Você sabe o que é comida de verdade?

Você já deve ter ouvido falar que devemos comer comida de verdade, mas você sabe o que isso significa?

É muito mais simples do que podemos imaginar: é tudo o que se planta, colhe, caça ou cria. São alimentos ricos em vitaminas e minerais, não possuem aditivos químicos* e são minimamente processados.

Exemplos : 
• Frutas (Todas)
• Legumes (Todos)
• Verduras (Todas)
• Tubérculos (batatas, mandioca, inhame)
• Ovos e carnes (frango, vaca, peixe, suína)
• logurte NATURAL

Outros: arroz, feijão e aveia. Pode incluir também azeite, azeitona, palmito, queijos menos processados e a manteiga.

*Sobre Aditivos Químicos em alimentos (Com informações do Blog da Segurança Alimentar)

A ANVISA define como aditivos químicos todas as substâncias que não possuem valor nutritivo, usada de forma intencional na indústria de alimentos. A finalidade dos aditivos são modificar, preservar e intensificar as características físicas, sensoriais, químicas e biológicas dos alimentos.

De acordo com esta definição, é correto afirmar que as substâncias adicionadas aos alimentos que tenham valor nutritivo, como vitaminas e sais minerais, não são consideradas aditivos químicos.

Identificar um aditivo químico no rótulo dos produtos industrializados é muito simples. Tudo aquilo que não fizer parte dos ingredientes básicos do alimento (farinha, ovo, óleo, fermento, água e assim por diante) são aditivos.

Convém ressaltar que muitos desses aditivos, principalmente os corantes, podem causar reações alérgicas. Caso você sinta algum sintoma de reação alérgica ao ingerir um produto industrializado, procure o alergista quanto antes.

O uso de aditivos químicos em alimentos permitiu a evolução da indústria alimentícia. Muitas pessoas preferem ingerir alimentos não industrializados para evitar o consumo dos aditivos. Se você também se preocupa com o uso dos produtos químicos em alimentos, então não deixe de ler os rótulos.

Gostou da nossa matéria “Você sabe o que é comida de verdade?“?

Você sabe o que é comida de verdade?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias e mais das colunas Nutrição em Prática e Pratos & Sabores. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 1.352 outros assinantes

Restaurante Cozinha Vivaah aprensenta a Sopa de Creme Suiço

O Restaurante Cozinha Vivaah, localizado no bairro Recanto das Araucárias, em Campos do Jordão (SP), tem a proposta de ser um espaço intimista e com atendimento personalizado, prezando pela qualidade e pela experiência do consumidor. Em funcionamento desde 2017, ele é comandado pela chef Lia Madeira e oferece repletas opções de pratos deliciosos e autorais.

Um desses pratos é o Sopa de Creme Suíço! Essa receita é tão especial não consta no cardápio. Para experimentar, precisa ser solicitado durante a reserva no Restaurante Cozinha Vivaah. Quer saber mais sobre a Sopa de Creme Suíço? Veja mais ao final da matéria, mas não antes de conhecer um pouco mais sobre o local.

Outro grande diferencial do Restaurante Cozinha Vivaah é a Cerveja Vivaah, de produção local. Comandada pelo cervejeiro Flávio Henrique da Silva, a Cervejaria Vivaah trabalha com produção 100% artesanal, maltes e lúpulos importados e sem nenhum aditivo químico. E para saborear a cerveja, aproveite para harmonizar com um dos pratos disponíveis autorais disponíveis no restaurante.

Há também a opção para quem gostaria de passar mais tempo na região. A Pousada Caminho das Pedras é o local ideal para um casal passar um tempo. Ela fica de frente para o Restaurante Cozinha Vivaah e é especializada em ser um local de conforto para ficar um tempo com a pessoa amada.

Deste modo você pode aproveitar a melhor hospedagem e a melhor culinária ao mesmo tempo!

Agora conheça um pouco mais sobre a Sopa de Creme Suíço.
Seus ingredientes são:
• 300ml de leite;
• 100ml de caldo de legumes (preferência ao caldo caseiro);
• 30g de manteiga sem sal;
• 300g de queijo (mozarela, gruyere e gorgonzola);
• 60g de farinha de trigo;
• 20g cebola picada;
• uma pitada de noz moscada;
• sal à gosto.

Modo de Preparo:
Coloque, separadamente, o leite o caldo de legumes para ferver.
Enquanto os líquidos fervem, em uma panela derreta a manteiga e então doure a cebola. Assim que dourar, coloque a farinha de trigo e mexa por 5 minutos. Aos poucos acrescente à mistura o leite até formar um creme. Depois acrescentar aos poucos o caldo de legumes.

Tempere com sal a gosto e noz moscada. Rale os queijos e misture tudo.
Para acompanhar, sirva dentro do pão italiano bola.

O pão deve estar sem o topo e sem o miolo, mas cuidado para não deixar nenhum furo. Antes de colocar a sopa dentro, asse o pão em forno pré-aquecido a 200º por 5 minutos.

