Arquivo da tag: como é

A Cabeça do Dragão

Gustavo Miotti* é autor de “A Cabeça do Dragão”.

O filme “Lost in Translation”, da diretora Sofia Copolla, narra a passagem de dois americanos pelo Japão. Em vários momentos, os personagens parecem ter perdido o sentido na tradução de alguma ação ou fala, bem como ficam perdidos na compreensão da cultura japonesa em quase sua totalidade. Assim que me sinto em relação a China. Apesar de tê-la conhecido há mais de 25 anos, quando ainda predominavam as bicicletas e os homens vestindo o traje tradicional de Mao Zedong, é um destino que quanto mais busco, leio e estudo, parece que mais distante estou de compreendê-lo.

Se às vezes achamos o Brasil complicado de entender, imagine a China, que tem quase 4.500 anos a mais em sua história, 302 línguas faladas e uma população quase sete vezes maior. Mas ao me deparar com as contradições da China atual, sempre me recordo do paradoxo de Sócrates: Só sei que nada sei! Buscando algo bem mais recente, a sinóloga italiana Giada Messetti desabafa em seu livro sobre a China: “Depois de morar tantos anos no país, aprendi uma única coisa. Quando se trata de China, somente uma coisa é certa: nada é simples como possa parecer. Nada!” Paradoxalmente, aceitar essa complexidade auxilia a entender um pouco mais o dragão através de três importantes perspectivas: yin e o yang, o pensamento chinês e o confucionismo.

Yin e o Yang é uma das mais importantes características da filosofia chinesa e, como quase tudo na China, é algo simples e complexo ao mesmo tempo. O princípio afirma que tudo existe de forma interdependente e em opostos contraditórios, como frio-calor, antigo-novo, escuro-claro e feminino-masculino. A interação entre os extremos mantém a harmonia do universo e influencia tudo ao seu redor. O Yin e o Yang normalmente sugerem lidar com as coisas de modo balanceado e harmônico entre os dois elementos que influenciam diversos aspectos do dia a dia. Por exemplo, no espaço de trabalho empregados ou executivos têm situações em que precisam ser mais receptivos (yin) e momentos que devem ser mais agressivos (yang) para o bem da organização. Na paternidade, tem situações que os pais precisam ser mais carinhosos e acolhedores (yin) e em outros mais retos e disciplinadores (yang).

Muito dos desencontros está na diferença na lógica do pensar de um ocidental e um chinês. No ocidente, temos um modo de pensar linear, analítico e atento a classificação, enquanto o chinês pensa circularmente, holisticamente e mais atento a concatenação. O pensamento chinês é lateral, não é possível isolar analiticamente um pedaço da realidade. Sempre o contexto é levado em consideração. Nosso pensamento segue uma linha lógica, iniciando por generalizações e movendo para os específicos. Os chineses tendem a mover da generalização para o específico dos detalhes diversas vezes, sem ordem, o que nos parece sem sentido algum. O foco do pensamento chinês é no resultado e não na lógica em si. O mundo parece ser muito complexo para seguir a linearidade do pensamento ocidental. O pensamento chinês não é linear, mas um emaranhado de ideias.

Também influencia no modo de pensar as diferenças nos sistemas de valor. Nós ocidentais prezamos acima de tudo pelo direito individual, a liberdade e a escolha livre. No outro lado do mundo, o grupo sempre está acima do individual. A harmonia e os objetivos coletivos são mais importantes que as preferências individuais e as diferenças culturais e de valores. Um reflexo desta diferença no modo de pensar se dá no campo da medicina. No ocidente se analisa o paciente pelas diversas partes do organismo (neurologista, cardiologista, ginecologista, etc…), enquanto a medicina tradicional chinesa se baseia no equilíbrio de uma parte do corpo com a outra, no interior do mesmo sistema. Alguém que já tenha feito acupuntura irá recordar.

Os valores predominantes da sociedade chinesa derivam dos prescritos do filósofo Confúcio, cujos pensamentos escritos nos Diálogos de Confúcio se tornaram como uma fusão da Bíblia e a Constituição para os chineses. Seus ensinamentos morais datam de mais de 2.500 anos e, diferentemente das religiões monoteístas, não prega uma receita de bula para se chegar ao paraíso, mas um código de conduta social. Este sistema filosófico constitui um conjunto de ensinamentos sobre ética e harmonia social e podem ser resumidos na célebre frase de Confúcio: “não faça aos outros aquilo que não gostaria que fizessem a ti”. Um dos aspectos mais importante do Confucionismo é o respeito e a devoção aos mais velhos, e isso implica disciplina, respeito e deferência nas famílias, escolas e governo.

Mao Zedong considerava a filosofia, ligada aos imperadores e ideologicamente oposta aos ensinamentos marxistas, retrógada e por isso tentou bani-la. Mandou destruir os templos, derrubar as estátuas de Confúcio e queimar os livros que pregavam a doutrina. Porém, a filosofia nunca deixou de existir e Xi Jinping promoveu o renascimento do confucionismo como forma de expelir a influência do pensamento ocidental, principalmente o americano de valores individuais e do poder da democracia. E, também, como forma de legitimar e consolidar o seu poder e do partido comunista como líder moral do pensamento chinês.

Com a China voltando a ser protagonista dos destinos do mundo, ir além dos estereótipos ligados ao país é uma habilidade fundamental para quem quer compreender os prováveis destinos da humanidade. Vimos que apenas ignorá-la pode levar a novos desastres, como o Covid-19.

*Gustavo Miotti é autor do livro Crônicas de uma pandemia – reflexões de um idealista. Empresário e Cientista Econômico, pesquisa atitudes relativas à globalização em seu doutorado no Rollins College (Estados Unidos).

A Cabeça do Dragão

Gostou “A Cabeça do Dragão”?

A Cabeça do Dragão
A Cabeça do Dragão. Foto de Eva Elijas no Pexels

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email assim que estiverem online em nosso site. Aproveite e veja nosso Caderno Cultural. Veja também as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.688 outros assinantes

Coleção Iron Man que todo geek deseja

Com licenciamento da Marvel Studios, a editora Planeta DeAgostini lança modelo da Mark III em edição montável da coleção Iron Man

Ícone das histórias em quadrinhos e do mundo cinematográfico, o Iron Man, personagem criado pelo memorável Stan Lee, foi capaz de encontrar seu lugar junto aos defensores do planeta Terra sem sequer ter superpoderes – apenas usando a genialidade para criar a espetacular armadura de ferro com tecnologia de ponta.  

Editora Planeta DeAgostini, sob licenciamento da Marvel Studios, desenvolveu uma réplica fiel da lendária armadura Mark III. O colecionável já está disponível em assinaturas no site da editora para que os fãs do universo Marvel possam viver a experiência de montar o seu próprio Homem de Ferro.

O modelismo possui 52 pontos de articulação e uma grande amplitude de movimentos que possibilita reproduzir as poses mais míticas do Iron Man. Feito de metal e plástico injetado, esse modelo também conta com 100 edições de peças bem desenhadas, que são acompanhadas por fascículos didáticos repletos de curiosidades tanto do mundo dos quadrinhos, quanto das telonas sobre Tony Stark, o super-herói bilionário, filantropo e playboy que conquistou uma legião de admiradores.

A coleção contém ainda efeitos luminosos, uma vez que os reatores, repulsores das mãos, propulsores das botas e o visor da máscara vêm equipados com luzes de led, ligadas com baterias que são incluídas no produto.  O Iron Man tem acabamento em vermelho e dourado, peças articuladas que deixam à vista os mecanismos internos e flaps articulados nas pernas e nos ombros.

Colecionável disponível assinaturas no site da Planeta DeAgostini:https://www.planetadeagostini.com.br/modelismo/iron-man 


Ficha Técnica:

Coleção Iron Man que todo geek deseja
  • 100 edições colecionáveis das peças para a montagem do Modelo Iron Man Mark III.
  • Fabricado em metal e ABS injetado de alta qualidade.
  • Altura: 60 cm. Peso: 3,6 kg.
  • Peso com base: 5 kg Modelo articulado.
  • Grande amplitude de movimentos.
  • 52 pontos de articulação.
  • Grande precisão nos acabamentos.
  • Luzes LED: o reator, os repulsores das mãos, os propulsores das botas e o visor da máscara possuem espetaculares luzes LED que se acendem.
  • Flaps articulados nas pernas e nos ombros.
  • As peças articuladas mostram o mecanismo interno.
  • Réplica fiel ao original do filme.
  • Produto com licença e supervisionado por Marvel/Marvel Studios.
  • Edição limitada.
  • Para assinaturas, acesse: https://www.planetadeagostini.com.br/

Gostou da nossa matéria “Coleção Iron Man que todo geek deseja“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.688 outros assinantes

Chef Gino Contin ensina a preparar a verdadeira Pizza Carbonara

Para quem adora pizza e não dispensa um sabor mais encorpado e intenso, o chef Gino Contin, que pilota o forno do Maverick Thematic Music Bar, criou a Pizza Carbonara que, além da massa napolitana de nga fermentação leva panceta defumada, ovo com gema mole e parmesão grana padano ralado para trazer o sabor dessa receita tradicional italiana.  

“Conseguimos chegar o mais próximo do sabor original da receita de um macarrão carbonara só que em uma pizza napolitana. Apesar da execução ser um pouco mais trabalhosa, o resultado final é surpreendente em textura, sabor e aroma. Essa receita é muito mais saborosa e diferente das pizzas que usam ovo cozido e parmesão comum” explica o chef.

Para deixar essa sugestão ainda mais gostosa Gino recomenda escolher ovos de qualidade, de preferência caipiras de galinhas criadas soltas, sem química e antibióticos, o que muda o sabor final da pizza e a deixa mais saudável, já que ovo fica praticamente crú.

Para fazer essa delícia em casa confira a receita abaixo e as dicas de preparo no vídeo https://www.instagram.com/p/COTQhPUj38u/

MASSA DE PIZZA DE LONGA FERMENTAÇÃO

Ingredientes:

1kg de farinha de trigo, de preferência italiana 00

600ml de água

3g de fermento seco

30g de sal

Semolina ou fubá para abrir a massa

Modo de preparo:

Massa: Separe um pouco da água para dissolver o sal. Coloque o restante da água numa tigela e acrescente os ingredientes secos aos poucos. Quando chegar na metade dos ingredientes, coloque a água com sal e depois o restante da farinha. Sove a massa e deixe descansar em recipiente fechado por 12h. Caso queira fazer longa fermentação, deixe por mais 12 horas na geladeira. Divida a massa fermentada em quatro partes e boleie. Polvilhe uma superfície com semolina ou fubá e abra uma das partes da massa com as mãos marcando a borda da pizza com os dedos. Coloque em uma forma de pizza e leve para assar em forno alto por 10 a 12 minutos.

PIZZA CARBONARA COM GEMA MOLE

Ingredientes:

1 disco de massa napolitana de 250g aberto com pouco mais de 20cm

1 concha de passata de tomate pelado

8 fatias de muçarela panceta fatiada

1 ovo

100g de queijo grana padano

Pimentas a gosto

Modo de preparo:

Abra um disco de massa napolitana de 250g aberto com pouco mais de 20cm. Passe sobre a massa uma camada de passata de tomate pelado, preservando as bordas. Cubra o molho com as fatias de muçarela. Com a panceta fatiada, faça dois círculos no centro da pizza, deixando o meio para colocar o ovo. Leve ao forno e pré-asse, tirando a pizza um pouco antes de estar assada. Volte a pizza a bancada, quebre um ovo e coloque bem no meio da pizza dentro dos círculos de pancetta. Leve a pizza de volta ao forno com cuidado para não esparramar o ovo. Coloque novamente no forno, termine de assar, mas não deixe o ovo ficar duro. O processo é rápido. Tire a pizza do forno e imediatamente rale o grana padano bem fino e generosamente sobre a pizza. Polvilhe sobre a pizza um pouco de mix de pimentas do reino preta, branca e rosa. Pronto você tem uma pizza carbonara com o seu legítimo sabor e mangiare che ti fa stare bene.

SOBRE O MAVERICK

Em 5 de novembro de 2002 o Maverick Thematic Music Bar abriu as portas na cidade de Limeira, no interior de São Paulo. Naquela época o lugar era um dos poucos bares temáticos do Brasil e um dos primeiros do interior paulista a seguir essa tendência americana, com sua decoração com memoromobília sobre carros antigos e música de qualidade, reunindo o melhor das décadas de 50 a 70.

Não demorou muito para o bar se tornar um point para os amantes de carros antigos que faziam seus encontros e expunham suas máquinas no local. Com o passar do tempo o Maverick também conquistou os fanáticos por motos, principalmente o HOG Harley Owners Group que começou fazer seus passeios anuais rumo ao Mav.

O combustível do Maverick sempre foi o Classic Rock. Desde sua abertura, a casa conta com uma programação de shows prestigiando as melhores bandas do interior paulista, reunindo vários estilos autorais e famosas bandas cover, mantendo essa tradição até os dias de hoje.

Em relação à gastronomia, a casa começou oferecendo comidas de boteco e uma farta carta de cervejas importadas que eram raridade na época e. ao longo desses anos, o Mav se tonou uma das mais conceituadas pizzarias napolitanas do Brasil comanda pelo chef Gino Contin Júnior, seu fundador que também implementou no lugar uma adega especializada em rótulos brasileiros e de vinhos fora do mainstream.

Hoje, o Maverick consolidou sua vocação como centro etílico, gastronômico e cultural, promovendo também cursos de pizzas napolitanas com o intuito de ampliar o conhecimento das pessoas sobre essa cultura, atendendo alunos de todo o país e marcando presença nas redes sociais com várias receitas autorais criadas pelo Gino.

O slogan escolhido para a comemoração dos 18 anos é “Just Go” “apenas vá”, uma alusão à liberdade e uma correlação com a própria palavra Maverick, que vem do inglês usado no sudoeste dos EUA (Texas, Arizona, etc.), e representa um novilho ou bezerro que se recusa a ser marcado a ferro, selvagem ou sem dono. Assim é o Mav, sinônimo de liberdade, aventura e rebeldia.

MAVERICK THEMATIC MUSIC BAR

Rua Paschoal Marmo, 908 – Jardim São Paulo- Limeira – SP

Telefone: (19) 3441-3721

www.maverick.com.br

www.facebook.com/maverickbar

maverick_pizza

vinogino_oficial

Gostou da nossa matéria “Chef Gino Contin ensina a preparar a verdadeira Pizza Carbonara“?

Pizza Carbonara
Foto: Divulgação

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.688 outros assinantes

Tudo o que você precisa saber sobre a energia solar

Que ela é limpa, renovável, muito mais barata e tem conquistado cada vez mais adeptos ao redor do planeta, todo mundo sabe. Não à toa se tornou o setor que mais cresce no Brasil. Mas, apesar de a energia solar ter se popularizando bastante nos últimos anos, muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre o seu funcionamento. Para explicar um pouco mais sobre o assunto, Davidson Andreoni, consultor da Cemig SIM, aborda as principais curiosidades acerca deste tema. Confira!

Há diferença entre aquecimento solar e energia solar fotovoltaica

Enquanto o aquecimento solar consiste basicamente no aquecimento da água, especialmente do chuveiro, a energia fotovoltaica é mais completa, já que abastece todos os equipamentos que necessitam de energia elétrica em uma casa, tais como lâmpadas e eletrodomésticos.

Geração de energia em dias nublados

Pouca gente sabe, mas os painéis solares são capazes de captar energia do Sol mesmo em dias nublados. Devido à alta tecnologia empregada no processo, as células fotovoltaicas não necessitam de luz solar direta para que produzam energia em dias chuvosos. Todavia, nestes dias os níveis de watts gerados são menores.

Geração de energia no período noturno

Como a fonte para geração deste tipo de energia é a radiação solar, a produção em períodos noturnos não acontece. Apesar disso, a maioria dos sistemas de energia solar instalados no país funciona no modelo on grid, ou seja, conectados à rede de distribuição da cidade. Sendo assim, o sistema gera energia durante o dia e, à noite, utiliza a energia da rede.

Tem taxa de emissão de poluentes zero

Ao contrário de outras energias que mesmo emitindo algum tipo de poluente são consideradas limpas, a solar zera a taxa de emissão de poluentes. Dessa forma, ajuda a combater o efeito estufa e seus efeitos sobre o clima, apresentando-se como uma das melhores soluções para a sociedade.

Existem enormes usinas de energia solar

Embora os painéis caseiros desse tipo de energia sejam mais conhecidos e comuns, existem grandes usinas solares espalhadas pelo mundo. Estados Unidos, Espanha, Portugal e Alemanha abrigam algumas delas, que também estão presentes em outros países.

Os créditos de energia solar

Em dias de calor intenso, quando é gerada mais energia do que o necessário, são formados créditos com a rede de distribuição. Isso significa que todo o excedente produzido pelo sistema de energia solar fotovoltaico é enviado para a distribuidora, que tem até 60 meses para utilizar este crédito e abatê-lo na conta de energia do imóvel.

Sobre a durabilidade dos painéis

Os painéis solares são extremamente duráveis (mais de 20 anos) e precisam de pouca ou nenhuma manutenção. Os principais painéis utilizados hoje em dia são feitos de silício monocristalino ou policristalino. Os monocristalinos apresentam o silício em alto grau de pureza e são mais eficientes, apesar de exigirem um investimento maior.

Quer levar energia solar para sua casa ou empresa? Acesse www.cemigsim.com.br e saiba mais.

Gostou da nossa matéria “Tudo o que você precisa saber sobre a energia solar“?

energia solar
Usina Solar, Cemig SIM. Foto: Divulgação

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias e mais vagas de emprego abertas. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.688 outros assinantes

teste covid saliva sabin

Teste com material da saliva é aliado no combate à pandemia

Na semana em que o Estado de São Paulo atinge índices ainda mais preocupantes de Covid 19, o Grupo Sabin soma forças à batalha contra a pandemia e anuncia uma novidade que pode ajudar a minimizar os impactos da crise sanitária. O exame RT-PCR, teste com material da saliva, coleta apenas uma amostra da 2mL de saliva do paciente.

O exame feito em saliva tem aprovação das autoridades sanitárias e são fundamentais para o diagnóstico mais rápido e preciso, o que contribui na redução de índices da doença. “Detectar a presença do vírus em tempo ágil pode ser definitivo na decisão clínica de isolar o paciente e, assim, evitar a propagação do vírus”, explica o Médico Patologista Clínico e Gestor do Grupo Sabin, Dr. Alex Galoro.

O especialista explica que no PCR em saliva é aplicada a mesma técnica do RT-PCR tradicional, onde o material a ser analisado é recolhido por uma haste flexível nas narinas. “O teste RT-PCR com coleta pela via nasal pode gerar algum desconforto em pacientes, principalmente idosos e crianças e o teste feito na saliva surge como uma alternativa mais viável para este público”, explica.

Teste com material da saliva é aliado no combate à pandemia
Foto: Divulgação.

Indicado para pacientes sintomáticos e assintomáticos, o exame não provoca desconforto e pode ser realizado entre o 1º e 7º dia após o início dos sintomas. “Pacientes com exposição comprovada ao vírus, por exemplo, devem esperar no mínimo 5 dias após contato com um possível infectado”. O médico orienta também que para o exame não há nenhum indicativo de preparo prévio, como jejum.

Simples, seguro e indolor, o exame entra para o portfólio do Grupo Sabin, que hoje conta com mais de 3.500 serviços de saúde e já está disponível nas cidades de Franca, Ribeirão Preto, São José dos Campos, Osasco e Campinas.

Para conhecer mais, acesse: http://www.sabin.com.br

Gostou da nossa matéria “Teste com material da saliva é aliado no combate à pandemia“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias e mais vagas de emprego abertas. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.688 outros assinantes

Mega da Virada 2020 terá prêmio de R$300 milhões

Você pode apostar valores a partir de R$ 4,50. Confira as chances de acertar os números da mega da virada 2020.

Anote aí. 31 de dezembro, 20h, a Mega da virada 2020 premiará sortudo (ou sortudos) que acertar as seis dezenas. Ao menos, R$ 300 milhões. Afinal, a Caixa Econômica Federal afirma que o sorteio não acumula, alguém ganhará. Porém, caso de ninguém acertar todos os números, o prêmio será dividido entre os apostadores que acertarem cinco dezenas, e assim por diante, até aparecer um ganhador.

Ano passado, 4 pessoas dividiram prêmio superior a 304 milhões da Mega da Virada. Veja até quando fazer a aposta, as chances de ganhar na Mega da Virada e também como retirar o prêmio.

Até quando pode apostar na Mega da Virada?

As apostas da Mega da Virada serão aceitas até 17h da próxima quinta-feira (31) em casas lotéricas, pelo portal Loterias Online, pelo aplicativo Loterias Caixa para iOS. Além disso, os correntistas do banco também conseguem realizar as apostas através do Internet Banking Caixa.

Quais as chances de ganhar na Mega da Virada 2020?

Segundo a Caixa Econômica Federal, quanto mais números o apostador marcar, maior o valor da aposta, e também as chances de ganhar o prêmio da Mega da Virada. Todavia, a aposta mínima de seis dezenas custa R$ 4,50. A aposta mais cara por exemplo, de 15 dezenas, custa R$ R$ 22.522,50.

Se você optar por jogar uma dezena a mais (custo de R$ 31,50), a probabilidade de vencer na Mega da Virada aumentam. Então, sendo de uma em 7.151.980. Por fim, quem pagar mais de R$ 22,5 mil na aposta, com 15 dezenas, terá uma chance em 10.003 de acertar todos os números e se tornar milionário. 

Além disso, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário da Mega da Virada, com a aposta simples, é de uma em 50.063.860, conforme divulga a Caixa Econômica Federal.

Ganhei! Como recebo o meu prêmio?

A retirada do prêmio da Mega da Virada pode ser feita em qualquer casa lotérica credenciada ou nas agências da Caixa Econômica Federal. Entretanto, no caso de prêmio líquido superior a R$ 1.332,78 (sem descontos, R$ 1.903,98), o dinheiro só pode ser retirado nas agências da Caixa.

Vale lembrar que os valores que foram iguais ou acima de R$ 10 mil são pagos após dois dias da apresentação do bilhete da aposta na agência da Caixa. O(s) ganhador(es) da Mega da Virada possuem até 90 dias, a partir da data do sorteio da Mega da Virada, para retirar a premiação.

Jornal Grande ABC

Mega da Virada 2020

O Jornal Grande ABC é feito para você, e por vocês. Nossos colaboradores e jornalistas estão todos dias buscando novidades e matérias. Assim, produzindo material especial para nossos leitores. Nosso foco são as cidades de Mauá, Diadema, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo e Santo André. Além disso, cobrimos o que acontece no Brasil e no Mundo, incluindo esporte, entretenimento e tecnologias.

Não possuímos nenhuma vinculação política ou partidária. Da mesma forma, sem ligações com outras mídias já existentes na região. Nossa fundação se deu em 07 de Setembro de 2020. Desde então, cada dia estamos crescendo e chegando em mais dispositivos e usuários. Por isso, nossa maior satisfação é entregar material de qualidade para nossos leitores. Portanto, cada nova visita e comentário, nos dão mais fôlego para seguirmos firmes e fortes neste projeto.

Quer receber mais notícias, em qualquer momento? Assine nossa Newsletter, basta inserir seu e-mail logo abaixo, e receba as publicações todos os dias.

Junte-se a 2.688 outros assinantes

É um prazer ter você conosco. Aproveite para deixar comentário aqui embaixo. Salve nosso Site. Volte Sempre!