Os gatos possuem comportamentos, conheça mais do seu amigo felino!

Os gatos possuem comportamentos bem interessantes e entende-los pode ajudar a avaliar a saúde de seu amigo.

Os felinos não são muito favoráveis a mudanças. Toda situação que desencadeia alteração da sua rotina pode afeta-los e refletir na sua saúde.

Muito se ouve que gatos não gostam das pessoas e sim da casa. O gato, por não gostar de mudanças, está habituado e familiarizado com determinado ambiente. Por isso, é muito comum o relato dos donos que ao mudarem de casa, o gato fugia e regressava ao endereço antigo. Provavelmente, por estar familiarizado e habituado com aquele local.

Mudanças simples na casa como disposição de móveis, local de caixas de areia, dos comedouros e bebedouros ou mesmo as reformas, são situações estressantes para os felinos e que podem desencadear alterações fisiológicas como: distúrbios urinários, automutilação e falta de apetite.

Gatos não gostam de compartilhar as caixas de areia, e também não usam se as mesmas estiverem muito sujas. O ideal é que sempre haja uma caixa a mais que o número de gatos, por exemplo, se você tem 3 gatos, aconselhamos 4 caixas de areia.

Quanto a areia das caixas, evite ficar trocando de marcas, lembre-se gatos não gostam de mudanças. Portanto, ao perceber que determinada areia é adequada ao seu gato tente manter. De fato, você deve trocar a caixa de areia, um ou duas vezes por semana. Sempre retirar os turrões formados pela urina e as fezes diariamente. Fezes quando não recolhidas diariamente podem facilitar a transmissão de doenças, como a toxoplasmose. Você deve lavar semanalmente as caixas de areia. Utilize água e sabão, e em casos de animais com diarreias, a lavagem deve ser diária.

Os gatos possuem comportamentos, fique atento!

Alguns felinos tem dificuldade de beber agua, e muitos optam por agua corrente por ser mais fresquinha. O que muitas vezes é inviável, o uso de fontes de agua é uma alternativa. Se o animal não se adaptar a fontes, a distribuição de potinhos de agua pela casa auxilia. Ademais, gatos comem pouco e várias vezes ao dia. Sendo assim, forneça sempre pequenas porções de ração durante o dia, sempre respeitando o limite diária de consumo.

Opte por rações sem cor e evite comprar a granel. Ração úmida como sache, não fazem mal aos felinos. Gatos tem o hábito de caçar, e o sache tem a constituição semelhante à caça (70% de proteína e 30% de água) e pode ser usada como alimento. Dessa maneira, coloque o sache em comedouros diferente da ração. Contudo, se o animal não comer em até 2 horas, retire, elas estragam facilmente. Após abertos, os saches devem ser armazenados na geladeira.

Para evitar saídas noturnas e passeios, além da castração, recomendamos telar as janelas e áreas abertas de residências. Afinal, por serem curiosos e caçadores, os gatos podem se acidentar ao cair de janelas ou parapeitos.

Gatos têm o habito de se limpar diariamente. Quando seu animal estiver sujo, pelos eriçados ou com queda acentuada, isto pode indicar que seu amigo não está bem. Sempre observe os olhos e as narinas, pois estas devem estar livres de secreções. Além disso, ao notar secreções de coloração amarelada ou esverdeada, leve seu amigo a uma consulta. Às vezes pode indicar um processo infeccioso.

Estas são só algumas dicas para seus gatinhos!!!

Generalistas passam à atuar em empresas cuidando de colaboradores

Especialista aponta que medidas de prevenção podem reduzir custos e ajudar na qualidade de vida dos funcionários

A falta de acompanhamento médico, a sobrecarga de atividades e as doenças crônicas são alguns dos principais fatores que afetam o desempenho de um trabalhador e, em algum momento, causam o seu afastamento das funções profissionais. De acordo com a Associação Brasileira de Recursos Humanos, cerca de 12% da verba das companhias é investida em planos de saúde, número que pode subir para 20% em alguns casos.

O gasto, no entanto, não tem sido suficiente para resolver as questões clínicas nas empresas já que, por vezes, os hábitos que levam o profissional ao diagnóstico não são modificados. A prevenção também é ineficiente, o que causa um crescimento no número de patologias que poderiam ser evitadas.

Segundo pesquisa da International Stress Management Association (ISMA), o Brasil é o segundo país com mais casos síndrome de Burnout no mundo, transtorno ligado ao esgotamento profissional. Além disso, cerca de 40% da população brasileira adulta tem alguma doença crônica, de acordo com o Ministério da Saúde. São situações em que o acompanhamento constante é fundamental para que os quadros não se agravem.

Com o crescimento dos custos com convênios médicos e a ineficiência do modelo de atendimento, uma nova estratégia tem sido implementada pelos profissionais de saúde e pelas instituições: a medicina corporativa. A nova modalidade diminui os gastos e atua diretamente na prevenção, com a presença de médicos generalistas no ambiente de trabalho.

