Rede Família transmite a Copa da Liga Paulista de Futsal

A Rede Família de Televisão transmite, a partir de 8 de maio, a Copa da Liga Paulista de Futsal. A cobertura, exclusiva na TV aberta, tem a parceria da LiveSports e traz o melhor do futsal com a participação dos principais clubes da região. Todos os jogos serão transmitidos sempre aos sábados, a partir das 16h.

O primeiro confronto da Copa da Liga Paulista de Futsal a ser transmitido, diretamente do Ginásio Rogê Ferreira, em Campinas, reúne Pulo Futsal Campinas e Brutos Futsal Limeira, no dia 8 de maio, com transmissão da Rede Família a partir das 16h.

A Copa, com final marcada para o dia 10 de julho, terá a participação também de Uniara Fundesport, AD Indaiatuba, Barão de Mauá Ribeirão e A.A. Botucatuense.

A transmissão da Copa da Liga Paulista de Futsal envolve investimentos da emissora para oferecer ao público um evento esportivo de qualidade em uma grade de programação cada vez mais diversificada.

João Palomino, CEO da LiveSports, empresa especializada em streaming e parceira da Rede Família em conteúdos e eventos esportivos, destaca que o futsal sempre foi muito forte e empolgante no interior de São Paulo. “Esta parceria, que reúne Rede Família, Liga Paulista de Futsal e LiveSports, vai proporcionar crescimento à modalidade e atração aos torcedores, porque são times tradicionais e que investem bastante. Garantia de grandes jogos”, afirma.

A transmissão dos jogos da Copa não serão as únicas atrações do futsal na Rede Família. No programa Ligados no Esporte, que vai ao ar de segunda a sexta, das 19h às 19h30, o torcedor vai acompanhar boletins e reportagens exclusivas sobre o campeonato, com o resultado de todos os jogos.

Acompanhe os jogos

08/05, às 16h – Ginásio de Esportes Rogê Ferreira (Campinas)

Pulo Futsal Campinas X Brutos Futsal Limeira

15/05, às 16h – Ginásio do Complexo Esportivo Morada do Sol (Indaiatuba)

AD Indaiatuba X Brutos Futsal Limeira

22/05, às 16h – Ginásio de Esportes Rogê Ferreira (Campinas)

Pulo Futsal Campinas X Uniara Fundesport

29/05, às 16h – Ginásio de Esportes Osvaldão (Gavião Peixoto)

Uniara Fundesport X Barão de Mauá Ribeirão

05/06, às 16h – Ginásio de Esportes Rogê Ferreira (Campinas)

Pulo Futsal Campinas X AD Indaiatuba

12/06, às 16h – Ginásio de Esportes Osvaldão (Gavião Peixoto)

Uniara Fundesport X AD Indaiatuba

19/06, às 16h – Ginásio do Complexo Esportivo Mário Covas Jr. (Botucatu)

A.A. Botucatuense X Pulo Futsal Campinas

Rede Família transmite a Copa da Liga Paulista de Futsal
Foto: Divulgação

MAIS SOBRE A REDE FAMÍLIA

Rede aberta de TV, a Rede Família de Televisão transmite sua programação pelo canal 8.1, para 58 municípios do interior de São Paulo, alcançando cerca de 7 milhões de telespectadores. Está disponível também pelo canal da NET nas cidades de Campinas, Indaiatuba, Valinhos, Vinhedo e Limeira, nos canais 26 e 526, e Franca (SP), no canal 525. Com sede em Limeira e estúdios em Campinas, a emissora atua há mais de 23 anos na área de informação e está presente também no mercado de entretenimento e cultura. A partir do sinal de satélite, está disponível para parabólicas para mais de 85 milhões de telespectadores em todo o território nacional. (#SeLigaNaRedeFamilia).

Gostou de “Rede Família transmite a Copa da Liga Paulista de Futsal“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 1.002 outros assinantes

Novas Barreiras internacionais podem travar exportações da indústria paulista

A venda dos produtos industrializados brasileiros no comércio exterior teve queda superior a 15% em 2020, quando comparada com ano anterior, e registrou prejuízos estimados em mais de US$ 16 bilhões. A participação dos produtos industrializados na agenda de exportações nacionais teve o pior desempenho dos últimos 44 anos, representando apenas 43% de todos os produtos vendidos lá fora. Além disso, novas Barreiras internacionais podem travar exportações da indústria paulista

Em 2021, este cenário pode ser ainda pior porque o comércio no mercado internacional pode ser comprometido em até 22%, apenas por causa de barreiras comerciais recém-criadas que, segundo especialistas, podem gerar US$ 46 bi em prejuízos para os exportadores dos estados. 

A perda é prevista no estudo Novas Barreiras e Tendências no Comércio Internacional, publicado recentemente pela CNI. O documento alerta para novas formas de protecionismo praticadas no exterior para taxar ou barrar produtos brasileiros no mercado internacional.  

Nas comissões de Relações Exteriores e de Defesa Nacional, na Câmara dos Deputados e no Senado, o levantamento desperta entre parlamentares a necessidade da criação de ações de defesa do país no comércio internacional.

“Nós estamos sempre em posição de subserviência, de querer servir aos poderes externos. Nunca olhamos para dentro e dizemos: ‘nós podemos também, temos força e vamos construir essas forças’. Nós estamos sempre entregando e se entregando às normas e padrões que são estabelecidos de fora”, acredita o deputado federal Luiz Philippe de Orleans e Bragança (PSL-SP).
 
O comércio de máquinas e aparelhos de terraplanagem teve retração de 40%, seguido pelo setor aeronáutico, com quase 38% de prejuízos, e automobilístico, com 29% de perdas, no País. Entre os 10 maiores estados exportadores, nove tiveram queda nos negócios internacionais. São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul foram os entes que mais perderam exportações no último ano.

O estudo

As Novas Barreiras e Tendências no Comércio Internacional mostram que as atuais relações de compra e venda, de produtos agroindustriais no exterior, estão indo além dos acordos, leis e regulamentos do mercado internacional. Elas impõem grande número de medidas protecionistas disfarçadas por objetivos legítimos. 

