Empresa Fácil é a única plataforma que oferece o estudo de viabilidade a novos empreendedores

A Valid Cities, vertical de Smart Cities da multinacional brasileira Valid, atuante no mercado de sistemas integrados para Gestão Municipal, implementa a solução Empresa Fácil com ferramenta inovadora de Estudo de Viabilidade, em 11 cidades de São Paulo, em apenas seis meses.   

O estudo de viabilidade é uma ferramenta inédita que permite realizar uma consulta prévia para saber se as atividades que a empresa irá desenvolver são permitidas no endereço escolhido. A grande vantagem para o empreendedor é que, antes mesmo de adquirir ou alugar um ponto comercial e de formalizar a pessoa jurídica no órgão de registro, terá a certeza que sua futura empresa poderá funcionar no local pretendido, evitando prejuízos financeiros e perca de tempo no processo.  

O que é o Empresa Fácil?   

Trata-se de um sistema on-line para abertura, alteração cadastral e encerramento de inscrição de empresa junto ao Cadastro Municipal que está totalmente integrado com o Via Rápido Empresa, Rede SIM, Sistema de Licenciamento (SIL) e Sistema Tributário em uso no município.  

Com este moderno sistema de governo eletrônico o empreendedor executa todas as etapas do processo, desde a análise de viabilidade de localização até a obtenção definitiva do Alvará de Funcionamento, podendo acompanhar o processo pela internet em tempo real. Um processo que demorava cerca de 30 dias cai apenas para 1 dia, o que facilita o início das atividades de negócios aos empresários.  

Principais benefícios  

  • Transparência, o empreendedor acompanha online todas as etapas  
  • Desburocratização, permite a emissão do Alvará Provisório em 24h  
  • Otimização, eficiência na fiscalização e arrecadação  
  • Integração, entre Prefeitura Municipal e órgãos emissores de laudo  
  • Interoperabilidade com sistemas já existentes, além do Via Rápida Empresa e RedeSIM  
  • Acessibilidade, alta disponibilidade dos serviços web garantindo agilidade e comodidade na prestação dos serviços  
  • Precisão, geração de informações confiáveis, atualizadas e tempestivas para tomada de decisões Sala de Situação. 

Segundo Cedric Monroe Pereira, executivo comercial da Valid Cities, a partir de julho/21 entrará em vigor a Resolução CGSIM nº 61, publicada no Diário Oficial da União (DOU) em 13/08/2020, que dispõe sobre medidas de simplificação e prevê o modelo operacional de registro e legalização de empresários e pessoas jurídicas. 

O executivo ainda destaca que o Empresa Fácil é uma plataforma pensada e desenvolvida para facilitar o dia a dia de novos empreendedores. “Nossa solução traz tecnologia inovadora que reduz a burocracia dos processos, fomenta o desenvolvimento econômico e aumenta a arrecadação dos municípios”.  

Empresa Fácil é a única plataforma que oferece o estudo de viabilidade a novos empreendedores
Cedric Monroe Pereira, Executivo Comercial da Valid Cities. Foto: Divulgação

Mais Notícias do Grande ABC

Gostou “Empresa Fácil é a única plataforma que oferece o estudo de viabilidade a novos empreendedores”?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email assim que estiverem online em nosso site. Aproveite e leia sobre Carreiras e Trabalho, com os ensinamentos de Rogério de Caro. Veja também as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Entre Séries.

Junte-se a 3.067 outros assinantes

Pacote de ferramentas gratuito para empreendedores da Nuvemshop

A Nuvemshop, plataforma de e-commerce líder na América Latina com mais de 80 mil lojas online, acaba de lançar um novo pacote de ferramentas gratuito para facilitar ainda mais o dia a dia dos empreendedores. O objetivo é garantir que os lojistas tenham à mão tudo o que precisam de forma simples e rápida para impulsionar e acelerar os seus negócios.

