entre os convidados estão a campeã nacional e jurada da CCXP – Comic Con Experience, Thais Yuki, Júlio Shirou – vencedor da CCXP 2019 e Nando Grey, representante do Brasil no Mundial de Cosplay WCS (World Cosplay Summit).

O Museu é Nerd! é destaque da programação de maio do MM Gerdau - Museu das Minas
Thais Yuki /Divulgação Cosplay Mulher Gato – Thais Yuki – O Museu é Nerd!

– 20/05, às 15h: Workshop – K-Pop com Giulia Chan (BR)

Duração: 1h

Canal: Zoom

Quantidade de participantes: 20

Faixa Etária: livre

Inscrições pelo Sympla

Sinopse da atividade: O k-pop se popularizou nos últimos anos, puxados pela popularidade de ídolos que alcançaram fama internacional como Psy – Gangnam Style, Black Pink e BTS. As coreografias elaboradas fazem sucesso com o público. Oficina de introdução aos passos de dança K-Pop.

Professora: Giulia Chan é professora de Kpop há 4 anos e acompanha o estilo musical desde 2014!  Se dedica à dança há aproximadamente 9 anos, tendo feito aulas de jazz e danças urbanas. Atualmente faz parte de um grupo cover de Kpop chamado B&W Dance Crew.

Acervo pessoal Giulia Chan

– 20/05, às 16h: Workshop – Cosplay com Thaís Yuki (BR)

Duração: 1h

Quantidade de participantes: 20

Faixa Etária: 16+

Canal: Zoom
Inscrições pelo Sympla

Sinopse da atividade: A campeã nacional e jurada da CCXP Thais Yuki ministra uma oficina de cosplay ao vivo, ensinando técnicas de construção de acessórios com a oficina de elaboração de circuito de LED para iluminar armaduras e outros props.

Sobre Thaís Jussimmais conhecida como Yuki Lefay, é uma referência do cosplay nacional. Durante anos venceu diversos concursos em todo o país, e foi  representante brasileira no WCS Japão. Cenógrafa, figurinista, maquiadora profissional e produtora atuante principalmente no mercado publicitário e de eventos, também é sócia da Cosplay Art, empresa responsável pela organização e curadoria das atividades de cosplay dos maiores eventos do país. Frequentemente convidada a participar e julgar concursos em grandes eventos por todo o mundo, Yuki conta com mais de 70 cosplays realizados, e diversos títulos acumulados. Por sua vasta experiência e conhecimento nas mais diversas áreas do cosplay, é jurada de concurso de cosplay e consultora em eventos como CCXP, BGS, GameXP, Geek City, entre outros.

– 20/05, às 18h: Bate Papo – Dublagem em filmes, games e animações com Melânya Fiaux e Luciano Vivacqua (BR)

Transmissão ao vivo no canal do YouTube e Twitch TV do Museu, com tradução em LIBRAS.

Sinopse da atividadeA dublagem é umas das principais profissões ligadas ao entretenimento e que desperta muita curiosidade entre os fãs de jogos, filmes e animações. Na live, os dubladores profissionais Melânya Fiaux e Luciano Vivacqua contam mais sobre a profissão, como se tornar um dublador e técnicas de dublagem.

Convidados:

– Luciano Vivacqua é Bacharel em Literatura pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP, 2003) e Ator pelo Centro de Formação Artístico e Tecnológico (CEFART, 2006). Dublador e diretor de dublagem há mais de dez anos, Luciano tem seus trabalhos como dublador e voice over exibidos em canais como SBT, HBO, AMC, Netflix, Paramount, Studio Universal, National Geografic, entre outros. Como diretor de dublagem, já contabilizou mais de uma centena de filmes dirigidos em versão brasileira, desde voice over, passando por desenhos animados, séries, longas e curtas metragens. 

– Melânya Fiaux (Mel) é professora de inglês, tradutora, atriz e dubladora. É cosplayer desde 2006 e trabalha apresentando eventos em Belo Horizonte e região desde 2013. Melânya faz parte da equipe organizadora do “Museu é Nerd” desde sua primeira edição.

– 20/05, às 19h30 – Premiação – Concurso Cosplay (BR)

Informações sobre regras de participação e premiação serão informadas no Instagram do MM Gerdau – Em breve

Transmissão ao vivo no canal do YouTube e Twitch TV do Museu, com tradução em LIBRAS.

Jurados: Paula Kamei (jurada do WCS Belo Horizonte), Júlio Shirou (vencedor da CCXP 2019) e Nando Grey (representante do Brasil no Mundial de Cosplay WCS).

