Arquivo da tag: o que fecha

Veja como funcionam atividades com restrição na fase emergencial

A fase emergencial do Plano São Paulo estabelece medidas mais duras de restrição de circulação pública e funcionamento de algumas atividades até o dia 11 de abril, inclusive parte daquelas classificadas como essenciais. Veja como funcionam atividades neste período.

A meta é reforçar o distanciamento social e reduzir a circulação urbana. Confira um resumo a seguir:

Veja como funcionam atividades



ESCRITÓRIOS EM GERAL E ATIVIDADES ADMINISTRATIVAS – Obrigatoriedade de teletrabalho (home office).

COMÉRCIO DE MATERIAL DE CONSTRUÇÃO – Proibido o funcionamento e atendimento presencial, mas ficam liberados os serviços de retirada por clientes com veículo (drive-thru) e entrega na casa do comprador (delivery).

ESTABELECIMENTOS COMERCIAIS (COMÉRCIO EM GERAL) – Somente entrega (delivery) e retirada de automóvel (drive-thru), com proibição de retirada de produtos no local.

REPARTIÇÕES DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA – Obrigatoriedade de teletrabalho (home office).

RESTAURANTES, BARES E PADARIAS – Somente entrega (delivery) e retirada de automóvel (drive-thru), com proibição de retirada de produtos no local. Mercearias e padarias podem funcionar seguindo as regras de supermercados, com proibição de consumo no local.

TRANSPORTE COLETIVO – Recomendação de escalonamento de horário para os trabalhadores da indústria, serviços e comércio. Os horários indicados são de entrada das 5h às 7h e saída das 14h às 16h para profissionais da indústria, entrada das 7h às 9h e saída das 16h às 18h para os de serviços; e entrada das 9h às 11h e saída das 18h às 20h para os do comércio.

EDUCAÇÃO ESTADUAL – Unidades abertas para distribuição de merenda a alunos carentes e entrega de materiais mediante agendamento prévio.

COMÉRCIO DE PRODUTOS ELETRÔNICOS – Somente entrega (delivery) e retirada de automóvel (drive-thru), com proibição de retirada de produtos no local.

SERVIÇOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO – Obrigatoriedade de teletrabalho (home office).

SUPERMERCADOS – Recomendação de escalonamento de horário para os funcionários utilizarem o transporte público para irem ao trabalho (entrada das 9h às 11h e saída das 18h às 20h).

HOTELARIA – Proibição de funcionamento de restaurantes, bares e áreas comuns dos hotéis. Alimentação permitida somente nos quartos.

ESPORTES – Atividades coletivas profissionais e amadoras suspensas.

TELECOMUNICAÇÕES – Teletrabalho (home office) obrigatório para funcionários de empresas de telecomunicação.

ATIVIDADES RELIGIOSAS – Proibição de realização de atividades coletivas como missas e cultos, mas permissão para que templos, igrejas e espaços religiosos fiquem abertos para manifestações individuais de fé.

Com informações do Governo do Estado de São Paulo.

Gostou de “Veja como funcionam atividades com restrição na fase emergencial?

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre o que acontece no ABC Cidades todo dia no Grande ABC.

Junte-se a 2.702 outros assinantes




Novas regras em Santo André para funcionamento dos serviços

A cidade de Santo André adotará a partir deste sábado (27) medidas mais restritivas com o objetivo de conter o avanço da Covid-19. Entre 27 de março e 4 de abril, estará em vigor no município de Santo André um megaferiado, com novas regras de funcionamento dos serviços.

O município antecipou quatro feriados: 8 de abril (Aniversário de Santo André), 21 de abril (Tiradentes), 3 de junho (Corpus Christi) e 9 de julho (Revolução Constitucionalista de 1932).

“As medidas restritivas são fundamentais para a redução do ritmo de contágio da Covid-19 na cidade. Os casos vêm aumentando exponencialmente e a demanda por leitos chega a um índice realmente preocupante. Por isso, faço um apelo à nossa gente que respeitem as restrições. Fiquem em casa, não participem de aglomerações e, se precisarem sair, usem máscara. O momento pede solidariedade e união para controlarmos a doença e mantermos a nossa capacidade de atendimento, garantindo que nenhum andreense fique sem assistência médica”, afirmou o prefeito Paulo Serra.

