Instituto AIPI abre inscrições para o 46º Concurso de Redação

Destinado a estudantes do Ensino Médio de escolas públicas estaduais e municipais do todo o país, o Concurso de Redação do Instituto AIPI abre as inscrições a partir de 1º de junho. Conduzida pelo Instituto AIPI, mantido pela International Paper do Brasil, a iniciativa conta com a parceria do Redação Online. A edição 2021 tem por tema Como os livros podem contribuir para a educação no Brasil e serem agentes transformadores no ensino e na sociedade?

Os três primeiros colocados ganharão, respectivamente, R$ 1.500, R$ 1 mil e R$ 500 em vales-compra para a aquisição de livros e material didático; os 100 melhores alunos ranqueados receberão um plano de videoaulas e correções de textos do Redação Online; as três escolas com maior número de alunos participantes receberão, cada uma, 10 caixas de papel A4 Chamex e doação de livros no valor de R$ 5 mil; os 20 professores com o maior número de alunos inscritos ganharão um curso on-line de treinamento para correção de redação no modelo ENEM.

São Paulo | O combate aos impactos negativos da pandemia na educação do Brasil, sobretudo com a suspensão das aulas, tem sido a tônica de iniciativas de organizações interessadas em endereçar alguns dos desafios com ações efetivas. Com esse objetivo, o Instituto AIPI anuncia a abertura das inscrições para o 46º Concurso de Redação, destinado a alunos de escolas públicas estaduais e municipais de todo o país. A edição 2021 traz uma novidade: Estados e o Distrito Federal contarão com uma redação-destaque reconhecida, além de um grande vencedor nacional. No ano passado, a ação contou com a participação de 33 mil alunos, tornando-se a maior competição do gênero em redações corrigidas; hoje, o concurso nacional é o que reúne um maior número de participantes e o que mais impacta socialmente a vida dos estudantes do país – por contribuir para a adequada preparação de milhares de alunos para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). As inscrições são gratuitas e podem ser feitas de 1º de junho a 19 de setembro pelo site: https://concursoaipi.redacaonline.com.br/.

Com o objetivo de incentivar jovens estudantes a transformarem as próprias realidades por meio da escrita, o concurso deste ano tem por tema “Como os livros podem contribuir para a educação no Brasil e serem agentes transformadores no ensino e na sociedade?” – relacionado às temáticas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas (ONU). Um dos destaques da iniciativa reside no impacto social gerado: para que o aluno se prepare melhor para escrever a redação, o concurso oferece videoaulas específicas de escrita voltada à redação do ENEM. Ao se inscrever, o participante recebe um login e uma senha de cadastro no site; os conteúdos estarão disponíveis a partir de 1º de junho. Assim como as aulas, os critérios de correção estão de acordo com os estabelecidos pelo Exame Nacional do Ensino Médio.

Segundo Mariana Claudio, gerente-executiva do Instituto AIPI, a iniciativa reforça a importância de fortalecer nos estudantes a capacidade de análise crítica da sociedade para que possam ser cidadãos ativos e agentes de mudança. “A parceria com o Redação Online amplia a nossa capacidade de alcance, impactando cada vez mais jovens, além de trazer ao concurso o diferencial de preparação de alunos e professores, indo muito além apenas de um concurso”, afirma Mariana.

“Participar do Concurso de Redação do Instituto AIPI foi uma experiência única e que levarei por toda a minha vida. Fui motivada a participar pela minha professora de Língua Portuguesa e pelos meus familiares. Graças ao Concurso, pude aprimorar minhas habilidades de escrita e aprendi a ter mais confiança em mim mesma”, comenta Ana Lívia, a primeira colocada da 45ª edição do Concurso.

Premiações & critérios

46º Concurso de Redação vai premiar os estudantes, as escolas e os professores. Os 100 primeiros alunos colocados receberão um plano de aulas on-line, com validade de 12 meses na plataforma; as três instituições com maior número de estudantes cadastrados ganharão, cada uma, 10 caixas de Chamex A4 – marca referência de papel da International Paper – e livros educativos até o valor de R$ 5.000. Os 20 professores que tiverem a maior quantidade de alunos inscritos receberão um treinamento para correção de redação no modelo ENEM e um vale-compra cada no valor de R$ 300 para aquisição de livros e materiais escolares. Os resultados serão divulgados no dia 21 de outubro, no site https://concursoaipi.redacaonline.com.br/.

Ao final do processo, os três estudantes com melhor classificação serão convidados a participar de uma banca on-line, com o objetivo de exporem suas referências, intenções e perspectivas diante do tema. Após essa etapa, será selecionado o grande vencedor nacional; o primeiro colocado ganhará R$ 1.500; o segundo, R$ 1 mil; e o terceiro, R$ 500 – os três receberão vales-compra para a aquisição de livros e materiais escolares. Como forma de incentivo, os vinte e sete autores mais bem colocados, sendo um por Estado, irão receber vales-compra fornecidos pelo Instituto AIPI, para a aquisição de livros e materiais escolares.

