Educação de Jovens Adultos EAD: AMPLI lança modalidade

A Ampli, edtech da Kroton, lança seu curso de Educação para Jovens e Adultos (EJA) na modalidade 100% digital (EAD) na região de Santo André/SP.

Segundo o Módulo Educação da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) Contínua 2019 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil ainda possui mais de 50 milhões de brasileiros entre 14 e 29 anos que não concluíram o Ensino Fundamental e o Ensino Médio. Em 2021, o país registrou queda de 43.754 alunos da educação de jovens e adultos (EJA) dos ensinos fundamental e médio, conforme o Censo Escolar da Educação Básica 2021 do Ministério da Educação (MEC).

Vagas de hoje 18 de março 2021

Pensando em mudar de carreira ou se preparar melhor para entrevistas de emprego? Conheça a RC Locus, referência em Recrutamento & Seleção, em todos os níveis.

O nível de escolaridade tem impacto relevante nas chances pelo emprego e também na remuneração dos profissionais, conforme mostra a Pnad. Segundo a pesquisa, no primeiro trimestre de 2021 o total de ocupados com ensino médio incompleto ou menos diminuiu em 4,5 milhões de postos, na comparação com o mesmo período do ano anterior — enquanto a ocupação de profissionais com formação superior aumentou. Outro dado significativo é que entre janeiro e março de 2020, trabalhadores com até ensino médio incompleto ganhavam, em média, R$ 1.389,76, e os com ensino médio completo ganhavam R$ 1.901,33 — quase 40% a mais.

Para ajudar os jovens a partir de 15 anos a concluir o Ensino Fundamental II e Médio e realizar o sonho de obter o diploma, a Ampli passa ofertar a EJA na modalidade EAD. Disruptiva, a plataforma apresenta um novo modelo de educação 100% digital, por meio do conceito mobile first — os cursos podem ser realizados no celular, consumindo o mínimo de rede de dados e memória do aparelho.

Além disso, a plataforma obteve nota máxima no MEC (5) e foi desenvolvida para se adaptar à rotina do aluno, que pode estudar quando, como e onde quiser. A Ampli tem como propósito oferecer a conclusão dos estudos e ajudar esse indivíduo, com histórico de desistências e exclusão, a desenvolver-se como cidadão e, consequentemente, gerar impacto a sociedade ao seu entorno.

Em ambos os segmentos – Ensino Fundamental e Médio – o estudante tem 30 dias para testar a plataforma gratuitamente e, assim, só começa a pagar pelo curso se realmente se adaptar e gostar do formato. Além de disponibilizar um modelo de educação com ingresso semanal de novas turmas.

Conheça todos nossos canais (Whatsapp, Telegram, Facebook, Buscador): https://jornalgrandeabc.com/inicio/nossas-redes-sociais/

Saiba mais sobre os cursos:

Ensino Fundamental: voltado para pessoas com mais de 15 anos de idade que estudaram até a 4ª série ou 5ª ano e desejam concluir o Ensino Fundamental II (6º ao 9º ano). Nesta modalidade, o aluno conclui a jornada do Ensino Fundamental em dois anos.

Ensino Médio: para pessoas com mais de 18 anos que estudaram até a 8ª série ou 9° ano e desejam concluir o Ensino Médio. Aqui, o aluno conclui a jornada do Ensino Médio em um ano e meio. A EJA da Ampli já está em conformidade com as disposições da Reforma do Ensino Médio 2018 com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), oferecendo aos jovens um preparo mais técnico e profissional, voltado ao ingresso no mercado de trabalho. Para isso, o currículo está dividido em Formação Geral Básica (disciplinas obrigatórias) e Itinerários Formativos (disciplinas a serem escolhidas pelo aluno para aprofundamento de conhecimento em áreas conforme seus interesses pessoais e profissionais).

