Conta de energia em janeiro será em bandeira amarela

A conta de energia em Janeiro terá bandeira amarela. A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) mudará a bandeira tarifária, com relação ao mês de Dezembro. Sendo assim, o valor cobrado deixará a bandeira vermelha para amarela, no início de 2021. Portanto, é provável que as contas dos consumidores sejam menores.

Segundo a agência, a previsão de janeiro do aumento da quantidade de água nos principais reservatórios de água. Portanto, maior produção hidrelétrica é esperado, o que diminuirá os custos relacionados ao risco hidrológico, o que permite a redução da tarifa.

Conta de energia em janeiro

Quanto será a conta de energia em janeiro?

A taxa extra será de R$ 1,343 a cada 100kWh consumidos, a partir de 1º de janeiro. Todavia, a taxa na bandeira vermelha patamar 2, utilizada em dezembro, era de R$ 6,243 para cada 100KwH.

O sistema de bandeiras tarifárias esteve suspenso, desde maio, para reduzir as contas dos consumidores. Nesse sentido, uma das medidas de enfrentamento aos efeitos econômicos da crise do coronavírus. Porém, a cobrança da taxa extra retornou agora em dezembro.

A atualização das bandeiras tarifárias são feitas todos os anos. A Aneel leva em conta parâmetros diversos. Por exemplo, estimativas de mercado, inflação, projeção de volume de usinas hidrelétricas, histórico de operação do Sistema Interligado Nacional.

A Aneel criou o sistema de bandeiras em 2015. O intuito original era de ressarcir os custos com as usinas termoelétricas. Esta fonte de energia é mais cara, frente ao gerado nas hidrelétricas. A indicação do valor da tarifa é feito com as cores verde, amarela ou vermelha, na conta de energia.

A variação ocorre, em especial, em épocas com menos chuvas nas bacias dos principais reservatórios do sistema elétrico nacional. Neste cenário, a agência poderá acionar as bandeiras amarela e vermelha. Por outro lado, quando o nível está dentro do esperado e operacional, a bandeira verde é mantida e sem valores adicionais.

Quando chove menos os reservatórios das hidrelétricas ficam mais vazios e é preciso acionar mais térmicas para garantir o suprimento de energia no país. Nesse caso, a bandeira fica amarela ou vermelha, de acordo com o custo de operação das termelétricas acionadas.

Enel realiza mutirão de manutenção nas cidade do Grande ABC

A Enel Distribuição São Paulo promove, entre os dias 11 e 19 de setembro, grande mutirão de manutenções preventivas na rede elétrica do ABC Paulista, beneficiando os municípios de Ribeirão Pires, Diadema, Santo André, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo e Mauá. Durante a iniciativa, serão instalados mais de 30 equipamentos de telecontrole, que permitem religar os clientes mais rapidamente ou reduzir o número de consumidores impactados em caso de falha no fornecimento. Também serão trocados 2 km de rede convencional pela compacta, que é mais resistente a interferências externas, como queda de galhos de árvores, e realizadas mais de 1.600 podas de árvores com galhos próximos à rede elétrica. O objetivo é preparar o sistema elétrico para o próximo período chuvoso.

Devido ao atual cenário de pandemia, durante as atividades, todos os colaboradores envolvidos usarão, além dos equipamentos de proteção individuais e coletivos tradicionais, máscaras e álcool em gel, conforme recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS).

“O mutirão é um complemento às manutenções rotineiras, que realizamos diariamente. Apenas nesta semana, serão cerca de 750 profissionais, divididos em 200 equipes, trabalhando no fortalecimento e na automação da nossa rede na região”, explica Rosario Zaccaria, Responsável por Infraestruturas e Redes da Enel Distribuição São Paulo.

Parcelamento dos débitos

No próximo sábado (12), a empresa também realizará no ABC uma ação de parcelamento dos débitos dos clientes, das 8h às 17h, na Associação dos Funcionários Públicos de São Bernardo do Campo, localizado no centro da cidade.

Os clientes poderão realizar a negociação em até 12 vezes sem juros no financiamento, na própria conta de energia ou no cartão de crédito. Para serem atendidos, os interessados devem fazer o agendamento do serviço pelo site da empresa (https://www.eneldistribuicaosp.com.br/). Em seguida, o cliente receberá uma mensagem via SMS com a confirmação do agendamento e senha que deverá ser apresentada no local. Durante o evento, cada cliente poderá trocar até quatro lâmpadas incandescentes por modelos LED, mais econômicas do que as convencionais.

Serviço:

Ação de Parcelamento

Quando: 12 de setembro

Horário: das 08h às 17h

Local: Associação dos Funcionários Públicos de São Bernardo do Campo

Endereço: R. Vinte e Oito de Outubro, 61 – Centro, São Bernardo do Campo

Para agendar o horário de atendimento: entrar no site da empresa (https://www.eneldistribuicaosp.com.br/), clicar em “Agende seu atendimento presencial”, “Novo agendamento” e “Fique em dia Enel”.

Sobre a Enel Distribuição São Paulo

A Enel Distribuição São Paulo é uma empresa da multinacional de energia Enel. A companhia é a maior distribuidora do país em número de clientes e atende 7,2 milhões de unidades consumidoras em 24 municípios da região metropolitana de São Paulo, incluindo a capital paulista, um dos principais centros econômico-financeiros do Brasil e do mundo. A estratégia de atuação da Enel é baseada no seu Plano de Sustentabilidade e nos compromissos assumidos com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da ONU.