Bios jurados:

– Júlio Shirou (BR): Júlio César, cosplayer mineiro, conhecido no meio cosplay como “Shirou” e praticante do hobby desde 2007. A parte que mais gosto do cosplay é o play (performance), representar uma cena em palco retratando meus personagens favoritos. Sou também apaixonado pela criação artística de props para cosplay das mais diversas técnicas, formas e materiais. Os trabalhos que mais me inspiram estão diante do cenário competitivo pois posso atrelar o amor ao cos e ao play de maneira completa.

– Nando Grey (BR): Cosplayer desde 2010, 4 vezes finalista do world cosplay summit Brasil, e campeão brasileiro em 2014, representando o Brasil no Japão em 2015. Além de competidor, também atua como jurado desde 2014, tendo integrado o júri de dezenas de concursos em diversos estados brasileiros.

– Paula Kamei (BR): Olá, sou Kamei, sou cosplayer e frequento eventos geek desde 2008. Com o passar dos anos aprendi a produzir meus cosplays, costurar, fazer props, estilizar perucas, maquiagem e muito mais. O hobby me ajudou tanto pessoalmente como profissionalmente, trabalhei em muitos eventos e ações como cosplayer. Fico muito feliz de ser novamente convidada pelo O Museu é Nerd para ser júri do concurso cosplay!

Trilha: Preload – 21/05

Recorte curatorial: Em jogos, o game preloading é a possibilidade de se realizar a descarga/download dos jogos antes de eles estarem disponíveis. No Preload da Semana Nacional de Museus,  jogo e animação são partes da reflexão sobre o futuro dos museus. Em um universo de realidades estendidas e ampliadas, a virtualização e a digitalização são também a gamificação das artes, das ciências e da vida? Há mais de oitenta anos o historiador Johan Huizinga escreveu sobre o homem e o jogo. Em seu livro Homo ludens: o jogo como elemento da cultura (1938), ele fala sobre o homem que transcende o sapiens, o faber e passa a ser ludens. Para o historiador “é no jogo e pelo jogo que a civilização surge e se desenvolve”.

– 21/05, às 14h30: Workshop – Japonês com Tsuyoshi (BR)

Sinopse da atividade: O professor do Centro de Língua Japonesa de BH, Tsuyoshi, apresenta uma aula online em que ensina o básico da língua japonesa para os participantes. Exibição de trechos curtos, de menos de 20 segundos, de animações japonesas e páginas de quadrinhos para contextualização da aula.

Duração: 1h

Canal: Zoom

Quantidade de participantes: 20

Faixa Etária: 13+

Inscrições pelo Sympla

Professor: Renato Tsuyoshi é professor de língua japonesa há 12 anos, tendo atuado na escola modelo de língua japonesa de Minas Gerais e é um dos fundadores do Centro de Língua Japonesa de Belo Horizonte. Em 2014 foi para o Japão como bolsista do programa JICA para formação de professores de japonês. Suas aulas tem como foco a cultura japonesa associada ao aprendizado da língua.

– 21/05, às 16h – Ceci n’est pas une mouche – Isto não é uma mosca, com Carlos Fraiha (CA)

Mediação: Karla Danitza

Transmissão ao vivo no canal do YouTube e Twitch TV do Museu, com tradução em LIBRAS.

Sinopse da atividadeCeci n’est pas une mouche – Isto não é uma mosca, traz um bate papo sobre a animação que conta o percurso do belo-horizontino Carlos Fraiha, animador profissional desde 2008. Ceci n’est pas une mouche – Isto não é uma mosca talvez seja uma aventura sobre o imaginário nos museus. Carlos integrou a equipe vencedora do Oscar de efeitos especiais de 2017, por Mogli: o menino lobo. Em 2021 concorre ao Oscar com A Caminho da Lua como melhor longa de animação.

ConvidadoCarlos Fraiha é animador profissional desde 2008, com passagem por alguns dos principais estúdios do mundo na área, como a Industrial Light & Magic e Weta Digital. Atualmente faz parte da equipe de animação da Sony Pictures Imageworks, no Canadá. Entre seus trabalhos estão os filmes Guardiões da Galáxia, Vingadores: Guerra Infinita, Mogli, O Hobbit, Planeta dos Macacos: A Guerra, Jurassic World: Fallen Kingdom, e o longa de animação A Caminho da Lua.

– 21/05, às 18h – Mundo acessível com Christian Bernauer | AbleGamers (BR) + Lucas Ramon | Educativo MM Gerdau

Mediação: Mateus Nogueira

Transmissão ao vivo no canal do YouTube do Museu, com tradução em LIBRAS.

