O silêncio dos inocentes

José Wellington é o autor de “O silêncio dos inocentes”

Caso Nardoni, caso Bernardo e agora o pequeno Henry. Um ser que tinha que amar e cuidar mesmo sendo padrasto, se escondeu no nome de “Doutor”, se escondeu na grande casta da política do Rio de Janeiro, precisamos de leis mais fortes precisamos que Deputados e senadores, junto com o judiciário, revejam as leis do nosso país, nesse momento quantos Bernardos, quantas Isabelas e Henrys estão sofrendo em silêncio.

De acordo com o Cremerj, a investigação pode culminar em advertência ou até na cassação do registro profissional de Jairinho. Formado em Medicina numa universidade particular da Baixada Fluminense no ano de 2004, o mesmo em que se elegeu vereador pela primeira vez – carregando o termo “doutor” nas urnas -, ele nunca chegou a exercer de fato a profissão.

O Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio (Cremerj) informou, ainda na quinta-feira (09/04), que abriu uma sindicância interna para apurar a situação de Jairo Souza Santos Junior, o Dr. Jairinho.

No cenário político, o presidente do Solidariedade, Paulinho da Força, afirmou que, como pai e avô, repudia qualquer tipo de violência contra crianças e espera que os fatos sejam apurados e esclarecidos o mais rápido possível.

Um dia antes da prisão de Jairinho, o partido havia decidido pelo afastamento temporário do parlamentar, que é investigado pelo caso desde o dia 8 de março, quando Henry morreu. E no dia seguinte, o partido decidiu pela expulsão do deputado. “Diante dos novos fatos revelados, a Executiva Nacional do Solidariedade, em conjunto com a Estadual do partido, resolve expulsar, de forma sumária…” afirma em nota o Solidariedade.

Jairinho também deve ser julgado pelo Conselho de Ética da Câmara dos Vereadores ainda nesta quinta-feira. Pelo menos dois integrantes do colegiado, Chico Alencar e Teresa Bergher, já anteciparam que pretendem pedir o afastamento imediato do parlamentar de suas funções. Alencar acrescentou que posteriormente também vai propor a cassação do vereador.

Gostou de “O silêncio dos inocentes?

Dr. Jairinho, namorado de Monique Medeiros da Costa e Silva, mãe do menino Henry Borel, sae da Delegacia de Polícia da Barra da Tijuca(16ªDP) após prestar depoimento sobre a morte do menido de 4 anos.

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Leia mais do nosso colunista José Wellington. Confira nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 1.087 outros assinantes