Entre as quatro soluções lançadas este mês, a principal delas é o gerador de QR Code, feita em parceria com a Resultados Digitais (RD Station), maior empresa do Brasil no desenvolvimento de software (SaaS) para automação de marketing e vendas. A partir de agora, os lojistas poderão criar códigos QR, de forma rápida, para exibir em campanhas de marketing, como a do Dia dos Namorados, ampliar a audiência do e-commerce com a divulgação do código em materiais impressos e vitrines e disponibilizar informações extras sobre a loja ou sobre o processo de produção utilizando-o nas etiquetas dos produtos. Essa aplicação desperta a curiosidade dos consumidores e proporciona maior engajamento com a marca. No gerador, basta selecionar o tipo de conteúdo do seu QR Code como, por exemplo, o endereço do website, uma nova conversa em aplicativos de mensagens ou, até mesmo, um texto personalizado para começar a transformar a experiência dos seus clientes.

Além dessa ferramenta desenvolvida em parceria com a Resultados Digitais, a Nuvemshop também inclui no pacote a integração direta com o rastreamento de encomendas dos Correios, que fornece a localização exata do pedido e permite que o usuário se planeje para receber a mercadoria. É possível adicionar o link da ferramenta no menu da sua loja virtual para oferecer aos clientes a facilidade de rastrear os pedidos direto do seu e-commerce. Os lojistas também passam a ter à disposição para integrar na sua loja a elaboração de texto completo e personalizado de uma política de privacidade, no Gerador de Política de Privacidade, adequada à Lei Geral de Proteção de Dados, norma federal com o objetivo de assegurar os direitos de privacidade dos usuários.

Outra ferramenta que compõe este pacote é o gerador de nomes para empresas. Essa tecnologia forma centenas de combinações de nomes para auxiliar quem está iniciando um novo negócio. Em segundos e de forma automática, numerosas sugestões baseadas nas informações dadas são apresentadas e cabe ao lojista escolher qual opção mais lhe agrada. A geração dos nomes é personalizada de acordo com o segmento do e-commerce, fazendo com que as sugestões sejam mais assertivas e alinhadas com a sua estratégia.

“Desenvolvemos esse pacote de ferramentas para otimizar a rotina dos empreendedores e possibilitar que eles tenham cada vez mais rentabilidade em seus negócios”, afirma Bruno Fernandes, Global Head of Growth da Nuvemshop. “O nosso objetivo é que qualquer pessoa que sonha em empreender tenha acesso de forma rápida e fácil à ferramentas que fazem a diferença no dia a dia. Por isso, também nos juntamos à Resultados Digitais para lançar o gerador de QR Code. Assim como nós, eles têm em seu DNA o conceito de impulsionar as PMEs no uso de tecnologias digitais para acelerar negócios.”

“Oferecer uma ferramenta que facilita o acesso das empresas a uma nova forma de compartilhar informação e conteúdo facilita muito a rotina dos líderes e profissionais. Temos certeza que juntos vamos conseguir fortalecer as campanhas de Marketing das pequenas e médias empresas”, destaca Thiago Rocha, Growth Manager da RD Station.

Para conhecer esse pacote de ferramentas gratuito, clique aqui ou acesse o link: https://www.nuvemshop.com.br/ferramentas

Gostou da nossa matéria “Pacote de ferramentas gratuito para empreendedores da Nuvemshop“?

Pacote de ferramentas gratuito para empreendedores
Foto de Mikhail Nilov no Pexels

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 3.067 outros assinantes

Título Eleitoral: Como solicitar pela internet

Segundo o artigo 14 da Constituição Federal, o voto é facultativo para jovens de 16 e 17 anos, mas passa a ser obrigatório a partir dos 18 anos. Com isso, é necessário que os jovens tirem o primeiro título eleitoral para que possam exercer seus direitos políticos. Por conta da pandemia da Covid-19, é possível fazer a emissão do título de forma online por meio do sistema TítuloNet, através de um computador, tablet ou celular.

Ao acessar o sistema, basta selecionar a opção “não tenho” na guia “Título de eleitor” e preencher todos os campos indicados com dados pessoais, como nome completo, e-mail, número do RG e local de nascimento. Além dessas informações, é preciso anexar pelo menos quatro fotografias ao requerimento para comprovação da identidade e um comprovante de residência. No caso dos homens, é preciso ainda enviar o comprovante de quitação com o serviço militar.

Após o processamento e confirmação dos dados, a versão digital do documento poderá ser encontrada no aplicativo e-Título no celular. Outras informações pessoais armazenadas no banco de dados da Justiça Eleitoral também podem ser acessadas pelo app.