A estrutura dos cursos leva em conta os componentes curriculares definidos pelo Ministério da Educação na Base Nacional Comum Curricular (BNCC) em quatro áreas do conhecimento: Matemática, Linguagens, e aprofundamento em Ciências Humanas e da Natureza. Além disso, a EJA da Ampli inclui como eixo estruturante o Empreendedorismo, voltado para a expansão da capacidade dos estudantes de mobilizar conhecimentos de diferentes áreas para empreender projetos pessoais ou produtivos articulados ao seu projeto de vida, contribuindo para sua empregabilidade depois de formados.

“Nosso foco é contribuir para o crescimento pessoal e profissional de milhões de jovens e adultos, ofertando acesso à educação de qualidade a partir de qualquer lugar e no tempo que possuem, para que possam concluir suas aprendizagens e adquirir a tão sonhada certificação”, afirma Rangel Barbosa, Diretor de Produtos da Ampli.

As inscrições para a EJA EAD da Ampli já estão disponíveis e devem ser feitas por meio deste link. O curso é oferecido por R$ 99,90.
 

Sobre a Ampli

A Ampli integra o ecossistema de edtechs da Kroton – vertical B2C do grupo Cogna e conta com o modelo disruptivo de Education As a Service. Com nota máxima (5) do Ministério da Educação (MEC), a Ampli oferece cursos de graduação, pós-graduação, cursos livres e certificações 100% digitais, ligados às profissões do futuro. Desenvolvida no ambiente de inovação da Kroton, a Ampli amplia o acesso à educação de qualidade para milhões de brasileiros em todo território nacional, já que sua plataforma foi criada no conceito mobile first – podem ser realizados no celular, consumindo o mínimo de rede de dados e memória do aparelho.


Conheça nossa parceria com o Meu Emprego Novo, com mais informações sobre empresas contratando.

Mais Vagas no Grande ABC

Gostou de “Educação de Jovens Adultos EAD: AMPLI lança modalidade”?

Educação de Jovens Adultos EAD: AMPLI lança modalidade
Educação de Jovens Adultos EAD: AMPLI lança modalidade. Foto: Reprodução da Internet

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email assim que estiverem online em nosso site. Aproveite e leia sobre Carreiras e Trabalho, com os ensinamentos de Rogério de Caro. Veja também as Últimas Notícias. Conheça nosso site para o Rio de Janeiro, o Jornal Grande Rio.

Junte-se a 6.270 outros assinantes

Como enfrentar o desemprego e se preparar para o mercado?

Perder o emprego pode deixar a pessoa em uma posição de vulnerabilidade, se sentindo desanimada, rejeitada e com a autoestima abalada. Veja como se preparar para o mercado.

O desemprego no Brasil atinge 14,3 milhões de trabalhadores, e cerca de 5,5 milhões desistiram de procurar trabalho devido às condições estruturais do mercado em 2020, segundo dados do IBGE. 

Mas a longa espera por uma recolocação que parece cada vez mais distante pode ter razões que, se identificadas e trabalhadas pelo candidato, podem fazer com que o retorno ao mercado fique mais curto.

Perder o emprego não acontece apenas com profissionais de um determinado nível social ou escolaridade. Pelo contrário, o desemprego bateu na porta de homens, mulheres, idosos, solteiros, casados, etc. “Isso pode acontecer com qualquer pessoa e é muito normal. Quando a pessoa fica desempregada ela geralmente tende a se culpar, pensar que não é capaz.

Uma demissão depende de fatos internos e externos, que muitas vezes não conseguimos controlar como, por exemplo, a economia, o caixa da empresa, vendas, etc.”, esclarece a empreendedora e Estrategista de Negócios, Tânia Gomes Luz. Após uma demissão, o primeiro passo é tentar entender o que aconteceu. Alguns comportamentos podem deixar o profissional em risco, como a falta de atualização referente aos assuntos e novidades do setor, formação, falta de proatividade, etc.

