Arquivo da tag: inclusao

Linguagem inclusiva: da vida para a língua

Prof.ª. Dr. em linguística Vívian Cristina Rio Stella é a autora de “Linguagem inclusiva: da vida para a língua”.

Todes, todxs, tod@s, todas e todos. O uso do chamado “gênero neutro” está acontecendo em empresas, universidades, escolas, algo que vem ocorrendo há alguns anos e foi impulsionado, principalmente, pelas redes sociais e publicidade. Marcas que se posicionam como mais modernas, inclusivas e com políticas de diversidade decidem pelo uso de ‘e’, ‘x’ e ‘@’ em vez de usar marcadores de masculino e feminino, para contemplar os indivíduos não binários que não se identificam com os dois gêneros pré-definidos.

Na área acadêmica, por exemplo, o uso de “car@s” em e-mails e documentos ocorre há pelo menos dez anos. Em outros contextos, disseminou-se o uso do “x”. Quais são os problemas dessas duas marcações? Qualquer dispositivo que se valha de áudio não consegue identificar o som a ser pronunciado ao se deparar com “todxs”. Então, passou-se a adotar a forma ‘e’ para marcar o “gênero neutro”.

Esse breve percurso não se pretende científico, mas aproveito o espaço para esclarecer o papel do linguista, cientista da linguagem, pouco consultado quando a polêmica surge ou quando empresas e outras instituições decidem ou não pelo uso da linguagem inclusiva. Nosso papel como estudiosos dos fenômenos da língua não é ser normativo para determinar se devemos usar uma forma ou outra, mas sim estudar como é a ocorrência desses marcadores nas suas mais variadas formas, contextos de fala ou escrita, tipos de palavras em que a variação ocorre e articular com o sistema da língua.

Vale pontuar também que nada é neutro em linguagem, por isso você lê o termo “gênero neutro” neste texto marcado entre aspas. Quando uma marca escolhe usar o ‘e’ em palavras de seus posts, comunicados ou campanhas, ela se filia a um discurso inclusivo, em prol da diversidade. Há, inclusive, empresas que usam o “todes”, mas que não tem políticas inclusivas efetivas, não só para LGBTQIA+, mas também para as mulheres, os negros, as pessoas com deficiência. E essa é sempre a ponderação que faço quando sou consultada sobre usar ou não o “e”: em que medida há práticas inclusivas e em que medida é só colocar esse marcador não binário na língua e o discurso não refletir a prática? Porque o essencial é que a escolha linguística acompanhe as práticas culturais da instituição e da sociedade como um todo. 

O tema do tal “gênero neutro”, que, na verdade, é sobre linguagem inclusiva é, no mínimo, polêmico, porque ainda existe um imaginário de que a língua é imutável, como se ela fosse uma joia preciosa, muito associada à gramática e a chamada “norma culta”. Como Marcos Bagno e tantos outros linguistas afirmam, a língua não pode ser usada como instrumento de exclusão. A língua é viva, complexa, inclusiva, diversa, uma atividade interativa e, portanto, feita pelos falantes nos contextos de uso.

Negar ou criticar os usos é assumir uma postura normativa em relação à língua.  Especificamente, sobre o uso de termos inclusivos e marcadores não binários nas palavras, é importante pontuar que, desde 2005, circulam documentos elaborados por órgãos públicos de diferentes estados que estimulam uma linguagem menos excludente.

Língua e sociedade caminham e se transformam mutuamente e as escolhas linguísticas não são um retrato, mas um trato do mundo. Ao escolher por “todes”, “todas e todos” ou “todos”, revelamos nossa visão de mundo, nossa forma de lidar com ele, por meio das palavras, a identidade que queremos projetar para as pessoas com quem interagimos.

Não há neutralidade no uso da língua, o que precisa haver são práticas inclusivas, menos preconceito e julgamento, mais abertura às mudanças na língua e na sociedade. Discutir o uso de “todes” é a ponta do iceberg.