Como tirar o título de eleitor

  • Acesse o sistema TítuloNet
  • Preencha as informações e anexe os documentos necessários
  • O andamento do pedido pode ser acompanhado na guia “Acompanhar Requerimento”, basta informar o número do protocolo gerado na primeira fase do atendimento
  • Se não houver pendências, o pedido será processado e o título será gerado

Pelo sistema do TítuloNet também é possível fazer mudança de município (transferência de domicílio eleitoral), verificar débitos, alterar dados pessoais, mudar o local de votação para facilitar a mobilidade e solicitar revisão para a regularização de inscrição cancelada.

Fonte: Brasil 61

Gostou da nossa matéria “Título Eleitoral: Como solicitar pela internet“?

Título Eleitoral: Como solicitar pela internet

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 3.067 outros assinantes

Mais novo unicórnio da internet mira o Brasil

O crescimento exponencial do uso de aplicativos de mensagem como o WhatsApp, SMS, Messenger, Signal ou Telegram, no Brasil e no mundo, mudou para sempre a forma como as empresas se relacionam com seus clientes. E mesmo com o controle da pandemia e a volta à “normalidade”, este novo comportamento dos consumidores deve se acentuar.

Foi com esta perspectiva que a Gupshup, líder indiana de mensageria com mais de 6 bilhões de interações/mês apenas na Índica, se tornou o mais novo unicórnio da internet ao receber um aporte de USD$ 100 milhões da Tiger Global Management, na segunda semana de abril, o que elevou seu valor de mercado a USD$ 1,4 bilhão.

“O Brasil é um dos maiores mercados quando se fala em uso comercial dos aplicativos de mensagem. E este é um segmento que deve aumentar muito mais, pelas facilidades que oferece no relacionamento entre empresas e clientes. A Gupshup vinha atendendo clientes brasileiros em sua plataforma, que é self-service, e por isso decidimos criar uma estrutura local, que também vai atender outros países da América Latina e do Sul.” explica Beerud Shteh, CEO e co-fundador da companhia.

A Guphup é uma empresa de tecnologia que desenvolve soluções para que as empresas se relacionem com seus clientes por meio de aplicativos como WhatsApp e SMS, que são apenas o canal de contato. As caixas de diálogo, links e outras interações, são fornecidas por empresas de mensageria.

Sua plataforma funciona com base em IP, o que lhe permite atuar em qualquer país do mundo sem qualquer necessidade de adaptação ou limitação por conta de diferenças de protocolo.

Brasil

A Gupshup iniciou o atendimento de clientes brasileiros em sua plataforma, que é “self-service”. E começou a trabalhar localmente em meados de 2020, para atender à crescente demanda e aceitação de suas soluções.

Agora, com uma estrutura plena no país, oferece um suporte mais adequado e um atendimento comercial mais identificado com a cultura local.

Líder de mercado na Índia, onde entrega mais de 6 bilhões de mensagens por mês, a Gupshup espera crescer 3 vezes no Brasil em 2021 e já atende clientes do porte da Caixa Econômica Federal, Banco do Nordeste, Unimed, Lojas Torras, governos estaduais e prefeituras, além de, por meio de parceiros, atender empresas que atuam em grandes Marketplaces.

Já com clientes do porte da Caixa Econômica Federal, Banco do Nordeste, Unimed e Lojas Torra, além de outros grandes do varejo, por meio de parceiros, a empresa acaba de se tornar um unicórnio ao receber um aporte financeiro de USD 100 milhões do fundo Tiger Global.

“Clientes locais pedem presença local, tanto para suporte quanto para atendimento comercial, pois conseguimos estreitar o relacionamento com os clientes e desenvolver soluções cada vez mais específicas”, explica Leonardo de Paula, Head de Negócios da GupShup no Brasil.

Gupshup

Empresa de origem indiana criada em 2006, oferece soluções de mensageria conversacional por IP para empresas de todos os segmentos e tamanhos. É a plataforma líder neste segmento, gerando mais de 6 bilhões de mensagens por mês, e oferece uma única API de mensagens para mais de 30 canais. Em abril de 2021 a Gupshup recebeu um aporte de USD$ 100 milhões do Tiger Global Management, elevando seu valor de mercado para USD$ 1,4 bilhão.

