Arquivo da tag: ingredientes

Peixe na Trança de Bacon é sugestão sofisticada

A famosa frase “Bacon é Vida” passa fazer ainda mais sentido na receita desenvolvida pelo chef Melchior Neto. A combinação de peixe filhote com o defumado suíno garante uma suculência e sabor únicos! Conheça peixe na trança de bacon.

 De preparo rápido, a receita promete surpreender todos os paladares. Confira!

Peixe Filhote na trança de bacon
Por Melchior Neto

Ingredientes
500g de filé de peixe filhote sem pele500g de bacon fatiado em tiras largas
2 cebolas roxas t
200 g de tomate-cereja cortado ao meio
200 g de azeitonas pretas
Azeite
Dry Rub
Salsa Picada

Modo de preparo
Tempere os filés de filhote com o dry rub. Em seguida faça tranças com o bacon fatiado. Embrulhe separadamente cada filé nas tranças e coloque em uma assadeira funda.  Acrescente a cebola roxa cortada em 4 partes, os tomates-cereja cortado ao meio e as azeitonas pretas. Regue com azeite e leve ao forno pré-aquecido em 200° por 30 minutos.

Sirva com arroz integral.

Serviço:
Gema Restaurante
Endereço: Rua das Paineiras, 378 – Jardim, Santo André– SP
Horário de funcionamento: das 11h às 19h
Delivery e Drive Thru: 4436-3773/ 94357 8437 (Whatsapp) 

Informações à Imprensa
Máxima Assessoria de Imprensa
Mayara Rodrigues – mayara@maximasp.com.br (11) 98526-1920
Karina Martins – karina@maximasp.com.br (11) 97673-7118
Mari Maellaro – mari.maellaro@uol.com.br  (11) 99686-4285

Gostou da nossa matéria “Peixe na Trança de Bacon é sugestão sofisticada“?

Peixe na Trança de Bacon é sugestão sofisticada

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias e mais das colunas Nutrição em Prática e Pratos & Sabores. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.702 outros assinantes

Biscoito de queijo e tapioca

Ingredientes para Biscoito de queijo e tapioca:

2 xícaras de farinha de tapioca granulada;
250 ml de leite;
100 g de queijo da sua preferência;
2 colheres de polvilho doce;
1 ovo;
Sal a gosto

Modo de preparo

Em uma vasilha, coloque a farinha de tapioca e o leite e deixe descansar por 10 minutos para que hidrate. Em seguida, acrescente os restantes dos ingredientes e misture até o ponto de moldar. Faça bolinhas ou molde com a colher e asse em uma forma untada em forno pré aquecido a 180° por 20 minutos ou até ficarem dourados. Sirva a seguir.

Obs.: A tapioca tem que ser GRANULADA!⁣ Podem utilizar o queijo de sua preferência (minas padrão, minas frescal, muçarela, coalho, etc.)⁣⁣.

Curiosidade (com informações de Tia Pipoca)

Você já se perguntou como surgiu a Tapioca? De onde vem e como se comporta? A tapioca é uma das comidas mais importantes do nosso país, considerada em 2006 um Patrimônio Imaterial e Cultural, pelo Conselho de Preservação do Sítio Histórico de Olinda.

A tapioca, ou beiju para os nordestinos, surgiu durante a colonização dos portugueses, como uma alternativa ao trigo. Extraída da mandioca por índios da região, se tornou famosa por ser tão nutritiva quanto o trigo e logo ganhou o Norte e o Nordeste brasileiro.

Atualmente a tapioca pode ser encontrada em todo o Brasil. Na região Sul e Sudeste, ganhou uma nova forma, sendo servida de diversas maneiras, com chocolate, doce de leite, salmão, presunto entre outros acompanhamentos.

Gostou da nossa matéria “Biscoito de queijo e tapioca“?

Biscoito de queijo e tapioca

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias e mais das colunas Nutrição em Prática e Pratos & Sabores. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.702 outros assinantes

Receita de Carne ao Molho de Laranja e Parmesão Gratinado

Receita de Carne ao Molho de Laranja e Parmesão Gratinado
Por Olivardo Saqui INGREDIENTES:

3 c. de sopa de óleo
2 cebolas picadas
5 dentes de alho picados
1 peça de carne (1.5kg)
2 xíc. de suco de laranja natural
30g de creme de cebola em pó
1 latinha de extrato de tomate (130g)
1 lata de creme de leite

300g Mussarela em fatias
Q/B parmesão ralado
4 batatas já cozidas em rodelas
Q/B água
Q/B Sal
Q/B Pimenta do reino
1 folha de louro
Pimenta e salsa( p/ decorar)

QB = Quanto Basta

MODO DE PREPARO:

Tempere a carne com sal e pimenta do reino.
Em uma panela de pressão já aquecida com óleo, coloque a carne e sele os dois lados da peça. Em seguida adicione a cebola e o alho para refogar. Depois acrescente o suco de laranja, a folha de louro e coloque água até cobrir a carne.
Feche a panela, espere pegar a pressão e conte 45 minutos em fogo médio/baixo.

Desligue fogo, espere sair pressão, abra a panela e adicione:
O creme de leite, extrato de tomate e o creme de cebola em pó.
Mexa por 5 minutos ou até engrossar.
Retire a carne.

