Balanço do programa ExploreCarlotas com vídeo e relatório anual

2020 foi o ano de estabelecer relações de convívio coletivo mais saudáveis e de respeito, cada um em sua casa. Confira o balanço do programa ExploreCarlotas

Em um ano desafiador para a educação brasileira, a empresa Carlotas mostra em vídeo a retrospectiva do programa ExploreCarlotas com o ponto de vista de professores e professoras que enfrentaram a pandemia mostrando dedicação e coragem.

O programa ExploreCarlotas, que cria espaços de diálogo e aprendizagem por meio de oficinas, tem como objetivo levar reflexões sobre diversidade, respeito e empatia de forma lúdica para crianças, jovens e educadores em escolas públicas e instituições de assistência gratuitamente.

O vídeo ilustra os sentimentos e emoções vividos nesse ano de incertezas, além de trazer depoimentos de professoras das escolas públicas. Veja aqui:  https://youtu.be/ESINKOT2QlQ. Em 2020 o Programa ExploreCarlotas focou em acolher e criar vínculos com os professores e professoras de escolas públicas. Os participantes dividiram com Carlotas seus medos, aflições, aprendizados e como foi o ano mais difícil de suas carreiras.

O programa ExploreCarlotas que é financiado com 10% do faturamento da empresa, esteve em 14 escolas públicas. Nestes encontros foram explorados temas tão relevantes quanto atuais como empatia, acolhimento e a importância do olhar para a diversidade com um material inédito: a BOX Carlotas, uma caixa repleta de ferramentas lúdicas focadas em educação emocional para o uso em sala de aula. Nas duas unidades da Fundação Casa, Azaléia e Chiquinha Gonzaga, os relatos de que quem passou pela experiência foi de que os encontros transformaram a maneira como veem o mundo, as pessoas e a si mesmas.

Balanço do programa ExploreCarlotas

Devido à pandemia, os instrumentos de apoio foram apostilas de histórias, atividades lúdicas e jogos para falar sobre as emoções com crianças e jovens. O primeiro Café Virtual foi um encontro remoto para dialogar e organizar as experiências internas com o tema: “Saúde Emocional dos educadores em Tempos de Pandemia.” Com esta atividade a devolutiva de professores, educadores, pais e mães foi muito positiva.

Ao todo 517 educadores participaram de 6 oficinas presenciais e 30 oficinas online onde 6 macrotemas foram abordados: Saúde Emocional, Arteterapia e Saúde, Tempos de Incerteza, o livro Saudade Sabor Chocolate, o Poder Transformador das Histórias e Empatia, Diversidade e Segurança Psicológica.

Um material digital inédito foi construído: uma trilha de aprendizagem em educação emocional adaptado para todas as faixas etárias (de 0 a 17 anos). Respeitando os pilares da UNESCO (aprender a ser, a conhecer, a fazer e aprender a conviver) e fortalecendo as competências socioemocionais da Base Nacional Comum Curricular – BNCC (autoconhecimento, autogestão, amabilidade, relações e tomada de decisão responsável). Com isso, 6 apostilas garantem que educadores e educandos tenham acesso a informações de qualidade. Para mais informações do relatório do Programa ExploreCarlotas clique aqui para fazer o download: http://bit.ly/2020_ExploreCarlotas.

Sobre Carlotas 

Uma empresa com propósito social, localizada no Brasil, nos Estados Unidos e na Alemanha, que busca realçar o potencial da empatia, por meio de uma abordagem única. Carlotas ilustra o diálogo sobre a desconstrução do perfeito e aceitação da diversidade, por meio da arte e do lúdico, encoraja o desenvolvimento das habilidades socioemocionais para melhorar as relações humanas. Para mais informações acesse: https://carlotas.org/

Gostou de “Balanço do programa ExploreCarlotas com vídeo e relatório anual?

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais em nosso Caderno Cultural. Confira nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 1.032 outros assinantes

São Paulo é a 1º em ranking Nacional de consultas online

Brasil é o 5º no ranking que busca informações de saúde pela internet, além de consultas online que virou o preferido em nível nacional durante a pandemia. Será que esse novo modelo de atendimento veio para ficar?