Sinopse da atividade: Em preload, a acessibilidade e a inclusão são discutidas em colaboração com a AbleGamers, que trata especificamente do desenvolvimento de suportes para atendimento às diversidades das Pessoas com Deficiências. Nesse encontro, o museu lança o seu Librário Digital, um jogo de libras que ensina a todos a Língua Brasileira de Sinais – LIbras.

ConvidadoChristian Bernauer | AbleGamers (BR) | Representante da AbleGamers no Brasil, instituição que há mais de 15 anos atua para tornar videogames mais acessíveis para pessoas com deficiência (PcD). Desde 2017 organizando eventos para arrecadar fundos para a AbleGamers e discutindo o tema de acessibilidade em videogames. Ex-apresentador do Xbox Drops e Sextou Xbox, programas do canal oficial de Xbox Brasil no Youtube. Ex-redator no blog Nós Nerds. Idealizador da campanha Rod In Brazil, que mobilizou a comunidade de Xbox para trazer Rod Fergusson, diretor da franquia Gears of War para a BGS 2018.

ConvidadoLucas Ramon – Educativo MM Gerdau | Lucas Ramon é cartunista e surdo brasileiro. Apresentou desenhos no Festival Internacional de  Quadrinhos em 2015 sobre os Três Patetas Surdos. Após este evento passou a ministrar palestra em quase todos os estados no Brasil com o mesmo tema. Aos 25 anos de idade, se profissionalizou em desenho, curso ofertado pela Casa dos Quadrinhos, em Belo Horizonte, onde conheceu o mundo das histórias em quadrinho e animação Cartoon Network, onde se apaixonou. O livro “Três Patetas Surdos” foi lançado no Bienal Minas Gerais em 2016. Lucas também fez exposição de seus desenhos na Gibiteca de Curitiba; deu entrevistas para emissoras de TVS Rede Minas, Record e outras; foi convidado para participar do dia dos quadrinhos em Belo Horizonte-MG (2016, 2017 e 2018), e lançou o livro “Os Dinossauros Sobrevivem”, que até 2021 já alcançou 1720 unidades vendidas.

– 21/05, às 19h – Sertão Profundo e o game brasileiro “Lampião Verde – A maldição da botija” com Rubem Medeiros

Mediação: Luciano Jorge

Transmissão ao vivo no canal do YouTube do Museu, com tradução em LIBRAS.

Sinopse da atividade: Nascido em Campina Grande, na Paraíba – “Lampião Verde – A maldição da botija” é um jogo brasileiro inspirado no herói Lanterna Verde. O game é um passeio pelas culturas nordestinas do sertão e os imaginários nas histórias de Lampião. Em um pequeno trecho sobre o desenvolvimento, que a turma do Narsvera mantém updates sobre o processo de criação, há indicações dos caminhos do que veremos no game. Já Sertão Profundo é um jogo de ação e aventura ambientado num universo fantástico inspirado no imaginário da cultura nordestina. Com jogabilidade que conta com exploração, combates e puzzles, o jogo conta a história de um Lampião moribundo que vai entrar nesse novo mundo e tentar refazer seu bando enquanto lida com seu passado de terror.

Convidados:

– Rubem Medeiros | Sertão Profundo (BR) | Rubem Medeiros é graduado e mestre em Engenharia Elétrica, tendo também cursado Composição Musical. Além de professor na área de Computação e presidente da Associação Paraibana de Games, atua principalmente como diretor no estúdio Narsvera, desenvolvendo jogos e aplicações interativas com viés mais artístico e cultural.

  • Luciano Jorge (BR) | Professor da rede pública de Belo Horizonte e do Estado de Minas Gerais. Luciano também é membro do Observatório da Discriminação racial no Futebol e contribui com o Jornal Empoderado. Seus trabalhos passam pelo Ensino da Educação Física, mundo nerd, futebol e questões raciais e temas correlatos

AGENDA – SEMANA NACIONAL DOS MUSEUS – O MUSEU É NERD

TRILHAS

Universos estendidos e ampliados

Quarta-feira, dia 19 de maio

10:00  The GDMC Competition – A Inteligência Artificial e a experiência Minecraf  – Prof. Claus

Aranha | Universidade Tsukuba (JP) – Transmissão ao vivo no canal do YouTube do Museu, com tradução em LIBRAS.

14:30   Visita Virtual Mediada com o Educativo – Entre Blocos e Picaretas: uma visita craftada – Plataformas Zoom ou Meeting, com tradução em LIBRAS.