As regras de funcionamento dos serviços constam em decreto do prefeito Paulo Serra publicado nesta quinta-feira (25). Os serviços essenciais, que hoje podem funcionar até as 19h, terão que encerrar as atividades às 17h entre 27 de março e 4 de abril.

Fica autorizado, portanto, o funcionamento até as 17h para os segmentos de alimentação (supermercados, padarias, açougues, feiras livres, etc), transporte (estabelecimentos de locação de veículos, oficinas mecânicas, lojas de autopeças e estacionamentos), abastecimento (distribuição e logística, agroindústria, transportadoras, armazéns e postos de combustível), segurança pública e privada, comunicação social (empresas jornalísticas e de radiodifusão, de som e imagens), construção civil e indústria.

Também estão liberados até as 17h outros serviços como hotéis, lavanderias, serviço de limpeza, de manutenção e zeladoria, correios e bancas de jornais.

Neste período em que vigoram as medidas restritivas, ficam suspensas atividades religiosas de qualquer natureza, atividades escolares presenciais nas redes municipal, estadual e particular, eventos esportivos e atividades administrativas internas, de modo presencial, em estabelecimentos comerciais e prestadores de serviços não essenciais.

O sistema delivery está autorizado a funcionar até meia-noite. Serviços de drive-thru podem funcionar até as 17h.

A venda de bebidas alcoólicas estará proibida na cidade, entre 27 de março e 4 de abril.

Os parques da cidade, que estão com as atividades suspensas desde o início da fase emergencial, continuarão fechados.

Novas regras em Santo André

Sem restrição de horário – Estão autorizados a funcionar sem restrições de horário: hospitais públicos e privados; serviços de saúde de urgência e emergência; farmácias e laboratórios; hospitais veterinários; outros serviços de natureza essencial ao funcionamento dos serviços de saúde e também atividades de telecomunicação, de segurança e serviços de call center.

Também podem funcionar em qualquer horário atividades profissionais de transporte privado de passageiros (incluindo táxi, transporte por aplicativos e fretamentos), além de atividades industriais que utilizem fornos de alta temperatura e as fundições, além das indústrias farmacêuticas, frigoríficas, de alimentos, de embalagem de produtos voltados à saúde e cuja interrupção, no momento, possa ocasionar desabastecimento no mercado de produtos essenciais à saúde.

Circulação e transporte – A circulação de pessoas e veículos ficará restrita das 22h às 4h, entre 27 de março e 4 de abril, com exceção dos casos de casos de necessidade, urgência e emergência. O transporte público coletivo municipal terá seu funcionamento suspenso, no período das 22h às 4h, até 4 de abril.

Coleta e resíduos – Os serviços de coleta realizados pelo Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) funcionarão normalmente entre 27 de março e 4 de abril. Todos os ecopontos encerrarão as atividades às 16h neste período.

Com informações da Prefeitura de Santo André.

Gostou de “Novas regras em Santo André?

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre o que acontece no ABC Cidades todo dia no Grande ABC.

Junte-se a 2.702 outros assinantes

santo andre

Antecipação de feriados no Grande ABC

Os prefeitos de Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra, reunidos nesta segunda-feira (22/3) em assembleia extraordinária do Consórcio Intermunicipal, deliberaram pela antecipação dos feriados municipais no Grande ABC, com o objetivo de reduzir a circulação das pessoas e conter a aceleração da pandemia do novo coronavírus.

Com as mudanças, não haverá dia útil no Grande ABC entre 27 de março e 4 de abril deste ano. Feriados municipais serão antecipados entre a próxima segunda-feira (29/3) e a quinta-feira (1/4) e se somam ao feriado nacional da Paixão de Cristo (2/4) e a dois fins de semana, totalizando nove dias.

Neste período, setores considerados essenciais deverão encerrar suas atividades às 17h, com exceção dos hospitais públicos e privados, serviços de saúde de urgência e emergência, farmácias, laboratórios, hospitais veterinários e demais serviços de natureza essencial ao funcionamento dos serviços de saúde.

A circulação de pessoas no transporte público será restrita aos funcionários de serviços essenciais. Além disso, a comercialização de bebida alcoólica no período estará proibida.

As restrições serão regulamentadas por meio de decretos das prefeituras do Grande ABC.

O colegiado de prefeitos também deliberou o envio de um ofício ao secretário estadual dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, visando à adesão dos equipamentos geridos pelo Governo do Estado às medidas de contenção da Covid-19.

