Após dois anos, pitbull ganha nova família em Santo André

Animal passou por um mês de ressocialização antes de a adoção ser concretizada. Pitbull ganha nova família, confira.

Mais uma história de descaso e abandono teve um final feliz. Após dois anos morando na Gerência de Controle de Zoonoses (GCZ), um cão da raça pitbull foi adotado.

O cachorro foi resgatado pelas equipes da GCZ em 2018, após uma denúncia de que estava solto em uma creche no meio das crianças. Com o passar do tempo, o animal começou a ficar agitado por ficar na baia do canil.

O processo para acalmar o cão foi feito diariamente. “Fizemos um trabalho com ele no solário, comecei a brincar e percebi que começou a ficar mais tranquilo. Mesmo já tendo quatro anos, ele não aceitava passear de coleira. Peguei algumas dicas com um adestrador e com o tempo consegui levá-lo para passear”, explicou o analista técnico em geoprocessamento Caio Rodrigues Ferreira de Souza, que acompanhou o cachorro durante o período em que o animal ficou na GCZ.

Ao longo dos dois anos em que o cão esteve sob tutela na Gerência de Controle de Zoonoses, algumas pessoas já se interessaram em adotá-lo. O cachorro chegou a ser adotado e foi devolvido no mesmo dia. “Continuei fazendo a ressocialização dele e intensifiquei os passeios”, completou Caio.

O morador do Jardim Bela Vista, Felipe Nunes de Souza, de 29 anos, optou pela adoção após sua residência ser invadida. “Já assaltaram minha casa duas vezes e eu tinha intenção de ter um cão de porte grande para impor medo. Acabei vindo na zoonose, vi o Taz e gostei muito dele”, comentou.

pitbull ganha nova família

“Apesar de aparentar ser um cachorro bravo, ele não é. O que ele precisa é de ressocialização. O que muda é a forma que você trata o cachorro e não o cachorro em si”, completou Felipe com um largo sorriso, olhando para o novo membro da família.

Os funcionários da GCZ foram se despedir do Taz e comemoraram a adoção. “Apesar de sentir que o meu cachorro está sendo adotado, eu fico feliz por ele ter encontrado uma família”, pontuou Caio Rodrigues.

Há um minucioso trabalho de socialização entre o animal e o interessado, iniciando pela visita, convívio e passeios. O tempo desse processo varia de acordo com cada animal, podendo demorar cerca de um mês para animais que tenham algum trauma. ou um dia para animais mais adaptáveis.

Depois que a adoção é concretizada os novos tutores recebem a visita pós-adoção. Hoje adotar é ainda mais fácil em Santo André. Os interessados podem conhecer seu novo amigo por meio do endereço www3.santoandre.sp.gov.br/gcz. O site apresenta, de forma dinâmica, informações sobre as adoções na GCZ, feiras de adoção, castração de cães e gatos, além de oferecer informações sobre a guarda responsável.

O portal foi lançado com o objetivo de dar aos animais tutelados o protagonismo que eles merecem e facilitar o processo de adoção. O município de Santo André possui um amplo programa nesta área, que resultou em mais de 1.300 cães e gatos adotados desde 2017.

| Texto: Rafaela Mazarin
| Fotos: Helber Aggio/PSA

Gostou de “Após dois anos, pitbull ganha nova família em Santo André”?

Assine nossa Newsletter, e seja avisado assim que publicarmos mais notícias.

Tá na lei: aumento de punição para maus-tratos de animais

Lei prevê pena de prisão de dois a cinco anos por abuso e maus tratos

A conscientização e manifestação dos abraçadores da causa ganha cada dia mais força em relação as leis e punições quando o assunto é MAUS TRATOS! Uma vez que os animais como seres sencientes que são, capaz de sentir e perceber através dos sentidos, merecem assim como nós, o direito de viver em condições adequadas. Os crimes contra as outras espécies que não a nossa, também são crimes contra a humanidade, afinal habitamos o mesmo mundo, somos apenas espécies diferentes! A harmonia deve reinar entre todos independente da espécie!

O Presidente Jair Bolsonaro sancionou nesta terça-feira (29) a Lei 1.095/2019. Esta prevê aumento da punição para quem praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais.

“Nunca antes na história deste país abriram essa porta para um evento de promoção de bem-estar e defesa dos animais”, afirmou o deputado, sobre o evento de sanção da lei. “Não tive em momento nenhum dúvida que isso não fosse acontecer (sanção do projeto). A partir de hoje, quem cometer crime vai ter o que merece, prisão.” – Deputado federal Fred Costa (Patriota-MG), autor do projeto.

Jornal Grande ABC

COMUNICAÇÃO: Existem formas de falar

O Jornal Grande ABC é feito para você, e por vocês. Nossos colaboradores e jornalistas estão todos dias buscando novidades e matérias. Assim, produzindo material especial para nossos leitores. Nosso foco são as cidades de Mauá, Diadema, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo e Santo André. Além disso, cobrimos o que acontece no Brasil e no Mundo, incluindo esporte, entretenimento e tecnologias.

Não possuímos nenhuma vinculação política ou partidária. Da mesma forma, sem ligações com outras mídias já existentes na região. Nossa fundação se deu em 07 de Setembro de 2020. Desde então, cada dia estamos crescendo e chegando em mais dispositivos e usuários. Por isso, nossa maior satisfação é entregar material de qualidade para nossos leitores. Portanto, cada nova visita e comentário, nos dão mais fôlego para seguirmos firmes e fortes neste projeto.

Quer receber mais notícias, em qualquer momento? Assine nossa Newsletter, basta inserir seu e-mail logo abaixo, e receba as publicações todos os dias.

Junte-se a 2.160 outros assinantes

É um prazer ter você conosco. Aproveite para deixar comentário aqui embaixo. Salve nosso Site. Volte Sempre!