Bolsas de Estudo: Editech oferece mil em curso de tecnologia voltado para jovens

Inscrições para curso, e bolsas de estudo, oferecido pela Digital House vão até 1º de julho

Relatório da Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom) aponta que a área de Tecnologia da informação (TI) demandará 420 mil profissionais até 2024. Para suprir essa demanda, seria necessário capacitar, anualmente, pelo menos, 70 mil pessoas para atuar em carreiras, como desenvolvimento de software, engenharia de redes e ciências de dados. No entanto, o Brasil forma apenas 46 mil profissionais por ano na área.

Atenta a essa realidade, a Digital House, em parceria com o Mercado Livre e a Globant, criou o Certified Tech Developer, curso destinado a jovens que acabaram de concluir o ensino médio e precisam de uma qualificação para se colocar no mercado de trabalho. “O curso foi desenvolvido para que, em um período de dois anos, o aluno adquira todos os conhecimentos técnicos necessários para sua inserção no mercado da indústria tecnológica”, explica Sebastian Mackinlay, CEO da Digital House Brasil.

As inscrições para a segunda edição do Certified Tech Developer, cujas aulas têm início em 9 de agosto, estarão abertas até 1º de julho de 2021. Para esta edição do programa, serão concedidas 1000 bolsas de estudo de 95%. O programa quer atrair, principalmente, estudantes de baixa renda, mulheres e outras minorias para a área da tecnologia. Os candidatos deverão cumprir as etapas do processo seletivo conforme prazos informados durante o processo. Quanto antes conseguirem concluir todas as etapas, mais chances de serem contemplados com uma das bolsas. A primeira edição do programa teve mais de 45 mil inscritos para 250 bolsas, uma relação de 180 candidatos por vaga.

Conheça todos nossos canais (Whatsapp, Telegram, Facebook, Buscador): https://jornalgrandeabc.com/inicio/nossas-redes-sociais/

O CEO da Digital House enfatiza que na América Latina existe uma crescente demanda por perfis com especialização tecnológica e uma baixa porcentagem de jovens que se capacitam para trabalhar nesta indústria, especialmente, nas camadas mais carentes da população. “Nesse sentido, o Certified Tech Developer vem atender a demanda urgente do mercado por mão de obra qualificada e, com a concessão de bolsas, oferecer ao jovem de baixa renda a oportunidade de se inserir em uma área cuja taxa de empregabilidade é alta, além da excelente remuneração, que pode transformar a sua condição social”, acredita Mackinlay.

O Certified Tech Developer tem foco na prática e na formação para o mercado de trabalho. De acordo com Mackinlay, a proposta é oferecer ao jovem a possibilidade de ingressar no mercado de trabalho com uma remuneração atrativa, sem que precise fazer um curso universitário. Para isso, o programa se baseia no ensino de habilidades já utilizadas por empresas de tecnologia que são referência no mercado. Além disso, a metodologia de sala de aula invertida, em que o aluno estuda a parte teórica nos momentos fora da aula e usa o período de aula para praticar, dá a oportunidade para que o indivíduo tenha contato e busque soluções para problemas reais desde as primeiras aulas.

“O curso foi estruturado para que, durante o primeiro ano, o aluno estude de forma intensiva a fim de que, ao final deste período, ele tenha conhecimentos suficientes para ingressar imediatamente no mercado de trabalho. Já no segundo ano, a carga horária se torna menor e mais flexível para que o aluno consiga conciliar trabalho e estudo”, salienta o executivo.

Vagas de hoje 18 de março 2021

Pensando em mudar de carreira ou se preparar melhor para entrevistas de emprego? Conheça a RC Locus, referência em Recrutamento & Seleção, em todos os níveis.

Cenário
Somente entre os meses de março e setembro de 2020, o país fechou 897 mil vagas com carteira assinada, de acordo levantamento do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A maior parte das baixas aconteceu nos setores de Serviços e Comércio. Ao todo, foram perdidas 181 mil vagas de vendedores em lojas e mercados – o dobro do número de vagas fechadas na indústria. Isso sem contar 1,4 milhão de trabalhadores domésticos que perderam o emprego no mesmo período, ainda de acordo com o IBGE.

