Dicas para delivery: Confira e se dê bem no ramo

O serviço de delivery tornou-se essencial no dia a dia dos brasileiros e uma importante ferramenta para os negócios dos restaurantes. Para se destacar e evoluir no setor, o segredo é prestar um bom serviço. Pensando nisso, o iFood – referência em food delivery na América Latina – reúne algumas dicas. Confira:

1- Invista em um cardápio atrativo!

Ele é a vitrine dos estabelecimentos nos aplicativos. São bem vindas, por exemplo, imagens reais dos produtos e informações úteis para apoiar o consumidor na jornada de compra, como peso, quantas pessoas serve, orientação sobre restrições alimentares, classificação do prato  e até a possibilidade de personalizá-lo ou incrementá-lo.

2- Crie promoções!

Consumidores sempre buscam boas oportunidades nos aplicativos. Para juntar a fome com a vontade de comer, vale investir e diversificar as estratégias de precificação, como desconto fixo, percentual de desconto em função da quantidade de itens no carrinho, taxa grátis na primeira compra ou em pratos selecionados e, claro, os clássicos cupons de desconto.

3- Fidelize seus clientes!

Crie conexões reais e que proporcionem uma boa experiência ao consumidor. Mimos como bilhetes, balas e doces costumam ter boa aceitação. Para ir além, os restaurantes contam também com a vasta gama de ferramentas que o iFood disponibiliza para ajudar a fidelizar usuários, como descontos que podem ser oferecidos após um determinado número de pedidos nos restaurantes, Clube iFood para compra de cupons, entre outras.

4- Pense nas embalagens!

Que a comida é a grande estrela do negócio ninguém discute. Mas pensar em como melhor acondicioná-la para manter a qualidade e a temperatura na entrega também é pré-requisito para o sucesso do restaurante. Outro aspecto que também deve ser considerado é o impacto das embalagens no meio ambiente. Modelos sustentáveis podem ser encontrados no iFood Shop, um marketplace de embalagens e insumos com valores e condições especiais para os restaurantes parceiros.

5- Conte com a logística!

Os entregadores parceiros do iFood são parte essencial da logística e peça-chave para garantir que aquele prato especial chegue rápido e em perfeitas condições até a casa dos consumidores. Valorizá-los e respeitá-los passa por manter boas relações com eles. Por isso, se possível, separe um ponto de apoio para que possam utilizar o banheiro e tomar água no seu estabelecimento.

Essas e outras dicas para delivery foram compartilhadas pelo iFood no webinar “Experiência iFood” que aconteceu no último dia 17 e atraiu 25 mil inscritos. O objetivo é aumentar a visibilidade dos estabelecimentos, ajudá-los a fidelizar seus clientes e melhorar as vendas no delivery.  Essas e outras iniciativas de capacitação e apoio aos restaurantes também fazem parte das prioridades do iFood. Em parceria com o Sebrae, por meio do movimento “Compre do Pequeno”, são disponibilizados cursos de desenvolvimento profissional para os funcionários dos restaurantes parceiros e capacitações para os donos dos estabelecimentos, com foco em gestão para novos empreendedores, boas práticas nos serviços de alimentação, entre outros. Já a parceria com a Escola Conquer oferece soluções estratégicas para o negócio por meio de trilhas sobre gestão de finanças, novo comportamento de consumo, tendências em marketing digital, entre outros.

Gostou da nossa matéria “Dicas para delivery: Confira e se dê bem no ramo“?

Dicas para delivery: Confira e se dê bem no ramo
Foto: Fábio Vieira/FotoRua

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 1.002 outros assinantes

Restaurantes oferecem opções diversas para o Dia do Hamburguer

Está chegando o Dia Mundial do Hamburguer, que acontece no dia 28 de maio, e que faz homenagem ao prato surgido em Hamburgo, na Alemanha. Desde então, se tornou um grande hit, aderido mundialmente, nas suas mais diversas versões. Para comemorar, restaurantes sugerem opções diversas, desde o clássico “pão, carne e queijo”, até opções vegetarianas desconstruídas.

Com receitas que confortam, Gael – Cozinha Mestiça, oferece uma opção para quem gosta do tradicional. O Gael Burguer (R$46) é preparado com pão de brioche, blend de carne da casa, queijo e cebolas caramelizadas, acompanhado por uma porção de batatas fritas. Pode se somar a experiência um dos coquetéis autorais assinados pelo premiado bartender Alê D’Agostino, como o American II (R$30), de licor, vermute branco, saquê, tônica e limão siciliano.

Em Moema, seguindo a linha do comfort food, o tradicional árabe Farabbud oferece o Burguer da Arábias (R$35), hamburguer de 120g de kafta assado na chapa com molho acebolado, tomate sem pele e coalhada seca no pão de mandioquinha. Acompanha batatas fritas ao estilo árabe: as crinkles (onduladas) com um toque de zathar. A combinação pode ser apreciada tanto no aconchego da casa de Moema, quanto do despojado espaço da Vila Nova Conceição.

Já o Greentable, vem com uma opção para aqueles que gostam de subverter os clássicos. O JOMARI (R$66) é um hambúrguer de quinoa acompanhado por uma salada completa de burrata com pesto especial da casa e abóbora com mel, desenvolvido especialmente pelos ex-BBBs Mari Gonzalez e Jonas Sulzbach para celebrar a parceria da plataforma com o aplicativo de delivery Rappi. Os itens podem ser consumidos como um prato único ou pedidos separadamente. É ideal para quem gosta de inovar e descobrir novas possibilidades com o paladar e está disponível apenas pelo aplicativo.

