Santo André amplia vacinação contra Covid-19 para 55 a 59 anos

A Prefeitura de Santo André amplia a vacinação contra Covid-19 para pessoas com idade entre 55 a 59 anos sem comorbidades. Com eficiência e planejamento o município segue antecipando a vacinação para novos públicos. Até o momento, 229.961 pessoas do público-alvo foram imunizadas e 333.263 vacinas entre primeira e segunda dose foram aplicadas.

“Santo André se prepara para vacinar cerca de 40 mil pessoas com idades entre 55 e 59 anos. Um público importante a ser imunizado nos próximos dias. Nosso planejamento continua para garantir a maior cobertura vacinal da região, com proteção e cuidado com toda a nossa gente”, pontuou o prefeito Paulo Serra.

Para se vacinar é necessário realizar agendamento prévio no site psa.santoandre.br/vacinacovid, que indicará data, local e horário disponível

Em Santo André o índice da cobertura vacinal para pessoas maiores de 18 anos é de cerca de 39%, média maior do que a registrada no estado e no Brasil. O município segue monitorando a evolução da pandemia e se mantém estruturado, implantando novas estratégias para garantia a vacinação de toda a população. 

Para esclarecer dúvidas e obter outras informações sobre o cadastramento, além do portal da Prefeitura de Santo André, há o telefone 0800-4848004.

Documentos necessários – Todos os munícipes deverão, obrigatoriamente, apresentar comprovante de residência e documento de identidade.

Solidariedade – O Fundo Social de Solidariedade, presidido voluntariamente pela primeira-dama Ana Carolina Barreto Serra, está recebendo doações. Quem for se vacinar pode levar 1 kg de alimento não perecível para doar nos drive-thrus. Os itens irão para o Banco de Alimentos, que está entregando os itens para as famílias em situação de vulnerabilidade. A doação não é obrigatória para tomar a vacina, mas faz diferença na vida da família que recebe.

| Texto: Rafaela Mazarin
| Fotos: Helber Aggio/PSA

Mais notícias do Grande ABC

Gostou “Santo André amplia vacinação contra Covid-19 para 55 a 59 anos”?

Santo André amplia vacinação contra Covid-19 para 55 a 59 anos

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email assim que estiverem online em nosso site. Aproveite e leia sobre Carreiras e Trabalho, com os ensinamentos de Rogério de Caro. Veja também as Últimas Notícias. Visite e conheça o nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 1.368 outros assinantes

Aumento do consumo de fumo no Brasil

Dados do IPC Maps, especializado em potencial de consumo, aponta para o aumento consumo de 16% nos gastos relacionados a fumo no Brasil em comparação ao ano passado. De acordo com o estudo, embora de 2019 para 2020 a categoria tenha apresentado queda de 5,4% (totalizando R$ 18,1 bilhões), a previsão é de que o consumo no setor ultrapasse R$ 21 bilhões em 2021, o que representa 0,45% do orçamento familiar.

Neste cálculo, são levadas em conta as despesas com cigarros, charutos, fumo para cachimbo, fumo para cigarros e outros artigos para fumantes, como fósforos, isqueiros etc.

Para Marcos Pazzini, responsável pelo IPC Maps, “apesar da pandemia estar em curso e do brasileiro ter reduzido suas despesas em alguns itens de consumo, infelizmente as despesas com fumo continuam em alta, o que é um sintoma de que o vício e o prazer superam qualquer adversidade”.

Aumento do consumo de fumo no Brasil

Sobre o IPC Maps

Publicado anualmente pela IPC Marketing Editora, empresa que utiliza metodologias exclusivas para cálculos de potencial de consumo nacional, o IPC Maps destaca-se como o único estudo que apresenta em números absolutos o detalhamento do potencial de consumo por categorias de produtos para cada um dos 5.570 municípios do País, com base em dados oficiais, através de versões em softwares de geoprocessamento.

Este trabalho traz múltiplos indicativos dos 22 itens da economia, por classes sociais, focados em cada cidade, sua população, áreas urbana e rural, setores de produção e serviços etc., possibilitando inúmeros comparativos entre os municípios, seu entorno, Estado, regiões e áreas metropolitanas, inclusive em relação a períodos anteriores. Além disso, o IPC Maps apresenta um detalhamento de setores específicos a partir de diferentes

Gostou da nossa matéria “Aumento do consumo de fumo no Brasil“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 1.368 outros assinantes

Dia Mundial sem Tabaco: SBOC alerta sobre maiores riscos de câncer e COVID-19

Em 31 de maio é celebrado o ‘Dia Mundial sem Tabaco’, data de conscientização sobre os riscos que o tabagismo acarreta à saúde – entre eles, o surgimento e o agravamento de uma série de tipos de câncer, não apenas do pulmão.

Diante de sua histórica atuação para o controle do tabagismo no Brasil e em meio à pandemia de COVID-19, a Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC) alerta para os riscos ainda mais elevados de infecção pelo SARS-CoV-2 em fumantes.

Estudos epidemiológicos recentes mostraram que usuários de tabaco têm 34% mais chances de contrair doenças da família influenza, incluindo a infecção pelo novo coronavírus1. Entre adolescentes e jovens adultos, o diagnóstico da doença foi 5 vezes maior entre usuários de cigarros eletrônicos e 7 vezes maior entre aqueles que combinam essa opção com o cigarro de papel2. Além disso, de todos os casos de câncer de pulmão no Brasil, 90% são causados pelo tabagismo.

Segundo a presidente da SBOC, Dra. Clarissa Mathias, o maior risco de infecção ocorre porque o pulmão do fumante apresenta áreas inflamadas, causadas pelo uso do tabaco. “A fumaça e as toxinas do cigarro possuem efeito imunossupressor, ou seja, são responsáveis por uma maior vulnerabilidade a infecções por vírus e bactérias. Essas inflamações também são um fator de risco para complicações e agravamento da COVID-19”, explica.

Além dos riscos em relação ao coronavírus, o consumo do tabaco traz diversos prejuízos ao organismo. “O tabagismo é o maior responsável pela grande incidência de câncer de pulmão no Brasil: cerca de 90% dos casos são causados pela substância. Atualmente, ele é um dos tipos mais letais entre homens e mulheres, chegando a atingir uma taxa de mortalidade de 13 e 11%, respectivamente”, adverte Dra. Clarissa.

Outros tipos de câncer também podem ser desenvolvidos em fumantes, como o de bexiga, cabeça e pescoço e pâncreas. “O tabaco ainda é responsável pela redução da cicatrização, envelhecimento precoce e doenças coronarianas e vasculares”, complementa.