Sobre o Instituto AIPI |

O Instituto AIPI é mantido pela International Paper do Brasil e tem como foco investir em projetos de transformação social. A organização é responsável por projetos que impactam as comunidades e que estimulam cada vez mais a formação de cidadãos ativos, oferecendo a estrutura necessária para que uma boa intenção vire uma boa ação. Em 14 anos de existência foram investidos mais de R$ 13 milhões em projetos diversos, com 277 mil pessoas impactadas em todo o Brasil.  https://institutoaipi.com.br/

Gostou da nossa matéria “Instituto AIPI abre inscrições para o 46º Concurso de Redação“?

Instituto AIPI abre inscrições para o 46º Concurso de Redação
Instituto AIPI abre inscrições para o 46º Concurso de Redação .Foto de Lisa no Pexels

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 1.325 outros assinantes

Gabarita Enem ajuda estudantes na reaplicação do exame

Uma iniciativa que conta com cerca de 30 professores, entre ao mais conhecidos do país, deve dar uma mão para quem vai participar da 2ª aplicação do Enem, ainda este mês. Inicialmente pensado apenas para alunos do Amazonas e de Rondônia, que não fizeram as provas por causa da pandemia, o “Gabarita Enem” vai oferecer ajuda aos estudantes, com aulas gratuitas, via internet, para interessados de qualquer parte do país.

As reaplicações do exame serão realizadas nos dias 23 e 24 de fevereiro e os pedidos para esta nova chance de fazer a prova já foram feitos. O resultado será divulgado na Página do Participante do Enem no dia 12 de fevereiro.

A organização da iniciativa aconselha que os alunos já comecem a seguir o perfil @gabaritaenem no Instagram para terem acesso a todas as informações, orientações, materiais e horários, nos próximos dias.

O professor de física Rafael Vilaça, faz parte da equipe do esquema para ajudar ao máximo cada candidato. As aulas do Gabarita Enem já começam no dia 8, próxima segunda-feira, às 19h pelo horário de Brasília e segue até a véspera das provas, dia 22 de fevereiro.

E para quem tem interesse, já tem simulado para fazer, com inscrições gratuitas até o dia 13 de fevereiro. Serão 180 questões e acesso a relatórios para ajudar o candidato a identificar pontos que precisa aprimorar.

Com Agência Brasil.

Gostou de “Gabarita Enem ajuda estudantes na reaplicação do exame“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Aproveite e leia mais notícias do Brasil.

Gabarita Enem ajuda estudantes na reaplicação do exame

68% de abstenção no Enem Digital; Prova foi nesse domingo

Com uma abstenção de 68%, o Enem Digital foi realizado neste domingo (31) em 104 municípios. A taxa de ausências repetiu o ocorrido nos últimos finais de semana, durante a aplicação do Enem tradicional. Foram 93.079 inscritos, mas apenas 29.703 participaram.

Após o encerramento das provas, o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, Alexandre Lopes, disse que a pandemia foi, de novo, a responsável pelo alto número de faltas.

Além das faltas, 70 participantes foram eliminados por irregularidades.

E essa nova versão do Enem também não foi aplicada em algumas cidades. Foi o caso de Macapá, no Amapá, onde houve a interdição do  Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amapá por problemas estruturais.

Já no Amazonas e em mais dois municípios de Rondônia – Espigão D’Oeste e Rolim de Moura –  não houve o exame por causa da pandemia. Os candidatos que não fizeram podem participar da reaplicação do exame nos dias 23 e 24 deste mês.

Esta foi a primeira vez que o Inep realizou o Enem Digital no país. Para Alexandre Lopes, este é o início da digitalização de todos os exames e avaliações feitos pelo instituto. A perspectiva é que em 2026, o Enem seja totalmente em formato digital. A ideia é possibilitar a aplicação de provas ao longo do ano para milhões de pessoas.

A possibilidade de informações em tempo real foi o destaque o diretor de Tecnologia do Inep, Camilo Mussi.

O Enem Digital contou, neste domingo,  com uma redação. O tema foi: “O desafio de reduzir as desigualdades entre as regiões do Brasil”. Além disso, teve ainda 45 questões sobre linguagens, códigos e suas tecnologias; e ciências humanas e suas tecnologias. A prova durou cinco horas e meia. 

No próximo domingo, dia 7 de fevereiro,  será a vez das avaliações sobre ciências da natureza e suas tecnologias; e matemática e suas tecnologias.

Com informações de Agência Brasil.

Gostou de “68% de abstenção no Enem Digital”?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Aproveite e leia mais notícias do Brasil.

68% de abstenção no Enem Digital
Estudantes de todo Brasil, fazem o segundo dia de prova do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio

Enem digital começa domingo (31) com aplicação em 104 cidades

O próximo domingo (31) marca a data de início do primeiro Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) digital da história. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) aplicará o modelo-piloto em 31 de janeiro e 7 de fevereiro, em locais de provas escolhidos pelo órgão. 