SERVIÇO

GAEL

Endereço: Rua Ferreira de Araújo, 322 – Pinheiros

Telefone: (11) 3567-7145

Horário de Funcionamento:

– Segunda a sexta: das 12h às 15h e das 19h às 22h

– Sábados: das 12h às 17h e das 19h às 22h

– Domingos: das 12h às 18h

Delivery e take away:

– Terça a domingo: 11h às 15h e das 18h às 21h.

Formas de pagamento: Dinheiro e cartões Visa, Master, Hipercard, Elo, VR, Alelo, Sodexo e Ticket Restaurante.

Instagram: @gaelcozinhamestica

FARABBUD

Telefone e WhatssApp: (11) 5054-1648

Delivery: www.farabbudemcasa.com.br

Aplicativos para Delivery ou Drive Thru:

– IFood

– Rappi

– UberEats

Endereço – Drive Thru: Alameda dos Anapurus, 1247 – Moema, São Paulo – SP, 04087-004

Horário de atendimento:

– Segunda a Sexta: das 12h00 às 15h30 / das 18h30 às 22h

– Sábado e Domingo: das 12h00 às 22h30.

Site: http://farabbud.com.br/

Facebook: facebook.com/farabbud 
Instagram: 
@farabbudAcessibilidade/ Conexão Wifi Gratuita / Aceita reservas

GREENTABLE

Unidade Itaim Bibi
Endereço:
 Rua Manuel Guedes, 499 – Itaim Bibi – São Paulo – SP
Telefone: (11) 2776-7177
Capacidade: 100 pessoas
Delivery:
 Rappi
Horários de Funcionamento (sujeitos à alterações durante a pandemia – verificar no perfil do instagram):
– Segunda a sexta-feira: das 12h às 15h
– Sábado e domingo: fechado
Formas de pagamento: Visa, Master, Amex, Alelo, Sodexo, Ticket e VR
Instagram: @greentable_
Site: www.greentable.com.br

Unidade Pinheiros
Endereço:
 Rua dos Pinheiros, 265 – Pinheiros – São Paulo – SP
Telefone: (11) 3082-4216
Capacidade: 60 pessoas
Delivery:
 Rappi
Horários de Funcionamento (sujeitos à alterações durante a pandemia – verificar no perfil do instagram):
– Segunda a sexta-feira: das 12h às 15h / das 18h às 22h
– Sábado, domingo e feriados: das 12h às 16h30
Formas de pagamento: Visa, Master, Amex, Alelo, Sodexo, Ticket e VR
Instagram: @greentable_
Site: www.greentable.com.br

Unidade Brooklin – Somente Delivery
Endereço: 
Avenida Roque Petroni Junior, 475 – Brooklin
Delivery: 
Rappi

Congelados: www.greentablecongelados.com.br

Veja mais receitas em Pratos & Sabores

Gostou “Restaurantes oferecem opções diversas para o Dia do Hamburguer”?

Restaurantes oferecem opções diversas para o Dia do Hamburguer
Dia do Hamburguer. Foto de Jonathan Borba no Pexels

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email assim que estiverem online em nosso site. Aproveite e leia sobre Carreiras e Trabalho, com os ensinamentos de Rogério de Caro. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 1.002 outros assinantes

O barato que não sai caro

“O barato sai caro”. Nunca este ditado popular foi tão apropriado para o momento recente do comércio internacional. No final do mês de março, o supernavio Ever Given encalhou provocando o bloqueio do Canal de Suez e causando causou enormes transtornos em uma das principais rotas do transporte marítimo mundial. Foram mais de 400 navios parados por seis dias na entrada do estreito que divide a África do Oriente Médio até a conclusão da operação de desencalhe da embarcação.

Thomas Raad, trader de commodities e sócio da Raad International Trading, informa ser importante sempre fazer seguros da carga independentemente de qual tipo ela seja ou para qual destino ela vai. “Pode encarecer um pouco o transporte, mas o dia que se faz necessário, o seguro acaba sendo a coisa cara mais barata que existe no mundo”, brinca.

Segundo o trader, a recomendação para o importador é sempre colocar a carga no seguro. “Se uma empresa está importando do Brasil e levando para a China ou Dubai, por exemplo, deve segurar a mercadoria porque é um valor muito insignificante em relação ao total, entre 1% e 2%”, estima.

Raad cita um caso anterior ao problema ocorrido no Canal de Suez de um importador do Líbano, que quando a carga chegou ao porto, o piso do contêiner estava todo molhado e o café que ele importou pegou mofo, tendo perda total do produto. E não tinha seguro. “Foi um dinheirão jogado fora e não adianta reclamar porque essas empresas donas dos navios são multibilionárias e não fazem nada, não adianta nem tentar processar”, adverte.

Entre os principais impactos causados pelo incidente para as operações de comércio internacional que envolvem o transporte marítimo, o frete da China quintuplicou, segundo Raad.

Embora o incidente tenha ocorrido na região, Raad afirma que o Oriente Médio não deve sofrer um impacto grande nos preços tanto de produtos quanto de fretes em função dos operadores marítimos utilizarem outras rotas. “Depende dos operadores de transporte marítimo e donos de navios. São várias rotas que podem ser feitas, por exemplo, uma operadora pode preferir ir para a Espanha primeiro ou para a Itália para depois ir para o Oriente Médio. Já outra pode preferir ir para a África primeiro para depois subir”, exemplifica.

Sobre Thomas Raad

Nascido nos Estados Unidos, Thomas Raad atualmente vive no Brasil. Fluente em árabe, inglês e português, cursou Administração de Empresas com ênfase em Comércio Exterior e desde os 24 anos atua como trader de commodities, sendo especialista na exportação de café e outros alimentos e especiarias.

