Vagas para Técnico em Telecomunicações, confira.

O Gi Group está contratando para vagas de técnico em telecomunicações. Contratados realizarão visitas técnicas, para os serviços de Telefonia Fixa, Banda Larga e TV por assinatura.

As inscrições são através da plataforma VAGAS.com, caso tenha dúvidas ou não saiba como cadastrar seu currículo, consulte este tutorial simples. Na relação abaixo, clique no título da vaga (em negrito e sublinhado) e será direcionado para inscrição no servidor.

OBS: Apenas divulgamos as vagas, não solicitamos nenhum dado pessoal ou currículo. Nos canais abaixo compartilhamos mais publicações sobre vagas, NUNCA exigimos cadastro no Jornal Grande ABC. Responsabilidade das ofertas é por parte dos contratantes.

Grupo de divulgação de vagas no Facebook (clique aqui)
Canal de divulgação de vagas no Whatsapp (clique aqui)
Canal de divulgação de vagas no Telegram (clique aqui)

Vagas para Técnico em Telecomunicações

Técnico de Campo em Telecomunicações (clique aqui)

9 Vagas – Salário entre R$ 2.000 e R$ 3.000

Realizar as visitas técnicas de acordo com a quantidade de Ordem de Serviço disponível em sua jornada de trabalho. Identificar, analisar e solucionar o problema técnico em serviços de Telefonia Fixa, Banda Larga e TV por assinatura.

Realizar atividades em altura e espaço confinado. Realizar o deslocamento da empresa até o endereço do cliente, utilizando-se do carro oferecido pela empresa. Reportar mediante aplicativo o deslocamento, início de atendimento, encerramento de atendimento e descrição dos procedimentos utilizados.

Preencher corretamente a Ordem de Serviço (OS), informando os dados do cliente, procedimentos adotados e equipamentos utilizados. Zelar pelo veículo e ferramental da empresa. Aderir às normas de Segurança do Trabalho e demais políticas internas. Garantir a entrega de metas mensais. Participar de treinamentos presenciais e por plataforma EAD. Participar de reuniões pontuais e periódicas da área.

Mais Vagas no Grande ABC

Gostou de “Vagas para Técnico em Telecomunicações”?

Vagas para Técnico em Telecomunicações

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Aproveite e leia sobre Carreiras e Trabalho, com os ensinamentos de Rogério de Caro.

Meta para cobertura de fibra ótica 99% dos municípios até 2024

Decreto aprovado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira (30), com obrigações impostas às concessionárias de telefonia fixa em um período de cinco anos, incluindo a meta para cobertura de internet por fibra ótica.

O Plano Geral de Metas de Universalização (PGMU5) do setor de telecomunicações foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira (28), trazendo obrigações impostas às concessionárias de telefonia fixa. Entre as principais normas, está o investimento na implantação de redes de fibra ótica para alcançar 99% dos municípios brasileiros até 2024.

As metas valem por um período de cinco anos, a partir de 2021, e abrangem as operadoras Oi, Telefônica, Claro e Algar. Essas normas foram aprovadas em decreto em novembro de 2020, pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). A expectativa é de que 1,5 mil municípios brasileiros recebam a internet por fibra ótica, alcançando cerca de 5.500 cidades nos próximos três anos. 

O plano detalha que a rede de fibra deverá ter capacidade mínima de 10 gigabits por segundo (Gbps), cobrindo, até o final de 2021, até 10% do respectivo município. Essa instalação de fibra ótica substitui uma meta do PGMU anterior, que previa a implementação do 4G em localidades sem essa tecnologia.

Em parceria com Brasil 61

Gostou de “Meta para cobertura de fibra ótica 99% dos municípios até 2024”?

Assine nossa Newsletter e receba nossas publicações em seu email. Aproveite e leia mais notícias do Brasil.

Meta para cobertura de fibra ótica 99% dos municípios até 2024

Brasil ganha prêmio de qualidade de atendimento ao cliente

Segundo o site da Anatel, o Brasil venceu, na categoria “qualidade de atendimento ao cliente”, o concurso de Reconhecimento de Boas Práticas Regulatórias do Regulatel, o Foro Latinoamericano de Reguladores de Telecomunicações.

A escolha foi realizada na última quarta-feira, 4 de novembro, durante o Seminário Internacional “El rol de los Reguladores en el empoderamiento del consumidor: una perspectiva post pandemia“, promovido pela entidade.

O projeto brasileiro, apresentado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), concorreu com projetos da Colômbia, da Costa Rica, do México, do Paraguai, do Peru e da República Dominicana.

O principal tema dos trabalhos foram as formas de digitalização de procedimentos de controvérsias e como utilizar reclamações para tomada de decisão.

Continue lendo no Dica App do Dia

Jornal Grande ABC

Brasil ganha prêmio de qualidade

O Jornal Grande ABC é feito para você, e por vocês. Nossos colaboradores e jornalistas estão todos dias buscando novidades e matérias. Assim, produzindo material especial para nossos leitores. Nosso foco são as cidades de Mauá, Diadema, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo e Santo André. Além disso, cobrimos o que acontece no Brasil e no Mundo, incluindo esporte, entretenimento e tecnologias.

Não possuímos nenhuma vinculação política ou partidária. Da mesma forma, sem ligações com outras mídias já existentes na região. Nossa fundação se deu em 07 de Setembro de 2020. Desde então, cada dia estamos crescendo e chegando em mais dispositivos e usuários. Por isso, nossa maior satisfação é entregar material de qualidade para nossos leitores. Portanto, cada nova visita e comentário, nos dão mais fôlego para seguirmos firmes e fortes neste projeto.

Quer receber mais notícias, em qualquer momento? Assine nossa Newsletter, basta inserir seu e-mail logo abaixo, e receba as publicações todos os dias.

Junte-se a 1.010 outros assinantes

É um prazer ter você conosco. Aproveite para deixar comentário aqui embaixo. Salve nosso Site. Volte Sempre!

Projeto destina recursos para equipamentos de informática e acesso à internet para alunos da rede pública de ensino

Projeto de Lei Complementar 230/20 prevê uso da verba do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (Fust)

A ampliação do acesso à educação a distância pode ter um novo panorama com o Projeto de Lei Complementar 230/20, de autoria do deputado federal Reginaldo Lopes (PT-MG). A proposta prevê o uso de recursos do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (Fust) para compra de equipamentos de informática e acesso à internet para alunos carentes da rede pública de ensino.


O objetivo é promover o amplo acesso ao ensino a distância por esses estudantes durante a suspensão das atividades escolares presenciais em função da pandemia de Covid-19. Segundo o auto da proposta, há um abismo no que se refere ao acesso à internet e a equipamentos de informática capazes de promover educação a distância para alunos do ensino público.

Fonte: Brasil 61