De acordo com a presidente da SBOC, especialista em tratamento de pacientes com câncer de pulmão, o grande desafio para o tratamento do câncer neste órgão é o diagnóstico precoce. “Normalmente, os sintomas aparecem quando o tumor já está em estágio avançado, como falta de ar excessiva, tosse persistente, dor no peito, escarro com sangue, pneumonia ou bronquite recorrente, perda de peso, entre outros.

Por isso é tão importante que haja a implantação de programas de rastreamento da doença, que conta com exames simples de radiografia e tomografia de tórax. Com o diagnóstico precoce é possível reduzir o risco de morte do paciente em 20%”, explica. As recomendações para a realização dos exames de rastreamento são, majoritariamente, para pessoas acima dos 55 anos com histórico tabagista, ou seja, que sejam fumantes ou que não tenham fumado nos últimos 15 anos.

Dia Mundial sem Tabaco e pesquisas na área

Recentemente, houve avanços representativos no tratamento de pacientes com câncer de pulmão. “Duas conquistas muito importantes foram o desenvolvimento da imunoterapia, medicamentos que estimulam o sistema imunológico a para reconhecer e destruir células cancerígenas de forma mais eficaz; e da terapia alvo, que ataca especificamente essas células, provocando poucos danos àquelas ainda saudáveis. Ambos os tratamentos podem melhorar e prolongar a vida do paciente em muitos anos”, declara Dra. Clarissa.

A mensagem da SBOC para a prevenção do câncer de pulmão, e dos demais tipos que podem ser desenvolvidos por meio do tabagismo, é para que haja a redução ou interrupção do consumo da substância. “Os cigarros, tanto o de papel como o eletrônico, possuem toxinas que viciam seus usuários, por isso é importante evitar o início do uso, cortando a possibilidade de dependência”, recomenda Dra. Clarissa.

Ademais, a entidade reitera a importância da vacinação contra a COVID-19 em pacientes oncológicos, classificados como grupo de risco para complicações causadas pelo coronavírus, com risco de óbito por volta de 26%, muito acima do que na população geral, que fica entre 2 e 3%3. Por isso, todos podem e devem ser vacinados, exceto aqueles que apresentam algum tipo de reação alérgica aos insumos da vacina.

Serviço

Guia de Vacinação para Pacientes Oncológicos

Infográfico: Tabagismo e Câncer de Pulmão

Referências

  1. Lawrence H, Hunter A, Murray R, Lim WS, McKeever T. Cigarette smoking and the occurrence of influenza—-systematic review. J Infect. 2019;79:401—6, http://dx.doi.org/10.1016/j.jinf.2019.08.014.
  2. Gaiha SM, Cheng J, Halpern-Felsher B. Association between youth smoking, electronic cigarette use and coronavirus disease 2019. J Adolesc Health. 2020;67:519—23, http://dx.doi.org/10.1016/j.jadohealth.2020.07.002.
  3. Rüthrich MM, Giessen-Junt C, Borgmann S, et al.COVID-19 in cancer patients: clinical characteristics and outcome-an analysis of the LEOSS registry.Ann Hematol 2020; Online ahead of print. Doi: 10.1007/s00277-020-04328-4

SOBRE A SBOC – SOCIEDADE BRASILEIRA DE ONCOLOGIA CLÍNICA

A Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC) é a entidade nacional que representa mais de 2,4 mil especialistas em oncologia clínica distribuídos pelos 26 estados brasileiros e o Distrito Federal. Fundada em 1981, a SBOC tem como objetivo fortalecer a prática médica da Oncologia Clínica no Brasil, de modo a contribuir afirmativamente para a saúde da população brasileira. É presidida pela médica oncologista Dra. Clarissa Mathias, eleita para a gestão do biênio 2019/2021.

Gostou da nossa matéria “Dia Mundial sem Tabaco: SBOC alerta sobre maiores riscos de câncer e COVID-19“?

Dia Mundial sem Tabaco
Dia Mundial sem Tabaco. Foto de Anna Shvets no Pexels

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 1.368 outros assinantes

Despedida

Lorena Pelais é autora de “Despedida”.

Assustador como derrepente tivemos nossas vidas transformadas.
Pessoas assustadas, “quarentena” interminável, mudanças de hábitos, vidas ceifadas.

Inúmeras perdas em todo canto do mundo deste planeta, o mistério da vida , as crescentes especulações aos enigmas que envolvem a morte, chamada de “vida eterna”, uma viagem sem previsão de reencontro, não resta menor dúvida, os que ficam não conseguem superar com facilidade, é difícil lidar com a ausência e a saudade.

Do riso ao choro, do drama a graça, das desgraças uma comédia da vida urbana na íntegra com riquezas de detalhes, cada aspecto de certa forma tocou diretamente os inúmeros espectadores independente de quais meios de comunicação tenha sido usado, cada um de nós , teve sua história contada com doses exageradas de bom humor, leveza , toda tristeza revertida em uma bela gargalhada.

Em tempos tão difíceis, a doce lembrança de bordões inesquecíveis ficam registradas no coração dos que aqui ficam.

“Borocoxozinha é a sensação de uma nação, sem poder assistir teus córneos show, uma pessoa rica riquíssima de alegria contagiante, de energia além de 220volts sua partida será algo difícil de acreditar e que jamais vai colar a palavra Adeus!”.

Uma passagem brilhante, em cada personagem a transparência da alma a sinceridade do ser humano por trás do papel, presenteou nossos dias com muito amor, risadas e alegrias, se doou, compartilhou sua vida com graciosidade para uma platéia desconhecida, partiu, deixando um pouco de ti marcado em cada um dos que te assitia , se essa era sua missão, caminhe certo que foi belamente cumprida, lamentamos somente porque não estávamos preparados ainda.
Encantou, emanou alegrou, despertou amor com humor transformou vidas , os “pensares”, os “conceitos” , jamais serão os mesmos , fez da própria vida uma “piada” recorde de bilheteria, com glamour, beleza, agradável a ser vivida.

Inacreditável…
Porque os bons morrem jovens??
Já dizia Renato Russo/ Legião Urbana.

No espetáculo da vida, ao fechar das cortinas, apagar as luzes, o mais difícil é dizer: – Vai com Deus! 😭

Meus sinceros sentimentos a todas às famílias vítimas da pandemia!!!

Ao amigo que gostaria de ter conhecido Paulo Gustavo, condolências à família, sempre será lembrado, um ser bem quisto e amado, nos deixa uma dentre muitas lições que rir é um ato de resistência!

