Corretor de Imóveis

Corretor de imóveis, também chamados de corretor imobiliário, é o profissional credenciado responsável por intermediar as diversas transações que envolvem imóveis. Podem ser autônomos ou associados a imobiliárias ou construtoras, tendo normalmente um ótimo salário devido à lucratividade do setor.

O que faz?

Um profissional dessa área auxilia o cliente na compra, venda, aluguel ou locação de imóveis, residenciais ou comerciais, em áreas urbanas ou rurais, desde a primeira visita ao imóvel, inspeção das condições, negociações entre o proprietário e comprador/locatário e trâmites burocráticos até o momento do fechamento do negócio e assinatura do contrato. Ele acompanha e aconselha seu cliente em todo o processo.

Para trabalhar como corretor de imóveis, é necessário obter o registro junto ao Conselho Regional de Corretores de Imóveis (CRECI) do seu estado. Para isso, você precisa de uma formação técnica ou superior em um dos seguintes cursos: Técnico de Transações Imobiliárias, Técnico de Gestão Imobiliária ou Bacharel em Ciências Imobiliárias.

O dia a dia do corretor de imóveis envolve várias atividades ligadas ao funcionamento e transações do mercado imobiliário. Elas podem incluir:

  • prospecção de imóveis para captar clientes
  • entrevistar clientes
  • acompanhar clientes até o imóvel para mostrar todas as características e condições
  • acompanhar e orientar os clientes em todo o processo de negociação, seja para venda ou compra, aluguel ou locação
  • solicitar e reunir a documentação necessária
  • fazer cálculos financeiros
  • fazer negociações para encontrar a melhor proposta para o cliente
  • fazer pesquisas e comparações de mercado
  • elaborar estratégias de marketing e comercialização
  • assessorar os clientes durante e após as transações
  • captar imóveis
  • apresentar e revisar contratos
  • avaliar imóveis

Quais as Habilidades e Competências?

Além dos requisitos básicos para ser corretor de imóveis, há uma série de habilidades que podem ser úteis para esse profissional. Ter essas aptidões pode lhe possibilitar maiores oportunidades dentro do mercado imobiliário. Listamos abaixo algumas dessas competências.

  • Ter facilidade para a comunicação, sabendo se articular de modo objetivo e esclarecedor;
  • Possuir habilidades para fazer bons negócios;
  • Ser paciente e ter tranquilidade para lidar com situações adversas;
  • Saber identificar as necessidades principais do cliente;
  • Possuir resiliência e ser perseverante;
  • Saber formar e manter uma boa rede de contatos;
  • Possuir uma boa capacidade de persuadir;
  • Ter atenção às tendências do mercado financeiro e imobiliário;
  • Ter talento para vendas;
  • Ter um bom domínio de todos os aspectos técnicos, legais e financeiros, que estão envolvidos nas transações e negócios;
  • Possuir autoconfiança.

Outra habilidade importante é ter uma visão empreendedora para novas oportunidades, já que essa competência pode ajudar a identificar e avaliar possíveis negócios e riscos no trabalho com imóveis.

Corretores devem conseguir se conectar com seus clientes. Preze pela sinceridade e empatia, afinal futuros compradores precisam sentir que você se importa com o problema deles, sem parecer que está apenas querendo vender um imóvel.

O que você precisa para ser?

Para seguir na carreira de corretor de imóveis são necessárias formações específicas e obter o registro para regulamentar a sua atuação. Para que você possa conquistar o seu espaço nesse mercado e tenha uma boa remuneração deve saber algumas informações.

Além de ter concluído o ensino médio e se registrar no CRECI, é preciso também concluir um curso específico para poder atuar como corretor imobiliário. Mesmo que já tenha uma formação superior em outra área, é preciso fazer um curso no campo imobiliário. Listamos abaixo algumas possibilidades de cursos e suas principais características:

Graduação em Tecnologia em Gestão Imobiliária

Esse é um curso superior tecnológico. É uma graduação que tem duração mais curta, em média de dois a três anos. Além desse, há também o curso de Negócios Imobiliários, que tem praticamente a mesma grade. Nessas formações, os estudantes aprendem sobre as práticas e a parte legal da profissão de corretor. Também estudam como avaliar o mercado de maneira mais profunda.

