Obras selecionadas do 9º Salão expostas na Linha de Cultura do Metrô SP

O Metrô de São Paulo apresenta a partir de hoje, 11 de maio, a exposição virtual Cenários, com fotos selecionadas do 9º Salão Nacional de Arte Fotográfica ABCclick, publicada na Linha da Cultura da Biblioteca Neli Siqueira, página na internet do Metrô de SP dedicada às artes.

Nessa primeira mostra foram selecionadas pela Diretoria Executiva do Fotoclube ABCclick 27 imagens que trazem perspectivas visuais com três pilares na narrativa: humanos, animais e a natureza, dentro de cenários variados mas sempre com uma conexão entre eles.

Para o Diretor de Fotografia do ABCclick, Clelgen Luiz Bonetti, “uma foto tem que revelar uma história que sensibilize o observador” como podemos perceber nesta exposição. “Não basta apenas a beleza visual, que por si só é incompleta”.

Todas as 27 fotos são em preto e branco, e com uma grande potência emocional, fazem parte das 100 fotografias classificadas e premiadas do 9º Salão Nacional de Arte Fotográfica do Fotoclube ABCclick realizado no começo deste ano. As demais fotos serão apresentadas nos próximos meses.

Fazem parte deste mostra as obras dos fotógrafos e fotógrafas Andreza Cunha, Antônio Ferreira, Cezar Magalhães, Cleusa Migliorini, Deborah Dias, Ederaldo Veronese, Elias Rosal, Gutemberg Ostemberg, Helder Fontenele, Ivan Cavas, Leny Fontenelle, Luís Carlos Martinelli, Magali Maschi, Patricia Marcondes, Peterson Azevedo, Raoni Frizzo, Régis Santos, Ricardo Fernandes, Ricardo Takamura, Roberto Soares Gomes, Thais Andressa, Thelmå Gatuz o e Valdeci de Oliveira.

A linha de Cultura pode ser acessada nesse link: https://biblioteca.metrosp.com.br/index.php/ptbr/359-linha-visuais/957-abcclick

O 9º Salão Nacional de Arte Fotográfica ABCclick foi um projeto aprovado e financiado pela Lei Aldir Blanc, através da Secretaria Municipal de Cultura de São Caetano do Sul, sendo realizado pelo Fotoclube ABCclick.

Serviço:
9º Salão Nacional de Arte Fotográfica ABCclick
Realização: Fotoclube ABCclick ( www.abcclick.com.br)
Parceria com a Secretaria Municipal de Cultura de São Caetano do Sul
Projeto aprovado e financiado pela Lei Aldir Blanc
Supervisão da Confederação Brasileira de Fotografia (CONFOTO)
Mais informações pelo site www.abcclick.com.br/9salao

Obras selecionadas do 9º Salão expostas na Linha de Cultura do Metrô SP

Gostou da nossa matéria “Obras selecionadas do 9º Salão expostas na Linha de Cultura do Metrô SP“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 1.352 outros assinantes

Governo do Estado apresenta projeto do BRT entre Grande ABC e São Paulo

O Governo do Estado apresentou, nesta sexta-feira (7/5), o projeto do BRT-ABC, um sistema de transporte rápido que conectará por meio de ônibus, via corredor exclusivo, os municípios de Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul a São Paulo.

O total do investimento, que será realizado pela iniciativa privada, é de R$ 859 milhões. O novo modal de transporte metropolitano terá capacidade para transportar 115 mil pessoas por dia.

O projeto foi apresentado pelo governador João Doria e pelo secretário estadual dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, a prefeitos e deputados estaduais com domicílio na região e representantes da Metra, concessionária responsável pela implementação do projeto.

Participaram do encontro os prefeitos de São Bernardo, Orlando Morando, de São Caetano do Sul, Tite Campanella, de Diadema, José de Filippi Júnior, de Mauá, Marcelo Oliveira, o vice-prefeito de Santo André, Luiz Zacarias, e o secretário-executivo do Consórcio Intermunicipal Grande ABC, Acacio Miranda.