19:00  Museu sem Paredes – Prof. Gabriel Menotti | UFES (BR-CA) –  Transmissão ao vivo no canal do YouTube do Museu, com tradução em LIBRAS.

20:00  NFTs e CryptoArt, a Arte em um universo intangível e não fungível – Mônica Rizzoli e Shima Hirokazu Shimabukuro (BR) –Transmissão ao vivo no canal do YouTube e na Twitch TV do Museu, com tradução em LIBRAS.

21:00  Streaming Games – Among us com Canal RZero, GM Station Oficial, Capitão Serket (BR) – Na Twitch TV do MM Gerdau

Universo Nerd e cosplays

Quinta-feira, dia 20 de maio

15:00  Workshop – K-Pop com Giulia Chan (BR) – Plataforma Zoom

Inscrições:https://www.sympla.com.br/workshop—k-pop-com-giulia-chan-br__1211101

16:00  Workshop – Cosplay com Thaís Yuki (BR)- Plataforma Zoom

Inscriçõeshttps://www.sympla.com.br/workshop—cosplay-com-thais-yuki-br__1211140 

18:00  Bate-papo – Dublagem em filmes, games e animações com Melânya Fiaux e Luciano

Vivacqua (BR) – Transmissão ao vivo no canal do YouTube e Twitch TV do Museu, com tradução em LIBRAS.

19:30  Premiação – Concurso Cosplay (BR) – Transmissão ao vivo no canal do YouTube e Twitch TV do Museu, com tradução em LIBRAS.

Preload

Sexta-feira, dia 21 de maio

14:30  Workshop – Japonês com Tsuyoshi (BR) –  Plataforma Zoom

Inscrições: https://www.sympla.com.br/workshop—japones-com-tsuyoshi-br__1211165 

16:00  Ceci n’est pas une mouche – Isto não é uma mosca com Carlos Fraiha (CA) – Transmissão ao vivo no canal do YouTube e Twitch TV do Museu, com tradução em LIBRAS.

18:00  Mundo acessível com Christian Bernauer | AbleGamers (BR) + Lucas Ramon – Educativo

MM Gerdau – Transmissão ao vivo no canal do YouTube do Museu, com tradução em LIBRAS.

19:00  Sertão Profundo e o game brasileiro “Lampião Verde – A maldição da botija” com Rubem Medeiros – Transmissão ao vivo no canal do YouTube do Museu, com tradução em LIBRAS.

:: SOBRE O MM GERDAU O MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal ::

 |@mmgerdau |  

MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal, integrante do Circuito Liberdade desde 2010, é um museu de ciência e tecnologia que apresenta de forma lúdica e interativa a história da mineração e da metalurgia. Em 20 áreas expositivas, estão 44 exposições que apresentam, por meio de personagens históricos e fictícios, os minérios, os minerais e a diversidade do universo da Geociências.

O Prédio Rosa da Praça da Liberdade, sede do Museu, foi inaugurado em 1897, juntamente com Belo Horizonte. Tombado pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico (IEPHA), o edifício passou por meticuloso trabalho de restauro, que constatou que a decoração interna seguiu o gosto afrancesado da época, com vocabulário neoclássico e art nouveau.  O projeto arquitetônico para a nova finalidade do Prédio Rosa, que já foi Secretaria do Interior e da Educação, foi feito por Paulo Mendes da Rocha e a expografia, que usa a tecnologia como aliada da memória e da experiência, foi de autoria de Marcello Dantas.

O MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal é patrocinado pela Gerdau, via lei Federal de Incentivo à Cultura, com o apoio da Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM).

Gostou da nossa matéria “O Museu é Nerd! é destaque da programação de maio do MM Gerdau – Museu das Minas“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.644 outros assinantes

Rede Família transmite a Copa da Liga Paulista de Futsal

A Rede Família de Televisão transmite, a partir de 8 de maio, a Copa da Liga Paulista de Futsal. A cobertura, exclusiva na TV aberta, tem a parceria da LiveSports e traz o melhor do futsal com a participação dos principais clubes da região. Todos os jogos serão transmitidos sempre aos sábados, a partir das 16h.

O primeiro confronto da Copa da Liga Paulista de Futsal a ser transmitido, diretamente do Ginásio Rogê Ferreira, em Campinas, reúne Pulo Futsal Campinas e Brutos Futsal Limeira, no dia 8 de maio, com transmissão da Rede Família a partir das 16h.

A Copa, com final marcada para o dia 10 de julho, terá a participação também de Uniara Fundesport, AD Indaiatuba, Barão de Mauá Ribeirão e A.A. Botucatuense.