Para reservas e mais informações sobre o Restaurante Cozinha Vivaah, entre em contato pelo Whatsapp (12) 99210-7457

Para mais informações e reserva na Pousada Caminho das Pedras: (12) 99150-9407 ou no site www.pousadacaminhodaspedras.com.br

Restaurante Cozinha Vivaah aprensenta a Sopa de Creme Suiço

Gostou da nossa matéria “Restaurante Cozinha Vivaah aprensenta a Sopa de Creme Suiço“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias, e também conheça o nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 1.352 outros assinantes

Panqueca de espinafre

Rosângela Lopes é autora de “Panqueca de espinafre”

Rendimento: 15 panquecas médias.
Ingredientes
3 ovos;
300 ml de leite;
1/2 xícara de queijo parmesão ralado;
folhas de 1 pé de espinafre (branqueá-las passando na água fervente por 3 minutos e depois na gelada);
sal e pimenta;
2 xícaras de farinha de trigo aproximadamente.

Modo de preparo
Escorra e esprema bem o espinafre.
Bata todos os ingredientes no liquidificador com metade da farinha e vai acrescentando o restante aos poucos até dar o ponto cremoso e não muito ralo.

Aqueça a frigideira e unte com manteiga ou azeite. Com uma concha pequena faca as medidas e coloque no meio e vai girando até cobrir toda frigideira. Vire e frite do outro lado.

Recheie como preferir (frango com catupiry; carne seca; presunto e queijo; ricota temperada etc) a minha fiz com frango desfiado, cubra com molho bechamel ou outro de sua preferência.

Molho bechamel

Ingredientes
1 colher de sopa cheia de manteiga;
1 colher de sopa cheia de farinha de trigo;
500 ml de leite;
nos moscada, sal e pimenta a gosto.

Modo de preparo
Derreta a manteiga e acrescente a farinha, mexa bem e deixe dourar. Jogue o leite de uma vez e com um fouet não pare de mexer até engrossar. Tempere com sal, pimenta e nos moscada. Deixe mais ralo acrescentando mais leite se precisar. Despeje em cima das panquecas prontas. Sirva imediatamente.

Gostou de “Panqueca de espinafre“?

Panqueca de espinafre
Foto: Divulgação

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 1.352 outros assinantes

22 de abril: o dia do Descobrimento da nossa rica culinária

Aprendemos por muito tempo na escola que a data de 22 de abril de 1500 é marcada pelo o que se costumou chamar de “Descobrimento do Brasil”. Historiadores de hoje questionam este entendimento, já que quando os navegadores portugueses aportaram em terras brasileiras, encontram aqui várias e grandes nações indígenas que já estabelecidas, com sua cultura, costumes e história. Hoje, muitos estudiosos defendem o uso do termo “Chegada dos Portugueses ao Brasil”, como uma forma mais precisa de se referir a esse importante fato histórico.

Mas discussões históricas à parte, o que se pode celebrar com certeza neste 22 de abril é o encontro desses dois diferentes povos, que deram origem a essa nação plural e rica culturalmente chamada Brasil. E é na culinária que os traços das culturas indigena e europeia (trazida pelos portugueses) estão mais evidentes. A chef e professora de culinária Adriana Gomes, que assina a curadoria do E-book Receitas do Meu Goiás, lançado pela Marajoara Laticínios, afirma que a culinária goiana, em especial, retrata bem essa mistura de sabores herdada de índios e portugueses.

“A culinária brasileira herdou vários hábitos e costumes indígenas que continuam muito presentes nos dias de hoje, como a utilização da mandioca e seus derivados (farinha de mandioca e polvilho).  O costume de se alimentar de peixes e frutos do mar é também uma herança indígena. Bem como o consumo de frutas silvestres tais como: o cupuaçu, graviola, o açaí, caju e o nosso famoso pequi”, explica a chef .

Os portugueses
Entre as influências trazidas pelos portugueses, Adriana destaca as técnicas de cozimento usadas na Europa, a tradição dos doces e confeitos, o grande consumo e uso do leite no preparo de muitos alimentos, o uso de especiarias, o consumo de arroz, hortaliças, e das carnes de de galinha, porco e boi. “Muitos dos pratos típicos que temos aqui no Brasil, como a nossa tradicionalíssima feijoada, são resultados das adaptações que os portugueses precisaram adotar diante das adversidades encontradas na nova colônia”, lembra Adriana.

A chef lembra ainda, que depois do encontro entre índios e portugueses, a culinária brasileira enriqueceu ainda mais com a influência dos povos africanos e mais tarde dos imigrantes italianos, alemães, espanhóis e até japoneses. “Estudar ou pesquisar sobre a origem de muitos dos nossos  pratos típicos é mais do que uma lição de culinária, é também uma deliciosa aula de história”, frisa Adriana Gomes.

22 de abril: o dia do Descobrimento da nossa rica culinária
A combinação entre o arroz e o pequi, como no risoto de pequi, é um exemplo típico da mistura de influências indígena e portuguesa na nossa culinária. Foto: Divulgação.
O largo uso da mandioca e seus derivados é uma das mais fortes influências dos índios em nossa culinária. Foto: Divulgação
22 de abril: o dia do Descobrimento da nossa rica culinária
A tradição dos doces, como a rabanada, é uma das principais contribuições da cultura portuguesa para nossa culinária. Foto: Divulgação

Gostou da nossa matéria “22 de abril: o dia do Descobrimento da nossa rica culinária“?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email, fique ligado nas notícias e matérias do jornal assim que estiverem online. Então, aproveite e leia as Últimas Notícias e mais vagas de emprego abertas. Conheça nosso parceiro Dica App do Dia.

Junte-se a 1.352 outros assinantes