A maquiagem é boa porque esconde a ação protecionista e inibe críticos que, quando corajosos por esclarecimentos, amargam o constrangimento injusto de serem avaliados como contrários às medidas de proteção do meio ambiente, por exemplo. O temor dos setores exportadores é a instituição permanente dessas novas barreiras no mercado internacional.

“Essas novas formas de barreiras criam desafios adicionais para as exportações brasileiras. Porque elas têm de um lado objetivo que é legítimo e é procurado pela própria indústria brasileira, de sustentabilidade, de respeito ao meio ambiente, mas, ao mesmo tempo, são barreiras disfarçadas. Então, por atrás de um objetivo legítimo acabam criando gargalos e discriminação para as exportações brasileiras”, diz Constanza Negri, Gerente de Diplomacia Empresarial e Competitividade do Comércio da CNI. 

Imagem 

O setor produtivo acredita que o país precisa de ações mais contundentes e maior espaço nas mesas de negociações do mercado internacional. A ideia é que o setor da agroindústria, governos e parlamento, possam formar uma frente coordenada de defesa dos interesses dos exportadores brasileiros.

A troca de ministros no comando das relações diplomáticas do Brasil pode ajudar a melhorar a imagem do país junto às nações exportadoras que, segundo o analista internacional, Pedro Paulo Gobbato, foi desgastada durante a gestão de Ernesto Araújo. Esse cenário deixa o País sem força de defesa no comércio internacional. 

“O Brasil se tornou meio que um alvo fácil para críticas. Ou seja, fica muito bom falar mal do Brasil porque agrada o público interno. A nova gestão do chanceler Carlos França tem como um dos principais objetivos mudar essa imagem no exterior”, lembra Gobbato. 

Barreiras

O estudo elege cinco tipos de novas barreiras comerciais, que juntas podem influenciar negativamente as vendas de todo setor produtivo do País. 

A primeira modalidade de novas barreiras surge dos padrões privados e das iniciativas de mercado. As medidas são numerosas porque são criadas voluntariamente pela iniciativa privada dos países desenvolvidos gerando dúvidas e custos adicionais aos exportadores. As barreiras, por serem novas, pressionam os produtores. A busca por financiamentos para os investimentos de adequação às normas aumenta e o endividamento do setor, também. Os setores brasileiros que mais sofrem influências deste tipo de barreira comercial são de produção de alimentos, têxtil, construção civil, equipamentos médicos e mineração.

Já as barreiras comerciais voluntárias exercidas pelos países importadores, na forma de sustentáveis podem ser instituídas como leis, com exigências de rastreamento das cadeias produtivas dos exportadores. A adaptação teria a maior impacto nas pequenas e médias empresas. O estudo alerta, ainda, que a União Europeia “pretende criar medidas próprias nesse sentido e suas exigências terão consequências extraterritoriais, condicionando as importações a seu padrão de sustentabilidade”. No Brasil, essas barreiras comerciais podem afetar todos os setores produtivos da agroindústria. Os exportadores brasileiros, de todas as áreas, estão vulneráveis para este tipo de barreira comercial. 

“São medidas que têm objetivos importantes de proteger a saúde, de diferentes consumidores dos países, mas, que muitas vezes, criam problemas de acesso aos mercados”, completa a Gerente de Diplomacia Empresarial e Competitividade do Comércio da CNI, Constanza Negri. 

A “novíssima” barreira comercial conhecida como reputacional é forma de avaliação da imagem, conduta e reputação do setor produtivo de um determinado país exportador. Não existem regras instituídas de forma oficial e as decisões de compra dos produtos é particular, de cada empresa. Por ser imprevisível, a barreira reputacional não concede tempo de adequação. A medida pode afetar todos os setores da agroindústria do País.

Arte: Brasil 61

Fonte: Brasil 61

Gostou da nossa matéria “Novas Barreiras internacionais podem travar exportações da indústria paulista“?

Exportações da indústria paulista
Exportações da indústria paulista. Foto: Divulgação

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias e mais vagas de emprego abertas. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 1.002 outros assinantes

Acidentes nas rodovias paulistas: Em 2020 já registraram mais de 28 mil

De cada dez acidentes com mortes ocorridos de janeiro a outubro de 2020 nas rodovias que compõem o Sistema Anhanguera-Bandeirantes, quatro envolveram motociclistas. De acordo com a concessionária CCR AutoBan, as motocicletas representam apenas 2,5% do total de veículos que circulam pelas autopistas do complexo. Acidentes nas rodovias paulistas

A Rodovia Anhanguera liga a capital paulista ao norte do estado. A Rodovia Bandeirantes, por sua vez, conecta a capital a importantes municípios de São Paulo, como Campinas.

Segundo o gestor de Atendimento da CCR AutoBan, Fabiano Adami, a concessionária procura organizar campanhas para orientar os motociclistas sobre segurança no trânsito. Uma das instruções de prevenção de acidentes é evitar trafegar pelos corredores que se formam entre os automóveis.

De acordo com levantamento do InfosigaSP, banco de dados que reúne informações da Polícia Civil, da Polícia Militar e da Polícia Rodoviária Federal, as rodovias paulistas concentraram 20,1% dos acidentes com vítimas. No total, em 2020, ocorreram mais de 28,7 mil acidentes entre Janeiro e Outubro.

Fonte: Agência Brasil

Não é feio corrigir um erro! Parabéns pela humildade

Conheça: https://professorrafaelporcari.com/

Dias atrás, falamos do erro de se promover uma peneira de futebol para buscar talentos (que é uma ótima ideia, mas não sem os cuidados necessários em meio a uma pandemia)ocorrido pelo descuido da falta de prevenção. Há quem não tenha gostado… paciência, o que é certo, deve ser alertado sem medo de críticas (especialmente de quem as faz tentando justificar com exemplos não-pertinentes).

Entenda o ocorrido em: https://wp.me/p4RTuC-seT.