“Estamos muito felizes de assinarmos o projeto do BRT do ABC, que é o primeiro BRT no estado de São Paulo e vai permitir a ligação de áreas importantes do Grande ABC. Uma iniciativa que exigiu estudos, planejamento, análises, para permitir que com essa alternativa, com esse modal, oferecêssemos o menor tempo possível ao menor investimento viável e, principalmente, em um tempo reduzido de implantação”, afirmou Doria.

O projeto do BRT-ABC prevê 18 quilômetros de via expressa, com 20 paradas, três terminais e uma frota de 82 ônibus elétricos, com ar-condicionado, silenciosos e não poluentes, articulado, com 23 metros. O sistema de integração dos municípios da região do ABC com a capital fará o trajeto de ponta a ponta, do terminal São Bernardo ao Terminal Sacomã, na capital, em 40 minutos na modalidade expressa. Além do bilhete expresso que dará a opção do passageiro fazer menos paradas, haverá duas outras opções, tradicional e semiexpressa.

A obra será iniciada após a conclusão do projeto executivo em andamento, com previsão de entrega e operação total em 2023. A empresa Metra terá direito a 25 anos de exploração da concessão.

O sistema se conectará a CPTM, Metrô, Expresso Tiradentes, linhas da SPtrans e ao Corredor ABD. Na Estação Tamanduateí o passageiro terá a opção de acessar a Linha 2-Verde do Metrô ou a Linha 10-Turquesa da CPTM, de lá o passageiro tem a opção de seguir até a estação Sacomã, integrando também ao Expresso Tiradentes.
O secretário-executivo do Consórcio ABC ressaltou que o anúncio do projeto do novo modal era aguardado desde o ano passado, mas acabou sendo adiado devido à pandemia.

“As prefeituras e a população do Grande ABC aguardavam informações detalhadas sobre o projeto do BRT desde 2019, quando o Governo do Estado anunciou a escolha do modal de transporte”, afirmou Acacio Miranda.

Fotos: Governo do Estado de São Paulo

Gostou da nossa matéria “Governo do Estado apresenta projeto do BRT entre Grande ABC e São Paulo“?

Governo do Estado apresenta projeto do BRT entre Grande ABC e São Paulo

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 1.352 outros assinantes

Cartão do Idoso é prorrogado até julho; a partir de 65 anos em SP

Decreto publicado na última sexta-feira pelo governo federal afirma que o Cartão do Idoso será prorrogado. A validade da carteira do idoso até julho de 2021.

A medida vale para os documentos já impressos e altera os procedimentos para novas emissões.

O documento é destinado a pessoas com mais de 60 anos de idade que possuem renda igual ou inferior a dois salários mínimos.

Ele é oferecido pelas secretarias de assistência municipais e do Distrito Federal.

O documento também pode ser obtido nas formas impressa ou digital pela página do Ministério da Cidania, no endereço: carteiraidoso.cidadania.gov.br

Com a carteira do idoso é possível viajar de graça em ônibus, trem, metrô ou ter desconto ou isenção da passagem em viagens interestaduais.

Vale lembrar que, em São Paulo, entra em vigor nesta segunda-feira decreto que suspende a gratuidade no transporte público para pessoas com idades entre 60 e 64 anos.

Os cartões que vinham sendo utilizados por esses passageiros serão cancelados.

A partir de agora, a SPtrans só vai fornecer o Bilhete Único Especial da Pessoa Idosa para quem já tem 65 anos completos e comprove que mora na região metropolitana de São Paulo. 

Em parceria com Rádio2.

Gostou de “Cartão do Idoso é prorrogado até julho; a partir de 65 anos em SP”?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Aproveite e leia mais notícias do Brasil.

Cartão do Idoso é prorrogado até julho; a partir de 65 anos em SP

Sindicato recorrerá por transporte grátis para idosos de 60 anos

A Justiça suspendeu a liminar que garantia a manutenção da gratuidade no transporte público para idosos com mais de 60 e menos de 65 anos na cidade de São Paulo. Porém, sindicato recorrerá por transporte grátis.