O isolamento social mudou a rotina não só dentro de casa, mas também nas empresas de diversos setores. A procura por teleatendimentos na área da saúde tem feito as operadoras de planos de saúde, os consultórios e os médicos se adaptarem ao novo cenário.

Segundo a pesquisa divulgada pelo instituto Ipso MORI, 86% dos brasileiros com acesso à internet utilizam a rede para buscar orientações sobre saúde, remédios e suas condições médicas. O percentual coloca o país no 5º lugar no ranking do estudo.

Com adaptações para poder continuar realizando consultas, na pesquisa da Opinion Box, 37% das pessoas tiveram que fazer uma consulta ou atendimento médico durante a pandemia. Destes: 47% fizeram uma consulta de rotina, 35% precisaram continuar um tratamento que já estavam fazendo.

Globalmente, o mercado de telemedicina movimentou $45,5 bilhões em 2020 e estima-se que esse número aumentará para $175,5 bilhões até 2026 segundo a fonte Emarketer. 

Além disso, 43% das pessoas acreditam que, após a pandemia, a telemedicina será mais utilizada do que era antes. O cenário mudou. As pessoas trocaram os taxistas pelo uber, os hotéis pelo Airbnb, os restaurantes pelo Ifood e as consultas presenciais pela telemedicina. Os tratamentos não emergências, tiveram que se adequar a um modelo que mescla o mundo real e virtual. “Nós também tivemos que mudar a forma de trabalhar para acompanhar as necessidades do mercado e dos pacientes”. Finaliza Dr. Marra especialista em rinoplastia, ao comentar que atualmente atende cerca de 7 a 10 pacientes por dia.

Em São Paulo a telemedicina é a atividade digital com o maior aumento de novos usuários. Metade das pessoas que mais usam a tecnologia, ou usaram pela primeira vez, dizem que pretendem continuar quando o surto terminar. Estima-se que 50% dos serviços de saúde serão conduzidos virtualmente até 2030.

Consultórios:
Av. Dr. Chucri Zaidan, 1550, 1914 – Vila Cordeuri – São Paulo
Rua Doutor José Lourenço, 2710 – Fortaleza
Rua Rio Grande do Norte, 726, Sala 603 – Minas Gerais

São Paulo é a 1º em ranking Nacional de consultas online
Doutor Thiago Marra. Foto: Divulgação

Quem é Dr. Marra?

Thiago Marra é doutor especialista em rinoplastia. Ele nasceu em Belo Horizonte e vem de uma família tradicionalmente de médicos. Formou-se no colégio Loyola, um dos mais conceituados de Belo Horizonte, e cursou medicina na FCMMG (Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais) – nota 5 no ENADE e uma das mais antigas e tradicionais faculdades de medicina do país. Em janeiro de 2012, ingressou no serviço de pós-graduação de cirurgia-geral pela Santa Casa de Misericórdia de Belo Horizonte na equipe cirúrgica do dr. Nancran.

Durante dois anos em tempo integral, dedicou-se dentro de um dos maiores hospitais públicos da América Latina, com mais de 1.000 leitos no SUS, a aprender tratar cirurgicamente dezenas de patologias como hérnia inguinal, hérnia umbilical, colecistectomia (retirada de vesícula), abdómen agudo, tumores intestinais, dentre outros. Após concorrer a disputada vaga em cirurgia plástica, com mais de 40 candidatos para duas vagas, ele foi aprovado no serviço no Hospital Universitário de Ciências Médicas. Foram três anos de muito aprendizado ao lado de mais de 14 preceptores, dentre eles mestres e doutores, e mais de 8.400 horas cumpridas.

Gostou de “São Paulo é a 1º em ranking Nacional de consultas online?

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais em nosso Caderno Cultural. Confira nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 1.032 outros assinantes

USP oferece cursos gratuitos e on-line

A Universidade de São Paulo (USP) oferece cursos gratuitos disponíveis para todos os públicos, sem exigência de formação específica. Os conteúdos estão disponíveis on-line, na plataforma coursera, e são de diferentes áreas do conhecimento, desde ciências de dados, tecnologia, negócios e mais.