Essa é a primeira vez que o exame conta com opções de realização de provas digitais. Foram disponibilizadas 100 mil inscrições para esse modelo. Ao todo, 96.086 pessoas confirmaram a participação, em 104 cidades brasileiras. A implementação do modelo será progressiva, com previsão de se consolidar em 2026. 

Essa edição digital é voltada exclusivamente para concluintes do ensino médio e pessoas que já concluíram essa etapa de ensino em anos anteriores. O Inep avalia que a alternativa digital flexibiliza a logística, permite maior economia e agilidade e ainda possibilita uma possível aplicação do exame em várias datas ao longo do ano, por agendamento. 

Realizada pelo computador, a prova exige que os candidatos estejam nos locais de prova e levem caneta esferográfica de cor preta, para aplicação da redação, que continua sendo feita em papel, escrita à mão. Neste momento, não haverá aplicação para os 2.896 inscritos do Amazonas, por conta do agravamento da pandemia. As datas previstas para a reaplicação são os dias 23 e 24 de fevereiro.

Em parceria com Brasil 61

Gostou de “Enem digital começa domingo (31) com aplicação em 104 cidades”?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Aproveite e leia mais notícias do Brasil, e fique por dentro dos principais assuntos do momento.

Enem digital
Aplicativo de Celular ENEM 2019

Sisu: universidades oferecem vagas e cursos a partir de 8/2

Instituições públicas de ensino superior têm de 8 a 12 de fevereiro para ofertar vagas no Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

A seleção dos candidatos às vagas será feita exclusivamente com resultados do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que teve provas presenciais encerradas no último domingo.

Faltam as provas por meio digital, que acontecem entre 31 de janeiro e 7 de fevereiro.

Após a adesão, as instituições de ensino terão de 17 a 23 de fevereiro para confirmar os dados do documento enviado ao MEC.

Em virtude da pandemia de Covid-19, as instituições devem disponibilizar acesso virtual aos estudantes selecionados no Sisu que pretendem se matricular nos cursos oferecidos.

Vale lembrar que para os estudantes, a seletiva para as vagas financiadas pelo Sisu começa em abril, já que os resultados do Enem serão divulgados em 29 de março.

Em parceria com Radio2.

Gostou de “Sisu: universidades oferecem vagas e cursos a partir de 8/2”

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Aproveite e leia sobre dicas o ENEM 2020.

sisu

Gabaritos oficiais do ENEM 2020 já estão disponíveis

Os gabaritos oficiais da prova objetiva do Exame Nacional do Ensino Médio 2020 (Enem) já estão disponíveis. Os interessados podem acessar os gabaritos das provas de matemática, ciências da natureza, ciências humanas e linguagens no portal do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

O Inep lembra que o resultado de cada prova ainda não foi divulgado, somente os gabaritos. A previsão para a divulgação dos resultados das provas objetivas e da redação é no dia 29 de março. Somente depois dessa divulgação os candidatos terão acesso à correção detalhada da prova de redação, apenas para fins pedagógicos. 

O Enem 2020 foi aplicado nos dias 17 e 24 de janeiro deste ano. Segundo levantamento do Inep, cerca de 2,5 milhões de pessoas fizeram a prova, menos da metade dos que se inscreveram para o exame. Candidatos que apresentaram laudo por doença infectocontagiosa e que não puderam realizar a prova por problemas de logística farão o Enem nos dias 23 e 24 de fevereiro. A solicitação pode ser feita até o dia 29 de janeiro. 

O Enem 2020 terá ainda uma versão digital, que será aplicada nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro. Mais informações em enem.inep.gov.br.

Em parceria com Brasil 61

Gostou de “Gabaritos oficiais do ENEM 2020 já estão disponíveis”

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Aproveite e leia sobre dicas o ENEM 2020.

Gabaritos oficiais do ENEM 2020
Aplicativo de Celular ENEM 2019

Reaplicação da prova do Enem 2020: prazo até 29 de janeiro

Os candidatos que não puderam participar do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) por motivos de doença infectocontagiosa, como a covid-19, ou por problemas de logística têm até o dia 29 de janeiro para pedir a reaplicação da prova do Enem 2020. O Enem 2020, na versão impressa, foi aplicado neste ano, nos dias 17 e 24 de janeiro.

De acordo com o edital, considera-se doença infectocontagiosa covid-19, sarampo, influenza e rubéola, entre outros. Quem ainda não enviou a documentação pode fazê-lo pelo sistema on-line. As provas serão reaplicadas nos dias 23 e 24 de fevereiro.

Quem teve problema de logística também poderá refazer o Enem. O edital traz como esse tipo de problema desastres naturais que afetem a infraestrutura do local de prova, falta de energia elétrica, falha no dispositivo eletrônico fornecido ao participante que solicitou uso de leitor de tela ou erro de execução de procedimento de aplicação que incorra em comprovado prejuízo ao participante. 