Vivian Rio Stella

Doutora em linguística pela Unicamp, com pós-doutorado pela PUC-SP, especialista em comunicação. Idealizadora da VRS Academy. Professora da Casa do Saber, da Aberje e da Cásper Líbero. Começou a realizar textos, produzir materiais didáticos e a dar curso sobre redação de e-mails, e do mundo da academia queria migrar para o mundo corporativo. Passou anos como consultora até que montou a VRS Academy para ministrar seus próprios cursos e empreender com liberdade.

Gostou de “Linguagem inclusiva: da vida para a língua“?

Linguagem inclusiva: da vida para a língua
Foto: Divulgação

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.681 outros assinantes

São Caetano contratando PCD, vagas exclusivas

Empresas de São Caetano estão contratando vagas exclusivas para PCD. Oportunidades para auxiliar administrativo, auxiliar de produção, assistente de suprimentos e operador logístico.

As oportunidades são através da Inklua, empresa de recrutamento focada na inclusão.

OBS: Apenas divulgamos as vagas, não solicitamos nenhum dado pessoal ou currículo. Nos canais abaixo compartilhamos mais publicações sobre vagas, NUNCA exigimos cadastro no Jornal Grande ABC. Responsabilidade das ofertas é por parte dos contratantes.

Grupo de divulgação de vagas no Facebook (clique aqui)
Canal de divulgação de vagas no Telegram (clique aqui)

Conheça nossa parceria com o site Lista de Vagas. Visite e confira mais vagas verificadas e reais.

São Caetano contratando PCD

Auxiliar Administrativo

Horário de Trabalho:  Segunda a sexta, 07h15 as 17h
Salário: R$ 2.000,00 +  Vale Alimentação/Refeição, Vale Transporte, Assistência Médica, Assistência Odontológica, Seguro de Vida e Previdência Privada. Regime CLT.
Local: São Caetano do Sul/SP
Atividades: Auxiliar Administrativo para atuar na área de Logistica. Faturamento de ordens de clientes, checar pesagens entre as quantidades físicas e do registro de saída no documento fiscal. Inventário, efetuar ajustes pontuais nos estoques, processamento fiscal (digitalização, validação e entrada física), acompanhando diariamente os documentos pendentes, evitando pagamentos em atraso e multas. Registro das entradas de mercadorias, entre outras. 
Requisitos: Ensino Médio Completo, conhecimento em Excel. Desejável Ensino Superior cursando/completo.

Auxiliar de Produção

Horário de Trabalho:   13:40 – 22:00 (2º turno)
Salário: R$ 1.637,00 + Benefícios: Vale transporte, vale alimentação (R$ 191,00) e refeitório interno. Regime CLT
Local: São Caetano do Sul/SP
Requisitos: Ensino Médio Completo, experiência na área de produção

Auxiliar de Suprimentos

SÁLARIO: R$ 2.400,00, Regime CLT.
BENEFÍCIOS: Vale Transporte; Cartão Alimentação; Convênio Médico e Odontológico; Seguro de Vida/Auxílio Funeral; Desconto com parceiros e universidade, entretenimento, viagens; Parceria com academias; Enxoval de bebê; Participação de Lucros e Resultados (PLR); Previdência Privada.
HORÁRIO DE TRABALHO:  08h00 – 18:00
ESCALA: Segunda a Sexta.
REQUISITOS: Ensino médio completo. Desejável cursando superior. Experiência com gestão de estoque.
PRINCIPAIS ATIVIDADES: Realizar cadastro de fornecedores, materiais e serviços, acompanha solicitações de compras, auxilia na negociação e elaboração de contratos e controla pedidos e orçamentos.

Operador Logístico

Horário de Trabalho: Segunda a sexta – 07h15 ás 17h00 ou 12h00 ás 21h45 
Salário:  R$ 1.600,00 + Vale transporte, convenio médico e odontológico, auxilio farmácia, previdência privada, refeição no local (no primeiro turno),  Vale-refeição de 26,00 ao dia, (para segundo turno). Regime CLT.
Local: São Caetano do Sul/SP
Atividades: Separação e conferência de materiais para expedição, controle de entrada e saída, fazendo contagem do inventário e demais atividades no pátio.
Requisitos: Ensino Médio Completo; Desejável curso de ponte rolante; Vivência anterior na função.