A transmissão da Copa da Liga Paulista de Futsal envolve investimentos da emissora para oferecer ao público um evento esportivo de qualidade em uma grade de programação cada vez mais diversificada.

João Palomino, CEO da LiveSports, empresa especializada em streaming e parceira da Rede Família em conteúdos e eventos esportivos, destaca que o futsal sempre foi muito forte e empolgante no interior de São Paulo. “Esta parceria, que reúne Rede Família, Liga Paulista de Futsal e LiveSports, vai proporcionar crescimento à modalidade e atração aos torcedores, porque são times tradicionais e que investem bastante. Garantia de grandes jogos”, afirma.

A transmissão dos jogos da Copa não serão as únicas atrações do futsal na Rede Família. No programa Ligados no Esporte, que vai ao ar de segunda a sexta, das 19h às 19h30, o torcedor vai acompanhar boletins e reportagens exclusivas sobre o campeonato, com o resultado de todos os jogos.

Acompanhe os jogos

08/05, às 16h – Ginásio de Esportes Rogê Ferreira (Campinas)

Pulo Futsal Campinas X Brutos Futsal Limeira

15/05, às 16h – Ginásio do Complexo Esportivo Morada do Sol (Indaiatuba)

AD Indaiatuba X Brutos Futsal Limeira

22/05, às 16h – Ginásio de Esportes Rogê Ferreira (Campinas)

Pulo Futsal Campinas X Uniara Fundesport

29/05, às 16h – Ginásio de Esportes Osvaldão (Gavião Peixoto)

Uniara Fundesport X Barão de Mauá Ribeirão

05/06, às 16h – Ginásio de Esportes Rogê Ferreira (Campinas)

Pulo Futsal Campinas X AD Indaiatuba

12/06, às 16h – Ginásio de Esportes Osvaldão (Gavião Peixoto)

Uniara Fundesport X AD Indaiatuba

19/06, às 16h – Ginásio do Complexo Esportivo Mário Covas Jr. (Botucatu)

A.A. Botucatuense X Pulo Futsal Campinas

Rede Família transmite a Copa da Liga Paulista de Futsal
Foto: Divulgação

MAIS SOBRE A REDE FAMÍLIA

Rede aberta de TV, a Rede Família de Televisão transmite sua programação pelo canal 8.1, para 58 municípios do interior de São Paulo, alcançando cerca de 7 milhões de telespectadores. Está disponível também pelo canal da NET nas cidades de Campinas, Indaiatuba, Valinhos, Vinhedo e Limeira, nos canais 26 e 526, e Franca (SP), no canal 525. Com sede em Limeira e estúdios em Campinas, a emissora atua há mais de 23 anos na área de informação e está presente também no mercado de entretenimento e cultura. A partir do sinal de satélite, está disponível para parabólicas para mais de 85 milhões de telespectadores em todo o território nacional. (#SeLigaNaRedeFamilia).

Gostou de “Rede Família transmite a Copa da Liga Paulista de Futsal“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.644 outros assinantes

Teatro Municipal de Santo André celebra 50 anos com série de depoimentos

Para celebrar o cinquentenário do Teatro Municipal de Santo André, Maestro Flavio Florence, completado no último dia 13 de abril, será lançada nesta sexta-feira (30), às 19h, a série ‘Teatro Municipal: Memória e História’, composta por mais de 30 depoimentos de personagens que marcaram estas décadas. Os episódios farão parte da agenda ‘Cultura em Casa SA’ e serão disponibilizados quinzenalmente em uma playlist no canal da Secretaria de Cultura no YouTube.

A série reúne memórias de atores, músicos, dançarinos, produtores e funcionários, recheadas com trechos de imagens da Videoteca de Santo André, fotos do acervo do Museu de Santo André Dr. Octaviano Armando Gaiarsa e registros cedidos pelos participantes.

“Mesmo fechado pela pandemia e pela merecida reforma que está sendo realizada, não poderíamos permitir que este espaço tão grandioso, tão relevante para Santo André, não recebesse a devida homenagem em seu cinquentenário. A série ficará como um registro para a cidade. É uma honra produzi-la e tenho certeza que o público vai adorar”, explica a secretária adjunta de Cultura, Azê Diniz.

Memórias – Entre as recordações do primeiro episódio estão a inesquecível passagem do dançarino e coreógrafo Kazuo Ono durante a 1ª Mostra Internacional de Teatro de Santo André, o sucesso do espetáculo ‘O Brando’, realizado pela primeira turma da Escola Livre de Teatro, e a Ópera Punk, além da construção e da inauguração do Municipal.