Gostou da nossa matéria “Mais novo unicórnio da internet mira o Brasil“?

Mais novo unicórnio da internet mira o Brasil

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias e mais vagas de emprego abertas. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 3.067 outros assinantes

O que muda para clientes e profissionais do Mercado Financeiro?

Meses após a declaração do estado de pandemia mundial, em 2020, a Deloitte e a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) divulgaram a Pesquisa de Tecnologia Bancária que apontou uma mudança de comportamento do consumidor, que cada vez mais prioriza os meios digitais para realizar transações bancárias. No comparativo entre os anos de 2019 e 2020, considerando ambientes de mobile banking, houve aumento de 105% na consulta de investimentos, 61% na contratação de crédito, 33% nos pagamentos e 24% nas transferências. Os clientes estão mais seguros para usar as plataformas digitais e as instituições financeiras estão dispostas a investir em inovação e talentos profissionais para lidar com a alta competitividade no novo mercado financeiro.

Neste contexto, novas oportunidades surgem para clientes (no que diz respeito a liberdade e possibilidades de atendimento) e profissionais que atuam no setor, que agora vislumbram um horizonte promissor no âmbito do plano de carreira fora dos bancos tradicionais.

Na avaliação de Ronaldo Cerqueira, integrante da comissão especial do Linkedin Global para o desenvolvimento de profissionais, muitos candidatos se limitam a buscar vagas apenas nos bancos líderes – e isso pode ser um equívoco. “Com o avanço da digitalização e movimentos como open banking e banking as a service, nunca fez tanto sentido a frase ‘o grande emprego não necessariamente vem do grande empregador’. Bancos de varejo, atacado, investimentos, digitais, fintechs, FIDCs, cooperativas, corretoras, seguradoras, researches e financeiras estão de olho em recursos humanos para alavancar suas operações”, pontua o consultor especialista em carreiras no mercado financeiro.

Sobre o relacionamento dos clientes com as instituições financeiras, o relatório Pace Pulse Brasil (realizado pela FIS em conjunto com o instituto Ipsos) ouviu 2 mil pessoas adultas, com e sem conta bancária e pertencentes a diferentes classes sociais, sobre como a pandemia mudou as formas de pagamento e de atendimento. As carteiras digitais já foram adotadas por 76% dos jovens adultos (24 a 28 anos) e adultos (29 a 39 anos). Ainda de acordo com a pesquisa, a pandemia fez com que 82% dos consumidores mudassem a forma de se comunicar com o banco, o que mostra que as agências físicas estão perdendo espaço para os serviços bancários on-line.

“A geração Y e Z mudou radicalmente a relação de consumo de serviços financeiros e força uma saudável mudança. Agora os grandes players bancários têm bancos digitais, fintechs, corretoras e cooperativas, entre outros, como adversários na busca pela relação íntima com o cliente, seja ele pessoa física ou jurídica”, analisa Ronaldo Cerqueira.

Tendência é de abertura de novas instituições financeiras

De acordo com dados do Bacen de março de 2021, existem 1.940 instituições financeiras em operação no Brasil. Ronaldo Cerqueira afirma que o open banking motivará o crescimento deste número, sobretudo com o surgimento de novas instituições ligadas ao varejo impulsionadas pelo conceito de banking as a service (conjunto de soluções que permitem uma empresa criar e ofertar soluções financeiras) e pelo potencial de mercado representado pelos 40 milhões de brasileiros desbancarizados (fonte: Americas Market Intelligence/Mastercard, outubro de 2020).

“Cerca de 40 milhões de brasileiros não têm relacionamento com bancos, sequer de conta corrente, mesmo após uma imensa ação da Caixa Econômica Federal como canal distribuidor do auxílio emergencial concedido pelo Governo Federal. Existe um mar inexplorado e cheio de oportunidades para novos e antigos players na indústria financeira. No novo mercado financeiro o cliente tem independência e autonomia sobre seus dados e tem disponível, na palma da mão, uma ampla oferta de produtos e serviços aderentes à sua realidade. Quem souber conectar as novas necessidades do consumidor ao maior valor agregado na prestação de serviço terá vantagem competitiva”, conclui o consultor especialista em mercado financeiro.

Gostou da nossa matéria “O que muda para clientes e profissionais do Mercado Financeiro?“?