Pois bem: na próxima quarta-feira, dia 25, ocorrerá outra peneira. Agora, com alertas para os cuidados com a Covid-19. Ótimo! Tomara que não tenhamos nenhum jovem com febre (e que existam os termômetros-pistola), nem que estejam em janela imunológica.

Boa sorte aos garotos e parabéns pela humildade, diretoria do Paulista. É torcer apenas para que, aqueles que ainda entendem que os cuidados são desnecessários (e infelizmente são muitos) tenham se rendido ao bom senso.

Jornal Grande ABC

COMUNICAÇÃO: Existem formas de falar

O Jornal Grande ABC é feito para você, e por vocês. Nossos colaboradores e jornalistas estão todos dias buscando novidades e matérias. Assim, produzindo material especial para nossos leitores. Nosso foco são as cidades de Mauá, Diadema, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo e Santo André. Além disso, cobrimos o que acontece no Brasil e no Mundo, incluindo esporte, entretenimento e tecnologias.

Não possuímos nenhuma vinculação política ou partidária. Da mesma forma, sem ligações com outras mídias já existentes na região. Nossa fundação se deu em 07 de Setembro de 2020. Desde então, cada dia estamos crescendo e chegando em mais dispositivos e usuários. Por isso, nossa maior satisfação é entregar material de qualidade para nossos leitores. Portanto, cada nova visita e comentário, nos dão mais fôlego para seguirmos firmes e fortes neste projeto.

Quer receber mais notícias, em qualquer momento? Assine nossa Newsletter, basta inserir seu e-mail logo abaixo, e receba as publicações todos os dias.

Junte-se a 1.002 outros assinantes

É um prazer ter você conosco. Aproveite para deixar comentário aqui embaixo. Salve nosso Site. Volte Sempre!

Fazenda SP disponibiliza R$ 18 milhões em créditos da NF

Os créditos são referentes às compras e doações de documentos fiscais realizadas em julho deste ano

A Secretaria da Fazenda e Planejamento liberou R$ 18.806.883,59 em créditos mensais aos participantes da Nota Fiscal Paulista. Deste montante, as instituições filantrópicas têm à disposição mais de R$ 9,2 milhões em créditos para utilização em seus projetos. Já para pessoas físicas e condomínios foram destinados R$ 9,5 milhões. Os créditos são referentes às compras e doações de documentos fiscais realizadas em julho deste ano.

Para transferir os recursos para uma conta corrente ou poupança de mesma titularidade, basta utilizar o aplicativo (app) oficial da Nota Fiscal Paulista pelo smartphone ou  tablet, digitar o CPF/CNPJ e senha cadastrada e solicitar a opção desejada. Quem preferir pode utilizar a página do programa na internet: portal.fazenda.sp.gov.br/servicos/nfp. Em ambas as opções os valores serão creditados na conta indicada em até 20 dias.

Os créditos da Nota Fiscal Paulista permanecem à disposição dos participantes por um ano a contar da liberação e podem ser utilizados a qualquer momento dentro desse período. O valor mínimo para transferência é de R$ 0,99.

Com esta liberação, a Secretaria da Fazenda e Planejamento já liberou em onze meses de 2020, mais de R$ 226,9 milhões aos participantes cadastrados no programa.

MêsPessoas Físicas e CondomíniosEntidades Beneficentes​Simples Nacional
Janeiro​R$ 11,2 milhõesR$ 10,7 milhões​R$ 221,4 mil​
Fevereiro​R$ 11,8 milhõesR$ 11,2 milhões​R$ 242,4 mil​
Março​R$ 12,7 milhõesR$ 12,2 milhões​R$ 236,0 mil​
AbrilR$ 20,5 milhõesR$ 17,9 milhõesR$ 245,2 mil
MaioR$ 12,2 milhõesR$ 11,9 milhõesR$ 211,1 mil
JunhoR$ 9,5 milhõesR$ 9,4 milhõesR$ 174,5 mil
JulhoR$ 6,4 milhõesR$ 6,8 milhõesR$ 111,2 mil
AgostoR$ 5,6 milhõesR$ 6,2 milhõesR$ 82,2 mil
SetembroR$ 7,3 milhõesR$ 6,5 milhõesR$ 94,6 mil
OutubroR$ 7,8 milhõesR$ 7,8 milhõesR$ 141,7 mil
NovembroR$ 9,3 milhõesR$ 9,2 milhõesR$ 176,1 mil

Sobre o programa Nota Fiscal Paulista

A Nota Fiscal Paulista, criada em outubro de 2007, integra o Programa de Estímulo à Cidadania Fiscal do governo do Estado de São Paulo, que distribui até 30% do ICMS efetivamente recolhido pelos estabelecimentos comerciais aos consumidores que solicitam o documento fiscal e informam CPF ou CNPJ, proporcional ao valor da nota. A devolução é feita em créditos que podem ser acompanhados pela internet e utilizados para pagamento do IPVA ou resgatados em dinheiro. O consumidor também pode solicitar o documento fiscal sem a indicação do CPF/CNPJ e doá-lo a uma entidade cadastrada no programa Nota Fiscal Paulista, se assim desejar. Essa é uma decisão pessoal e exclusiva do consumidor.

O programa conta com 21 milhões de participantes cadastrados e, desde seu início, soma mais de 79 bilhões de documentos fiscais processados. No total, a Nota Fiscal Paulista devolveu aos participantes do programa R$ 16,7 bilhões, sendo R$ 14,9 bilhões em créditos e R$ 1,8 bilhão em prêmios nos 144 sorteios já realizados.

Para conferir os créditos, aderir ao sorteio ou obter mais informações sobre a Nota Fiscal Paulista, basta acessar o site portal.fazenda.sp.gov.br/servicos/nfp para baixar o aplicativo do programa, acesse a loja de aplicativos de seu smartphone ou tablet.