“Agora, a maioria das pessoas estão preocupadas com a parte profissional. As pessoas percebem que precisam ter conhecimento em idiomas como o inglês, para melhorar o currículo e manter ou conseguir emprego. Além de conhecimentos mais abrangentes como marketing digital, mídia e afins”, destaca o Diretor da La Femme, e-commerce de calçados flats, José Augusto. Para driblar o desemprego, voltar para a sala de aula é uma das recomendações do especialista em negócios digitais, Fellipe Guimarães.“O sucesso de uma carreira está pautado em três características: competências, autoconhecimento e networking.”, acrescenta o profissional. Dicas: 

1) Avalie as opções
Não procure apenas empregos na área em que já trabalhou. Esse é o momento de abrir seus horizontes e de ganhar dinheiro, mesmo que temporariamente, com outros talentos, como artesanato, culinária, redação, marketing digital, revenda, etc. Também é possível aproveitar os recursos da rescisão para investir no sonho de empreender e abrir um negócio próprio. “A pessoa que está fora do mercado de trabalho, precisa identificar outras áreas para possível atuação.

O empreendedorismo, por exemplo, não para de crescer, abrir o próprio negócio é uma realidade muito palpável nos dias atuais. Quando criei minha empresa, a Aya Tech, foi impactante ver tudo acontecer. Tirar uma ideia do papel, torná-la real, montar um time.”, conta a CEO da Aya Tech, Fernanda Checchinato. A Aya Tech, startup de saúde e bem-estar com tecnologia altamente 100% brasileira. 

2) Qualifique-se
Caso você não possa pagar por um curso, não tem problema, existem inúmeros cursos gratuitos que além de ocupar a cabeça, podem melhorar o seu currículo. A Fundação Getulio Vargas (FGV) oferece cursos online, no site http://www5.fgv.br/fgvonline/Cursos/Gratuitos, como  “Introdução à Administração Estratégica”, “Recursos Humanos” e “Fundamentos da Gestão de TI”, etc.

O Senai e o Sesi também disponibilizam aulas livres, sem custo, no site https://eadsenaies.com.br, com certificação. É possível escolher entre, “Fundamentos de Logística”, “Redação Administrativa”, “Comunicação no Foco Organizacional” e “Tecnologia da Informação e Comunicação”, entre outros.

No site do Sebrae (http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae) os cursos gratuitos são separados por temas, como empreendedorismo, mercado, finanças, vendas, etc. Então, é só acessar e começar.  

3) Currículo nota 10
Lembre-se: o currículo é a primeira impressão que a empresa terá sobre você, por isso, envie um documento bem escrito, organizado e sem erros de português ou de digitação.

Informe os dados pessoais — nome, telefone, e-mail e idade — atualizados. Crie um e-mail profissional e sempre fique de olho nele, porque essa é a forma de contato preferida de várias empresas.

Liste suas experiências acadêmicas (nível de escolaridade, cursos feitos) e experiências profissionais (nome da empresa, cargo, data de admissão, data de demissão e principais atividades). Não minta no currículo. Lembre-se: menos é mais, por isso, não escreva mais de 2 páginas.

Gostou de “Como enfrentar o desemprego e se preparar para o mercado??

Como enfrentar o desemprego e se preparar para o mercado?
Como enfrentar o desemprego e se preparar para o mercado?

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre o que acontece no Brasil. Confira nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 6.270 outros assinantes

Qual a importância do Ensino a Distância na sociedade atual?

Quando falamos em Ensino a Distância, muitas pessoas se perguntam qual a importância? Ou ainda, será que tem o mesmo nível de ensino que uma aula presencial?

Pois acredite, a educação a distância não perde em nada para o ensino tradicional. Ao contrário, esta modalidade possibilita que pessoas que jamais teriam acesso a uma sala de aula, devido aos valores abusivos ou falta de horários de turmas abertas, possam se formar, trabalhar em uma função melhor, mais qualificada e conquistar, dessa forma, uma melhor qualidade de vida.

Portanto, a importância da EaD está na forma como ela democratiza o acesso ao ensino. Porém, não imagine que esta é a única vantagem do ensino a distância.

Essa modalidade de ensino traz diversos benefícios que corroboram para desmistificar o conceito e mostrar a importância da EaD na sociedade contemporânea ou pós-moderna, em meio aos tempos líquidos, tão falados pelo filósofo e sociólogo polonês, Zygmunt Bauman, em suas diversas obras.

Qual a importância do Ensino a Distância na sociedade pós-moderna?

