Panqueca de espinafre

Rosângela Lopes é autora de “Panqueca de espinafre”

Rendimento: 15 panquecas médias.
Ingredientes
3 ovos;
300 ml de leite;
1/2 xícara de queijo parmesão ralado;
folhas de 1 pé de espinafre (branqueá-las passando na água fervente por 3 minutos e depois na gelada);
sal e pimenta;
2 xícaras de farinha de trigo aproximadamente.

Modo de preparo
Escorra e esprema bem o espinafre.
Bata todos os ingredientes no liquidificador com metade da farinha e vai acrescentando o restante aos poucos até dar o ponto cremoso e não muito ralo.

Aqueça a frigideira e unte com manteiga ou azeite. Com uma concha pequena faca as medidas e coloque no meio e vai girando até cobrir toda frigideira. Vire e frite do outro lado.

Recheie como preferir (frango com catupiry; carne seca; presunto e queijo; ricota temperada etc) a minha fiz com frango desfiado, cubra com molho bechamel ou outro de sua preferência.

Molho bechamel

Ingredientes
1 colher de sopa cheia de manteiga;
1 colher de sopa cheia de farinha de trigo;
500 ml de leite;
nos moscada, sal e pimenta a gosto.

Modo de preparo
Derreta a manteiga e acrescente a farinha, mexa bem e deixe dourar. Jogue o leite de uma vez e com um fouet não pare de mexer até engrossar. Tempere com sal, pimenta e nos moscada. Deixe mais ralo acrescentando mais leite se precisar. Despeje em cima das panquecas prontas. Sirva imediatamente.

Gostou de “Panqueca de espinafre“?

Panqueca de espinafre
Foto: Divulgação

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 1.385 outros assinantes

Parte 2: Toda a crise é uma grande oportunidade de inovação

Com a chegada da pandemia Covid19 de forma rápida, o que funcionava virou de cabeça para baixo. Muitas empresas estão paradas, outras funcionando parcialmente e para isso, muitas delas tiveram que ser ágeis e uma destas ações foi transferir os seus colaboradores para trabalharem home office. Pela urgência, muitos colaboradores no dia seguinte já estavam trabalhando nas suas casas e cumprindo a quarentena. Isso foi feito com sucesso, só que a grande maioria destes colaboradores não tem a experiência de trabalhar home office, alguns problemas já estão sendo identificados como, isolamento social, trabalhando mais de 8 horas por dia, falta de concentração, problemas físicos, dores nas costas, ganho de peso e outros. Em resumo “não estão preparados”, trabalharam por anos em escritórios e isso se transformou em hábitos e rotinas.

A mente associa que o ambiente da nossa casa é pessoal, família e descanso.

O processo de adaptação ao novo ambiente de trabalho não foi devidamente treinado e preparado. Também sabemos que o processo de quarentena deve perdurar por um bom tempo e a melhor hora do aprendizado é no início da mudança, então é AGORA. A presença dos familiares leva a uma distração para as responsabilidades profissionais. É um momento importantíssimo para manter as atividades em dia e se manter produtivo. Esta mudança não é tão simples assim, por que já existem os hábitos de ir ao trabalho todos os dias, enfrentar o trânsito, ambiente de escritório, reuniões com clientes, almoço e café com os amigos, insegurança, contato com pessoas, etc.

Agora as empresas estão voltando ao trabalho em seus escritórios alternando os dias, um dia no escritório e no outro no regime home office.  Estamos ainda em processo de adaptação a quarentena e já está iniciando outra modalidade de trabalho em tão curto espaço de tempo. Muitos destes colaboradores estão inseguros em retornar aos escritórios com medo de contrair o covid-19 e contaminar as suas famílias. O medo e a insegurança estão instalados na cabeça de muitos, sem considerar a perda do emprego a crise financeira e econômica.

Essa nova realidade requer que as empresas e lideranças minimizem estes impactos aos funcionários e colaboradores, para que não ocorram problemas maiores no futuro com a saúde física e mental. Sabemos que toda empresa é formada por bons funcionários.

O processo de “Mentoria & Coaching” para equipes e individual, tem como objetivo, ser o facilitador neste novo ambiente de trabalho, trabalhando a organização, motivacional, disciplina, comunicação, trabalho em equipe, avaliando os resultados, ajudando em dificuldades individuais e alinhando com os objetivos da empresa.