Gostou de “Antecipação de feriados no Grande ABC?

Antecipação de feriados no Grande ABC

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais sobre o que acontece no ABC Cidades todo dia no Grande ABC.

Junte-se a 2.702 outros assinantes

Santo André decreta fase vermelha neste final de semana

Medida visa conter disseminação do novo coronavírus; Santo André decreta fase vermelha: fiscalização também será intensificada

A Prefeitura de Santo André divulgou oficialmente que neste final de semana (30 e 31), a cidade estará sob a fase vermelha do Plano SP, do Governo do Estado, funcionando portanto apenas os serviços essenciais (mercados, postos de combustível, hospitais, farmácias, etc), visando assim evitar aglomerações e conter a disseminação do novo coronavírus. A medida está prevista em decreto municipal publicado nesta quinta-feira (28).

 Durante estes dois dias as atividades e serviços não essenciais poderão funcionar apenas pelo sistema de drive thru ou delivery, através de realizações comerciais por meio de aplicativos, internet, telefone ou outros instrumentos similares. Os parques da cidade também estarão fechados no período. Já as atividades religiosas poderão funcionar com o limite de 50% de ocupação da capacidade total, bem como as medidas preventivas previstas nos protocolos sanitários.

“A cidade permanece com todas as ações preventivas e protocolos sanitários para conter a disseminação e o avanço da Covid-19. Por isso, intensificar a fiscalização e as medidas que assegurem o distanciamento social é um gesto de cuidado e proteção à vida. Estamos atentos com a subida de novos casos e óbitos, e pedindo a compreensão dos andreenses neste momento, já que estamos no início do fim desta guerra com a chegada das vacinas e a imunização da nossa gente”, assegurou o prefeito Paulo Serra.

A partir da segunda-feira (1º), Santo André retorna para a fase laranja com funcionamento das atividades não essenciais, pelo período máximo de oito horas, no horário das 06h às 20h, a ser estipulado por cada estabelecimento, observando-se o limite de 40% de ocupação da capacidade total. Na próxima semana haverá novo pronunciamento do Governo do Estado para a possível reclassificação das fases.

A fiscalização será feita por meio da Operação Comércio Responsável e os estabelecimentos que descumprirem o decreto estão sujeitos à medidas como aplicação de multa, interdição e revogação do alvará de funcionamento. A Prefeitura tem intensificado a fiscalização em estabelecimentos comerciais, sobretudo em bares, para combater aglomerações e festas clandestinas, orientar quanto à falta do uso de máscara e multar locais que não estão seguindo os protocolos sanitários e de segurança, para a prevenção da Covid-19. 

As equipes de fiscalização trabalham desde março de 2020, quando teve início a pandemia, com equipes do Departamento de Controle Urbano da Secretaria de Desenvolvimento e Geração de Emprego, Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), Guarda Civil Municipal e Polícia Militar.


| Texto: Guilherme Menezes
| Fotos: 
Angelo Baima/PSA

Gostou de “Santo André decreta fase vermelha neste final de semana”?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Aproveite e leia mais notícias do Brasil e conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Santo André decreta fase vermelha
Onde está João Doria? Enquanto SP fecha, o governador viaja

Onde está João Doria? Enquanto SP fecha, o governador viaja

João Doria (PSDB), governador de São Paulo, anunciou nessa 10 dias de licença, para o passar com a família, e só voltará após o réveillon, em janeiro. As férias de Doria nos Estados Unidos repercutiram nas redes sociais, já que ele viajou no mesmo dia em que decretou o lockdown no estado. E a pergunta ‘onde está o Doria’ viralizou.

Afinal, onde está João Doria?

Doria viajou para Miami, ainda na madrugada desta quarta-feira (23/12), após decretar a fase vermelha do lockdown. Sendo assim, apenas serviços essenciais podem funcionar.

O anúncio colocou todo o estado de São Paulo na fase vermelha, a mais restritiva do plano SP, de combate à COVID-19. Portanto, entre 25 e 27 de dezembro e de 1 a 3 de janeiro de 2021. Sendo assim, só os serviços essenciais estão autorizados a abrir as portas neste na época de Natal e réveillon.