Você sabia que essa forma de ensino não é tão nova quanto todos pensam? Se você acha que a EaD surgiu com o advento da internet, está muito enganado.

Desde 1728 as pessoas já faziam cursos pelos Correios. Exatamente isso, o ensino era via correspondência e existe desde a época em que as cartas eram levadas a cavalo.

Obviamente, a qualidade que se tem hoje, com todos os recursos digitais e de pesquisa a disposição, é outra. Isso faz a importância da EaD ficar ainda maior, uma vez que o aluno pode acessar as aulas de qualquer lugar.

Por exemplo, supomos que você tenha aula em um determinado dia da semana. Na aula presencial, você teria que faltar e perderia aquele conteúdo.

Já na EaD é totalmente diferente. Você pode levar sua aula consigo para onde quiser e não precisa ficar preso a uma grade de horários fixa, que iria engessar a sua vida. Com certeza, essa é uma liberdade e flexibilidade que todos almejam.

Além disso, como falamos anteriormente, a diferença de valores de cursos presenciais para cursos EaD é enorme.

E é aqui que muita gente comete um terrível equívoco. As pessoas acham que por ser mais barato a qualidade é menor, quando muitas vezes pode ser exatamente o contrário.

  • Mas, então, como um produto mais barato pode ser melhor que um mais caro?

Bem simples, isso se dá devido aos contratos feitos com os professores, que em aulas EaD recebem para produzir conteúdos, os quais são usados diversas vezes e precisam de uma qualidade extrema.

Na aula presencial, o professor é pago para dar diversas vezes a mesma aula. E todos somos humanos, o que faz um dia a aula do professor ser melhor do que em outros. Afinal, são diversos fatores que podem influenciar no desempenho do profissional.

Ou seja, em uma aula EaD, você terá sempre o melhor do professor, porque o material foi feito com um cuidado extremo para oferecer a melhor qualidade possível.

Como você pode notar a importância da EaD na sociedade é imensa e tende a aumentar cada vez mais.

Conforme dados do Censo da Educação Superior de 2018, mais de 6,3 milhões de alunos são de cursos presenciais e mais de 2 milhões de cursos de ensino a distância.

Além disso, o Censo registrou uma diminuição de 2,07% na quantidade de alunos do ensino presencial e um aumento de 14,56% na quantidade de estudantes EaD.

Pense que essa modalidade fez mais de 2 milhões de pessoas terem acesso ao nível superior, número que cresce vertiginosamente todos os anos justamente por existir essa modalidade de ensino.

Vale ressaltar também que, em tempos de pandemia, até mesmo quem havia optado pelo ensino presencial se viu obrigado a ter aulas EaD.

Contudo, os profissionais que ministram aulas a distância possuem toda uma formação para essa modalidade, o que professores presenciais nem sempre têm, uma vez que não necessitam executar a tarefa desse modo.

Entretanto, como você bem sabe, a pandemia mudou tudo, fez todos precisarem se reinventar e o brasileiro perder o medo de diversas coisas virtuais, como comprar pela internet, usar aplicativos de entrega de alimentos e estudar a distância.

  • Mas, quais são as vantagens de estudar online?

As vantagens de cursar EaD são imensas. Por isso, decidimos elencar as três principais, a fim de que você veja a importância dela para realizar todos os seus sonhos.

1 – Flexibilidade de Horários

Como falamos anteriormente, você ser dono dos seus horários e da sua rotina não tem preço. Cada vez a vida está mais corrida e é mais difícil podermos reservar quatro horas por dia para sentarmos em uma sala de aula.

Muitas pessoas precisam conciliar uma rotina quádrupla, entre trabalho, estudos, casa e filhos. E, obviamente, ter essa flexibilidade de horário para os estudos facilita muito a vida.

2 – Custo baixo

Outro ponto super relevante é o custo. Por não ser necessário pagar salários altíssimos para professores ficarem todos os dias em sala de aula e por não ser preciso gastar com estruturas imensas que comportem todos os alunos, o preço acaba reduzindo.