Grupo de divulgação de vagas no Facebook (clique aqui)
Canal de divulgação de vagas no Whatsapp (clique aqui)
Canal de divulgação de vagas no Telegram (clique aqui)

Entre as aulas dos cursos, o aluno terá conteúdo sobre vários temas, como gestão de projetos, estatística, marketing digital, estrutura jurídica e financeira, marketing e vendas, criação de startups.

No momento, são 15 cursos publicados desenvolvidos por professores da USP para quem busca ampliar os conhecimentos e aperfeiçoar o currículo.

  • Marketing Digital
    Aprenda a desenvolver a estratégia de marketing digital para a sua empresa ou startup, nesse curso você irá aprender sobre os principais pontos do Marketing como ROI, SEO, SEM, Testes AB e como gerenciar o funil de conversão e também como usar plataformas como Google adwords e Analytics, Facebook Ads e Email Marketing.

  • Introdução aos Princípios e Práticas da Gestão De Projetos
    esta série de cursos e atividades práticas proporciona as habilidades para que seus projetos sejam executados e os resultados esperados entregues conforme o cronograma e o orçamento. Você vai adquirir sólidos fundamentos da gestão de projetos que poderão ser aplicados em seu trabalho.

  • Econometria Básica Aplicada
    Buscaremos introduzir aos alunos métodos de estimação de modelos lineares que relacionam variáveis econômicas. Espera-se que o aluno seja capaz de entender modelos simples e testar hipóteses sobre os modelos de interesse.

  • Criação de Startups: Como desenvolver negócios inovadores
    Ao final desse curso, esperamos que você esteja familiarizado com os principais conceitos e metodologias de criação de startups. Para melhorar o seu aprendizado, trabalhe com uma ideia ou um projeto e tente trabalhar nas entregas opcionais ao final de cada módulo.

  • Mapas conceituais para aprender e colaborar
    Você aprenderá a fazer bons mapas conceituais, ou seja, mapas que representam com fidelidade o seu entendimento sobre o tema mapeado – revelando o que você sabe e o que você não sabe!

  • Introdução à Análise Macroeconômica
    Neste curso de introdução à análise macroeconômica, objetivamos apresentar a estrutura lógica (modelos) da macroeconomia moderna, de maneira simples e com auxílio de gráficos básicos e intuitivos.

  • Origens da Vida no Contexto Cósmico
    É um curso com formato multidisciplinar que o levará a compreender melhor os aspectos envolvidos no surgimento de vida na Terra e no possível surgimento de vida em outros planetas.

  • Introdução ao Teste de Software
    Ao completar o curso, os estudantes serão capazes de planejar e aplicar as principais técnicas, critérios e ferramentas de teste em variados domínios e tipos de software.

  • Marketing e vendas B2B: Fechando novos negócios
    Aprenda a aumentar as vendas em negócios B2B com técnicas e estratégias de Marketing. Este curso introdutório oferece conteúdos teóricos e práticos dados pelos profissionais das maiores startups brasileiras, como Lean Survey, looqbox, Colaboradores, entre outras.

  • UX / UI: Fundamentos para o design de interface
    Aprenda com uma das maiores startups do Brasil, a Taqtile sobre com criar a melhor experiência para o seu usuário, formas de gerar ideias, princípios básicos de design e como desenvolver interfaces de aplicativos e sites, esse curso introdutório é composto de aulas teóricas com exemplos práticos de aplicação de cada assunto abordado.

  • Compreendendo o Zika e doenças emergentes
    Através deste curso você vai saber porque tantas doenças que surgiram atualmente (doenças emergentes) são causadas por vírus, como elas surgem e se espalham. Veremos como vírus causadores de doenças entram em contato com o ser humano e como se espalham, principalmente aqueles transmitidos por mosquitos, como os vírus da Dengue e Zika. Você será capaz de identificar como e onde o Zika vírus começou a causar a atual pandemia, entenderá como ele circula e quais os sintomas que causa nas pessoas em geral e em gestantes e particular, com ênfase na microcefalia.

  • Consolidando empresas: Estrutura jurídica e financeira
    Ao final desse curso, esperamos que você esteja familiarizado com os principais conceitos, ferramentas e princípios de como regulamentar a sua empresa, como geri-la financeiramente, como encontrar o seu modelo de negócio e como lidar com investimentos e investidores.

Gostou de “USP oferece cursos gratuitos”?