EC São Bernardo vence e avança em segundo na Série A3

O time do ABC Paulista acabou fazendo um grande segundo tempo e levou os três pontos

Em jogo entre dois times que já estavam classificados, melhor para o EC. São Bernardo, que derrotou o Capivariano pelo placar de 3 a 0, em partida realizada na tarde deste sábado, no estádio Antônio Lins Ribeiro Guimarães, pela última rodada da Primeira Fase da Série A3 do Campeonato Paulista.

Com o resultado, o São Bernardo garantiu a vice-liderança, com 30 pontos, contra 25 do Capivariano, em quarto. O time do ABC, agora, pega o Batatais, sétimo, nas quartas de final. A equipe de Capivari decidirá uma vaga na semifinal frente ao Velo Clube, quinto.

PRIMEIRO TEMPO DO CAPIVARIANO!
O Capivariano foi melhor no primeiro tempo, teve mais posse de bola e criou as melhores oportunidades de gol, mas esbarrou no goleiro Maurício. Ele fez defesas importantes, incluindo uma no minuto final do duelo, quando abafou um chute à queima-roupa de Carlinhos, que entrou livre dentro da área.

EC. São Bernardo vence o Capivariano

EC. São Bernardo vence o Capivariano

Antes, o Capivariano já havia assustado. Maurício fez ao menos três defesas, enquanto que o EC. São Bernardo apostou nas bolas cruzadas para dentro da área para tentar ameaçar. Em uma delas, Dante apareceu na pequena área, mas foi travado na hora do arremate. A bola acabou indo para escanteio e nada mais.

SEGUNDO DO CACHORRÃO
O segundo tempo começou totalmente aberto, com as duas equipes buscando o gol. O Capivariano ficou novamente muito perto de abrir o placar. Douglas Netto foi cruzar, mas a bola acabou pegando efeito e só parou na trave. A resposta foi imediata. Lucas Gomes iniciou jogada, recebeu de volta, limpou a marcação e, de perna esquerda, guardou.

O São Bernardo seguiu pressionando e aproveitou uma saída de bola ruim do Capivariano para fazer 2 a 0. Eliandro ficou a com a bola e jogou no ângulo, em um belo chute. O terceiro quase veio nos pés de Tito. Dentro da área, chutou fraco para a defesa de Chris.

Nos minutos finais, o Capivariano ficou totalmente perdido e vinha escapando de perder por um placar ainda mais elástico, muito por sorte, já que o EC. São Bernardo chegou a jogar uma bola na trave. No fim, o time da casa, com Pedro Lopes, também jogou no poste.

Mas ainda deu tempo do São Bernardo fazer o terceiro. Em um chute despretensioso de Iago, o goleiro Chris acabou aceitando. Final: 3 a 0.

Fonte: Futebol Interior

Aprovada na Câmara, Nova Lei do Gás pode beneficiar indústria paulista

Marco legal para o setor no país deve trazer mais concorrência, oferta e preços mais baixos para os consumidores

Maior consumidor de gás natural do país, o estado de São Paulo tende a se beneficiar com a Nova Lei do Gás, aprovada na Câmara dos Deputados no início do mês. E é a indústria paulista – responsável por cerca de 80% do uso do combustível no estado – que deve sentir os primeiros efeitos positivos do Projeto de Lei (6407/2013) que altera as regras do mercado de gás natural, caso o texto também tenha apoio dos senadores.

Entre outras alterações na legislação atual, o PL prevê autorização em vez de concessão para o transporte de gás natural e estocagem em jazidas esgotadas de petróleo. Caberia à ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) apenas conceder a permissão para empresas que queiram construir ou ampliar gasodutos. Além disso, o texto viabiliza a quebra do monopólio da Petrobras no setor. Atualmente, a empresa é responsável por 100% da importação e cerca de 80% da produção do produto no país. 

Com as mudanças, especialistas favoráveis ao novo marco apontam que vai haver maior competitividade e oferta de gás. Estimativa do Ministério da Economia aponta para uma queda de até 50% no valor do gás natural para a indústria, por exemplo. Isso deve impactar diretamente no preço final dos produtos ao consumidor. O deputado Arnaldo Jardim (Cidadania-SP) elenca o que, para ele, são pontos importantes da Nova Lei do Gás, aprovada na Câmara.  
 
“Nós propomos mais gasoduto, mais agentes, mais competição. Por isso que os pontos do projeto são fundamentais: autorização para ampliar o número de gasodutos, acesso não discriminatório às infraestruturas de escoamento e de produção, reduzir a concentração, competição para oferecer gás, ampliar o seu uso e isso ser um caminho importante para o nosso país”, destaca.  

Melhorias

Projeção da Confederação Nacional da Indústria (CNI) aponta que a Nova Lei do Gás tem potencial para gerar mais de quatro milhões de empregos em todo o país nos próximos anos. Já o governo federal estima que o marco regulatório deve trazer investimentos de cerca de R$ 60 bilhões por ano.
 
Por ser uma fonte de energia de transição, isto é, menos poluente do que outros combustíveis fósseis, como o petróleo e o carvão mineral, o gás natural tende a conquistar ainda mais espaço na matriz energética. Isso porque, além do uso como matéria-prima e fonte de energia na indústria, o gás natural veicular (GNV), por exemplo, é mais econômico e performa melhor do que o etanol e o diesel. Já nas residências, pode ser usado para aquecer a água do chuveiro e das piscinas, bem como acender fogões. Na agropecuária, é usado como insumo para a fabricação de fertilizantes. 
 
Segundo Bernardo Sicsú, diretor de Eletricidade e Gás da Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia (Abraceel), a Nova Lei do Gás vai reduzir as barreiras para a entrada de novos agentes no setor e dará segurança jurídica para a realização de novos investimentos no país. “O PL solidifica as bases para o aumento da produção e do número de vendedores e é isso o que vai fazer com que o preço do gás caia”, acredita.

Tramitação

A Nova Lei do Gás está em análise no Senado Federal. Se aprovada na Casa sem alterações, ela segue para sanção do presidente Jair Bolsonaro. Ainda não há expectativa em torno do prazo para votação do PL.