Fatie-a sem cortar até o final.
Coloque a carne em um refratário que possa ir ao forno.
Entre as fatias da carne, coloque fatias de batata e de queijo muçarela, faça isso em toda a carne, em seguida regue com o molho que ficou na panela.

Salpique parmesão ralado.
Leve ao forno a 200ºC até dourar.
Sirva com arroz branco e salada verde.
Decore com pimenta e salsinha.

Receita de Carne ao Molho de Laranja e Parmesão Gratinado

Gostou da nossa matéria “Receita de Carne ao Molho de Laranja e Parmesão Gratinado”?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias, e também conheça o nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.702 outros assinantes

Restaurante Cozinha Vivaah aprensenta a Sopa de Creme Suiço

O Restaurante Cozinha Vivaah, localizado no bairro Recanto das Araucárias, em Campos do Jordão (SP), tem a proposta de ser um espaço intimista e com atendimento personalizado, prezando pela qualidade e pela experiência do consumidor. Em funcionamento desde 2017, ele é comandado pela chef Lia Madeira e oferece repletas opções de pratos deliciosos e autorais.

Um desses pratos é o Sopa de Creme Suíço! Essa receita é tão especial não consta no cardápio. Para experimentar, precisa ser solicitado durante a reserva no Restaurante Cozinha Vivaah. Quer saber mais sobre a Sopa de Creme Suíço? Veja mais ao final da matéria, mas não antes de conhecer um pouco mais sobre o local.

Outro grande diferencial do Restaurante Cozinha Vivaah é a Cerveja Vivaah, de produção local. Comandada pelo cervejeiro Flávio Henrique da Silva, a Cervejaria Vivaah trabalha com produção 100% artesanal, maltes e lúpulos importados e sem nenhum aditivo químico. E para saborear a cerveja, aproveite para harmonizar com um dos pratos disponíveis autorais disponíveis no restaurante.

Há também a opção para quem gostaria de passar mais tempo na região. A Pousada Caminho das Pedras é o local ideal para um casal passar um tempo. Ela fica de frente para o Restaurante Cozinha Vivaah e é especializada em ser um local de conforto para ficar um tempo com a pessoa amada.

Deste modo você pode aproveitar a melhor hospedagem e a melhor culinária ao mesmo tempo!

Agora conheça um pouco mais sobre a Sopa de Creme Suíço.
Seus ingredientes são:
• 300ml de leite;
• 100ml de caldo de legumes (preferência ao caldo caseiro);
• 30g de manteiga sem sal;
• 300g de queijo (mozarela, gruyere e gorgonzola);
• 60g de farinha de trigo;
• 20g cebola picada;
• uma pitada de noz moscada;
• sal à gosto.

Modo de Preparo:
Coloque, separadamente, o leite o caldo de legumes para ferver.
Enquanto os líquidos fervem, em uma panela derreta a manteiga e então doure a cebola. Assim que dourar, coloque a farinha de trigo e mexa por 5 minutos. Aos poucos acrescente à mistura o leite até formar um creme. Depois acrescentar aos poucos o caldo de legumes.

Tempere com sal a gosto e noz moscada. Rale os queijos e misture tudo.
Para acompanhar, sirva dentro do pão italiano bola.

O pão deve estar sem o topo e sem o miolo, mas cuidado para não deixar nenhum furo. Antes de colocar a sopa dentro, asse o pão em forno pré-aquecido a 200º por 5 minutos.

Para reservas e mais informações sobre o Restaurante Cozinha Vivaah, entre em contato pelo Whatsapp (12) 99210-7457

Para mais informações e reserva na Pousada Caminho das Pedras: (12) 99150-9407 ou no site www.pousadacaminhodaspedras.com.br

Restaurante Cozinha Vivaah aprensenta a Sopa de Creme Suiço

Gostou da nossa matéria “Restaurante Cozinha Vivaah aprensenta a Sopa de Creme Suiço“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias, e também conheça o nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.702 outros assinantes

Que tal um Baião de Dois neste Dia das Mães?

O Dia das Mães pede uma comemoração com prato de aquecer o coração. Mesmo com poucas pessoas à mesa, devido ao isolamento social, a homenageada do dia merece um almoço especial. Que tal um Baião de Dois neste Dia das Mães?

O chef Melchior Neto ensina uma receita tipicamente brasileira, que apesar de bem elaborada é muito fácil de fazer. Confira!

Baião de Dois

Por Chef Melchior Neto

Ingredientes

2 xícaras de arroz cozido

1 xícara de chá de feijão fradinho

200g de carne seca desfiada

3 queijo coalho cortado em cubos

1 litro de água

3 pimentos inteiros (vermelho, amarelo e verde)

1 cebola picada

2 dentes de alho

1 folha de louro

2 colheres de sopa de azeite

2 colheres de sopa de manteiga

Coentro a gosto

Sal a Gosto

Pimenta calabresa a gosto

Cominho a gosto

Modo de Preparo

Comece a receita cozinhando 1 xícara de chá de feijão fradinho em 1 litro de água, a folha de louro e sal a gosto. Deixe cozinhar por 10 minutos depois que apitar a pressão. Separe duas xícaras de arroz cozido e reserve.

Leve para assar os 3 pimentões inteiros, o vermelho, o amarelo e o verde. Além do sabor, será fácil de remover a pele depois que esfriar. Pique e reserve.