Nesse ano, outro problema também foi considerado, o da superlotação nas salas devido à pandemia. No primeiro dia de prova, alunos em pelo menos 11 cidades foram impedidos de realizar a prova. Também terão direito os estudantes dos estados do Amazonas e de Rondônia. O exame foi suspenso por causa dos impactos da pandemia nesses lugares. 

Os pedidos de reaplicação serão analisados pelo Inep. A aprovação ou a reprovação do pedido de reaplicação pode ser consultada na Página do Participante ou pelo telefone 0800 616161. O Inep recomenda, no entanto, que os candidatos façam a solicitação pela internet, na página enem.inep.gov.br

Com informações de Brasil 61

Gostou de “Reaplicação da prova do Enem 2020: prazo até 29 de janeiro”?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Aproveite e leia sobre ENEM 2020.

Reaplicação da prova do Enem 2020: prazo até 29 de janeiro
Estudantes de todo Brasil, fazem o segundo dia de prova do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio

Candidatos com Covid-19 podem pedir reaplicação do Enem

Além de comunicar o estado pela Página do Participante, os candidatos com covid-19 devem se atentar à documentação exigida para comprovar a impossibilidade de comparecer às provas, que já começam neste domingo (17)

Com a recomendação de que candidatos com a Covid-19 ou outras doenças infectocontagiosas permaneçam isolados e não compareçam às provas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), fica a dúvida de como pedir a reaplicação das provas, que ocorrem já a partir do próximo domingo (17). 
 
Antes de mais nada, quem está doente deve comunicar a condição na Página do Participante, pela internet, antes da realização das provas. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) afirma que o candidato deve inserir, obrigatoriamente, um documento legível que comprove a doença. 

Na documentação deve constar uma série de informações, como o diagnóstico com a descrição da condição, a assinatura e identificação de um profissional registrado junto ao Conselho Regional de Medicina (CRM), Ministério da Saúde ou de órgão competente. 
 
A reaplicação do Enem está prevista para os dias 23 e 24 de fevereiro.

“Candidatos com Covid-19 podem pedir reaplicação do Enem” Com informações de Brasil 61

Gostou da matéria “Candidatos com Covid-19 podem pedir reaplicação do Enem”?

Assine nossa Newsletter e fique por dentro das notícias, assim que forem publicadas, ou como desejar. Para periodicidade, confira informações no email recebido. Então, aproveite e leia mais sobre o ENEM.

Candidatos com Covid-19
Brasília – Estudantes fazem provas no segundo dia da seleção do Programa de Avaliação Seriada (PAS), que permite o acesso a uma vaga na Universidade de Brasília

MPF pede adiamento do Enem no Amazonas

O Amazonas enfrenta mais uma vez altos números de casos e de mortes pela covid-19, e por causa dessa situação, o Ministério Público Federal (MPF) recorreu à Justiça para adiar as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O exame está marcado para os dias 17 e 24 deste mês, em todo o país. MPF pede adiamento do Enem no Amazonas, por questão sanitária.

A ação civil pública foi apresentada nessa terça-feira (12), em caráter liminar, e está baseada na crise de saúde pública decorrente da pandemia no estado.

Dados da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas apontam mais de 1,5 mil internações por covid-19 nos primeiros nove dias de janeiro – o maior índice já registrado desde o início da pandemia. A rede privada de saúde do estado já sinalizou colapso da estrutura de atendimento.

Os procuradores argumentam que a manutenção da data de aplicação das provas do Enem representa maior circulação do vírus pela cidade, e a exposição dos próprios estudantes ao risco de infecção – por isso o pedido de que as provas do exame sejam aplicadas no Amazonas somente quando houver estrutura suficiente e necessária na rede de saúde, pública e privada, para atendimento dos casos relacionados à pandemia de covid-19, e que essa condição seja atestada por órgão técnico do governo estadual.

Uma alternativa aceita pelo MPF é o adiamento para os dias 23 e 24 de fevereiro, datas já previstas pelo Ministério da Educação para os alunos que não possam realizar o exame em janeiro.

Ainda por causa do aumento de casos de covid-19, o governo estadual prorrogou a situação de calamidade pública no Amazonas por mais seis meses, e a prefeitura de Manaus decretou estado de emergência por 180 dias.

“MPF pede adiamento do Enem no Amazonas” é com informações de Agência Brasil

Gostou da matéria “MPF pede adiamento do Enem no Amazonas”?

Assine nossa Newsletter e fique por dentro das notícias, assim que forem publicadas, ou como desejar. Portanto, para periodicidade, confira informações no email recebido. Então, aproveite e leia mais sobre o ENEM.

MPF pede adiamento do Enem no Amazonas

Maratona Enem vai ao ar na TV Brasil para ajudar na reta final

Uma parceria da EBC, Empresa Brasil de Comunicação, com os ministérios das Comunicações e da Educação e com a Secretaria de Educação do Distrito Federal vai levar ao ar a Maratona Enem, na tela da TV Brasil. Serão aulões transmitidos às quintas-feiras e aos sábados desta semana e da próxima, de 14h até 18h.