Mais Vagas no Grande ABC

Gostou de “São Caetano contratando PCD”?

São Caetano contratando PCD

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Aproveite e leia sobre Carreiras e Trabalho, com os ensinamentos de Rogério de Caro.

Vagas exclusivas para PCD em Santo André

Empresas de Santo André estão contratando vagas exclusivas para PCD. Oportunidades para repositor, promotor de vendas, operador de caixa e ajudante de expedição.

As oportunidades são através da Inklua, empresa de recrutamento focada na inclusão.

OBS: Apenas divulgamos as vagas, não solicitamos nenhum dado pessoal ou currículo. Nos canais abaixo compartilhamos mais publicações sobre vagas, NUNCA exigimos cadastro no Jornal Grande ABC. Responsabilidade das ofertas é por parte dos contratantes.

Grupo de divulgação de vagas no Facebook (clique aqui)
Canal de divulgação de vagas no Whatsapp (clique aqui)
Canal de divulgação de vagas no Telegram (clique aqui)

Vagas exclusivas para PCD em Santo André

Repositor

Local: Santo André/SP

Tipo de Contratação CLT

Publicada em: 12/02/2021

VAGA EXCLUSIVA PARA PCDS

Horário de Trabalho:  Segunda a sábado, – das 06:00 às 14:20

Salário: R$ 1.480,55 + Assistência Médica, Assistência Odontológica, VT, VR, VA, e Seguro de Vida

Local: Santo André/SP

Atividades: Precificação de produtos – Controle de validade de produtos perecíveis através do rodízio de produtos. – Troca de mercadorias – Fazem inventário de mercadorias para reposição. – Elaboram relatórios de vendas, promoções, demonstrações e de pesquisa de preços

Requisitos: Ensino Médio Completo

Promotor de Vendas

Local: Santo André/SP

Tipo de Contratação CLT

Publicada em: 12/02/2021

VAGA EXCLUSIVA PARA PCDS

Horário de Trabalho:  Segunda a sábado, – das 06:00 às 14:20

Salário: R$R$ 1.999,68  + Assistência Médica, Assistência Odontológica, VT, VR, VA, e Seguro de Vida

Local: Santo André/SP

Atividades: Realizar abastecimento das gôndolas de toda nossa linha de produtos de acordo com o planograma pré estabelecido pela empresa, revisão das datas dos produtos, exibições, limpeza, precificação, fifo, organização, retirada de produtos para devolução

Requisitos: Ensino Médio Completo

Operador de Caixa

Local: Santo André/SP

Tipo de Contratação CLT

Publicada em: 03/02/2021

VAGA EXCLUSIVA PARA PCDS

Horário de Trabalho:  Escala 6×1 – Horário das 13:00 às 22:00

Salário: R$ 1.617,57 + VT + VA + Convenio Médico e Odontologico + Copa no local para alimentação

Local: São Paulo- Santo André.

Atividades: Irá atuar em receber e processar pagamentos por diversos meios, operador também está o fechamento do caixa.

Requisitos: Ensino Fundamental. Desejável experiência

Ajudante Expedição

Local: Santo André/SP

Tipo de Contratação CLT

Publicada em: 12/01/2021

Horário de Trabalho: das 13:40 às 22:00 – Escala a Combinar 

Salário:  R$ 2046,61 + VT + VR R$18,84 + VA R$186,30 + Plano de saúde Unimed + Plano Odontológico + PLR 

Local: Santo André/SP

Atividades:  Recebimento dos equipamentos (cestos; dollies, paletes) e produtos oriundos da planta (Carretas) ou das rotas de entregas; Montagem do Picking (separação de produtos para entrega); Liberação das rotas (Expedição); Organização e limpeza do piso do Centro de Vendas; Separação dos produtos oriundos de devolução/troca/cancelamento de vendas por SKU; Carregamento dos equipamentos (cestos, dollies, paletes) e produtos destinados à planta (devolução) ou das rotas de entregas; Preenchimento de formulários de controle de saída e de entrada de produtos e equipamentos.

