Não tiramos fotos, fazemos fotos

Contribuição do Fotoclube  ABCclick e Rose Battistella para o artigo “Não tiramos fotos, fazemos fotos” (Ansel Adams).

Minhas lembranças mais remotas com a fotografia vêm da infância quando uma fotografia era algo bidimensional, tátil e não uma hóspede de uma nuvem ou num HD externo.

Na casa onde cresci nos dias de tempestades quando os raios imperavam nervosos nos céus, a energia acabava e um mundo mágico se revelava. À luz de velas o tempo passava com sombras feitas nas paredes com as mãos. Minha mãe pegava caixas marrons que ficavam guardadas com carinho nas gavetas do quarto. “As caixas de fotografias”.

Não tiramos fotos, fazemos fotos
Foto: Rose Battistella

Lembro dos santinhos coloridos, das cartas com letras desenhadas em papel de seda
delicado, das flores murchas que ainda exalavam perfume, das lembrancinhas de recém-nascidos e de fotos, muitas fotos. Pessoas estranhas, mas que em instantes viravam personagens e protagonistas de suas histórias de vida. Quem eram, onde viviam, o que faziam e o contexto que havia por trás daquelas fotos eram revelados entre risos e lágrimas.

Esses simples pedaços de papéis com imagens desbotadas me levavam para
outros lugares, eu voava e minha imaginação se expandia. A crítica de arte e escritora Susan Sontag diz que: “Ao nos ensinar um novo código visual, as fotos modificam e ampliam nossas ideias sobre o que vale a pena olhar e sobre o que temos o direito de observar… o resultado mais extraordinário da atividade fotográfica é nos dar a sensação de que podemos reter o mundo inteiro em nossa cabeça, como uma
antologia de imagens.

Colecionar fotos é colecionar o mundo.” E assim cresci uma caçadora e colecionadora de imagens. Cercada sempre por histórias. Os caminhos me levaram para as Artes Plásticas e mesmo não sendo de uma família de artistas a arte sempre morou em mim.
Nasci para a arte. Aos dezesseis anos já estava na primeira faculdade de Artes (cursei mais três) e tomada pela inquietude e curiosidade entrei para o mundo do teatro no grupo da universidade.

Foto: Rose Battistella

Atuei em muitos espetáculos, dirigi outros, fui professora de artes e teatro. E a fotografia? Sempre me acompanhando como a margem de um rio. A terceira margem do rio como diria Guimarães Rosa. No laboratório de fotografia analógica nas artes
visuais, nos espetáculos quando íamos aos estúdios para as fotos de divulgação, trabalhando com produção e direção acompanhando todas as etapas, selecionando material para cada novo projeto.

Não tiramos fotos, fazemos fotos
Foto: Rose Battistella

Sempre fui muito fotografada afinal sou uma atriz. Muitas sessões de fotos em diferentes palcos da vida. Sendo palhaça (verdadeiramente) dezenas de vezes assumi o papel de modelo na frente das lentes. Algo que exige concentração e atenção para auxiliar o fotógrafo a produzir as imagens pensadas. Como diz Ansel Adams a câmera é um instrumento de amor e revelação. É ele que nos diz que “não tiramos fotos e sim que fazemos fotos”.

Foto: Rose Battistella

E como modelo sinto-me realizada quando o fotógrafo diz que conseguiu fazer aquilo que esperava, sinal que tivemos sintonia no trabalho. O meu mergulho na fotografia com profundidade e mudança para trás das lentes aconteceu quando realmente entendi que poderia usá-la como mais um meio de expressar o que sentia. Em plena pandemia todas as atividades culturais pararam e a fotografia foi meu meio de expressão.

Afinal faço arte para suportar viver. (a frase não é minha mas me representa muito bem). Então não parei mais de estudar e realizar diferentes ensaios e projetos autorais.

Não tiramos fotos, fazemos fotos
Foto: Rose Battistella

Hoje realizo imagens que possam ultrapassar o objeto. Que façam sentir e refletir. Que não expliquem, mas que possam suscitar a criação de histórias (e aqui vem a ligação com as fotos da infância).

A fotografia é autoconhecimento, auto expressão, conhecendo-me cada dia mais e ao mesmo tempo realidades diferentes, posso dar um sentido a minha realidade e ao que me rodeia.

Ser fotografado é o outro nos vendo pelos seus olhos enquanto fotografar é se procurar. Em ambos os casos estamos conhecendo mais de nós mesmos. Continuo me procurando em todas as formas de arte que possa me expressar. E contando histórias.

Seus projetos podem ser acompanhados em:
@maisamormenospudor
@asmeninasdosolhosderose

Gostou de “Não tiramos fotos, fazemos fotos”?