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, destacou que a parceria amplia o acesso à educação. Isso porque, enquanto a internet funciona de forma precária para grande parte da população, quase todas as famílias têm um aparelho de televisão em casa.

Durante as aulas na TV Brasil, os estudantes que tiverem um telefone celular com acesso à internet poderão baixar material extra e simulados do ENEM. Então, basta apontar a câmera do aparelho para o código QR que vai aparecer no canto da tela.

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, destacou que, desde que o Enem começou a dar acesso ao ensino superior no Brasil, em 2004, sempre houve a preocupação de usar o exame para reduzir as desigualdades sociais. Para ele, a transmissão dos aulões pela TV se junta a outras iniciativas, como a lei que reservou vagas para estudantes da rede pública.

Papel da Comunicação na Educação

A TV Brasil faz parte da EBC, assim como a Agência Brasil, a Radioagência Nacional e as rádios MEC e Nacional.

O presidente da EBC, Glen Valente, afirmou que a Maratona Enem reforça o papel da comunicação pública como instrumento de cidadania.

A Maratona Enem vai ao ar quinta e sábado desta e da próxima semana, nos dias 14, 16, 21 e 23 de janeiro, sempre das 14h às 18h. A transmissão será feita pela TV Brasil, que em boa parte do país funciona no canal 2.1 na TV digital, e também nos perfis no YouTube da TV Brasil e da Secretaria de Educação do Distrito Federal.

Além disso, tem o tradicional programa “Caiu no Enem”, com a correção da prova ao vivo. Será nos dois próximos domingos, na TV Brasil e na Rádio Nacional, a partir das 19h30.

“Maratona Enem vai ao ar na TV Brasil para ajudar na reta final” é com informações de Agência Brasil

Gostou da matéria “Maratona Enem vai ao ar na TV Brasil para ajudar na reta final”?

Assine nossa Newsletter e fique por dentro das notícias, assim que forem publicadas, ou como desejar. Portanto, para periodicidade, confira informações no email recebido. Então, aproveite e leia mais sobre o ENEM.

Maratona Enem vai ao ar na TV Brasil para ajudar na reta final
A TV Brasil, no Rio de Janeiro, passa a operar a partir de hoje (1º) com um novo transmissor no Sumaré, que trará uma amplitude de sinal na capital fluminense. A TV Brasil é uma emissora da Empresa Brasil de Comunicação (EBC). Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

Justiça nega pedido de adiamento do ENEM, e cidades decidirão

Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deve ocorrer nas datas programadas: 17 e 24 de janeiro. Pedido de adiamento do ENEM negado.

A Justiça Federal de São Paulo negou pedido da Defensoria Pública da União para adiar a prova.

A juíza Maria Cláudia Gonçalves Cucio acatou argumentos da Advocacia Geral da União, de que nova suspensão do exame causaria prejuízos financeiros em virtude da logística já em curso para realização.

Também poderia comprometer o seguimento da formação acadêmica dos alunos.

Na decisão, a juíza considerou que há informações suficientes para criar condições de biossegurança sanitária para manter o Enem 2020.

Essas orientações estão na página do Inep, o instituto responsável pela realização do exame.

Maria Cláudia Gonçalves Cucio também deixa facultativo aos municípios a decisão de garantir a realização das provas em segurança e justificar ao Inep caso sejam adotadas medidas mais severas de restrição de mobilidade ou o lockdown para que o exame seja suspenso apenas naquele local.

Vale lembrar que o Enem já foi adiado de novembro do ano passado para este mês de janeiro pelos efeitos da crise sanitária na preparação dos candidatos.

“Justiça nega pedido de adiamento do ENEM, e cidades decidirão” com informações de Rádio2.

Gostou da matéria “Justiça nega pedido de adiamento do ENEM, e cidades decidirão”?

Assine nossa Newsletter e fique por dentro das notícias, assim que forem publicadas, ou como desejar. Para periodicidade, confira informações no email recebido. Então, aproveite e leia mais sobre o ENEM.

pedido de adiamento do ENEM

ENEM: candidatos reclamam de falha no acesso a local de prova

Faltando menos de uma semana para o primeiro dia do Enem, o Exame Nacional do Ensino Médio, muitos candidatos ainda não sabem o local em que vão fazer a prova. Sistema apresenta falha no acesso a local de prova.

Segundo o último balanço divulgado pelo INEP, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, até a quinta-feira passada menos da metade dos estudantes tinha conseguido acessar o Cartão de Confirmação de Inscrição. É nesse cartão que o candidato encontra as orientações oficiais como o local, horário de abertura dos portões e duração da prova.

ENEM: candidatos reclamam de falha no acesso a local de prova

Oficialmente, a informação está disponível desde o dia 5 de janeiro, mas, segundo o balanço do INEP, dos quase 5,7 milhões de inscritos, pouco mais de 2,7 milhões tinham acessado o documento, cerca de 47% dos candidatos.

