60 anos da Orquestra Sinfônica Nacional ao som de as Bachianas

Com essa apresentação virtual, por causa da pandemia de covid-19, e que pode ser vista pela internet, comemora-se os 60 anos da Orquestra Sinfônica Nacional da Universidade Federal Fluminense, nesta terça-feira, 12 de janeiro.

A obra Bachianas Brasileiras nº 7, de Heitor Villa-Lobos, foi escolhida porque traz um pouco da história da orquestra, criada por decreto assinado pelo então presidente da República, Juscelino Kubistcheck, para cultivar e difundir a música sinfônica no país. A apresentação tem a participação de músicos aposentados e do atual corpo artístico.

Odette Ernest Dias, de 91 anos, é flautista aposentada da Orquestra, e participou da apresentação.

Os músicos da Orquestra Sinfônica Nacional eram da Rádio Nacional e, conforme um decreto da Presidência, puderam escolher: uns continuaram na rádio e os outros foram para o Serviço de Rádio do Ministério da Educação.

Na década de 80, com a extinção do Serviço, a orquestra foi transferida para a Fundação Centro Brasileira de TV Educativa, também do Ministério da Educação e depois encampada pela Universidade Federal Fluminense, onde continua suas apresentações.

O maestro Evino Krieger, de 92 anos, fez parte da primeira formação da orquestra. Emocionado, ele voltou no tempo e lembrou como tudo começou.

Para o contrabaixista Raul Martinho, da nova geração da orquestra, o diferencial é que os quadros vão se renovando por meio de concurso, dando oportunidade para uma juventude de compositores novos lançarem suas obras.

Outro momento que merece destaque, é a apresentação especial, também em formato virtual, de Batuque, do compositor Alberto Nepomuceno. A obra é o último movimento da série brasileira do autor, que trouxe a brasilidade para a música erudita.

Segundo o reitor da UFF, Antônio Cláudio Lucas da Nóbrega, nessa apresentação, a Orquestra Sinfônica Nacional mostra que a compreensão da nossa história cultural musical e artística é elemento central da construção da nossa identidade.

As comemorações deste ano preveem também a realização de um Concerto em Celebração à Vida, no encerramento da temporada, exaltando o cenário de um retorno ampliado ao convívio social e cultural no país, depois da pandemia de covid-19.

* Sonoplastia: Eduardo Monteiro

“60 anos da Orquestra Sinfônica Nacional ao som das Bachianas” em parceria com Agência Brasil

Gostou da matéria “60 anos da Orquestra Sinfônica Nacional ao som de as Bachianas”?

Assine nossa Newsletter e fique por dentro das notícias, assim que forem publicadas, ou como desejar. Para periodicidade, confira informações no email recebido. Então, aproveite e leia mais sobre Cultura.

60 anos da Orquestra Sinfônica Nacional
Músicos da Orquestra Sinfônica Nacional