💔 Lorena Pelais ॐ∞

Despedida
Foto de cottonbro no Pexels

Gostou de “Despedida”?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu emai. Aproveite, leia mais artigos da autora Lorena Pelais. Veja também nosso parceiro Entre Séries.

Junte-se a 1.368 outros assinantes

Estado inicia pagamento da Renda Básica Emergencial

Artistas e trabalhadores do setor irão receber auxílio emergencial no valor de R$ 3 mil em parcela única. Foram mais de 13 mil pessoas inscritas

A Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo inicia no próximo dia 25 de novembro o pagamento da renda básica emergencial aos artistas e profissionais do setor cultural aptos a receber o auxílio da Lei 14.017/20, conhecida como Aldir Blanc. Criada para mitigar os impactos da pandemia do novo coronavírus, a Lei recebeu em cerca de quase dois meses 13.611 inscrições pela plataforma www.dadosculturais.sp.gov.br. Os beneficiários receberão R$ 3 mil em parcela única, e, no caso de mãe/provedora, o valor será dobrado. Os profissionais podem acompanhar o processo diretamente na plataforma com login e senha cadastrados no momento da inscrição ou pelo e-mail: auxiliocultura@turismo.gov.br.

O total de recursos destinado para o Estado de São Paulo pela Lei Aldir Blanc foi de R$ 566 milhões, sendo que o Governo estadual recebeu diretamente R$ 264 milhões. “O setor cultural é muito importante para a economia de São Paulo, com 3,9% do PIB estadual e 1,5 milhão de empregos”, afirma Sérgio Sá Leitão, secretário de Cultura e Economia Criativa. “O investimento do Governo Federal, em parceria com estados e municípios, por meio da Lei 14.017/20, será fundamental para mitigar a crise e acelerar a recuperação.”

Sobra do auxílio emergencial

Parte dos recursos da renda básica remanescente será realocado para os 25 editais do ProAC Expresso LAB, que teve cerca de 5 mil inscrições. Ao todo, o programa deve apoiar a realização e premiar 1,8 mil projetos e profissionais do setor cultural de todas as regiões do Estado de São Paulo, com uma média de R$ 41,6 mil por beneficiado – os valores das linhas variam de R$ 5 mil a R$ 200 mil. Ao menos 50% dos recursos serão destinados a proponentes do interior e do litoral.

Os processos de avaliação dos projetos culturais cadastrados nos editais estão previstos para serem finalizados até o final de novembro. Já os pagamentos iniciam na segunda quinzena de dezembro. Os propoentes podem acompanhar o status por meio dos e-mails: callcenter@apoioprodesp.sp.gov.brduvidaseditaisproaclab@sp.gov.br e duvidasplataformaproaclab@sp.gov.br .

Jornal Grande ABC

COMUNICAÇÃO: Existem formas de falar

O Jornal Grande ABC é feito para você, e por vocês. Nossos colaboradores e jornalistas estão todos dias buscando novidades e matérias. Assim, produzindo material especial para nossos leitores. Nosso foco são as cidades de Mauá, Diadema, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo e Santo André. Além disso, cobrimos o que acontece no Brasil e no Mundo, incluindo esporte, entretenimento e tecnologias.

Não possuímos nenhuma vinculação política ou partidária. Da mesma forma, sem ligações com outras mídias já existentes na região. Nossa fundação se deu em 07 de Setembro de 2020. Desde então, cada dia estamos crescendo e chegando em mais dispositivos e usuários. Por isso, nossa maior satisfação é entregar material de qualidade para nossos leitores. Portanto, cada nova visita e comentário, nos dão mais fôlego para seguirmos firmes e fortes neste projeto.

Quer receber mais notícias, em qualquer momento? Assine nossa Newsletter, basta inserir seu e-mail logo abaixo, e receba as publicações todos os dias.

Junte-se a 1.368 outros assinantes

É um prazer ter você conosco. Aproveite para deixar comentário aqui embaixo. Salve nosso Site. Volte Sempre!

TSE reforça ações para evitar contágio da Covid-19

Tribunal publicou Plano de Segurança Sanitária para auxiliar eleitores, mesários e poder público

A poucos dias do primeiro turno das Eleições Municipais deste ano, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) alerta a população sobre as medidas de segurança que devem ser tomadas por todos no dia da votação para evitar o contágio do novo coronavírus. Para auxiliar eleitores, candidatos e poder público durante o pleito, o TSE publicou o Plano de Segurança Sanitária. A publicação, que pode ser baixada no site do tribunal, contém diretrizes sobre ações a serem tomadas nessas eleições.

Em live promovida pelo TSE, Google Brasil e Instituto Palavra Aberta, o médico Roberto Kalil Filho, presidente do Instituto do Coração (Incor), reforçou que o mundo ainda enfrenta uma pandemia. Segundo ele, é fundamental que todos os eleitores respeitem as medidas de contenção da Covid-19. 

“Ainda estamos na pandemia. Independentemente do processo eleitoral todos precisam usar máscaras e o distanciamento se faz necessário para evitar a contaminação, nos protegermos e também proteger o próximo”, afirmou o médico.

Por conta da pandemia, o Congresso Nacional alterou o calendário eleitoral previsto para este ano. Anteriormente, o primeiro e segundo turno estavam marcados para 4 e 25 de outubro, respectivamente. Com a aprovação de uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC), as datas passaram para 15 e 29 deste mês. 

TSE reforça ações

Neste ano, os eleitores não precisarão se identificar por meio de biometria, segundo determinação do TSE para minimizar o risco de contágio do coronavírus. Além disso, o presidente da Corte, ministro Luís Roberto Barroso, disse que o Ministério da Saúde disponibilizou três milhões de máscaras para serem distribuídas aos eleitores que eventualmente compareçam aos postos de votação sem o acessório.

“O Ministério da Saúde gentilmente disponibilizou três milhões de máscaras para eleitores que eventualmente não a tenham. Estamos falando de pessoas que não tenham condições de comprar ou que tiveram algum problema [para não levá-las].”

O TSE recomenda que eleitores e mesários com sintomas da Covid-19 ou que tenham sido contaminados pela doença até 14 dias antes das eleições não compareçam aos locais de votação. O tribunal ampliou o horário de votação das Eleições Municipais deste ano em uma hora e ocorrerá das 7h às 17h. No entanto, entre 7h e 10h, o horário será preferencial para as pessoas com mais de 60 anos.  Para mais informações acesse: https://www.tse.jus.br.