Sua trading company, Raad International Trading, já exportou produtos como café, arroz, pimenta do reino, derivados de milho, gergelim, açaí, carvão vegetal e amêndoas de cacau. Além de negócios no Brasil, já exportou café da Colômbia e Vietnã e orégano do Peru.

Para mais informações, acesse Raadint.com e pelo Instagram, Youtube, Linkedin e medium pelo nome @thomasraad

O barato que não sai caro
Foto de Andre Furtado no Pexels

Gostou da nossa matéria “O barato que não sai caro“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 1.002 outros assinantes

Campanha Santo André Solidária distribui cestas básicas a mil famílias

Iniciativa do Fundo Social de Solidariedade já arrecadou 300 toneladas de alimentos e mais de 35 mil itens entre agasalhos e cobertores para Campanha Santo André Solidária.

Com a colaboração de muitos andreenses, a campanha Santo André Solidária, realizada pelo Fundo Social de Solidariedade, chegou à marca de mil cestas básicas distribuídas a famílias em situação de vulnerabilidade. Neste sábado (24) foi a vez dos moradores do bairro Sítio dos Vianas receberem as doações.

“A campanha Santo André Solidária continua a todo vapor, seguimos cuidando dos que mais precisam, mesmo nesse momento difícil. Com a ajuda de todos os andreenses que nos auxiliam doando diversos tipos de itens, vamos vencer juntos”, destacou a primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Ana Carolina Barreto Serra.

A campanha, lançada no aniversário da cidade, em 8 de abril, já arrecadou cerca de 300 toneladas de alimentos e mais de 35 mil itens entre agasalhos e cobertores. Alexandre Vieira, voluntário na campanha, comentou sobre o processo de arrecadação e distribuição. “A colaboração da cidade tem sido muito significativa. Fazemos a triagem e a montagem dos kits para entregar nas residências das mais de 900 famílias assistidas”.

As cestas básicas são compostas por alimentos não perecíveis e, complementando as doações, as famílias recebem ainda kits de higiene pessoal e também produtos de limpeza.

Gabriela de Lima Santana, de 19 anos, recebeu a cesta neste sábado com a filha Mariana de 7 meses no colo. “Veio em boa hora. O momento não está fácil. Moro com mais dez pessoas e estou sem emprego, por isso, agradeço esta grande ajuda”.

Cláudio de Jesus, de 49 anos, comemorou a doação. “Como autônomo, passei momentos difíceis, por isso sou grato por esta ajuda”, pontou o morador.

Para quem quiser contribuir com a campanha Santo André Solidária, a arrecadação é feita em sistema drive-thru de forma segura, respeitando todos os protocolos sanitários, nos seguintes endereços: Parque Celso Daniel (Rua das Caneleiras, s/nº – Bairro Jardim), Parque Central (Rua José Bonifácio, s/nº – Vila Assunção), Parque Regional da Criança (Avenida Itamarati, 536 – Parque Jaçatuba) e Parque da Juventude Ana Maria Brandão (Avenida Capitão Mário Toledo de Camargo, s/nº – Jardim Ipanema). 

Os quatro drive-thrus solidários localizados nos parques receberão doações até o dia 30 de abril, de segunda a domingo, das 8h às 17h. Os cinco pontos de vacinação em formato drive-thru da cidade também estão recebendo doações.

Outra opção é fazer as contribuições diretamente na sede do Banco de Alimentos, localizado na avenida dos Estados, 2195, em Santa Teresinha. O horário de funcionamento é de segunda a sexta, das 8h às 17h. 

Podem ser doados alimentos como arroz, feijão, macarrão, café, óleo, leite em pó, além de itens de higiene e limpeza, agasalhos, cobertores, brinquedos, material escolar, entre outros.

Quem preferir, pode fazer doações via Pix para a chave e-mail doe@santoandre.sp.gov.br ou via transferência para a conta do Fundo Social no Banco do Brasil. A agência é 5688-x, conta 6900-0 e CNPJ 46.522.942/0001-30, no nome de Prefeitura de Santo André – Fundo Social de Solidariedade.

Entre os bairros que estão sendo beneficiados com a entrega de doações estão Sítio dos Vianas, Jardim Irene, Jardim Cipreste, Aclimação, Vila Linda, entre outros. A distribuição será feita ao longo da realização da campanha Santo André Solidária.

Gostou da nossa matéria “Campanha Santo André Solidária distribui cestas básicas a mil famílias“?

Campanha Santo André Solidária distribui cestas básicas a mil famílias
Campanha Santo André Solidária distribui cestas básicas a mil famílias. Foto: Angelo Baima/PSA

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias e mais vagas de emprego abertas. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 1.002 outros assinantes

Vendas caem 30% durante a fase emergencial do plano São Paulo

A fase emergencial do Plano São Paulo iniciou em 15 de março e foi até dia 11 deste mês, com medidas mais restritivas. Durante o período, o comércio permaneceu fechado em todo o estado. De acordo com um levantamento realizado pela FCDLESP (Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado de São Paulo), como resultado das recomendações, as vendas caem na fase emergencial do plano São Paulo, em cerca de 30% para o setor.

“A fase emergencial trará impactos significativos para o balanço trimestral do varejo. A queda de 30% no volume de vendas é alarmante. Reforçamos que é preciso manter a economia minimamente ativa, pois sem apoio financeiro, os estabelecimentos não conseguem se manter”, explica o presidente da FCDLESP, Mauricio Stainoff.