Ou seja, você tem acesso ao mesmo material só que por um valor, algumas vezes, até 90% mais barato.

3 – Melhor aprendizagem

Diferentemente do que muitos pensam, é possível aprender mais de forma online do que de forma presencial.

  • Mas por que isso?

Bem simples, na aula presencial você vai ver o conteúdo uma única vez. Talvez no dia você até memorize o material, mas, um mês depois, será que você ainda vai lembrar do conteúdo?

Na metodologia do ensino a distância, você poderá acessar o material quantas vezes quiser. Poderá voltar o vídeo, reler as apostilas, tudo para a melhor fixação do conteúdo. E, caso no futuro você não se lembre mais do que aprendeu, basta acessar novamente a aula.

Além de que, você pode fazer ela onde desejar, o que irá permitir que estude em ambientes que lhe trarão uma concentração maior, logo, uma maior aprendizagem e fixação.

Como você pode notar são os benefícios que trazem toda essa importância para a EaD.

Duas dicas de como conquistar o seu melhor futuro

Agora que você já conhece a importância da EaD e sabe as principais vantagens desse método de ensino, nada mais justo do que lhe ensinar como você pode usar a educação a distância para conquistar todos os seus sonhos.

1 – Planeje-se

Nossa primeira dica é fazer um planejamento. Como diz o velho ditado popular: “não é possível chegar a um lugar diferente seguindo o mesmo caminho”.

Por isso, você vai precisar de planejamento, tanto para escolher qual curso quer fazer, quanto depois, para gerenciar seus horários e poder estudar para as aulas.

Isso fará você ter mais tempo. Além de que, seu tempo será mais produtivo e irá render mais.

Se você conseguir, um bom tempo diário é uma hora de estudos. Caso consiga mais, perfeito.

Muitas vezes você terá mais tempo em um dia do que em outro. Verifique sua agenda e monte seu calendário de estudos da forma que ficar melhor para você.

2 – Escolha com sabedoria

Tão vital quanto saber a importância do EaD é você saber como escolher um bom curso.

Mas como escolher um curso entre tantos?

Bem simples, observe os professores da grade, veja o que outras pessoas que já fizeram aquele curso estão comentando nas redes sociais.

Atualmente, não existe nada velado. Tudo fica exposto na internet. Então use isso a seu favor para fazer a melhor escolha.

E, caso ainda tenha dúvidas, fale com um dos nossos profissionais.

O Portal da Educação (UOL) está aqui para lhe auxiliar a conquistar todos os seus sonhos e fazer com que você tenha a carreira que tanto merece.

Caso você queira aproveitar e começar logo os seus estudos, o Portal Educação está com promoção de férias, há descontos de até 40% em cursos nas áreas de:

Saúde; Educação e pedagogia; Marketing e design; Administração e negócios; Biologia; Tecnologia; Dentre outras. Aproveite os descontos, clique AQUI.

Fonte: Portal Educação. Gosta de tecnologia? Conheça o Dica App do Dia.

Gostou de “Qual a importância do Ensino a Distância na sociedade atual??

Qual a importância do Ensino a Distância
Qual a importância do Ensino a Distância?

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre o que acontece no ABC Cidades todo dia no Grande ABC.

Junte-se a 6.270 outros assinantes

Projeto destina recursos para equipamentos de informática e acesso à internet para alunos da rede pública de ensino

Projeto de Lei Complementar 230/20 prevê uso da verba do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (Fust)

A ampliação do acesso à educação a distância pode ter um novo panorama com o Projeto de Lei Complementar 230/20, de autoria do deputado federal Reginaldo Lopes (PT-MG). A proposta prevê o uso de recursos do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (Fust) para compra de equipamentos de informática e acesso à internet para alunos carentes da rede pública de ensino. 


O objetivo é promover o amplo acesso ao ensino a distância por esses estudantes durante a suspensão das atividades escolares presenciais em função da pandemia de Covid-19. Segundo o auto da proposta, há um abismo no que se refere ao acesso à internet e a equipamentos de informática capazes de promover educação a distância para alunos do ensino público.  

Fonte: Brasil 61