Fonte: Brasil 61

Atacante comemora marca pelo EC São Bernardo

“Sou grato a Deus por ter atingido esse número aqui”, contou Chuck, que chegou aos 50 jogos pelo Cachorrão do ABC

Além da vitória por 3 a 1 diante do Desportivo Brasil, a partida da última sexta-feira (18) marcou momento especial para um jogador do EC São Bernardo. Trata-se do atacante Chuck, que atingiu a marca de 50 jogos com a camisa alvinegra. Feliz com o feito, destacou o carinho pelo Cachorrão.

“Sou grato a Deus por ter atingido esse número aqui. Ser homenageado por pessoas que tenho grande carinho e respeito, além de poder comemorar com bela vitória não tem preço. Sabemos da rotatividade de jogadores nessas divisões, o que torna chegar nessa marca ainda mais difícil.
Eu nasci e cresci em São Bernardo do Campo, e me sinto representando a cidade com essa camisa”, 
enalteceu.

Com o número atingido, Chuck entrou para seleto grupo no século, já que ocupa a sexta posição. Só estão na frente dele Denis (65), Alan Lopes (62), Felipinho (54), Washington e Ranses (ambos com 53). Vale lembrar que, além do número de partidas, ele marcou 18 vezes pelo Cachorrão, ocupando a terceira posição no século. Pensando no futuro, o atacante ressaltou que só pensa no acesso.

“Meu próximo passo é me preparar o melhor possível para essa fase final da Série A3. É claro que o objetivo é conquistar o acesso e marcar meu nome na história desse clube junto com meus companheiros”, completou.

AVALIAÇÃO
Após o duelo com o Dragão Chinês, o técnico Renato Peixe destacou a importância do resultado.

“Estou muito satisfeito pela entrega dos atletas, principalmente por tudo que vem acontecendo no mundo. Tivemos desfalques por covid, lesões e suspensões, mas os atletas conseguiram colocar em prática o que treinamos. Ficamos atentos nos 90 minutos e isso foi preponderante”, disse.

Fonte: Futebol Interior

Plástico para proteção de superfícies inativa o novo coronavírus

Material possui micropartículas de prata e sílica incorporadas à estrutura; projeto de empresa paulista tem apoio da Fapesp

Um filme plástico adesivo para proteção de superfícies, como maçanetas, corrimãos, botões de elevadores e telas sensíveis ao toque, é capaz de inativar o novo coronavírus por contato. Lançado pela indústria Promaflex, o material possui micropartículas de prata e sílica incorporadas à estrutura, desenvolvidas pela empresa paulista Nanox, apoiada pelo Programa Fapesp Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (PIPE), da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo.

Em testes feitos no laboratório de biossegurança de nível 3 (NB3) do Instituto de Ciências Biomédicas (ICB) da Universidade de São Paulo (USP), o material à base de polietileno demonstrou ser capaz de eliminar 99,84% de partículas do SARS-CoV-2 após dois minutos de contato.

“A norma técnica de medição da atividade antiviral em plásticos e outras superfícies não porosa, a ISO 21702, estabelece que o material tem que demonstrar essa ação em até quatro horas. O filme plástico com o aditivo mostrou ser capaz de atingir essa meta em um prazo muito menor e a ação virucida aumentou com o tempo”, diz à Agência Fapesp Lucio Freitas Junior, pesquisador do ICB-USP.

Metodologia

Para testar a ação virucida do filme plástico adesivo contra o novo coronavírus, foram realizados ensaios seguindo a norma ISO 21702:2019. As amostras do material com e sem micropartículas de prata e sílica incorporadas na estrutura foram mantidas em contato direto com o SARS-CoV-2 em intervalos de tempo diferentes.

Após os períodos estipulados, os coronavírus presentes nas amostras do material foram recolhidos e colocados em contato com células Vero – linhagem de células comumente utilizadas em culturas microbiológicas, sintetizadas a partir de células isoladas dos rins de uma espécie de macaco – para permitir avaliar a capacidade de infecção e multiplicação após a exposição ao filme plástico.

Os resultados das análises por quantificação do material genético viral por PCR indicaram uma redução de quase 100% das cópias do SARS-CoV-2 que entraram em contato com amostras do filme adesivo com as micropartículas de prata e sílica incorporadas após dois minutos de exposição ao material.

“Como as micropartículas de prata e sílica são adicionadas na massa do plástico durante a produção, a ação antimicrobiana permanece durante toda a vida útil do material”, afirma Luiz Gustavo Pagotto Simões, diretor da Nanox, à Agência Fapesp.

A fabricante do filme plástico com o aditivo recomenda, porém, o uso por até três meses para evitar o desgaste do material por contato excessivo.

Máscara protetora

O filme adesivo é o segundo material plástico com micropartículas de prata e sílica comercializado pela Nanox para proteger contra a COVID-19 a chegar ao mercado.

Em parceria com a fabricante de brinquedos Elka, a empresa paulista desenvolveu uma máscara reutilizável, feita com um plástico flexível (termoplástico) e o aditivo aplicado na superfície, que promete conferir maior proteção contra o novo coronavírus.

No início de agosto a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) concedeu o registro do produto como uma máscara do tipo PFF2, permitindo o uso como equipamento de proteção individual (EPI).

“A empresa obteve os laudos do filtro usado na máscara de acordo com a NBR 13698 [norma que estabelece os requisitos para as peças semifaciais filtrantes para as partículas utilizadas como equipamentos de proteção respiratória do tipo purificador de ar não motorizado] e o registro da máscara como um EPI”, diz Simões.

As micropartículas de prata e sílica também foram aplicadas na superfície de tecido para o desenvolvimento de roupas anti-COVID-19. Em testes em laboratório, o material com o aditivo demonstrou ser capaz de inativar o SARS-CoV-2 também após dois minutos de contato.

Modelo de negócio

O aditivo tem sido utilizado em roupas e tecidos fabricados por empresas como a Santista, o grupo Malwee e a Cedro Têxtil, entre diversas outras, mediante contrato de licenciamento da marca Nanox.