Segundo o levantamento realizado pela entidade, com a participação das principais CDLs do Estado de São Paulo, além da queda significativa, o comércio de rua foi o mais afetado pela nova fase do Plano São Paulo. Para os lojistas, os estabelecimentos estão mais adaptados à realidade da pandemia, mas ressaltam que, a instabilidade do Plano São Paulo e a falta de planejamento prévio impactam diretamente as vendas do varejo. 

Cenário atual 

Mesmo com baixa expectativa de vendas, cerca de 9 em cada 10 comerciantes participantes da pesquisa, acreditam que o Take away – serviço de retirada do pedido no estabelecimento e o retorno do auxílio emergencial amenizam o impacto negativo no volume de vendas. “Em tempos de total fechamento, é preciso manter a opção de retirada no produto ou pedido no balcão do estabelecimento, isso estimula o consumidor. Esperamos que a volta do auxílio emergencial traga um equilíbrio para esse cenário”, ressalta Stainoff.

No período da fase emergencial, os empresários relatam que o e-commerce apresentou o melhor desempenho. Sem a possibilidade de realizar as compras em lojas físicas, os consumidores optaram por manter o consumo pelo ambiente digital. Além disso, para o varejo, a Páscoa deste ano não apresentou resultados positivos. Apenas supermercados e lojas do segmento de chocolate apresentaram um bom desempenho nas vendas.

Gostou da nossa matéria “Vendas caem 30% durante a fase emergencial do plano São Paulo“?

Vendas caem na fase emergencial
Maurício Stainoff, presidente da FCDLESP
Divulgação

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 1.002 outros assinantes

Universidade Delivery do Brasil é criada por aplicativo

Universidade Ceofood oferece curso de mentoria e capacitação que ensina pequenos e médios empreendedores do Brasil a venderem por meio do delivery

Com o objetivo de capacitar pequenos e médios empreendedores e até vendedores autônomos, o aplicativo Ceofood lança, ainda no mês de abril, a Universidade Ceofood. Trata-se de um curso de capacitação que também oferece mentoria para auxiliar lojistas a migrarem para o ambiente digital e venderem por meio do delivery. A fintech de meios eletrônicos de pagamentos Ceopag também participa da ação e apresenta aos participantes todos os trâmites dos sistemas de cobranças e pagamentos presencial a vista e parcelado, e também à distância. 

“Nosso objetivo é disponibilizar um curso de capacitação completo para todos os segmentos que se enquadram na venda por delivery, desde gastronomia até o mercado de acessórios e o varejo em geral. Poderão participar empreendedores já atuantes no mercado, assim como o público informal, desempregados e profissionais autônomos.  Será ensinado como iniciar um negócio do zero e o passo a passo para que o empreendedor consiga atuar e ganhar dinheiro de maneira assertiva”, explica Kawel Lotti, Presidente do grupo Ceofood e Ceopag.

O curso é totalmente online e pode ser realizado inicialmente pela plataforma hotmart. Ao todo, são 15 módulos que contemplam temas como o cadastro do estabelecimento na plataforma de delivery, inclusão e atualização do cardápio/produtos, dashboard completo com acompanhamento em tempo real dos pedidos/entregas, estratégias de vendas, criação de páginas e divulgação nas redes sociais, Plano de Implantação nos primeiros 90 dias e demais tópicos para capacitação profissional.

“Dado o período desafiador que o Brasil e o mundo enfrentam,  chegamos à conclusão que precisávamos criar algo que se adaptasse ao novo cenário. Criamos, então, uma solução integrada para ajudar milhares de lojistas formais e informais desempregados, pessoas com habilidades como fazer comida caseira, doces, pães e salgados, artesanatos, etc, mas que não podem vender porque estão sendo obrigadas a ficar em casa diante da necessidade do distanciamento social, em algumas regiões de lockdown, porém precisam trabalhar para garantir o sustento de suas famílias. Esse projeto nos orgulha como empreendedores, mas principalmente como pessoas que desejam contribuir diante de um cenário terrível como esse”, comenta Lotti.

O idealizador do projeto ainda garante que qualquer interessado em matricular-se na Universidade Ceofood poderá utilizar o aplicativo de entrega: “Mesmo que a pessoa esteja em uma área em que nosso aplicativo ainda não atue, ela poderá se cadastrar e vender diretamente pela nossa plataforma, como se o aplicativo fosse dela, e assim colocar em prática todo conteúdo que aprende na Universidade Ceofood. Essa é uma forma de ampliar nossa área de atuação em todo o país e auxiliar milhares de lojistas que têm de fechar as portas durante essa pandemia. Será possível baixar o conteúdo, aprender e vender de casa. Uma solução totalmente adaptada para a situação que vivemos hoje”.

Para se inscrever, os interessados deverão acessar a página de vendas da Universidade Ceofood Delivery e pagar uma taxa de R$1.797,00, que pode ser parcelada em até 12 vezes de R$149,50. Ao término do curso, os participantes recebem um certificado. No final desse período é possível renovar a inscrição para receber atualizações do ramo de delivery por parte da Universidade Ceofood e garantir atualização do app por mais 12 meses.

Modelo de franquia

Presente em 23 estados do país, o aplicativo Ceofood conta com mais de 5 mil estabelecimentos cadastrados em sua plataforma e no ano passado apresentou um crescimento de 50%. Ao contrário dos demais players do mercado, a empresa não cobra nenhuma taxa em cima dos pedidos feitos pelos usuários. Cada comércio  paga um plano mensal com valores que vão de R$99 a R$199, determinados conforme a região e o tamanho do estabelecimento.

O Ceofood opera no modelo de franquia, no qual o franqueado é responsável por prospectar novos estabelecimentos para a plataforma. Recentemente, a marca foi eleita como uma das 10 maiores microfranquias do país pela Associação Brasileira de Franchising (ABF).