O que muda para clientes e profissionais do Mercado Financeiro?
Ronaldo Cerqueira Foto: Divulgação

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias e mais vagas de emprego abertas. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 3.067 outros assinantes

Lojistas Brasileiros: Como resolver as principais dificuldades

As principais dificuldades dos lojistas brasileiros em 2020 (e como resolvê-las em 2021) 

Por Henrique Carbonell *  

Não há dúvida de que o ano de 2020 foi desafiador para os lojistas brasileiros. Entretanto, falar que a pandemia da Covid-19 foi o principal problema do varejo chega a ser redundante. Claro, tanto o avanço de uma doença global quanto a necessidade de quarentena e isolamento social foram complicadores – mas esse problema afetou a todos, grandes e pequenos, independentemente da região ou segmento. O que cada empresário fez a partir disso é que determinou o sucesso, ou o fracasso, em 2020. Por conta disso, confira as principais dificuldades dos varejistas brasileiros no ano passado e saiba como evitá-las em 2021:  

1 – Transformação digital  

A digitalização dos processos em si não é um problema – de fato, pode ser considerada a solução para muitas dificuldades. Porém, poucos varejistas estavam aptos para se movimentarem de uma hora para outra com a chegada do novo coronavírus. De repente, tudo aquilo que ele fazia de forma manual e/ou física precisou migrar para o ambiente virtual por meio de softwares, sistemas e dispositivos. A transformação digital é um processo sem volta no Brasil, e os empreendedores precisam se preparar para realizá-la de forma segura. A melhor dica é encontrar fornecedores que possam orientar e auxiliar as empresas a encontrarem soluções que realmente façam sentido ao negócio.  

2 – Omnichannel 

Simultaneamente à transformação digital iniciada às pressas a partir de março de 2020, os varejistas brasileiros também tiveram que lidar com o aspecto omnichannel do consumidor, tanto no relacionamento com a marca quanto nas relações de compra e venda. Até então, havia mais teoria do que prática no dia a dia do negócio, mas foi preciso incorporar (e integrar) diferentes canais utilizados pelas pessoas, como e-commerce, aplicativos de mensagens, redes sociais, entre tantos outros. Foi uma dificuldade manter a comunicação sem ruído com o cliente, mas a adoção de tecnologias já desenvolvidas nesse preceito e que potencializam a integração de canais pode reduzir qualquer risco.  

3 – Gestão de vendas  

De repente as lojas físicas também precisaram vender pela internet. O WhatsApp passou a ser um importante aliado dos vendedores para conversar com os clientes e até para ofertar produtos. Mas como organizar esse fluxo e estipular metas em um novo contexto? A gestão de vendas do varejo precisou se adaptar a essa realidade, seja na adoção de novas técnicas, seja na estrutura do trabalho a ser desenvolvido. Dessa forma, foi preciso capacitar os colaboradores durante a pandemia, corrigindo em tempo real possíveis questões que surgiam no dia a dia. Para evitar novos problemas, a saída é contar com uma plataforma integrada de gestão empresarial e financeira, capaz de extrair relatórios de vendas para análise dos gestores.  

4 – Logística  

Outro problema decorrente da digitalização imposta pela pandemia da Covid-19 é a logística de entrega dos produtos. Quem já estava acostumado a vender pela internet possuía o know-how necessário para dar conta de todas as demandas. Mas e os varejistas que precisaram montar às pressas seus canais de vendas? A grande maioria sofreu para conseguir entregar os pedidos nos prazos e nas condições desejadas pelos consumidores. Aqui, mais do que encontrar a melhor solução tecnológica voltada à logística, o recomendado é garantir que esse recurso esteja integrado às ferramentas de gestão, permitindo que todo o processo seja automatizado, da confirmação do pedido ao envio da mercadoria.  

5 – Conciliação de cartões  

Por fim, fazer a conciliação financeira das transações de cartões tornou-se uma missão ainda mais primordial para a gestão do pequeno e médio varejista. A prática é essencial por conferir os valores envolvidos em cada transação, incluindo o valor pago nas taxas de administração das máquinas e demais custos envolvidos. Sem um detalhamento específico, é comum a loja pagar mais do que deve. É como um conta-gotas: no mês nem se percebe a diferença, mas depois de um ano há um rombo considerável nas finanças. As melhores plataformas de gestão financeira completam essa tarefa de forma automática, permitindo até mesmo a recuperação dos valores pagos a mais.  