Fonte: Brasil 61

Anvisa aprova pesquisa com células-tronco para Covid-19

Estudo combina as fases 1 e 2 e prevê a participação de 90 pacientes

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou um estudo clínico com produto de terapia avançada para tratamento da Covid-19. Segundo a autarquia, o estudo integra as fases 1 e 2, e é o primeiro controlado no Brasil e autorizado pela Agência com células-tronco originadas da polpa de dente humano.

Patrocinada pela empresa brasileira Cellavita Pesquisas Científicas, a pesquisa tem como objetivo principal avaliar a segurança do uso do produto NestaCell e verificar a eficácia na melhora do quadro clínico e do perfil inflamatório de pacientes com Covid-19 hospitalizados sem suporte ventilatório. 

De acordo com a Anvisa, está prevista a participação de 90 pacientes e a pesquisa deverá ser realizada em diversos centros clínicos brasileiros, com aprovação da Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep/MS), e será supervisionada por um Comitê Independente de Monitoramento de Segurança. 

Fonte: Brasil 61

RP amplia teste de covid-19 para moradores a partir de 12 anos

Doentes crônicos, profissionais da saúde ou segurança, e motoristas de transporte público, táxis ou aplicativos também podem fazer teste

A Prefeitura de Ribeirão Pires ampliou a testagem de covid-19 entre moradores da cidade. A partir desta segunda-feira, dia 9/11, pessoas com mais de 12 anos e/ou doenças crônicas; profissionais da saúde da rede pública ou privada (residentes na cidade); profissionais da segurança pública da cidade; motoristas de transporte público (RIGRAS), aplicativo (que residam na cidade) ou táxis (que residam ou trabalhem na cidade); podem fazer o teste gratuito na Escola Municipal Engenheiro Carlos Rohm I – Rua Ana Maria Rodriguez Fernandez de Lima 170 – Centro (antiga Rua 1º de Maio).

Diariamente, são distribuídas 550 senhas – quantidade limitada à capacidade de coleta e processamento dos exames. A ação é promovida todos os dias da semana, inclusive aos sábados, domingos e feriados, das 8h às 18h.

Para a retirada da senha, é necessária a apresentação de documento com foto (RG ou CNH), Cartão SUS e comprovante de endereço no município. Para pacientes com doenças crônicas que não passam na rede municipal de saúde (e usam Cartão SUS) será necessária apresentação de receita de medicamento de uso contínuo. Profissionais da saúde da cidade, da segurança ou motoristas de transporte público, táxi ou aplicativo deverão apresentar identificação de trabalho (crachá).

A testagem na Escola Municipal Eng. Carlos Rohm I seguirá até dia 12 de novembro. Até o último sábado, dia 7, foram realizados 3.737 testes.

Reforço na testagem de covid-19 – A Secretaria de Saúde de Ribeirão Pires recebeu neste mês a doação de testes do Instituto Butantan. Além dos kits para testagem, o município foi contemplado com um novo sistema para enviar, via internet, as amostras coletadas, por meio de um leitor chamado Hilab, – dispositivo laboratorial desenvolvido pela Hi Tecnologies em sinergia da Intel e Microsoft.

O novo sistema funciona da seguinte forma: as equipes que estão aplicando o teste registram os dados do paciente no sistema, preenchem questionário com informações sobre a doença, coletam sangue e inserem a amostra no leitor, que envia os dados ao laboratório para análise.

Em cerca de 30 minutos, o resultado do teste é disponibilizado ao paciente por sms e/ou e-mail. Os testes realizados nesta nova fase são do tipo IGG/IGM.

Mesários voluntários para as Eleições de 2020 triplicam

Ao todo, para as Eleições 2020, o TSE computou mais de um milhão de mesários voluntários, tendo 670.958 pessoas se cadastrado apenas este ano

Mesmo em meio a pandemia o número de inscritos para mesários nas eleições de 2020 teve um aumento de 220,24% em todo país se comparado com os que se cadastraram em 2016 para atuar no pleito daquele ano. O levantamento foi feito pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) junto aos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs).  

Ao todo, para as Eleições 2020, o TSE computou mais de um milhão de  mesários voluntários, tendo 670.958 pessoas se cadastrado apenas este ano. O restante faz parte de um banco de dados de voluntários inscritos em outros anos. Somando a quantidade de voluntários inscritos no ano da eleição e os que faziam parte do banco de dados, o total de mesários voluntários este ano é 29,55% maior do que os que trabalharam voluntariamente em 2016. 

Na avaliação do TSE, o chamamento feito pelo médico Drauzio Varella, em conjunto com outras medidas sanitárias divulgadas, contribuíram para a elevação dos números.

Em 25 das 27 unidades da Federação, houve incremento de voluntários inscritos no ano da eleição. O Tribunal Regional de Alagoas não enviou as informações, e o Distrito Federal foi excluído porque não realiza eleições municipais.

Nas Eleições de 2020, conforme os dados indicados pelos TREs, atuarão pelo menos 1,4 milhão de mesários. No pleito de 2016, atuaram 1,8 milhão de mesários.

O número menor na atual eleição tem uma explicação: neste ano, foram convocadas quatro pessoas por seção; antes, eram seis. Também houve remanejamento, e estas eleições contarão com um número menor de seções.
 

Fonte: Brasil 61

Educação pode perder até R$ 40 bi em tributos

O estudo leva em consideração o impacto econômico da Covid-19 a partir de um mapeamento de projeções tributárias e análise de dados do Tesouro Nacional

Segundo um levantamento do Instituto Unibanco e Todos Pela Educação, em parceria com o Conselho Nacional dos Secretários de Educação, as redes estaduais e municipais de ensino devem perder entre R$ 13 bilhões e R$ 40 bilhões em tributos neste ano. O último relatório da série Covid-19: Impacto Fiscal na Educação Básica leva em consideração os aspectos econômicos da pandemia do novo coronavírus a partir de um mapeamento de projeções tributárias e análise da base de dados do Tesouro Nacional.

De acordo com o professor e especialista em educação pela Universidade de Brasília (UnB) Raimundo Luiz Silva Araújo, os impactos dessa perda poderão ser sentidos até o final do ano que vem. “A queda na arrecadação puxa para baixo o Fundo Público e o financiamento da Educação Básica. Muitas prefeituras vão ter dificuldades para fechar as contas no final do ano e, como a economia não está se recuperando da forma que o governo anuncia, a previsão é de que esse impacto dure todo o ano de 2021”, avalia.

