Mudanças na Construção Civil e Engenharia: Impactos do Metaverso e Novas Tecnologias

O mundo todo está passando por diversas mudanças e na Construção Civil e Engenharia brasileira o cenário não seria diferente. Já se percebe uma grande aceleração na transformação em modelos de trabalho e na evolução das tecnologias implementadas e utilizadas.

A inovação digital também tem atuado na transformação da construção civil, como no caso do conceito de metaverso, que permite que o mundo real e os meios virtuais se complementem. Com a eliminação dessas barreiras, a solução vem sendo cada vez mais utilizada para apresentar lançamentos de empreendimentos através de ferramentas virtuais que eliminam a necessidade da presença física. Com a possibilidade das simulações digitais, haverá uma transformação total na construção civil e engenharia?

Igor Pinheiro – CEO do Inova Civil e coordenador do curso de Engenharia de Estruturas desenvolvido em parceria com a Unyleya, uma das primeiras Instituições de Ensino 100% EAD no Brasil, aborda as principais mudanças deste mercado cercado de oportunidades e fala sobre o perfil desejado para o profissional do futuro.

O metaverso e outras novas tecnologias na engenharia

De acordo com Pinheiro, não houve mudanças significativas por conta do metaverso. Ele acredita que ainda estamos distantes de termos um verdadeiro impacto com essa nova tecnologia de realidade virtual.

“As iniciativas de compra imobiliária de terrenos virtuais na nuvem ainda são pontuais e causam mais burburinho da mídia que efeitos reais e práticos no mercado. Apesar de não ser considerado metaverso, algo que está consolidado no mercado e possui algumas referências ao tema é a metodologia BIM”, compara.

A BIM (Building Information Modelling – Modelagem da Informação da Construção) vêm sendo fortemente utilizada por profissionais da construção civil, assim como na engenharia mecânica e de produção. Essa tecnologia busca integrar todas as informações de uma obra desde a concepção e desenvolvimento do projeto até a finalização do empreendimento.

Nessa modelagem, todas as informações do empreendimento estão congregadas em uma única plataforma e podem ser acessadas para conhecimento dos envolvidos. Assim, pela utilização do BIM é possível verificar detalhes do projeto, orçamento e fase de evolução do empreendimento.  

Outra tendência disseminada na engenharia são as tecnologias 4.0, também conhecidas como Quarta Revolução Industrial. São características dessa tendência a conectividade, Internet das Coisas (IoT), inteligência artificial, data sciencebig datamachine learning e diversas outras tecnologias que transformam a maneira como as máquinas se comunicam, otimizando o uso das informações coletadas para as tomadas de decisão, seja nas etapas de desenvolvimento de projeto ou de execução das obras.

Sustentabilidade em alta nos novos projetos

De acordo com Igor Pinheiro, a sustentabilidade é um tema em alta na construção civil. Cada vez mais os clientes buscam saber a procedência dos materiais e como a construção foi realizada. “No momento em que as construtoras entendem e investem em soluções sustentáveis e certificações verdes, estão, além de ajudando o meio ambiente, aumentando o potencial competitivo e de diferenciação de seu produto perante o mercado”, ressalta.

O desenvolvimento de novos materiais em diversas áreas, tanto na construção civil quanto na indústria, é imprescindível para serem desenvolvidos soluções e produtos com maior eficiência sustentável.

Oportunidades de carreiras dos profissionais da engenharia

As possibilidades de atuação do engenheiro são amplas, inclusive em áreas distintas da engenharia. Nesse sentido, o profissional pode trilhar uma carreira pelo ensino, pesquisa, consultoria, projetos, inspeções, entre tantas outras áreas relacionadas à sua formação.

O engenheiro está presente em empresas públicas e privadas em áreas como petróleo, construção civil, indústria automotiva e manutenção. Além disso, os profissionais são altamente competitivos em cargos de chefia, gestão e no mercado financeiro, em bancos, consultorias e corretoras.

“O mais importante é achar sua área de atuação específica e entender que os estudos não devem parar ao fim da graduação, pois o mercado possui uma mudança constante de tecnologias e o engenheiro precisa estar atento para buscar sempre as soluções mais otimizadas para seu projeto e obra”, comenta.

Faixa salarial pode variar de acordo com atuação profissional

Como as áreas de atuação do engenheiro são amplas, variando desde a gestão de obras, desenvolvimento de empreendimentos, elaboração de projetos até orçamentos e laudos técnicos, as faixas salariais poderão variar conforme a demanda e a especialização de cada profissional.