Gostou de “Universidade Delivery do Brasil é criada por aplicativo?

Universidade Delivery do Brasil é criada por aplicativo
Universidade Delivery do Brasil é criada por aplicativo Foto: Divulgação

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Confira as notícias do Brasil. Confira nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 1.002 outros assinantes

Veja como funcionam atividades com restrição na fase emergencial

A fase emergencial do Plano São Paulo estabelece medidas mais duras de restrição de circulação pública e funcionamento de algumas atividades até o dia 11 de abril, inclusive parte daquelas classificadas como essenciais. Veja como funcionam atividades neste período.

A meta é reforçar o distanciamento social e reduzir a circulação urbana. Confira um resumo a seguir:

Veja como funcionam atividades



ESCRITÓRIOS EM GERAL E ATIVIDADES ADMINISTRATIVAS – Obrigatoriedade de teletrabalho (home office).

COMÉRCIO DE MATERIAL DE CONSTRUÇÃO – Proibido o funcionamento e atendimento presencial, mas ficam liberados os serviços de retirada por clientes com veículo (drive-thru) e entrega na casa do comprador (delivery).

ESTABELECIMENTOS COMERCIAIS (COMÉRCIO EM GERAL) – Somente entrega (delivery) e retirada de automóvel (drive-thru), com proibição de retirada de produtos no local.

REPARTIÇÕES DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA – Obrigatoriedade de teletrabalho (home office).

RESTAURANTES, BARES E PADARIAS – Somente entrega (delivery) e retirada de automóvel (drive-thru), com proibição de retirada de produtos no local. Mercearias e padarias podem funcionar seguindo as regras de supermercados, com proibição de consumo no local.

TRANSPORTE COLETIVO – Recomendação de escalonamento de horário para os trabalhadores da indústria, serviços e comércio. Os horários indicados são de entrada das 5h às 7h e saída das 14h às 16h para profissionais da indústria, entrada das 7h às 9h e saída das 16h às 18h para os de serviços; e entrada das 9h às 11h e saída das 18h às 20h para os do comércio.

EDUCAÇÃO ESTADUAL – Unidades abertas para distribuição de merenda a alunos carentes e entrega de materiais mediante agendamento prévio.

COMÉRCIO DE PRODUTOS ELETRÔNICOS – Somente entrega (delivery) e retirada de automóvel (drive-thru), com proibição de retirada de produtos no local.

SERVIÇOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO – Obrigatoriedade de teletrabalho (home office).

SUPERMERCADOS – Recomendação de escalonamento de horário para os funcionários utilizarem o transporte público para irem ao trabalho (entrada das 9h às 11h e saída das 18h às 20h).

HOTELARIA – Proibição de funcionamento de restaurantes, bares e áreas comuns dos hotéis. Alimentação permitida somente nos quartos.

ESPORTES – Atividades coletivas profissionais e amadoras suspensas.

TELECOMUNICAÇÕES – Teletrabalho (home office) obrigatório para funcionários de empresas de telecomunicação.

ATIVIDADES RELIGIOSAS – Proibição de realização de atividades coletivas como missas e cultos, mas permissão para que templos, igrejas e espaços religiosos fiquem abertos para manifestações individuais de fé.

Com informações do Governo do Estado de São Paulo.

Gostou de “Veja como funcionam atividades com restrição na fase emergencial?

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre o que acontece no ABC Cidades todo dia no Grande ABC.

Junte-se a 1.002 outros assinantes




Moto Help Entregas contrata motoboy em São Paulo

A empresa Moto Help Entregas contrata motoboy (duas vagas) em São Paulo. Necessário o ensino médio completo e experiência na função.

As inscrições são através da plataforma INDEED, caso tenha dúvidas ou não saiba como cadastrar seu currículo, consulte este tutorial simples. Na relação abaixo, clique no título da vaga (em negrito e sublinhado) e será direcionado para inscrição no servidor.

OBS: Apenas divulgamos as vagas, não solicitamos nenhum dado pessoal ou currículo. Nos canais abaixo compartilhamos mais publicações sobre vagas, NUNCA exigimos cadastro no Jornal Grande ABC. Responsabilidade das ofertas é por parte dos contratantes.

Grupo de divulgação de vagas no Facebook (clique aqui)
Canal de divulgação de vagas no Whatsapp (clique aqui)
Canal de divulgação de vagas no Telegram (clique aqui)

Moto Help Entregas contrata motoboy

Motoboy

Descrição da Vaga

Irá atuar com a entrega ou retirada de mercadorias, documentos, faturas, cheques, dinheiro, presentes, brindes, ou qualquer tipo de material que lhe for requisitado, fazer pagamentos, coletar assinaturas, sacar cheques, fazer depósitos, autenticar documentos, reconhecer firma de assinaturas, fazer serviços em correios e cartórios, resolver imprevistos com as entregas, fazer entregas de malote, garantindo a integridade da mercadoria transportada.

IMPRESCINDÍVEL:

– Conhecimento das regiões de São Paulo, Grande São Paulo, Jundiaí, Campinas.
– Experiência na função.

Formação: Ensino Médio completo.

Local de Trabalho:
São Paulo – SP / 2 Vagas

Salário: R$1.308,02 – R$2.000,00 por mês

Tipo de vaga: Tempo Integral, Efetivo/CLT

Mais Vagas no Grande ABC

Gostou “Moto Help Entregas contrata motoboy”?

Moto Help Entregas contrata motoboy

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Aproveite e leia sobre Carreiras e Trabalho, com os ensinamentos de Rogério de Caro.