COMPARTILHE

Confira mais do FotoClube ABCclick

Não tiramos fotos, fazemos fotos
Foto: Rose Battistella

Coleção Iron Man que todo geek deseja

Com licenciamento da Marvel Studios, a editora Planeta DeAgostini lança modelo da Mark III em edição montável da coleção Iron Man

Ícone das histórias em quadrinhos e do mundo cinematográfico, o Iron Man, personagem criado pelo memorável Stan Lee, foi capaz de encontrar seu lugar junto aos defensores do planeta Terra sem sequer ter superpoderes – apenas usando a genialidade para criar a espetacular armadura de ferro com tecnologia de ponta.  

Editora Planeta DeAgostini, sob licenciamento da Marvel Studios, desenvolveu uma réplica fiel da lendária armadura Mark III. O colecionável já está disponível em assinaturas no site da editora para que os fãs do universo Marvel possam viver a experiência de montar o seu próprio Homem de Ferro.

O modelismo possui 52 pontos de articulação e uma grande amplitude de movimentos que possibilita reproduzir as poses mais míticas do Iron Man. Feito de metal e plástico injetado, esse modelo também conta com 100 edições de peças bem desenhadas, que são acompanhadas por fascículos didáticos repletos de curiosidades tanto do mundo dos quadrinhos, quanto das telonas sobre Tony Stark, o super-herói bilionário, filantropo e playboy que conquistou uma legião de admiradores.

A coleção contém ainda efeitos luminosos, uma vez que os reatores, repulsores das mãos, propulsores das botas e o visor da máscara vêm equipados com luzes de led, ligadas com baterias que são incluídas no produto.  O Iron Man tem acabamento em vermelho e dourado, peças articuladas que deixam à vista os mecanismos internos e flaps articulados nas pernas e nos ombros.

Colecionável disponível assinaturas no site da Planeta DeAgostini:https://www.planetadeagostini.com.br/modelismo/iron-man 


Ficha Técnica:

Coleção Iron Man que todo geek deseja
  • 100 edições colecionáveis das peças para a montagem do Modelo Iron Man Mark III.
  • Fabricado em metal e ABS injetado de alta qualidade.
  • Altura: 60 cm. Peso: 3,6 kg.
  • Peso com base: 5 kg Modelo articulado.
  • Grande amplitude de movimentos.
  • 52 pontos de articulação.
  • Grande precisão nos acabamentos.
  • Luzes LED: o reator, os repulsores das mãos, os propulsores das botas e o visor da máscara possuem espetaculares luzes LED que se acendem.
  • Flaps articulados nas pernas e nos ombros.
  • As peças articuladas mostram o mecanismo interno.
  • Réplica fiel ao original do filme.
  • Produto com licença e supervisionado por Marvel/Marvel Studios.
  • Edição limitada.
  • Para assinaturas, acesse: https://www.planetadeagostini.com.br/

Gostou da nossa matéria “Coleção Iron Man que todo geek deseja“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 6.256 outros assinantes

A fotógrafa pioneira em ter uma agência de modelos exclusiva para deficientes no Brasil

O artigo “A fotógrafa pioneira em ter uma agência de modelos exclusiva para deficientes no Brasil” é de autoria de Carlos Irineu.

Kica de Castro é uma fotógrafa paulistana com um currículo invejável. Com formação em publicidade e propaganda e pós-graduada em fotografia, é um referencial quando o assunto é mercado de trabalho no mundo da moda e cultural para profissionais que possuem algum tipo de deficiência.

Após longo período atuando em centros de reabilitação, onde o contato com o público interno foi essencial para a tomada de decisões que seriam responsáveis por torná-la pioneira do assunto, Kica teve a percepção de que algo inovador estava pronto a surgir.

O período de 2002 a 2007 foi um divisor de águas para a fotógrafa apaixonada pela profissão. Enquanto atuava no centro, ouvia histórias de pessoas com alguma deficiência e que gostariam muito de serem aceitas no mercado de trabalho como referência de beleza e reconhecimento pelas qualificações profissionais. 

Foi em 2003 que, ainda atuando dentro do centro de reabilitação, desenvolveu o projeto de fototerapia, que consiste em conhecer melhor as reações e os sentimentos no ato de fotografar, fazendo com que os modelos resgatassem a sua autoestima.

A fotógrafa pioneira em ter uma agência de modelos exclusiva para deficientes no Brasil
Kica de Castro com algumas telas de sua exposição fotográfica

Inquieta e com ideias borbulhando, sentiu que chegara a hora de inovar. Transformar sonhos em realidade. Reacender e redescobrir grandes talentos através da fotografia e da moda. É a partir daí que, em 2007, nasce a Kica de Castro Fotografias. Uma novidade no mercado brasileiro.