Segundo o CREA, o piso salarial do Engenheiro Civil em 2022 gira em torno de R$ 6.600,00. Porém, apesar do piso definido, a categoria convive com muitas vagas com um salário abaixo do valor.

Portanto, o engenheiro civil que deseja se destacar precisa de um bom currículo, uma rede de contatos e networking para potencializar sua carteira de clientes (caso seja autônomo) e disposição para aprender e reaprender as diversas inovações que surgem no mercado diariamente.

Pinheiro afirma ainda que é importante considerar que a sociedade e as empresas esperam um engenheiro com forte perfil empreendedor e saiba equilibrar as hard skills (habilidades técnicas profissionais) com as soft skills (habilidades sociocomportamentais), de forma que seja um profundo conhecedor de sua área e, em simultâneo, seja hábil para se relacionar com os colegas de trabalho, clientes e sociedade.

Cursos modernos são um diferencial para o Engenheiro do Futuro

A Unyleya busca sempre analisar o mercado e lançar novos cursos que antecipam as principais tendências, sem deixar de oferecer os conhecimentos mais tradicionais que formam a base da engenharia e continuarão sendo essenciais para a profissão.

A instituição conta com um amplo portifólio de cursos de Pós-Graduação que atendem à necessidade dos mais diversos segmentos da área, como Engenharia de Materiais, Estruturas, Segurança no Trabalho e Qualidade até temas mais recentes como Energias Renováveis, Metodologia BIM, Tecnologias 4.0, Internet das Coisas (IoT), entre outros.

Além disso, para quem busca habilidades mais voltadas as soft skills, a Unyleya oferece diversas opções em MBA, com cursos voltados ao empreendedorismo e desenvolvimento pessoal, gestão, economia e até especialização para a docência voltada especificamente para profissionais da engenharia.

“A Pós-Graduação em Engenharia Estrutural da Unyleya, em parceria com o Inova Civil, se diferencia por abordar um conteúdo prático e que realmente o aluno conseguirá utilizar no mercado de projetos estruturais. Além do embasamento teórico, nos guiamos pelas boas práticas de projetos para elaboração de uma estrutura otimizada, em que haja se encontre no ponto de equilíbrio ideal entre o seguro e o econômico”, conclui o coordenador.

Mais informações sobre os cursos de Pós-Graduação na área da Engenharia da Unyleya estão disponíveis em: unyleya.edu.br

Sobre Igor Pinheiro

Igor Pinheiro – CEO Inova Civil e coordenador do curso de Engenharia de Estruturas, desenvolvido em parceria com a Unyleya.

Sobre a Unyleya

Fundada em 2006, a Unyleya é uma das primeiras Instituições de Ensino 100% EAD no Brasil. Com mais de 15 anos de uma história pautada por inovação em tecnologia educacional, a instituição conta atualmente com mais de 300 mil estudantes – o que a torna a maior do país em número de alunos, 26 cursos de Graduação e mais de 1.800 de Pós-Graduação em 50 diferentes áreas do conhecimento.

A Unyleya tem mais de três mil colaboradores e unidades físicas em todo o país, com destaque para a sede acadêmica no Rio de Janeiro e a administrativa em Brasília. Mesmo com as unidades físicas, a Instituição de Ensino consolida seu modelo na Educação 100% Digital. Com metodologia de ensino focada nas necessidades de aprendizagem do aluno e nas principais tendências do mercado de trabalho, a Unyleya quer revolucionar a Educação a Distância no Brasil.

Para mais informações, acesse unyleya.edu.br

O artigo “Mudanças na Construção Civil e Engenharia: Impactos do Metaverso e Novas Tecnologias” é contribuição da Faculdade Unyleya.

Conheça nossos canais (Whatsapp, Telegram, Facebook): jornalgrandeabc.com/redes-sociais


CONFIRA MAIS DICAS SOBRE MERCADO DE TRABALHO

Gostou de “Mudanças na Construção Civil e Engenharia: Impactos do Metaverso e Novas Tecnologias”? Compartilhe!

Mudanças na Construção Civil e Engenharia: Impactos do Metaverso e Novas Tecnologias
Mudanças na Construção Civil e Engenharia: Impactos do Metaverso e Novas Tecnologias. Photo by Eren Li on Pexels.com

OBS: Apenas divulgamos as vagas, não solicitamos nenhum dado pessoal ou currículo. Nos canais abaixo compartilhamos mais publicações sobre vagas, NUNCA exigimos cadastro no Jornal Grande ABC. Responsabilidade das ofertas é por parte dos contratantes.