Segundo o presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, Geraldo Pinheiro Franco, a definição de tarifas de transporte é competência do Poder Executivo, e o Judiciário não deve interferir no assunto.

Na última quinta-feira, dia 7, o juiz da 3ª Vara de Fazenda Pública, Luis Manuel Pires, concedeu uma liminar que foi derrubada agora, e que proibia cobrança.

A ação foi movida pelo Sindicato Nacional dos Aposentados e pela Confederação Nacional dos Trabalhadores das Indústrias Metalúrgicas. O vice-presidente do Sindicato dos aposentados, Plínio Sarti, prometeu entrar com recurso.

Por enquanto, o que vale é que a partir do dia 1º de fevereiro, os idosos de até 65 anos voltam a pagar pelo transporte público na região metropolitana.

A estimativa da SPTrans é que cerca de 186 mil passageiros nessa faixa etária usem diariamente a gratuidade do transporte. É o caso do mecânico de manutenção aposentado Juarez Martelozo, Ele tem 63 anos e faz bicos como motorista para complementar a aposentadoria de 2 salários mínimos.

A gratuidade para idosos com mais de 65 anos está prevista na Constituição Federal e vale para todo o país. Mas a isenção da tarifa nos trens, metrô e ônibus da capital paulista para quem tem entre 60 e 64 anos foi autorizada pelo ex-prefeito Fernando Haddad, do PT, e estava em vigor desde 2014.

A decisão de suspender o benefício foi anunciada no final do ano passado pelo prefeito Bruno Covas e pelo governador João Doria, os dois do PSDB.

Já os prefeitos das sete cidades da região do ABC, na Grande São Paulo, decidiram nesta terça-feira que, por enquanto, vão manter a gratuidade no transporte municipal.

“Sindicato recorrerá por transporte grátis para idosos de 60 anos” é com informações de Agência Brasil

Gostou da matéria “Sindicato recorrerá por transporte grátis para idosos de 60 anos”?

Assine nossa Newsletter e fique por dentro das notícias, assim que forem publicadas, ou como desejar. Para periodicidade, confira informações no email recebido. Então, aproveite e leia mais sobre a Gratuidade do Bilhete do Idoso.

Sindicato recorrerá por transporte grátis para idosos de 60 anos
Foto: Oswaldo Corneti/ Fotos Públicas

QR Code no Metrô e CPTM

Passageiros de transporte sobre trilhos poderão adquirir o Bilhete Digital QR Code (Metrô e CPTM) por meio de aplicativo de celular e máquinas de autoatendimento nas estações

O Governo do Estado de São Paulo lançou nesta sexta-feira o TOP, novo Bilhete Digital QR Code para embarque nas estações da CPTM e do Metrô. A novidade, que já passava por um teste piloto em algumas estações desde o ano passado, chega para substituir, a médio prazo, o bilhete unitário tradicional (conhecido como Edmonson). Desta forma, trazendo mais rapidez e comodidade para quem utiliza o transporte sobre trilhos. A cerimônia de lançamento, na Estação da Luz, contou com a presença do Governador João Doria e do Secretário de Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy.

O novo Bilhete Digital QR Code tem o mesmo valor que o anterior, R﹩ 4,40 por passagem. Além disso, conta com a praticidade de poder ser comprado e utilizado direto pelo celular, por meio do aplicativo TOP, disponível para celulares Android e IOS. “Essa é a modernidade. Um sistema digital é um sistema mais rápido, mais eficiente, de menor custo e que também impede a fraude. Coloca o Estado dentro do patamar das principais regiões do mundo. Sobretudo na Ásia, onde o sistema já é utilizado para facilitar o ingresso às estações de transporte”, afirmou Doria.

Como usar o QR Code no Metrô e CPTM

O uso do QR Code em versão mobile para pagamento de tarifas torna-se um aliado para uma mobilidade mais segura, sem contato físico ou manuseio de dinheiro, uma vez que o pagamento é feito por cartão de débito ou crédito. Pelo aplicativo TOP, o cliente pode adquirir, diariamente, até 10 bilhetes que ficam disponíveis no app para quando ele precisar usar, sem prazo para expirar.”Essa tecnologia visa facilitar a vida dos cidadãos no dia a dia. Esse meio é usado para substituir ao bilhete físico usado atualmente e complementa os demais bilhetes”, disse o secretário Alexandre Baldy.