Em uma panela, coloque o azeite e a manteiga, refogue a cebola e o alho e junte com a carne seca desfiada, com os pimentões sem pele e acrescente uma pitada de pimenta calabresa e uma pitada de cominho. Feito isso, misture bem com o feijão já cozido e o arroz. Dê uma rápida grelhada no queijo coalho em cubos e acrescente no final da receita. Finalize com coentro a gosto.

Gostou da nossa matéria “Que tal um Baião de Dois neste Dia das Mães?“?

Que tal um Baião de Dois neste Dia das Mães?
Fotos: Helber Aggio/PSA

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.702 outros assinantes

Panqueca de espinafre

Rosângela Lopes é autora de “Panqueca de espinafre”

Rendimento: 15 panquecas médias.
Ingredientes
3 ovos;
300 ml de leite;
1/2 xícara de queijo parmesão ralado;
folhas de 1 pé de espinafre (branqueá-las passando na água fervente por 3 minutos e depois na gelada);
sal e pimenta;
2 xícaras de farinha de trigo aproximadamente.

Modo de preparo
Escorra e esprema bem o espinafre.
Bata todos os ingredientes no liquidificador com metade da farinha e vai acrescentando o restante aos poucos até dar o ponto cremoso e não muito ralo.

Aqueça a frigideira e unte com manteiga ou azeite. Com uma concha pequena faca as medidas e coloque no meio e vai girando até cobrir toda frigideira. Vire e frite do outro lado.

Recheie como preferir (frango com catupiry; carne seca; presunto e queijo; ricota temperada etc) a minha fiz com frango desfiado, cubra com molho bechamel ou outro de sua preferência.

Molho bechamel

Ingredientes
1 colher de sopa cheia de manteiga;
1 colher de sopa cheia de farinha de trigo;
500 ml de leite;
nos moscada, sal e pimenta a gosto.

Modo de preparo
Derreta a manteiga e acrescente a farinha, mexa bem e deixe dourar. Jogue o leite de uma vez e com um fouet não pare de mexer até engrossar. Tempere com sal, pimenta e nos moscada. Deixe mais ralo acrescentando mais leite se precisar. Despeje em cima das panquecas prontas. Sirva imediatamente.

Gostou de “Panqueca de espinafre“?

Panqueca de espinafre
Foto: Divulgação

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.702 outros assinantes

Chef Gino Contin ensina a preparar a verdadeira Pizza Carbonara

Para quem adora pizza e não dispensa um sabor mais encorpado e intenso, o chef Gino Contin, que pilota o forno do Maverick Thematic Music Bar, criou a Pizza Carbonara que, além da massa napolitana de nga fermentação leva panceta defumada, ovo com gema mole e parmesão grana padano ralado para trazer o sabor dessa receita tradicional italiana.  

“Conseguimos chegar o mais próximo do sabor original da receita de um macarrão carbonara só que em uma pizza napolitana. Apesar da execução ser um pouco mais trabalhosa, o resultado final é surpreendente em textura, sabor e aroma. Essa receita é muito mais saborosa e diferente das pizzas que usam ovo cozido e parmesão comum” explica o chef.

Para deixar essa sugestão ainda mais gostosa Gino recomenda escolher ovos de qualidade, de preferência caipiras de galinhas criadas soltas, sem química e antibióticos, o que muda o sabor final da pizza e a deixa mais saudável, já que ovo fica praticamente crú.

Para fazer essa delícia em casa confira a receita abaixo e as dicas de preparo no vídeo https://www.instagram.com/p/COTQhPUj38u/

MASSA DE PIZZA DE LONGA FERMENTAÇÃO

Ingredientes:

1kg de farinha de trigo, de preferência italiana 00

600ml de água

3g de fermento seco

30g de sal

Semolina ou fubá para abrir a massa

Modo de preparo:

Massa: Separe um pouco da água para dissolver o sal. Coloque o restante da água numa tigela e acrescente os ingredientes secos aos poucos. Quando chegar na metade dos ingredientes, coloque a água com sal e depois o restante da farinha. Sove a massa e deixe descansar em recipiente fechado por 12h. Caso queira fazer longa fermentação, deixe por mais 12 horas na geladeira. Divida a massa fermentada em quatro partes e boleie. Polvilhe uma superfície com semolina ou fubá e abra uma das partes da massa com as mãos marcando a borda da pizza com os dedos. Coloque em uma forma de pizza e leve para assar em forno alto por 10 a 12 minutos.

PIZZA CARBONARA COM GEMA MOLE

Ingredientes:

1 disco de massa napolitana de 250g aberto com pouco mais de 20cm

1 concha de passata de tomate pelado

8 fatias de muçarela panceta fatiada

1 ovo

100g de queijo grana padano

Pimentas a gosto

Modo de preparo:

Abra um disco de massa napolitana de 250g aberto com pouco mais de 20cm. Passe sobre a massa uma camada de passata de tomate pelado, preservando as bordas. Cubra o molho com as fatias de muçarela. Com a panceta fatiada, faça dois círculos no centro da pizza, deixando o meio para colocar o ovo. Leve ao forno e pré-asse, tirando a pizza um pouco antes de estar assada. Volte a pizza a bancada, quebre um ovo e coloque bem no meio da pizza dentro dos círculos de pancetta. Leve a pizza de volta ao forno com cuidado para não esparramar o ovo. Coloque novamente no forno, termine de assar, mas não deixe o ovo ficar duro. O processo é rápido. Tire a pizza do forno e imediatamente rale o grana padano bem fino e generosamente sobre a pizza. Polvilhe sobre a pizza um pouco de mix de pimentas do reino preta, branca e rosa. Pronto você tem uma pizza carbonara com o seu legítimo sabor e mangiare che ti fa stare bene.