Ainda segundo o estudo, somando os 38,3 milhões de estudantes das redes de Educação Básica, a perda desse montante em tributos significaria uma redução média no investimento anual por estudante que pode ficar entre R$ 345, no melhor cenário, e R$ 1.038, no cenário mais pessimista. Hoje, o Brasil investe anualmente cerca de R$ 21.500 por estudante de ensino fundamental. O valor é 2,2 vezes menor que a média dos países participantes da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

De acordo com o presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e Dirigente Municipal de Educação de Sud Mennucci, Luiz Miguel Martins Garcia, a má previsão deverá obrigar os municípios a estabelecerem soluções de reorganização das verbas para garantir investimentos como a manutenção das escolas, realização de atividades complementares, modelo híbrido, preparação e adequação das instituições para o retorno dos estudantes, entre outros. 

“Tudo que for implicar em novos investimentos, vai ficar comprometido. Isso pode gerar dificuldades para estabelecer essas ações e para o processo de retomada dos direitos de aprendizagem não efetivados nesse momento por falta de recursos, já que o orçamento da educação é bastante apertado. Imagine uma situação de queda e com necessidade de crescimento”, exemplificou. 

Para além dessas estimativas, o relatório das instituições traz um levantamento com 82 redes municipais de Educação, que identificou um conjunto de gastos adicionais que variam de R$ 230 a R$ 490 por estudante matriculado. Esses valores estão relacionados às despesas com ensino remoto, alimentação, comunicação com as famílias, patrocínio de pacotes de dados de internet e compra de materiais de higiene. 

Já nas redes estaduais, estima-se que o gasto total das secretarias de Educação com ações extraordinárias de enfrentamento à pandemia no exercício de 2020 será de no mínimo R$ 2,1 bilhões, podendo chegar até R$ 5,3 bilhões.
 

Fonte: Brasil 61

TCU avalia efeitos da pandemia na Previdência Social

Análise feita pelo Tribunal de Contas da União (TCU) que faz parte do 4º relatório de acompanhamento da Previdência Social, apontou também a exclusão de pessoas que possuem direito a benefício e o pagamento indevido

Acerca dos efeitos da crise causada pela pandemia da Covid-19, aumentou o tempo para conclusão da análise dos requerimentos de benefícios administrados pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). A análise feita pelo Tribunal de Contas da União (TCU), que faz parte do 4º relatório de acompanhamento da Previdência Social, apontou também a exclusão de pessoas que possuem direito a benefício e o pagamento indevido. 

O aumento do tempo piorou em praticamente todos os grupos analisados após o INSS ter adotado medidas de enfrentamento à pandemia. No que diz respeito às concessões de benefício de prestação continuada (BPC), a principal causa de aumento do tempo de análise foi a suspensão da etapa de avaliação biopsicossocial, fase crítica do processo de concessão do BPC para a pessoa com deficiência. 

O diretor do Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário (IBDP), Diego Cherulli, avaliou o aumento do tempo para conclusão da análise dos requerimentos. “O IBDP entende que a demora de fato se dá a não realização das perícias presenciais e também a dificuldade de se avaliar todos esses critérios ensejadores do benefício”, disse. Segundo ele ainda o pagamento indevido é tido nos casos onde há antecipação e caso houver esse tipo de pagamento esses ocuparão a menor quantidade de benefícios.

A medida de antecipação do pagamento não tem sido suficiente para evitar o envelhecimento do estoque de requerimentos, cuja idade aumentou de 188 dias (fevereiro de 2020) para 253 dias (agosto).

A Corte de Contas recomendou ao INSS que avalie a adoção de medidas para reduzir a duração das etapas anteriores à avaliação biopsicossocial. Também foi recomendado o aumento da eficácia da medida temporária de antecipação do pagamento. Como, por exemplo, conceder aos requerentes a oportunidade para apresentar documentos comprobatórios da deficiência.

O Tribunal também sugeriu a implementação de controles para assegurar que a análise administrativa dos requerimentos seja feita conforme a ordem de ingresso na fila geral de reconhecimento inicial do direito. Para tanto, o INSS poderia promover a automatização dessa análise e dos procedimentos de exigência dela decorrentes.

O advogado especialista em direito administrativo, Pedro Henrique Costódio, avaliou a atuação do TCU como plausível, uma vez que vários beneficiários estão sendo prejudicados em razão do atraso.

“Entre os inúmeros prejuízos causados pela Covid-19, merecem destaque a dificuldade na entrega de documentos e a suspensão no atendimento presencial junto à previdência social. Ao analisar essa questão o TCU levantou uma série de fatores e sugeriu a implementação de medidas que diminuam o excesso de tempo na conclusão desses processos administrativos”, disse. 

Em nota, o INSS informou que está em constante diálogo com o TCU e, junto à Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, tomará as medidas necessárias para que sejam sanados os problemas apontados.

Fonte: Brasil 61

Guia de transporte público deve orientar eleitos deste ano

Objetivo da publicação é oferecer diretrizes para a implementação de melhorias do setor

Entidades de transporte público, ONGs, especialistas e empresas privadas divulgaram uma publicação para orientar os políticos eleitos nas eleições municipais deste ano com ações referentes ao setor. O documento possui propostas ligadas ao transporte coletivo e foi dividido em oito temas, tais como: transparência, infraestrutura, financiamento, ações emergenciais, entre outros. 

O guia intitulado “Como ter um transporte público eficiente, barato e com qualidade na sua cidade”, já está disponível na internet aos postulantes no pleito deste ano. Segundo os autores da publicação, as sugestões contidas no documento podem ser implementadas entre 2021 a 2024, período do mandato dos políticos eleitos neste ano.

Rodrigo Tortoriello, presidente do Fórum Nacional de Secretários e Dirigentes de Mobilidade Urbana, uma das entidades signatárias do documento, e secretário extraordinário de Mobilidade Urbana de Porto Alegre, afirma que um dos objetivos do guia é fornecer aos gestores públicos propostas de fácil implementação. 

“Melhorar o transporte público não necessariamente exige grandes somas de dinheiro. O próprio guia mostra isso, expondo medidas que podem ser implementadas rapidamente e de baixo custo e que trazem resultados positivos à sociedade”, explica. 

O principal direcionamento do guia refere-se a ações de melhoria dos ônibus urbanos, que respondem a 85,7% dos deslocamentos de pessoas em transporte público nos municípios brasileiros.  O documento aponta soluções para a falta de recursos e linhas de crédito que impedem ou retardam as melhorias na infraestrutura urbana.

A Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos (NTU) também contribuiu com as propostas. Otávio Cunha, presidente-executivo da entidade, afirma que um dos entraves para a melhoria do setor é a forma de seu financiamento, que é sustentado pelos passageiros. De acordo com ele, uma das soluções para o problema seria toda a população pagar tarifas públicas de transporte, independente de usá-lo ou não, seguindo exemplos de países mais ricos. 