Hoje, a agência é responsável por resgatar o que há de mais lindo dentro de cada humano. A autoestima, o autoconhecimento e o reconhecimento através das fotos que reproduzem não só a beleza exterior do modelo ou espaço, mas a sensibilidade no olhar e sorriso daqueles que se sentem úteis e inseridos no mercado de trabalho.

Renata Paiva tem amiotrofia muscular espinhal

Kica de Castro ressalta: “Beleza e deficiência não são palavras opostas. Hoje estamos colhendo os frutos que plantamos no começo do projeto. Cada dia estamos valorizando as eficiências e pluralidade corporal.”

Desde 2015, Kica possui um  programa de televisão , o Viver Eficiente, onde busca dar voz e tirar da invisibilidade social pessoas com deficiência.  Instagram: @vivereficiente

Gostou da nossa matéria “A fotógrafa pioneira em ter uma agência de modelos exclusiva para deficientes no Brasil“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 6.256 outros assinantes

Motorola lança campanha global da nova família moto g no Brasil

Motorola lança campanha campanha global, que celebra o novo e mais potente lançamento da marca queridinha dos brasileiros, terá presença marcante nos principais meios de comunicação

Motorola lança campanha global da nova família moto g no Brasil
Motorola lança campanha global. Foto: Divulgação

Após 10 gerações de sucesso absoluto de vendas, como a família moto g poderia elevar ainda mais a experiência do consumidor à potência máxima? Para a Motorola, a resposta está no lançamento dos novos moto g100, moto g30 e moto g10. O novo moto g100 é o carro chefe da nova família e vem com a exclusiva plataforma Ready For, estrela da nova campanha global da marca. Uma plataforma que, de forma simples e prática, é capaz de transformar qualquer tela com entrada HDMI em uma extensão do smartphone permitindo levar jogos, filmes e vídeos para a tela grande, fazer videochamadas com inteligência artificial, ter mais produtividade com o modo desktop móvel, além de ter câmeras inteligentes que acompanham movimentos para criação de conteúdos.

“A Motorola vem em uma crescente nos últimos anos, tanto em termos de portfólio de produtos quanto em reforço de identidade da marca. E quando falamos em moto g, a família mais querida dos nossos consumidores, temos o dever de superar suas expectativas e elevar sua experiência. E portanto, iniciamos nossa campanha com a comunicação da mais nova e exclusiva plataforma Ready for” comenta Juliana Mott, head de Marketing da Motorola.

Além dos novos modelos g10, g30 e g100 e a plataforma Ready For, com nova nomenclatura que segue a tendência da indústria, a Motorola aposta no mercado brasileiro para lançar outras duas inovações. A primeira delas é o projeto pioneiro e piloto que vai aguçar um novo sentido do consumidor, o olfato, com a fragrância da marca motorola. A assinatura olfativa da marca poderá ser sentida nos novos moto g100 e moto g30 quando a embalagem dos modelos é aberta. Esse projeto foi desenvolvido com exclusividade em parceria com a Firmenich, a maior empresa privada do mundo no ramo de perfumes e aromas. 

A Motorola também aposta na inclusão por meio da tecnologia, e, seguindo a missão de levar tecnologia para todos, em mais uma iniciativa pioneira tornou as línguas indígenas caingangue e nheengatu, ameaçadas de extinção no Brasil, disponíveis para qualquer pessoa que tenha um dos novos dispositivos da Motorola, ou que esteja atualizado para Android 11. O projeto contou com o trabalho e empenho de uma equipe de acadêmicos, linguistas e indígenas falantes dos dois idiomas, uma vez que a integração de línguas nativas à escrita é crucial para sua preservação. Todos os dados das línguas coletados com o apoio da Motorola são de fonte aberta, e a marca também incentiva que mais línguas indígenas estejam disponíveis no Android no futuro. 

“Nunca trouxemos tantas novidades em um pacote só. Levamos recursos de topo de linha para a família g; criamos maior conexão com nossos consumidores, até mesmo por meio do olfato, sentido até então ignorado pela indústria. A plataforma Ready For abraça a nossa missão de ‘tecnologia mais inteligente para todos’ e vem descomplicar a vida dos consumidores que, neste momento, têm de trabalhar, estudar e se divertir dentro de casa. Fomos além e promovemos acessibilidade e acesso por meio de novas línguas indígenas, conclui Juliana.  

A nova campanha Ready for, assinada pela Magma, conta com um filme de 30 segundos focado na plataforma Ready For e nos novos modelos. A partir de hoje, a campanha será veiculada na TV aberta, na Rede Globo, e por assinatura, e também contará com grande presença on-line em canais próprios e de influenciadores que se conectam com os valores da marca. Toda a campanha também estará presente nos canais digitais da Motorola Brasil.

Gostou de “Motorola lança campanha global da nova família moto g no Brasil??

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre o que acontece no Brasil. Confira nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 6.256 outros assinantes