Inclusão e diversidade: 57% dos profissionais negros levam em conta para escolher empresa para trabalhar

Segundo o último censo do IBGE, 54% da população no Brasil é negra. No entanto, ainda são poucas as empresas brasileiras que focam em atrair esses talentos. Em parceria com o Instituto Guetto, o Indeed, site número 1 de empregos no mundo, realizou uma pesquisa com 245 profissionais negros para entender suas percepções sobre o mercado de trabalho atual no Brasil, com relação a fatores, como inclusão e diversidade, e outros.

Segundo a pesquisa, 17% dos profissionais declararam já ter mudado de emprego por conta de práticas racistas nas empresas. Ainda, 44.5% dos profissionais consideraria trocar de emprego se sofresse ou presenciasse discriminação racial. De acordo com dados do IBGE, em 2020 o desemprego entre negros no Brasil foi 71% maior do que entre brancos.

Para Vitor Del Rey, presidente do Instituto Guetto, os dados refletem que as empresas precisam  abordar essas questões internamente e se esforçar para aumentar o senso de pertencimento de seus colaboradores, o que vai afetar diretamente a retenção de talentos. “O racismo é um grande desafio no processo de contratação e na vivência corporativa. A discriminação contra pessoas negras e pardas aparece de várias formas no dia a dia da empresa, mas começa já nos processos de seleção e promoção de vagas”, afirma.

“É necessário que as empresas fomentem uma cultura aberta às pessoas negras a partir de uma educação racial do setor de RH e com os demais funcionários da empresa. Os profissionais negros precisam se sentir respeitados, ouvidos, pertencentes e capacitados na instituição desde o processo de seleção até cargos de prestígio”. Para Del Rey, as empresas perdem por não investir em políticas internas de RH para integração e inclusão desses profissionais.

Como as empresas podem promover diversidade? 

Segundo os dados do Indeed, é possível destacar algumas ações que as empresas podem considerar para promover a diversidade racial. 72% dos profissionais entrevistados acreditam que as empresas deveriam ter funcionários negros atuando diretamente no processo de recrutamento e seleção, para serem mais inclusivos com esses profissionais durante todo o processo. Além disso, 65% entende que a participação de profissionais negros em processos decisórios e tomada de decisão ajuda a empresa a se tornar mais inclusiva. 

Para mudar o cenário de discriminação nos processos de contratação, 34% dos profissionais entrevistados acreditam que processos seletivos só para negros são eficazes para o aproveitamento de talentos de pessoas negras de uma maneira mais inclusiva. Apesar de gerar controvérsias, a medida é importante por reconhecer o racismo histórico no Brasil e um esforço para tentar repará-lo. 

Atualmente o preconceito racial está presente, por exemplo, quando profissionais negros, mesmo quando ocupam os mesmos cargos, ganham 30% a menos que os brancos, segundo o IBGE. Ainda de acordo com a pesquisa do Indeed, após salários, benefícios e crescimento profissional, o fator decisivo para 57% dos profissionais negros entrevistados ao escolherem a empresa que querem trabalhar é o nível de engajamento da organização com a inclusão e diversidade. 

Metodologia da pesquisa 

Todas as porcentagens apresentadas são dados coletados da pesquisa conduzida pelo Indeed em colaboração com o Instituto Guetto em março de 2021. Através de entrevistas em um painel online com 245 profissionais negros, a pesquisa buscou entender suas percepções sobre o mercado de trabalho atual no Brasil, desde a busca por empresas até suas vivências dentro delas e o impacto em suas carreiras. 

Sobre o Indeed

Mais pessoas encontram empregos no Indeed do que em qualquer outro lugar. O Indeed é o site de empregos nº1 do mundo e permite que os candidatos pesquisem milhões de empregos na web ou em dispositivos móveis em mais de 60 países e 28 idiomas. Mais de 250 milhões de pessoas procuram empregos, publicam currículos e pesquisam empresas no Indeed.4 Para mais informações, visite indeed.com.br 

Mais notícias do Grande ABC

Gostou “Inclusão e diversidade: 57% dos profissionais negros levam em conta para escolher empresa para trabalhar”?