Vagas para motoristas no Grande ABC. Mais de 30 oportunidades

Empresas estão contratando para vagas de motoristas, nas cidades do Grande ABC. São mais de 30 oportunidades, nas cidades de Diadema, São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul.

O processo seletivo é através da plataforma Indeed. Caso não tenha cadastro neste, podes consultar este tutorial.

OBS: Apenas divulgamos as vagas, não solicitamos nenhum dado pessoal ou currículo. Nos canais abaixo compartilhamos mais publicações sobre vagas, NUNCA exigimos cadastro no Jornal Grande ABC. Responsabilidade das ofertas é por parte dos contratantes.

Grupo de divulgação de vagas no Facebook (clique aqui)
Canal de divulgação de vagas no Whatsapp (clique aqui)
Canal de divulgação de vagas no Telegram (clique aqui)

Vagas para motoristas no Grande ABC

Motorista Categoria D (clique aqui)

Temfer Material de Construção Ltda – Diadema, SP
R$ 1.965 – R$ 2.400 por mês
Tempo Integral, Efetivo/CLT

ESTAMOS EM BUSCA DE UM PROFISSIONAL QUE JÁ TENHA EXPERIÊNCIA EM MOTORISTA CATEGORIA D , CARGA E DESCARGA, E JÁ TENHA TRABALHADO EM LOJAS DE MATERIAIS PARA CONSTRUÇÃO.

PAGAMOS UM PISO FIXO DE R$ 1.965,00 MAIS HORAS EXTRAS E DSR QUE CHEGA A UM SIMBÓLICO DE R$ 2.400,00 POR MÊS.

A CONDUÇÃO TEM 6% DE DESCONTO

Tipo de vaga: Tempo Integral, Efetivo/CLT

Salário: R$1.965,00 – R$2.400,00 por mês

Experiência:

  • Motorista (Preferencial)

Trabalhar remotamente:

  • Não

Cuidado(s) relacionado(s) à COVID-19:

  • Equipamento de proteção individual fornecido ou exigido
  • Medições de temperatura

Motorista Carreteiro (clique aqui)

Moderna Empregos – São Bernardo do Campo, SP
R$ 1.844 – R$ 2.000 por mês
Tempo Integral, Efetivo/CLT

30 Vagas Motorista Carreteiro

Experiência em carteira

Curso Mopp

Total disponibilidade para viagens

Salário 1.844,00 +Beneficios

Residir no ABCD

Tipo de vaga: Tempo Integral, Efetivo/CLT

Salário: R$1.844,00 – R$2.000,00 por mês

Benefícios:

  • Assistência médica
  • Assistência odontológica
  • Vale-alimentação
  • Vale-refeição
  • Vale-transporte

Horário de trabalho:

  • Turno de 8 horas

Pagamento adicional:

  • Adicional de insalubridade
  • Comissão

Professional driver:

  • De 1 a 3 meses (Preferencial)

Requisitos para viajar:

  • Semanalmente (Preferencial)

Vagas para motoristas no Grande ABC

Motorista Categoria E (clique aqui)

Ello Seleções – São Bernardo do Campo, SP
R$ 1.500 por mês – Tempo Integral, Efetivo/CLT

carreta articulada

Imprescindível cnh E , experiência na função

Seg a sex das 05:45h às 15:00h e Sábado quinzenal das 05:45h às 13:45h

Disponibilidade para inicio imediato.

ônibus fretado + alimentação no local

Tipo de vaga: Tempo Integral, Efetivo/CLT

Salário: R$1.500,00 por mês

Experiência:

  • carreta articulada (Preferencial)

Cuidado(s) relacionado(s) à COVID-19:

  • Processo de entrevista remoto
  • Protetor facial nos locais de trabalho
  • Procedimentos de higienização, desinfecção ou limpeza aplicados

Motorista de caminhão – Refrigerado e Congelado (clique aqui)

Transnova Transportes e Logistica Ltda – São Bernardo do Campo, SP
R$ 1.900 – R$ 2.000 por mês – Tempo Integral, Efetivo/CLT

-Perfil: Iveco/ 3/4 / Toco / Truck

-Disponibilidade: Segunda a Sábado

-CNH C ou D.

-Disponibilidade de horário

-Experiência como motorista de caminhão

-Conhecimento do teclado do rastreador (Sascar)

-Conhecimento básico para manusear Thermoking (ligar,desligar,programar temperatura).

-Conhecimento de Whatsapp para comunicação.

-Proativo e dinâmico

-Disposto a contribuir para o crescimento da empresa.

-Residir na região de SBC / Diadema

Data de início prevista: 08/02/2021

Tipo de vaga: Tempo Integral, Efetivo/CLT

Salário: R$1.900,00 – R$2.000,00 por mês

Horário de trabalho:

  • Horário flexível

Experiência:

  • transporte rodoviário (Obrigatório)

Trabalhar remotamente:

  • Não

Cuidado(s) relacionado(s) à COVID-19:

  • Equipamento de proteção individual fornecido ou exigido
  • Medições de temperatura
  • Procedimentos de higienização, desinfecção ou limpeza aplicados

Motorista Categoria B (clique aqui)

EB corporate – São Caetano do Sul, SP
R$ 2.500 por mês – Tempo Integral, Efetivo/CLT

  • Dirigir e manobrar veículos
  • Transportar pessoas ou cargas
  • Realizar verificações e manutenções básicas do veículo.
  • Vistoriar os veículos sob sua responsabilidade; dirigir o veículo observando as normas de trânsito.
  • Providenciar a manutenção do veículo como nível de óleo, combustível, calibragem dos pneus e nível de água, comunicando as falhas e solicitando os reparos necessários; efetuar reparos de emergência no veículo; executar outras tarefas de mesma natureza ou nível de complexidade associado à sua especialidade ou ambiente.
  • Ter disponibilidade para fazer pequenas viagens.