“A trama tinha muitos tiros de pólvora seca e o tiroteio fazia com que todo o teatro ficasse com cheiro de pólvora. Assim se deu a inauguração: com muita pólvora! Nós lotamos o teatro por quase dois meses seguidos”, relembra o ator Antonio Petrin sobre a primeira produção a ocupar o palco, “Guerra do Cansa Cavalo”, texto de Osman Lins com produção do Grupo Teatro da Cidade (GTC), em 13 de abril de 1971.

Para o ator e diretor Esdras Domingos, “é um privilégio ter um teatro tão estruturado, profissionalmente falando, que dá uma qualidade artística, técnica e uma segurança para trabalhar incrível. Depois que você passa pelo Teatro Municipal de Santo André, se sente muito seguro para ir para qualquer teatro do Brasil”.

Participam também do primeiro episódio Alexandre Takara, José Armando Pereira, Sônia Varuzza, Augusto Maciel, Celso Frateschi, Sônia Kavantan, Antônio Correa Neto, maestro Abel Rocha, Luis Alberto de Abreu, Sérgio Guizé, entre outros.

Melhorias – No mês em que o teatro completa 50 anos, a Prefeitura de Santo André entregou algumas das melhorias previstas para o espaço. A principal, a restauração das poltronas, foi entregue dia 8, no aniversário de 468 anos da cidade. O restauro resgatou o desenho original das poltronas, elaborado pelo designer-arquiteto Jorge Zalszupin para a empresa L’Atelier.

Outro serviço já executado no importante espaço cultural da cidade foi a troca da cobertura do teatro. Estão previstas ainda outras ações, como a impermeabilização, revitalização do saguão, readequação da bilheteria, revitalização e readequação do sistema de iluminação cênica e sonorização e da iluminação ambiente, além da garantia de acessibilidade total ao público.


| Texto: Daniela Mian e Marcos Imbrizi
| Fotos: Angelo Baima/PSA

Teatro Municipal de Santo André

Gostou da nossa matéria “Teatro Municipal de Santo André celebra 50 anos com série de depoimentos“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.644 outros assinantes

Barracão Teatro leva para a sua casa “Zabobrim, o Rei Vagabundo”

Como transpor para os limites da tela um espetáculo concebido para dialogar com o público? Com o desafio lançado, o Barracão Teatro – importante centro de investigação e pesquisa das artes da cena, localizado em Campinas (SP) – apresenta a adaptação de “Zabobrim, O Rei Vagabundo” (um dos clássicos do repertório do grupo) para os formatos digitais.

Filmado e formatado para a realização de uma série de seis apresentações on-line, gratuitas, nas plataformas sociodigitais do Barracão Teatro, “Zabobrim, O Rei Vagabundo Online” tem sua estreia nesta sexta-feira, 16 de abril, às 20h. A temporada, contemplada pelo Programa de Ação Cultural do Estado de São Paulo (ProAC), com recursos da Lei Aldir Blanc, se estende nos dias 17, 18, 23, 24 e 25 de abril.

A temporada on-line terá uma novidade: o grupo receberá o público,, às 19h40, em uma antessala da plataforma Zoom, para conversar com os participantes. O link de acesso para a noite de estreia, sexta-feira, dia 16, é http://bit.ly/zoom_antessala_estreiazabobrim. Nos outros dias, o link estará disponível no Youtube e Instagram do Barracão Teatro.

Barracão Teatro leva para a sua casa "Zabobrim, o Rei Vagabundo"

Sob nova perspectiva
O espetáculo “Zabobrim, O Rei Vagabundo”, foi concebido, na sua origem, para ser uma obra volátil que dialogasse diretamente com público. Para a adaptação do espetáculo aos formatos digitais, o Barracão Teatro contou com a parceria da produtora de vídeo Mapache Filmes – fundada e dirigida pelo videomaker e cineasta Levi Munhoz.

“Entendemos que essa ressignificação não foi simplesmente o ato de filmar um espetáculo teatral já concebido, mas criar uma adaptação da obra feita exclusivamente para ser vinculada e apresentada nas redes a fim de possibilitar um diálogo presente com o espectador que assiste do outro lado da tela”, destaca a diretora Tiche Vianna.

Transpor uma linguagem para outra sem querer ter perdas é uma tarefa árdua e seria uma “prepotência dizermos que conseguimos fazer isso”, reforça Tiche. Em “Zabobrim, o Rei Vagabundo Online”, a equipe teve, acima de tudo, a possibilidade de estudar, revisitar, desmontar e remontar um espetáculo teatral sob uma nova perspectiva.