Inclusão e diversidade

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email assim que estiverem online em nosso site. Aproveite e leia sobre Carreiras e Trabalho, com os ensinamentos de Rogério de Caro. Veja também as Últimas Notícias. Visite e conheça o nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 1.338 outros assinantes

“Origens” retrata busca de personalidades negras por suas raízes

Com reportagens e documentário, projeto mostra como testes de DNA revolucionaram o empenho de vinte artistas e personalidades negras brasileiras em conhecer suas raízes.

A popularização dos testes de DNA tem permitido que cada vez mais pessoas conheçam a identidade de seus pais. No entanto, para metade dos brasileiros, descendentes de africanos escravizados que foram arrancados de sua terra em um processo que não guardou muitos registros de sua existência, este tipo de exame ganha uma relevância ainda maior. É o que mostra a nova série especial do UOL: “Origens”.

O projeto, que acaba de ser lançado, conta com diversas reportagens em Tilt, canal de tecnologia do UOL, com novas publicações até 25 de maio, e um documentário homônimo do projeto, lançado hoje, dia 20 de abril, e criado pela MOV, a produtora de vídeos do UOL. A direção da produção em vídeo é de Ismael dos Anjos.

No centro da discussão, estão os relatos de vinte personalidades negras que fizeram o teste de DNA para tomar posse de suas próprias histórias e ancestralidades, como o sambista Péricles, a escritora Eliana Alvez Cruz, a funkeira MC Carol, o comediante Yuri Marçal, o vereador Fernando Holiday, a apresentadora Maju Coutinho, a escritora Conceição Evaristo, a atleta Daiane dos Santos, o ator Babu Santana, entre outros. 

Murilo Garavello, Diretor de Conteúdo do UOL, destaca: “A série traz visibilidade às histórias antes esquecidas e, com isso, projeta as verdades que se escondiam com o tempo. A intenção é mostrar de modo afetuoso e intimista como a tecnologia e a ciência, aqui representadas pelos testes de DNA, podem ajudar as pessoas a entender suas origens e quem são seus antepassados”.

A idealização do projeto é de Fabiana Uchinaka, editora de Tilt, e Helton Gomes, editor de diversidade do UOL. Helton assina a primeira reportagem da série, em que conta detalhes da própria busca por seus ancestrais. Ele fez o teste e se surpreendeu com os resultados.

Ismael dos Anjos, que assina a direção do documentário “Origens”, comenta sobre a importância histórica da produção: “Acredito que o todo do projeto faz parte de uma conversa mais ampla, sobre direito à memória da população negro-brasileira. Nesse sentido, ele se debruça sobre dois eixos principais: evidencia o percurso repleto de obstáculos que as pessoas negras brasileiras trilham pelo direito à memória de si e dos seus, ao mesmo tempo em que reflete sobre como o afeto e ferramentas mais recentes, como a tecnologia dos exames de DNA, podem ajudar a preencher peças desse quebra-cabeça”.

“Essas ações em torno do presente e passado ajudam a encontrar caminhos para um futuro possível, em que a diáspora tenha direito pleno à vida, à cidadania, além de informações e poder para determinar nossos próprios destinos. Entendo que os meus passos começam onde os passos de quem veio antes de mim nos levaram, e espero que as histórias que a gente conta ajudem outras pessoas nas buscas por suas raízes e nos diálogos em torno das reparações que são devidas a essa comunidade”, completa Ismael.

As reportagens do especial “Origens” estarão em Tilt; o documentário, por sua vez, está disponível no canal de MOVdoc no YouTube.