“O case do tecido foi disruptivo para nós. Mudamos um pouco nosso modelo de negócio e começamos, além de vender o aditivo, a fazer contratos de licenciamento de uso da marca. Em alguns casos, passamos a ganhar royalties pelo uso da marca”, afirmou Simões.

Em tecidos, as micropartículas de prata e sílica são impregnadas na superfície por meio de um processo de imersão, seguido de secagem e fixação, chamado pad-dry-cure.

Como é um revestimento, à medida que o tecido é lavado o material vai se desprendendo. “Mas fizemos testes de tecidos com o material que foram excessivamente lavados e constatamos que não perderam a eficácia”, salienta Freitas Junior.

Goleiro do São Caetano revela preparação especial

“É uma sensação muito boa poder ajudar a equipe em uma decisão de pênaltis”, disse o goleiro.

São Caetano do Sul, SP, 14 (AFI) – São vários os fatores que podem influenciar o desempenho pela conquista de uma vitória ou classificação no futebol. Um destes, certamente, é o trabalho desenvolvido fora das quatro linhas pela comissão técnica. Com o São Caetano não é diferente, e prova disso esteve na vaga conquistada à semifinal da Série A2 do Campeonato Paulista ao eliminar o Monte Azul nos pênaltis.

Para que Luiz Daniel saísse de campo como o grande herói na ocasião, foi realizado todo um estudo em cima do adversário. Desta forma o trabalho em conjunto realizado com o preparador de goleiros, Bruno Brazion, e o analista de desempenho, Murilo Tanganeli, teve papel crucial pelo desempenho decisivo do arqueiro.

“Foi feito um trabalho importantíssimo. Eles buscam os batedores, nos dá informações. Foi algo que me ajudou muito e pude ser feliz para fazer aquela defesa”, contou o dono da camisa 1.

“É uma sensação muito boa poder ajudar a equipe em uma decisão de pênaltis. Graças a Deus pude fazer uma defesa e convertemos todas, então o mérito é de todo o elenco. Todos demos nosso máximo e alcançamos nosso objetivo inicial, que era classificar para as semifinais”, acrescentou.

PREPARAÇÃO

Peça fundamental no processo de abastecer o jogador com dados sobre o adversário, o analista de desempenho do São Caetano explicou como é realizado esse tipo de trabalho.

“Tentamos pegar as últimas cobranças, local da batida e se o cobrador é destro ou canhoto. Essa produção de material a gente fala para eles que é apenas para ajudar, pois a decisão na hora do pênalti é sempre com o jogador.

Nós só utilizamos esses dados para contribuir na tomada de decisão”, disse Murilo Tanganeli, antes de completar. “A gente prepara esse tipo de trabalho para os pênaltis, mas nunca com a intenção de utilizá-lo. Porém, estamos sempre prontos para essa situação”, concluiu o profissional.

SEQUÊNCIA

Dando um tempo no Campeonato Paulista, o São Caetano agora volta a campo para jogar pela Série D do Brasileiro. Como primeiro compromisso na competição, o Pequeno Gigante recebe o Caxias no sábado (19), às 18h, no Anacleto Campanella.

Fonte Futebol Interior

São Bernardo FC vence Juventus nos pênaltis e avança para semi

Foto: Ale Vianna/ CA Juventus

Após empate no tempo regulamentar, Tigre vence a disputa de penalidades e é o segundo semifinalista da Série A2

Na manhã deste domingo (13), o São Bernardo FC recebeu o Juventus no estádio Primeiro de Maio, em São Bernardo do Campo, pela segunda e decisiva partida das quartas de final da Série A2 do Paulistão, e venceu nos pênaltis por 6 x 5, após empate sem gols durante os 90 minutos.

FacebookCurta o Torcedores

Por ter feito melhor campanha na primeira fase da competição, o time do ABC paulista jogou em casa o duelo decisivo contra o Juventus.

A primeira partida foi disputada no estádio Conde Rodolfo Crespi, a famosa Rua Javari, em São Paulo, e terminou empatada em 1 x 1. Como o segundo confronto também ficou na igualdade em 0 x 0, a vaga para as semifinais foi decidida nas cobranças de pênaltis.

O São Bernardo FC converteu seis das sete penalidades, enquanto o Juventus desperdiçou duas batidas, sendo a última e decisiva cobrança feita pelo zagueiro Diego Sacomam, que chutou na trave e selou o triunfo adversário por 6 x 5, garantindo a presença do Tigre na fase semifinal.

São Bernardo FC, São Caetano, Portuguesa, São Bento, Taubaté, XV de Piracicaba, Monte Azul e Juventus foram os oito times que se classificaram para as quartas de final após 15 rodadas disputadas em turno único na primeira fase.

Votuporanguense e Penapolense terminaram nas duas últimas posições da tabela e estão rebaixados para a Série A3 na temporada de 2021. As duas equipes finalistas na Série A2 conquistam o acesso à elite do futebol no estado.

São Caetano e São Bernardo FC são os dois primeiros semifinalistas. Mais dois confrontos definem os outros dois clubes que também estarão na próxima etapa do torneio estadual. Confira:

Portuguesa x XV de Piracicaba – segunda (14), às 17h00, no estádio do Canindé, em São Paulo (clique aqui e veja como assistir ao vivo)
São Bento x Taubaté – terça (15), às 21h30, no estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba

Fonte: Torcedores.com

São Bernardo FC x Juventus

Após empatarem jogo de ida por 1 a 1, Tigre e Moleque Travesso decidem quem se junta ao São Caetano e fica ainda mais perto do acesso.

São Bernardo do Campo, SP, 12 (AFI) – O São Caetano foi o primeiro time a assegurar a classificação para às semifinais do Campeonato Paulista da Série A2 nesta sexta-feira, após perder para o Monte Azul no tempo regulamentar e vencer nos pênaltis, mais um semifinalista será conhecido na manhã deste domingo (13). Depois de ficarem no empate por 1 a 1 no jogo de ida na Rua Javari em São Paulo, São Bernardo FC e Juventus voltam a se encontrar, desta vez no Estádio Primeiro de Maio, em São Bernardo do Campo, às 10h.