“No Brasil, apenas o passageiro sustenta o serviço. O transporte de qualidade tem custo elevado. Essa tarifa que a população acha que está cara, possui um valor elevado para quem paga e insuficiente para a prestação de um serviço de boa qualidade.”

Pandemia

Os impactos financeiros no setor por conta da pandemia do novo coronavírus também estão presentes na publicação. Os autores alegam que as medidas implementadas em várias cidades foram cruciais para minimizar os efeitos da doença e que, em alguns municípios, ações econômicas ainda serão necessárias em 2021.

Fonte: Brasil 61

Fapesp apoia desenvolvimento de filme plástico

Durante testes, a tecnologia mostrou ser capaz de eliminar 79,9% de partículas do SARS-CoV-2 em três minutos e 99,99% em até 15 minutos

Aquele filme plástico de PVC transparente, que pode ser esticado para embalar alimentos, como carnes, frutas e frios, e para proteção de superfícies é capaz de inativar o novo coronavírus. Testes conduzidos no laboratório de biossegurança de nível 3 (NB3) do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo (ICB-USP), revelaram que o material é capaz de eliminar 79,9% de partículas do SARS-CoV-2 em três minutos e 99,99% em até 15 minutos.

Esse filme plástico é um pouco diferente do tradicional que se têm em casa, pois é um material produzido com nova tecnologia e comercializado pela indústria de plásticos Alpes. O material possui micropartículas de prata e sílica em sua composição, tecnologia desenvolvida e licenciada pela empresa paulista Nanox, apoiada pelo Programa FAPESP Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (PIPE).

Para testar a ação virucida do filme plástico contra o novo coronavírus foram realizados ensaios seguindo a norma técnica de medição da atividade antiviral em plásticos e outras superfícies não porosas, que estabelece que o material tem que demonstrar essa ação em até quatro horas. Os resultados das análises por quantificação do material genético viral por PCR indicaram uma redução de quase 100% das cópias do SARS-CoV-2 que entraram em contato com amostras do filme plástico com as micropartículas de prata e sílica incorporadas após 15 minutos de exposição ao material.

Fonte: Brasil 61

Jornal Grande ABC

COMUNICAÇÃO: Existem formas de falar

O Jornal Grande ABC é feito para você, e por vocês. Nossos colaboradores e jornalistas estão todos dias buscando novidades e matérias. Assim, produzindo material especial para nossos leitores. Nosso foco são as cidades de Mauá, Diadema, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo e Santo André. Além disso, cobrimos o que acontece no Brasil e no Mundo, incluindo esporte, entretenimento e tecnologias.

Não possuímos nenhuma vinculação política ou partidária. Da mesma forma, sem ligações com outras mídias já existentes na região. Nossa fundação se deu em 07 de Setembro de 2020. Desde então, cada dia estamos crescendo e chegando em mais dispositivos e usuários. Por isso, nossa maior satisfação é entregar material de qualidade para nossos leitores. Portanto, cada nova visita e comentário, nos dão mais fôlego para seguirmos firmes e fortes neste projeto.

Quer receber mais notícias, em qualquer momento? Assine nossa Newsletter, basta inserir seu e-mail logo abaixo, e receba as publicações todos os dias.

Junte-se a 1.368 outros assinantes

É um prazer ter você conosco. Aproveite para deixar comentário aqui embaixo. Salve nosso Site. Volte Sempre!

Covid-19

Vírus contraditório que se instalou e tomou de assalto o mundo …

Covid-19 porém  espalhou-se em 2020, a contradição começa no nome, concorda?!?Tenhamos um pouco de bons olhos, é impetuoso pedir, um tantinho de bom humor? Somos brasileiros e piadas estão no sangue, pelo menos é o que dizem, rsrs

Bons olhos, para reconhecer que tivemos mais tempo para passar com nossa família, a correria do dia a dia , afasta, esfria as relações pessoais. Valorize cada minuto que  estão ou estiveram  perto de quem se ama Use o tempo para rever e pensar nos desafetos internos.

Dificuldades, certamente houve, mas o quanto isso te fortaleceu para continuar sua caminhada?!? Bom senso pra rir dos memes, que muitas vezes nos deixaram desesperados com a pergunta, como podem fazer piadas de algo tão sério?!?

Vivenciar uma “peste” e recompor seus fragmentos, só os combatentes de guerra viveram e nós anos depois estamos aí, como “ratos de laboratórios” vencendo mais uma guerra ,mais uma vez pela Sobrevivência!

ॐ∞

Jornal Grande ABC

COMUNICAÇÃO: Existem formas de falar

O Jornal Grande ABC é feito para você, e por vocês. Nossos colaboradores e jornalistas estão todos dias buscando novidades e matérias. Assim, produzindo material especial para nossos leitores. Nosso foco são as cidades de Mauá, Diadema, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo e Santo André. Além disso, cobrimos o que acontece no Brasil e no Mundo, incluindo esporte, entretenimento e tecnologias.

Não possuímos nenhuma vinculação política ou partidária. Da mesma forma, sem ligações com outras mídias já existentes na região. Nossa fundação se deu em 07 de Setembro de 2020. Desde então, cada dia estamos crescendo e chegando em mais dispositivos e usuários. Por isso, nossa maior satisfação é entregar material de qualidade para nossos leitores. Portanto, cada nova visita e comentário, nos dão mais fôlego para seguirmos firmes e fortes neste projeto.

Quer receber mais notícias, em qualquer momento? Assine nossa Newsletter, basta inserir seu e-mail logo abaixo, e receba as publicações todos os dias.

Junte-se a 1.368 outros assinantes

É um prazer ter você conosco. Aproveite para deixar comentário aqui embaixo. Salve nosso Site. Volte Sempre!

Cidades do ABC são liberadas para abrir cinemas e teatros

Com redução no número de ocupação de leitos por conta da Covid-19, mas ainda com cerca de 500 mortes por semana, a Grande São Paulo avançou para a fase verde do Plano São Paulo. 

Com a medida, todas as 39 cidades podem dar início a reabertura de teatros e cinemas e a ocupação dos estabelecimentos é de 60%. O anúncio foi feito pelo Governo do Estado nesta sexta-feira (9) e vale até 16 de novembro. A gestão, contudo, enfatizou que ainda é preciso ter atenção e cuidados como o uso de máscaras é fundamental. 

Com a medida, municípios como Guarulhos, Mogi das Cruzes, Osasco, São Bernardo do Campo e a capital podem iniciar a reabertura de atividades culturais, como teatros e cinemas. Jogos de futebol seguem sem público. 