Requisitos: Ensino Médio Completo 

Mais Vagas no Grande ABC

Gostou de “Vagas exclusivas para PCD em Santo André”?

Vagas exclusivas para PCD em Santo André

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Aproveite e leia sobre Carreiras e Trabalho, com os ensinamentos de Rogério de Caro.

Webinário aborda tecnologias assistivas em políticas públicas

Iniciativa da SEDPcD faz parte da celebração do Setembro Verde e teve como objetivo trazer mais conhecimento sobre o tema à sociedade

A Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SEDPcD) realizou na última quinta-feira (17) o “Webinário Internacional de Tecnologias Assistivas: sob a ótica das políticas públicas”. O evento online teve como objetivo trazer informações sobre as tecnologias assistivas no Brasil, conhecimentos internacionais e celebrar o Setembro Verde, mês da inclusão da pessoa com deficiência.

Cerca de 300 pessoas participaram do Webinário,  que contou com a mediação da Secretária de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Célia Leão e a presença dos painelistas Jesus Garcia (Presidente da Associação Brasileira de Emprego Apoiado), Raquel Moyacuevas (Terapeuta Ocupacional CEAPAT-IMSERSO – Espanha), Sabrina Favarão (Terapeuta Ocupacional Rede Lucy Montoro de São José do Rio Preto) e Renzo Andrich (Presidente da rede internacional EASTIN e Consultor de Tecnologia Assistiva – Itália).

A Secretária de Estado Célia Leão ressaltou a importância de uma ação como esta, realizada com o apoio do Governo do Estado de SP em prol das pessoas com deficiência. ”A todas as pessoas que têm algum tipo de deficiência, seja mais leve ou mais severa, o Governador João Dória e o vice-governador Rodrigo Garcia trabalham conosco, incentivam e contribuem com o nosso trabalho para que as políticas públicas possam chegar àqueles que mais precisam”, disse.

O evento refletiu e debateu dentro de cases internacionais, acessibilidade e desafios que envolvem a temática, pensando na experiência e abordagem internacional do tema. Dentre os principais assuntos abordados, foram expostos fundamentos teóricos-normativos, panorama geral da Tecnologia Assistiva no Brasil, dispensação de órteses próteses e meios auxiliares pelo SUS e a realidade dessa dispensação pela Rede Lucy Montoro, adaptação de equipamentos por meio de avaliação, cases internacionais, entre outros.

“As Tecnologias Assistivas na Itália são fornecidas pelo serviço nacional de saúde. A OMS (Organização Mundial da Saúde) começou um trabalho importante justamente para que os padrões de qualidade no serviço fornecido de Tecnologias Assistivas sejam similares em todo o mundo, sendo hoje, o 4º pilar das estratégias políticas de saúde”, ressaltou o painelista Renzo Andrich, Presidente da rede internacional EASTIN e Consultor de Tecnologia Assistiva, da Itália.

Rede de Reabilitação Lucy Montoro tem programação especial

Mês da inclusão da pessoa com deficiência abrange diversas datas comemorativas e importantes para esse público.

A Rede de Reabilitação Lucy Montoro, programa da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde, em comemoração ao Setembro Verde, realiza ações nas unidades de Santos, Presidente Prudente, Sorocaba e Marília, litoral e interior de São Paulo.

Por meio de sessão de fotos, oficinas e iluminação dos prédios da Rede Lucy Montoro, a programação visa à disseminação de informações de conscientização a população em geral sobre a importância da data e da inclusão das pessoas com deficiência.

Atividades práticas

Com vídeos de depoimentos e plantão de dúvidas, o objetivo é fazer com que o Setembro Verde seja memorado englobando atividades práticas e informativas, que incluam todas as deficiências.

Desde 2015, setembro é considerado o mês oficial da inclusão da pessoa com deficiência – a iniciativa foi criada pela Federação das APAEs do Estado de São Paulo. Setembro também abrange diversas datas comemorativas do segmento, como o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, Dia Nacional do Atleta Paralímpico e Dia Nacional do Surdo.

Os interessados podem conferir, pela internet, a programação completa em cada uma das unidades.