Conheça nossa parceria com o Meu Emprego Novo, com mais informações sobre empresas contratando.

O que muda para clientes e profissionais do Mercado Financeiro?

Meses após a declaração do estado de pandemia mundial, em 2020, a Deloitte e a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) divulgaram a Pesquisa de Tecnologia Bancária que apontou uma mudança de comportamento do consumidor, que cada vez mais prioriza os meios digitais para realizar transações bancárias. No comparativo entre os anos de 2019 e 2020, considerando ambientes de mobile banking, houve aumento de 105% na consulta de investimentos, 61% na contratação de crédito, 33% nos pagamentos e 24% nas transferências. Os clientes estão mais seguros para usar as plataformas digitais e as instituições financeiras estão dispostas a investir em inovação e talentos profissionais para lidar com a alta competitividade no novo mercado financeiro.

Neste contexto, novas oportunidades surgem para clientes (no que diz respeito a liberdade e possibilidades de atendimento) e profissionais que atuam no setor, que agora vislumbram um horizonte promissor no âmbito do plano de carreira fora dos bancos tradicionais.

Na avaliação de Ronaldo Cerqueira, integrante da comissão especial do Linkedin Global para o desenvolvimento de profissionais, muitos candidatos se limitam a buscar vagas apenas nos bancos líderes – e isso pode ser um equívoco. “Com o avanço da digitalização e movimentos como open banking e banking as a service, nunca fez tanto sentido a frase ‘o grande emprego não necessariamente vem do grande empregador’. Bancos de varejo, atacado, investimentos, digitais, fintechs, FIDCs, cooperativas, corretoras, seguradoras, researches e financeiras estão de olho em recursos humanos para alavancar suas operações”, pontua o consultor especialista em carreiras no mercado financeiro.

Sobre o relacionamento dos clientes com as instituições financeiras, o relatório Pace Pulse Brasil (realizado pela FIS em conjunto com o instituto Ipsos) ouviu 2 mil pessoas adultas, com e sem conta bancária e pertencentes a diferentes classes sociais, sobre como a pandemia mudou as formas de pagamento e de atendimento. As carteiras digitais já foram adotadas por 76% dos jovens adultos (24 a 28 anos) e adultos (29 a 39 anos). Ainda de acordo com a pesquisa, a pandemia fez com que 82% dos consumidores mudassem a forma de se comunicar com o banco, o que mostra que as agências físicas estão perdendo espaço para os serviços bancários on-line.

“A geração Y e Z mudou radicalmente a relação de consumo de serviços financeiros e força uma saudável mudança. Agora os grandes players bancários têm bancos digitais, fintechs, corretoras e cooperativas, entre outros, como adversários na busca pela relação íntima com o cliente, seja ele pessoa física ou jurídica”, analisa Ronaldo Cerqueira.

Tendência é de abertura de novas instituições financeiras

De acordo com dados do Bacen de março de 2021, existem 1.940 instituições financeiras em operação no Brasil. Ronaldo Cerqueira afirma que o open banking motivará o crescimento deste número, sobretudo com o surgimento de novas instituições ligadas ao varejo impulsionadas pelo conceito de banking as a service (conjunto de soluções que permitem uma empresa criar e ofertar soluções financeiras) e pelo potencial de mercado representado pelos 40 milhões de brasileiros desbancarizados (fonte: Americas Market Intelligence/Mastercard, outubro de 2020).

“Cerca de 40 milhões de brasileiros não têm relacionamento com bancos, sequer de conta corrente, mesmo após uma imensa ação da Caixa Econômica Federal como canal distribuidor do auxílio emergencial concedido pelo Governo Federal. Existe um mar inexplorado e cheio de oportunidades para novos e antigos players na indústria financeira. No novo mercado financeiro o cliente tem independência e autonomia sobre seus dados e tem disponível, na palma da mão, uma ampla oferta de produtos e serviços aderentes à sua realidade. Quem souber conectar as novas necessidades do consumidor ao maior valor agregado na prestação de serviço terá vantagem competitiva”, conclui o consultor especialista em mercado financeiro.

Gostou da nossa matéria “O que muda para clientes e profissionais do Mercado Financeiro?“?

O que muda para clientes e profissionais do Mercado Financeiro?
Ronaldo Cerqueira Foto: Divulgação

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias e mais vagas de emprego abertas. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 5.888 outros assinantes

Netflix pode proibir o compartilhamento de senhas entre usuários

Empresa está testando novo método de verificação para evitar compartilhamento de senhas entre os usuários.