Além do aplicativo TOP, o passageiro também poderá comprar o Bilhete Digital QR Code nas máquinas de autoatendimento (ATM). Estas, localizadas dentro das estações, com cartão de débito, e, muito em breve, em estabelecimentos comerciais parceiros. O bilhete é então impresso para que a pessoa use nas catracas. Mesmo sem ter uma data de validade, no caso do Bilhete Digital QR Code impresso, a recomendação é de que ele seja utilizado em até 72 horas após a emissão para evitar que a impressão do código sofra danos. Para garantir o melhor uso na sua versão em impressa, também é recomendado que não o amasse, dobre, rasgue ou molhe. Inclusive com álcool em gel, para evitar que o QR Code seja inutilizado, e que, após o uso, o papel seja descartado na lixeira mais próxima.

Onde encontrar?

Os Bilhetes Digitais QR Code poderão ser utilizados nas catracas sinalizadas e preparadas com a tecnologia, impresso ou digital direto da tela do celular. Basta aproximar o código do leitor indicado. Neste período de transição, haverá a presença de profissionais identificados nas estações para auxiliar os usuários no uso das máquinas ATMs e oferecer suporte nos leitores instalados nas catracas. Os clientes do TOP também contarão com atendimento por WhatsApp, pelo telefone (11) 3888-2200, 24 horas por dia, todos os dias da semana.

QR Code, sigla para Quick Response Code (Código de Resposta Rápida) é uma tendência nos meios de pagamento e a implantação dessa tecnologia significa um passo inovador para o transporte coletivo, pois, além de melhorar a experiência do usuário, proporciona mais controle e gestão de dados. Outra vantagem é a redução de custos operacionais, facilitando a logística, distribuição e armazenamento dos bilhetes unitários.

Para mais informações sobre o TOP: http://www.boradetop.com.br

Redes:

Facebook:http://www.facebook.com/boradetop

Instagram:http://www.instagram.com/boradetop/

Twitter:http://twitter.com/boradetop

Lojas de apps:

Google Play:http://play.google.com/store/apps/details?id=br.com.autopass.top

Apple Store:http://apps.apple.com/app/id1542664234

Plantão STM: (11) 97150-4932

Metrô envia para a reciclagem 9 toneladas de baterias alcalinas

Companhia do Metropolitano encaminhou para a reciclagem em 2020 (até setembro) nove toneladas de baterias alcalinas, meia tonelada de pilhas e baterias portáteis e 256 pneus.

Todos esses itens inservíveis são encaminhados para os respectivos fornecedores e destinados para reaproveitamento ou descarte de forma que não prejudiquem a natureza.

As ações de logística reversa são firmadas em contrato e constam do Sistema de Gestão Ambiental do Metrô, que é certificado com a ISO 14001 pela adoção de políticas comprometidas com a preservação do meio-ambiente.

Jornal Grande ABC

COMUNICAÇÃO: Existem formas de falar

O Jornal Grande ABC é feito para você, e por vocês. Nossos colaboradores e jornalistas estão todos dias buscando novidades e matérias. Assim, produzindo material especial para nossos leitores. Nosso foco são as cidades de Mauá, Diadema, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo e Santo André. Além disso, cobrimos o que acontece no Brasil e no Mundo, incluindo esporte, entretenimento e tecnologias.

Não possuímos nenhuma vinculação política ou partidária. Da mesma forma, sem ligações com outras mídias já existentes na região. Nossa fundação se deu em 07 de Setembro de 2020. Desde então, cada dia estamos crescendo e chegando em mais dispositivos e usuários. Por isso, nossa maior satisfação é entregar material de qualidade para nossos leitores. Portanto, cada nova visita e comentário, nos dão mais fôlego para seguirmos firmes e fortes neste projeto.