Quais os desafios? “A primeira coisa que perderíamos seria a relação interativa com o público e por conta disso, seria necessário modificar a narrativa. Isso diminuiu consideravelmente o tempo de realização das cenas o que favoreceu muito a apresentação através da tela”, afirma.

Segundo ela, “é diferente gravar um espetáculo teatral e reinventar a teatralidade no ‘teatro audiovisual’. Como a câmera se aproxima e às vezes entra na cena, atrizes e atores tiveram que condicionar corpos habituados ao exagero, a não caminhar as distâncias cênicas e recriar seus movimentos: tanto da máscara em si, que pressupõe sutilezas do rosto (coisa que não vemos no teatro por causa da distância), quanto da coluna e transferência de peso, redesenhando seus gestos. Tudo ganhou outra dimensão e é por meio do retorno, que poderemos ter através do público, após as apresentações, que saberemos com mais profundidade como operar essa outra perspectiva de trabalho, que parece ser o que nos moverá nos próximos meses”, reflete.

Do outro lado da tela
Desde sua estreia, em 2015, o espetáculo circulou por diversas cidades, apresentando em festivais, mostras e temporadas. Em cada lugar, e diante de cada público diferente, a peça, na improvisação direta com a plateia, ia se reconfigurando na atualização de piadas, interações e comentários (tudo isso a partir dos acontecimentos atuais e do retorno do espectador).

Agora, sob a nova perspectiva virtual, a diretora é enfática: “Longe de termos uma câmera que captura imagens fiéis ao realismo, temos uma câmera que vasculha alguns ângulos distintos da cena, na busca de uma intimidade que só a presença cênica é capaz de revelar. Ainda temos muito a aprender e o desafio é esse. Quanto mais caminho pela frente, maior a vontade de realizar a possibilidade do agora”, conclui Tiche Vianna com muitas ideias na cabeça e, definitivamente, uma câmera na mão.

Ficha técnica

Dramaturgia
Tiche Vianna – Esio Magalhães

Direção
Tiche Vianna

Atuação
Cintia Birocchi
Esio Magalhães
Fernando Fubá
Kara Ariza
Raissa Guimarães
Rodrigo Nasser
Ulisses Junior

Direção Musical
Marcelo Onofri

Direção de arte (figurinos)
Antonio Apolinário

Designer Gráfico
Ana Muriel

Técnico de Iluminação
Erico Damineli

Produtora Executiva
Cau Vianna

Assistente de Produção
Thomas do Anjos

Sinopse do espetáculo
Na peça, Zabobrim, o palhaço vagabundo remexe o lixo e encontra uma lâmpada mágica. Um gênio lhe concede três pedidos e ele pede para se tornar rei. Seu desejo é realizado e Zabobrim retorna ao passado, quando o fim da monarquia se anuncia e os reis estão perdendo suas cabeças.

Serviço
“Zabobrim, o “Rei Vagabundo On-Line”
Quando: 16, 17 e 18 de abril (sexta a domingo); 23, 24 e 25 de abril (sexta a domingo), sempre às 20h.
Ondehttps://www.youtube.com/barracaoteatro 
Recepção do público: plataforma Zoom, às 19h40. Link de acesso para a estreia, sexta-feira, dia 16, é http://bit.ly/zoom_antessala_estreiazabobrim. Nos outros dias, o link estará disponível no Youtube e Instagram do Barracão Teatro.
Classificação indicativa: 12 anos.

Projeto: Zabobrim, o Rei Vagabundo Online, contemplado pelo Programa de Apoio Cultural Expresso Lei Aldir Blanc nº36 – Produção e temporada de espetáculo de teatro com apresentação on-line, da Secretaria de Cultura do Governo do Estado de São Paulo.

Gostou da nossa matéria “Barracão Teatro leva para a sua casa “Zabobrim, o Rei Vagabundo”“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia Caderno Cultural. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.644 outros assinantes

Vai ter Carnaval em 2021, mas pela internet

Como a pandemia não dá trégua, a maior festa popular do país, o carnaval, não vai arrastar milhares de brasileiros nas ruas. É que a necessidade de reforçar o isolamento e evitar aglomerações, a maioria das cidades do país cancelaram os festejos com medo do aumento dos casos da Covid. Afinal, vai ter carnaval em 2021?

Mas, com a criatividade peculiar do brasileiro, muitos blocos prometem manter a festa, mas apenas online, com eventos pela internet. A jornalista Renata Maffezoli, já entrou no clima para o carnaval virtual.

Para 2021, um das principais troças de Olinda, em Pernambuco, o Cariri preparava uma grande festa para comemorar o seu 100 anos de fundação. O bloco, que abre os festejos na madrugada de domingo, sai todos os anos com a chave prateada pelas ladeiras da cidade histórica.