Apesar de apenas agora haver essa flexibilização maior, em diversas regiões já é possível ver aglomerações e a ideia de que não há mais quarentena.

Na terça-feira (6), a região metropolitana completou 21,7 mil mortes por conta da Covid-19, segundo página da Agência Mural. 

Uma outra medida foi a reunificação da região metropolitana na forma de analisar o avanço de novas contaminações pelo novo coronavírus. Desde o começo do plano, houve discussão sobre medidas que valiam para algumas cidades e que não valiam para outras. 

O problema começou quando só São Paulo foi retirado da conta geral, com o início da reabertura antes das demais. Com isso, houve cidades em que comércios podiam ser abertos de um lado da rua, enquanto do outro deveriam seguir fechados. 

Após reclamação dos prefeitos, o governo do estado passou a levar em conta a divisão da Grande São Paulo, nas regiões oeste (cidades ao redor de Osasco), sudeste (o ABC paulista), norte (Franco da Rocha), sudoeste (Taboão da Serra) e leste (Guarulhos e Mogi das Cruzes). 

Agora a gestão voltou a unificar a região metropolitana. A Grande São Paulo tem 42% dos leitos ocupados. A capital tem o maior índice, 45%, seguido da região leste com 42% de ocupação. 

“Existe uma distorção na cidade de São Paulo que precisa ser corrigida. A cidade de São Paulo é uma referência médica da América Latina e que concentra o maior número de pacientes graves”, afirma José Medina, Coordenador do Centro de Contingência.

Fonte: Agência Mural

Ribeirão Pires: Boletim Coronavírus (01/10)

Ribeirão Pires recebeu nesta quinta-feira (01/10) 9 resultados positivos de COVID-19, totalizando 1.134 casos confirmados da doença entre moradores. Outros 20 resultados negativos foram recebidos, totalizando 2.532 casos descartados. Há 151 suspeitas em análise de laboratório, incluindo 3 óbitos. O município permanece com 81 mortes confirmadas por COVID-19.

Do total de casos positivos, 665 pessoas já se recuperaram – tiveram alta hospitalar e/ou cumpriram a quarentena e não apresentam mais sintomas.

Nesta data (01/10), há 21 pacientes internados na rede municipal da cidade, no Hospital de Campanha, 4 em leito de emergência e 17 em leitos de enfermaria. A ocupação de leitos exclusivos para casos COVID-19 na rede municipal (Hospital de Campanha) é de 51% nesta data.

Há 9 pacientes internados no Hospital Ribeirão Pires, rede particular (unidade se tornou referência para sua rede no atendimento de casos de COVID-19), 6 deles em UTI.

A Prefeitura de Ribeirão Pires ressalta que a atualização de dados sobre casos de COVID-19 no município é feita com base nas notificações realizadas dentro do município e também com informações fornecidas pela Secretaria de Saúde do Governo do Estado de São Paulo.

Parte 2: Trabalho Home Office

Dicas para melhorar a sua saúde mental e física

– Dificuldade de concentração

  • Defina horários para consultar e-mails
  • Deixe o celular no modo silencioso
  • Desligue as redes sociais, defina horário para ver
  • Evite interrupções e conversas paralelas
  • Faça uma coisa de cada vez

– Workaholic (não tem limite para trabalhar)

  • Desenvolva a disciplina (cumpra o que foi planejado)
  • Planeje as suas atividades, use agenda em papel, eletrônica o que preferir
  • Cuidado com o efeito esponja, vai assumindo atividades que não estavam planejadas ou que não são suas
  • Procure definir tempo suficiente para cada atividade não subestime
  • Respeite os horários de trabalhos que planejou e o seu limite
  • Estabeleça limites para os seus colegas e chefias
  • Limite a quantidade de LIVES que participa, só as necessárias
  • Cumpra prazos

– Falta de regras

  • Defina regras com seus filhos, marido e demais
  • Horário de estudo, almoço, laser
  • Defina local de trabalho, estudo e laser
  • Estimule a disciplina
    *** Cuidado com seus filhos e demais membros da família, eles poderão ter dificuldade em se adaptar as regras, criar um clima de stress não vai resolver.
    *** Primeiro se acalme e busque o diálogo, tolerância neste momento é um ótimo aprendizado

– Isolamento Social

  • Fique atento a sua saúde mental e física
  • Ligue aos seus familiares pelo menos uma vez por semana, ouça a voz fale com eles, se puder vê-los (por vídeo conferencia, estimule o sorriso e fale de assuntos alegres)
  • Ligue aos seus amigos pelo menos uma vez uma por semana, converse de assuntos que você e ele goste se puder vê-los (por vídeo conferência, sorria e procure se divertir)
  • Divida os seus problemas, fale com alguém pelo menos para ouvir, sabe que quem irá resolver é você. Só de falar se sentira mais aliviado Fique atento a dores nas costas e outro qualquer problema, procure um médico

– Descanse o cérebro

  • Trabalhos longos sem pausa, podem causar cansaço e baixa produtividade
  • Recomenda-se a cada hora trabalhada de uma pausa de 5 a 10 minutos
  • A pausa aproveite para esticar as pernas fazer algo que não esteja relacionada a sua atividade
  • Brinque com o seu pet, faça um café, algo que desligue da atividade principal

Fique + tempo com a família

  • Se possível aproveite algum tempo do seu trabalho com a sua família
  • É uma forma de estabelecer disciplina para todos
  • Torne este momento agradável
  • Escolha quais atividades é possível compartilhar este tempo

– Videoconferência

  • Lembre-se uma videoconferência é uma reunião de trabalho
  • Use o traje adequado
  • Prepare-se tenha todo o material que irá utilizar para a reunião na mão e estudado
  • Cumpra horário
  • Se for apresentar algo ou dar a sua opinião seja organizado nas ideias, e breve no tempo e objetivo
  • Videoconferência longa seguem o mesmo padrão de reuniões longas, são improdutivas

– Use o traje adequado

  • O cérebro esta acostumado que ficar em casa é laser, final de semana, feriado ou férias
  • Engane ele (cérebro), mantenha a mesma rotina como se fosse trabalhar, coloque uma roupa adequada
  • Mantenha o local de trabalho organizado e limpo
  • Caso seja solicitada uma live reunião de trabalho não programada você já esta preparado

– Atividade física

  • Pratique uma atividade física ela ajuda a melhorar o condicionamento físico e melhora a saúde mental
  • Com a quarentena procure tomar todos os cuidados necessários, use máscara e evite aglomeração
  • Mantenha a regularidade e disciplina
  • Incentive a família a praticar

