Soul da Pele: Som de Douglas Felipe é a nova música brasileira

Após ter lançado seu primeiro álbum– AFRO – no início deste ano, o cantor e compositor Douglas Felipe divulga novo trabalho, com dez faixas autorais, Soul da Pele. A produção tem a assinatura do músico, arranjador e produtor, William Magalhães (Banda Black Rio) e data de lançamento para 18 de maio.

O carro-chefe é a canção no estilo pop, “Telefone”, já disponível nos streamings com letra e melodia composta por Douglas Felipe. Uma declaração de amor que pode refletir os sentimentos de diversas pessoas em diferentes relações, segundo o autor da música.

A faixa mostra a versatilidade do músico na suavidade de sua voz e melodia com swing dançante da música popular brasileira, característica marcante do novo álbum.

Para William Magalhães, que já trabalhou com nomes como Gilberto Gil, Marina Lima, Mano Brow, Cláudio Zoli, entre outros, Douglas Felipe é “um artista muito rico, em termos de imaginação, um grande letrista, sobretudo um grande intérprete”, que entrou para o seu arsenal de grandes artistas.  

 “Ele é muito preparado musicalmente, tem histórico musical e parcerias com grandes nomes da música, então isso contribui para um som que eu posso dizer  que é o contemporâneo do Brasil, a nova música brasileira, muito bem representada por ele,  mostrando  todo seu leque de opções. É um músico eclético, que tem um pensamento voltado para o mundo, voltado para questões políticas, questões sociais, espirituais e para as relações também, como é mostrado neste álbum, Soul da Pele, que estou produzindo” , define Magalhães, que acredita que Douglas Felipe seja uma aposta muito boa para 2021 e os anos a seguir .

Preocupado em fazer um som sério e de qualidade, capaz de chegar para todos da família, Douglas Felipe afinou sua parceria com William mesmo de longe. “O laço entre eu e o WM, como eu o chamo, ficou muito estreito neste trabalho, embora a distância. De São Paulo, ele manda o material eu escuto e  ele cria em cima do que eu mando daqui de Los Angeles. E a combinação ficou muito boa, de muito respeito, e só tenho a agradecer por isso. E o primeiro fruto desta parceria é a canção ‘Telefone’, o primeiro de outros que virão, garante Douglas Felipe.

Em Los Angeles desde 2001, o brasileiro já trabalhou com artistas como Boom Shaka, Pato Banton e Elijah Rock. Estudou no Los Angeles Recording Workshop, tempo em que compôs novas canções world music.

Sobre Douglas Felipe

De Belo Horizonte, Minas Gerais, Douglas Felipe teve suas primeiras referências  musicais na escola de samba Inconfidência Mineira, onde nasceu e cresceu.  Integrou a banda Olodum entre 1993 e 1999  e com ela lançou cinco álbuns e rodou o mundo apresentando-se em mais de 80 países ao lado de bandas e músicos, dentre eles, Ziggy Marley, Inner Circle, Luke Dube, Big Mountain,: Sadao Watanabe , Carlos Toshiki , Björk, Isaac Hayes  e Maxi Priest. E com Gilberto Gil, Caetano Veloso, Gal Costa, Daniela Mercury, Ivete Sangalo, Chiclete com Banana, Sandra de Sá, Jorge Ben Jor, Paralamas do Sucesso, Barão Vermelho, Chico Science e Nação Zumbi. Como membro do Olodum, acompanhou a gravação do clipe “They don’t care about us”, na Bahia, lançado pelo rei do pop, Michael Jackson.

Em 1999, participou da turnê “Omelete Man”, como tecladista da banda do Carlinhos Brown. É parceiro do Carlinhos Brown, na canção “Vai Rolar”, incluída no disco “Bahia no Mundo – Mito e Verdade, de 2001, e sucesso na carreira do baiano.

Gostou de “Soul da Pele: Som de Douglas Felipe é a nova música brasileira“?

Soul da Pele: Som de Douglas Felipe é a nova música brasileira
Músico, compositor Douglas Felipe. Foto: Divulgação

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.185 outros assinantes