Tipo de vaga: Tempo Integral, Efetivo/CLT

Salário: a partir de R$2.500,00 por mês

Horário de trabalho:

  • Turno de 8 horas

Tipo de transporte:

  • Motorista de passageiros (Preferencial)

Professional driver:

  • 3 a 6 meses (Preferencial)

Requisitos para viajar:

  • Semanalmente (Preferencial)

Trabalhar remotamente:

  • Não

Mais Vagas no Grande ABC

Gostou de “Vagas para motoristas no Grande ABC”?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, assim que estiverem online. Aproveite e leia sobre Carreiras e Trabalho, com os ensinamentos do coach e palestrante Rogério de Caro.

Vagas para motoristas no Grande ABC

Oportunidade para motofretista no DR Hato. Confira

O Hospital Veterinário Dr. Hato está com oportunidade para motofretista, em São Bernardo do Campo. Vaga temporária. O candidato deve ter moto própria, além de CNH definitiva.

O Hospital Veterinário Dr. Hato está no Endereço: Rua Thales dos Santos Freire, 136 – Baeta Neves, São Bernardo do Campo. O processo seletivo é através da plataforma Indeed. Caso não tenha cadastro neste, podes consultar este tutorial.

OBS: Apenas divulgamos as vagas, não solicitamos nenhum dado pessoal ou currículo. Nos canais abaixo compartilhamos mais publicações sobre vagas, NUNCA exigimos cadastro no Jornal Grande ABC. Responsabilidade das ofertas é por parte dos contratantes.

Grupo de divulgação de vagas no Facebook (clique aqui)
Canal de divulgação de vagas no Whatsapp (clique aqui)
Canal de divulgação de vagas no Telegram (clique aqui)

Motofretista (clique aqui)

HOSPITAL VETERINÁRIO DR HATO
São Bernardo do Campo, SP
Temporário
R$ 1.352 por mês

Realizar retiradas de exames nas clinicas clientes da empresa que se concentram na região do ABC e proximidades de SP.

Necessário moto própria.

CNH -A devidamente regularizada

2º grau completo

Disponibilidade para atuar de 2º a 6º das 8h30 ás 17h30 e sábado das 8h00 ás 12h00

Tipo de vaga: Tempo Integral, Efetivo/CLT

Salário: R$1.352,00 por mês

Benefícios:

  • Assistência médica
  • Assistência odontológica
  • Auxílio-combustível
  • Celular da empresa
  • Seguro de vida
  • Vale-alimentação
  • Vale-refeição

Horário de trabalho:

  • Turno de 8 horas

Pagamento adicional:

  • Adicional de periculosidade

Experiência:

  • motoboy (Obrigatório)

Cuidado(s) relacionado(s) à COVID-19:

  • Processo de entrevista remoto

Mais Vagas no Grande ABC

Gostou de “Oportunidade para motofretista no DR Hato”?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, assim que estiverem online. Aproveite e leia sobre Carreiras e Trabalho, com os ensinamentos do coach e palestrante Rogério de Caro.

Oportunidade para motofretista no DR Hato

Leva mais um Doce lança cardápio especial para o fim de ano

·         Além das sobremesas tradicionais, Leva mais um Doce oferece opções em potes grandes, para servir à mesa

·         Fim de semana de dezembro terá degustação gratuita para os clientes

Há menos de um mês do Natal, a Leva Mais um Doce amplia seu cardápio de doces e oferece opções diferenciadas para essa época do ano. Dessa forma, além de novos sabores, típicos da época natalina, a empresa traz uma novidade: variações de bolos em novos tamanhos, de 1 quilo ou 2 quilos, e em pote, que podem servir a família toda durante as comemorações e confraternizações em casa.

Por exemplo, entre os lançamentos estão tortas, bolos e o SemiFreddo. Os bolos, que agora têm opções de 1 ou 2 quilos, são dos sabores brigadeiro, mousse e nozes. Essas novidades já estarão disponíveis a partir desta semana.

“Queremos oferecer cada vez mais opções aos nossos clientes. O Natal é tradicionalmente uma época que associamos a comida ao afeto, e essa característica tem tudo a ver com as sobremesas da Leva Mais um Doce”, comenta a proprietária Sharon Frizão.

Os sabores já conhecidos da Leva Mais um Doce continuarão todos disponíveis para retirada: bolo de nibs de cacau com caramelo e flor de sal e ganache; torta mousse de chocolate branco com purê de framboesa e licor de amaretto; torta negresco com mousse de chocolate e ganache de avelã; bolo de chocolate com nozes e caramelo com flor de sal e ganache.

Outro diferencial do cardápio de dezembro é o cartão presente. Sendo assim, os clientes poderão adquirir o voucher de R$50 para presentear amigos, familiares, colegas de trabalho e outros. O valor poderá ser retirado em produtos da linha de brigadeiros na loja, em Santo André.

Mês de degustação Leva mais um Doce

Durante o mês de dezembro a Leva Mais um Doce irá oferecer degustação gratuita nos dias 19 e 20. Portanto, durante o fim de semana, os clientes poderão aproveitar para conhecer as delícias, das 14h às 20 horas.

Igualmente, a loja presencial quanto delivery estão seguindo todos os protocolos e medidas sanitárias recomendadas para oferecer segurança aos clientes.