* Henrique Carbonell é sócio-fundador da F360°, empresa especializada em sistema de gestão financeira com conciliação automática de vendas por cartão para o pequeno e médio varejowww.f360.com.br– e-mail:f360@nbpress.com  

Sobre a F360° 

A F360° é uma startup com a missão de transformar a gestão de varejo de franquias e do pequeno e do médio varejista desenvolvendo a melhor ferramenta de gestão do Brasil. O objetivo é gerar eficiência operacional, evitar perdas financeiras aos seus usuários e potencializar as vendas. Desenvolvida por – e para – o varejista, a plataforma oferece, em uma única ferramenta, integração de todos os processos de gestão de uma franquia ou de pequeno e médio varejo. A empresa faz parte da HiPartners, um ecossistema de investimentos focado em empresas inovadoras e com alto potencial de crescimento dentro do conceito de New Retail. Para saber mais, acesse https://www.f360.com.br/.  

Gostou da nossa matéria “Lojistas Brasileiros: Como resolver as principais dificuldades”?

Lojistas Brasileiros: Como resolver as principais dificuldades
Lojistas Brasileiros: soluções

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia sobre Carreiras e Trabalho, com os ensinamentos de Rogério de Caro.

Junte-se a 3.067 outros assinantes

Pagar conta de luz com Pix: em breve, disponível em todo país

Você já pode pagar conta de luz com Pix, mas só se morar em alguns dos estados contemplados, neste momento. A novidade será disponibilizada para todo o Brasil em breve.

A fatura vem no formato digital, com um QR Code que direciona o cliente para a tela de pagamento.

A novidade está disponível em cinco estados do País: Bahia, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Rio Grande do Norte e São Paulo.

A opção foi adotada pela Neoenergia, que também pretende disponibilizar a opção para pagamento pelo PIX na fatura de papel.

De acordo com a Agência Estado, outras distribuidoras se preparam para oferecer a modalidade aos clientes.

A CPFL, que atua em São Paulo, Paraná, Minas Gerais e Rio Grande do Sul, informa que vai disponibilizar a opção nas faturas digital e de papel até o final de fevereiro.

Já a empresa de distribuição Enel, que atende consumidores do Rio de Janeiro, Goiás, São Paulo e Ceará diz que já recebeu aprovação da Agência Nacional de Energia Elétrica, a Aneel, para adaptar seus sistemas.

A companhia não divulgou nenhum prazo, mas informou que  vai passar a utilizar o PIX em breve.

O uso da ferramenta é estimulado pela Aneel, que firmou uma parceria com o Banco Central e ainda este ano deve discutir uma regulamentação para adoção no sistema.

Em parceria com Rádio2.

Gostou de “Pagar conta de luz com Pix: em breve, disponível em todo país”?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Aproveite e leia mais notícias do Brasil, e fique por dentro do que acontece de importante no país.

Pagar conta de luz com Pix: em breve estará disponível
Pix é o pagamento instantâneo brasileiro. O meio de pagamento criado pelo Banco Central (BC) em que os recursos são transferidos entre contas em poucos segundos, a qualquer hora ou dia. É prático, rápido e seguro.

Como enviar currículo no Gupy?

Destacado

Neste artigo, você verá como enviar currículo no Gupy, simples e rápido.

Atualmente, as maiores empresas, e também muitas médias, utilizam plataformas de recrutamento online. Portanto, cadastrar seu currículo em plataformas online é a maneira como você irá se inscrever. Hoje, as principais são Indeed, Infojobs, EmpregoLigado, Gupy e muitas outras disponíveis.

A divulgação de vaga disponível em uma organização é feita de algumas maneiras, mas, principalmente, de forma presencial ou online, por meio das redes sociais. Com isso, a quantidade de currículos recebidos será grande, e de fontes e fluxos distintos.

Com tanto material recebido, analisar as informações para selecionar os candidatos que participarão de fato do processo seletivo pode ser um desafio. Além disso, o trabalho manual para a triagem dos currículo pode acarretar em alguns problemas, como o excesso de tempo gasto em um único processo, o retrabalho ou, até mesmo, a revisão dos mesmos candidatos uma e outra vez.