USP oferece cursos gratuitos
USP oferece cursos gratuitos

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Aproveite e leia sobre Carreiras e Trabalho, com os ensinamentos de Rogério de Caro.

Alunos da rede estadual de São Paulo têm acesso a cursos online gratuitos

Formações da plataforma Google Ateliê Digital são voltadas para o mundo digital e o mercado de trabalho

A empresa Google, por meio da plataforma Google Ateliê Digital, oferece aulas online gratuitas para início e aperfeiçoamento de carreira dos estudantes da rede estadual paulista. São diversos cursos voltados ao mundo digital e mercado de trabalho que podem ser acrescentados ao currículo ou até mesmo usados para gerenciar a própria empresa.

Os atuais cursos disponíveis variam de 1 a 40 horas de estudos e algumas opções são: Fundamentos do Marketing Digital; Entenda conceitos básicos de codificação; Introdução à comunicação corporativa.

As aulas são disponibilizadas por módulos e podem ser feitas a qualquer momento e acessadas no computador, tablet ou celular. Assim, os estudantes podem criar o próprio cronograma de aprendizagem da forma mais conveniente.

Os interessados podem acessar o Google Ateliê Digital pela internet.

Mudança na CLT propõe mesma regra do presencial e home office

De acordo com as regras atuais, a jornada de oito horas e o descanso mínimo de 11 horas entre duas jornadas não se aplicam ao trabalho remoto

Um Projeto de Lei apresentado na Câmara dos Deputados prevê que a jornada de trabalho no regime de home office atenda às mesmas normas do trabalho presencial, preconizadas pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). De acordo com as regras atuais, a jornada de oito horas e o descanso mínimo de 11 horas entre duas jornadas não se aplicam ao trabalho remoto. 

O PL 4831/20, que tem autoria do deputado João Daniel (PT/SE), também acrescenta novos dispositivos à legislação atual, como permitir as atividades durante o intervalo entre jornadas. Mas para isso será necessário um acordo entre o empregador e o empregado. As atividades seriam computadas como tempo de serviço, com garantia de hora-extra. 

Em outro ponto que alteraria o artigo 75-C da CLT, o texto propõe que a comunicação entre o trabalhador e o empregador por meio de quaisquer plataformas, programas, aplicativos ou redes sociais para tratar de trabalho e em horário fora da jornada, deverá, também, ser computada como tempo de serviço, com garantia de hora-extra. 

O deputado justificou a apresentação do projeto apontando “ampliação não apenas da intensidade de trabalho”, como “aumento da jornada informal”. Além disso, o parlamentar diz que “instrumentos particulares, como redes sociais e aplicativos de uso exclusivo pessoal viraram extensão do trabalho, sem respeito à privacidade, jornada ou garantias trabalhistas.”

Para o advogado trabalhista Fábio Ferraz dos Passos, o projeto traz algumas falhas. “Ele me parece um pouco inócuo e tem pouca serventia. A aplicação da limitação da jornada de trabalho conforme a presencial já é prevista na Constituição, que limita a jornada em oito horas de trabalho e que tudo o que passar esse limite deve ser compensado devidamente”, critica. 

Arte: Brasil 61

Custos

O projeto de lei também estabelece que os empregadores passam a ser responsáveis pela aquisição, manutenção ou fornecimento dos equipamentos tecnológicos e da infraestrutura necessária e adequada à prestação do trabalho remoto e pelo reembolso de despesas com as quais o funcionário arcou para trabalhar. De acordo com a CLT, a responsabilidade sobre os custos da infraestrutura necessária para o teletrabalho deve estar prevista em contrato de trabalho. 

Passos também acredita que a proposta poderia ser mais abrangente e que deixa de especificar pontos importantes, como a fiscalização. “Quem é que vai fiscalizar o ambiente de trabalho? O ambiente em que o teletrabalho é realizado é adequado, a cadeira é ergonômica, a mesa é interessante, a conexão é boa ou trabalha em péssimas condições? Tudo isso não foi abordado, infelizmente”, avalia.   