SOBRE O MAVERICK

Em 5 de novembro de 2002 o Maverick Thematic Music Bar abriu as portas na cidade de Limeira, no interior de São Paulo. Naquela época o lugar era um dos poucos bares temáticos do Brasil e um dos primeiros do interior paulista a seguir essa tendência americana, com sua decoração com memoromobília sobre carros antigos e música de qualidade, reunindo o melhor das décadas de 50 a 70.

Não demorou muito para o bar se tornar um point para os amantes de carros antigos que faziam seus encontros e expunham suas máquinas no local. Com o passar do tempo o Maverick também conquistou os fanáticos por motos, principalmente o HOG Harley Owners Group que começou fazer seus passeios anuais rumo ao Mav.

O combustível do Maverick sempre foi o Classic Rock. Desde sua abertura, a casa conta com uma programação de shows prestigiando as melhores bandas do interior paulista, reunindo vários estilos autorais e famosas bandas cover, mantendo essa tradição até os dias de hoje.

Em relação à gastronomia, a casa começou oferecendo comidas de boteco e uma farta carta de cervejas importadas que eram raridade na época e. ao longo desses anos, o Mav se tonou uma das mais conceituadas pizzarias napolitanas do Brasil comanda pelo chef Gino Contin Júnior, seu fundador que também implementou no lugar uma adega especializada em rótulos brasileiros e de vinhos fora do mainstream.

Hoje, o Maverick consolidou sua vocação como centro etílico, gastronômico e cultural, promovendo também cursos de pizzas napolitanas com o intuito de ampliar o conhecimento das pessoas sobre essa cultura, atendendo alunos de todo o país e marcando presença nas redes sociais com várias receitas autorais criadas pelo Gino.

O slogan escolhido para a comemoração dos 18 anos é “Just Go” “apenas vá”, uma alusão à liberdade e uma correlação com a própria palavra Maverick, que vem do inglês usado no sudoeste dos EUA (Texas, Arizona, etc.), e representa um novilho ou bezerro que se recusa a ser marcado a ferro, selvagem ou sem dono. Assim é o Mav, sinônimo de liberdade, aventura e rebeldia.

MAVERICK THEMATIC MUSIC BAR

Rua Paschoal Marmo, 908 – Jardim São Paulo- Limeira – SP

Telefone: (19) 3441-3721

www.maverick.com.br

www.facebook.com/maverickbar

maverick_pizza

vinogino_oficial

Gostou da nossa matéria “Chef Gino Contin ensina a preparar a verdadeira Pizza Carbonara“?

Pizza Carbonara
Foto: Divulgação

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.702 outros assinantes

Pizza de Damasco com Gorgonzola é sugestão do Chef Gino Contin para um jantar exótico

Para quem adora pizza e quer experimentar novas versões, o Chef Gino Contin criou uma Napolitana agridoce que combina o sabor sofisticado do damasco hidratado no vinho branco com os sabores intensos do gorgonzola ou parmesão.

Para deixar sua criação ainda mais gostosa, o chef acrescentou uma camada de cream cheese e finalizou com um toque de mel depois que a pizza saiu do forno  para ressaltar o contraste entre o doce e salgado.

Se quiser preparar a pizza em casa é só acompanhar o passo a passo no vídeo https://www.instagram.com/tv/CNdALcZDS4c/?igshid=mhh1o36sdsf5 e conferir a receita abaixo:

MASSA DE PIZZA DE LONGA FERMENTAÇÃO

Ingredientes:

1kg de farinha de trigo, de preferência italiana 00

600ml de água

3g de fermento seco

30g de sal

Semolina ou fubá para abrir a massa

Modo de preparo:

Massa: Separe um pouco da água para dissolver o sal. Coloque o restante da água numa tigela e acrescente os ingredientes secos aos poucos. Quando chegar na metade dos ingredientes, coloque a água com sal e depois o restante da farinha. Sove a massa e deixe descansar em recipiente fechado por 12h. Caso queira fazer longa fermentação, deixe por mais 12 horas na geladeira.  Divida a massa fermentada em quatro partes e boleie. Polvilhe uma superfície com semolina ou fubá e abra uma das partes da massa com as mãos marcando a borda da pizza com os dedos. Coloque em uma forma de pizza e leve para assar em forno alto por 10 a 12 minutos.

PIZZA DE DAMASCO COM GORGONZOLA

Ingredientes para uma pizza de 35cm:

  • 350 g de massa de longa fermentação para pizza napolitana
  • 255 g de cream cheese
  • 150 g de damasco
  • 80 g de parmesão ou gorgonzola
  • Mel a gosto

Montagem:

Abra uma massa napolitana de 350g no formato redondo de 35 cm, e caso for usar um forno convencional em casa, coloque a massa em uma forma para pizza. Para que a pizza fique mais harmoniosa corte os damascos ao meio e hidrate-os com suco de uva branco ou vinho branco para que não queimem no forno. Esse processo se feito no dia anterior é melhor. Coloque sobre a massa o cream cheese de uma maneira que cubra toda a superfície, o damasco sobre o cream cheese e finalize colocando gorgonzola esmiuçado ou parmesão ralado; leve ao forno alto até dourar. Tire do forno e aplique uma fina camada de mel sobre a pizza.