A Netflix, principal plataforma de streaming do mundo, está testando nova verificação de usuários para proibir o compartilhamento de senhas. A notícia foi vinculada por portais da imprensa na última sexta-feira, 12 de março.

De acordo com um porta-voz da empresa, o teste, que está sendo vinculado na Ásia e na Europa, foi desenvolvido para garantir que as pessoas estão autorizadas a acessarem à conta vinculada. Os termos de serviço da plataforma de streaming afirmam que as contas “não podem ser compartilhadas com pessoas fora de sua casa”.

Quando o usuário seleciona o perfil em uma conta compartilhada da Netflix, um anúnico solicita que seja verificada a conta com uma mensagem de texto ou e-mail do titular. Há a opção verificar mais tarde.

Caso não consigam confirmar o endereço, os usuários serão direcionados a realizar novo cadastro de 30 dias.

Crescimento na pandemia

A Netflix conquistou mais de 200 milhões de usuários durante a pandemia de COVID-19, com um aumento de 50% em suas ações em 2020.

Jornal Grande ABC

O Jornal Grande ABC é feito para você, e por vocês. Nossos colaboradores e jornalistas estão todos dias buscando novidades e matérias. Sendo assim, produzindo material especial para nossos leitores. Portanto, nosso foco são as cidades de Mauá, Diadema, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo e Santo André. Além disso, cobrimos o que acontece no Brasil e no Mundo, incluindo esporte, entretenimento e tecnologias. Entretanto, não possuímos nenhuma vinculação política ou partidária. Da mesma forma, sem ligações com outras mídias já existentes na região. Nossa fundação se deu em 07 de Setembro de 2020. Desde então, cada dia estamos crescendo e chegando em mais dispositivos e usuários. Por isso, nossa maior satisfação é entregar material de qualidade para nossos leitores. Portanto, cada nova visita e comentário, nos dão mais fôlego para seguirmos firmes e fortes neste projeto.

As mudanças no Código de Trânsito Brasileiro

A Prefeitura de Ribeirão Pires, junto com a equipe de Educação para o Trânsito e da Comunicação, estão trabalhando para conscientizar a população sobre as mudanças no Código de Trânsito Brasileiro (CTB) que passam a valer a partir do dia 12 de abril.

Uma série de ações educativas estão sendo criadas, principalmente nas redes sociais.

As mudanças no Código de Trânsito Brasileiro

Uma das alterações é a validade da CNH, pontuação por infrações. A lei de uso dos faróis durante o dia nas rodovias, por exemplo, é um dos pontos que vai passar por mudança e que afeta os motoristas que utilizam a Rodovia Índio Tibiriçá que passa por Ribeirão Pires.

Em abril, os faróis só precisarão estar ligados durante o dia nas rodovias de pista simples. A regra também não será obrigatória se essas vias estiverem em perímetros urbanos.

A nova lei entrará em vigor junto com o Código de Trânsito Brasileiro, no dia 12 de abril de 2021. A partir desta data, todas as novas regras estarão válidas – a maioria de aplicação imediata.

Os procedimentos relacionados à fiscalização, valores de multa e pontuação na habilitação, para o caso específico de uso dos faróis, permaneceram os mesmos.

Pontuações em caso de multa

Uma das mudanças principais se refere à alteração na pontuação da CNH. Atualmente, a suspensão da carteira ocorre quando o condutor atinge 20 pontos em um ano. Com a alteração, os pontos terão uma escala com três limites para suspensão.

Se o condutor tiver duas ou mais infrações gravíssimas no período de 12 meses, o limite será de 20 pontos. Se possuir apenas uma infração gravíssima, a carteira será suspensa ao atingir 30 pontos. Caso o condutor não tenha nenhuma infração gravíssima neste período, o valor limite será de 40 pontos.

No caso de o condutor exercer atividade remunerada utilizando-se do veículo, a penalidade será imposta quando o infrator atingir o limite de 40 pontos. O prazo de recurso de autuação também foi alterado, passando de 15 para 30 dias.

No caso do motorista não ser reincidente nas mesmas infrações em 12 meses, as infrações leves e médias passam a ser punidas apenas com advertência.

Validade da carteira

Com a nova lei, o prazo de renovação da CNH também sofreu alterações. Se o condutor tiver menos de 50 anos, o prazo será de 10 anos.

A validade para condutores com idade igual ou superior a 50 anos e inferior a 70 anos será de cinco anos. Já para condutores com 70 anos ou mais, o prazo para renovação será de três anos.