Essa é a situação de Anne Caroline Neves, de 21 anos, que disputa uma vaga no curso de medicina da Unifesp, a Universidade Federal de São Paulo. Desde a semana passada ela tenta a informação no site do Inep. Mas só recebe uma mensagem dizendo que a informação vai estar disponível em breve.

Paulo Damata, que mora em Belém, também tenta uma vaga em medicina e está preocupado. Afinal, por falta de informações, pode perder um ano inteiro de preparação para a prova.

Situação pelo país

A situação se repete pelo país afora. Em João Pessoa, na Paraíba, Anna Luiza tenta uma vaga no curso de cinema da Universidade Federal de Pernambuco e, agora, além do conteúdo da prova, também está preocupada com a falta de informação sobre o lugar onde vai ser feito o exame. Para ela, que mora com os pais que fazem parte do grupo de risco da Covid-19, tem sobrado ansiedade.

Todas as pessoas contatadas pela reportagem disseram que tentaram entrar em contato com o Inep ou com o MEC. Por exemplo, através de e-mail, telefone ou pelas redes sociais, e em todas as respostas as instituições pedem para aguardar. Foi assim com Anne Caroline.

Nós também tentamos contato para saber o que está causando a dificuldade para os estudantes e qual o prazo para solucionar o problema, e estamos aguardando uma reposta.

Nessa segunda-feira, o Inep decidiu antecipar em meia hora a abertura dos portões. Agora, ao invés de 12h, os estudantes vão poder acessar os locais das provas às 11h30. O horário de fechamento permanece o mesmo: 13h. Portanto, a mudança foi uma medida de segurança para reduzir aglomerações.

No próximo domingo, dia 17, os estudantes vão fazer as provas de redação, português e ciências Humanas. Na semana que vem, dia 24 de janeiro, matemática e ciências da natureza.

Na sexta-feira passada, a DPU recorreu à Justiça pedindo mais um adiamento do Enem em função do novo pico de casos de coronavírus no país. Pelo calendário original as provas deveriam ter sido aplicadas em novembro. Sendo assim, a expectativa é de que a Justiça federal decida até essa terça-feira se aceita o recurso ou se mantém a data do exame.

“ENEM: candidatos reclamam de falha no acesso a local de prova” Com informações de Agência Brasil

Gostou da matéria “ENEM: candidatos reclamam de falha no acesso a local de prova”?

Assine nossa Newsletter e fique por dentro das notícias, assim que forem publicadas, ou como desejar. Portanto, para periodicidade, confira informações no email recebido. Então, aproveite e leia mais sobre o ENEM.

Inep garante segurança na aplicação do Enem, em meio a pandemia

Nos dias 17 e 24 de janeiro, quase seis milhões de pessoas vão tentar uma vaga em universidades públicas de todo o Brasil por meio do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Por conta da pandemia, as provas, que estavam marcadas para o final do ano passado, foram remarcadas para este ano. Entre as novidades, está o Enem Digital, que será feito por 96 mil estudantes nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro. Instituto garantirá a segurança na aplicação do Enem, quanto as medidas sanitárias.

Na lista dos itens essenciais para levar nos dias de prova, além da tradicional caneta de corpo transparente de tinta preta, estão também a máscara e o álcool em gel. O presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep/MEC), Alexandre Lopes, ressalta que a autarquia investiu R$ 69 milhões em medidas de prevenção à Covid-19 para que as provas sejam realizadas da forma mais segura possível. 

Em entrevista exclusiva ao portal Brasil61.com, Lopes detalhou quais as medidas tomadas nesse período tão atípico. “A principal foi o distanciamento. Colocamos menos alunos em cada sala, garantindo um espaçamento maior entre eles. O uso da máscara será obrigatório. Tanto os participantes quanto os aplicadores terão que usar a máscara durante todo o período da prova. Além disso, intensificamos a higienização. Vamos fazer uma limpeza maior nas áreas de uso comum, como banheiros, corredores. Também vamos disponibilizar álcool em gel para todos os participantes do Enem e a identificação do aluno será do lado de fora.” 

Inep garante segurança na aplicação do Enem, em meio a pandemia

O presidente do Inep, responsável pelo exame, garante que os 1,7 mil municípios que receberão os alunos nos dias de prova estão amparados pela logística. “A gente fez uma visita prévia às escolas e às instalações. Serão cerca de 14 mil locais de prova neste ano e todos foram visitados previamente. Nós temos, ainda, um trabalho intenso de capacitação dos aplicadores. Algumas capacitações que eram realizadas presencialmente foram feitas a distância, mas foram feitas”, reforça. 

Caso o estudante seja infectado poucos dias antes da prova, Alexandre Lopes dá as orientações. Ele lembra que o edital do Enem já prevê casos de doenças infectocontagiosas – a Covid-19 foi inserida nesse rol. 