SOBRE O MAVERICK

Em 5 de novembro de 2002 o Maverick Thematic Music Bar abriu as portas na cidade de Limeira, no interior de São Paulo. Naquela época o lugar era um dos poucos bares temáticos do Brasil e um dos primeiros do interior paulista a seguir essa tendência americana, com sua decoração com memoromobília sobre carros antigos e música de qualidade, reunindo o melhor das décadas de 50 a 70.

Não demorou muito para o bar se tornar um point para os amantes de carros antigos que faziam seus encontros e expunham suas máquinas no local. Com o passar do tempo o Maverick também conquistou os fanáticos por motos, principalmente o HOG Harley Owners Group que começou fazer seus passeios anuais rumo ao Mav.

O combustível do Maverick sempre foi o Classic Rock. Desde sua abertura, a casa conta com uma programação de shows prestigiando as melhores bandas do interior paulista, reunindo vários estilos autorais e famosas bandas cover, mantendo essa tradição até os dias de hoje.

Em relação à gastronomia, a casa começou oferecendo comidas de boteco e uma farta carta de cervejas importadas que eram raridade na época e. ao longo desses anos, o Mav se tonou uma das mais conceituadas pizzarias napolitanas do Brasil comanda pelo chef Gino Contin Júnior, seu fundador que também implementou no lugar uma adega especializada em rótulos brasileiros e de vinhos fora do mainstream.

Hoje, o Maverick consolidou sua vocação como centro etílico, gastronômico e cultural, promovendo também cursos de pizzas napolitanas com o intuito de ampliar o conhecimento das pessoas sobre essa cultura, atendendo alunos de todo o país e marcando presença nas redes sociais com várias receitas autorais criadas pelo Gino.

Pizza de Damasco com Gorgonzola é sugestão do Chef Gino Contin para um jantar exótico
Chef Gino Contin Jr. Foto: Divulgação

O slogan escolhido para a comemoração dos 18 anos é “Just Go” “apenas vá”, uma alusão à liberdade e uma correlação com a própria palavra Maverick, que vem do inglês usado no sudoeste dos EUA (Texas, Arizona, etc.), e representa um novilho ou bezerro que se recusa a ser marcado a ferro, selvagem ou sem dono. Assim é o Mav, sinônimo de liberdade, aventura e rebeldia.

MAVERICK THEMATIC MUSIC BAR

Rua Paschoal Marmo, 908 – Jardim São Paulo- Limeira – SP

Telefone: (19) 3441-3721

www.maverick.com.br

www.facebook.com/maverickbar

maverick_pizza

vinogino_oficial

Gostou da nossa matéria “Pizza de Damasco com Gorgonzola é sugestão do Chef Gino Contin para um jantar exótico“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.702 outros assinantes

Que tal provar em casa o Sobá, um prato bem diferente?

Prato mais tradicional da culinária de Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul, o Sobá à Moda de Campo Grande é uma especialidade da chef Vanessa Carvalho que você pode provar em casa neste final de semana gastando a partir de R$ 34,00.

O Sobá é o prato mais tradicional da culinária de Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul, daí o seu nome correto ser “Sobá à Moda de Campo Grande”. Há centenas de restaurantes especializados nele em Campo Grande, e uma indústria por trás disso – que inclui, além dos restaurantes, fabricantes artesanais de macarrão e empresas que fabricam utensílios necessários para a elaboração do prato, como um cortador manual da massa e uma espécie de “varal culinário” onde o macarrão é pendurado em tiras para não grudar uma na outra. Em resumo, é um mercado imenso, responsável pelo sustento de muita gente. Na capital paulista, por outro lado, existem apenas dois restaurantes que servem Sobás – e um deles é o Sim Sobá, criado em 2016 pela chef Vanessa Carvalho, que funciona apenas pelo Delivery ou Take Away, de sexta-feira a domingo, das 18h às 22h.

Por isso mesmo, o Sobá ainda é uma iguaria praticamente desconhecida do consumidor paulistano. E o que é um Sobá? “O Sobá é um prato elaborado com cinco componentes básicos: uma proteína (carne bovina, carne suína, frango ou shimeji), omelete, macarrão, cebolinha e um caldo com temperos”, explica a chef Vanessa. Além disso, é um prato complicado e demorado de fazer, pois tudo é elaborado artesanalmente. A casa abre de sexta a domingo, mas, já na quarta-feira, a chef Vanessa começa a produzir seu macarrão artesanal, que é servido fresco e no ponto certo todas as semanas. É uma massa diferente da que conhecemos na culinária italiana.

De origem japonesa, o Sobá ganhou fama no Brasil no Mato Grosso do Sul. A combinação de macarrão, omelete, carne de porco (na versão mais tradicional), cebolinha e um caldo com temperos típicos foi trazida para o Matato Grosso do Sul na década de 50, por Eiho Tomoyohe e, já em 2006, virou patrimônio histórico e cultural de Campo Grande. A história do Sobá caminhou com a “Feirona” de Campo Grande, fundada em 1925. No começo, eram barracas, montadas na calçada. Hoje, a Feira Central, denominada oficialmente Feira Central e Turística, ocupa a Esplanada Ferroviária, um amplo espaço coberto que reúne 200 lojas de artesanato regional e produtos hortifrutigranjeiros, onde o carro-chefe são dezenas de restaurantes especializados em Sobá. Há até uma estátua de um Sobá no local, que virou atração turística e ponto obrigatório para fotos.