Tal cenário mostra que se por um lado a crise sanitária provocou a aceleração da chamada transformação digital, por outro ela acelerou também a tendência de extinção de funções consideradas mais mecânicas. Um relatório da consultoria McKinsey estima que funcionários de atendimento ao público em setores como Varejo, Turismo, Alimentação e profissionais de apoio em escritórios terão os cargos ameaçados de extinção até 2030. Serão 100 milhões de vagas a menos apenas nos oito países que foram foco de estudo da consultoria.

O fato é que as funções mecânicas tendem a ser substituídas pela tecnologia e a transição de emprego e mesmo a inserção no mercado de trabalho irá demandar mais estudos. Nesse contexto, jovens, minorias e aqueles com menor educação formal serão os mais prejudicados. “Tudo isso mostra a urgência da necessidade de as pessoas buscarem, desde já, alternativas para manterem a sua empregabilidade no pós-pandemia. Levando em conta que a automação das atividades é um caminho sem volta, as carreiras digitais se tornam uma das alternativas mais viáveis”, acredita o CEO da Digital House.

SERVIÇO
Curso Certified Tech Developer
Inscrições: de 1/6 a 1/7 pelo site https://www.digitalhouse.com/br/bolsas/certifiedtechdeveloper
Início das aulas: 9/8

Vagas de hoje 17 de março 2021

Conheça nossa parceria com o site Lista de Vagas. Visite e confira mais vagas verificadas e reais.

Mais Vagas no Grande ABC

Gostou “Bolsas de Estudo: Editech oferece mil em curso de tecnologia voltado para jovens”?

Bolsas de Estudo: Editech oferece mil em curso de tecnologia voltado para jovens
Inscrições para curso, e bolsas de estudo, oferecido pela Digital House vão até 1º de julho. Foto de ThisIsEngineering no Pexels

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email assim que estiverem online em nosso site. Aproveite e leia sobre Carreiras e Trabalho, com os ensinamentos de Rogério de Caro. Veja também as Últimas Notícias.

Junte-se a 1.000 outros assinantes

Projeto De Volta pra Sala abre inscrições extras para oficinas de capacitação

O Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) vai retomar as aulas e oficinas de capacitação do projeto De Volta pra Sala, que transforma sofás velhos descartados nas Estações de Coleta em novos mobiliários. Para marcar o retorno, a autarquia vai disponibilizar novas vagas aos munícipes interessados em participar da formação e também realizará uma exposição das peças que já foram produzidas pelos participantes.

O projeto “De Volta pra Sala – transformando sofás em cidadania” é inspirado no projeto Okavango, de Diadema. A iniciativa do Semasa é financiada pelo Fumgesan (Fundo Municipal de Gestão e Saneamento Ambiental) e teve início em 2019, mas, por causa da pandemia, em 2020 o projeto precisou ser paralisado e os encontros serão retomados em 2 de julho. A exposição, que acontecerá no dia 22 de junho no novo Calçadão da rua Senador Flaquer, faz parte da programação do Junho Verde.

Durante a exposição, moradores de toda a cidade poderão conhecer o trabalho desenvolvido pelo projeto, acompanhar a montagem e produção de peças e ver de perto algumas das criações. A mostra é ao ar livre e seguirá todos os protocolos de segurança e prevenção à Covid-19.

“Neste ano, já recebemos 5.458 sofás nas Estações de Coleta e outros 120 foram removidos das ruas, descartados irregularmente. O projeto viabiliza uma alternativa ambientalmente sustentável para o reaproveitamento deste tipo de produto, o que favorece a limpeza da cidade, a ampliação da vida útil do Aterro Municipal e ainda propicia uma formação profissional a moradores da cidade”, pondera o superintendente do Semasa, Gilvan Junior. 

Inscrições para novos interessados – Munícipes interessados em participar das aulas do De Volta pra Sala podem se inscrever até o dia 18 de junho pelo email devoltaprasala@semasa.sp.gov.br ou pelo telefone 4433-9041.

O Semasa está disponibilizando 15 novas vagas. Para participar, basta ser morador de Santo André, possuir mais de 18 anos, ser alfabetizado e ter disponibilidade para participar dos encontros presenciais. O projeto promove conscientização socioambiental e os participantes têm a oportunidade de aprender um novo ofício, com possibilidade de geração de renda. A iniciativa da autarquia, seu formato e objetivos estão integrados às premissas dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), da Organização das Nações Unidas, que faz parte do compromisso municipal pelas Cidades Sustentáveis.