Neste momento de tantas incertezas e mudanças resolvi elaborar este manual de dicas rápidas para minimizar os problemas que o trabalho Home Office pode vir a trazer.

Caso queira receber o manual de dicas, entre em contato, como segue:

Contato:
Tatiana Brito –  (11) 94746 5637 
e-mail – tatiana.brito@rogeriodecaro.com.br

Rogério De Caro – (11) 94777 9496
e-mail – rogerio@rogeriodecaro.com.br

Toda a crise é uma grande oportunidade de inovação

Na língua chinesa “crise”, é a combinação de dois símbolos. Um significa “perigo” e o outro “oportunidade”. Toda crise traz incerteza, instabilidade, medo, fraqueza na economia, mas também proporciona novas oportunidades de inovação e de negócios.

Não existe oportunidade de inovação e ganhos sem o risco e muitos dos nossos empresários e empreendedores sabem muito bem disso. Em momentos de crises muitos empresários perdem o sono com questões como vou manter a minha empresa funcionando, inovar com recursos escassos?

Estamos vivenciando a pandemia mundial do Covid19 e que acabou de se instalar no Brasil. Hoje estamos de quarentena por orientação dos órgãos de saúde responsáveis, e muita gente em casa. Na economia só algumas atividades estão funcionando normalmente, aquelas que estão na linha de frente de combate a pandemia, as demais pararam ou estão funcionando parcialmente.

O que notamos é que existe os dois lados da moeda os empresários desesperados, o que não está errado e os empresários que estão aproveitando a oportunidade gerada pela crise. Algumas atividades que já existiam passaram a ter uma procura maior como delivery, produtos de higiene, produtos hospitalares, varejo alimentício, medicamentos e outros.

Empresas que não atuam no segmento de saúde, como empresas de perfumes estão produzindo álcool gel, empresa da indústria automobilística está produzindo aparelhos de ventilação mecânica para UTIs. Além de estarem contribuindo para atender a saúde com suas doações, com certeza enxergaram novas oportunidades.

No olho do furacão das oportunidades, estão as empresas de tecnologia com as suas inovações, atendendo as demandas de muitas empresas que precisam para se manter funcionando, relaciono algumas delas:

1-Trabalho home office, disponibilizar infraestrutura de hardware e software

2-Vendas online, está superaquecido, um grande número de empresas está migrando para esta modalidade, para recuperar as suas vendas

3-Reuniões a distância, são disponibilizadas plataformas de vídeo conferencia

4-Robótica: 

   4.1 Robô “Laura” é utilizado em mais de 100 hospitais no Brasil, melhorando a assertividade dos diagnósticos em um menor espaço de tempo, reduzindo os óbitos.

  4.2 Robôs (empresa Dinamarquesa) são utilizados para desinfecção de UTI´s na China, eles reduzem o tempo de execução do trabalho e a ocorrência de infecção das pessoas envolvidas neste trabalho. A Itália já esta implantando esses robôs em suas UTIs.

Vale a pena citarmos oportunidades e inovação que ocorreram no passado da história da humanidade em plena segunda guerra mundial, uma empresa instalada na Alemanha teve proibida a entrada do xarope para produção de determinada bebida.  Neste momento a empresa tinha duas alternativas, encerrava a sua operação no país ou criava um novo produto, optou pela segunda alternativa e nasceu a Fanta.

O outro caso, ocorreu no Brasil em 1930 com uma safra excessiva de café, nesta época ele era o maior produtor de café do mundo e como caíram as demandas os produtores começaram a descartar o café, o governo brasileiro pediu ajuda a Nestle se conseguisse uma forma de conservar o café como conserva o leite em pó, nasceu o Nescafé.

Esta crise é tão ampla que atinge os governos, federal, estadual e municipal que estão sendo ágeis em aprovações no congresso, implantação de novas soluções em semanas. Uma inovação esta sempre associada a uma necessidade e ou oportunidade.

Muitas empresas já estão reavaliando como trabalhavam e como estão trabalhando, quais são as vantagens no processo e econômicas. Teremos muitos desafios e passaremos por muitas dificuldades e com certeza sairemos melhores.

Ao fim da crise da pandemia, nada será como antes, com certeza.

Continue lendo a Parte 2 desta matéria, clique aqui.

Contato:
Tatiana Brito –  (11) 94746 5637 
e-mail – tatiana.brito@rogeriodecaro.com.br

Rogério De Caro – (11) 94777 9496
e-mail – rogerio@rogeriodecaro.com.br