Hilton Santana, diretor de comunicação do Cariri, fala que mesmo com a tristeza do momento, a troça vai preparar 3 dias de festa online trazendo o frevo para dentro da casa das pessoas.

No sábado (13), um show com quatro grandes orquestras de frevo esquentam os foliões. No domingo (14), às 4 horas da manhã, o Cariri vai estar, ao vivo, acordando os foliões para o carnaval. Na segunda, um show com maestro Spock festeja os 100 anos da troça.

Em Brasília, um outro bloco que é tradicional, mas um pouco mais novo, também vai comemorar seu décimo carnaval de forma virtual. O bloco de Djs “Aparelhinho” vai encarar 8 horas de festa pela internet.

O Aparelhinho terá surpresas, como convidados especiais para animar a segunda-feira de carnaval. Para DJ Ops, um dos fundadores do Aparelhinho, a festa online é uma forma de marcar a resistência do bloco.

As festividades do Cariri Olindense e do Aparelhinho de Brasília serão gratuitas pela internet. O Cariri pelas redes sociais da troça, e o Aparelhinho pela Rádio Cafuné no aplicativo Zoom.

Os dois blocos também estão arrecadando fundos para financiar os artistas e equipe técnica que fazem o carnaval. O Cariri está vendendo camisetas da troça e o Aparelhinho uma rifa, ambos também pela internet.

Com Agência Brasil.

Gostou de “Vai ter Carnaval em 2021, mas pela internet“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Aproveite e leia mais notícias do Brasil.

Vai ter Carnaval em 2021, mas pela internet
Considerado o maior bloco carnavalesco do mundo, o Galo da Madrugada toma as ruas da cidade

Maratona Enem vai ao ar na TV Brasil para ajudar na reta final

Uma parceria da EBC, Empresa Brasil de Comunicação, com os ministérios das Comunicações e da Educação e com a Secretaria de Educação do Distrito Federal vai levar ao ar a Maratona Enem, na tela da TV Brasil. Serão aulões transmitidos às quintas-feiras e aos sábados desta semana e da próxima, de 14h até 18h.

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, destacou que a parceria amplia o acesso à educação. Isso porque, enquanto a internet funciona de forma precária para grande parte da população, quase todas as famílias têm um aparelho de televisão em casa.

Durante as aulas na TV Brasil, os estudantes que tiverem um telefone celular com acesso à internet poderão baixar material extra e simulados do ENEM. Então, basta apontar a câmera do aparelho para o código QR que vai aparecer no canto da tela.

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, destacou que, desde que o Enem começou a dar acesso ao ensino superior no Brasil, em 2004, sempre houve a preocupação de usar o exame para reduzir as desigualdades sociais. Para ele, a transmissão dos aulões pela TV se junta a outras iniciativas, como a lei que reservou vagas para estudantes da rede pública.

Papel da Comunicação na Educação

A TV Brasil faz parte da EBC, assim como a Agência Brasil, a Radioagência Nacional e as rádios MEC e Nacional.

O presidente da EBC, Glen Valente, afirmou que a Maratona Enem reforça o papel da comunicação pública como instrumento de cidadania.

A Maratona Enem vai ao ar quinta e sábado desta e da próxima semana, nos dias 14, 16, 21 e 23 de janeiro, sempre das 14h às 18h. A transmissão será feita pela TV Brasil, que em boa parte do país funciona no canal 2.1 na TV digital, e também nos perfis no YouTube da TV Brasil e da Secretaria de Educação do Distrito Federal.

Além disso, tem o tradicional programa “Caiu no Enem”, com a correção da prova ao vivo. Será nos dois próximos domingos, na TV Brasil e na Rádio Nacional, a partir das 19h30.

“Maratona Enem vai ao ar na TV Brasil para ajudar na reta final” é com informações de Agência Brasil

Gostou da matéria “Maratona Enem vai ao ar na TV Brasil para ajudar na reta final”?

Assine nossa Newsletter e fique por dentro das notícias, assim que forem publicadas, ou como desejar. Portanto, para periodicidade, confira informações no email recebido. Então, aproveite e leia mais sobre o ENEM.

Maratona Enem vai ao ar na TV Brasil para ajudar na reta final
A TV Brasil, no Rio de Janeiro, passa a operar a partir de hoje (1º) com um novo transmissor no Sumaré, que trará uma amplitude de sinal na capital fluminense. A TV Brasil é uma emissora da Empresa Brasil de Comunicação (EBC). Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil