Doação de leite materno: Hospital da Mulher de Santo André estimula

Banco de Leite do local possui certificado na categoria ouro em excelência em bancos de leite humano. Confira sobre a doação de leite materno.

No Dia Mundial de Doação de Leite Humano, celebrado em 19 de maio, o Hospital da Mulher “Maria José dos Santos Stein” ressalta a importância deste gesto para garantir a recuperação e qualidade de vida dos bebês internados na UTI Neonatal. Para que essas crianças não fiquem sem o alimento essencial, o estoque do banco de leite humano (BLH) precisa sempre estar em alta, considerando que a demanda é muito grande. Atualmente há 75 litros estocados no BLH, o que representa 75% da capacidade total.

“O leite materno é fundamental para o desenvolvimento da criança. As mães que podem contribuir ajudam muito as mulheres que não produzem a quantidade suficiente para alimentar o bebê. Mais do que cuidado, um gesto de amor que pode ajudar muitas mamães na alimentação de seus filhos”, afirmou a primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Ana Carolina Barreto Serra.

A doação de leite beneficia os bebês que estão na UTI Neonatal, pois as mães enfrentam problemas com a produção de leite. Recebendo o leite materno, essas crianças têm mais chances de recuperação já que, além de alimentar, o leite materno garante proteção contra infecções respiratórias, diabetes, alergias e demais patologias.

Toda mulher que está amamentando pode ser uma doadora voluntária e ajudar a salvar a vida de vários recém-nascidos. “Um potinho pode alimentar até dez bebês. A coleta de leite humano sempre foi cercada de muitos cuidados e durante a pandemia o serviço permanece funcionando seguindo todos os protocolos sanitários, proporcionando segurança para a doadora e para o bebê que vai receber o alimento”, explicou a diretora geral do Hospital da Mulher de Santo André, Rosana Pereira Madeira Grasso  

Doadora há cerca de três meses, Priscila Araújo Laurindo, de 35 anos, faz a contribuição semanalmente. “Sinto uma alegria enorme em poder doar. É uma honra fazer parte dessa corrente do bem” comentou.

Mãe de quatro filhos, sendo que os dois mais novos, Catarina, de três anos, e Leonardo, de quatro meses, nasceram no Hospital da Mulher, Priscila Laurindo relata que a rotina de extração do leite varia muito. “Todo dia eu tiro um pouco. Agora que o meu bebê está um pouco maior ele mama mais, então vou fazendo conforme a minha disponibilidade de leite. Às vezes tiro 100 ml de cada mama, às vezes 50 ml, varia bastante. Depois disso eu deixo no congelador até o dia que eles vêm fazer a retirada. Mesmo se você tirar 10 ml você já está ajudando a salvar a vida de uma criança”, explicou.

Como doar – O Banco de Leite Humano do Hospital da Mulher atende de segunda a sexta, das 8h às 18h. Para doar, é preciso ligar no telefone 4478-5048 ou 4478-5027. É realizado um cadastro e agendada uma visita à casa da doadora para o recolhimento do leite. A mãe receberá todas as orientações necessárias sobre extração e armazenagem.

Preparo do leite – Todo o leite doado passa por um processo de pasteurização e é submetido a controles de qualidade antes de ser distribuído aos bebês prematuros e outros bebês que são clinicamente impossibilitados de recebê-lo do seio materno. Há ainda serviços de orientação e tira-dúvidas sobre aleitamento materno.

O hospital também recebe doação de frascos de vidros com tampas de plástico, como os de maionese ou café solúvel – o material é esterilizado e seguro, pois é resistente ao congelamento e descongelamento. Esse processo evita que o leite não perca os seus nutrientes. Também não acumula cheiro e nem resíduos com o uso da tampa de plástico.

Certificado – O Banco de Leite do Hospital da Mulher de Santo André possui o certificado na categoria ouro em excelência em bancos de leite humano, além de também possuir a Certificação de Credenciamento na Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano, reconhecendo que a unidade atende as necessidades do Ministério da Saúde em promover a saúde da mulher e da criança.

| Texto: Rafaela Mazarin
| Fotos: Helber Aggio/PSA

Gostou da nossa matéria “Doação de leite materno: Hospital da Mulher de Santo André estimula”?

Doação de leite materno: Hospital da Mulher de Santo André estimula
Doação de leite materno: Hospital da Mulher de Santo André estimula

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias, e também conheça o nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 1.000 outros assinantes

Depósito do 13º do INSS começa a ser pago dia 25

A primeira parcela do décimo terceiro do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) começará a ser paga no próximo dia 25. Antecipado para maio, devido a pandemia da Covid-19, depósito do 13º do INSS ocorrerá até 8 de junho. A segunda parcela será paga entre 24 de junho e 5 de julho.

As datas são distribuídas conforme o dígito final do benefício, começando nos segurados de final 1 e terminando nos segurados de final 0. Elas valem para quem recebe aposentadorias, auxílios e pensões de até um salário mínimo. 

Para quem ganha acima do mínimo, o calendário é um pouco diferente. A primeira parcela será paga de 1º a 8 de junho; e a segunda, de 1º a 7 de julho. Começam a receber os segurados de final 1 e 6, passando para 2 e 7 no dia seguinte e terminando nos finais 9 e 0.

As datas estão sendo informadas no site e no aplicativo Meu INSS. A primeira parcela do décimo terceiro é isenta de Imposto de Renda e equivale à metade do benefício mensal bruto pago pelo INSS. O imposto só será cobrado na segunda parcela.

Calendário para beneficiários que recebem um salário mínimo.

FinalMaio — 1ª parcela do 13ºJunho — 2ª parcela do 13º
125 de maio24 de junho
226 de maio25 de junho
327 de maio28 de junho
428 de maio29 de junho
531 de maio30 de junho
61 de junho1 de julho
72 de junho2 de julho
84 de junho5 de julho
97 de junho6 de julho
08 de junho7 de julho

Calendário para beneficiários que recebem mais de um salário mínimo.

FinalMaio — 1ª parcela do 13ºJunho — 2ª parcela do 13º
1 e 61 de junho1 de julho
2 e 72 de junho2 de julho
3 e 84 de junho5 de julho
4 e 97 de junho6 de julho
5 e 08 de junho7 de julho

Fonte: Brasil 61

Gostou da nossa matéria “Depósito do 13º do INSS começa a ser pago dia 25”?

Depósito do 13º do INSS

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias, e também conheça o nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 1.000 outros assinantes

Restaurante Cozinha Vivaah aprensenta a Sopa de Creme Suiço

O Restaurante Cozinha Vivaah, localizado no bairro Recanto das Araucárias, em Campos do Jordão (SP), tem a proposta de ser um espaço intimista e com atendimento personalizado, prezando pela qualidade e pela experiência do consumidor. Em funcionamento desde 2017, ele é comandado pela chef Lia Madeira e oferece repletas opções de pratos deliciosos e autorais.

Um desses pratos é o Sopa de Creme Suíço! Essa receita é tão especial não consta no cardápio. Para experimentar, precisa ser solicitado durante a reserva no Restaurante Cozinha Vivaah. Quer saber mais sobre a Sopa de Creme Suíço? Veja mais ao final da matéria, mas não antes de conhecer um pouco mais sobre o local.

Outro grande diferencial do Restaurante Cozinha Vivaah é a Cerveja Vivaah, de produção local. Comandada pelo cervejeiro Flávio Henrique da Silva, a Cervejaria Vivaah trabalha com produção 100% artesanal, maltes e lúpulos importados e sem nenhum aditivo químico. E para saborear a cerveja, aproveite para harmonizar com um dos pratos disponíveis autorais disponíveis no restaurante.

Há também a opção para quem gostaria de passar mais tempo na região. A Pousada Caminho das Pedras é o local ideal para um casal passar um tempo. Ela fica de frente para o Restaurante Cozinha Vivaah e é especializada em ser um local de conforto para ficar um tempo com a pessoa amada.

Deste modo você pode aproveitar a melhor hospedagem e a melhor culinária ao mesmo tempo!

Agora conheça um pouco mais sobre a Sopa de Creme Suíço.
Seus ingredientes são:
• 300ml de leite;
• 100ml de caldo de legumes (preferência ao caldo caseiro);
• 30g de manteiga sem sal;
• 300g de queijo (mozarela, gruyere e gorgonzola);
• 60g de farinha de trigo;
• 20g cebola picada;
• uma pitada de noz moscada;
• sal à gosto.

Modo de Preparo:
Coloque, separadamente, o leite o caldo de legumes para ferver.
Enquanto os líquidos fervem, em uma panela derreta a manteiga e então doure a cebola. Assim que dourar, coloque a farinha de trigo e mexa por 5 minutos. Aos poucos acrescente à mistura o leite até formar um creme. Depois acrescentar aos poucos o caldo de legumes.

Tempere com sal a gosto e noz moscada. Rale os queijos e misture tudo.
Para acompanhar, sirva dentro do pão italiano bola.

O pão deve estar sem o topo e sem o miolo, mas cuidado para não deixar nenhum furo. Antes de colocar a sopa dentro, asse o pão em forno pré-aquecido a 200º por 5 minutos.

Para reservas e mais informações sobre o Restaurante Cozinha Vivaah, entre em contato pelo Whatsapp (12) 99210-7457

Para mais informações e reserva na Pousada Caminho das Pedras: (12) 99150-9407 ou no site www.pousadacaminhodaspedras.com.br

Restaurante Cozinha Vivaah aprensenta a Sopa de Creme Suiço

Gostou da nossa matéria “Restaurante Cozinha Vivaah aprensenta a Sopa de Creme Suiço“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias, e também conheça o nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 1.000 outros assinantes

Campanha Santo André Solidária distribui cestas básicas a mil famílias

Iniciativa do Fundo Social de Solidariedade já arrecadou 300 toneladas de alimentos e mais de 35 mil itens entre agasalhos e cobertores para Campanha Santo André Solidária.

Com a colaboração de muitos andreenses, a campanha Santo André Solidária, realizada pelo Fundo Social de Solidariedade, chegou à marca de mil cestas básicas distribuídas a famílias em situação de vulnerabilidade. Neste sábado (24) foi a vez dos moradores do bairro Sítio dos Vianas receberem as doações.

“A campanha Santo André Solidária continua a todo vapor, seguimos cuidando dos que mais precisam, mesmo nesse momento difícil. Com a ajuda de todos os andreenses que nos auxiliam doando diversos tipos de itens, vamos vencer juntos”, destacou a primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Ana Carolina Barreto Serra.

A campanha, lançada no aniversário da cidade, em 8 de abril, já arrecadou cerca de 300 toneladas de alimentos e mais de 35 mil itens entre agasalhos e cobertores. Alexandre Vieira, voluntário na campanha, comentou sobre o processo de arrecadação e distribuição. “A colaboração da cidade tem sido muito significativa. Fazemos a triagem e a montagem dos kits para entregar nas residências das mais de 900 famílias assistidas”.

As cestas básicas são compostas por alimentos não perecíveis e, complementando as doações, as famílias recebem ainda kits de higiene pessoal e também produtos de limpeza.

Gabriela de Lima Santana, de 19 anos, recebeu a cesta neste sábado com a filha Mariana de 7 meses no colo. “Veio em boa hora. O momento não está fácil. Moro com mais dez pessoas e estou sem emprego, por isso, agradeço esta grande ajuda”.

Cláudio de Jesus, de 49 anos, comemorou a doação. “Como autônomo, passei momentos difíceis, por isso sou grato por esta ajuda”, pontou o morador.

Para quem quiser contribuir com a campanha Santo André Solidária, a arrecadação é feita em sistema drive-thru de forma segura, respeitando todos os protocolos sanitários, nos seguintes endereços: Parque Celso Daniel (Rua das Caneleiras, s/nº – Bairro Jardim), Parque Central (Rua José Bonifácio, s/nº – Vila Assunção), Parque Regional da Criança (Avenida Itamarati, 536 – Parque Jaçatuba) e Parque da Juventude Ana Maria Brandão (Avenida Capitão Mário Toledo de Camargo, s/nº – Jardim Ipanema). 

Os quatro drive-thrus solidários localizados nos parques receberão doações até o dia 30 de abril, de segunda a domingo, das 8h às 17h. Os cinco pontos de vacinação em formato drive-thru da cidade também estão recebendo doações.

Outra opção é fazer as contribuições diretamente na sede do Banco de Alimentos, localizado na avenida dos Estados, 2195, em Santa Teresinha. O horário de funcionamento é de segunda a sexta, das 8h às 17h. 

Podem ser doados alimentos como arroz, feijão, macarrão, café, óleo, leite em pó, além de itens de higiene e limpeza, agasalhos, cobertores, brinquedos, material escolar, entre outros.

Quem preferir, pode fazer doações via Pix para a chave e-mail doe@santoandre.sp.gov.br ou via transferência para a conta do Fundo Social no Banco do Brasil. A agência é 5688-x, conta 6900-0 e CNPJ 46.522.942/0001-30, no nome de Prefeitura de Santo André – Fundo Social de Solidariedade.

Entre os bairros que estão sendo beneficiados com a entrega de doações estão Sítio dos Vianas, Jardim Irene, Jardim Cipreste, Aclimação, Vila Linda, entre outros. A distribuição será feita ao longo da realização da campanha Santo André Solidária.

Gostou da nossa matéria “Campanha Santo André Solidária distribui cestas básicas a mil famílias“?

Campanha Santo André Solidária distribui cestas básicas a mil famílias
Campanha Santo André Solidária distribui cestas básicas a mil famílias. Foto: Angelo Baima/PSA

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias e mais vagas de emprego abertas. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 1.000 outros assinantes

Novo auxílio emergencial é menor, mas ainda impacta famílias

Concedido para pessoas em situação de vulnerabilidade social, o novo auxílio emergencial teve seus valores alterados em 2021. Conforme as regras da Medida Provisória 1039/21, o pagamento já está sendo feito, desde o dia 6 de abril, em quatro parcelas mensais, de abril a julho. Cerca de R$ 44 bilhões foram destinados ao auxílio emergencial por meio da promulgação da Emenda Constitucional 109/2021, a chamada PEC Emergencial. Novo auxílio emergencial é menor, mas ainda impacta famílias.

Mesmo com a redução dos valores, por conta de questões orçamentárias, o benefício deve ter impacto para as famílias que o receberem. “O auxílio emergencial tem se mostrado uma fonte de subsistência para boa parte da população. Promove a redução da pobreza e faz girar a economia como um todo, pois as pessoas que recebem vão gastar e favorecer principalmente os pequenos comércios”, destaca Thaluana Alves, especialista em Direito do Trabalho e Direito Empresarial.

Além da mudança dos valores, dessa vez só um membro de cada residência poderá receber o pagamento. “Não será preciso fazer novo cadastro ou atualizar o já existente, pois a nova rodada é uma extensão dos primeiros pagamentos e não serão aceitos novos cadastros”, explica a advogada. No ano passado foram duas rodadas de auxílio: cinco parcelas de R$ 600 e quatro de R$ 300. Mulheres chefes de família receberam o dobro desses valores e mais de uma pessoa por família tinha direito ao recurso.

Confira as principais dúvidas:

Qual o valor do auxílio emergencial 2021?

Pessoa que mora sozinha: R$ 150

Mãe solteira que sustenta a família: R$ 375

Demais famílias: R$ 250

Quem tem direito a receber o auxílio emergencial em 2021?

Todos os trabalhadores informais, inscritos no CadÚnico e beneficiários do Bolsa Família que já recebiam o auxílio emergencial de R$ 600 ou a extensão do auxílio emergencial de R$ 300 em dezembro de 2020.

Quais os beneficiários do Bolsa Família que receberão o auxílio?

Os atuais beneficiários do programa social têm direito ao auxílio emergencial, desde que o valor do benefício do Bolsa Família seja menor que a parcela do auxílio.

Quais são as datas de pagamento?

Como em 2020, a nova rodada do auxílio emergencial será paga com dois calendários distintos: um para o público geral, que segue o mês de nascimento do beneficiário, e outro para o Bolsa Família.

É possível pedir o auxílio emergencial?

Trabalhadores informais e inscritos no CadÚnico que não receberam auxílio emergencial em 2020 não podem pedir o benefício em 2021. Será usado o cadastro encerrado em 3 de julho de 2020. O benefício será pago automaticamente a quem estava recebendo o auxílio de R$ 600 ou a extensão de R$ 300 em dezembro do ano passado e que cumpra as regras atuais.

Como posso saber se vou receber o auxílio?

A consulta pode ser feita na plataforma especial do auxílio, bastando informar nome completo, data de nascimento, CPF e nome da mãe. A verificação também pode ser feita no site auxilio.caixa.gov.br e no telefone 111, da Caixa Econômica Federal.

Quem teve o auxílio emergencial de R$ 600 ou a extensão de R$ 300 canceladas poderá receber o benefício em 2021?

Não. A legislação veda o acesso ao auxílio emergencial a quem teve o benefício cancelado.

O CPF precisa estar regularizado?

Sim. O contribuinte precisa estar com o Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) em dia para ter direito à nova rodada do auxílio emergencial. A situação também deverá estar regularizada com a Receita Federal.

PERFIL DA FONTE:

Thaluana Alves – especialista em Direito do Trabalho e Direito Empresarial – Graduada pelo Centro Universitário das Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU). Pós-graduada em Direito e Processo do Trabalho pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP).

Gostou da nossa matéria “Novo auxílio emergencial é menor, mas ainda impacta famílias“?

Novo auxílio emergencial é menor, mas ainda impacta famílias
Thaluana Alves, especialista em Direito do Trabalho e Direito Empresarial.
Foto: Divulgação

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 1.000 outros assinantes

Auxílio Emergencial 2021: lista de aprovados

A partir desta sexta-feira (2) os trabalhadores que se inscreveram pelos meios digitais da Caixa Econômica Federal, assim como os integrantes do Cadastro Único do Governo Federal, poderão conferir se têm direito a receber o auxílio emergencial em 2021.

O ministro da Cidadania, João Roma, afirmou que a previsão é de que, este ano, sejam pagas quatro parcelas, com valores de R$ 150, R$ 250 ou R$ 375, a depender da situação de cada família. Ainda segundo o ministro, haverá limitação de um benefício por família. A previsão é de que a medida abranja mais de 45 milhões de pessoas, ou seja, cerca de 22 milhões a menos do que no auxílio emergencial de R$ 600, pago em 2020.

“Aqueles que estavam aptos, em dezembro, permanecem recebendo o auxílio, com exceção dos que foram identificados com itens que não permitem o ingresso na lista para receber o auxílio em 2021. Mas, sem dúvida nenhuma, mais de 40 milhões de famílias que passam por situações muito sofridas nesse momento, poderão ter acesso ao benefício do auxílio emergencial em 2021”, salienta.

Um dos critérios para receber o benefício é ter feito parte do auxílio anterior e, portanto, já está inscrito nos cadastros públicos usados para a análise dos pedidos. Sendo assim, a pessoa que não faz parte dos cadastros não receberá uma das quantias previstas.

Auxílio Emergencial 2021: lista de aprovados

Inicialmente, a previsão do governo era de que a verificação poderia ser feita a partir desta quinta-feira (1/04). No entanto, a liberação para saber quem terá direito ao benefício foi adiado para esta sexta-feira (2). Para saber se está apto a receber um dos valores previstos, os trabalhadores devem informar o CPF, nome completo, nome da mãe e data de nascimento. Outro meio de consulta é pelos canais auxilio.caixa.gov.br ou pelo telefone 111.

Continuidade do auxílio emergencial

O governo federal anunciou nesta quarta-feira (31) a volta do auxílio emergencial. O pagamento do benefício está previsto para iniciar na terça-feira (6/04) da próxima semana. O anúncio foi feito após reunião entre o presidente da República, Jair Bolsonaro, o ministro da Cidadania, João Roma, e os presidentes da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, e da Dataprev, Gustavo Canuto.

Segundo Bolsonaro, apesar de o auxílio voltar a ser pago à população, o Brasil precisa acabar com a política de lockdown. Além disso, o chefe do Executivo afirma que o país avança nos projetos de aplicação de vacinas contra a Covid-19 e defendeu a retomada das atividades de forma segura.

“O governo sabe que não podemos continuar por muito tempo com esses auxílios, eles geram custos para toda a população e podem desequilibrar a nossa economia. Nós queremos, realmente, voltar à normalidade o mais rápido possível. Mas, fazemos o possível para atender a população com vacina. Agora, repito, o Brasil tem que voltar a trabalhar”, pontuou.

A consulta deverá ser feita pelo site: consultaauxilio.cidadania.gov.br/.

Fonte: Brasil 61

Gostou de “Auxílio Emergencial 2021: lista de aprovados?

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre o que acontece no ABC Cidades todo dia no Grande ABC.

Junte-se a 1.000 outros assinantes

Isenção do IPTU para contribuintes sem melhoramentos onde moram

O IPTU deve ser o imposto mais conhecido do Brasil, pois quase todos os moradores de cidades pagam por ele. No entanto, existem municípios que cobram IPTU indevidamente, pois não há melhoramentos no local em o imóvel se encontra. Logo, deveriam conceder isenção do IPTU para contribuintes sem melhoramentos onde moram.

De acordo com o Código Tributário Nacional, no seu artigo 32, o IPTU é cobrado de todo aquele que é proprietário ou possuidor de um imóvel. Mas é necessário ter pelo menos dois melhoramentos urbanos no local.

Os melhoramentos urbanos devem ser constituídos e mantidos pelo município. Estes melhoramentos são:

1 – meio-fio ou calçamento, com canalização de águas pluviais;
2 – abastecimento de água;
3 – sistema de esgotos sanitários;
4 – rede de iluminação pública, com ou sem posteamento para distribuição domiciliar;
5 – escola primária ou posto de saúde a uma distância máxima de 3 (três) quilômetros do imóvel considerado.

Se o imóvel não tiver pelo menos dois itens acima, não pode ser cobrado IPTU por aquele imóvel. Simples assim!

Não havendo, totalmente legal propor ação judicial para impedir o município de cobrar IPTU e requerer restituição de todos os valores pagos de IPTU dos últimos cinco anos.

Isenção do IPTU para contribuintes sem melhoramentos onde mora

Márcio Pinheiro
Advocacia Tributária
(21) 97278-4345 fito.marcio@gmail.com Site Márcio Pinheiro Advocacia

Gostou de “Isenção do IPTU para contribuintes sem melhoramentos onde moram“?

Então, assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu e-mail. Não deixe de comentar logo abaixo também.

Junte-se a 1.000 outros assinantes

Sobre o IPTU (extraído de Portal Tributário)

Código Tributário Nacional – CTN (Lei 5.172, de 25.10.1966) rege o IPTU em seus artigos 32 a 34. Sua constitucionalidade é prevista no artigo 156, inciso I, da Carta Magna/1988.

FATO GERADOR

O imposto, de competência dos Municípios, sobre a propriedade predial e territorial urbana tem como fato gerador a propriedade, o domínio útil ou a posse de bem imóvel por natureza ou por acessão física, como definido na lei civil, localizado na zona urbana do Município.

Para os efeitos deste imposto, entende-se como zona urbana a definida em lei municipal, observado o requisito mínimo da existência de melhoramentos indicados em pelo menos dois dos itens seguintes, construídos ou mantidos pelo Poder Público:

I – meio-fio ou calçamento, com canalização de águas pluviais;
II – abastecimento de água;
III – sistema de esgotos sanitários;
IV – rede de iluminação pública, com ou sem posteamento para distribuição domiciliar;
V – escola primária ou posto de saúde a uma distância máxima de 3 (três) quilômetros do imóvel considerado.

Volta do auxílio emergencial beneficiaria menos pessoas

Ministério da Economia analisa a volta do auxílio emergencial se a Covid-19 continuar a avançar no País.

Uma das alternativas é que o benefício seja liberado para uma quantidade menor de brasileiros, em parcelas de 200 reais.

O valor é similar ao teto do Bolsa Família.

A volta do auxílio seria promovida no âmbito da Proposta de Emenda à Constituição, a PEC Emergencial, que tramita no Congresso.

O retorno do benefício seria feito por meio de créditos extraordinários, para que os custos não entrem no teto de gastos da União.

Especialistas ouvidos pelo Valor Econômico afirmam que mesmo com a adoção de medidas, o benefício ainda teria um impacto de no mínimo sete bilhões de reais por mês.

Mas por enquanto, a nova fase do auxílio emergencial ainda não está confirmada.

Com informações de Rádio2.

Gostou de “Volta do auxílio emergencial beneficiaria menos pessoas”?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Aproveite e leia mais notícias do Brasil.

Volta do auxílio emergencial

Comunicando com seus superiores

Na carreira, não podemos deixar de considerar outra forma de se comunicar é com a chefia ou superiores. Ela é importantíssima e tem particularidades que são bem diferentes de quando você se comunica com os seus colegas de trabalho ou equipe. Comunicando com seus superiores requer alguns detalhes relevantes.

Portanto, ela é muito importante para a evolução da sua carreira, vamos considerar alguns desses fatores. Posicionar sobre trabalho faz parte do dia a dia, mas use o bom senso e muito cuidado como fala de outra pessoa, nunca leve para o lado pessoal você está sendo observado.

Então seja cauteloso com o que diz e procure cultivar uma boa relação com o seu superior, se não tem uma boa relação então redobre a atenção.

Atenção com:

1- Nunca seja agressivo, nestes momentos o autocontrole é fundamental

2- Se está sendo chamado para um trabalho especial, pense que pode ser uma oportunidade, mas se avaliar que tem muito risco, diga de forma educada que não está confortável para executar. Nunca diga que não foi contratado para fazer este trabalho.

3- Se ocorrer um problema de comunicação ou entendimento, evite o confronto ou usar termos que desafiam a outra pessoa, “você não disse isso”. Procure as melhores palavras e não deixe a temperatura esquentar.

4- Criticar uma pessoa de forma agressiva, por exemplo “não trabalho mais com esta pessoa”, você está colocando o seu superior em check, procure ajudá-lo a resolver este problema.

5- Não fuja da responsabilidade “A culpa não é minha”, se for sua ou de alguém da sua equipe se posicione corretamente, você também é responsável. Assumindo se encurta caminho e você demonstra postura e transparência isso é muito bom para a sua carreira.

6- Mudanças em empresas podem levar a resultados não desejados, se assumir a posição “Não fazíamos deste jeito, por isso aconteceu” não é o melhor caminho. Saiba dizer que a mudança não está trazendo o resultado desejado e leve sugestões consistentes.

7- Evite falar “Isso não da para fazer”, você pode dizer a mesma coisa com outras palavras. Leve argumentos consistentes e sugestões para solucionar a solicitação.

8- Nunca deixe de ser sincero com as suas convicções, mesmo sendo diferente da sua chefia e superiores.

Quando relação com os seus superiores passa a ser mais estreita, você terá que se posicionar e está sendo observado a cada momento, então é importante saber se comunicar e se posicionar de forma correta.

LEMBRE: VOCÊ É SOLUÇÃO, E NÃO PROBLEMA.

Comunicando com seus superiores

Você quer alavancar a sua carreira? Saiba mais sobre o meu trabalho, entre em contato:
11 94777-9496  rogerio@rogeriodecaro.com.br
www.rogeriodecaro.com.br @rogeriodecaro .

Gostou de Comunicando com seus superiores?

Então, assine nossa Newsletter.