Bacharelado em Negócios Imobiliários ou Ciências Imobiliárias

Essa é uma alternativa de curso superior. Tem modalidade presencial e costuma ter a duração de quatro anos e meio. Sua grade curricular é bastante ampla e multidisciplinar. Os estudantes aprendem sobre gestão e têm contato com conteúdos de História, Psicologia e Sociologia.

Curso técnico em Transações Imobiliárias

É uma formação reconhecida pelo MEC, sendo um curso de nível técnico com duração de cerca de um ano. Os profissionais que fazem essa formação estão prontos para atuar na locação, venda e compra das construções imobiliárias. Os estudantes aprendem quais são os documentos necessários para cada tipo de operação, sobre a legislação e os devidos parâmetros usados na ocupação dos imóveis.

Além dessas possíveis formações, para atuar como corretor é preciso registrar-se no CRECI. Para isso, deve-se solicitar tal documento após a conclusão do curso de corretor. Cada região tem uma sede deste órgão regulamentador, no qual você deve ir com alguns documentos para que possa dar andamento ao processo de emissão de seu registro. Alguns dos documentos necessários são:

  • Comprovante de pagamento da taxa expedida pelo CRECI;
  • Comprovante recente de residência;
  • Comprovante de conclusão do ensino médio;
  • Diploma de curso técnico ou de nível superior;
  • Carteira de Identidade;
  • CPF;
  • Título de eleitor;
  • Comprovante de votação (últimas eleições);
  • Fotos 3 x 4;
  • Certificado de reservista (somente para homens até 45 anos).

Logo após o pedido, o Conselho da entidade vai avaliar para depois aprovar a emissão do seu registro. Geralmente, o documento fica pronto após cerca de um ou dois meses.

Qual o Salário Médio?*

De acordo com a página de salários do site Glassdoor, o salário médio de um corretor de imóveis no Brasil é de R$ 3.474,00 mas um corretor imobiliário geralmente não tem um salário fixo. Mesmo em casos em que você é contratado por uma imobiliária ou construtora em regime de carteira assinada, sua remuneração vai ser baseada principalmente nas comissões das transações que você intermediar. Dados salariais como o supracitado são baseados em cálculos de média. Seu salário pode variar muito, e dependendo do segmento em que você atuar, desempenho de vendas e localização, pode ter um rendimento menor ou bem maior.

As atividades mais comuns com que um corretor de imóveis tem retorno financeiro são a venda e a locação de imóveis, ambas previstas por lei. Sua remuneração principal vem das comissões sobre as transações realizadas, calculadas com base nas taxas de corretagem, que variam de acordo com o tipo de imóvel, localização e o tipo de transação. Se você for um corretor associado a uma imobiliária, terá que dividir seus ganhos com ela, mas se for um corretor autônomo, terá o valor integral da comissão.

  • imóveis rurais: 6 a 10 %
  • imóveis urbanos: 6 a 8 %
  • imóveis industriais: 6 a 8 %
  • venda judicial: 5 %
  • venda de empreendimentos imobiliários: 4 a 6 %
  • locação: valor equivalente a um aluguel
  • administração de bens e imóveis: 8 a 10 % ao mês

Os valores ficam sujeitos a variações de acordo com as características de cada vaga de trabalho. Informações extraídas de sites do ramo.

Com informações de Indeed.

Voltar para Guia de Profissões

Gostou de “Corretor de Imóveis”? Compartilhe!

Corretor de Imóveis
Real estate agent handing the house key to a client

Conheça nossa parceria com o Meu Emprego Novo, com mais informações sobre empresas contratando.