Luís Otávio Camargo Pinto, presidente da Sociedade Brasileira de Teletrabalho e Teleatividades, avalia que os custos com despesas por causa do teletrabalho para os funcionários são compensados, em parte, pela economia com o deslocamento casa-trabalho que era feito. No entanto, ele entende que as empresas devem buscar acordos para equilibrar essa relação.  

“Se o colaborador, tinha uma despesa isso passou a crescer com o home office, o bom senso pede que as empresas estabeleçam junto com seus funcionários, custeando parte desse acréscimo, seja na utilização do telefone, da banda larga ou conta de luz”, exemplifica. 

Benefícios

Para Camargo Pinto, este tipo de regime de trabalho veio para ficar definitivamente. A expectativa dele é de que o número de trabalhadores em home office no país salte para cerca de 20 milhões nos próximos anos. Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), até a primeira semana de setembro, esse número era de 8,3 milhões. 

Ele acredita que além da economia do governo e das empresas privadas com a adoção do teletrabalho, há muitas outras vantagens para todos os envolvidos. “O teletrabalho é uma forma de atrair e reter talentos. Pesquisas também estão demonstrando a melhoria da produtividade. Outro benefício é a qualidade de vida, porque profissionais que antes demandavam até três horas [para se deslocar ao trabalho], esse benefício veio para ficar. E mais um benefício, para o meio ambiente, com menos carros nas ruas e menos emissão de CO2”, elenca. 

Uma pesquisa do DataSenado apontou que 41% dos entrevistados que trabalham em casa relataram maior produtividade do que no modelo laboral tradicional, de ida a um escritório, por exemplo. Outros 38% alegaram que o desempenho não se alterou, ante 19% que sentiram queda no rendimento. 

Economia

Um dos grandes pontos apontados pelos defensores do teletrabalho é a economia que isso gera aos cofres públicos e ao caixa das empresas. O Governo Federal, por exemplo, divulgou que, entre abril e setembro, economizou cerca de R$ 1 bilhão graças ao home office. A redução de custos mais significativa ocorreu com diárias, passagens e despesas com locomoção, cerca de R$ 471 milhões. 

Outro Executivo que publicou um balanço da economia com o teletrabalho foi o governo de Goiás. Ao todo, o estado conseguiu economizar mais de R$ 83 milhões com despesas de custeio entre abril e agosto, na comparação com o mesmo período do ano passado. 

Fonte: Brasil 61

Aulas on-line

A grade curricular,  em alguns países é deficiente por si presencialmente. Como lidar com a estrutura, a princípio desestruturada que iniciaram essas transmissões on line?!?

Somente Deus para de fato ter piedade de nós. Aulas on-line é um assunto que divide opiniões, por ser maçante, conteúdos que “parecem ser” ministrados as pressas, sem nenhuma organização, crianças perplexas com  olhar vago diante da tela, pais desesperados, sem saber ao certo como auxiliar seus filhos.

E ainda sim, *crianças que ficaram desassistidas* durante uma quarentena que se prolonga a mais de 6 meses …Professores, que se esforçam dia a após dia e que certamente ao final do dia, relembram e se questionam em relação resultados…Aulas on-line, um novo necessário!!!Felizes os que deram continuidade aos conteúdos e parabéns aos professores por se reinventarem!!! 👏👏

ॐ∞

Valid participa do Liga Open Innovation Summit 2020

A Valid, multinacional brasileira, marca presença no Liga Open Innovation Summit, um dos principais eventos sobre Inovação Aberta do país, que acontece de 22 a 24 de setembro. Este ano o evento será em um novo formato, totalmente on-line, aberto e gratuito.

No dia 24, às 11h, Maurício Menezes, COO da Valid, será um dos painelistas do Jornada da inovação: Como aprimorar sua estratégia de inovação aberta e reverberar dentro e fora da empresa.

No mesmo dia, às 11h30 começa a apresentação do “Acelera Valid” com os líderes de oito cases de inovação da companhia, sendo eles Agrotopus, BluPay, Fatura Digital, Sign2GO, UP, Valid Hub, VIDaaS e VIDaaS GIS.

Serviço: Liga Open Innovation Summit

Data: 22 a 24 de setembro de 2020

Inscriçõeshttps://bit.ly/2FHpb9e

Por: Soraya Simón
Email: ssimon@acpcomunicacao.com.br
Cel: (11) 99329-3306