“O profissional de medicina integrativa para empresas pode resolver até 78% da demanda por diagnóstico e tratamento com consultas agendadas com, no máximo, 48h. A proximidade e o acompanhamento diminuem muito a necessidade de encaminhamento à especialistas e de exames complementares. Além disso, o médico tem atribuições de busca ativa para prevenção de doenças, inclusive as laborais, diminuindo o custo das empresas com absenteísmo e dispensas para consulta”, explica o Dr. José Carlos de Rezende, especialista em Medicina do Trabalho e Medicina de Família e um dos fundadores Centro de Estudos do Hospital Santa Cruz de Niterói.

Startup oferece solução para reforçar cuidados

Para atuar na prevenção de doenças e no cuidado de colaboradores dentro das companhias surgiu, em 2017, a Cuida Mais, startup que oferece às empresas um formato inovador em medicina. As entidades pagam um valor por funcionário e tem à disposição um médico para atendimento presencial, que participa do cotidiano de cada setor e acompanha regularmente as condições de saúde de cada trabalhador.

“Nossa proposta é reduzir as distâncias entre pacientes, exames e médicos. Normalmente, quando as empresas oferecem um convênio, não há um centro de cuidado desse paciente, a cada hora ele é atendido por um médico diferente. A nossa proposta é que a empresa passe a ter um médico próprio para cuidar de seus colaboradores e todos os exames sejam feitos em nossas redes credenciadas. O custo para as empresas por vida é muito menor mensalmente e para os colaboradores também, mas o benefício é muito maior, pois estamos entregando uma real possibilidade de prevenção e cuidados com aquelas pessoas”, conta Rezende, que também é fundador da Cuida Mais.

Além do atendimento presencial e regular, a startup oferece encaminhamento para exames (de rotina ou específicos) e especialistas, por meio de uma rede credenciada, que inclui clínicas e laboratórios, sendo que o paciente paga apenas pelo que usar.

Sobre a Cuida Mais

A Cuida Mais é uma startup que oferece às empresas um formato integrativo de cuidados em saúde por um pequeno investimento mensal. As companhias pagam um valor por colaborador e, tem à disposição um médico para atendimento presencial ou via telemedicina. O profissional solicita exames e realiza encaminhamentos a outros especialistas quando necessário. Além disso, o paciente pode realizar os demais atendimentos nas diversas clínicas e laboratórios credenciados à Cuida Mais, pagando apenas pelo o que usar e com valores especiais. Para mais informações, acesse: https://www.cuidamais.com.br.

Perícia médica do INSS com uso de telemedicina começará

Dando cumprimento à decisão do TCU, perícia médica do INSS usará o protocolo que autoriza a realização de procedimentos durante o período de enfrentamento da pandemia da Covid-19

Os atendimentos das Perícias Médicas com Uso da Telemedicina (Pmut) terão início no dia 16 de novembro e vão até 31 de janeiro de 2021. Dando cumprimento à decisão do Tribunal de Contas da União (TCU), o protocolo autoriza a realização de procedimentos usando telemedicina, durante o período de enfrentamento da pandemia da Covid-19.

A experiência piloto passou pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho e o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), que realizaram reuniões com o Conselho Federal de Medicina e a Associação Nacional de Medicina do Trabalho.

As entidades trabalharam no roteiro de procedimentos, bem como o modelo de relatório médico para encaminhamento do trabalhador que será a ela submetido, a ser elaborado pelo médico do trabalho.

O procedimento de caráter obrigatório, tem como objetivo certificar a existência de doença ou a ocorrência de algum acidente que tenha tornado o trabalhador incapacitado, total ou parcialmente, para o exercício da profissão de forma temporária ou definitiva. Além de atestar sua melhora para a volta ao trabalho. 

Fonte: Brasil 61

Jornal Grande ABC

Perícia médica do INSS

O Jornal Grande ABC é feito para você, e por vocês. Nossos colaboradores e jornalistas estão todos dias buscando novidades e matérias. Assim, produzindo material especial para nossos leitores. Nosso foco são as cidades de Mauá, Diadema, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo e Santo André. Além disso, cobrimos o que acontece no Brasil e no Mundo, incluindo esporte, entretenimento e tecnologias.

Não possuímos nenhuma vinculação política ou partidária. Da mesma forma, sem ligações com outras mídias já existentes na região. Nossa fundação se deu em 07 de Setembro de 2020. Desde então, cada dia estamos crescendo e chegando em mais dispositivos e usuários. Por isso, nossa maior satisfação é entregar material de qualidade para nossos leitores. Portanto, cada nova visita e comentário, nos dão mais fôlego para seguirmos firmes e fortes neste projeto.

Quer receber mais notícias, em qualquer momento? Assine nossa Newsletter, basta inserir seu e-mail logo abaixo, e receba as publicações todos os dias.

Junte-se a 1.057 outros assinantes

É um prazer ter você conosco. Aproveite para deixar comentário aqui embaixo. Salve nosso Site. Volte Sempre!