Só a vitória interessa para ambos os lados, afinal segundo o regulamento da Federação Paulista de Futebol (FPF), em caso de mais um empate a decisão irá para os pênaltis. O time da capital paulista tenta voltar a elite estadual, competição que não disputa desde 2008. Já o São Bernardo está a três anos na segunda divisão, rebaixado em 2017.

Os outros dois classificados serão definidos no começo da próxima semana. Na segunda-feira (14), a Portuguesa tenta passar pelo XV de Piracicaba, após perder, no Barão da Serra Negra, por 3 a 2. Já na terça-feira (15), São Bento e Taubaté, que não tiraram o zero do placar, no Joaquinzão, voltam a se enfrentar, desta vez no Estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba.

O duelo será transmitido pela Rádio FI, em parceria com a Web Rádio Mooca. Com narração de Renato Corrona, comentários de Silvio Oshiro e reportagens de Marcelo Santos.

SÃO BERNARDO FC
Para o duelo contra o Juventus, o técnico Marcelo Veiga fez mistério durante a semana de treinamento e ainda tem três dúvidas para definir a formação titular, que só deve ser revelada momentos antes do jogo. Depois de saírem de campo com dores musculares na rodada de ida das quartas de final, o zagueiro Ferreira e lateral-esquerdo Pará estão em tratamento junto ao Departamento Médico e ainda não estão confirmados.

Caso não tenham condições de jogo, Leandro Amaro assume a titularidade na zaga para fazer dupla defensiva com Luanderson. Já na ala esquerda, Fernando Júnior deve ganhar a chance, caso Pará não tenha condições de jogo. A outra dúvida está no ataque, entre Douglas Santos e Léo Jaime, essa por opção técnica.

Ainda sem saber se será titular no duelo decisivo contra o Juventus, o atacante destacou que o grupo está muito preparado e que o técnico Marcelo Veiga vem conversando e trabalhando muito com o grupo.

“Nosso grupo tem muitos jogadores de qualidade. Muitos atletas experientes e, mesmo os mais jovens, são muito preparados. O professor Marcelo Veiga confia em todos e quem estiver em campo terá totais condições de ajudar. Eu já disse e volto a afirmar. Estou aqui para ajudar e o professor sabe que pode confiar em mim em qualquer situação”, disse o atleta.

JUVENTUS
O Juventus encerrou a sua preparação com um treino na manhã deste sábado (12) visando o jogo de volta das quartas de final do Paulista A2 contra o São Bernardo FC. Mesmo com a obrigatoriedade de ter que vencer fora de casa para avançar, o técnico Alex Alves se mostrou otimista na briga pela classificação.

“O jogo está em aberto, tanto para o São Bernardo como para o Juventus. As duas equipes vão brigar pelo acesso. Temos totais condições de irmos lá e ganharmos, para isso devemos atuar muito melhor do que jogamos na Javari. Tenho certeza de que vamos fazer uma grande partida, jogar no erro do adversário e tentar sair com a classificação”.

Para o duelo, o atacante Carrara e o zagueiro Thiago Duchatsch ainda são dúvidas, pois se recuperam de lesão e aguardam a liberação do Departamento Médico para poderem ir a campo. Com isso, Japa e Diego Sacoman devem formar a dupla defensiva, enquanto Mazola e Grafite ficam no ataque.

Fonte: Futebol Interior

São Caetano elimina o Monte Azul nos pênaltis

Nesta sexta-feira, São Caetano e Monte Azul fizeram o segundo jogo das quartas de final do Paulistão Série A2. A partida foi decidida nos pênaltis, após vitória do AMA por 1 a 0 no tempo regulamentar, e quem se classificou foi o São Caetano, com resultado de 5 a 4 nas penalidades. A equipe comandada por Alexandre Gallo se aproxima ainda mais da elite do estadual.

O Azulão aguarda a definição dos próximos jogos para saber seu adversário na semifinal. A última participação do São Caetano na Série A1 foi em 2019, quando foi rebaixado. Além do Campeonato Paulista, o clube do ABC disputa também a Série D do Brasileirão. Caso não consiga o acesso, não terá divisão nacional em 2021. Já o Monte Azul, segue mais uma temporada na A2. O clube não chega ao principal torneio estadual desde 2010, ano de sua única participação.

Fabrício Cortinove/São Caetano

O jogo foi morno durante os 90 minutos, mas aos 49, o zagueiro Cezane aproveitou bom cruzamento e fez o gol do Monte Azul. Com a vitória, o time conseguiu levar a decisão para os pênaltis, já que o primeiro jogo terminou com vitória do Azulão pelo mesmo placar.

Nas cobranças de pênaltis, Cezane, autor do gol que forçou a disputa, desperdiçou sua batida e deu a vitória ao clube do ABC. O resultado final foi 5 a 4.

Fonte: Gazeta Press

Jornal Grande ABC

COMUNICAÇÃO: Existem formas de falar

O Jornal Grande ABC é feito para você, e por vocês. Nossos colaboradores e jornalistas estão todos dias buscando novidades e matérias. Assim, produzindo material especial para nossos leitores. Nosso foco são as cidades de Mauá, Diadema, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo e Santo André. Além disso, cobrimos o que acontece no Brasil e no Mundo, incluindo esporte, entretenimento e tecnologias.

Não possuímos nenhuma vinculação política ou partidária. Da mesma forma, sem ligações com outras mídias já existentes na região. Nossa fundação se deu em 07 de Setembro de 2020. Desde então, cada dia estamos crescendo e chegando em mais dispositivos e usuários. Por isso, nossa maior satisfação é entregar material de qualidade para nossos leitores. Portanto, cada nova visita e comentário, nos dão mais fôlego para seguirmos firmes e fortes neste projeto.

Quer receber mais notícias, em qualquer momento? Assine nossa Newsletter, basta inserir seu e-mail logo abaixo, e receba as publicações todos os dias.