O cardápio do Sim Sobá inclui seis opções de Sobá à Moda de Campo Grande: “Bovino” (R$ 40,00); Suíno (R$ 36,00); Frango (R$ 34,00); Shimeji (R$ 44,00); Vegetariano de Shimeji (R$ 44,00) e Vegano de Shimeji (R$ 46,00). Todos os Sobás levam, como tempero, um caldo especial feito com ossobuco e temperos secretos de Campo Grande, que garantem o sabor todo especial do prato. O Sobá de Shimeji é uma criação de Vanessa que deu certo em São Paulo. Na versão Vegetariana, a diferença é que o caldo de ossobuco é trocado por um caldo de legumes, também criado pela Chef. Já na versão Vegana, além desse caldo de legumes, o prato, sua massa é elaborada sem ovos e não vai omelete.

DRINKS EXCLUSIVOS COM INGREDIENTES DO MATO GROSSO DO SUL

A chef Vanessa desenvolveu uma linha exclusiva de sucos elaborados com produtos tradicionais DA cozinha de Mato Grosso do Sul. São ingredientes como capim-santo, gengibre e a erva natural utilizada numa bebida muito comum no estado, o Tereré. O resultado são combinações incríveis no sabor e muito refrescantes que remetem à rica gastronomia e cultura sul-mato-grossense.

“Minha intenção era criar uma linha de bebidas inédita, que remetesse à culinária de Campo Grande, cidade onde nasci e vivi muitos anos, para acompanhar justamente um dos pratos mais tradicionais de lá, que é o Sobá”, explica Vanessa. Para chegar aos três sucos que compõem a linha hoje, chamada de Varanda’s Drinks, a chef precisou fazer muitos testes, experimentando a combinação de diferentes ingredientes. Foram desenvolvidos três sucos naturais que integram o cardápio:

Varanda’s. É um mix de capim-santo (também conhecido como capim-cidreira) e xaropes artesanais de gengibre e limão feitos pela própria Vanessa. Custa R$ 13,00 (500 ml).
Varanda’s Tereré. Uma combinação de chá da erva utilizada na elaboração do famoso Tereré (bebida muito tradicional do Mato Grosso do Sul) e xaropes artesanais de gengibre e limão. Custa R$ 14,00 (500 ml).
Flor de Varanda’s. É elaborado com chá de canela, xarope artesanal de hibisco (também produzido pela chef Vanessa) e um toque de limão. Custa R$ 14,00 (500 ml).

SOBREMESAS TRADICIONAIS

O Sim Sobá também sobremesas que fazem sucesso na culinária de Mato Grosso do Sul:

Doce de abóbora com coco – R$ 8,00 (100 gramas)
Doce de abóbora em pedaços – R$ 6,00 (100 gramas)
Cachorrada Pantaneira – R$ 8,00 (100 gramas)
Geleia de Mocotó Pantaneira – R$ 4,00 (barra de 60 gramas)
Cocada Pantaneira – R$ 4,00 (barra de 55 gramas)

Que tal provar em casa o Sobá, um prato bem diferente?
Chef Vanessa Carvalho. Foto: Divulgação

SOBRE A CHEF VANESSA CARVALHO

Nascida em Campo Grande (MS), Vanessa tem 45 anos. Ela nasceu numa família com cinco mulheres que adoram cozinhar – a mãe e quatro tias. “Em todas as reuniões e festas familiares são elas que preparam tudo”, conta Vanessa. Ela nasceu nesse ambiente gastronômico cheio de sabores e temperos e combinações intensos, uma marca da comida de Campo Grande. A mãe foi sua grande professora na cozinha. Com 5 anos ganhou de presente um jogo de panelas de verdade, e começou a aprender a cozinhar numa mini cozinha que montou no quintal.

Aos 8 anos já sabia, e bem, fazer o tradicional Arroz de Carreteiro Pantaneiro, típico do Mato Grosso do Sul, e virou a responsável pela sua preparação nos encontros familiares. Mesmo assim, não trabalhou com comida em Campo Grande (embora tenha feito um curso de Gastronomia no Senac) e, em 1996, veio morar em São Paulo. Aqui, trabalhou como modelo, foi empresária do ramo de iluminação para shows e atuou como corretora de imóveis no Campo Belo durante cerca de 13 anos. Em 2006 morou na Suíça, perto da fronteira com a Itália. Trabalhava numa empresa durante o dia e nos finais de semana fazia bicos num restaurante na cidade italiana de Lugano. Preparava pratos típicos do Brasil.

Em 2018, voltou a Campo Grande e a vontade de trabalhar com gastronomia já era forte – sobretudo depois de ver que uma amiga havia aberto um restaurante. Decidiu voltar a São Paulo e abrir um restaurante especializado em Sobá. Seus amigos, surpresos, logo perguntavam: “Sobá? Ninguém sabe o que é Sobá em São Paulo!”. A resposta dela sempre foi rápida: “Sim, Sobá”. Aliás, foi daí que surgiu o nome do restaurante Sim Sobá.