Segundo Diolindo Sousa, criador do projeto Okavango, o objetivo é que a pessoa consiga visualizar no móvel descartado uma possibilidade de trabalho. “Começamos ensinando as técnicas para produção de um modelo básico e com o tempo eles já começam a aprender a produção de mobiliários mais modernos e que estejam de acordo com a demanda do mercado”, explica Sousa, que é consultor no projeto de Santo André.

A meta final é que seja implementada uma oficina de recuperação e produção de sofás e poltronas ambientalmente corretos, por meio de um empreendimento de economia solidária, que terá apoio técnico da autarquia. As aulas são teórico-práticas e os participantes recebem formação em cooperativismo, tapeçaria e empreendimento solidário.

Serviço

•        Exposição ‘De Volta pra Sala’

Dia: 22/6, das 10h às 16h, no novo Calçadão da rua Senador Flaquer (Centro)

•        Inscrições para vagas extras

De 8 a 18/6, pelo e-mail devoltaprasala@semasa.sp.gov.br ou pelo telefone 4433-9041.

Requisitos para participar: ser morador de Santo André, possuir mais de 18 anos, ser alfabetizado e ter disponibilidade para participar dos encontros presenciais


| Texto: Paloma Alvarez

| Fotos: Divulgação/PSA

Mais notícias do Grande ABC

Gostou “Projeto De Volta pra Sala abre inscrições extras para oficinas de capacitação”?

Projeto De Volta pra Sala abre inscrições extras para oficinas de capacitação

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email assim que estiverem online em nosso site. Aproveite e leia sobre Carreiras e Trabalho, com os ensinamentos de Rogério de Caro. Veja também as Últimas Notícias. Visite e conheça o nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 1.000 outros assinantes

Qualificação de trabalhadores da alimentação em Diadema – Gratuito

O curso on-line de “Higiene na Manipulação de Alimentos” será realizado pela Secretaria de Segurança Alimentar (SSA) na próxima segunda-feira (10 de maio), às 9h. Esta atividade é destinada para a qualificação dos trabalhadores do ramo de alimentação, e também os profissionais do comércio de alimentos de rua.

A formação será realizada por nutricionistas do Programa de Educação Alimentar e Nutricional de Diadema (PEAND). Com carga horária de duas horas nesta formação, o objetivo é disponibilizar orientação e informações sobre os cuidados e procedimentos que devem ser praticados no preparo, transporte e manuseio dos alimentos comercializados.

A Secretaria disponibiliza 20 (vinte) vagas, sendo necessário se inscrever para participar da atividade. Ela deverá ser feita através do telefone 4053-3940, no horário da 8h às 14h, ou pelo e-mail educa.alimentar@diadema.sp.gov.br.  Ao realizar o cadastro, o interessado deverá enviar o nome completo, telefone para contato, local de trabalho e qual tipo de alimento que comercializa. Realizada a inscrição, posteriormente, o participante receberá um link para acesso às informações.

“O curso faz parte das ações que a secretaria realiza, visando a alimentação saudável e de qualidade. O dono de uma lanchonete ou um comerciante que vende alimentos nas ruas, ao fazê-lo, se qualifica para oferecer produtos melhores aos seus clientes e preparados com todas as normas de higiene”, afirma o responsável pela pasta, Gel Antônio.

Com informações da Prefeitura de Diadema.

Mais Vagas no Grande ABC

Vagas de hoje 17 de março 2021

Conheça nossa parceria com o site Lista de Vagas. Visite e confira mais vagas verificadas e reais.

Gostou da nossa matéria “Qualificação de trabalhadores da alimentação em Diadema – Gratuito“?

Qualificação de trabalhadores da alimentação em Diadema - Gratuito
Foto: Dino Santos

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 1.000 outros assinantes

Profissionalização de pintores é foco de Programa da Tintas MC

Lançado em 2020 em comemoração ao Dia do Pintor, o programa de profissionalização de pintores ‘MC pra Você’ já soma mais de 2300 cadastros e quase profissionais 400 premiados.

A Tintas MC, maior rede varejista de tintas do Brasil, com mais de 120 lojas, incluindo unidades próprias e franquias, aposta em ações que impactem diretamente na melhora da rotina do pintor, que é o seu principal cliente. Para cumprir com esse objetivo, a marca desenvolveu um cronograma de ações com foco em iniciativas que ofereçam conhecimento técnico aos profissionais do segmento.