Junte-se a 1.002 outros assinantes

É um prazer ter você conosco. Aproveite para deixar comentário aqui embaixo. Salve nosso Site. Volte Sempre!

1º semifinalista da Série A2 sai hoje

O primeiro semifinalista da Série A2 do Campeonato Paulista será conhecido hoje (11). São Caetano e Monte Azul vão se enfrentar às 15h, no Estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul, com transmissão do SporTV. Será a partida da volta das quartas de final.

O time do ABC Paulista está em vantagem, já que venceu em Monte Azul Paulista por 1 a 0, com gol de Anderson Rosa. Assim, pode empatar para avançar de fase. Caso perca por um gol de diferença, independente do placar, o classificado será definido apenas na disputa de pênaltis.

Os demais classificados às semifinais serão definidos entre domingo, com São Bernardo e Juventus, que empataram, por 1 a 1, na Rua Javari; e terça-feira, com São Bento e Taubaté, que não tiraram o zero do placar, no Joaquinzão. Já na segunda-feira, a Portuguesa tenta passar pelo XV de Piracicaba, após perder, no Barão da Serra Negra, por 3 a 2, de virada.

Somente os finalistas garantem o acesso ao Paulistão 2021. (Estadão Conteúdo)

Everton Dias prega atenção total contra Monte Azul

O São Caetano conseguiu importante resultado ao vencer (1 a 0) o Monte Azul no jogo de ida da fase de quartas de final da Série A-2 do Campeonato Paulista. Vitória bastante festejada, mas que não define a situação do Pequeno Gigante no Estadual.

Diante desse triunfo passado, o volante Everton Dias analisou a importância que o placar favorável, conquistado na casa do rival, possui para a equipe dirigida por Alexandre Gallo.

“A gente fica feliz por ter vencido. Uma decisão de 180 minutos e que nesta primeira parte a gente pôde e impor o nosso jogo apesar das dificuldades, do campo e calor. Fomos felizes em conseguir o resultado positivo, que pode nos ajudar no jogo de volta”, explicou.

São Caetano e Monte Azul se enfrentam novamente pela fase de quartas de final na sexta-feira (11), às 15h, no Anacleto Campanella. Já pensando neste reencontro entre as equipes, Everton Dias também ressaltou qual postura deverá ser adotada pelo elenco caetanista na oportunidade.

“Um jogo que vale classificação. Não podemos dar mole. Precisamos entrar ligados, pois não é à toa que eles também chegaram nesta fase. Vamos respeitar o adversário, mas vamos tentar impor o nosso jogo”, afirmou o meio-campista.

Ao ter vencido o confronto de ida, o Pequeno Gigante pode garantir a classificação com um empate na sexta-feira. Em caso de vitória do Monte Azul, pelo mesmo placar da partida anterior, o classificado será decidido nos pênaltis.

Saída

Revelado na base do Azulão, o jogador Matheus Índio foi negociado com o Trofense, de Portugal. Integrado ao profissional do São Caetano em 2018, o atleta realizou 30 jogos pelo time principal e ainda fez parte do elenco campeão da Copa Paulista no ano passado.

Foto: Fabrício Cortinove

Assessoria de imprensa: Fabrício Cortinove

EC São Bernardo anuncia zagueiro ex-Bangu e Ferroviária

“Estou muito motivado e feliz em fazer parte deste grupo (do EC São Bernardo)”, contou o defensor Dante

São Bernardo do Campo, SP, 07 (AFI) – Dando continuidade aos treinamentos visando o retorno do Campeonato Paulista da Série A3, o EC São Bernardo, nesta segunda-feira (7), anunciou a chegada do zagueiro Dante, 24, que estava no Bangu e acumula passagens por Pelotas e Ferroviária, entre outros.

Dante disputou o Campeonato Carioca deste ano e aproveitou para destacar as mudanças para o Paulista A3. O Cachorrão retorna a campo no dia 18 de setembro, quando enfrenta o Desportivo Brasil, em casa.

“Estou muito motivado e feliz em fazer parte deste grupo. Tenho grande expectativa para conquistar esse acesso. O elenco tem bastante qualidade e já deu para sentir que todos estão juntos no mesmo objetivo, o que é importante”, avaliou.

“Creio que vou perceber as diferenças nos jogos oficiais. Porém, já vi que é mais dinâmico e o jogo pode ser definido por uma bola. Só penso em ser campeão aqui e vou buscar isso de qualquer forma”, encerrou.

Jornal Grande ABC

COMUNICAÇÃO: Existem formas de falar

O Jornal Grande ABC é feito para você, e por vocês. Nossos colaboradores e jornalistas estão todos dias buscando novidades e matérias. Assim, produzindo material especial para nossos leitores. Nosso foco são as cidades de Mauá, Diadema, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo e Santo André. Além disso, cobrimos o que acontece no Brasil e no Mundo, incluindo esporte, entretenimento e tecnologias.

Não possuímos nenhuma vinculação política ou partidária. Da mesma forma, sem ligações com outras mídias já existentes na região. Nossa fundação se deu em 07 de Setembro de 2020. Desde então, cada dia estamos crescendo e chegando em mais dispositivos e usuários. Por isso, nossa maior satisfação é entregar material de qualidade para nossos leitores. Portanto, cada nova visita e comentário, nos dão mais fôlego para seguirmos firmes e fortes neste projeto.

Quer receber mais notícias, em qualquer momento? Assine nossa Newsletter, basta inserir seu e-mail logo abaixo, e receba as publicações todos os dias.

Junte-se a 1.002 outros assinantes

É um prazer ter você conosco. Aproveite para deixar comentário aqui embaixo. Salve nosso Site. Volte Sempre!

Tigre e Azulão conhecem os caminhos para semifinais da A-2

Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

Restam agora, oficialmente, quatro jogos para São Bernardo FC e São Caetano conquistarem um lugar ao sol no futebol estadual. Classificados para as quartas de final do Campeonato Paulista da Série A-2, Tigre e Azulão conheceram ontem locais, datas e horários dos dois primeiros destes confrontos que levam até o acesso para a elite estadual.

Continue lendo