– Alimentação saudável

  • Nas refeições procure usar alimentos mais saudáveis
  • Sabemos que a mesa de refeição proporciona momentos agradáveis
  • Transforme as suas refeições com sua família em momentos agradáveis, de descontração e alegre

Informações para contato:

Tatiana Brito:

11 94746 5637
tatiana.brito@rogeriodecaro.com.br 
taty.brito81@gmail.com

 – Rogério De Caro

11 94777 9496
rogerio@rogeriodecaro.com.br

Santo André: Boletim Coronavírus 29/09/2020

A Prefeitura de Santo André, por meio da Secretaria de Saúde, atualiza os números do novo coronavírus na cidade:   

17.859 casosconfirmados, entre eles 576 óbitos 
5.218 
casos suspeitos       
38.641 
casos descartados  
232
 pessoas internadas atualmente em hospitais (públicos e privados) com suspeita ou confirmação de Covid-19
5.949 altas médicas desde o início da pandemia

Fonte: Prefeitura de Santo André

Trabalho Home Office

Com a chegada da pandemia Covid19 de forma rápida, o que funcionava virou de cabeça para baixo. Muitas empresas estão paradas, outras funcionando parcialmente e para isso, muitas delas tiveram que ser ágeis e uma destas ações foi transferir os seus colaboradores para trabalharem home office. Pela urgência, muitos colaboradores no dia seguinte já estavam trabalhando nas suas casas e cumprindo a quarentena. Isso foi feito com sucesso, só que a grande maioria destes colaboradores não tem a experiência de trabalhar home office, alguns problemas já estão sendo identificados como, isolamento social, trabalhando mais de 8 horas por dia, falta de concentração, problemas físicos, dores nas costas, ganho de peso e outros. Em resumo “não estão preparados”, trabalharam por anos em escritórios e isso se transformou em hábitos e rotinas.

A mente associa que o ambiente da nossa casa é pessoal, família e descanso.

O processo de adaptação ao novo ambiente de trabalho não foi devidamente treinado e preparado. Também sabemos que o processo de quarentena deve perdurar por um bom tempo e a melhor hora do aprendizado é no início da mudança, então é AGORA. A presença dos familiares leva a uma distração para as responsabilidades profissionais. É um momento importantíssimo para manter as atividades em dia e se manter produtivo. Esta mudança não é tão simples assim, por que já existem os hábitos de ir ao trabalho todos os dias, enfrentar o trânsito, ambiente de escritório, reuniões com clientes, almoço e café com os amigos, insegurança, contato com pessoas, etc.

Agora as empresas estão voltando ao trabalho em seus escritórios alternando os dias, um dia no escritório e no outro no regime home office.  Estamos ainda em processo de adaptação a quarentena e já está iniciando outra modalidade de trabalho em tão curto espaço de tempo. Muitos destes colaboradores estão inseguros em retornar aos escritórios com medo de contrair o covid-19 e contaminar as suas famílias. O medo e a insegurança estão instalados na cabeça de muitos, sem considerar a perda do emprego a crise financeira e econômica.

Essa nova realidade requer que as empresas e lideranças minimizem estes impactos aos funcionários e colaboradores, para que não ocorram problemas maiores no futuro com a saúde física e mental. Sabemos que toda empresa é formada por bons funcionários.

O processo de “Mentoria & Coaching” para equipes e individual, tem como objetivo, ser o facilitador neste novo ambiente de trabalho, trabalhando a organização, motivacional, disciplina, comunicação, trabalho em equipe, avaliando os resultados, ajudando em dificuldades individuais e alinhando com os objetivos da empresa.

Neste momento de tantas incertezas e mudanças resolvi elaborar este manual de dicas rápidas para minimizar os problemas que o trabalho Home Office pode vir a trazer.

Nesta quinta-feira virei enumerar algumas práticas para melhorar sua saúde mental e física, neste momento tão diferente que vivemos.

Informações para contato:

-Tatiana Brito:
11 94746 5637
tatiana.brito@rogeriodecaro.com.br 
taty.brito81@gmail.com

 – Rogério De Caro
11 94777 9496
rogerio@rogeriodecaro.com.br

Assaí Atacadista implementa soluções para melhorar qualidade do ar

Rede de atacarejo contratou serviços de empresa especializada. Ações têm sido realizadas nas lojas e escritórios.

Em carta aberta à Organização Mundial da Saúde (OMS), 239 cientistas de 32 países – atuantes em áreas como virologia, física de aerossóis e epidemiologia – , alertaram sobre a possibilidade do vírus da Covid-19 ser transmitido também pelo ar em ambientes fechados. Nesse mesmo comunicado, os cientistas recomendaram cuidados no sentido de reduzir o risco de transmissão nos ambientes internos. As principais recomendações têm relação com manter a ventilação, evitar superlotação e adotar ações de controle de contaminação do ar em ambientes internos.

Com essa preocupação em garantir a boa qualidade do ar de suas lojas e escritórios, o  Assaí Atacadista  recorreu à  Ecoquest , empresa com mais de 14 anos de atividades nesse segmento e que implantou uma série de soluções na rede de atacarejo do GPA. Na central administrativa, em São Paulo, foram adotadas três iniciativas: a Luz Ultravioleta Germicida (Luz UV-C); a tecnologia IRC-Ionização Rádio Catalítica e a aplicação de ozônio nos momentos em que os ambientes estão desocupados.

A prestadora de serviços explica que a Luz UV-C é instalada na serpentina do ar-condicionado para a eliminação do chamado “bio-filme”, a colônia de fungos e bactérias que cresce com a junção de umidade e temperatura elevada. Além dos benefícios à saúde, essa tecnologia apresenta vantagens econômicas, pois diminui a frequência recomendada de manutenções preventivas dos aparelhos.

Já a Fotocatálise – ou tecnologia IRC – produz oxidantes naturais, baseados em oxigênio e hidrogênio, sendo o principal deles o Peróxido de Hidrogênio (H2O2). Esses elementos realizam a descontaminação microbiológica constante no ambiente. Henrique Cury, diretor da Ecoquest, explica que essa tecnologia passou por testes em laboratórios homologados pelo FDA seguindo os protocolos por ele recomendados que comprovaram a redução de 99,999 % do vírus MS2, de mesma cepa do coronavírus. “Recentemente, os testes foram feitos com o Covid-19, sob os mesmos protocolos, e os resultados foram muito similares ao MS2, aguardando apenas serem homologados”, explica Cury.

Fonte: SA Varejo