Assista ao teaser do documentário pelo link https://youtu.be/LV18pcr70dE

"Origens" retrata busca de personalidades negras por suas raízes
“Origens” retrata busca de personalidades negras por suas raízes

Gostou da nossa matéria ““Origens” retrata busca de personalidades negras por suas raízes“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 1.338 outros assinantes

Sobre o UOL Conteúdo e Serviços:

O UOL Conteúdo e Serviços, do Grupo UOL, é pioneiro na internet brasileira, e oferece mais de 1.000 canais de jornalismo, informação, entretenimento e serviços. Com cobertura de 94% da internet brasileira (9 em cada 10 brasileiros acessam o conteúdo UOL todos os meses), a homepage do UOL recebe mais de 114 milhões de visitantes únicos/mês. O UOL Conteúdo e Serviços oferece ainda soluções para mídia digital (UOL AD_LAB), produtos de segurança e comodidade (Antivírus, Assistência Técnica, UOL Resolve), conectividade Wifi, entretenimento (Loja de Jogos, UOL Esporte Clube, UOL Leia+, Clube UOL), entre outros O Grupo UOL é o maior grupo brasileiro de conteúdo, tecnologia, serviços e meios de pagamentos digitais. O Grupo UOL tem ainda as seguintes unidades de negócios: PagSeguro PagBank, companhia aberta na NYSE (EUA), que tem soluções completas para pagamentos online e presenciais (mobile e POS) para todos os meios de pagamento (cartões de crédito, débito e refeição), além das contas digitais gratuitas que permitem pagar contas, recarregar celular, fazer portabilidade de salário e enviar e receber transferências (TEDs); a Compasso UOL, que oferece soluções tecnológicas para a transformação digital de grandes empresas; e o UOL Edtech, plataforma com soluções para ensino online.  

Acesse: www.uol.com.br/sobre  

Inscrições abertas em programas da Ambev; Estágio e Trainee.

A Ambev está com inscrições abertas em três programas de seleção, neste primeiro semestre de 2021. Entre as oportunidades, estão o estágio regular e o estágio representa, o qual é voltado para jovens negros, além do trainee, este direcionado para recém formados.

Estes processos seletivos compõem parte do programa #AmbevMeContrata, com a finalidade de quebrar os estereótipos na empresa. Para superar estes padrões, a Ambev não terá obrigatoriedade do inglês.

Os estudantes da áreas de negócios, tecnologia e produção estão dentro do foco. O programa de trainee é voltado para formandos de dezembro de 2018 até julho de 2021.

Já os programas de estágio são para universitários com formação entre dezembro de 2021 até agosto de 2023.

Como no ano anterior, as seleções serão completamente online e terão requisitos mais inclusivos: não vai ser exigido um curso específico ou um nível de inglês. A empresa vai oferecer treinamento para quem precisar desenvolver o conhecimento da língua. E também serão aceitos os cursos de tecnólogo.

Para a gerente de Gente e Gestão na Ambev, Illana Kern, as frentes distintas de divulgação ajudam a atrair perfis diversos e complementares de candidatos. Além disso, a divulgação de informações servirá como preparação para as diferentes etapas, tornando o processo mais democrático.

As vagas são para todo o Brasil, e salário pode ser de até R$ 7 mil. Os estagiários e trainees atuarão nas áreas de negócios, tecnologia e produção.

As inscrições acontecem entre os dias 23 de março e 12 de abril de 2021, e o cadastro é apenas no no site da Ambev (https://www.ambev.com.br/carreiras/trabalhe-conosco/programa-estagio-representa/).

Conheça todos nossos canais (Whatsapp, Telegram, Facebook, Buscador): https://jornalgrandeabc.com/inicio/nossas-redes-sociais/

Termomecanica está com vagas abertas

Conheça nossa parceria com o site Lista de Vagas. Visite e confira mais vagas verificadas e reais.

Mais Vagas no Grande ABC

Vagas de hoje 16 de março 2021

Pensando em mudar de carreira ou se preparar melhor para entrevistas de emprego? Conheça a RC Locus, referência em Recrutamento & Seleção, em todos os níveis.

Gostou “Inscrições abertas em programas da Ambev”?

Inscrições abertas em programas da Ambev

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email assim que estiverem online em nosso site. Aproveite e leia sobre Carreiras e Trabalho, com os ensinamentos de Rogério de Caro.

Junte-se a 1.338 outros assinantes