Serviço | Leva Mais um Doce

Endereço: Alameda São Caetano, nº472, Bairro Jardim, Santo André

Horário de atendimento: terça-feira a domingo, das 14h às 20 horas

Degustação: dias 19 e 20/dezembro, das 14h às 20 horas

Sobre a Leva mais um Doce – As sobremesas gourmet da Leva mais um Doce são artesanais, sem adição de conservantes, corantes, em sua maioria sem glúten. Além disso, são saborizados com produtos naturais como frutas, geleias frescas, castanhas e produtos frescos. A linha, específica para delivery é sempre em potes e composta por petit gateau, bolos e tortas. Os brigadeiros, que deram origem ao negócio são o carro-chefe das vendas.

A empresa produz sobremesas congeladas, sempre em potes, prontas para o consumo. Os produtos não têm adição de conservantes, condição fundamental para tornar o congelamento ideal. As matérias-primas utilizadas são de primeira qualidade como o chocolate e as frutas, adquiridos de fazendas brasileiras exportadoras e de produtores rurais, respectivamente.

Em função da linha de montagem, organização e estoque, a empresa criou um fluxo de preparação e entrega em até 3 minutos para o motoboy. O processo permite agilizar o despacho do pedido e a rapidez da entrega até o cliente.

Confira o Site

MA e AM são únicos a não registrar entrega de sementes vindas da Ásia

Saiba o que fazer se receber esse tipo de material

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) reforçou nesta terça-feira (6) o cuidado com pacotes de sementes vindos de países asiáticos que têm chegado aleatoriamente pelos Correios para brasileiros. Em entrevista coletiva à imprensa, o secretário de Defesa Agropecuária da pasta, José Guilherme Leal, disse que, das 27 unidades da federação, apenas no Maranhão e  Amazonas não houve entrega desse tipo de material às autoridades sanitárias.

Orientações

A orientação às pessoas que receberem esse tipo de material é não abrir os pacotes e entrar em contato com a Superintendência Federal de Agricultura do estado ou o órgão estadual de defesa agropecuária para providenciar a entrega ou recolhimento do material. Esse procedimento também deve ser adotado no caso de sementes que já tenham sido plantadas.

Para facilitar a investigação, a embalagem original, embora possa ter informações falsas sobre a origem, deve ser preservada. Não há nenhum tipo de punição a quem entregar esse tipo de material às autoridades, pelo contrário, segundo Leal, essa é uma grande contribuição que a população pode dar.

A importação de material de propagação vegetal, incluindo sementes e mudas, é controlada pelo Mapa e deve atender a requisitos de fitossanidade, qualidade e identidade. As regras estabelecidas pela pasta se aplicam para qualquer modalidade de compra e aquisição, incluída a compra eletrônica com entrega via remessa postal. Na avaliação do Ministério da Agricultura, em muitos casos, esses produtos entram no país, em pequenas quantidades, porque quem compra quer colocar determinada planta em casa ou no jardim e não sabe que adquirir o material dessa forma é proibido e pode trazer sérios riscos.

Análises

Até agora, 258 pacotes com sementes foram levadas ao Mapa para análise e encaminhadas ao Laboratório Federal de Defesa Agropecuária de Goiânia para as avaliações técnicas. As conclusões podem sair em 30 dias, mas em alguns casos podem levar um pouco mais de tempo. Análises preliminares em 39 amostras já identificaram a presença de ácaro vivo em uma delas e de fungos de três tipos diferentes em 25. Em duas análises, foi detectada presença de bactérias, que ainda precisam ser identificadas. Os técnicos também constataram quatro plantas quarentenárias, ou seja, que não existem no Brasil.

Brushing scam

Segundo as autoridades brasileiras, o caso é inédito no mundo e chamou atenção pelo fato de os pacotes terem sido enviados sem que tivessem sido solicitados. Não há elementos para afirmar que foi uma ação intencional para introduzir organismo patogênico no Brasil. Apesar disso, o risco para agricultura existe, segundo o secretário de Defesa Agropecuária.

Por enquanto, apenas o Ministério da Agricultura investiga a situação e não há polícia envolvida na apuração dos fatos. O ministério está em contato com os órgãos de defesa agropecuária de outros países que receberam conteúdo semelhante para tentar identificar de onde teriam partido as remessas. Até o momento, tudo indica que o envio faz parte de uma ação conhecida como brushing scam.

Nessas situações, grandes plataformas internacionais de vendas online, como Alibaba e AliExpress, utilizam a técnica para aumentar o seu ranqueamento, com base na avaliação dos clientes e o volume de vendas. Para aumentar essas vendas, algumas plataformas começaram a enviar produtos para pessoas fake, ou eles mesmos comprarem as suas mercadorias. Também há casos em que a estratégia é enviar um produto adicional, como se fosse um brinde para o cliente, com o objetivo de obter uma melhor avaliação.

Números

Para impedir a entrada desse tipo de material, que pode ter alto potencial de disseminar pragas pelo país, o Brasil tem um Centro de Distribuição em Curitiba que concentra e faz a triagem de pacotes de até 3 quilos. A unidade recebe, por dia, cerca de 250 mil pacotes. Os volumes passam por um scanner para identificar se há algum tipo de planta ou semente. Para refinar ainda mais a busca, cachorros fazem trabalho de rescaldo para impedir o ingresso desses produtos.

Segundo balanço divulgado pelo Ministério da Agricultura, no ano de 2019, foram apreendidos 2 mil pacotes, por mês, em Curitiba. Neste ano, somente no primeiro semestre, o volume mensal de caixas e envelopes interceptados chegou a 5 mil, aumento de 150%. Esses volumes foram apreendidos, devolvidos ou incinerados na própria unidade. Em todo ano de 2020, já foram interceptados 37,7 mil pacotes; destruídos, 26.111; e devolvidos, 2.383.

Fonte: Agência Brasil