Uma dessas ações foi o lançamento, em 2020, de um programa de fidelidade, que além de premiar os participantes, investe principalmente na profissionalização do pintor, o “MC pra Você”. O programa de fidelidade da Tintas MC, é totalmente focado no pintor e tem como objetivo incentivar a especialização do profissional, oferecendo como prêmios, ferramentas para que o profissional consiga se desenvolver e aprimorar o trabalho e ter uma rotina mais dinâmica e eficiente.

O MC pra você, está disponível em todas as unidades da marca distribuídas nos estados de São Paulo, Minas Gerias, Espírito Santo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná e Goiás, já conta com mais de 2300 cadastrados e 400 profissionais premiados em menos de seis meses.

Capacitação do profissional
A Tintas MC tem como propósito o desenvolvimento da categoria de pintores no Brasil. Dentro desse contexto, o programa faz parte de uma estratégia desenvolvida pela rede para se aproximar do pintor, valorizar o seu trabalho e colaborar para que esse profissional esteja cada vez mais capacitado para atender as demandas do mercado.

“Sempre apoiamos, independentemente de bandeiras, todos os movimentos que tenham como espinha dorsal o desenvolvimento do pintor. O programa de fidelidade foi um projeto muito pensado e estudado durante quase dois anos, porque queríamos trazer para os pintores algo de valor, algo que fosse realmente percebido como um diferencial e como uma preocupação genuína com o seu crescimento profissional”, explica Flávia Sá, diretora de Marketing e Franquias do Grupo Aliar (Holding que abriga as empresas Tintas MC, Tintas MC Franchising, Distribuidora Premium e MC
Export).

Além de disponibilizar prêmios, o programa de fidelidade prioriza os pintores cadastrados em treinamentos e cursos de capacitação. “Em decorrência da pandemia, os cursos presenciais ainda não foram liberados. Mas, dentro da plataforma, os pintores também pontuarão ao participarem de cursos e cafés da manhã oferecidos pela Tintas MC, além de terem prioridade nas listas de treinamento da loja onde fazem suas compras”, ressalta Flávia.

Entre os profissionais beneficiados pelo programa está Vanderlei Pinto, 43, pintor que trabalha há 28 anos em Mogi Guaçu, região de Campinas (SP). O pintor já resgatou diversas ferramentas que o ajudam em sua rotina de trabalho. O pintor acredita que o programa “MC pra Você” valoriza o profissional e consegue unir a categoria “Eu recomendo a todos os colegas de trabalho que participem do programa da Tintas MC. Acho que não é só pela premiação, mas sim pela união da categoria que muitas vezes é desvalorizada. Acho importante ver que uma empresa do tamanho da Tintas MC está preocupada com o desenvolvimento do pintor no mercado”.

Outro profissional que também recomenda o cadastro no programa é Alessandro Silva de Paula, 42, pintor há 19 anos em Itumbiara (GO). O pintor já recebeu uma lixadeira girafa e uma desempenadeira pelo programa de fidelidade. “Recebi dois prêmios que são de grande utilidade em meu dia a dia. Sempre indico a Tintas MC, pela qualidade dos produtos encontrados na loja, pelo atendimento individualizado que recebemos e pelas ações que de uma forma ou de outra impactam em nossa profissão”, destaca.

Os interessados ainda podem participar do programa MC pra Você, para isso basta se cadastrar no programa pelo site, nas lojas, pelo sistema das unidades ou pelo app.

Sobre a Tintas MC
Com mais de 120 unidades, a Tintas MC é a maior rede de lojas de tintas do Brasil e um dos maiores varejistas do setor na América do Sul. A Tintas MC atua nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná e Goiás e tem planos de expansão para em breve estar em todo o território nacional.
https://www.instagram.com/tintasmc_oficial/ (@tintasmc_oficial)

Gostou de “Profissionalização de pintores é foco de Programa da Tintas MC?

Profissionalização de pintores é foco de Programa da Tintas MC
Profissionalização de pintores. Foto de Kaboompics .com no Pexels

Então, aproveite e assine nossa newsletter e seja noticiado assim que publicarmos novas matérias! Ah, leia mais em nosso Caderno Cultural. Confira nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 1.000 outros assinantes