SERVIÇO

Restaurante Sim Sobá (só Delivery e Take Away)
Rua Zacarias de Góes, 1770 (Campo Belo)
Funcionamento: sexta-feira a domingo, das 18h às 22h
Fone: 2892-0527
Fone/whatsapp: 98696-5212
www.simsoba.com.br
www.facebook.com/simsoba
Instagram: @simsoba

Gostou da nossa matéria “Que tal provar em casa o Sobá, um prato bem diferente?“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.702 outros assinantes

Costelinha ao molho Barbecue pronta em menos de 1 hora

Chef Melchior ensina como preparar essa queridinha na panela de pressão; Confira a receita e como fazer a Costelinha ao molho Barbecue.

Ribs on the barbie, Baby Back Ribs, Costelinha ao molho Barbecue são alguns dos nomes desse prato tradicional no sul dos Estados Unidos. Cada um dos estados americanos tem sua versão e modo de preparo, mas o que não pode faltar em nenhuma delas é a carne descolando do osso e um saboroso molho. Para conseguir a textura correta no forno ou churrasqueira a carne precisa assar por pelo menos 2 horas, pensando nisso o chef Melchior Neto elaborou a sua versão que é vapt-vupt.

Nessa receita o que leva mais tempo é a marinada. A carne precisa descansar por pelo menos 30 minutos com os temperos, mas o ideal é deixar de um dia para o outro. Depois disso, são 15 minutos na pressão e mais 15 para a redução do molho e está pronto!

Costelinha no BarbecuePor Chef Melchior
INGREDIENTES
1 Kg de costela suína
1 sachê de molho de tomate
1 garrafa long neck de cerveja
Sal de Parrila
Dry Rub
2 colheres (sopa) de açúcar mascavo
2 colheres (sopa) de molho inglês
2 colheres (sopa) de ketchup
Pimenta e salsa a gosto
Azeite
50ml de Conhaque para flambar


MODO DE PREPARO
Corte a costela em ripas e tempere com sal e o dry rub. Em uma travessa coloque as ripas de costela e cubra com a cerveja, deixe marinar na geladeira de um dia para o outro.
Retire da geladeira e reserve a marinada. Frite as costelas em uma frigideira grande até dourar e reserve a frigideira sem lavar. Transfira as costelas para uma panela de pressão, coloque toda a marinada e depois que apitar deixe 15 minutos.
Deixe sair a pressão e volte a costela para a frigideira, adicione o conhaque para flambar e deglacear todo o sabor do fundo da panela. Acrescente o caldo do cozimento, o molho de tomate, o molho inglês, o açúcar mascavo e o ketchup. Misture bem e deixe reduzir em fogo baixo, finalize com salsa.

Rendimento: Serve 4 pessoas

Serviço:
Gema Restaurante
Endereço: Rua das Paineiras, 378 – Jardim, Santo André– SP
Delivery e Drive Thru: 4436-3773/ 94357 8437 (Whatsapp)

Gostou da nossa matéria “Costelinha ao molho Barbecue pronta em menos de 1 hora“?

Costelinha ao molho Barbecue pronta em menos de 1 hora
Foto: Divulgação

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias e mais vagas de emprego abertas. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.702 outros assinantes

22 de abril: o dia do Descobrimento da nossa rica culinária

Aprendemos por muito tempo na escola que a data de 22 de abril de 1500 é marcada pelo o que se costumou chamar de “Descobrimento do Brasil”. Historiadores de hoje questionam este entendimento, já que quando os navegadores portugueses aportaram em terras brasileiras, encontram aqui várias e grandes nações indígenas que já estabelecidas, com sua cultura, costumes e história. Hoje, muitos estudiosos defendem o uso do termo “Chegada dos Portugueses ao Brasil”, como uma forma mais precisa de se referir a esse importante fato histórico.

Mas discussões históricas à parte, o que se pode celebrar com certeza neste 22 de abril é o encontro desses dois diferentes povos, que deram origem a essa nação plural e rica culturalmente chamada Brasil. E é na culinária que os traços das culturas indigena e europeia (trazida pelos portugueses) estão mais evidentes. A chef e professora de culinária Adriana Gomes, que assina a curadoria do E-book Receitas do Meu Goiás, lançado pela Marajoara Laticínios, afirma que a culinária goiana, em especial, retrata bem essa mistura de sabores herdada de índios e portugueses.

“A culinária brasileira herdou vários hábitos e costumes indígenas que continuam muito presentes nos dias de hoje, como a utilização da mandioca e seus derivados (farinha de mandioca e polvilho).  O costume de se alimentar de peixes e frutos do mar é também uma herança indígena. Bem como o consumo de frutas silvestres tais como: o cupuaçu, graviola, o açaí, caju e o nosso famoso pequi”, explica a chef .

Os portugueses
Entre as influências trazidas pelos portugueses, Adriana destaca as técnicas de cozimento usadas na Europa, a tradição dos doces e confeitos, o grande consumo e uso do leite no preparo de muitos alimentos, o uso de especiarias, o consumo de arroz, hortaliças, e das carnes de de galinha, porco e boi. “Muitos dos pratos típicos que temos aqui no Brasil, como a nossa tradicionalíssima feijoada, são resultados das adaptações que os portugueses precisaram adotar diante das adversidades encontradas na nova colônia”, lembra Adriana.