Transporte de Crianças

Outro ponto se refere à forma de transporte de crianças. O projeto exige que crianças de até 10 anos que não atingiram 1,45 metro de altura serão obrigadas a utilizarem a cadeirinha ou assento de elevação.

A nova regra também aumenta a idade mínima para crianças serem transportadas na garupa de motocicletas, motonetas ou ciclomotores: de sete para 10 anos.

Em caso de descumprimento da lei, a penalidade será de suspensão do direito de dirigir.

CNH

O documento de habilitação também terá alterações. Com a nova lei, o porte do documento de habilitação não será mais obrigatório, uma vez que as autoridades podem consultar um sistema informatizado no momento da fiscalização.

Outras mudanças

A obrigatoriedade de exame toxicológico para condutores com carteiras das categorias C, D e E na obtenção ou renovação da CNH a cada dois anos e meio foi mantida.

O condutor com idade inferior a 70 anos também deverá fazer um novo exame toxicológico a cada dois anos e seis meses, independentemente da validade da CNH.

Para o condutor que deixar de realizar o exame em até 30 dias após o vencimento do prazo estabelecido, a infração será gravíssima, com multa agravada em cinco vezes e suspensão do direito de dirigir por três meses.

Um ponto que também sofreu mudança se refere às penalidades. Atualmente, a pena de prisão para motoristas embriagados que matarem ou lesionarem no trânsito pode ser trocada por prestação de serviços à comunidade, ou a entidades sociais. No entanto, com a atualização, fica proibida a substituição da pena de reclusão por uma mais branda que restringe direitos.

Sobre o capacete para motociclistas, a nova lei prevê infração para quem trafegar sem viseira ou com ela levantada, fato que passará a ser considerado pena média.

Por fim, o novo CTB desobriga a realização de aulas noturnas no processo de habilitação e também acaba a exigência do prazo de 15 dias de espera para realizar um novo exame teórico ou prático em caso de reprovação.

Gostou de “As mudanças no Código de Trânsito Brasileiro?

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre o que acontece no ABC Cidades todo dia no Grande ABC.

Junte-se a 5.888 outros assinantes

A Era de Aquário

Reflexão sobre a Era de Aquário. Então, é preciso acordar.

A transição está evidente: mesmo as pessoas comuns que nunca se preocuparam com essas coisas, e nem mesmo acreditaram que isso poderia acontecer, reconhecem que o mundo mudou.

Ainda estamos em meio às turbulências dessa mudança. Novas formas de enxergar a realidade marcam a Era de Aquário. Sendo assim, buscando colocar a leveza em nossas relações afetivas, fazendo-nos refletir que o Amor só sobrevive quando respeitamos a individualidade do outro.

Especialistas no assunto dizem que com a chegada da nova era, acredita-se que a energia carregada de 2020 seja substituída por novos ares, mais justos, mais livres e mais felizes.

É crescente a busca das pessoas por respostas que estão além das ciências, das tecnologias e da matéria. Sendo assim, na era de Aquário o homem transforma (e se realiza) através do SER.

Portanto, tudo estará direcionado para esta descoberta. As transformações serão de dentro para fora (se existe um novo sentido a ser buscado, ele está dentro de nós). Nem as ciências, nem o estado ou as religiões, nada dará conta de sozinho resolver o impasse a que chegamos. Serão os sentimentos que vêm de dentro que nos farão repensar “porque”, “como” e o “que” estamos fazendo.

Conscientizar-se de sua essência divina, de sua ligação com o Criador Primordial e com tudo o que existe. A lição aquariana é perceber que todas as coisas estão interligadas e que todos fazem parte de tudo isso.

Mas muita coisa vai acontecer até que possamos vivenciar plenamente esses ensinamentos.

Nesse período de transição, vem à tona tudo o quanto precisa de transformação. Então, ainda avançará nas próximas décadas. Aliás, alguns dizem até pelos próximos séculos.

As informações chegam, a luz aumenta para iluminar as sombras que devem ser
transmutadas.

Gostou de Era de Aquário? Saiba mais sobre meu trabalho

Graça Decaro

era de aquário

Coach Metafísica, Terapeuta Holística, Escritora do eBook Depressão: A solidão da “Alma” e A Arte de Ser Feliz “Parar, Sentir e Perceber” Sitehttps://gracadecaro.wixsite.com/lifecoach-metafisico Telefone11 98588-3262 e-mail[email protected] Instagram@graca.decaro