Há, também, um ganho de acesso, uma vez que com as informações todas armazenadas na plataforma, os candidatos podem, facilmente, acessá-las de qualquer lugar, aumentando o dinamismo e facilidade na inscrição para vagas.

Cadastrando no GUPY

1. Acesse a página “encontre seu login“, escolha a empresa clicando em Login na Plataforma da empresa desejada. Depois, clique em Login na Plataforma✅

Como enviar currículo no Gupy?

2.. Ao clicar neste botão, a página te direciona para a página de Acesso Gupy✅

Se já utilizou a Gupy para algum outro processo seletivo, digite o e-mail vinculado ao seu CPF e a sua senha cadastrada, ou ainda seu perfil no Facebook ou Linkedin:

Como enviar currículo no Gupy?

Se nunca utilizou a Gupy, crie uma conta para você! É só clicar em Criar Conta ✅

3.  Em seguida, você poderá procurar a sua vaga, clicando em Oportunidades ✅

Como enviar currículo no Gupy?

👉 Ao se conectar em alguma vaga, você terá a opção de enviar seu currículo.

Quando se cadastra pela primeira vez em alguma oportunidade, você verá a opção enviar currículo, para pré-preencher algumas informações sobre você. Essas informações ficarão salvas e serão reutilizadas em outras candidaturas. 

É possível alterar depois, fique tranquilo.

A alteração também se aplicará automaticamente para as outras vagas em andamento! É só preencher uma única vez e seu currículo será puxado para todas as outras aplicações!

Veja o vídeo tutorial:

Com informações de https://gupy.zendesk.com.

ENCONTRE VAGAS DE EMPREGO

Gostou de “Como enviar currículo no Gupy?”?

Assine nossa Newsletter, e receba nossas publicações em seu email. Leia mais sobre Trabalho e Emprego.

Conecte SUS agiliza identificação e informações da vacinação

Com uso facultativo, ferramenta lançada pelo Ministério da Saúde, Conecte SUS agiliza e facilita processo de vacinação

O Ministério da Saúde orienta a população a baixar o aplicativo Conecte SUS para ter acesso às fases de vacinação contra a Covid-19. O uso da ferramenta é facultativo, mas é necessário realizar um cadastro no sistema nacional, por meio do site do Governo Federal.

O Conecte SUS tem um sistema intuitivo e simples e funciona como uma plataforma oficial de comunicação entre o cidadão e o Sistema Único de Saúde (SUS). O uso da ferramenta pode facilitar a identificação no momento de vacinação, agilizando o fluxo de atendimento.

Após criar seu login e senha, o cidadão pode acessar seu histórico de vacinação por meio do aplicativo, além de verificar consultas e exames realizados na rede pública, assim como o cadastro necessário para apresentar no posto de saúde na hora da vacinação contra o coronavírus.

O acesso a vacinas da rede pública de Saúde, no entanto, não está condicionado ao cadastramento em aplicativo ou plataforma. Mas trata-se de um direito que decorre da gratuidade e universalidade do SUS, ressaltou o secretário-executivo do Consórcio ABC, Acácio Miranda.

Como usar?

“O uso do Conecte SUS facilita muito o processo de vacinação tanto para o cidadão quanto para as equipes de Saúde, mas é uma ferramenta de uso facultativo. É importante frisar que ninguém que pertence ao público prioritário da campanha deixará de ser vacinado caso não baixe o aplicativo”, afirmou Miranda.

Para obter a vacina, será necessário apenas apresentar o Cadastro de Pessoa Física (CPF) ou o Cartão Nacional de Saúde (CNS), para que o profissional de saúde o localize na base de dados do Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI).

Segundo o Ministério da Saúde, o cidadão que faz parte dos grupos prioritários, mas não tem cadastro, não deixará de ser imunizado. Em caso de ausência do nome no sistema, não haverá impedimento para receber a vacina, desde que comprove que integra algum grupo prioritário.

O Conecte SUS pode ser acessado por meio do site oficial ou pode ser baixado na App Store ou na Google Play.

Gostou da matéria sobre “Conecte SUS agiliza”?

Então, assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Então, aproveite e leia mais sobre Vacinação contra Covid-19.

Conecte SUS agiliza