“Não só por conta da Covid-19, mas no edital do Enem tem uma relação de doenças infectocontagiosas que dá direito ao participante fazer a reaplicação nos dias 23 e 24 de fevereiro. Se ele tiver alguma dessas doenças, na semana anterior ao domingo de prova – e ele pode fazer isso tanto no primeiro quanto no segundo dia de prova – o estudante vai entrar na página do participante, solicitar a reaplicação e juntar a documentação necessária, como exame e/ou laudo médico. A gente vai analisar e pode conceder realização da prova de reaplicação. Isso é para garantir que as pessoas que tenham doença contagiosa não vão ao local de prova, que fiquem em casa, mas não percam o Enem”, tranquiliza. 

Enem Digital

Entre as novidades do exame está a versão digital. Pensada em 2019, antes mesmo da pandemia, a ideia é modernizar a prova e abrir mais opções de datas. “Hoje, o Enem é realizado em uma data só no ano. Milhões de pessoas vão fazer o Enem impresso no domingo agora, mas quem perder essa prova precisa esperar mais um ano para fazê-la novamente. Com a versão digital, podemos realizar mais de uma prova ao longo do ano”, adianta o presidente do Inep.

A previsão é de que o Enem se torne totalmente digital até 2026. Até lá, a transição será feita de forma gradativa. O objetivo também é tornar o Enem mais acessível, já que muitos estudantes precisam se deslocar para cidades vizinhas para tentar a tão sonhada vaga numa federal. 

“Sendo em várias datas, podemos fazer a prova em cidades diferentes e fazer com que o exame chegue a mais municípios – e fique mais próximo do aluno. Muitos alunos têm que se deslocar para outra cidade para fazer a prova, o que pode prejudicar jovens do interior do Brasil. Queremos levar a prova para mais municípios, levar a prova para onde o estudante está”, projeta. 

Acompanhe agora a entrevista na íntegra com o presidente do Inep, Alexandre Lopes. 

“Inep garante segurança na aplicação do Enem, em meio a pandemia” é com informações de Brasil 61

Gostou de “Inep garante segurança na aplicação do Enem, em meio a pandemia“?

Então, assine nossa Newsletter. Não deixe de comentar logo abaixo também. Leia mais sobre o ENEM.

Tensão Pré-Enem: psicólogo dá dicas para controlar a ansiedade

Em tempos de pandemia do novo coronavírus, com aulas on-line e outras diferenças em relação aos últimos anos, a saúde mental de muitos candidatos ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) ficou abalada. A chamada ‘Tensão Pré-Enem’.

Ana Clara, de 15 anos, vai fazer a prova pela primeira vez como treineira. Ela é estudante do Centro de Ensino Médio de Brazlândia, no Distrito Federal. Ana conta que a rotina dos estudos está diferente, com muitas horas de estudo dentro do próprio quarto. O que mais a angustia não é o conteúdo do exame, mas a possibilidade de contrair o vírus durante as provas.

Ana Virgínia, estudante da rede pública de São Luís, no Maranhão, pretende cursar Relações Internacionais. Ela diz que algumas incertezas sobre o Enem mexeram com seu estado emocional, e relata situações de ansiedade.

O psicólogo Kleber Marinho, que também já foi professor de cursinho, dá dicas sobre o preparo psicológico e emocional para esta edição do Enem. Para ele, neste momento, mais importante do que o conteúdo, é manter a tranquilidade para chegar bem na prova.

A edição 2020 do Enem, que inicialmente estava prevista para novembro do ano passado, vai ser aplicada nos dias 17 e 24 deste mês. Já a prova eletrônica do exame vai acontecer nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro.

“Tensão Pré-Enem: psicólogo dá dicas para controlar a ansiedade” é com informações de Agência Brasil

Gostou de “Tensão Pré-Enem: psicólogo dá dicas para controlar a ansiedade“?

Então, assine nossa Newsletter. Não deixe de comentar logo abaixo também.

Tensão Pré-Enem

Vestibular USCS 2021: Inscrições abertas

Processo seletivo será de forma virtual. Os interessados podem se inscrever até o 03/12. vestibular uscs 2021

na próxima quinta-feira (3/12) as inscrições para o processo de vestibular da Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS). Devido às medidas restritivas atuais (pandemia do coronavírus), o processo seletivo da Universidade será por nota do ENEM ou redação, ou ainda a pela análise do histórico escolar do ensino médio. A taxa de inscrição é de R$ 40,00. As inscrições devem ser feitas pelo site http://www.uscs.edu.br/vestibular.

São mais de 30 cursos oferecidos nas áreas de Comunicação, Direito, Educação, Negócios, Computação e Saúde.

Os procedimentos para cada forma de seleção constam no edital (constante na área da inscrição). A divugação da classificação geral dos aprovados, para todos os campi e cursos deste processo, será publicada, oficialmente no site www.uscs.edu.br, no dia 14 de dezembro de 2020.

Mais informações podem ser obtidas pelo site www.uscs.edu.br e WhatsApp 11 94512-4878.