Mesmo com a restrição no estado, Doria embarcou com sua esposa, Bia Doria, para Miami, onde ficam para o Natal e réveillon. Só retornarão para o Brasil dia 3 de janeiro. “Fiquei muito ausente da minha família ao longo deste ano”, afirmou o governador.

O vice-governador, Rodrigo Garcia (DEM), estará como governador em exercício, enquanto isso.

Onde está João Doria? Enquanto SP fecha, o governador viaja
Foto: ADRIANA SPACA / ESTADÃO CONTEÚDO

Jornal Grande ABC

COMUNICAÇÃO: Existem formas de falar

O Jornal Grande ABC é feito para você, e por vocês. Nossos colaboradores e jornalistas estão todos dias buscando novidades e matérias. Assim, produzindo material especial para nossos leitores. Nosso foco são as cidades de Mauá, Diadema, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo e Santo André. Além disso, cobrimos o que acontece no Brasil e no Mundo, incluindo esporte, entretenimento e tecnologias.

Não possuímos nenhuma vinculação política ou partidária. Da mesma forma, sem ligações com outras mídias já existentes na região. Nossa fundação se deu em 07 de Setembro de 2020. Desde então, cada dia estamos crescendo e chegando em mais dispositivos e usuários. Por isso, nossa maior satisfação é entregar material de qualidade para nossos leitores. Portanto, cada nova visita e comentário, nos dão mais fôlego para seguirmos firmes e fortes neste projeto.

Quer receber mais notícias, em qualquer momento? Assine nossa Newsletter, basta inserir seu e-mail logo abaixo, e receba as publicações todos os dias.

Junte-se a 2.702 outros assinantes

É um prazer ter você conosco. Aproveite para deixar comentário aqui embaixo. Salve nosso Site. Volte Sempre!

são paulo na fase vermelha

São Paulo na fase vermelha

O Governo do Estado de São Paulo realizou coletiva de imprensa no Instituto Butantan, onde anunciou medidas restritivas do Plano SP, na tentativa de conter o avanço da pandemia do COVID-19. Medidas da fase vermelha em São Paulo serão em todo o estado.

Medidas restritivas ocorrerão nos dias 25,26 e 27 de dezembro, em todo o estado paulista. Igualmente, nos dias, 1, 2 e 3 de janeiro de 2021. Ou seja, as ações serão após as comemorações do Natal e do Ano Novo.

Além disso, a região de Presidente Prudente regrediu por completo para a Fase Vermelha, por conta dos números elevados nestes municípios.

Todavia, a coletiva não teve a presença do governador João Doria (PSDB), que está afastado por dez dias para “ficar com a família”

são paulo na fase vermelha

Neste período, não podem abrir nada além dos comércios e serviços considerados essenciais como hospitais, farmácias e supermercados. Terão que ficar fechados  academias, shoppings,  lojas. Os restaurantes podem funcionar por delivery. Salões de beleza também deverão ficar fechados nestas datas e eventos estão proibidos.

“É muito importante que todos nós façamos a nossa parte e a gente precisa lembrar que não estamos no momento de festas nem de aglomerações. É nesses momentos que esse risco de descontrole da pandemia acontece e o mundo inteiro agora está aplicando medidas específicas nesse momento. São Paulo sempre se diferenciou do resto do Brasil por honrar o seu compromisso de tomar as decisões no momento necessário e é isso que estamos fazendo agora”, afirmou a secretária de Desenvolvimento Econômico do estado, Patrícia Ellen.

São Paulo na Fase Vermelha

O coordenador executivo do Centro de Contingência da covid-19, João Gabbardo, disse que a medida serve como “sinal para a população”. Afinal, diante da gravidade do aumento do surto. “É um sinal para a população de que nós estamos em uma fase bastante preocupante em relação ao número de casos e temos que mostrar para a população que a recomendação é ficar em casa. Se deslocar o mínimo possível para as atividades essenciais”, concluiu. Sendo assim, para o médico, manter alguns estabelecimentos funcionando transmitira a imagem de uma menor preocupação com a covid-19.

Até o momento, o Estado de São Paulo registrou mais de 45 mil mortes e 1,3 milhão de casos de Covid-19. O governo afirma que 66,9% dos leitos de UTI estão ocupados no estado. Destes, são 10.856, 4.710 em UTI. No Brasil já são mais de de 187 mil óbitos na pandemia, além da média móvel de mortes de 769. Portanto, o mesmo nível de meados de setembro.