A chef lembra ainda, que depois do encontro entre índios e portugueses, a culinária brasileira enriqueceu ainda mais com a influência dos povos africanos e mais tarde dos imigrantes italianos, alemães, espanhóis e até japoneses. “Estudar ou pesquisar sobre a origem de muitos dos nossos  pratos típicos é mais do que uma lição de culinária, é também uma deliciosa aula de história”, frisa Adriana Gomes.

22 de abril: o dia do Descobrimento da nossa rica culinária
A combinação entre o arroz e o pequi, como no risoto de pequi, é um exemplo típico da mistura de influências indígena e portuguesa na nossa culinária. Foto: Divulgação.
O largo uso da mandioca e seus derivados é uma das mais fortes influências dos índios em nossa culinária. Foto: Divulgação
22 de abril: o dia do Descobrimento da nossa rica culinária
A tradição dos doces, como a rabanada, é uma das principais contribuições da cultura portuguesa para nossa culinária. Foto: Divulgação

Gostou da nossa matéria “22 de abril: o dia do Descobrimento da nossa rica culinária“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias e mais vagas de emprego abertas. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.702 outros assinantes

Alimentos saudáveis dispararam na pandemia; setor lucrou 100 bi

O consumo de alimentos saudáveis, que já vinha registrando um crescimento, dispararam com a chegada da pandemia no último ano. Em 2020, as vendas desses alimentos – que incluem de produtos sem glúten ou com menor teor de sódio a orgânicos certificados – atingiram R$100 bilhões no país, segundo a consultoria inglesa Euromonitor Internacional. O número é considerado a maior cifra para essa categoria desde 2006, quando esse segmento de alimentos começou a ser monitorado pela consultoria. Em relação a 2019, o avanço foi de 3,5%.

A preocupação com o consumo também  foi constatada em outra pesquisa que ouviu cerca de mil pessoas. Desse número, 78% disseram estar mais atentas à alimentação e à saúde, e 53% afirmaram buscar informação sobre a função dos alimentos. A pesquisa foi realizada pela RG Nutri em parceria com a Tech Fit, empresa líder em aplicativos de saúde e self-care no Brasil.

De olho nesse mercado, diversas empresas expandiram a sua oferta de produtos para atender essa demanda. “O nosso primeiro lançamento ocorreu em 2014 com a bebida Original, única no mercado com apenas dois ingredientes, sem glúten, sem lactose e zero colesterol. De lá para cá, sentimos a necessidade de expandir os sabores e, hoje, estamos com nove sabores no mercado, sem contar com a linha que lançamos recentemente para as crianças”, lembra Rodrigo Carvalho, sócio da A Tal da Castanha.

Foto: Divulgação

Neste ano as crianças foram contempladas com um lançamento de uma bebida totalmente vegetal pensada para complementar a alimentação infantil. O Mini nos sabores de Chocolate, Morango, Baunilha e Maçã & Banana não envolve nada de origem animal, aditivos artificiais e muito menos uma lista de ingredientes extensa. Um copo de 200ml da bebida, contém nutrientes essenciais para o desenvolvimento infantil, como cálcio, ferro, zinco, proteínas e fibras. De proteínas temos exatamente 3 gramas, provenientes da castanha de caju e da fava.

Apesar do momento econômico, a empresa continua crescendo e trabalha para expandir ainda mais a oferta de produtos. A marca faturou 45 milhões de reais em 2020 — e espera quase dobrar esse resultado, com projeção de fechar 2021 faturando 85 milhões de reais.

Alimentos saudáveis dispararam na pandemia
Foto: Divulgação

Sobre A Tal da Castanha: 

A Tal da Castanha é uma marca genuinamente brasileira que utiliza em sua composição apenas ingredientes de origem natural e vegetal. A marca combina excelência e inovação para trazer ao mercado brasileiro uma linha inédita de produtos que inclui bebidas vegetais, pastas e snacks. A filosofia da marca é pautada em pureza e simplicidade, quanto menos ingredientes, melhor. Líder no segmento, os produtos A Tal da Castanha são distribuídos nos melhores mercados do país. A Tal da Castanha é uma referência entre as marcas clean label do Brasil e faz parte da seleta lista de empresas B, um grupo global de organizações comprometidas com a geração de impacto positivo na sociedade e no meio ambiente.

Gostou da nossa matéria “Alimentos saudáveis dispararam na pandemia; setor lucrou 100 bi“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 2.702 outros assinantes

PÃO DE QUEIJO COM 3 INGREDIENTES

🧀

➡️ Siga @rosangelalsnutri para receber mais posts como esse.

INGREDIENTES
• 1 xícara e 1/2 (chá) de polvilho azedo ou doce
• 1 caixa de creme de leite (200g)
• 1 xícara (chá) de mussarela ou parmesão fresco ralado
👉Modo de Preparo:
Em uma tigela coloque metade do polvilho, acrescente o creme de leite e o parmesão.
Misture bem e em seguida coloque o restante do polvilho e mexa a massa até que fique homogênea e não grude mais nas mãos.
Modele os pães de queijo no tamanho que desejar ou coloque colheradas em forma untada com manteiga, deixando um espaço de aproximadamente 1 dedo entre os pães.
Levar para assar em forno preaquecido, 180ºC, por cerca de 35 minutos ou até dourar.
Você pode congelar os pães sem assar por até 3 meses.

🔴TODA TERÇA E QUINTA- FEIRA⁣ UMA RECEITA NOVA POR AQUI!
Compartilhe com um amigo 💁🏼‍♀️