SERVIÇO vestibular uscs 2021

Vestibular USCS – 1º semestre 2021
Inscrições: até 3 de dezembro de 2020
Valor da taxa de inscrição: R$ 40,00

SOBRE A USCS

Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS) iniciou suas atividades em 1968, oferecendo dois cursos de Graduação: Economia e Ciências Políticas e Sociais, ambos expressos no próprio nome da instituição à época: Faculdade de Ciências Econômicas, Políticas e Sociais. A turma inicial era formada por 130 estudantes.

Barcelona: Av. Goiás, 3.400 – Barcelona – São Caetano do Sul – CEP: 09550-051
Centro: Rua Santo Antônio, 50 – Centro – São Caetano do Sul – CEP: 09521-160
Conceição: Rua Conceição, 321 – Santo Antônio – São Caetano do Sul – 09530-060
Pós Lato: Rua Manoel Coelho, 600 (6° andar) – Centro – São Caetano do Sul – CEP: 09510-101
São Paulo: Rua Treze de Maio, 681 – Bela Vista – São Paulo – CEP: 01327-000
Colégio Universitário USCS: Rua Conceição, 321 – Santo Antônio – São Caetano do Sul – CEP: 09530-060

Dica da Semana 27/10

Que tal tirar mais outras dúvidas? Saiba mais em www.carlavenancio.com.br

Jornal Grande ABC

COMUNICAÇÃO: Existem formas de falar

O Jornal Grande ABC é feito para você, e por vocês. Nossos colaboradores e jornalistas estão todos dias buscando novidades e matérias. Assim, produzindo material especial para nossos leitores. Nosso foco são as cidades de Mauá, Diadema, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo e Santo André. Além disso, cobrimos o que acontece no Brasil e no Mundo, incluindo esporte, entretenimento e tecnologias.

Não possuímos nenhuma vinculação política ou partidária. Da mesma forma, sem ligações com outras mídias já existentes na região. Nossa fundação se deu em 07 de Setembro de 2020. Desde então, cada dia estamos crescendo e chegando em mais dispositivos e usuários. Por isso, nossa maior satisfação é entregar material de qualidade para nossos leitores. Portanto, cada nova visita e comentário, nos dão mais fôlego para seguirmos firmes e fortes neste projeto.

Quer receber mais notícias, em qualquer momento? Assine nossa Newsletter, basta inserir seu e-mail logo abaixo, e receba as publicações todos os dias.

Junte-se a 1.325 outros assinantes

É um prazer ter você conosco. Aproveite para deixar comentário aqui embaixo. Salve nosso Site. Volte Sempre!

Dica da Semana

Que tal tirar mais outras dúvidas? Saiba mais em www.carlavenancio.com.br

Como se escreve?

Jornal Grande ABC

COMUNICAÇÃO: Existem formas de falar

O Jornal Grande ABC é feito para você, e por vocês. Nossos colaboradores e jornalistas estão todos dias buscando novidades e matérias. Assim, produzindo material especial para nossos leitores. Nosso foco são as cidades de Mauá, Diadema, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo e Santo André. Além disso, cobrimos o que acontece no Brasil e no Mundo, incluindo esporte, entretenimento e tecnologias.

Não possuímos nenhuma vinculação política ou partidária. Da mesma forma, sem ligações com outras mídias já existentes na região. Nossa fundação se deu em 07 de Setembro de 2020. Desde então, cada dia estamos crescendo e chegando em mais dispositivos e usuários. Por isso, nossa maior satisfação é entregar material de qualidade para nossos leitores. Portanto, cada nova visita e comentário, nos dão mais fôlego para seguirmos firmes e fortes neste projeto.

Quer receber mais notícias, em qualquer momento? Assine nossa Newsletter, basta inserir seu e-mail logo abaixo, e receba as publicações todos os dias.

Junte-se a 1.325 outros assinantes

É um prazer ter você conosco. Aproveite para deixar comentário aqui embaixo. Salve nosso Site. Volte Sempre!

MEC publica edital para 50 mil vagas remanescentes do Fies

Inscrições começam no dia 6 de outubro

Está publicado no Diário Oficial da União desta terça-feira (29) o edital do processo de inscrição para cerca de 50 mil vagas remanescentes do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para o 2º semestre de 2020. As inscrições serão abertas no dia 6 de outubro, exclusivamente na página do Fies. Os candidatos não matriculados em uma instituição de ensino superior podem se inscrever até as 23h59 do dia 13 de outubro. Para os já matriculados, o prazo vai até 13 de novembro.

Para se candidatar é necessário ter participado de uma das edições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010, ter obtido no mínimo 450 pontos na média das cinco provas do exame e não ter zerado a prova de redação. O interessado precisa ainda ter renda mensal bruta de até três salários mínimos por pessoa da família.

A ocupação das vagas, segundo o Ministério da Educação, será feita de acordo com a ordem de conclusão das inscrições. O candidato que precisar alterar informações depois da inscrição concluída no sistema terá de cancelar e fazer de novo o procedimento. Durante esse procedimento, a mesma vaga escolhida anteriormente poderá ser ocupada por outro candidato que concluir a inscrição antes.

Fonte: Agência Brasil