Quer receber mais notícias, em qualquer momento? Assine nossa Newsletter, basta inserir seu e-mail logo abaixo, e receba as publicações todos os dias.

Junte-se a 1.352 outros assinantes

É um prazer ter você conosco. Aproveite para deixar comentário aqui embaixo. Salve nosso Site. Volte Sempre!

Consórcio ABC apresenta projeto do Centro de Controle Regional

Encontro dos fóruns paulista e nacional de secretários e dirigentes do setor terminou nesta quarta-feira (30/9)

O evento conjunto da 75ª Reunião do Fórum Paulista e da 97ª Reunião do Fórum Nacional de Secretários e Dirigentes Públicos de Mobilidade Urbana, reuniu nesta quarta-feira (30/9), por meio de videoconferência, mais de 120 participantes, incluindo representantes de vários estados brasileiros. Iniciado na terça-feira, o encontro teve o Consórcio Intermunicipal Grande ABC como anfitrião.

Participaram da abertura do evento os presidentes do Fórum Nacional, Rodrigo Tortoriello, e do Fórum Paulista, Atílio Pereira. A mediação do encontro foi realizada por Paulo Roberto Guimarães, secretário de Mobilidade Urbana de São José dos Campos.

Em seguida, o Consórcio ABC apresentou o projeto do Centro de Controle Regional de Mobilidade Urbana do Grande ABC, desenvolvido pela entidade regional. A iniciativa foi detalhada pelo secretário-executivo do Consórcio ABC, Edgard Brandão, e por Antonio Carlos Junqueira, representante da empresa contratada para elaboração do projeto.

“Somos uma região com 2,8 milhões de habitantes, com sete cidades muito interligadas e praticamente sem divisas. Por isso, o Centro de Controle é muito importante e, como já está com seu projeto concluído, não é mais um sonho“, afirmou Brandão.

A coordenadora do Grupo de Trabalho (GT) Mobilidade Urbana do Consórcio ABC, Andrea Brisida, explicou que, finalizado o projeto, o objetivo da entidade regional é buscar recursos para sua implementação, inclusive no exterior. 

Entre os demais palestrantes do dia, o diretor-presidente do Detran-SP, Ernesto Mascellani Neto, falou sobre as principais ações desenvolvidas em conjunto com o Poupatempo e ressaltou os benefícios da articulação com as prefeituras.

“A aproximação com os municípios é muito importante, por isso estamos abertos para ouvir as necessidades de todos. Tenham o Detran como um grande parceiro que tem como objetivo proporcionar melhores serviços para os cidadãos”, afirmou Mascellani.

Dulce Lutfalla, conselheira do  Conselho Estadual de Trânsito de São Paulo (Cetran-SP), abordou a revisão do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) por meio do Projeto de Lei (PL) 3267/2019, que aguarda sanção presidencial.

O encontro também contou com a apresentação da iniciativa Bloomberg para Segurança Global no Trânsito, realizada por Hannah Arcuschin Machado, coordenadora de Desenho Urbano e Mobilidade pela Vital Strategies, e Paula dos Santos, gerente de Mobilidade Ativa da WRI.

Participaram ainda do encontro o diretor de Mobilidade da Digicon, Hélgio Trindade Filho; o diretor de Tecnologia da Associação Brasileira das Empresas de Engenharia de Trânsito (Abeetrans), Newman Marques; o diretor da Estapar,  Adélcio Antonini; Antônio Carlos Munhoz, especialista em Acessibilidade; Renato Campestrini, especialista em Trânsito; e Célio Freitas Bouzada, presidente da Empresa de Transporte e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans); o assessor especial do secretário estadual de Logística e Transporte, Luiz Alberto Fioravante; e o vice-presidente do Fórum Paulista, Jorge Akira Kobayaski.

Foto: Divulgação/Consórcio ABC

Rodolfo Albiero
Assessoria de Comunicação

Consórcio Intermunicipal Grande ABC
Av. Ramiro Colleoni, 5 – Centro
Santo André – São Paulo
Tel: 4435-3575 

www.consorcioabc.sp.gov.br