Nova escola de finanças descomplicará cenário das criptomoedas 

A nova escola de finanças B8 aposta na educação financeira voltada para o cenário tecnológico para esclarecer desafios e oportunidades do mercado das criptomoedas.

O cenário financeiro tecnológico está em franco crescimento. Com a expansão das redes de tecnologia e o avanço dos bancos digitais, os brasileiros começam a olhar para internet com mais confiança, tendo ciência dos cuidados necessários. Buscando facilitar o acesso e desenvolver o conhecimento na área, surge a Escola B8 (www.escolab8.com).

Especializada em educação financeira voltada para o cenário tecnológico, a Escola B8 busca esclarecer cenários ainda nebulosos para os brasileiros, mas repletos de possibilidades, como é o caso das criptomoedas e ativos digitais. Em recuperação de um período de crise provocado pelo coronavírus, muitas pessoas olham para a internet em busca de uma chance para ter uma renda extra ou uma nova liberdade financeira, e o mercado de criptomoedas pode ser a mudança de vida que muitas pessoas buscam.

Como um dos seus principais objetivos, a Escola B8 quer mostrar que a inclusão e a independência financeira é viável para todos os brasileiros. Para isso, o centro de educação aposta no conhecimento dentro desse mercado que vem crescendo de maneira exponencial. A ideia é capacitar pessoas e ajudar negócios a se desenvolver financeiramente através das oportunidades que o mercado de criptomoedas oferece.

“Acredito muito que o conhecimento pode transformar a vida das pessoas. E atualmente o cenário econômico em que vivemos  possibilita inúmeras possibilidades de crescimento financeiro. A Escola B8 tem o grande objetivo de mostrar que isso é possível. Mostrar que o mercado financeiro, especificamente de criptoativos é um oceano azul. Através das mentorias, cursos e ferramentas tecnológicas auxiliar pessoas e negócios a vislumbrar um olhar muito mais promissor e positivo diante desse mercado tão volátil”, explica Dam Moraes, CEO da Escola B8.

Munida de um time de especialistas, a Escola B8 apresenta cursos focados na área tecnológica financeira, um laboratório de alta tecnologia voltado para o desenvolvimento tecnológico de soluções para complicações do mercado financeiro, além de contar com o robô Órion, um robô trader que realiza até 1.200 operações por minuto e ajuda pessoas e negócios a realizarem investimentos com total segurança, reduzindo os riscos.

Com foco no mercado de investimentos, a Escola B8 conta com um curso presencial e detalhado sobre o mercado financeiro de criptomoedas. Focado no desenvolvimento de conhecimento do aluno, o curso especializa o estudante para que ele possa iniciar os seus próprios investimentos em criptomoedas, tornando-se um trader profissional. Dividido em nove módulos, o curso conta com conteúdos de destaque, como a Análise Gráfica, Economia Básica e Gerenciamento de Risco.

Sobre o time de especialistas

Kênia Torres   

Pós-graduanda em investimentos e bockchain, Kênia Torres opera a sua própria carteira de ativos e compartilha o seu conhecimento com pessoas que buscam a liberdade financeira. Ademais, é produtora de moda e já participou de diferentes campanhas para marcas internacionais, como a Vogue e a I-D Magazine.

Guilherme Brito

Investindo em criptomoedas desde 2017, o engenheiro civil Guilherme Brito especializou-se no assunto no exterior, aprendendo mais sobre a nova economia voltada para o mundo tecnológico e digital, expandiu o conhecimento sobre ativos digitais e decidiu compartilhar seus ensinamentos com outras pessoas interessadas em saber mais sobre o mercado.

Victor Cesar

Trader e desenvolvedor de aplicações, conheceu o mercado de criptoativos e passou a operar com criptomoedas quando cursava Direito na faculdade. Agora, anos de estudos e especializações mais tarde, iniciou uma nova graduação para abranger ainda mais os seus conhecimentos: Engenharia de Software.

Conheça nossos canais (Whatsapp, Telegram, Facebook): jornalgrandeabc.com/redes-sociais


Mais Vagas no Grande ABC

Nova escola de finanças descomplicará cenário das criptomoedas
Nova Escola de Finanças B8. Foto: Damião Moraes/Nailanna Tenório/LaPresse

OBS: Apenas divulgamos as vagas, não solicitamos nenhum dado pessoal ou currículo. Nos canais abaixo compartilhamos mais publicações sobre vagas, NUNCA exigimos cadastro no Jornal Grande ABC. Responsabilidade das ofertas é por parte dos contratantes.

Gostou de “Nova escola de finanças descomplicará cenário das criptomoedas “?

Assine nossa Newsletter e receba notificações em seu email, assim que publicarmos novas matérias! Ah, é gratuito e te manterá sempre informado!

Junte-se a 5.580 outros assinantes

Conheça nossa parceria com o Meu Emprego Novo, com mais informações sobre empresas contratando.

Aproveite e leia sobre Carreiras e Trabalho, com os ensinamentos de Rogério de Caro. Veja também as Últimas Notícias. Conheça nosso site para o Rio de Janeiro, o Jornal Grande Rio.